Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Edifício na China tem o elevador mais rápido do mundo

Os elevadores alcançam a velocidade de 70 km/h. Na Arábia Saudita, o desafio é criar um equipamento que ultrapasse os 660 metros de altura

Por Da redação Atualizado em 11 out 2016, 18h47 - Publicado em 10 out 2016, 21h21

O segundo edifício mais alto do mundo não detém o recorde de altura, mas garantiu uma marca impressionante: o Shanghai Tower, na China, conta com o elevador mais rápido do planeta. O elevador do arranha-céu de 632 metros de altura se locomove a incríveis 20,5 metros por segundo, ou seja, pouco mais de 70 km/h.

LEIA MAIS:
Arábia Saudita terá maior arranha-céu do mundo: 1 km de altura
Londres vai ganhar a primeira ‘piscina-ponte’ do mundo

Se participasse de uma corrida, o elevador do Shanghai Tower seria seguido de perto pelo elevador do edifício CTF, na cidade de Guangzhou, com 530 metros de altura. A uma velocidade de 20 metros por segundo, o elevador vai do térreo ao 95º andar em apenas 45 segundos.

No CTF, os passageiros podem acompanhar a velocidade em um painel dentro do elevador, que conta com um sistema de ajuste de pressão de ar de alta tecnologia que evita o desconforto da brusca diferença de altitude e da força da gravidade, segundo a rede CNN.

Recorde de altura

O edifício Jeddah Tower, na Arábia Saudita, será o arranha-céu mais alto do planeta quando estiver finalmente pronto, em 2019. Por enquanto, os engenheiros se debruçam sobre o projeto em busca de um elevador eficiente para escalar os 1.000 metros de altura previstos para a torre.

O desafio é criar um equipamento com cabos suficientemente fortes para elevar os passageiros a uma altura superior aos 660 metros em uma única viagem. A fabricante finlandesa Kone está desenvolvendo um cabo de fibra de carbono capaz de quebrar esse recorde. Com um terço do peso dos cabos tradicionais, o ‘ultracabo’ permitirá que o visitante chegue aos últimos andares ‘habitáveis’ do prédio em apenas 52 segundo, diz a fabricante.

Segundo a rede americana CNN, os elevadorers do Jeddah Tower dificilmente serão mais rápidos do que os do Shanghai Tower. “Acredito que a velocidade máxima de uma cabine de elevador não pode ser maior do que 19 pés por segundo [24 metros por segundo], por causa da pressão do ar”, disse à CNN o engenheiro Albert So. De acordo com o especialista, se um elevador viajar mais rápido do que 24 metros por segundo, os passageiros não terão tempo suficiente para se acostumar à pressão do ar no topo do edifício – isso só seria possível se todo o edifício será pressurizado, como uma cabine de avião.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês