Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

A prisão de Lula: como foram os dias até o petista se entregar à PF

Ex-presidente se entregou à PF 26 horas após prazo determinado no mandado de Sergio Moro e já começou a cumprir sua pena em Curitiba

O juiz federal Sergio Moro determinou, na última quinta-feira, a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). O petista tinha até as 17h de sexta para comparecer espontaneamente, mas não aceitou a oferta. “Eu vou cumprir o mandado”, disse Lula em discurso de 55 minutos após missa em homenagem a mulher Marisa Letícia, no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC.

Às 16h58, ele entrou num carro para deixar o prédio em São Bernardo do Campo para se entregar a Polícia Federal, mas apoiadores impediram a saída do automóvel. Poucos minutos depois, o ex-presidente voltou ao sindicato. Às 18h41, ele saiu do prédio a pé, rodeado por uma multidão, e entrou num carro da polícia. Em seguida, foi levado para a sede da Polícia Federal em São Paulo para exame de corpo de delito. Às 20h45, partiu do aeroporto de Congonhas rumo a Curitiba, onde chegou às 22h30 para cumprir pena em uma cela especial da Superintendência da PF na capital paranaense. Lula foi condenado a 12 anos e um mês de prisão, inicialmente em regime fechado.

Os desdobramentos do caso Lula e a repercussão da prisão do ex-presidente:

23:38 – Lula é o primeiro ex-presidente preso por crime comum no Brasil

Antes de Lula, cinco ex-presidente da República foram presos – só que por motivações políticas.

As prisões começaram com Hermes da Fonseca, em 1922, acusado de conspiração pelo então presidente Epitácio Pessoa. Café Filho, que ficou no poder entre 1954 e 1955, passou pelo cárcere duas décadas antes, por advogar em prol de representantes de movimentos sociais. Arthur Bernardes, nos anos 1930, acabou derrotado na Revolução Constitucionalista, foi preso e exilado. Destino parecido teve Washington Luís, que liderou o país entre 1926 a 1930: foi detido com o golpe de Getúlio Vargas em 1930, conseguiu negociar sua libertação e ficou exilado até 1947. Completa a lista Juscelino Kubitschek, que saiu do poder em 1961 e teve os direitos políticos cassados no Golpe de 1964. Quando o Ato Institucional nº 5 foi instaurado, ele ficou preso durante alguns dias, em 1968.


23:27 – Gleisi posta vídeo do ato na PF e critica violência

A senadora Gleisi Hoffmann, presidente nacional do PT, postou em seu Twitter um vídeo que mostra uma bomba de efeito moral estourando em meio a manifestantes favoráveis a Lula do lado de fora da Superintendência da PF em Curitiba. “Por que violência contra o povo que foi a superintendência da PF apoiar e ser solidário a Lula?!”, escreveu.


23:15 – Tumulto após a chegada do ex-presidente

Com a chegada do presidente Lula à PF em Curitiba, os manifestantes contrários ao ex-presidente começam a ir embora.
Do outro lado, a Polícia Militar teve de usar bombas de efeito moral para dispersar os apoiadores do petista. Algumas pessoas ficaram levemente feridas na ação.

23:01 – Conheça a cela que vai abrigar Lula na prisão

O petista vai ocupar uma carceragem adaptada localizada no andar mais alto do prédio, logo abaixo do heliporto da Superintendência. Ali funcionava um alojamento para policiais em missão. O local tem 15 metros quadrados (3 m x 5 m) e banheiro e cama próprios.


22:44 – Perigo

Rojões disparados por manifestantes na chegada de Lula à Superintendência da PF no Paraná passaram perto do helicóptero que trazia o petista, advogados e policiais.

22:39 – LULA ESTÁ PRESO: ex-presidente começa a cumprir pena em Curitiba

O petista chegou a Curitiba na noite deste sábado e foi levado de helicóptero para a Superintendência da Polícia Federal na capital paranaense, onde vai começar a cumprir a pena de 12 anos e um mês de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro. Ele foi condenado no processo do tríplex no Guarujá. No âmbito da Operação Lava Jato.

22:30 – Ex-presidente chega à Superintendência da PF

O helicóptero com o petista pousou às 22h30 na sede da Polícia Federal em Curitiba. Lula deixou a aeronave e foi encaminhado ao interior do edifício. Do lado de fora, manifestantes gritam “Lula na cadeia!” e soltam muitos fogos de artifício.


22:25 – Helicóptero com Lula se aproxima da sede da PF

Em um percurso rápido, o helicóptero com o petista já se aproxima da Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, onde Lula vai cumprir sua pena. Separados, manifestantes pró e contra o ex-presidente se reúnem no local.


22:20 – Ex-presidente chega a Curitiba

O avião com o ex-presidente Lula chegou ao Paraná depois das 22h. O petista já foi conduzido ao helicóptero que vai levá-lo para a Superintendência da Polícia Federal em Curitiba.


21:59 – Holofote: Lula e o Brasil que virá

Sobre a prisão do mais importante mandatário da Nação na história democrática por crime comum, os livros lembrarão. E não se trata de crime político, mas sim por corrupção e lavagem de dinheiro — e vai além de uma foto. É educativa e sistólica. Se o ex-metalúrgico que criou um dos maiores partidos do Brasil, eleito e reeleito com índices de aprovação jamais vistos levou ao poder quem quis e foi capaz de governar com políticos que deveriam estar na cela ante dele está preso… Isso, talvez, seja um alento. Amanhã, o brasileiro vai pensar duas vezes antes de furar a fila do banco e da farmácia, antes de tentar driblar o Imposto de Renda e enganar o vizinho. Seria otimista demais pensar que o país acordou e cresceu. Mas a prisão do homem que diz “não ser mais um ser humano, mas uma ideia”, deixa, de fato, uma ideia: a lei e a ordem no Brasil, pela primeira vez no período democrático, prevaleceram — apesar do deboche de Lula ao atrasar em 26 horas sua prisão.


21:38 – Muitos manifestantes, poucos políticos em Curitiba

Apesar da movimentação de militantes pró e contra Lula durante todo o dia, poucos políticos paranaenses passaram pela Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba, neste sábado. O ex-deputado federal Doutor Rosinha, presidente do PT paranaense, e o deputado estadual Professor Lemos (PT) foram algumas das exceções no lado petista. Do outro lado, apenas o vereador de Maringá, Homero Marchese (PV), uma das apostas do MBL no estado, compareceu.


21:03 – Em Curitiba, manifestantes contra Lula começam a engrossar protesto

Aos poucos começam a chegar mais manifestantes contrários ao ex-presidente Lula na Superintendência da Polícia Federal do Paraná, em Curitiba. Durante toda a tarde, apoiadores do ex-presidente eram maioria.


20:57 – Moro: de eleitor de Lula a algoz do ex-presidente

Para 31 milhões de eleitores, Lula era o melhor candidato para ocupar a Presidência da República já em 1989. Responsável pela Operação Lava-Jato, Sergio Moro também pensava assim. Estudante secundarista de Maringá, ele votou pela primeira vez aos 17 anos. Seu candidato preferido não passou do primeiro turno. Entre Lula e Fernando Collor, os dois finalistas, Moro não teve dúvida. Três décadas depois, os nomes dos dois ex-presidentes apareceram no gabinete do juiz, em Curitiba, envolvidos no maior escândalo de corrupção da história. Collor, que ganhou a eleição em 1989 e sofreu impeachment três anos depois, foi apanhado recebendo propina e seu caso, enviado ao Supremo Tribunal Federal.


20:55 – Lula: do sindicalismo ao cárcere

Um dos líderes mais populares da história do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva chega à prisão neste sábado pela segunda vez em sua vida, mas de uma forma bem diferente: se na primeira foi encarcerado por desafiar a ditadura militar ao liderar históricas greves no ABC e fundar o Partido dos Trabalhadores, desta vez ele foi detido sob o peso de uma condenação a 12 anos e um mês de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro em processo da Operação Lava Jato. A trajetória do petista começa na infância pobre no interior de Pernambuco, passa pela viagem em um pau-de-arara (caminhão que levava migrantes que fugiam da seca no Nordeste) a São Paulo e pela vida operária no ABC até chegar à Presidência da República, com duas vitórias eleitorais, um recorde de aprovação positiva e a eleição da sucessora, Dilma Rousseff. Essa primeira etapa da saga rendeu o filme Lula, o Filho do Brasil (2010). A segunda foi trilhada a partir de 2014, quando a Lava Jato passou a desvendar um gigantesco esquema de corrupção na Petrobras, no qual o petista acabou enredado. Essa segunda parte rendeu outro filme, Polícia Federal – a Lei é para Todos (2017), e a série O Mecanismo, da Netflix, que estreou em março deste ano. A prisão deste sábado também foi digna de filme: condenado, Lula se refugiou no mesmo Sindicato dos Metalúrgicos, de onde, cercado por apoiadores, tentou transformar a detenção em um ato político.


20:53 – J.R. Guzzo: ‘Piores momentos’

Tudo em que Lula encosta a mão, já há muito tempo, fica estragado na hora. Neste seu momento de desgraça, quando não podia mais evitar a prisão e sua única saída era tentar manter a cabeça erguida, fez o contrário — baixou a cabeça e acabou entrando na cadeia como um homem pequeno. Teve a oportunidade plena de fazer alguma coisa mais decente. Foi ajudado pela gentileza extrema da Polícia Federal e demais autoridades encarregadas de cumprir a ordem judicial, que lhe deram todo o tempo do mundo para preparar uma apresentação às autoridades que tivesse um pouco mais de compostura. Foi tratado com uma paciência que não está à disposição de nenhum outro brasileiro. Teve o privilégio de uma “negociação” sem pé nem cabeça para se entregar, como se o cumprimento da ordem dependesse da sua concordância. Mas acabou, apenas, estragando tudo. Conseguiu tornar a sua biografia, que já está para lá de ruim, ainda pior — este capítulo da sua ida para o xadrez, condenado a doze anos por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, concorre, certamente, para ser um dos piores da sua triste passagem pela política brasileira.


20:48 – Protesto fecha avenida Washington Luiz, em SP, no sentido do centro da cidade

Manifestantes a favor do ex-presidente Lula fecharam a avenida Washington Luiz em direção ao centro da cidade de São Paulo. O ato ocorreu em frente ao aeroporto de Congonhas, de onde o petista, sob custódia da Polícia Federal, embarcou em direção a Curitiba. Após intervenção da Polícia Militar, a avenida foi reaberta.

Luiz Inácio Lula da Silva Manifestantes a favor e contra ao ex-presidente Lula protestam em frente ao aeroporto de Congonhas em São Paulo – 07/04/2018

Manifestantes a favor e contra ao ex-presidente Lula protestam em frente ao aeroporto de Congonhas em São Paulo – 07/04/2018 (Mabi Barros/VEJA.com)


20:45 – Preso, Lula deixa São Paulo rumo a Curitiba

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) embarcou às 20h40 deste sábado, no aeroporto de Congonhas, rumo a Curitiba para cumprir sua pena na Operação Lava Jato. Um monomotor do comando aéreo da Polícia Federal leva o petista.

 (TV Globo/Reprodução)


20:31 – Manifestantes pró-Lula protestam em Congonhas: ‘Nós vamos resistir’

Apoiadores do ex-presidente fazem protesto em frente ao aeroporto de Congonhas, de onde Lula embarca para Curitiba.

20:22 – Helicóptero com ex-presidente Lula chega ao aeroporto de Congonhas

Ex-presidente embarca ainda hoje para Curitiba. Ele ficará preso em cela especial na Superintendência da Polícia Federal da capital paranaense.


20:06 – Lula embarca em helicóptero em direção ao aeroporto de Congonhas

Após realizar exame de corpo de delito, ex-presidente embarca em aeronave que o levará da sede da Polícia Federal de São Paulo até o aeroporto de Congonhas, de onde ele seguirá para Curitiba. Na capital do Paraná, ele começará a cumprir a pena de 12 anos e 1 mês de prisão.

Luiz Inácio Lula da Silva Ex-presidente Lula deixa sede da superintendência da Policia Federal em São Paulo e segue para o aeroporto de Congonhas – 07/04/2018

Ex-presidente Lula deixa sede da superintendência da Policia Federal em São Paulo e segue para o aeroporto de Congonhas – 07/04/2018 (TV Globo/Reprodução)


20:01 – Militantes pró-Lula lançam rojões no meio da multidão em frente ao aeroporto de Congonhas

Militantes mais radicais chegam ao aeroporto de Congonhas com um megafone e rojões, dois deles lançados no meio da multidão.

Luiz Inácio Lula da Silva Manifestantes a favor e contra ao ex-presidente Lula protestam em frente ao aeroporto de Congonhas em São Paulo – 07/04/2018

Manifestantes a favor e contra ao ex-presidente Lula protestam em frente ao aeroporto de Congonhas em São Paulo – 07/04/2018 (Mabi Barros/VEJA.com)


19:59 – Lula passa por exame de corpo de delito na sede da PF em São Paulo

A perícia é uma exigência legal para condenados antes do ingresso no sistema penitenciário, a fim de atestar a integridade física das pessoas e a não ocorrência de abuso de autoridade, mas geralmente é realizado no Instituto Médico Legal (IML).

