Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

No Carnaval de SP, camisetas pretas e punk rock

Por Meire Kusumoto Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
15 fev 2015, 17h51

É Carnaval, mas esqueça as roupas coloridas, as fantasias divertidas e as flores na cabeça. Em Pinheiros, bairro da Zona Oeste de São Paulo, o Bloco 77 – Originais do Punk reuniu na tarde deste domingo cerca de 1.500 pessoas, segundo estimativa da CET, com camisetas pretas, algumas com estampas de bandas de rock, coturnos e cabelos no estilo moicano.

Leia também:

Paulistanos trocam viagem por blocos em São Paulo

Continua após a publicidade

Alívio, suor e cansaço: confira imagens da dispersão em SP

Anderson Boscari, um dos criadores, contou que a ideia para o bloco foi simples: misturar marchinhas de Carnaval com punk rock. Ele e os amigos só não sabiam que a brincadeira fosse dar tão certo e atrair muitos outros amantes dessa mistura. Como o técnico de basquete Guilherme Junqueira, que gostou tanto do som no ano passado que decidiu voltar este ano. “É um bloco diferente, que faz adaptações muito legais das músicas. Neste ano, só pretendo ir nesse bloco, mesmo”, disse.

O grupo é formado por instrumentistas de percussão, que dão o tom do samba, um violonista e três puxadores/vocalistas, responsáveis por entoar canções como Cabeleira do Zezé adaptadas — “Olha o moicano do Zezé / será que ele é, será que ele é/ punk” –, além de músicas como A Turma, da banda Ratos de Porão. “Gostamos do Carnaval de rua, achamos que tem tudo a ver com o punk, por pregar a liberdade”, diz Anderson.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.