Clique e assine a partir de 9,90/mês

Temer e Marcela buscam filho no primeiro dia de aula

Algumas mães reclamaram da presença da imprensa, que foi avisada pelo Palácio do Planalto da presença do presidente interino no local

Por Da redação - 26 jul 2016, 23h08

O presidente em exercício, Michel Temer, e sua mulher Marcela buscaram na tarde desta terça-feira o filho Michelzinho, em seu primeiro dia de aula em Brasília. O casal chegou à Escola das Nações, no Lago Sul, por volta das 14h45, quinze minutos antes do fim das aulas.

A assessoria do Planalto informou que Temer buscaria o filho na escola e que poderiam ser feitas imagens. A equipe de fotos oficiais da presidência também acompanhou o peemedebista.

Temer e Marcela foram recebidos pela diretora na porta e aguardaram na sala da diretoria a saída de Michelzinho. Questionado se viria buscar o filho todos os dias, Temer respondeu: “Só hoje, só hoje”.

Depois que assumiu interinamente a presidência, Temer decidiu trazer a família de São Paulo para Brasília e então matriculou Michelzinho no tradicional colégio. Antes da decisão, a família vinha sofrendo com protestos em frente à sua residência em São Paulo.

Reclamação – A presença da imprensa no local incomodou alguns pais – e chamou a atenção de alunos. “Por que vocês não vão atrás dos corruptos, ele é só uma criança”, disse uma mãe que não se identificou. Outra mãe que veio buscar os filhos afirmou que está causando irritação a presença do filho do presidente interino e o consequente assédio da imprensa. Por outro lado, algumas crianças se mostraram animadas com as câmeras e tentavam chamar a atenção, dizendo que “os mais importantes estão aqui”.

(Com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade
Publicidade