Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Holanda tenta evitar execução de condenado na Indonésia

Todos os canais internacionais estão sendo usados para reverter decisão, diz chanceler

Por Da Redação
16 jan 2015, 17h14

O governo da Holanda, assim como o do Brasil, também está tentando livrar um cidadão da execução marcada para este fim de semana na Indonésia. No caso do Brasil, os esforços são para evitar a morte de Marco Archer Cardoso Moreira, condenado por tráfico de drogas. O cidadão holandês que está no corredor da morte é Ang Kiem Soei, condenado em 2003 por envolvimento na produção de ecstasy em um laboratório indonésio.

Em declarações divulgadas pela imprensa holandesa nesta sexta, o ministro de Relações Exteriores, Bert Koenders, afirma que todos os canais internacionais estão sendo usados para reverter a execução, incluindo pressão e alianças com outros países. “Estamos tentando fazer todo o possível para salvar a vida desse homem”, disse, segundo o NLTimes.

Leia também:

Em conversa com Dilma, presidente indonésio nega clemência a brasileiro

Continua após a publicidade

“Mereço mais uma chance”, diz brasileiro condenado na Indonésia

Anistia Internacional pede que Indonésia não execute brasileiro

O chanceler admitiu, no entanto, que o presidente indonésio, Joko Widodo, “está firme” em sua luta contra as drogas e insiste na pena de morte “como uma forma de lidar com o problema”.

Continua após a publicidade

A Anistia Internacional na Holanda solicitou ao governo da Indonésia que suspenda as execuções, entrou em contato com o embaixador indonésio na Holanda e pediu ação imediata do público.

Soei é um dos dois holandeses condenados à pena de morte na Indonésia por produção de ecstasy. Um terceiro cidadão holandês, condenado pelo mesmo crime, morreu na prisão.

Além de Soei e Moreira, um cidadão da Indonésia, um do Malaui, um da Nigéria e outro do Vietnã também tiveram seus pedidos de clemência negados em dezembro e a execução de suas penas marcadas para este fim de semana.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.