Depois do exame, Lula deve ser transferido para Curitiba, para cumprir pena em uma cela especial na Superintendência da Polícia Federal. A expectativa é que ele parta do aeroporto de Congonhas, na zona sul de São Paulo. No local, já há apoiadores do ex-presidente protestando em sua defesa, entre eles parlamentares. (Agência Brasil)


19:45 – Lula chega à Superintendência da Polícia Federal, em São Paulo

Comboio da PF foi recebido por multidão na sede da PF, na Lapa, em SP. Após fazer exame de delito, ex-presidente segue de helicóptero, que já está posicionado, até o aeroporto de Congonhas. Desta forma, evitaria-se a manifestação que ocorre agora nos portões do aeroporto.

De Congonhas, Lula deve seguir ainda hoje de avião para Curitiba. Do aeroporto Afonso Pena, na capital paranaense, há previsão de o ex-presidente pegar outro helicóptero em direção à Superintendência da PF em Curitiba, local onde começará a cumprir a pena de 12 anos e 1 mês de prisão.

Luiz Inácio Lula da Silva Ex-presidente Lula chega a sede da superintendência da Policia Federal em São Paulo – 07/04/2018

Ex-presidente Lula chega a sede da superintendência da Policia Federal em São Paulo – 07/04/2018 (/)


19:22 – Comboio que leva ex-presidente segue em direção à Superintendência da PF, na Lapa, em SP

De lá, Lula deve seguir de helicóptero para o aeroporto de Congonhas, onde pega um avião que irá levá-lo a Curitiba. Ele já está sob custódia da Polícia Federal e é considerado preso.


19:16 – Cinegrafista é hostilizado em Curitiba

Em Curitiba, a notícia da saída do ex-presidente Lula deixou os militantes mais exaltados em frente a Superintendência da Polícia Federal em Curitiba. Ovos e garrafas foram arremessados em um cinegrafista da RedeTV!. Uma jovem que se identificava como jornalista e filmava os apoiadores do ex-presidente Lula foi cercada e hostilizada.

O presidente estadual do PT, Doutor Rosinha, interveio. Ele repudiou qualquer agressão a profissionais de imprensa. “Se alguém foi agredido peço desculpas. Essa não é nossa orientação.”


19:11 – Militantes fazem corrente humana para impedir a entrada do ex-presidente no Aeroporto de Congonhas

Deputada federal Luiza Erundina (PSOL) está de braços dados com militantes para tentar impedir comboio da Polícia Federal de entrar no aeroporto de Congonhas.

Militantes fazem corrente humana para impedir a entrada do ex-presidente no Aeroporto de Congonhas

Militantes fazem corrente humana para impedir a entrada do ex-presidente no Aeroporto de Congonhas (Mabi Barros/VEJA.com)


19:08 – Repórter da RedeTV! é hostilizado por militantes

Um repórter da RedeTV! foi hostilizado por militantes quinze minutos depois que o ex-presidente saiu do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC. Os ânimos começavam a se exaltar, quando chegou uma viatura da Polícia Militar. O repórter então decidiu gravar uma reportagem e foi xingado por manifestantes.


18:41 – Lula deixa sindicato no ABC para se entregar a PF

Após a tentativa frustrada de sair do sindicato de carro, o ex-presidente Lula saiu a pé do prédio, rodeado por manifestantes, em direção aos carros da polícia.

O portão localizado num prédio ao lado, atrás do Sindicato dos Metalúrgicos, se abriu rapidamente e, em cerca de 1 minuto, dois carros saíram da garagem. Os veículos aceleravam em alta velocidade. Manifestantes irritados atiraram objetos nas vans e xingavam os agentes da polícia.


18:39 – Aliados de Lula pedem que manifestantes deixem ex-presidente se entregar

A presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR), pediu à multidão que liberasse a saída do ex-presidente. “Eu, mais do que ninguém aqui, queria que o Lula ficasse livre. Agora, não depende da nossa vontade”, disse ela ao microfone.

Ao pedir a colaboração de todos, Gleisi chegou a dizer que é Lula “quem vai sofrer as consequências” se não se entregar à Polícia Federal (PF).

O coordenador nacional do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), Guilherme Boulos, o presidente estadual do PT em São Paulo, Luiz Marinho, e o ex-ministro Gilberto Carvalho também fizeram apelos à multidão.


18:24 – Com impasse sobre prisão, manifestantes em Curitiba já dão sinais de cansaço

Manifestantes contra e a favor o ex-presidente Lula aguardam a definição da situação do petista. Muitos, que estão desde manhã em frente ao prédio da Polícia Federal, já dão sinais de cansaço. Um manifestante contrário ao Lula entrou na área reservada aos apoiadores de Lula. Houve uma confusão com empurrões e garrafas de água arremessadas, mas ele conseguiu deixar o local.


17:55 – Ministério Público pede prisão preventiva de Lula, diz Gleisi

A presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann, subiu no carro de som e disse à militância que o Ministério Público Federal pediu a prisão preventiva do ex-presidente. Segundo a senadora, Moro cobrou a defesa de Lula e a Polícia Federal disse que ex-presidente tinha 30 minutos para se apresentar. Caso contrário, irá configurar que Lula está compactuando com os manifestantes, que impedem sua saída.

No caso de prisão preventiva, o habeas corpus de Lula fica ainda mais difícil.


17:41 – Luiza Erundina chega para apoiar a militância em Congonhas

A deputada federal Luiza Erundina (PSOL) chega ao aeroporto de Congonhas para prestar solidariedade aos manifestantes, que estão a postos aguardando o ex-presidente Lula. Ela entoa: “Ditadura nunca mais” e “Justiça para o Lula”.

Luiza Erundina Luiza Erundina chega a aeroporto de Congonhas em São Paulo e fala com repórteres – 07/04/2018

Luiza Erundina chega a aeroporto de Congonhas em São Paulo e fala com repórteres – 07/04/2018 (Mabi Barros/VEJA.com)


17:31 – Militantes distribuem lanches de pão com mortadela em Congonhas

Apoiadores de Lula o esperam na entrada do aeroporto, de onde Lula deve seguir para Curitiba. Na capital paranaense, o ex-presidente começará a cumprir a ordem de prisão expedida pelo juiz Sergio Moro, de 12 anos e 1 mês inicialmente em regime fechado.


17:22 – Cinegrafista é agredido no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC

Um cinegrafista foi agredido no sindicato em São Bernardo do Campo, local onde o ex-presidente Lula está desde a noite da última quinta-feira. Um manifestante impediu que o equipamento dele fosse quebrado. Guarda Civil Metropolitana foi acionada para reforçar a segurança.

Cinegrafista foi agredido em frente ao Sindicato dos Metalúrgicos do ABC Cinegrafista foi agredido em frente ao Sindicato dos Metalúrgicos do ABC

Cinegrafista foi agredido em frente ao Sindicato dos Metalúrgicos do ABC (//VEJA)


17:04 – Lula sai do carro e volta para o prédio do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC

Saída do ex-presidente é impedida por apoiadores do ex-presidente, que fazem um cordão humano ao redor do prédio em São Bernardo do Campo.

Luiz Inácio Lula da Silva Ex-presidente Lula sai de carro que o levaria até a Policia Federal – 07/04/2018

Ex-presidente Lula sai de carro que o levaria até a Policia Federal – 07/04/2018 (TV Globo/Reprodução)


16:58 – Lula tenta deixar Sindicato para se entregar

Junto com seu advogado, ex-presidente entrou em um carro prata para deixar o prédio do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, onde estava desde a noite de quinta-feira.


16:53 – Lula aparece na janela perto de onde os militantes bloqueiam a saída

A poucos minutos de completar 24 horas do vencimento do prazo dado pelo juiz Sergio Moro para Lula se entregar voluntariamente, o ex-presidente acena para militantes da janela do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, onde ele está abrigado desde quinta-feira.


16:50 – Dois carros pretos com homens fortemente armados chegam ao sindicato

Os automóveis estacionaram na saída dos fundos do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC. Há expectativa para que o ex-presidente Lula se entregue à Polícia Federal em instantes.


16:47 – PM separa grupos pró e contra Lula em Curitiba após provocações

Manifestantes pró e contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva aguardam a chegada do petista à Superintendência da Polícia Federal (PF) no Paraná, em Curitiba. Depois de alguns momentos de tensão, com provocações de ambos os lados, os grupos foram separados pela Polícia Militar (PM). O petista ainda não deixou o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo (SP).

O grupo a favor de Lula, mais numeroso, está na rua da portaria principal da PF. Com bandeiras e faixas de apoio ao ex-presidente, eles dirigem palavras de ordem contra o juiz Sergio Moro e os veículos de imprensa. A manifestação contrária ocorre em uma rua paralela. Um caminhão de som se aproximou do local. Pelo microfone um dos líderes dos movimentos antipetistas pergunta se o ex-ministro Antonio Palocci, preso no prédio, estaria com “saudades” de Lula.


16:43 – Manifestantes fazem cordão humano em volta do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC

Ex-presidente Lula ainda encontra-se dentro do prédio em São Bernardo do Campo. Em discurso, ele disse que vai cumprir o mandado de prisão expedido por Sergio Moro. Lula deve se entregar ainda hoje.

Luiz Inácio Lula da Silva Apoiadores do ex-presidente Lula fazem “cordão humano” em volta do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC – 07/04/2018

Apoiadores do ex-presidente Lula fazem “cordão humano” em volta do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC – 07/04/2018 (Jefferson Coppola/VEJA.com)


16:05 – Cerca de 200 pessoas protestam em frente a superintendência da PF em Curitiba

Militantes pró e contra Lula estão separados pela Polícia Militar em frente a superintendência da Polícia Federal, em Curitiba. A PM não estima os presentes, mas, juntos, os grupos não superam 200 pessoas.

Com batuques e bandeiras, os apoiadores de Lula dirigem suas críticas ao juiz Sergio Moro e chamam Lula de “guerreiro do povo brasileiro”. Em menor número, os manifestantes anti-Lula utilizam um carro de som.

Manifestantes a favor e contra o ex-presidente Lula, discutem em frente à Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba (PR) - 07/04/2018 Manifestantes a favor e contra o ex-presidente Lula, discutem em frente à Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba (PR) – 07/04/2018

Manifestantes a favor e contra o ex-presidente Lula, discutem em frente à Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba (PR) – 07/04/2018 (Ricardo Moraes/Reuters)


15:49 – Homem tira satisfação com petistas e tem a chave do carro furtada

No aeroporto de Congonhas, um homem parou para tirar satisfações com os militantes petistas, que aguardam a chegada do ex-presidente Lula. Enquanto estava fora do automóvel, teve a chave do seu carro furtada.

Militantes furtam chave de veículo em São Bernardo Militantes furtam chave de veículo em São Bernardo

Militantes furtam chave de veículo em São Bernardo (Mabi Barros/VEJA.com)


15:47 – Militantes tentam impedir que Lula se entregue à PF

Apoiadores de Lula sentam em frente ao portão de uma das saídas do Sindicato para tentar impedir que o ex-presidente se entregue à Polícia Federal.

Militantes sentam em frente ao portão de uma das saídas do Sindicato para tentar impedir que o ex-presidente se entregue à PF - 07/04/2018 Militantes sentam em frente ao portão de uma das saídas do Sindicato para tentar impedir que o ex-presidente se entregue à PF – 07/04/2018

Militantes sentam em frente ao portão de uma das saídas do Sindicato para tentar impedir que o ex-presidente se entregue à PF – 07/04/2018 (Reprodução/VEJA.com)


15:30 – Manifestantes aguardam saída do ex-presidente Lula do sindicato

Apoiadores de Lula estão em uma das saídas do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, por onde especula-se que sairá o ex-presidente.

Apoiadores do ex-presidente Lula aguardam a saída do petista em um dos portões do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC - 07/04/2018 Apoiadores do ex-presidente Lula aguardam a saída do petista em um dos portões do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC – 07/04/2018

Apoiadores do ex-presidente Lula aguardam a saída do petista em um dos portões do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC – 07/04/2018 (Reprodução/VEJA.com)


15:16 – Apoiadores do ex-presidente Lula começam a se aglomerar na entrada do aeroporto de Congonhas, em SP

A movimentação começou pouco depois do ex-presidente anunciar que iria se entregar à Polícia Federal para cumprir o mandado de prisão expedido pelo juiz Sergio Moro na última quinta-feira. Representantes de diversas organizações de esquerda, como o Juventude do PT e o União da Juventude Socialista Brasileira, se misturam a alguns poucos simpáticos à prisão de Lula, que vestem verde e amarelo.

Por hora, os grupos se mantém isolados. Contudo, esporadicamente veículos baixam os vidros enquanto atravessam a avenida Washington Luís para gritar a favor ou contra os presentes, que respondem no mesmo tom.

Militantes em São Bernardo do Campo começam a organizar saída. Foi anunciado dentro do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, onde Lula está, que serão cerca de 10 ônibus em comboio até Congonhas.


15:11 – Lula já está ‘cumprindo pena’, diz ex-ministra

Ex-ministra no governo de Dilma Rousseff, Eleonora Menicucci afirmou neste sábado que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva já “está em cumprimento de pena”. A socióloga, que está no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC em São Bernardo em apoio ao petista, afirmou que é importante considerar que Lula está preso “para evitar dúvida jurídica”.

Apesar das declarações da ex-ministra, o político segue dentro sindicato. Em discurso pela manhã, Lula confirmou que se entregaria às autoridades. “Vou cumprir o mandado”, afirmou depois da missa em homenagem ao aniversário da ex-primeira-dama Marisa Letícia, que morreu em fevereiro do ano passado e completaria 68 anos neste sábado.


