Clique e assine com até 92% de desconto

Tite evita ‘rodízio’ e Thiago Silva será capitão novamente

Zagueiro do PSG já usou a braçadeira diante da Costa Rica. Marcelo e Miranda foram os outros capitães na Rússia

Por Luiz Felipe Castro Atualizado em 1 jul 2018, 15h13 - Publicado em 1 jul 2018, 09h23

SAMARA – O técnico Tite avisou que o “rodízio de capitães” da seleção brasileira na Copa do Mundo seria reduzido aos atletas mais experientes e neste domingo anunciou que Thiago Silva ostentará a braçadeira pela segunda vez na Rússia, diante do México, pelas oitavas de final, em Samara, na segunda-feira.

Tabela completa de jogos da Copa do Mundo de 2018

O zagueiro do Paris Saint-Germain também foi o capitão no segundo jogo, na vitória por 2 a 0 sobre a Costa Rica. Marcelo, na estreia diante da Suíça, e Miranda, contra a Sérvia, foram os outros escolhidos de Tite. O treinador concederá entrevista às 11h15 (de Brasília), ao lado do defensor, e deve ser questionado se o rodízio será limitado ao trio caso o Brasil avance na competição. Em dois anos no cargo, Tite já teve 14 capitães diferentes.

  • Thiago Silva, de 33 anos, foi o capitão do Brasil na Copa de 2014 e ficou marcado negativamente pelo choro diante do Chile, nas oitavas de final. O jogador do PSG, no entanto, se recuperou sob o comando de Tite, ganhou a posição de Marquinhos às vésperas do Mundial e vem sendo um dos destaques do time.

    O que você precisa saber sobre Brasil x México

    Continua após a publicidade
    Publicidade