Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Coreia do Norte prende estudante dos EUA por “ato hostil”

Por Da Redação Atualizado em 30 jul 2020, 21h15 - Publicado em 22 jan 2016, 08h09

A Coreia do Norte deteve um universitário dos Estados Unidos, o terceiro cidadão de um país ocidental que está preso no isolado país asiático, por ter cometido um “ato hostil” e querer “destruir a unidade do país”, informaram os norte-coreanos nesta sexta-feira. Otto Frederick Warmbier, de 21 anos, estudante da Universidade da Virgínia, foi à Coreia do Norte para uma viagem de cinco dias no Ano Novo, e foi detido no aeroporto de Pyongyang em 2 de janeiro, antes de embarcar para a China, disse Gareth Johnson, da agência Young Pioneer Tours, responsável por organizar a visita.

De acordo com a agência de notícias estatal KCNA, Warmbier entrou na Coreia do Norte como turista e “foi pego cometendo um ato hostil contra o Estado”. A agência estatal informou também que o estudante foi “manipulado pelo governo dos EUA”. Um representante da embaixada americana em Seul disse estar ciente da prisão. No entanto, o Departamento de Estado dos EUA, em Washington, não comentou o caso.

Leia também

Coreia do Norte diz ter desenvolvido bebida alcoólica que não causa ressaca

Conselho de Segurança da ONU pode ampliar sanções contra Coreia do Norte

Especialistas estão céticos após anúncio sobre teste com bomba H norte-coreana

“Estamos em contato com a família de Otto, o Departamento de Estado dos EUA e a embaixada da Suécia em Pyongyang, e estamos fazendo tudo que podemos para garantir a libertação dele”, disse Johnson. A embaixada da Suécia representa os interesses dos EUA na Coreia do Norte.

(Da redação)

Continua após a publicidade

Publicidade