Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Globo inicia hoje programação do cinquentenário

'O Canto da Sereia', série de 2013, será exibido em formato de telefilme no especial 'Luz, Câmera, 50 Anos'

Por Da Redação
6 jan 2015, 10h19

O aniversário é só em abril, mas, para efeito de programação, os 50 anos da Globo começam a ser comemorados nesta terça-feira, 6, e vão se estender à grade de todo 2015 da emissora. Luz, Câmera, 50 Anos, sessão que estreia hoje, após a novela Império, resgata em formato de telefilme doze títulos de ficção do acervo da casa. O pacote inclui desde a primeira minissérie produzida na emissora, Lampião de Maria Bonita, de 1982, até A Teia, enredo policial com Paulinho Vilhena e João Miguel, exibida no início do ano passado.

A abertura da lista será feita por O Canto da Sereia, de 2013, com Ísis Valverde. Anos Dourados (1986) é a segunda mais antiga da lista, que inclui ainda dois seriados – Ó Paí, Ó, com Lázaro Ramos e Wagner Moura, e Força Tarefa, com Murilo Benício. O pacote conta também com O Primo Basílio, As Noivas de Copacabana, O Pagador de Promessas, Maysa e Dalva & Herivelto. A exibição segue a faixa de terça a sexta-feira.

Antes que a nostalgia noturna se encerre, a Globo põe no ar, no Vale a Pena Ver de Novo, a reprise de O Rei do Gado, novela de Benedito Ruy Barbosa, com direção de Luiz Fernando Carvalho, bela produção de 1996. A escolha, valendo a partir do dia 12, também foi atribuída aos cinquentenário.

Leia também:

Falabella e Cissa Guimarães voltam ao ‘Vídeo Show’ pelos 50 anos da Globo

Continua após a publicidade

Ainda sem data de estreia definida, o Vídeo Show, programa que se dedica aos bastidores das produções da casa, trará de volta nomes que consagraram sua história, a começar por Miguel Falabella e Cissa Guimarães, chegando a André Marques e outras referências do passado, sem perder de foco os apresentadores atuais, Zeca Camargo e Otaviano Costa. Ao programa caberá uma dose permanente de celebrações da história da emissora, durante o ano inteiro, com direito a surpresas.

De alguma forma, a ideia é encaixar todas as produções de 2015 no cinquentenário. Babilônia, por exemplo, próxima novela das nove, de Gilberto Braga, Ricardo Linhares e João Ximenes Braga, há de remeter a outro antigo sucesso da história da Globo, reeditando o par romântico entre Glória Pires e Cássio Gabus. O casal fez barulho em Vale Tudo, escrita pelo mesmo Gilberto, com Aguinaldo Silva, há 26 anos. De novo, ela será a golpista que se casa com ele de olho na conta bancária. E, de novo, ele cai na cantada dela.

Após Babilônia, a Globo aquece as expectativas com a volta de João Emanuel Carneiro à faixa das nove. O autor de Avenida Brasil retorna com Favela Chique (título provisório), com direção de Amora Mautner. Até o Tá no Ar, humorístico, que volta à tela em fevereiro, inclui tributos aos 50 anos, na voz do crítico da “Rede Globo de Televisão”, o nordestino acadêmico vivido por Marcelo Adnet.

(Com Estadão Conteúdo)

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.