Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Prince morreu por overdose de analgésico, diz laudo

Exame toxicológico aponta que o cantor tinha a droga fentanil, derivada do ópio, no organismo

Por Da Redação
Atualizado em 5 jun 2024, 01h10 - Publicado em 2 jun 2016, 14h48

O cantor Prince morreu por uma overdose acidental do analgésico fentanil, uma medicação forte do grupo dos opioides, derivados do ópio. A informação foi divulgada nesta quinta-feira em documento do gabinete do médico legista de Minnesota. O cantor morreu em 21 de abril, aos 57 anos.

Leia também:

Médico é interrogado por prescrever remédios a Prince antes de sua morte

Presidiário americano diz ser filho biológico de Prince

Prince tinha analgésico no organismo, diz jornal

Corpo de Prince foi encontrado com medicamentos controlados, diz TV americana

Continua após a publicidade

Prince teria sofrido overdose seis dias antes de morrer

Nas semanas posteriores à morte do músico, foi amplamente noticiado que ele possuía um vício em analgésicos. Em abril, o site TMZ revelou que o cantor havia sofrido uma overdose do medicamento Percocet (um analgésico composto por paracetamol e oxicodona, um opioide usado para dor e altamente viciante) seis dias antes de ser encontrado morto no elevador de sua casa, em Minneapolis. O cantor estava viajando quando passou mal, o que levou seu avião a fazer um pouso forçado para que ele fosse socorrido.

Investigadores chegaram a interrogar o médico Michael Schulenberg, que atendeu Prince duas vezes nas semanas anteriores à sua morte. Um relatório da polícia afirmava que Schulenberg prescreveu medicações para o cantor em 20 de abril, um dia antes de sua morte – mas não há detalhes sobre o medicamento indicado e nem se o cantor realmente tomou a droga. Durante uma inspeção na casa do cantor, policiais encontraram analgésicos no local.

De acordo com o jornal de Minneapolis Star Tribune, o cantor tinha uma consulta marcada com o médico Howard Kornfeld, especializado no tratamento de vício em opioides, para o dia 22 de abril. Kornfeld tem uma clínica de reabilitação na Califórnia e pretendia ir até Minneapolis, mas, um dia antes de sua visita, Prince foi encontrado morto.

https://videos.abril.com.br/veja/id/ab80f1b5a645b55956a50bb63aba6970

Continua após a publicidade

‘1999’

Música que deu título ao álbum de 1982 de Prince, seu quinto trabalho de estúdio e o que lhe deu fama internacional. 

https://videos.abril.com.br/veja/id/22f71bbff17e2d73041e6b779dd2ff2a

‘Alphabet St.’

Single do álbum Lovesexy, que Prince lançou em 1988, e o único que ficou entre os dez mais executados nos Estados Unidos e no Reino Unido. 

Continua após a publicidade

https://videos.abril.com.br/veja/id/8042dba8c670acef29d8819b8ce3776b

‘Batdance’

Uma das canções compostas por Prince para o filme de Tim Burton Batman (1989). O cantor assinou toda a trilha sonora do longa, que foi um sucesso de vendas no mundo inteiro. 

https://videos.abril.com.br/veja/id/eec64f002c50bbc3c6f187a204762ff1

‘Cinnamon Girl’

Continua após a publicidade

Música que integra o álbum Musicology, de 2004. Seu clipe causou controvérsia nos Estados Unidos por mostrar uma garota muçulmana sendo discriminada após os ataques de 11 de setembro ao país. 

https://videos.abril.com.br/veja/id/3736d8e4d3db5b7e4e24eb5813f63b3c

‘Cream’

A canção faz parte do disco Diamonds and Pearls, de 1991. A música foi a última de Prince a liderar as paradas americanas. 

https://videos.abril.com.br/veja/id/8b89520e5d1f8fc936a31dd03d9ae614

Continua após a publicidade

‘Get Off’

Outro single do álbum Diamonds and Pearls, de 1991, entrou para as paradas americanas tanto nos Estados Unidos como no Reino Unido. 

https://videos.abril.com.br/veja/id/8310791e8c044ac891445e2b90ac396e

‘Kiss’

Canção do disco Parade, de 1986. Foi eleito o melhor single daquele ano pela revista britânica NME, que também deu a ele a quarta posição na lista dos 150 maiores singles de todos os tempos. 

https://videos.abril.com.br/veja/id/2e3603bba5ad759a42a46c6381f6267e

‘Let?s Go Crazy’

Música do disco Purple Rain, de 1984, também fez parte da trilha sonora do filme de mesmo nome estrelado por Prince. 

https://videos.abril.com.br/veja/id/248bb782003fec5e0071e65c726fde52

‘Musicology’

Musicology faz parte do álbum de mesmo nome, lançado em 2004 por Prince. 

https://videos.abril.com.br/veja/id/0be8186eb9b3f8f652913989e0baaf49

‘My Name Is Prince’

A canção integra o disco Love Symbol, de 1992, e fala, como o nome indica, do próprio Prince e de seu talento musical. 

https://videos.abril.com.br/veja/id/51a9c0a2c07094eba26b3fbde9cca25c

‘Nothing Compares 2 U’

Música composta por Prince para seu projeto paralelo The Family. A obra, no entanto, ganhou fama ao ser lançada pela cantora Sinéad O’Connor.

https://videos.abril.com.br/veja/id/4e6eef09c2e051a528c879ad4aac6a71

‘Peach’

A música foi lançada na coletânea The Hits/The B-Sides, lançada em 1993.

https://videos.abril.com.br/veja/id/6ac9b9011ca3169b7d3745d95533d411

‘Sign o’ the Times’

Principal single do disco de mesmo nome lançado em 1987, chegou a conquistar a terceira posição na parada americana Billboard Hot 100. 

https://videos.abril.com.br/veja/id/84c74d8b7c9ce7b54b656bb88075fc03

‘Take Me with U’

O último single do disco Purple Rain, de 1984, conta com a participação da cantora Apollonia Kotero, que interpreta o par romântico de Prince no filme Purple Rain

https://videos.abril.com.br/veja/id/d238537e0d078d7eeb67b80e1322c6e4

‘When Doves Cry’

Principal single de Purple Rain, tornou-se um verdadeiro hit, liderando a parada americana por cinco semanas e a lista dos mais vendidos – foi o single mais vendido de 1984, segundo a Billboard

(Da redação)

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.