Clique e assine a partir de 9,90/mês
Publicidade

Notícias sobre Ceagesp

Ceagesp
Economia

Chuvas geram perdas de R$ 20 mi e 7 mil toneladas de alimentos na Ceagesp

Por Felipe Mendes - Atualizado em 12 fev 2020, 15h07 - Publicado em 11 fev 2020, 17h17
Chuva devastou parte dos alimentos no maior entreposto da América Latina, entre frutas, legumes e verduras
61569482_1102622959946823_6677579779023044608_n
Economia

Decreto de Bolsonaro abre caminho para privatização da Ceagesp

Por Diego Freire - Atualizado em 7 out 2019, 05h17 - Publicado em 7 out 2019, 03h20
Com terceiro maior centro de distribuição de alimentos do mundo, estatal é incluída no Programa Nacional de Desestatização após anos de prejuízos
Até o dia 9, o entreposto ficará aberto 24 horas para facilitar a descarga de mercadorias e normalizar o abastecimento após a greve dos caminhoneiros
Maior parte do produto consumido na capital paulista vem do Paraná e, com paralisação de caminhoneiros, o item não chegou às prateleiras
Entreposto registrou a chegada de cerca de 500 caminhões carregados de produtos diversos vindos de regiões próximas à capital paulista
Movimento no Ceagesp
Economia

Ceagesp precisa de sete dias para ter abastecimento normalizado

Por Redação - Atualizado em 30 maio 2018, 17h30 - Publicado em 30 maio 2018, 16h41
Entreposto registrou a chegada de cerca de 500 caminhões carregados de produtos diversos vindos de regiões próximas à capital paulista
Sueli Nakamura – Ceagesp
Economia

‘A mercadoria não vem, e os clientes não chegam’, diz vendedora da Ceagesp

Por Da Redação - Atualizado em 10 dez 2018, 09h16 - Publicado em 28 maio 2018, 17h17
Sueli Nakamura, que há 15 anos vende hortifrútis no entreposto, vai deixar de trabalhar se a greve não acabar; local tem recebido apenas 10% dos caminhões
Greve dos caminhoneiros
Economia

Ceagesp recebe apenas 10% do volume comercializado por dia

Por Redação - Atualizado em 10 dez 2018, 09h16 - Publicado em 28 maio 2018, 15h15
Frutas, legumes, verduras, carnes, frios, leite e derivados estão entre os produtos mais afetados com a paralisação dos caminhoneiros
Aumento de custos é reflexo da greve dos caminhoneiros; mesmo com fim da paralisação, normalização do abastecimento deve levar de 2 a 3 dias
Produtos como manga, mamão, melão, melancia e batata estão chegando em menor quantidade no entreposto paulista
Publicidade