Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Técnico da Austrália se demite após classificação para a Copa

Ange Postecoglou abandonou cargo alegando sentir "pesados efeitos na vida pessoal e profissional"

Uma semana após classificar a Austrália para a Copa do Mundo de 2018, ao bater Honduras por 3 a 1 na repescagem, o técnico Ange Postecoglou abandonou o cargo nesta quarta-feira e não treinará a seleção no mundial do ano que vem. O anúncio foi feito por meio de uma coletiva de imprensa, ocorrida em Sydney.

“Eu investi tudo de mim nessa missão, sabendo que ela seria importante para o futebol australiano. Tudo isso, porém, me trouxe um preço pessoal e profissional. E é com coração pesado que agora encerro a jornada. Comandar seu país é uma grande honra, mas também uma enorme responsabilidade. E acho que agora é a hora de passar essa responsabilidade a alguém com toda a energia que o cargo requer”.

Desde 2013 no cargo, Postecoglou treinou os australianos na última Copa, sediada no Brasil. A seleção caiu no ‘grupo da morte’, com Holanda, Espanha e Chile, e, mesmo oferecendo dificuldades aos adversários, foi eliminada ainda na primeira fase. O técnico nasceu na Grécia, mas se mudou para a Austrália aos cinco anos de idade.

“Eu amo comandar os jogadores australianos. Disse a eles muitas vezes que quando você toma a decisão de tentar ser jogador profissional nesse país, está escolhendo o caminho mais difícil, e é preciso muita coragem. É por isso que amo treinar estes jogadores. Agora, aguardo ansiosamente para ver o time em ação na Copa do ano que vem. Tenho certeza que o caminho à frente terá muitos momentos especiais, e ninguém estará mais feliz em ver e torcer por esses garotos do que eu”.

À frente da Austrália, Postecoglou disputou 49 partidas, das quais venceu 22, empatou 12 e perdeu 15. O treinador levou a seleção ao título da Copa da Ásia de 2015, o único troféu levantado por ele como treinador da equipe. O pedido de demissão ocorreu um ano antes de seu contrato se encerrar.

Veja também