Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Pai de Beyoncé diz que crise familiar foi jogada de marketing

Mathew Knowles, ex-empresário da cantora, sugere que briga no elevador foi armada para aumentar venda de ingressos da turnê da filha com Jay Z

Por Da Redação
29 ago 2014, 11h16

Beyoncé e Jay Z faturaram alto em sua recente turnê em parceria, On the Run. Segundo o pai da cantora, Mathew Knowles, a venda dos ingressos para os shows da dupla foi aquecida pela comentada crise do casamento dos dois e pela tal briga no elevador, em que Jay Z foi atacado pela cunhada, Solange Knowles. Agressão que, ao que o patriarca sugere, foi orquestrada como uma grande – e bem-sucedida – jogada de marketing.

Leia também:

Jay Z, Beyoncé e Solange enfim falam de briga: ‘Superamos’

Nova música de Beyoncé cita briga em elevador

Continua após a publicidade

Em show, Beyoncé dá a dica de que foi traída por Jay Z

“Eles precisavam de algo para apimentar a turnê. Foi um truque Jedi. O Jedi engana sua mente por um tempo”, disse em entrevista à estação de rádio americana 104.1 KRBE, comparando o caso com os personagens místicos da saga Star Wars. “Tudo o que eu sei é que só se falou disso por muito tempo e em todos os lugares. Os ingressos venderam como água e as vendas do disco de Solange aumentaram 200%”, conta.

Apesar do parentesco com Beyoncé, Knowles, que já foi empresário da cantora no passado, época em que ela era parte do grupo pop Destiny’s Child, acabou demitido pela própria filha em 2010 e não acompanha sua carreira de perto desde então. Confira abaixo, em inglês, o vídeo da entrevista.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.