Aquiles, o gato palpiteiro da Copa do Mundo da Rússia | VEJA
Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

Aquiles, o gato palpiteiro da Copa do Mundo da Rússia

Animal surdo vive no museu Hermitage, em São Petersburgo, e promete repetir o sucesso que o polvo Paul fez durante a Copa de 2010

Por AFP Atualizado em 13 mar 2018, 15h00 - Publicado em 13 mar 2018, 14h59

Aquiles, um gato branco e surdo que vive no famoso Museu Hermitage de São Petersburgo, foi eleito nesta segunda-feira o responsável pelos palpites dos jogos da Copa do Mundo da Rússia. O simpático animal tentará repetir o sucesso do polvo Paul, que ganhou destaque na Copa de 2010.

Tabela completa de jogos da Copa do Mundo 2018

Assim como o polvo Paul, que previu os sete resultados da Alemanha na Copa do Mundo da África do Sul, em 2010 (inclusive a derrota contra a Espanha nas semifinais), Aquiles terá de escolher entre potes de comida identificados com a bandeira dos países. O gato, que pesa 4,7 quilos, já “previu” que a Alemanha venceria a última Copa das Confederações, em 2017, na Rússia.

  • A chefe de imprensa do museu, Mary Khaltunen, informou que em breve o mascote participará de uma “entrevista”. Cerca de 70 gatos, cujos antepassados foram levados ao Hermitage por Pedro o Grande, no século XVII, quando o czar o converteu em seu Palácio de Inverno, atualmente protegem o local de ratos.

    (Com AFP)

    O gato vidente Aquiles 'previu' que a Alemanha venceria o Chile na final da Copa das Confederações - 02/07/2017
    O gato vidente Aquiles ‘previu’ que a Alemanha venceria a Copa das Confederações Peter Kovalev\TASS/Getty Images
    Continua após a publicidade
    Publicidade