Clique e assine com até 92% de desconto

Tite mantém Fagner e Filipe Luís e tem ‘planos A e B’ contra o México

Laterais que jogaram maior parte do jogo contra a Sérvia são mantidos diante do México, pelas oitavas de final

Por Luiz Felipe Castro Atualizado em 1 jul 2018, 15h13 - Publicado em 1 jul 2018, 12h27

SAMARA – O técnico Tite concedeu entrevista na véspera do duelo entre a seleção brasileira e a do México, pelas oitavas de final da Copa do Mundo da Rússia, e confirmou que manterá Fagner e Filipe Luís nas laterais, apesar de Danilo e Marcelo terem treinado normalmente neste domingo.

Tabela completa de jogos da Copa do Mundo de 2018

Segundo Tite, Fagner ganhou a posição, enquanto Marcelo segue fora por razões clínicas – praticamente não treinou depois de deixar o campo no início do jogo contra a Sérvia, com um espasmo na coluna. “Falei com o Danilo sobre o critério. Vinha jogando e bem, saiu por lesão e entrou Fagner muito bem. Permanece o Fagner pelo desempenho de alto nível que teve em dois jogos decisivos, com a possibilidade inclusive de o jogo ter 120 minutos.”

  • “Falei com o Marcelo. Há uma competição pela titularidade e, em situação normal, ele jogaria, mas não posso colocar o jogador com uma insegurança física muito grande. Ele poderia estar se escondendo, mas veio a campo, quer participar e isso mostra sua responsabilidade e comprometimento. Mas o técnico não pode colocar o jogador num jogo com essa característica, Não pago o preço de saúde”, afirmou Tite.

    O que você precisa saber sobre Brasil x México

    “Marcelo fez apenas trabalhos sem enfrentamento, por isso ele perde um pouco da velocidade de reação e ficamos temerosos para um jogo que pode ter 120 minutos”, completou o fisioterapeuta Fábio Mahseredijian, que ainda destacou a temperatura elevada, de cerca de 35 graus, esperada para a hora do jogo.

  • O zagueiro e capitão na próxima partida, Thiago Silva, também falou e disse que o Brasil está preparado para encarar o time treinado pelo colombiano Juan Carlos Osorio, famoso por mexer nas escalações e surpreender os rivais. “Esse é o quarto jogo e a equipe está muito bem preparada contra uma seleção que demonstrou qualidade enorme e vai querer chegar às quartas de final, como a gente. Temos muita concentração, muita determinação, e um plano A e plano B para o jogo. Esperamos fazer uma grande apresentação”, disse o camisa 2 do Brasil.

     

     

    Continua após a publicidade
    Publicidade