Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Publicidade
Murillo de Aragão Por Murillo de Aragão
A disputa presidencial deste ano não será igual a nenhuma outra
Políticos do século XX, Bolsonaro e Lula têm ideias do século XIX
Anos complicados costumam levar a escolhas complicadas
O inconformismo deve estar em nossa agenda de reformas
O bicameralismo tem se revelado um problema
O Brasil, que era um eterno dependente da importação do petróleo, já é um dos maiores produtores do mundo
A política está muito atrasada diante dos interesses da sociedade
Até agora nenhum diagnóstico preciso do país foi realizado
Economia, pandemia e rejeição aos favoritos influenciarão a disputa
O atual sistema não atende aos interesses da cidadania
As lições e os ensinamentos que a pandemia vai nos deixar
Nada mais pode ser feito só por vontade do chefe do Executivo
O capitalismo de mercado deve ser considerado no cálculo político
Isentões vão decidir quem será o próximo presidente
Os trabalhadores do país não estão interessados em luta de classes
São poucas as convicções do que vai influenciar na escolha do eleitor
Somos uma sociedade plural onde atuam diversos polos de poder
Congresso e Executivo vão definir o estado da economia em 2022
O governo Bolsonaro precisa de cuidados intensivos
Provocar tensões não interessa ao país nem à cidadania
Publicidade