Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Eurocopa: República Checa vence Escócia com golaço histórico

Patrick Schick marcou dois gols, um deles quase do meio-campo, e frustrou a torcida em Glasgow

Por Da Redação Atualizado em 14 jun 2021, 13h18 - Publicado em 14 jun 2021, 11h55

A República Tcheca frustrou a torcida da Escócia nesta segunda-feira, 14, com uma vitória por 2 a 0, na estreia do grupo D da Eurocopa. O jogo será lembrado por muitos anos graças ao belíssimo gol do atacante Patrick Schick, a 55 metros de distância da meta escocesa, um dois mais bonitos dos 60 anos de história da competição.

Assine a revista digital no app por apenas R$ 8,90/mês

No tradicional estádio Hampden Park, com boa presença de torcedores escoceses, o jogo começou com o nervosismo característico de estreias. Porém, poucos minutos depois, a partida ficou aberta, com finalizações e transições rápidas. Aos 42 minutos de jogo, o atacante Patrick Schick subiu de cabeça e balançou as redes para a República Checa.

  • Na segunda etapa, a Escócia se lançou ao ataque e criou boas chances. Porém, em um lance aparentemente despretensioso, ao perceber o goleiro escocês David Marshall adiantado, Schick arriscou e acertou um chute certeiro, com curva e velocidade perfeitas, quase do meio-campo.

    Ver essa foto no Instagram

     

    Continua após a publicidade

    Uma publicação compartilhada por Revista Placar (@revistaplacar)

    A beleza do lance fez lembrar outras duas jogadas históricas: o gol mais famoso de Hampden Park, marcado por Zinedine Zidane, do Real Madrid, na final da Liga dos Campeões de 2002, justamente diante do clube de Shick, o Bayer Leverkusen; e o famoso “gol que Pelé não fez”, na Copa de 1970, quando o camisa 10 arriscou do meio-campo e a bola passou triscando a trave do goleiro Vikitor, justamente da Checoslováquia.

    “Os checos demoraram 51 anos para aprender a fazer o gol que Pelé não fez”, brincou Claudio Henrique, colunista do blog O Comentarista do Futuro, de PLACAR.

    A seleção escocesa continuou pressionando e obrigou o arqueiro tcheco Tomas Vaclik a fazer boas defesas. Com a vitória da República Checa, a Escócia voltou a perder jogando em casa após um ano e nove meses. Na próxima sexta-feira, 18, o time escocês enfrenta a Inglaterra e, no mesmo dia, a seleção tcheca encara a Croácia.

    Patrick Schick pela República Tcheca
    Patrick Schick pela República Tcheca Federação Tcheca de Futebol/Reprodução
    Continua após a publicidade
    Publicidade