Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

João Gilberto enfrenta ação de despejo no Rio de Janeiro

Proprietária está irritada com empecilhos do músico à entrada de pessoas no apartamento, mesmo para obras de manutenção

Por Da Redação
28 jan 2011, 17h34

O sempre discreto João Gilberto, que vive recluso no Rio de Janeiro, vai ter que sair da toca. A dona do apartamento onde ele mora há quinze anos na quadra da praia do Leblon, a milionária italiana Georgina Maria Natividade Faucigny Bandolini d’Adda, entrou com uma ação de despejo na 24ª Vara Cível do Rio. Segundo o advogado dela, Paulo Roberto Moreira Mendes, Georgina pediu o apartamento de volta em dezembro. A princípio, João teria aceitado sair, mas depois mudou de ideia.

Até esta sexta-feira, João Gilberto não havia recebido a intimação do oficial de Justiça. O apartamento, que ele aluga por 8.000 reais, fica numa rua nobre no final do Leblon. Tem quatro quartos e duas salas distribuídas em 200 metros quadrados no 13º andar de um edifício de quinze, com quatro apartamentos por andar.

A ação de despejo é baseada no fim do último contrato de aluguel, assinado em 1º de julho de 2005, e na Lei do Inquilinato, que permite ao proprietário pedir o imóvel de volta no fim do contrato. Georgina não tem intenção de morar na cidade, mas ficou chateada com os empecilhos que João impõe à entrada de pessoas estranhas no apartamento, mesmo que sejam profissionais para realizar obras de manutenção.

Na ação, Georgina pede que João seja também condenado a pagar as custas do processo, não inferiores a 20% do valor da causa, que é de 84.000 reais. Raramente João Gilberto é visto no prédio. Ele costuma tocar violão de madrugada e pouco sai de casa. Quando deixa o apartamento, usa um táxi que para dentro da garagem do prédio.

Continua após a publicidade

João completa 80 anos em junho. Esse é o primeiro processo que se tem notícia contra o músico por razões não profissionais. O mais comum na vida do baiano são disputas judiciais provocados pela sua ausência em shows, sob alegação de não haver condições técnicas para se apresentar.

(Com Agência Estado)

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.