14:56 – Augusto Nunes: ‘A democracia do PT é irmã da ditadura’

Nas últimas 48 horas, o PT demonstrou que tipo de regime sonha instituir no Brasil. Um homem que protestava contra Lula é agredido e sofre traumatismo craniano. O prédio no qual a ministra Cármen Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal, tem um apartamento é vandalizado. O prédio no qual a ministra Cármen Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal, tem um apartamento é vandalizado. Petistas expulsaram jornalistas da CBN da sede do Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo do Campo (repórteres do Correio Braziliense, da Folha, do Estadão e do SBT também foram hostilizados).

Na missa negra celebrada para atrasar em mais algumas horas a prisão do petista, Dilma Rousseff fez uma oração: “Essa é uma oração de paz, de uma época da humanidade que mostra que somos da paz, não da injustiça nem da violência. É a oração de Francisco de Assis”.

14:54 – Blog do Noblat: ‘Nos braços do povo, com destino à cadeia’

Não importa que passe à História, mas não só, como o primeiro presidente da República do Brasil que foi condenado por roubar e deixar que roubassem, e que por isso acabou condenado e preso.

Para ele e os seus, sempre será a pessoa mais honesta do mundo, abaixo, se tanto, de Nosso Senhor Jesus Cristo, mas somente dele, perseguido injustamente como Ele, igualmente martirizado, vítima de suas ideias.


14:52 – Tensão entre manisfestantes pró e contra Lula em Curitiba

A chegada de alguns manifestantes contrários ao ex-presidente Lula gerou momentos de tensão em frente a Polícia Federal, em Curitiba. Neste momento, a PM organiza um divisão entre os dois grupos.


14:34 – Em Congonhas, onde Lula deve embarcar para Curitiba, clima ainda é de tranquilidade

No momento, além de jornalistas, há um grupo da juventude PT e uma senhora de verde e amarelo na área de desembarque com uma bandeira do Brasil.


14:30 – PT iniciará campanha contra prisão em 2ª instância, diz Mercadante

O ex-ministro Aloizio Mercadante diz que o PT iniciará campanha contra uma possível PEC que regulamente a prisão em 2ª instância. “É cláusula pétrea, não pode ser alterada”. Ele reiterou que não é candidato nas eleições deste ano. “A única ficha que eu quero preencher é a de militante do MAG, o ‘movimento anti-golpe’.”


14:37 – Celular de manifestante some no sindicato e vítima deixa recado: ‘quero crer, levaram por engano’

Celulares são deixados nas tomadas por militantes que estão envolvidos no protesto. Em um desses locais, um aparelho foi furtado, ou, como “quer crer” quem o perdeu, “levado por engano”. O texto não é assinado.

Celular é furtado no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC. Suposto dono deixa recado em parede - 07/04/2018 Celular é furtado no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC. Suposto dono deixa recado em parede – 07/04/2018

Celular é furtado no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC. Suposto dono deixa recado em parede – 07/04/2018 (Marcella Centofanti/VEJA.com)


14:12 – Agentes da Polícia Federal à paisana já estão presentes no prédio do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC

Ex-presidente Lula deve se entregar à Polícia Federal ainda hoje. A expectativa é que de ele pegue um voo no aeroporto de Congonhas e siga para Curitiba, onde começará a cumprir pena em regime inicial fechado de 12 anos e 1 mês de prisão.


14:06 – PT posta vídeo gravado por Lula: ‘Jamais poderão aprisionar nossos sonhos’


14:04 – Muito além do tríplex: o que mais pesa contra Lula na Justiça

Condenado em segunda instância a 12 anos e um mês de prisão no processo da Operação Lava Jato que trata do tríplex do Guarujá, decisão que deve levá-lo à prisão e pode deixá-lo de fora das eleições de outubro, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) responde por quatro tipos de crime em outros seis processos na Justiça: corrupção passiva, lavagem de dinheiro, organização criminosa e tráfico de influência. Contabilizadas todas as ações, o petista é acusado de receber cerca de 40 milhões de reais em propina, pessoalmente ou em seu benefício.


13:57 – Lula almoça com aliados no sindicato

O ex-presidente Lula não vai deixar imediatamente o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC. Ele está almoçando com aliados no prédio. Ainda não há previsão para ele se apresentar à Polícia Federal.


13:45 – Petista afirma que políticos ficaram de fora de negociação com a PF

O senador Humberto Costa disse que os políticos ficaram de fora do acerto com a PF e que desconhecem o cronograma da prisão do ex-presidente. No Sindicato dos Metalúrgicos, a especulação mais forte segue sendo a ida do ex-presidente para o aeroporto de Congonhas. De lá, ele seguiria para Curitiba


13:19 – Gleisi pede a militância que ‘respeite’ decisão de Lula de se entregar

Presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann pede que público “respeite” decisão de Lula de se entregar. O ex-presidente apareceu na janela do sindicato há 10 minutos.


13:13 – Entre os militantes, o clima é de velório.

Pessoas choram e se abraçam, consolando umas as outras. Na multidão aglomerada em frente ao sindicato, o clima é de emoção. Os escritor Fernando Morais é um que está aos prantos.


13:11 – Grupo limpa pichação na frente do apartamento de Cármen Lúcia

Integrantes do Movimento Brasil Livre (MBL) e do Vem Pra Rua se organizaram para limpar a fachada do prédio onde mora a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Cármen Lúcia, em Belo Horizonte, Minas. Eles usaram vassouras para tentar remover a tinta que foi jogada por manifestantes na sexta-feira sobre a entrada do imóvel e também em paredes de um prédio do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG). Ao terminarem o trabalho, deixaram flores no local.

Nesta sexta, três ônibus com militantes do PT pararam em frente ao prédio em que a ministra mantém um apartamento em Belo Horizonte e jogaram tinta vermelha nas paredes externas, deixando a fachada toda manchada. A ação, que ocorreu por volta das 16h30, durou pouco mais de dez minutos e assustou quem passava na rua, vizinhos e, principalmente, moradores do edifício.


13:10 – Bispo diz que houve golpe e pede para Lula cuidar da saúde

Dom Angélico deu voz a frases usadas pela esquerda para resumir o que aconteceu com a ex-presidente Dilma Rousseff e com Lula. “Houve um golpe. 50% quando tiraram a Dilma e 50% quando impediram você, Lula, de ser candidato.”

O conselho que ele reservou ao petista foi o de que ele deve se esforçar para manter a saúde na cadeia, já que a prisão é iminente. “Não é o que nós queremos, não é o que muita gente quer no exterior, mas… Lula, você precisa cuidar da sua saúde”, afirmou o bispo.


13:07 – Lula convoca militância para queimar pneus e fazer ocupações

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em seu provável último discurso antes da prisão, convocou a militância a queimar pneus e fazer ocupações enquanto estiver na cadeia. “Vocês vão ver que eu vou sair dessa”, disse o petista. “Sairei maior, mais forte e mais inocente.”

O líder do Partido dos Trabalhadores colocou a culpa por sua condenação na direita, na imprensa – na Rede Globo, principalmente – no juiz Sergio Moro e nos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) . “Eles acham que tudo o que acontece nesse país acontece por minha causa.”


13:02 – Carregado nos ombros, Lula se despede da militância e entra no Sindicato

As portas do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo, foram fechadas. Militantes empurram a porta, forçando a entrada. O carro de som pede que as pessoas não forcem o portão.


12:54 – Lula: ‘Eu vou sair dessa maior, mais forte, mais verdadeiro e inocente, porque eu quero provar que eles cometeram um crime de perseguir um homem que tem 50 anos de história politica’

“Vou sair de cabeça erguida e peito estufado”, diz ex-presidente ao encerrar discurso em frente ao Sindicato dos Metalúrgicos do ABC,


12:51 – Dilma acaba de sair do carro de som

É a primeira a deixar o local. Passou apressada com seguranças e foi saudada por militantes na multidão.


12:47 – ‘Quanto mais dias eles me deixarem lá, mais Lulas vão nascer nesse país’, Lula

“Os poderosos podem matar 1, 2 ou 3 rosas, mas não vão poder impedir a chegada da Primavera”, diz Lula citando autor desconhecido.


12:43 – ‘Eu vou cumprir o mandado’, diz Lula

“Eu não sou mais um ser humano. Eu sou uma ideia”, diz Lula. “Eu vou cumprir o mandado [de prisão] e todod vocês daqui para frente vão virar Lula e andar por esse país.”


12:39 – ‘Quem quiser votar com base na opinião pública, que largue a toga e vá ser deputado’, diz Lula


12:36 – ‘Talvez viva o momento de maior indignação que um ser humano vive’

“Não pense que eu sou contra Lava-Jato. Tem que pegar bandido que roubou e prender. Todos nós dizíamos que só prende rico, não prende pobre. Eu quero que continue prendendo rico”, diz Lula.


12:34 – ‘Moro mentiu que era meu’, diz Lula sobre o tríplex no Guarujá

“Estou sendo processado. Eu sou o único ser humano que sou processado por uma apartamento que não é meu”, diz Lula. “A Polícia Federal da Lava-Jato também mentiu que era meu. O Ministério Público mentiu dizendo que era meu. Moro mentiu que era meu”, disse o ex-presidente em discurso após missa em homenagem a dona Marisa.

“Eu não os perdoo por ter passado para a sociedade de que eu sou um ladrão”, diz. “Nenhum deles tem coragem ou dorme com a consciência tranquila, com a honestidade e inocência, como eu durmo.”

“Não estou acima da justiça. Se eu não acreditasse na política, não tinha feito um partido político, tinha feito uma revolução nesse país.”


12:21 – ‘Esse tem lado. E é com essa gente que a gente vai construir a nova política desse país’, diz Lula sobre artistas presentes

Estão ao lado de Lula no carro de som os atores Osmar Prado, Aílton Graça, a cantora Tulipa Ruiz, entre outros.


12:14 – Manifestantes pró-Lula se reúnem na Superintendência da PF em Curitiba

Na manhã deste sábado cerca de 50 apoiadores do ex-presidente Lula se concentram em frente a sede da superintendência da Polícia Federal em Curitiba. O local costuma ser palco de manifestações contrárias ao petista.


12:12 – ‘Aqui foi minha escola. Aqui eu aprendi a fazer política’, diz Lula sobre o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC


12:09 – ‘Marinho foi certamente o mais importante ministro do Trabalho do meu governo’

Lula elogia Luiz Marinho, pré-candidato do PT ao governo de São Paulo.


12:05 – ‘Viveu o melhor período de investimento na educação deste país’, diz Lula sobre Fernando Haddad

Fernando Haddad foi ministro da educação de Lula. Ele é cotado para ser o plano B do PT caso Lula não possa se candidatar à Presidência.


12:02 – ‘A mais injustiçada das mulheres que ousaram fazer política nesse pais’, diz Lula sobre Dilma


12:00 – Lula inicia discurso no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC

Ex-presidente Lula fala sobre carro de som em São Bernardo do Campo.


11:53 – ‘Nenhuma prisão prende a mente e os ideais de uma cidadão’, diz bispo

“Aqui está um cidadão que já esteve preso, mas nenhuma prisão prende a mente e os ideais de uma cidadão”, discursa o bispo emérito da região episcopal Brasilândia Dom Angélico Sândalo Bernardino. É ele quem conduz a missa em homenagem a dona Marisa Letícia.


11:47 – ‘Livrai-nos do Moro, amém’, diz apoiador

Após a oração do Pai Nosso, um apoiador de Lula diz: “Livrai-nos do Moro, amém”. O juiz Sergio Moro condenou o ex-presidente Lula a 12 anos e 1 mês de prisão em regime inicial fechado.


11:36 – ‘Lulapalooza’

“Deixa a vida me levar, vida leva eu”, cantam os militantes em missa, que deve ser o último evento de Lula antes da prisão. “Uma salva de palmas para o nosso diretor musical, Luiz Inácio Lula da Silva. É o Lulapalooza”, diz um apoiador ao microfone. Lula foi quem escolheu as canções do evento. A cantora e deputada estadual Leci Brandão (PCdoB) articulou o grupo de samba que veio tocar essa música.


11:30 – ‘Não se entrega, não se entrega’, gritam apoiadores de Lula

Apoiadores de Lula reunidos em frente ao Sindicato dos Metalúrgicos do ABC gritam: “Não se entrega, não se entrega”. Lula assiste a missa de cima do carro de som. Ele está ao lado de lideranças de esquerda.


11:29 – PF pode buscar Lula na sede do sindicato em viatura descaracterizada

A expectativa é que a Polícia Federal busque o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, na sede do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC Paulista, em São Bernardo do Campo, em viaturas descaracterizadas, de acordo com sindicalistas e nomes próximos ao petista. Lula deve se entregar neste sábado, logo após a missa em homenagem à ex-primeira dama Marisa Letícia, que começou na manhã de hoje.


11:21 – Dilma discursa em missa na frente do sindicato

“Nós somos da paz. Não somos nem da injustiça e nem da violência”, diz a ex-presidente Dilma Rousseff em missa na frente do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC. “Onde houver erro, que eu leve a verdade”, diz ela citando São Francisco de Assis.


11:18 – Enquanto Lula está no carro de som, advogados negociam prisão com PF

Enquanto Lula, Dilma e outras lideranças de esquerda, como Manuela D’Ávila (PCdoB) e Guilherme Boulos (Psol), estão no carro de som em frente ao sindicato, advogados do ex-presidente estão reunidos neste momento com a Polícia Federal para negociar a prisão.


