Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Fifa aplaude decisão do TAS contra seus ex-diretores

Redação Central, 12 mar (EFE).- A Fifa mostrou toda sua satisfação nesta segunda-feira com as recentes decisões do Tribunal de Arbitragem Deportivo (TAS), que, por sua vez, confirmou as sanções impostas aos ex-diretores da entidade, Amos Adamu e Amadou Diakite, e ao oficial de Tonga Ahongalu Fusimalohi, todos relacionados com casos de corrupção.

‘Os dois pronunciamentos do TAS corroboraram todas as decisões tomadas pela Comissão de Apelação da Fifa. A ratificação destas decisões ressalta mais uma vez a tolerância zero e a posição inequívoca da Fifa a respeito a qualquer infração de seu Código Ético’, assinalou a entidade em comunicado.

No último dia 24 de fevereiro, o TAS confirmou a sanção de três anos de inabilitação do nigeriano Amos Adamu, ex-integrante do Comitê Executivo da Fifa, acusado de aceitar pagamentos em troca de seu voto a favor na escolha dos países sede da Copa do Mundo de 2018 e 2022.

Anteriormente, o TAS também ratificou a decisão da Fifa de suspender durante dois anos o mali Amadou Diakite, integrante do Comitê de Árbitros da Fifa, que também foi considerado culpado de corrupção na escolha dos Mundiais de 2018 e 2022.

Já Ahongalu Fusimalohi, que era secretário-geral da Associação de Futebol de Tonga, foi suspenso pela Fifa durante de dois anos por ter violado vários artigos do Código Ético da entidade. EFE