Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

5 pessoas morrem em ataque a helicóptero russo na Síria

O helicóptero foi atingido provavelmente por rebeldes, após levar ajuda humanitária à cidade de Aleppo

Por Da redação 1 ago 2016, 09h44

O governo da Rússia confirmou a morte de cinco pessoas, após um helicóptero militar do país ser derrubado na Síria. O Mi-8 foi abatido na província de Idlib enquanto retornava à base aérea, depois de entregar ajuda humanitária na cidade de Aleppo, informou em comunicado o Ministério da Defesa russo. Trata-se do incidente mais mortífero para os militares russos desde o início de seu envolvimento na guerra civil síria.

Não está claro quem foi responsável pelo incidente, porém, a queda ocorreu em uma região onde há forte presença de rebeldes tanto do braço da Al-Qaeda, conhecido como Frente Nusra, como de outros grupos. A Rússia é o principal parceiro do presidente sírio Bashar Assad e apoia forças governamentais em bombardeios contra os rebeldes.

Leia também:
Maternidade é bombardeada no norte da Síria
Líder da Frente Nusra anuncia ruptura com a Al Qaeda
Atentado do Estado Islâmico deixa dezenas de mortos na Síria

A Organização das Nações Unidas (ONU) estima que cerca de 300.000 pessoas estejam presas na zona de Aleppo controlada pelos rebeldes e, nesta segunda-feira, ativistas da oposição informaram que há intensos confrontos no local. Na semana passada, a Rússia e a Síria anunciaram a abertura de corredores humanitários para que civis e rebeldes que desejam se render deixem a zona de guerra, porém, poucas pessoas usaram a alternativa pelo medo de serem emboscadas.

(Com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade
Publicidade