Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Fã de tecnologia, Dilma quer baratear tablets no país

Presidente usava um iPad ao fazer o pedido para o ministro das Comunicações

A presidente Dilma Rousseff usava um iPad quando recomendou ao novo ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, na quinta-feira passada, que trabalhasse pela redução de impostos sobre tablets, computadores em forma de prancheta, sem teclado e com tela sensível ao toque. O iPad, da Apple, é um dos mais famosos modelos de tablet. O aparelho começou a ser vendido no Brasil há um mês e custa aproximadamente 2.000 reais. Fã de tecnologia, Dilma quer baratear produtos desse tipo, além de persistir nos esforços para chegar à universalização da banda larga no país. De acordo com o ministro, suas atribuições, além de fechar o Plano Nacional de Banda Larga até abril, serão mapear os fornecedores capazes de disponibilizar equipamentos para o setor de informática e comunicações a preços mais acessíveis. O objetivo é que o iPad e outros tablets possam ser comprados a prestações, para facilitar o acesso da classe média ao produto. Incentivos fiscais e créditos para o setor privado são algumas das medidas que serão pensadas para os próximos quatro anos no Ministério das Comunicações. Durante a cerimônia de transmissão de cargo, nesta segunda-feira, em Brasília, Paulo Bernardo afirmou que irá criar uma nova secretaria na pasta, exatamente para cuidar da coordenação de todos os projetos do governo federal que dizem respeito à inclusão digital. Dilma já autorizou a criação da nova secretaria, que deve ser oficializada ainda em janeiro.