11:09 – “Viver e não ter a vergonha de ser feliz”, cantam apoiadores de Lula

Missa em homenagem a ex-primeira-dama Marisa Letícia tem músicas escolhidas pelo ex-presidente Lula. Depois de “Maria, Maria”, de Milton Nascimento, apoiadores entoam agora “O que É, o que É?”, de Gonzaguinha.


11:06 – Edson Fachin nega ação da defesa de Lula, que tentava impedir prisão

O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal, negou recurso da defesa do ex-presidente Lula, que tentava impedir a prisão do petista. Ele foi condenado pelo juiz Sergio Moro a 12 anos e 1 mês, inicialmente em regime fechado.


11:04 – Militantes cantam “Maria, Maria”, de Milton Nascimento

Apoiadores de Lula entoam “Maria, Maria”, canção de Milton Nascimento, em culto ecumênico em homenagem a ex-primeira-dama Marisa Letícia, que completaria 68 anos. Os ex-presidentes Lula e Dilma Rousseff acompanham a missa em cima do carro de som montado na frente do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo.


10:51 – Ex-ministro Gilberto Carvalho discursa sobre a vida da ex-primeira-dama Marisa Letícia

O ex-ministro Gilberto Carvalho discursa no carro de som em frente ao Sindicato dos Metalúrgicos do ABC. “Marisa fez a primeira bandeira do PT”, conta ele ao lado do ex-presidentes Lula e Dilma Rousseff.


10:45 – Dom Angélico Sândalo Bernardino inicia missa se desculpando pelo atraso “por problemas técnicos”

Bispo emérito da região episcopal Brasilândia Dom Angélico Sândalo Bernardino inicia missa com missa em homenagem ao aniversário da ex-primeira-dama Marisa Letícia. A missa estava marcada para as 9h30.


10: 40 – Lula sai do Sindicato e sobe no carro de som

O ex-presidente é recebido aos gritos de “Lula, guerreiro do povo brasileiro”. Ele está ao lado da ex-presidente Dilma Rousseff.


10:35 – Deputada Maria do Rosário (PT) é barrada na catraca que dá acesso à sala onde Lula está

Uma assessora teve de intervir: “Ela é deputada e vai subir no carro de som. O Lula não se entregou”, disse.

Maria do Rosário (PT-RS) chega ao Sindicato dos Metalúrgicos do ABC - 07/04/2018 Maria do Rosário (PT-RS) chega ao Sindicato dos Metalúrgicos do ABC – 07/04/2018

Maria do Rosário (PT-RS) chega ao Sindicato dos Metalúrgicos do ABC – 07/04/2018 (Marcella Centofanti/VEJA.com)


10:13 – Lula e PT fazem missa em homenagem a Marisa Letícia; acompanhe

O PT e aliados do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) promovem uma missa em homenagem à ex-primeira-dama Marisa Letícia Lula da Silva, que faria 68 anos neste sábado. A expectativa é que após a solenidade o ex-presidente se entregue e seja preso pela Polícia Federal, conforme acordado revelado a VEJA pelo senador Humberto Costa (PT-PE) na noite de sexta.


09:45 – Repórter da CBN é expulso de Sindicato

Um repórter da Rádio CBN foi expulso da sede do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo. O líder do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), Guilherme Boulos, se aproximou para apartar a briga. O jornalista foi retirado aos gritos de “o povo não é bobo, abaixo a Rede Globo”.


09:22 – PF em Curitiba diz que negociação sobre prisão não está definida

As negociações da Polícia Federal com a defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ainda “seguem” na manhã deste sábado, segundo a Superintendência do órgão em Curitiba.

Os agentes na capital paranaense ainda não falam em definição sobre a prisão do petista, apesar do noticiário dando conta de que Lula pode se entregar após a missa em memória da ex-primeira-dama Marisa Letícia, em São Bernardo do Campo (SP).

(Com Estadão Conteúdo)


09:19 – (Quase) barrados no baile

Multiplicam-se os aliados que chegam ao Sindicato dos Metalúrgicos do ABC para apoiar o ex-presidente Lula. O acesso, no entanto, está sendo controlado um a um e alguns estão tendo que esperar um pouco mais para entrar. Foram esses os casos do deputado Marco Maia (PT-RS), do ex-deputado Aldo Rebelo (PSB-SP) e do técnico de futebol Vanderlei Luxemburgo.


09:05 – Notícias cruzadas

Há desencontro na informação sobre o local da missa. Outro funcionário do sindicato será no terceiro andar. O plano inicial era celebrar a missa no terceiro andar, e transmiti-la no telão. Alguns funcionários e a assessoria do ex-presidente informam que a cerimônia ocorrerá no carro de som.


08:55 – Lula espera amigos – e escolhe músicas – para a missa de Marisa Letícia

A missa em homenagem ao aniversário de 68 anos da ex-primeira dama Marisa Letícia será celebrada a partir das 9h30 desta sábado, no carro de som estacionado em frente ao Sindicato dos Metalúrgicos do ABC. Quem deve celebrar a cerimônia é dom Angélico Sândalo Bernardino. Lula pretende falar aos militantes, ainda não se sabe em que momento.


08:09 – Bretas volta ao Twitter e acusa ‘vandalismo’ pró-Lula no Rio

O juiz federal Marcelo Bretas reativou sua conta no Twitter para criticar atos de “vandalismo” no prédio onde a presidente do STF, Cármen Lúcia, mantém apartamento em Belo Horizonte e em uma das sedes da Justiça Federal no Rio de Janeiro.


07:59 – Café da manhã

Integrantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) distribuem pão e café para os militantes que viraram a noite na rua, em frente ao Sindicato dos Metalúrgicos. O número de manifestantes cresceu após as 6h da manhã. Os apoiadores do ex-presidente temeram que a Polícia Federal tentasse executar o mandado de prisão no começo da manhã, como é o habitual para as operações do órgão.


07:31 – Reclamação no Supremo

Considerada a última esperança judicial do ex-presidente para evitar a prisão, a reclamação apresentada ao Supremo Tribunal Federal (STF) ainda não teve deliberação até as 7h deste sábado. A defesa alega que o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) não poderia ter autorização a decretação da prisão de Lula antes da possibilidade de apresentação dos “embargos dos embargos”.

Os advogados sofreram uma derrota na noite de ontem, quando a presidente do Supremo, Cármen Lúcia, recusou o pedido para que o caso fosse decidido pelo ministro Marco Aurélio Mello. A ministra determinou que a palavra final seja do relator sorteado originalmente, o ministro Edson Fachin.


06:55 – Limpeza

Um grupo de cerca de dez militantes em apoio ao ex-presidente Lula se organiza na manhã deste sábado para recolher o lixo deixado nas ruas do entorno do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo, onde ocorre uma vigília contra a prisão do petista desde a noite de quinta-feira.


06:30 – Madrugada tranquila em São Bernardo

A madrugada foi tranquila no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, onde o ex-presidente Lula está desde que foi decretada sua prisão, no final da tarde de quinta-feira. Uma missa em homenagem ao aniversário da ex-primeira-dama Marisa Letícia Lula da Silva, falecida em 2017, está prevista para as 9h30. Depois da solenidade, o ex-presidente deve se entregar à Polícia Federal.


05:40 – Presidente venezuelano Nicolás Maduro chama sentença contra Lula de “canalhice vexaminosa”

Nicolás Maduro defendeu mais uma vez o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva nesta sexta-feira. “Lula tem sido um símbolo mundial de justiça e de democracia, mas as elites oligárquicas do Brasil, neofascistas, destaram uma perseguição criminosa”, disse o presidente durante um ato no estado de Vargas (norte).

Maduro chamou a sentença contra Lula de uma “canalhice vexaminosa”.

“Lula é um homem honesto que vem das fábricas, símbolo mundial de subversão, líder democrático, moral, comprometido com o povo (…) Lula livre! Parem com a perseguição contra Lula da Silva”, clamou o presidente venezuelano, que é acusado pela comunidade internacional de atos antidemocráticos e de levar seu país à extrema pobreza.


05:00 – Apoiadores de Lula passaram a noite de forma improvisada no Sindicato


04:23 – Protesto a favor de Lula reuniu multidão em Porto Alegre

Apoiadores e opositores do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva saíram às ruas nesta sexta-feira para protestar em Porto Alegre (RS).

O ato convocado pela Frente Brasil Popular, que defende o petista, reuniu 10.000 pessoas no centro da capital, conforme organizadores. Já a manifestação convocada pelo Movimento Brasil Livre (MBL) reuniu cerca de 20 pessoas no Parcão, tradicional ponto de encontro dos oponentes de Lula, no bairro Moinhos de Vento.

Militantes de partidos de esquerda, movimentos sociais e centrais sindicais marcham pelo centro de Porto Alegre em defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva

Militantes de partidos de esquerda, movimentos sociais e centrais sindicais marcham pelo centro de Porto Alegre em defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (EDUARDO TEIXEIRA/Estadão Conteúdo)


03:24 – Manifestantes expressam apoio a Lula em embaixada do Brasil na Argentina

Milhares de apoiadores do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva se manifestaram na sexta-feira em frente à embaixada do Brasil em Buenos Aires para protestar contra a ordem de detenção ditada pelo juiz Sérgio Moro.

Manifestantes apoiam ex-presidente Lula em frente à embaixada do Brasil em Buenos Aires

Manifestantes apoiam ex-presidente Lula em frente à embaixada do Brasil em Buenos Aires (Agustin Marcarian/Reuters)


02:48 – PT volta a convocar manifestantes. Ato neste sábado terá apresentações de diversos artistas

O PT fez uma nova convocação para que apoiadores do ex-presidente Lula se reúnam no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC neste sábado, às 9h. Está marcada para às 9h30 a missa em homenagem a esposa do petista, Marisa Letícia.

Segundo postagem no Twitter, a presença de diversos artistas foi confirmada no ato, entre eles Maria Gadú e Tulipa Ruiz.


02:15 – Comitê afirma que Lula vai se pronunciar em missa para Marisa

O Comitê Popular em Defesa de Lula e da Democracia, ligado ao PT, divulgou boletim na noite de sexta-feira no qual diz que o ex-presidente vai se manifestar neste sábado, durante missa em homenagem a sua esposa, Marisa Letícia, que faleceu no ano passado. A missa está marcada para ter início às 9h30, na sede do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC. Marisa faria aniversário no sábado.

(Estadão Conteúdo)


01:40 – Militantes cantam e ateiam fogo em mensagem escrita no chão no entorno do Sindicato

Pouco antes da 1h, em cima do asfalto na frente do Sindicato, sob o som do bumbo da Batuca Popular Carlos Maringhela, o público começou a cantar “Lula livre” e “ole, olê, olá, Lula, Lula”.

Na rua, um grupo de militantes escreveu em letras garrafais, com sal grosso, LULA LIVRE. Em seguida, molharam as letras com querosene e atearam fogo.

Em um círculo em torno do fogo, um grupo de jovens com camisetas do Levante Popular da Juventude começou a pular e entoar novas canções. É o mesmo grupo responsável por um vídeo que viralizou na internet no qual defendia, com uma canção, o governo venezuelano de Nicolás Maduro.

Militantes usam sal grosso para escrever LULA LIVRE e atear fogo na rua

Militantes usam sal grosso para escrever LULA LIVRE e atear fogo na rua (Rodrigo Pinto/VEJA.com)


01:15 – Militantes passam a noite em Sindicato em apoio a Lula

Militantes dormem no chão no Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo do Campo

Militantes dormem no chão no Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo do Campo (Rodrigo Pinto/VEJA.com)

Das milhares de pessoas que já passaram pelo Sindicato do Metalúrgicos de São Bernardo do Campo nos últimos dois dias, pelos menos algumas dezenas escolheram o local para passar a noite.

Pelos três andares do sindicato, é possível ver militantes dormindo em camas improvisadas. Alguns escolheram filas de bancos acolchoados localizados no primeiro andar. Outros, estão distribuídos pelo térreo e pelo terceiro andar e usam o chão como cama.

Militantes dormem de forma improvisada no Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo do Campo

Militantes dormem de forma improvisada no Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo do Campo (Rodrigo Pinto/VEJA.com)


01:02 – Para Moro, não havia mais razões para adiar ordem de prisão contra Lula

Em sua primeira entrevista após a expedição do mandado de prisão contra Luiz Inácio Lula da Silva, o juiz federal Sergio Moro afirmou que não havia mais razões para adiar ainda mais a detenção do ex-presidente.

O magistrado falou ao CGTN America, canal de língua inglesa da China Global Television Network.


00:22 – Lula deve passar segunda noite seguida no Sindicato

O ex-presidente Lula ainda está no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo. Ele deve passar mais uma noite no local, onde na manhã deste sábado será realizada uma missa em homenagem ao aniversário da ex-primeira-dama Marisa Letícia, que faleceu em fevereiro de 2017.


23:52 – Apoiadores de Lula viram a noite no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC


23:29 – Em VEJA desta semana: ‘Lula, o corrupto encarcerado’

 (VEJA/VEJA)


22:51 – Cármen Lúcia determina que Fachin decida processo que tenta evitar prisão de Lula

A presidente do STF, ministra Cármen Lúcia, determinou no final da noite de sexta que cabe ao ministro Edson Fachin analisar o recurso ajuizado pela defesa de Lula. A ação tenta evitar a prisão do ex-presidente.


22:10 – Senador Humberto Costa confirma prisão de Lula neste sábado, após missa, marcada para as 9h30

O senador Humberto Costa (PT-PE) confirmou que o ex-presidente Lula será preso após a missa marcada para as 9h30 deste sábado, em homenagem ao aniversário da ex-primeira-dama Marisa Letícia, que faleceu em fevereiro de 2017.

