Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Lusa abre dois gols, mas leva virada do Oeste e aumenta jejum

A Portuguesa esteve perto de encerrar o jejum de um mês no Campeonato Paulista, mas cochilou no segundo tempo e amargou a derrota de virada por 3 a 2 para o Oeste, na noite deste domingo, no estádio dos Amaros.

A equipe do técnico Jorginho abriu dois gols no placar, ainda no primeiro tempo, com Ricardo Jesus e Henrique. Porém, depois do intervalo, Marcinho e Vanderson empataram. Já nos acréscimos, Marcinho anotou mais um.

A Portuguesa não vence uma partida desde o dia 17 de fevereiro, quando derrotou o XV de Piracicaba por 1 a 0. De lá para cá, a equipe rubro-verde foi derrotada em quatro oportunidades e ainda acumulou três empates.

Com isso, a Lusa aparece com 14 pontos no Paulistão, no modesto 14lugar. O Oeste, por sua vez, chegou aos 13, na 15colocação.

O jogo:A Portuguesa saiu na frente no placar, depois que o árbitro anotou pênalti sobre Ananias. Assim, aos 25 minutos, o atacante Ricardo Jesus fez a cobrança para inaugurar a contagem.

Pouco depois, o Oeste tentou responder, mas desperdiçou chance incrível. Depois de defesa de Rodrigo Calaça, o rebote sobrou na pequena área para o atacante Tadeu, que erra o chute.

Antes do intervalo, a Lusa ampliou a vantagem. Aos 41 minutos, Henrique recebeu passe pela direita e bateu cruzado. A bola quicou no gramado e passou pelo goleiro Paulo Musse.

No intervalo, as duas equipes passaram por mudanças. Na Portuguesa, Jorginho tirou Boquita para a entrada de Rodriguinho. Já no Oeste, Cris deixou o jogo para dar lugar a Marcinho.

A alteração surtiu mais efeito para o time de Itápolis, que voltou melhor para o segundo tempo. Assim, aos dez minutos, o Oeste diminuiu a desvantagem. Depois de cruzamento da esquerda, a defesa da Portuguesa cochilou e Marcinho apareceu atrás da defesa para completar para as redes.

A partir daí, o time do interior passou a exercer forte pressão, exigindo boas defesas de Rodrigo Calaço, que não conseguiu evitar por muito tempo. Aos 20, Vanderson igualou a contagem.

A Lusa, então, se viu obrigada a buscar o ataque, mas sofreu a virada. Nos acréscimos, depois de cruzamento do ex-corintiano Abuda, Mazinho escorou de cabeça para Marcinho fazer o gol da vitória.