Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
CLIQUE E RECEBA A REVISTA EM CASA A PARTIR DE R$14,90/MÊS Clique e receba em casa a partir de R$ 14,90

Copa América é confirmada e terá jogos em MT, RJ, DF e GO

Sedes foram anunciadas nas redes sociais pelo ministro da Casa Civil Luiz Ramos

Por Da Redação Atualizado em 1 jun 2021, 19h11 - Publicado em 1 jun 2021, 18h50

Um dia após a Conmebol anunciar o Brasil como sede da Copa América, o governo federal confirmou oficialmente nesta terça-feira, 1°, a competição em solo nacional. Em mensagem divulgada no Twitter, Luiz Ramos, ministro da Casa Civil, revelou que as sedes do evento serão Mato Grosso, Rio de Janeiro, Distrito Federal e Goiás). Uma quinta sede ainda deve ser anunciada e as partidas não contarão com presença de público.

Assine a revista digital no app por apenas R$ 8,90/mês

“Confirmada a Copa América no Brasil. Venceu a coerência! O Brasil que sedia jogos da Libertadores, Sul-Americana,sem falar nos campeonatos estaduais e brasileiro, não poderia virar as costas para um campeonato tradicional como este. As partidas serão em MT, RJ, DF e GO, sem público”, escreveu Ramos.

A decisão de transferir a competição para o Brasil aconteceu pelo fato de as duas sedes iniciais alegarem não ter condições de receber o evento. A Colômbia convive com caos sociopolítico e foi a primeira a desistir. Em seguida, o governo argentino, após notar crescente de casos e mortes pela Covid-19, recusou-se a abrir suas fronteiras a jogadores e comissões. Assim, a Conmebol recorreu ao Brasil, local da última edição da Copa América, em 2019.

O acordo foi costurado pela Conmebol com a CBF e o governo Bolsonaro. “Deixo bem claro: no que depender do governo federal, será realizada a Copa América no Brasil. Desde o começo venho dizendo: lamento as mortes, mas temos que viver. Se é para todo mundo ficar em casa, vamos determinar que o homem do campo fique em casa também. Quero ver do que a cidade vai sobreviver. Considero, da parte do governo federal, assunto encerrado”, disse o presidente Jair Bolsonaro nesta manhã.

Na contramão da decisão da CBF e do governo federal, os estados de Pernambuco e Rio Grande do Norte se recusaram a receber partidas. Além disso, os jogadores uruguaios Luis Suárez e Edinson Cavani se posicionaram contra a realização da competição em meio à situação sanitária.

O governador de São Paulo João Doria chegou a ser favorável aos jogos no estado. Contudo, o tucano decidiu, junto à sua equipe, mudar o posicionamento.

“Comuniquei ao secretário-geral da CBF que SP não deverá sediar a Copa América. Após ampla consulta aos membros do Centro de Contingência concluímos que representaria uma má sinalização do arrefecimento no controle da transmissão do coronavírus. A prioridade é conter a pandemia”, afirmou Doria.

A Copa América estreia no próximo dia 13 e toda a sua logística precisará ser remanejada em menos de duas semanas. O país soma mais de 460.000 mortos em decorrência da Covid-19.

Continua após a publicidade
Publicidade