Mauricio Lima Radar on-line

Radar on-line

Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Severino Motta, Ernesto Neves e Pedro de Carvalho

sobre

O Radar publica informações exclusivas e bastidores de tudo o que for relevante. Da política à economia; do esporte à área cultural; do mundo dos negócios à segurança pública – tudo cabe neste espaço, desde que seja uma informação confiável e inédita.

O apelido da operadora

Por: Severino Motta

Entregadora do dinheiro

Ex-diretora financeira da SMP&B Simone Vasconcelos, que fazia pessoalmente pagamentos para parlamentares do mensalão, está sendo chamada de Si Money Vasconcelos por alguns ministros.

Voltar para a home
TAGs:

Comentários

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

*

  1. Rodolfo

    Si Money agora vai limpar COCÔ no Presídio Feminino para largar de ficar ROUBANDO o nosso dinheiro!

  2. toninho malvadeza

    Uma boa temporada na cadeia vai fazer bem pra ela.

  3. domingos roberto

    Pela fisionomia nota-se que corrupta, CANA NA QUADRILHEIRA.

  4. roberto ribeiro

    Tico tico ela não só estava em casa como sabia muito bem o naipe dos deputados (essa palavra diz tudo) envolvidos! TODOS beijaram a mão dela pra receber o punhado de dinheiro que cada um levou. Espero que sejam todos punidos, se possíivel com cadeia mesmo. O dinheiro , ah isso aí não tem jeito de recuperar.

  5. ivanor

    No fundo, no fundo até que o Delúbio fez uma boa previsão; As piadas de salão dos mensaleiros tão rendendo boas e espirituosas gargalhadas. Essa, então, Vale rio dez graça. Logo, logo se achega o Bob Jefferson cantando SY MONEY, yo te quiero…no se pierde por el rudo barbozal.

  6. Tico Tico x ESSA GENTE ORDINÁRIA QUE NOS GOVERNA

    Essa moça é do peru, encarou os parlamentares de igual para igual quando inquirida no fervo do mensalão. Estava em casa.