Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Neymar se reapresenta ao PSG com uma semana de atraso

Atacante teve longa reunião com Leonardo, novo diretor esportivo do clube, para justificar ausência e falar sobre seu futuro

Neymar retornou aos treinamentos do Paris Saint-Germain nesta segunda-feira, 15, uma semana depois do esperado pelo clube francês, em meio a rumores sobre transferências e um ambiente de tensão. De acordo com diários franceses, como o L’Équipe, o atacante brasileiro desembarcou na capital francesa às 7h30, vindo de São Paulo, e chegou às 9h10 para um treino com portões fechados.

Neymar teve uma longa reunião com o compatriota Leonardo, novo diretor esportivo do clube, para explicar o motivo de sua ausência no início da pré-temporada. O atacante não aparece nas fotos dos treinos postadas pelo clube nesta manhã. Segundo imagens divulgadas nas redes sociais, Neymar foi à sede do clube vestindo boné e camiseta e com o cabelo tingido de loiro.

Nos últimos dias, o entorno do atleta justificou o atraso por compromissos assumidos há alguns meses, como um torneio de futebol beneficente com sua fundação, o Instituto Neymar, em Praia Grande, no qual atuou normalmente, semanas depois da lesão que o tirou da Copa América. Sua posição não convenceu o PSG, que prometeu “tomar as medidas oportunas”.

Neymar voltou a irritar a cúpula do PSG e acenar para uma possível volta ao Barcelona no último sábado 13, quando citou a goleada de 6 a 1 do clube catalão sobre o francês, no jogo de volta das oitavas de final da Liga dos Campeões de 2017, como uma de suas melhores recordações como jogador.

Neymar da Silva Santos, pai e agente do atacante, o defendeu via redes sociais mostrando fotos de matérias antigas na qual o filho de referia à partida como a melhor de sua carreira. “Por que trazer essa memória como provocação? Relembrar um marco em sua carreira não pode ser considerado desrespeito. Meu filho é atleta do PSG, mas não pode simplesmente ignorar sua história. História que o fez chegar ao clube francês”, afirmou Neymar pai, em um dos trechos do desabafo. 

View this post on Instagram

“Reportagens publicadas há anos, respostas ditas há anos, voltarão a falar como se fosse uma indireta? Repercutir com um outro contexto??? Meu filho em momento algum faltou com respeito ao PSG ou aos atletas que disputaram aquela partida em 2017, alguns deles, seus companheiros de clube atualmente no clube francês. Desde o final daquele jogo até hoje hoje, ele sempre se recorda desta partida como uma das mais importantes da sua carreira, como mostram as imagens deste post. No último Sábado, em uma entrevista realizada durante as finais do @redbullneymarjrsfive , lhe foi perguntado: “Qual a melhor memória que você tem do vestiário?”. O atleta citou dois momentos, o vestiário do título olímpico de 2016 e o da Remontada em 2017, momentos icônicos de sua carreira. Atribuir esta manifestação ESPONTÂNEA E HONESTA a uma provocação ao seu atual clube é uma atitude maldosa, que não tem outra intenção senão a de querer encontrar polêmica onde ela não existe. Não são poucos os jornalistas e torcedores em todo o mundo que consideram esta partida a mais marcante do atleta defendendo um clube, ele mesmo já manifestou considerar esta, se não a maior, uma de suas grandes atuações. Então por que a polêmica desta vez ? Por que trazer isso esta memória como provocação ? Relembrar um marco em sua carreira não pode ser considerado desrespeito. Meu filho é atleta do PSG, mas não pode simplesmente ignorar sua história. História que o fez chegar ao clube francês. #neymar #neymarjr

A post shared by Neymar Pai (@neymarpai_) on

(Com AFP)