O senador Humberto Costa (PT-PE), faz selfie com militantes no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, na cidade de São Bernardo do Campo (SP) - 06/04/2018 O senador Humberto Costa (PT-PE), faz selfie com militantes no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, na cidade de São Bernardo do Campo (SP) – 06/04/2018

O senador Humberto Costa (PT-PE), faz selfie com militantes no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, na cidade de São Bernardo do Campo (SP) – 06/04/2018 (Luiz Castro/VEJA.com)


22:05 – Apoiadores de Lula tomam galerias do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC

O prédio está tomado por manifestantes. Ex-presidente está numa sala isolada.


21:38 – Defesa de Lula volta ao Supremo para impedir prisão de petista

A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) ajuizou uma nova ação no Supremo Tribunal Federal para evitar a prisão do petista. Os advogados tentam suspender a decisão do juiz federal Sergio Moro, que determinou a execução da pena de doze anos e um mês de detenção na ação penal do tríplex do Guarujá (SP).

Os advogados pretendiam que o pedido fosse julgado pelo ministro Marco Aurélio, relator de duas ações que contestam a prisão em segunda instância — fundamento que permitiu a prisão de Lula. Mas como a ação foi distribuída ao ministro Edson Fachin, que concentra as ações da Lava Jato na corte, ele deixou para a presidente da corte, Cármen Lúcia, decidir eventual controvérsia.


21:15 – Manifestantes pró-Lula protestaram nesta tarde em Nova York

Manifestantes protestam contra a ordem de prisão expedida para o ex-presidente Lula, em Nova York - 06/04/2018 Manifestantes protestam contra a ordem de prisão expedida para o ex-presidente Lula, em Nova York – 06/04/2018

Manifestantes protestam contra a ordem de prisão expedida para o ex-presidente Lula, em Nova York – 06/04/2018 (Alcir da Silva/VEJA)


21:03 – Associação de juízes condena vandalismo no prédio de Cármen Lúcia

A Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Anamatra) divulgou manifestação depois que os militantes do PT jogaram tinta vermelha no edifício em que a ministra do Supremo Tribunal Federal (STF), Cármen Lúcia, mantém um apartamento em Belo Horizonte.

Assinada pelo presidente Guilherme Guimarães Feliciano, a nota afirma que “não é absolutamente razoável que um magistrado, desde a primeira instância do Judiciário até a Suprema Corte brasileira, veja-se constrangido, punido ou de algum modo violado pelo conteúdo das suas decisões, quando prolatadas no bojo de processos judiciais”.


21:01 – ‘Desobediência civil’, diz presidente do PT gaúcho sobre Lula

Ao não seguir a sugestão do juiz Sergio Moro para se apresentar até as 17h desta sexta para cumprir pena de prisão, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva agiu em “desobediência civil”, segundo o presidente do PT no Rio Grande do Sul, o deputado federal Pepe Vargas.

O termo é usado historicamente para definir protestos de resistência contra injustiças e foi popularizado nas figuras do ativista negro norte-americano Martin Luther King e de Mahatma Gandhi, que lutou pela independência da Índia.


20:37 – Polícia Federal confirma que não haverá cumprimento de ordem de prisão hoje

Ex-presidente Lula está no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo. Ele não se apresentou voluntariamente à PF até as 17h de hoje, prazo dado pelo juiz Sergio Moro.


20:19 – Militância canta: ‘Deixa a vida me levar’

Enquanto Lula e os advogados quebram a cabeça para decidir quais serão os próximos para se livrar da prisão, no segundo andar do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, parte da militância aproveita um sambinha no andar de cima. Cantam agora: “Deixa a vida me levar, vida leva eu”.


20:15 – Ivan Valente diz que Lula fica no Sindicato ‘pelo menos’ até amanhã

Ivan Valente: “O Lula está bem, acabei de falar com ele. Ele fica aqui pelo menos até amanhã, quando haverá a missa e possivelmente fique mais dias. Pelo que sei, ele não vai discursar hoje, só amanhã na missa”.


19:55 – Apoiadores de Lula começam a dispersar do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC

Ex-presidente Lula ainda se encontra no local.


19:54 – PT organiza missa para Marisa neste sábado, no sindicato

A cúpula do Partido dos Trabalhadores (PT) pretender realizar neste sábado uma missa em homenagem à ex-primeira-dama Marisa Letícia Lula da Silva, que faria aniversário em 7 de abril. O ato deve ser realizado no Sindicato dos Metalúrgicosdo ABC, em São Bernardo do Campo, local onde o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva está desde a noite de quinta.


19:51 – Manifestação em Curitiba tem Pixuleco e cartaz: ‘Lula, lugar de ladrão é na prisão’

Pixuleco do ex-presidente Lula trazido por manifestantes em Curitiba (PR) - 06/04/2018 Pixuleco do ex-presidente Lula trazido por manifestantes em Curitiba (PR) – 06/04/2018

Pixuleco do ex-presidente Lula trazido por manifestantes em Curitiba (PR) – 06/04/2018 (Vagner Rosário/VEJA.com)


19:47 – Lula acena a apoiadores, que gritam: ‘Lula guerreiro do povo brasileiro’

O vídeo foi postado na conta do ex-presidente no Twitter.


19:38 – Manifestantes pró-Lula fazem passeada no centro de Recife


19:35 – Dilma sobre prisão de Lula: ‘Vamos resistir’


19:24 – Financial Times: Triste queda de político notável mostra que ninguém está acima da lei

O jornal britânico Financial Times publicou nesta quinta-feira (6) em editorial um elogio à justiça brasileira frente ao mandado de prisão contra o ex-presidente Luíz Inácio Lula da Silva. Segundo o texto, não só a prisão de Lula como também a de outros políticos e até a investigação envolvendo o atual presidente Michel Temer mostram que no Brasil ninguém está acima da lei.

“A decisão polêmica, que poderia levar o senhor Lula da Silva às grades em questão de dias, marca a triste e ignominiosa queda de um político notável. Mas também mostra que ninguém está acima da lei — um desenvolvimento positivo e até mesmo revolucionário em um país atormentado pelo legalismo extremo e também pela grande ilegalidade”, afirma o texto.


19:15 – Cerca de 100 manifestantes contra Lula ainda permanecem em frente a Superintendência da Polícia Federal em Curitiba

Um carro de som passa de tempos em tempos informações sobre o ex-presidente. Há pouco, os manifestantes puxaram o coro de “invade, invade” em referência ao Sindicato dos Metalúrgicos em São Bernardo do Campo.

Manifestantes contra Lula em frente à Justiça Federal, em Curitiba Manifestantes contra Lula em frente à Justiça Federal, em Curitiba

Manifestantes contra Lula em frente à Justiça Federal, em Curitiba (Guilherme Voitch/VEJA.com)


19:16 – No centro de Curitiba, militantes pró-Lula se reúnem na frente da Universidade Federal do Paraná


18:54 – Sindicato onde está Lula tem pagode e uísque

Banda de pagode se apresenta no terceiro andar do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo, onde Lula está. Algumas pessoas entram com uísque. O clima é de festa.


18:53 – Manifestantes se reúnem em ato-pró Lula na Candelária, no Rio

Vários quarteirões estão ocupados nesta área da cidade do Rio de Janeiro.

Protesto contra a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, no Rio de Janeiro (RJ), com concentração na Praça da Candelária - 06/04/2018 Protesto contra a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, no Rio de Janeiro (RJ), com concentração na Praça da Candelária – 06/04/2018

Protesto contra a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, no Rio de Janeiro (RJ), com concentração na Praça da Candelária – 06/04/2018 (José Lucena/Futura Press/Folhapress)


18: 43 – Requião: Lula participará de missa em memória de Marisa Letícia, que faria 68 anos amanhã

O senador Roberto Requião (PMDB-PR), que está no Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo, afirmou que Lula pretende participar neste sábado, 7, de uma missa em memória de sua mulher, Marisa Letícia, que faria 68 anos. Ela morreu em fevereiro do ano passado. A cerimônia será no próprio sindicato.


18:08 – Bolsa cai pressionada por cenário externo e indefinição eleitoral

A ordem de prisão contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva não animou o mercado financeiro. O índice Ibovespa, da Bolsa de Valores de São Paulo, fechou nesta sexta-feira em baixa de 0,46%, aos 84.820,42 pontos. No mercado de câmbio, o dólar comercial subiu 0,78% e fechou cotado a 3,367 reais para compra e 3,368 reais para venda.


18:03 – Lula não vai discursar, diz petista

O deputado Zé Geraldo (PT-PA) confirmou à reportagem que Lula não discursará. O objetivo é evitar tumulto, o que abriria margem para intervenção da polícia. Lula, no entanto, é imprevisível e pode decidir discursar a qualquer momento.


17:59 –Esquema de segurança tem atirador de elite em Curitiba

O esquema de segurança na sede da Superintendência da Polícia Federal do Paraná, em Curitiba, envolve até um atirador de elite, posicionado no telhado do prédio, ao lado do heliporto. A movimentação de policiais é intensa no local.


17:54 – Lula não irá se entregar à Polícia Federal, dizem petistas

O ex-presidente Lula não vai se entregar à Polícia Federal e passará a noite no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo, onde está desde quinta-feira, quando foi expedido um mandado de prisão contra ele pelo juiz Sergio Moro.


17:52 – “Recebam o abraço caloroso e o beijo do presidente Lula”, diz Gleisi, em breve discurso.


17:50 – Gleisi: “Aqui o presidente está e aqui nós ficaremos”


17:48 – “Cá estamos sob o olhar do mundo. Todos acompanham atentamente essa situação esdrúxula contra a nossa democracia. O presidente Lula escolheu ficar num lugar público, junto com o povo. Não há que se falar em descumprimento judicial. Isso tem que ficar claro para toda a sociedade”, diz Gleisi.


17:46 – Gleisi Hoffmann fala no carro de som: “Presidente não teve seus recursos esgotados”

A presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, acaba de subir ao carro de som em frente ao Sindicato dos Metalúrgicos do ABC para discursar.


17:34 – Gleisi Hoffmann sai do sindicato e diz que Lula não descumpriu mandado de prisão

“Não há por parte do presidente nenhum descumprimento da sentença exarada pelo juiz Sergio Moro. Ele tinha a opção dada pelo juiz de ir a Curitiba. Não exerceu essa opção. Está aqui no sindicato num lugar público. O mundo sabe onde ele está. É aqui ele permanecerá junto com a militância”, disse Gleisi Hoffmann em coletiva à imprensa.


17:21 – Marisa Letícia faria 68 anos no sábado

Lula deve passar na cadeia o primeiro aniversário de Marisa Letícia após a morte dela. A companheira do ex-presidente faria 68 anos amanhã, dia 7 de abril. Mais uma triste efeméride para o petista.


17:20 – Lula vai discursar em carro de som 

Presença do ex-presidente é aguardada em frente ao Sindicato dos Metalúrgicos no ABC.


17:17 – Manifestantes jogaram tinta no prédio onde mora a ministra Cármen Lúcia, do STF

Manifestantes contrários à prisão de Lula jogaram tinta no edifício onde vive a ministra do Supremo Tribunal Federal Carmem Lúcia, na Rua Dias Adorno, bairro de Santo Agostinho, em Belo Horizonte, por volta das 16h30.

Apartamento de Carmen Lúcia é vandalizado em BH Manifestantes contrários à prisão de Lula jogam tinta no edifício onde vive a ministra do Supremo Tribunal Federal Carmem Lúcia., no bairro de Santo Agostinho, em Belo Horizonte – 06/04/2018

Manifestantes contrários à prisão de Lula jogam tinta no edifício onde vive a ministra do Supremo Tribunal Federal Carmem Lúcia., no bairro de Santo Agostinho, em Belo Horizonte – 06/04/2018 (//Reprodução)


17:10 – MST diz já ter bloqueado 50 rodovias

Segundo o movimento, os protestos contra a prisão do ex-presidente Lula se espalham por 15 estados: Bahia, Sergipe, Pará, Rio Grande do Sul, Paraíba, Pernambuco, Minas Gerais, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, São Paulo, Paraná, Alagoas, Ceará, Espírito Santo, Santa Catarina e Piauí.


17:09 – Não queremos confronto, diz delegado da PF em Curitiba

O delegado Igor Romário de Paula afirmou que a Polícia Federal (PF) trabalha para evitar qualquer confronto durante o cumprimento do mandado de prisão contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. “O prioritário é evitar confronto e evitar que a segurança dos envolvidos seja ameaçada”, disse o delegado, ao término de uma reunião com a Secretaria de Segurança Pública para acertar detalhes do esquema de segurança envolvendo a chegada do petista a Curitiba.


17:01 – Acaba o prazo determinado por Sergio Moro para o ex-presidente se entregar à Polícia Federal.


17:00 – Militantes ocupam o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC

Militantes que apoiam o ex-presidente Lula se reúnem em frente à sede do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo – 06/04/2018

Militantes que apoiam o ex-presidente Lula se reúnem em frente à sede do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo – 06/04/2018 (Bruno Santos/Folhapress)

 


16:44 – Estúdio VEJA: Será que Lula vai preso?

Silvio Navarro e Augusto Nunes discutem o futuro do ex-presidente petista


16:39 – Lula não será considerado foragido se não se entregar

De acordo com a assessoria do juiz Sergio Moro, se o ex-presidente Lula não se entregar à Polícia Federal nos vinte minutos restantes do prazo, ele não será considerado foragido. Lula apenas não terá aceitado a possibilidade de se apresentar voluntariamente, cabendo à PF estudar a melhor forma de dar cumprimento ao mandado diante da negativa.


