Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Paris: furtos provocam fechamento da Torre Eiffel

Funcionários da empresa que administra atração turística entraram em greve nesta sexta-feira por causa do aumento de crimes no local

Por Da Redação 22 Maio 2015, 14h38

Uma gangue que pratica furtos na Torre Eiffel, em Paris, provocou o fechamento do principal ponto turístico da capital francesa nesta sexta-feira. Os funcionários da empresa que administra a torre organizaram uma paralisação para protestar contra o aumento desse tipo de crime no local.

Leia também:

Confira os dez pontos turísticos mais visitados no mundo

Um funcionário informou à agência AFP que grupos ladrões, que chegam a somar cerca de 30 batedores de carteira, se reúnem sob o monumento. Não raro brigas entre as gangues provocam confusão e assustam turistas e funcionários. Em 2014, a Torre Eiffel recebeu mais de sete milhões de visitantes.

Outro funcionário contou que foi ameaçado por um batedor de carteira. “Ele disse: ‘por que você não nos deixa trabalhar… se isso continuar, você terá problemas!'”.

A empresa responsável pela atração turística comunicou que está trabalhando com a polícia parisiense para garantir a segurança dos funcionários e dos turistas que visitam a torre. Os trabalhadores querem garantias oficiais de que medidas estão sendo tomadas para inibir a ação dos bandidos.

A atração turística abre normalmente neste sábado.

Louvre – Esta não é a primeira vez que um ponto turístico de Paris é fechado por causa de batedores de carteira. Em abril de 2013, os funcionários do Museu do Louvre cruzaram os braços em protesto contra o aumento de furtos no local.

(Da redação)

Continua após a publicidade
Publicidade