BLACK FRIDAY: ASSINE a partir de R$ 1 por semana
Publicidade

Maílson da Nóbrega

Por Coluna
Blog do economista Maílson da Nóbrega: política, economia e história
Elevar a tributação de serviços corrigiria um equívoco histórico
As exceções na reforma tributária são parte da resposta
O desafio é enorme, mas as possibilidades são baixas
Trata-se de processo complexo, que depende de amplo conjunto de condições. Jamais poderá ser um direito
A trava impediria realizar ações necessárias em momentos de crise, ignorando a rigidez orçamentária e a experiência mundial
Rejeição ao Conselho Federativo é pura desinformação
É crescente sua presença na academia e nas decisões
Segregação contábil entre principal e encargos é equivocada
As despesas obrigatórias consomem 99% do total
Parte da explicação está na incerteza de equilíbrio das contas
Publicidade
Desaceleração em relação ao 1º trimestre se explica pela queda observada na agropecuária; haverá revisão generalizada nas estimativas para o PIB
A expansão econômica depende de investimento e produtividade
Mas não mediante classificação de precatórios como despesa financeira
Certas visões, inclusive do governo, causam deseducação
Exceções confirmam o poder de grupos organizados
É preciso entender para que ele serve e como funciona
O Brasil está diante da oportunidade de possuir um dos mais modernos sistemas de tributação de consumo
A intenção de criar o piso para a área da saúde é meritória, mas medida é é fonte de ineficiência, desemprego e informalidade
Modificação eliminaria privilégio histórico na tributação do consumo de serviços pelas classes abastadas, mas as pressões manterão grande parte do benefício
O desafio é reduzir as despesas obrigatórias
Publicidade
Continua após publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

A melhor notícia da Black Friday

Assine VEJA pelo melhor preço do ano!

BLACK
FRIDAY

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana

a partir de R$ 1,00/semana*
(Melhor oferta do ano!)

ou

BLACK
FRIDAY
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

a partir de R$ 29,90/mês
(Melhor oferta do ano!)

ou

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas. Acervos disponíveis a partir de dezembro de 2023.
*Pagamento único anual de R$52, equivalente a R$1 por semana.