16:36 – ‘É remota a chance de a PF entrar no sindicato’, diz delegado

delegado da Polícia Federal Igor Romário de Paula informou há pouco que a instituição negocia com a defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para que ele se apresente. De acordo com o delegado, não está descartada o prosseguimento da negociação mesmo após o fim do prazo estabelecido pela Justiça, às 17h.


16:30 – Últimos 30 minutos

Faltam 30 minutos para expirar o prazo decretado pelo juiz Sergio Moro para o ex-presidente se entregar à Polícia Federal.


16:15 – STJ nega habeas corpus a Lula

O ministro Félix Fischer, do Superior Tribunal de Justiça (STJ) negou habeas corpus pedido pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) para evitar que o petista fosse preso.


16:04 – Contra o relógio

Falta menos de uma hora para expirar o prazo determinado pelo juiz Sergio Moro para o ex-presidente Lula se entregar na sede da Polícia Federal.


15:54 – Fornecimento de água se regulariza no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC

Com a chegada de um caminhão-pipa, o fornecimento de água no local começa a ser regularizado


15:50 – Militantes do MTST começam a chegar em peso do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC

O grande número de integrantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) começa a chegar ao Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo.


15:43 – Trincheira

“A partir das 17h nós vamos nos entrincheirar aqui e não deixar Lula ser preso”, diz Douglas Izzo, presidente da CUT-SP, no carro de som em frente ao Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo.


15:32 – Com ou sem Lula preso, Moro estará em Porto Alegre na segunda

O juiz Sergio Moro, que ordenou a prisão do petista, já tem agenda para segunda-feira. Ele estará em Porto Alegre, onde participa de um debate com o ex-promotor italiano Antonio Di Pietro, um dos responsáveis pela Operação Mãos Limpas. O evento faz parte do Fórum da Liberdade, promovido pelo Instituto de Estudos Empresariais. 


15:31 – Sindicato dos Metalúrgicos do ABC está sem água

A sede do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo, está sem fornecimento de água desde o início do dia. Banheiros estão deploráveis. Militantes falam em sabotagem. De acordo com funcionários, sindicato não estava preparado para tanta demanda.


15:15 – PF tem helicóptero pronto para transportar Lula em Curitiba

A Polícia Federal tem um helicóptero de prontidão no Aeroporto Afonso Pena, em São José dos Pinhais, região metropolitana de Curitiba, para levar o ex-presidente até a sede da superintendência do órgão, no bairro Santa Cândida, zona norte da capital paranaense. A sede da PF fica a 24 quilômetros do aeroporto e, em condições normais de tráfego, o trajeto é feito em até 40 minutos. 


14:45 – Cristina Kirchner afirma que Lula irá ganhar as próximas eleições

A senadora e ex-presidente da Argentina, Cristina Kirchner, se manifestou nesta sexta-feira sobre a decisão da Supremo Tribunal Federal brasileiro em negar o habeas corpos ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Para ela, que durante seu mandado foi muito próxima de Lula e da ex-presidente Dilma, a prisão é uma tentativa de “exilar” o líder sindical.

“Hoje no Brasil algo se tornou definitivamente claro. Lula vai ganhar as próximas eleições presidenciais e as elites do poder, que nunca lhes interessou nem a justiça nem a democracia, utilizam o sistema judicial para o seu exílio. Todo nosso afeto a ele”, ela postou em seu Twitter.

14:40 – Manuela D’Ávila cancela agenda em solidariedade a Lula

A pré-candidata à Presidência, Manuela D’Ávila, cancelou os compromissos que teria hoje e amanhã em solidariedade ao ex-presidente Lula.  D’Ávila iria para Campinas (SP) e Teresina (PI).


14:25 – Ato não reuniu a multidão esperada pela organização

Nos carros de som, os organizadores estão conclamando a população a chamar conhecidos e amigos para formar um cordão humano, afim de evitar a prisão.

No momento, a manifestação ocupa dois quarteirões. “Ainda está faltando gente aqui. Todo mundo tem celular aqui, porque o Lula deu isso pra gente. Vamos chamar todo mundo”, disse um militante.


14:15 – PT teme que Lula perca advogados caso decida resistir à prisão

Ainda que Lula esteja decidido a se entregar, como quer Sergio Moro, ele não tem pressa para anunciar sua intenção.

A estratégia do ex-presidente é simples: pregar o discurso da resistência para manter a militância a postos embaixo da sede do Sindicato dos Metalúrgicos. em São Bernardo.

Nos cálculos de Lula, ao informar que irá se entregar, a adesão à vigília cairá imediatamente.

Nas internas, porém, a cúpula do PT teme que os advogados do ex-presidente deixem a defesa caso ele decida descumprir a decisão judicial de Moro.

Eles acreditam que o cliente deve se apresentar espontaneamente para não ser acusado de cometer uma ilegalidade, até porque ficarão numa situação delicada caso compactuem com essa estratégia.


14:14 – Churrasco para a militância

O Sindicato dos Metalúrgicos do ABC ofereceu almoço de graça para toda a militância. No cardápio tem arroz, feijão, farofa e vinagrete, além de chuleta de boi ou bisteca de porco. A carne está sendo assada  em uma churrasqueira no quarto andar. Não pode repetir”, avisa a moça que serve a comida.


13:18 – O que acontece se Lula não se entregar até as 17h à PF

Especialistas em direito criminal dizem que o mais provável é que a PF execute a ordem de prisão somente a partir da manhã de sábado, pois a apreensão só pode ser realizada no período diurno.


12: 53 – ‘Lula pode se apresentar em qualquer sede da PF’, diz delegado da PF

Lula pode se apresentar em qualquer unidade da Polícia Federal (PF) para cumprir a ordem de prisão determinada pelo juiz Sergio Moro, segundo o delegado Igor Romário de Paula, da Superintendência da PF em Curitiba e um dos coordenadores da Operação Lava Jato. “Qualquer que seja o local, nós iremos providenciar o deslocamento para Curitiba”, disse Romário nesta sexta-feira.


12:41 – Felix Fischer, juiz do habeas corpus de Lula, é conhecido por rigor

O habeas corpus do ex-presidente impetrado pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) será julgado pelo ministro Felix Fischer, do Superior Tribunal de Justiça (STJ). Responsável pelos processos da Lava Jato na corte, o magistrado é conhecido pelo rigor com os réus denunciados na operação e é grande a probabilidade que ele negue o pedido contra a ordem de prisão decretada pelo juiz Sergio Moro.


12:39 – “Quero ver a polícia vir aqui”

Em discurso no carro de som no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, Wagner Gomes, da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), desafia a Polícia Federal a buscar Lula no local. “Quero ver a polícia vir aqui depois das 5 horas”.


12:34 – Hashtag #OcupaSaoBernardo lidera o Twitter

A hashtag #OcupaSaoBernardo, publicada por simpatizantes de Lula, é a mais usada no Twitter.


12:18 – Carro da BandNews tem vidro quebrado

Por volta das 5h da manhã, o vidro da janela de um carro da BandNews que estava estacionado perto do sindicato foi quebrado.

Veículo da BandNews é vandalizado nos arredores do Sindicato dos Metalúrgicos em São Bernardo do Campo – 06/04/2018

Veículo da BandNews é vandalizado nos arredores do Sindicato dos Metalúrgicos em São Bernardo do Campo – 06/04/2018 (Eduardo Gonçalves/VEJA)


12:00 – Prisão de Lula é “a queda de um herói”, afirma espanhol El País

Segundo o periódico, Lula é o líder mais popular do país e um dos mais importantes do mundo.


11:42 – Protesto na frente do Sindicato dos Metalúrgicos

Manifestantes a favor do ex-presidente Lula ocupam mais ou menos dois quarteirões em frente ao Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo. Estão no local a CUT, o Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo (Apeoesp), a União Paulista dos Estudantes Secundaristas (Upes), a Central dos Trabalhadores do Brasil (CTB), o PCdoB e alguns outros sindicatos menores, como o Sindicato dos Atingidos por Barragens.


11:26 – Defesa de Lula recorre à ONU para evitar prisão do ex-presidente

Os advogados de defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva protocolaram nesta sexta-feira junto ao Comitê de Direitos Humanos da ONU, em Genebra, uma medida cautelar com um pedido de liminar para que o governo brasileiro impeça a prisão de Lula até o fim de todos os recursos jurídicos,


10:55 – Maduro, Morales, Zelaya e Cristina Kirchner declaram apoio a Lula

Líderes políticos e chefes de Estado da América do Sul declaram apoio ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O presidente venezuelano, Nicolás Maduro, afirmou que “o mundo inteiro” abraça Lula e que a “injustiça dói na alma”. “A direita, diante da incapacidade de ganhar democraticamente, elegeu o caminho judicial para amedrontar as forças populares”, disse o líder da Venezuela.


10:46 – Bolsa abre em queda um dia após decisão de prisão de Lula

A bolsa brasileira abriu em baixa na manhã desta sexta-feira após fechar com valorização de 1,01%, aos 85.209 pontos, na quinta-feira. Às 10h20, o Ibovespa, principal índice da Bolsa de Valores de São Paulo, operava em queda de 0,59% aos 84.702,86 pontos. O dólar estava em alta de 0,17%, cotado a 3,34 reais


10:38 – Homem atropelado em frente ao Instituto Lula sofreu traumatismo craniano

O manifestante protestava contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e ficou ferido após ter sido empurrado e batido a cabeça em um caminhão que passava na rua. O ex-presidente já tinha deixado o local.


10:18 – Antes de desafiar Moro, esperança no STJ

Parlamentares do PT dizem estar “confiantes” que o STJ conceda uma liminar em favor de Lula até o início da tarde. Só depois, ele deve cravar se se entrega ou espera a PF vir buscá-lo no sindicato dos metalúrgicos. “Estamos esperançosos. Nenhuma pessoa passou por esse constrangimento no Brasil”, disse o deputado Paulo Teixeira, que também é advogado.


10:12 – Bunker no ABC

Segundo aliados que estiveram com o ex-presidente, Lula não quer se entregar, indo contra a ordem do juiz Sergio Moro de se apresentar até as 17 horas de hoje na Superintendência da Polícia Federal no Paraná. Centrais sindicais, integrantes do PT e outros grupos de esquerda iniciam um ato neste momento em frente ao Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, onde está o ex-presidente.


10:00 – “Resistência”

As centrais sindicais e o PT marcaram para agora, 10 horas, o início de um ato de apoio a Lula em frente ao Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, onde o ex-presidente está desde ontem à noite.

Aglomeração em frente ao Sindicato dos Metalúrgicos do ABC

Aglomeração em frente ao Sindicato dos Metalúrgicos do ABC (Eduardo Gonçalves/VEJA)


09:48 – Com que roupa eu vou

O casaco que Lula estava vestindo ontem, quando decidiu passar a noite no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, veio da Bolívia, confeccionado pelo mais famoso alfaiate de La Paz, – Manuel Sallestrin. Ele vestiu todos os presidentes da República do seu país desde o general Hugo Banzer, que em 1971 deu um golpe de Estado e governou até 1978, quando foi derrubado por outro golpe. As informações são do Blog do Noblat.

 


09:32 – Militância

A militância chega aos poucos à sede do Sindicato dos Metalúrgicos em ônibus de caravanas. Um grupo de 300 pessoas da Central de Movimentos Populares entrou em peso no prédio gritando “Estamos aqui para o Lula resistir”.


09:23 – Lula decide não se entregar à PF, diz jornal

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse à Folha de S.Paulo que sua decisão é  de não se entregar à Polícia Federal, em Curitiba (PR). Moro determinou que ele se apresente na Superintendência da PF de Curitiba até  as 17 horas de hoje.


09:08 – Blog do Noblat: Prisão pode ser longa

No próximo semestre, Lula poderá ser condenado no caso do terreno comprado pela Odebrecht para o Instituto Lula e do apartamento vizinho ao dele em São Bernardo do Campo. O ex-presidente responde a pelo menos mais oito processos – entre eles, o do sítio de Atibaia, reformado de graça para seu uso pelas construtoras Odebrecht e OAS.


08:48 – Haddad é a primeira visita de Lula em dia marcado para prisão

O ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad já chegou à sede do Sindicato dos Metalúrgicos, em São Bernardo do Campo, para conversar com Lula. Guilherme Boulos, pré-candidato do PSOL ao Planalto e coordenador nacional do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), também já está no sindicato.


08:35 – MST inicia bloqueio de estradas no país em protesto contra prisão de Lula

O Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) iniciou nas primeiras horas desta sexta-feira o bloqueio de rodovias na Paraíba, Sergipe, Mato Grosso, Pará, Bahia, Pernambuco e Espírito Santo. De acordo com o coordenador do movimento Alexandre Conceição, a ideia é bloquear cinquenta BRs em 24 estados.


08:23 – Radar: Herança petista tende a perdurar no Supremo por mais 25 anos

A herança deixada por Dilma e Lula no STF tem vida longa. Se nenhum dos indicados ao Supremo pela dupla antecipar a aposentadoria e o PT não voltar ao poder para alçar novos juízes à corte, o último a sair de lá será Dias Toffoli, em 2043.


07:47 – Cinco horas de sono

O ex-presidente dormiu por cerca de cinco horas numa sala privativa do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo. Segundo os seus assessores, ele recebeu a visita de familiares e políticos até às 2h30 e depois se recolheu. Ele acordou por volta das 7 horas.


