Clique e assine a partir de 9,90/mês

Em Londres, seleção vai ter Thiago Silva, Marcelo e Hulk

Ausência mais surpreendente é a de David Luiz. Além dos 18 convocados que tentarão o ouro inédito, há mais quatro suplentes para os casos de contusão

Por Da Redação - 5 Jul 2012, 16h17

A seleção olímpica do Brasil

GOLEIROS

Rafael (Santos), Neto (Fiorentina)

DEFENSORES

Continua após a publicidade

Rafael (Manchester United), Danilo (Porto), Alex Sandro (Porto), Marcelo (Real Madrid), Bruno Uvini (São Paulo), Juan (Inter de Milão), Thiago Silva (Milan)

MEIAS

Rômulo (Spartak de Moscou), Sandro (Tottenham), Paulo Henrique Ganso (Santos), Lucas (São Paulo), Oscar (Internacional)

ATACANTES

Continua após a publicidade

Alexandre Pato (Milan), Hulk (Porto), Leandro Damião (Internacional), Neymar (Santos)

O técnico Mano Menezes divulgou nesta quinta-feira a lista com os dezoito jogadores que buscarão o inédito ouro olímpico para a seleção brasileira em Londres, com o zagueiro Thiago Silva, o lateral-esquerdo Marcelo e o atacante Hulk como os três atletas acima de 23 anos (ao lado, a relação completa). A grande surpresa foi a exclusão do zagueiro David Luiz, do Chelsea, considerado nome certo entre os “veteranos”. Além dos três nomes mais experientes escolhidos por Mano, os destaques da equipe que buscará o título nos Jogos Olímpicos, a partir do dia 26, são Neymar e Paulo Henrique Ganso, titulares do Santos e da seleção principal.

Além dos dezoito selecionados para Londres, foram chamados quatro suplentes, caso haja algum problema de contusão. São eles o goleiro Gabriel, do Milan, o zagueiro Marquinhos, do Corinthians, o volante Casemiro, do São Paulo, e o meia Giuliano, do Dnipro. Na semana passada, um desencontro de informações levou Valencia e Chelsea a anunciarem em seus sites oficiais que o goleiro Diego Alves e o zagueiro David Luiz estavam convocados para a competição. A CBF, porém, informou que, apenas enviou para os clubes, de maneira formal, a lista de 35 jogadores pré-convocados para disputar o torneio. O Fluminense foi outro envolvindo no incidente, ao comunicar a convocação do atacante Wellington Nem ao jogador, que chegou a comemorar sua escolha.

O Brasil é o cabeça de chave do grupo C, que também conta com Egito, Bielo-Rússia e Nova Zelândia. A estreia da seleção será no dia 26 de julho, contra os egípcios, em Cardiff. Três dias depois, enfrentará os bielorrussos, em Manchester. No dia 1º de agosto, os rivais serão os neozelandeses, em Newcastle. As duas melhores seleções se classificam para as quartas de final. Antes de iniciar a disputa do torneio olímpico, o Brasil joga um amistoso contra a seleção da Grã-Bretanha, no dia 20, em Middlesbrough. A outra seleção tradicional na disputa da medalha olímpica é a Espanha, que também terá jogadores conhecidos – como Jordi Alba e Juan Mata, campeões europeus no fim de semana – para reforçar seu elenco olímpico.

Continua após a publicidade

(Com agência EFE)

Publicidade