Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Cristóvão minimiza perseguição a Rodolfo e reforça apoio ao zagueiro

O novo revés sofrido pelo Vasco neste fim de semana trouxe mais um sério problema para o técnico Cristóvão Borges. O treinador agora terá que lidar com a perseguição da torcida ao zagueiro Rodolfo, que vem falhando nos últimos jogos do Cruz-Maltino e conquistou a antipatia dos torcedores cariocas.

Chateado por não estar demonstrando o seu melhor futebol nesta temporada, o defensor saiu de campo chorando e precisou conviver com as duras vaias toda vez que pegava na bola. Sem palavras para explicar a fase ruim que vive neste ano, o jogador se resguardou ao término do clássico diante do Botafogo e lamentou os seguidos erros cometidos.

‘Isso é um momento inédito na minha vida e na minha carreira. Eu nunca passei por isso e não sei como isso está acontecendo. Mas as pessoas que me conhecem sabem do meu caráter e do meu potencial. Só que no momento eu não tenho o que dizer, é complicado’, disse Rodolfo.

Protegido do técnico Cristóvão Borges, o atleta recebeu todo o apoio necessário do clube e teve seu papel no grupo valorizado pelo treinador. Nos próximos dias, o Vasco deverá designar o defensor para uma conversa em particular com especialistas, buscando um motivo que faça o zagueiro retomar a sua melhor forma na equipe.

‘É normal um jogador ter altos e baixos e nós vamos trabalhar com ele para saber o que está acontecendo. O nosso papel dentro do grupo é esse. Precisamos apoiar e dar todo o suporte para que o jogador consiga se recuperar e volte a demonstrar o seu melhor futebol’, declarou o comandante vascaíno.

Nesta quarta-feira, o Vasco retornará aos gramados para medir forças com o Libertad, do Paraguai, em mais um duelo válido pelo Grupo 5 da Copa Libertadores. Os cariocas precisarão superar o desfalque do meia Diego Souza, expulso na partida anterior, para dominar o ímpeto adversário e conquistar a vitória que dará uma tranquilidade maior no torneio continental.