07:05 – Blog do Noblat: Tudo pronto para prender Lula se ele não se entregar

Se o ex-presidente Lula, na última hora, preferir não se entregar, será preso por um grupo volumoso de agentes que já está em São Bernardo. Tropas militares da região foram postas de sobreaviso.


06:44 – Questão de segurança

Os jornalistas que acompanham o ex-presidente Lula em São Bernardo do Campo tiveram de deixar a entrada do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC após ameaças de militantes. Foram transferidos para o 3ºandar do prédio.


06:11 – Jornalistas são ameaçados no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC

Os jornalistas que acompanham o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em frente ao Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo, estão sendo ameaçados pelos militantes. Por volta das 5h30 desta sexta-feira, os apoiadores do petista ficaram irritados com fotógrafos e câmeras que tentavam mostrar a redução no número de pessoas em frente ao prédio e forçaram a entrada na sala onde estavam os profissionais da imprensa.


05:07 – Lula descansa acompanhado de filhos, assessores e Gleisi

Lula descansa na chamada Sala Presidencial, no 2º andar do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC. Ele está acompanhado de alguns dos filhos, da assessoria pessoal e da presidente nacional do PT, a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR). Não há camas, a estrutura conta com algumas poltronas e acolchoados.


04:19 – Lula cogita não se entregar à PF, dizem aliados

Especulação na sede do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC é que o ex-presidente estaria cogitando aguardar a dimensão das manifestações no local durante a manhã e começo da tarde de sexta-feira para decidir se cumpre, ou não, a determinação de Moro de se apresentar à Superintendência da Polícia Federal no Paraná.


03:50 – Poucos militantes continuam em vigília com Lula

Durante a madrugada, poucas pessoas continuam em vigília com o ex-presidente Lula no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC. O carro de som segue desligado e os presentes comem, bebem e conversam em cenário que pouco lembra um ato político. A expectativa (e a esperança) é que o protesto volte com força por volta das 9h da manhã, quando começarem a chegar as caravanas de outros estados.


03:24 – Lula está em reunião e fica no sindicato até segunda ordem

Com a decisão sobre se entregar ou não à Polícia Federal postergada para a manhã desta sexta, a grande questão da madrugada é uma possível ida de Lula para casa, retornando pela manhã ao Sindicato dos Metalúrgicos, em São Bernardo do Campo. Fotógrafo oficial do ex-presidente, Ricardo Stuckert Filho afirma que ele ainda está no prédio e deve permanecer: “Ele está em reunião, mas, se quiser descansar no sindicato, tem a estrutura necessária”.

A assessoria do Sindicato afirmou que o petista deve ficar na sede até segunda ordem e que há camas e banheiros para abrigar Lula e seus aliados durante a noite.


03:02 – Manifestantes pró-Lula agridem equipe de reportagem do Correio Braziliense

Militantes pró-Lula agrediram, na noite de quinta-feira, uma equipe de reportagem do jornal Correio Braziliense que faria a cobertura de ato contra prisão do ex-presidente, na sede da Central Única dos Trabalhadores (CUT), em Brasília.

Segundo relatos, o carro onde estavam uma repórter, uma fotógrafa e o motorista foi cercado por manifestantes. Desferindo socos e pontapés contra eles, os agressores – cerca de trinta pessoas — chegaram a quebrar o vidro traseiro do veículo.

A equipe teve que fugir do local. Eles chegaram a se dirigir à 5ª Delegacia de Policia Civil, mas não houve registro de ocorrência, conforme informaram policiais. A equipe retornou à sede do jornal e depois registrou queixa na Coordenação Especial de Combate à Corrupção e ao Crime Organizado. Ninguém ficou ferido.

Um fotógrafo da agência Reuters também foi hostilizado e ameaçado na sede da CUT. Impedido de registrar o protesto, deixou a sede da central.

(Estadão Conteúdo)


02:33 – Lula cumprimenta manifestantes da janela do Sindicato dos Metalúrgicos

O ex-presidente apareceu na janela do prédio por volta das 2 horas da manhã. Ele acenou e agradeceu, mas não discursou.


02:12 – Em vídeo, manifestantes se despedem de Lula

Manifestantes favoráveis ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva abraçam e demonstram seu apoio ao petista durante ato dentro do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo, São Paulo.


01:57 – Militantes se dispersam em Sindicato dos Metalúrgicos

Em São Bernardo, o clima é de fim de festa. O carro de som foi desativado e boa parte dos militantes se dispersaram. Ainda há dúvida se o ex-presidente Lula permanecerá no prédio ou se vai passar parte da madrugada em casa. O Sindicato dos Metalúrgicos garante que preparou uma estrutura para que o petista durma na sede.

Os apoiadores, contudo, anunciaram que outros grupos de militantes estão a caminho de São Bernardo do Campo.


01:33 – Entregar-se ou não é “decisão exclusiva” de Lula, diz Eduardo Suplicy

O ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad acabou de deixar o prédio do Sindicato dos Metalúrgicos. Também na saída, o vereador Eduardo Suplicy, pré-candidato ao Senado, disse que se entregar ou não é uma “decisão exclusiva” de Lula e que ainda não está tomada.


01:30 – Lula não vai discursar em sindicato, diz parlamentar

Parlamentar próximo ao ex-presidente Lula afirma que petista não pretende discursar na sede do Sindicato dos Metalúrgicos, em São Bernardo do Campo, onde parte da cúpula do partido está reunida nesta madrugada. A decisão sobre se entregar à Polícia Federal em Curitiba ainda não está tomada, segundo a fonte.

Lula ainda não falou com a imprensa nem com seus apoiadores e somente cumprimentou o público pela janela do prédio. Enquanto se prepara para descansar em sua casa, o ex-presidente está recebendo o apoio de políticos e público na sede do sindicato. O quórum, contudo, é baixo.


00:59 – Versão oficial do PT é de que Lula não deve se apresentar à PF em Curitiba

No Sindicato dos Metalúrgicos, a versão oficial é a de Lula não vai se entregar. Para não “legitimar” a prisão, ele pretende aguardar em São Bernardo do Campo (SP) até às 17h desta sexta-feira, quando a Polícia Federal deve buscá-lo na sede do Sindicato caso não se entregue voluntariamente. Durante a madrugada, é esperado que ele vá para casa e retorne no começo da manhã.

Militantes apoiam ex-presidente Lula na sede do Sindicato dos Metalúrgicos, em São Bernardo do Campo (SP)

Militantes apoiam ex-presidente Lula na sede do Sindicato dos Metalúrgicos, em São Bernardo do Campo (SP) (Rodrigo Pinto/VEJA)


00:37 – ‘Mais de 100 rodovias amanhecerão fechadas’, diz líder do MST

O líder do Movimento dos Sem Terra (MST), João Pedro Stédile, afirmou que o grupo pretende interromper 100 rodovias na madrugada desta sexta-feira.

“Mais de 100 rodovias amanhecerão fechadas em todo o país”, afirmou, em frente ao Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo (SP), onde ocorre uma vigília em apoio ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Stédile afirmou que os sem-terra estão “prontos para resistir” e elegeram um alvo preferencial para a campanha deste ano pela Reforma Agrária.

“Este ano, vamos invadir os latifúndios da TV Globo. Aguardem”, ameaçou, marcando a ação para o próximo dia 17 de abril, “o aniversário do golpe”.


00:27 – Pré-candidata do PCdoB confirma que seu partido apoiará manifestações contra prisão de Lula

Manuela D’Avila é a segunda pré-candidata da esquerda a discursar no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC em apoio ao ex-presidente Lula. Depois de Guilherme Boulos, a postulante do PCdoB também criticou o mandado de prisão contra o petista e disse que seu partido vai apoiar as manifestações nesta sexta para evitar a detenção de Lula.


23:57 – Manuela d’Ávila: ‘Seguimos juntos’, diz sobre Lula

A pré-candidata à presidência pelo PCdoB foi até o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC junto com os correligionários Orlando Silva e Jandira Feghali. Ela postou uma foto no Twitter ao lado de Lula.


23:42 – Militantes da União da Juventude Socialista (UJS) chegam ao Sindicato dos Metalúrgicos

Militantes da União da Juventude Socialista (UJS) — grupo ligado ao PCdoB, que controla a União Nacional dos Estudantes (UNE) — chegam ao Sindicato dos Metalúrgicos do ABC e engrossam o ato pró-Lula.


23:38 – Lula foi desencorajado por sua segurança a discursar

Os seguranças de Lula desencorajaram o ex-presidente a discursar na frente do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC. Havia receio sobre a segurança, principalmente depois dos tiros durante a caravana na região Sul do país. O local está escuro e há muitos prédios em volta.


23:29 – Lindbergh afirma que Lula vai dormir em casa

O senador Lindbergh Farias afirmou que o ex-presidente Lula vai deixar o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC e vai descansar em casa, perto dali, em São Bernardo do Campo. Segundo o senador, Lula não quis discutir se irá se entregar nesta sexta ou não. Prefere decidir pela manhã.

Pessoas próximas ao ex-presidente afirmam que a tendência é que ele não se entregue, pois isso poderia parecer uma confissão de culpa por um crime pelo qual ele se julga inocente. Uma das ideias é que a Polícia Federal tenha que buscá-lo, repetindo a cena de sua primeira prisão, em 1980.


23:23 – Ivan Valente: ‘Se for para o Lula ser derrotado, que seja nas urnas’

O deputado federal Ivan Valente (PSOL-SP) esteve no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC para prestar solidariedade a Lula. Ele afirmou que a detenção do ex-presidente não muda os planos do PSOL: “Vamos ter candidato próprio, que é o [Guilherme] Boulos”. Ele afirmou, no entanto, que Lula tem direito à candidatura: “Se for para o Lula ser derrotado, que seja nas urnas”.


23:15 – Lindbergh pede a militantes para fazer um ‘cordão humano’ no Sindicato

O senador Lindbergh Farias (PT-RJ) discursou em frente do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC e convocou a militância para fazer um “cordão humano”: “Se quiser prender Lula vai ter que ter coragem de vir até aqui”.


23:13: Repercussão política e privilégios: a 1ª vez de Lula na cadeia

Não será a primeira vez de Lula na cadeia. O ex-presidente já foi preso quando ainda era líder sindical em ascensão e um dos nomes mais conhecidos da oposição à Ditadura Militar (1964-1985). Em 19 de abril de 1980, no 17º dia de uma greve de operários que parou o ABC Paulista, ele foi detido pelo Departamento de Ordem Política e Social (Dops), órgão de repressão política do regime. Na época, Lula era o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo do Campo e Diadema, um dos berços do PT, e da Central Única dos Trabalhadores (CUT).


23:09 – Dilma: ‘A prisão do Lula faz parte do golpe’

Em discurso na frente do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, a ex-presidente Dilma afirmou: “A prisão do Lula faz parte do golpe, que começou quando me tiraram da presidência da república”.

“Eu e o Lula não somos como os fascistas. Continuaremos na resistência democrática.”


23:05 – Blog Me Engana que Eu Posto: ‘Lula não usou camiseta “I love Curitiba”’

Lula, que teve a prisão determinada por Sergio Moro nesta quinta-feira, usou mesmo uma camiseta com os dizeres “I Love Curitiba” (o coração, claro, fazendo as vezes de “love”) quatro décadas atrás? Seria uma “visão” sobre a capital paranaense, onde é aguardado na carceragem da Polícia Federal?

A história está circulando pela internet. Mas é tudo mentira. A estampa “premonitória” é “fake news”.


22:58 – Dilma é recebida no Sindicato dos Metalúrgicos: ‘Dilma guerreira da pátria brasileira’

A ex-presidente Dilma Rousseff foi recebida pela militância no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC com os gritos de: “Dilma guerreira da pátria brasileira”. Ela deve anunciar nesta sexta a candidatura ao Senado pelo estado de Minas Gerais.


22:49 – ‘Nós vamos registrar Lula de todo jeito’, diz Lindbergh sobre candidatura de Lula

“Nós vamos registrar ele [Lula] no dia 15 de agosto e vamos começar a campanha com o presidente Lula. Nós não abrimos mão”, disse o senador Lindbergh Farias (PT-RJ) no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC. Sobre como seria feita a campanha com o ex-presidente preso, ele respondeu:  “Nós temos gravações”, como seria a campanha preso.


22:42 – Lula passará a noite no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC

O ex-presidente Lula passará a noite no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC. Ele está reunido com lideranças da esquerda para decidir se irá se entregar nesta sexta.


22:34 – MBL marca ‘Carnalula’ para esta sexta, em SP

O Movimento Brasil Livre publicou em sua página no Facebook um convite para comemorar a prisão do ex-presidente Lula. O evento será nesta sexta, às 18h, em frente ao Masp, em São Paulo.


22:13 – Lula agradece presença de manifestantes na frente do Sindicato dos Metalúrgicos

O ex-presidente Lula apareceu na janela do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC para agradecer a presença dos manifestantes, que entoavam: “Olê, olê, olê, olá, Lula, Lula”.


21:59 – Orlando Silva (PCdoB): ‘Lula voltou ao Sindicato que foi sua escola de luta, que projetou ele para o Brasil e o mundo’

O deputado federal do PCdoB Orlando Silva publicou mensagem no Twitter em apoio ao ex-presidente: “acolhido pelos seus companheiros”.


