Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Roberto Carlos, Ana Carolina, Lulu Santos: a estrelada lista de shows bancados por desvios da Lei Rouanet

A segunda fase da Operação Boca Livre, deflagrada nesta quinta-feira, mira patrocinadoras de eventos que, aliadas à notoriamente encrencada Bellini Cultural, saquearam dinheiro da Lei Rouanet. Entre os 29 alvos da operação de hoje, a Boca Livre S/A, estão o banco Bradesco, as montadoras Volkswagen e Volvo, além da Arno e da Perdigão. Segundo a […]

O cantor Roberto Carlos

A segunda fase da Operação Boca Livre, deflagrada nesta quinta-feira, mira patrocinadoras de eventos que, aliadas à notoriamente encrencada Bellini Cultural, saquearam dinheiro da Lei Rouanet. Entre os 29 alvos da operação de hoje, a Boca Livre S/A, estão o banco Bradesco, as montadoras Volkswagen e Volvo, além da Arno e da Perdigão. Segundo a Polícia Federal, estas empresas destinaram recursos incentivados pela lei para bancar convescotes, sempre restritos a seus convidados. Os desvios, segundo a investigação, podem chegar a 25 milhões de reais.

Entre os animadores da boca livre nestas “festas da firma” listados pela PF estão nada mais nada menos que nomes ilustres e consagrados da música brasileira, como Roberto Carlos, Toquinho, Ana Carolina, Zizi Possi, Lulu Santos, João Bosco, Ed Motta, Adriana Calcanhoto e o maestro João Carlos Martins, entre outros. Não há, contudo, indícios de que os cantores soubessem da origem ilícita do dinheiro que receberam.

Por meio de nota, o cantor Roberto Carlos afirmou que o show citado na investigação foi contratado segundo os trâmites normais da rotina de seu escritório. “Em nenhum momento se cogitou ser um projeto patrocinado por lei, inclusive não cabe à produção do artista questionar a origem da verba utilizada para a contratação de shows”, diz o texto.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. Comentado por:

    indignado

    Caramba, o Brasil é o paraíso da ladroagem!

    Curtir

  2. Comentado por:

    CELSO SILVA DE CARVALHO

    É a Som Livre da corrupção. Agora, sabemos porque muitos artistas apoiam Lula e Dilma. A mamata acabou.

    Curtir

  3. Comentado por:

    Bruno

    Bolsonaro 2018

    Curtir

  4. Comentado por:

    Ex-microempresário

    Quer dizer que um evento é aprovado através da Lei Rouanet e o contratado não fica sabendo ? Acho muito estranho. Todos sabem que em qualquer negócio que envolva o governo temos que juntar até RG e CPF da nossa bisavó, agora um projeto é aprovado no MINC sem sequer uma assinatura do contratado ? Sem sequer uma cópia do contrato ? Se for isso, então é porque todo o esquema foi feito para favorecer as fraudes. Pensando bem, não acho tão estranho assim, não…

    Curtir

  5. Comentado por:

    Carlos Evandro

    Quero participar

    Curtir

  6. Comentado por:

    Sérgio Roberto

    Seus ipocritas se fossem cantores de pequeno renome com certeza ja estariam caindo de pau em cima deles.

    Curtir

  7. Comentado por:

    Artur Sergio

    Acredito que os artistas não sabiam da origem do dinheiro. Eles cantam e recebem pelo seu trabalho. Nada a ver com essa roubalheira.

    Curtir

  8. Comentado por:

    Artur Sergio

    Acredito que os artistas não sabiam de origem do dinheiro. Eles cantam e recebem pelo seu trabalho. Nada a ver com essa roubalheira.

    Curtir

  9. Comentado por:

    M Jacira

    Que pena que muita gente não consegue entender o que leu!
    RC foi contratado e pago, não tem nada a ver com o que fizeram, não tem culpa que gente desonesta usou a Lei Rouanet pra conseguir o dinheiro para pagá-lo sem o seu conhecimento.
    Talvez devessem escrever de forma mais simples para que pessoas com raciocínio curto não ficassem falando mal do(s) artista(s) inocente(s). É evidente que RC foi envolvido num esquema sujo do qual não participou.

    Curtir

  10. Comentado por:

    Fernando

    É o mesmo que contratar alguém para fazer um trabalho, vc aceita ou seja qualquer um aceita, só que ninguém sabe a fonte de recurso que a empresa contratados, todos querem é trabalhar, outra coisa que ninguém comenta é que os grandes da mídia são os que mais se beneficiam, inclusive a maior de todas, a globo.

    Curtir