Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

19 mil vítimas identificadas

Por Da Redação
21 nov 2008, 10h25

ReutersA China anunciou nesta sexta-feira que identificou 19.065 vítimas do terremoto de magnitude 8 que atingiu a província de Sichuan (sudoeste do país) no dia 12 de maio deste ano. O número equivale a pouco mais de um quarto do saldo total de mortes no desastre, de 69.000. Mais de cinco milhões de pessoas perderam suas casas no terremoto, o mais devastador do país em 30 anos. Outros 18.000 ainda estão desaparecidos e 2 milhões de residências continuam em ruínas.

A informação referente às vítimas identificadas foi revelada pelo vice-governador de Sichuan, Wei Hong, que negou relatos anteriores de que os números se referiam exclusivamente a crianças mortas na tragédia. “Como o número total de mortes no terremoto ainda está sendo checado, ainda não há um dado final a respeito dos estudantes”, disse Hong, segundo a agência de notícias chinesa Xinhua. A quantidade de crianças mortas tem ganhado destaque porque muitas das vítimas morreram soterradas em escolas.

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.