21:53 – Blog do Sério Praça: ‘4 diálogos com Lula’


21:42 – João Doria (PSDB) publica vídeo no Facebook: ‘Lula, sua hora chegou! Viva a justiça! #LulaNaCadeia’


20:46 – Gleisi Hoffman concede entrevista coletiva no Sindicato dos Metalúrgicos

Em coletiva de imprensa no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, a presidente nacional do PT afirmou: “Nós não temos outra causa a registrar dessa decisão do juiz Sergio Moro que não sua obsessão, seu ódio e seu rancor em relação ao presidente Lula”.

“Nós lamentamos muito que o juiz Sergio Moro esteja cumprindo esse papel. Que esteja, ao cumprir esse papel, depondo contra a justiça brasileira.”

Ela afirma que Lula é inocente: “Sergio Moro não deu até agora qual é a prova de sua condenação, se quer o crime que o presidente cometeu.”


20:26 – Militantes do MTST marcham em direção ao Sindicatos dos Metalúrgicos do ABC

Militantes do Ocupação Povo Sem Medo — segundo maior acampamento do MTST (Movimento dos Trabalhadores sem Teto), em São Bernardo do Campo, com cerca de 8 000 famílias — caminham em direção ao Sindicato dos Metalúrgicos do ABC. De acordo com o líder do movimento, Guilherme Boulos, pré-candidato à Presidência pelo PSOL, 5 000 pessoas participam da marcha.

Simpatizantes demonstram apoio a Lula em frente ao Sindicato dos Metalúrgicos, em São Bernardo do Campo - 5/4/2018 Simpatizantes demonstram apoio a Lula em frente ao Sindicato dos Metalúrgicos, em São Bernardo do Campo – 5/4/2018

Simpatizantes demonstram apoio a Lula em frente ao Sindicato dos Metalúrgicos, em São Bernardo do Campo – 5/4/2018 (GloboNews/Reprodução)


20:25 – Movimentos de esquerda organizam agenda de apoio a Lula

Movimentos de esquerda convocaram atos de apoio ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O principal protesto é a vigília convocada pela CUT para começar a partir da noite desta quinta-feira em frente ao Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo, no ABC Paulista. O local é emblemático, pois trata-se do berço político de Lula, que iniciou sua militância quando era metalúrgico na região.


20:22 – Zanin condena mandado de prisão antes dos recursos acabarem

O advogado de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) Cristiano Zanin Martins divulgou uma nota condenando o mandado de prisão emitido pelo juiz federal Sergio Moro contra o ex-presidente nesta quinta-feira.

Segundo o advogado, a expedição do mandado de prisão contraria decisão do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), porque os recursos a serem apresentados à Corte ainda não foram exauridos. “A defesa sequer foi intimada do acórdão que julgou os embargos de declaração em sessão de julgamento ocorrida no último dia 23/03”, diz o texto.


20:04 – Lula vai se entregar, mas não é o fim, diz líder do MST

O líder do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST), João Pedro Stédile, comentou na noite desta quinta-feira a decisão do juiz Sergio Moro de ordenar a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Segundo ele, Lula vai cumprir a decisão e se entregar à Polícia Federal até as 17h de sexta-feira, mas isso “não é o fim”.

“Nós vamos sofrer uma derrota com a prisão do Lula, mas vamos dar o troco. Vamos libertar o Lula. E depois teremos a campanha eleitoral”, disse o comandante do grupo, em transmissão ao vivo pelo Facebook do movimento. Ele disse que a posição do MST e dos grupos que integram as frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo é começar, nesta sexta, uma série de manifestações pelo país para que o petista seja posto em liberdade.


19:59 – Políticos de esquerda vão para São Bernardo

Políticos de partidos de esquerda estão a caminho de São Bernardo do Campo, no ABC paulista, onde apoiadores do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva farão uma vigília na sede do Sindicato dos Metalúrgicos contra o pedido de prisão determinado pelo juiz Sérgio Moro. A expectativa é Lula faça um pronunciamento, talvez o último discurso antes de se entregar às Polícia Federal. A deputada Manuela D’Ávilla, pré-candidata do PC do B à Presidência, o ex-prefeito Luiz marinho, que concorrerá ao governo de São Paulo, e uma série de parlamentares comparecerão. A CUT e o movimento dos sem-teto (MTST) convocaram seus militantes.


19:55 – Políticos protestam contra prisão de Lula: ‘tempos de ditadura’

Políticos de esquerda se manifestaram no Twitter após o juiz Sergio Moro decretar a prisão de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) nesta quinta-feira.

A presidente nacional do Partido dos Trabalhadores, senadora Gleisi Hoffmann (PR), postou: “Prisão política, que reedita os tempos da ditadura“.


19:47 – Prisão de Lula afunda Brasil em ‘caos político’, diz Washington Post

Poucos minutos após o anúncio de que o juiz Sergio Moro havia emitido um mandado de prisão contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a imprensa internacional começou a noticiar o fato. As primeiras notas vieram das agências internacionais de notícia Reuters (do Reino Unido) e Associated Press (também chamada de AP, dos Estados Unidos).

Ambas agências emitiram as notas em caráter de urgência para veículos de imprensa do mundo todo.


19:39 – Presidente da CUT convoca ‘resistência’ nas ruas

O presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Vagner Freitas, gravou um vídeo na noite desta quinta-feira pedindo que militantes de esquerda e sindicalistas saiam às ruas e marchem até a sede do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo. “É hora de resistência e manifestação contra essa aberração”, diz o sindicalista no vídeo de pouco mais de 2 minutos. Freitas também pede que sejam realizados atos em frente a fábricas amanhã e que manifestantes do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul se instalem em frente o prédio da Polícia Federal.


19:35 – No ápice da ‘via crucis’ de Lula, site do PT sai do ar

O PT pretendia transmitir a prisão de Lula ao vivo por diferentes canais do partido. O principal deles, porém, o site oficial da legenda saiu do ar, provavelmente pela grande quantidade de acessos após o anúncio de que o ex-presidente irá para a cadeia nas próximas horas.


19:26 – Senador petista compara prisão de Lula com condenação de Gandhi

O senador Humberto Costa (PT-PE) fez uma postagem em sua página no Facebook comparando a prisão de Lula com a condenação do ativista Mahatma Gandhi.

“Condenado por amar seu povo e revolucionar uma nação”, diz a postagem. Não é para tanto.


19:15 – MTST já se dirige ao Sindicato dos Metalúrgicos

A Ocupação Povo Sem Medo já está se dirigindo, em grande volume, ao Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo, contra a prisão do ex-presidente Lula.

Trata-se do segundo maior acampamento do MTST, com 8 mil pessoas em uma área de 60 mil metros quadrados na cidade do petista.


19:07 – ‘Lula preso amanhã’ entre os assuntos mais comentados do mundo

A ordem de prisão contra Lula já ganhou o mundo, poucos horas após ser decretada. Neste momento, os termos “Lula preso amanhã” e “Moro”, ocupam os trending topics mundial do Twitter, na oitava e décima posições, respectivamente.

Na relação de assuntos mais comentados no Brasil, lógico, a situação do ex-presidente encabeça a lista.


19:01 – Manifestante anti-Lula é atropelado após tumulto em SP

Um manifestante que protestava contra o ex-presidente Lula se feriu após uma confusão na saída do senador Lindbergh Farias (PT-RJ) do Instituto Lula, no bairro do Ipiranga, em SP. Ele foi empurrado e bateu cabeça num caminhão que passava na rua. Após o incidente, ele se levantou e foi encaminhado ao hospital São Camilo.

Manifestante ferido em frente o Instituto Lula

Manifestante ferido em frente o Instituto Lula (Leonardo Lellis/VEJA)


18:59 – As recomendações de Roberto Jefferson para Lula na cadeia

Roberto Jefferson foi ao Twitter dar seu parecer acerca da iminente prisão do ex-presidente Lula.

Escreveu: “Não tenho sentimento de vingança em relação a Lula. Também não comemoro sua prisão. Já passei por isso e sei o quanto uma prisão é desumana”.

O ex-deputado ainda fez recomendações ao petista no período em que estará na cadeia. “Resignação, paciência, humildade, calma. Que saiba tirar as lições necessárias”, completou.


18:59 – Lindbergh: ‘Moro é um patético serviçal do capital’

Assim que Sergio Moro decretou a prisão de Lula, Lindbergh Farias partiu para o ataque, obviamente.

Nas redes sociais, ele escreveu que o magistrado terá lugar guardado no “lixo da história” e o classificou como “um patético serviçal do capital”.


18:50 – Ônibus da caravana foi alvejado por dois tiros de garrucha, diz perícia

A perícia do Instituto de Criminalística do Paraná afirmou que dois disparos de uma arma de calibre 320 atingiram um dos ônibus da caravana do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no Paraná.

De acordo com o perito Inajar Kurowski, os disparos vieram de um atirador que estava a 5,86 metros do chão, distante cerca de 18 metros do ônibus. O atirador teria feito os disparos quando o ônibus já havia se distanciado do local em que ele estava. “É uma arma de calibre fraco que nem se vende mais. É algo como uma garrucha”, disse Inajar.


18:45 – Marco Aurélio admite levar para STF decisão sobre liminar contra prisão

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Marco Aurélio Mello disse hoje que cogita levar para o plenário da corte Federal um pedido de advogados para impedir a prisão de condenados em segunda instância. A discussão acontece logo depois de o STF rejeitar pedido de habeas corpus preventivo da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.


18:41 – Boulos sobre Lula: ‘Não assistiremos passivamente’

Pré-candidato do PSOL ao Planalto, Guilherme Boulos foi às redes sociais protestar contra a ordem de prisão contra o ex-presidente Lula.

Coordenador nacional do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto, Boulos afirmou que “haverá resistência democrática” e que “não assistiremos passivamente” a ordem de Moro.


18:41 – Ex-presidente sai do Instituto Lula

O ex-presidente Lula saiu do Instituto que leva o seu nome. Ele está sendo perseguido por jornalistas e fotógrafos.


18:21 – Senador convoca vigília na casa de Lula

Após a ordem de prisão expedida pelo juiz Sergio Moro, o senador Lindbergh Farias (PT-RJ) foi às redes sociais convocar uma vigília na frente da casa de Lula, em São Bernardo do Campo.

O petista pede para que os aliados cheguem a partir das 5h da manhã.


18:15 – Veja a íntegra da decisão de Moro que mandou Lula à prisão

Leia aqui a íntegra da decisão de Moro.

O juiz também vetou a “utilização de algemas em qualquer hipótese” e disse que, também “em razão da dignidade do cargo ocupado”, foi preparada uma sala reservada para o petista cumprir inicialmente a pena. “Esclareça-se que, em razão da dignidade do cargo ocupado, foi previamente preparada uma sala reservada, espécie de Sala de Estado Maior, na própria Superintendência da Polícia Federal, para o início do cumprimento da pena, e na qual o ex-presidente ficará separado dos demais presos, sem qualquer risco para a integridade moral ou física”.


18:06 – Moro determina a prisão de Lula

O juiz Sergio Moro determinou a prisão do ex-presidente Lula. A decisão aconteceu pouco depois do TRF-4, de Porto Alegre, autorizar o magistrado a emitir essa ordem.

Na decisão, abriu ao petista a “oportunidade” de se apresentar voluntariamente à Polícia Federal de Curitiba até às 17h da próxima sexta-feira, dia 6, “em atenção à dignidade [do] cargo que ocupou”.

 

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. news da hora

    Eles roubaram bilhões , Lula e seus petralhas , a presidente da Coreia do Sul desviou 65 milhões de dólares , pegou 24 anos de cadeia , e está presa .

    Curtir

  2. Nelson Marchetto

    É isso… As fotos e vídeos acima mostram o que se consegue com o populismo e o comunismo, o chefe e os quadrilheiros ficaram milionários, e o povinho deles com o “bolsa família” não é legal?

    Curtir

  3. Nelson Marchetto

    E, para o pessoal que está no exterior que apoia o chefe e a quadrilha, pergunto: porque estão lá? Venham para cá ver a “M” que foi feita, vem ver como está o pais cambada de hipócritas, pimenta nos olhos dos outros é refresco!!!

    Curtir

  4. Nelson Marchetto

    Em um país sério a borracha já estaria comendo o lombo dos vagabundos e o sujeito já estaria preso às 17:01h, nem um minuto a mais, estamos mesmos precisando é dos Generais…!!!

    Curtir

  5. Nelson Marchetto

    Pois é… caríssimos Augusto e Noblat, eles realmente acham que sabem o que é democracia, mas, a “democracia” deles é essa que vocês descreveram e mais, parece que eles “os mesmos” esqueceram-se lá de 64 quando a borracha comeu solta, exageraram um pouco é certo, e, por condescendência os deixaram vivos e agora estão de novo a botar as “manguinhas” de fora. Quanto ao bispo dom angélico perguntem a ele se lula equipara-se a Jesus Cristo, perguntem a ele se Deus aprova o que lula e dilma fizeram com o país, perguntem a ele se Jesus Cristo ficou feliz com a comparação, perguntem a ele se a igreja aprova o comunismo, que é o que sua “ovelha negra” quer implantar no Brasil!!!

    Curtir

  6. Circo. Esse país é submundo, roça. Imprensa se prestando a fazer propaganda desse BANDIDO. Por mim jogava uma bomba H naquele lugar e varia aquela lixarada toda.

    Curtir

  7. JOSE ROBERTO DE LIMA MACHADO

    A Cidadania,as pessoas de bem desse país,exige a prisão imediata do maior corrupto da história do Brasil.Sua postergação e concordância com as suas exigências,afronta as Instituições e a Nação.Põe de joelho o Estado de Direito e deturpa,para as gerações mais jovéns,os reais valores da civilização.

    Curtir