Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Uefa confirma abertura da Eurocopa com presença de público em Roma

Capital italiana é a nona sede confirmada do torneio, com 25% do público liberado no Estádio Olímpico; Bilbao, Dublin e Munique ainda não se posicionaram

Por Da Redação Atualizado em 14 abr 2021, 15h49 - Publicado em 14 abr 2021, 15h48

A Uefa anunciou nesta quarta-feira, 14, que a abertura da Eurocopa deste ano terá presença de público. Com o número de casos do novo coronavírus em queda no continente, a entidade recebeu a autorização da federação italiana e do governo de Roma para que o Estádio Olímpico receba 25% de sua capacidade de público no duelo que abre o torneio, entre Turquia e Itália, em 11 de junho.

Roma passa a ser, portanto, a nona das 12 cidades sedes originais a ser confirmada no torneio, que seria realizado no ano passado, uma edição comemorativa de 60 anos de história, mas foi adiado para 2021 em razão da pandemia de Covid-19. O Estádio Olímpico receberá outros dois jogos na fase de grupos e uma das quartas de final do torneio.

Assim como ocorreu com os Jogos Olímpicos de Tóquio, a manutenção da pandemia provocou bastante indecisão em relação à Eurocopa. Algumas prefeituras chegaram a manifestar o desejo de não receber mais a competição, já que as receitas seriam comprometidas com a ausência de torcedores e turistas.

  • A Uefa, porém, já garantiu que uma pequena parte do público poderá frequentar os estádios das seguintes sedes: Amsterdã (Holanda), Baku (Azerbaijão), Bucareste (Romênia), Budapeste (Hungria), Copenhague (Dinamarca), Glasgow (Escócia), São Petersburgo (Rússia), Londres (Inglaterra) e agora Roma (Itália).

    Resta agora o posicionamento sobre outras três cidades: Bilbao (Espanha), Dublin (Irlanda) e Munique (Alemanha), mas a tendência é que todas sejam confirmadas. A final está marcada para o Estádio de Wembley, em Londres, em 11 de julho.

     

    Continua após a publicidade
    Publicidade