Guia Veja

Saiba usar eletrônicos sem prejudicar sua saúde

Daniela Macedo e Gabriella Sandoval
Fone de Ouvido

(Pando Hall/ Getty Images)

A satisfação de manter-se conectado 24 horas por dia, ouvir música alta sem incomodar os vizinhos ou passar a tarde aniquilando inimigos no videogame tem seu preço.

A seguir, médicos ouvidos por VEJA relacionam os riscos que o uso prolongado de alguns eletrônicos pode trazer à saúde.

 

 

Use com moderação

1 de 4

Fones de ouvido

Sensação de ouvido entupido, zumbido e perda da audição são problemas associados ao uso inadequado de fones.
“O ouvido humano tolera, sem riscos, sons de até 80 decibéis. Ruídos entre 80 e 100 decibéis podem causar danos a longo prazo e, acima de 100 decibéis, a lesão pode ser instantânea”, explica o otorrino Oswaldo Laércio Mendonça Cruz, do Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. Os fones de ouvido potentes podem reproduzir sons com mais de 100 decibéis — intensidade equivalente à de uma furadeira. As reclamações são cada vez mais frequentes nos consultórios, mas reduzir o volume apenas estabiliza o estrago. “Uma vez danificadas, as células sensoriais do sistema auditivo não se regeneram”, resume Mendonça Cruz
 

Assinaturas



Editora Abril Copyright © Editora Abril S.A. - Todos os direitos reservados