Clique e assine a partir de 9,90/mês

Time russo do revezamento perde medalha de Pequim-2008

Corredora que disputou os 4x400 foi flagrada em revisão de exames antidoping. Outros dois atletas do país também foram desclassificados

Por Da redação - 20 Aug 2016, 12h12

O time russo do revezamento 4×400 feminino perdeu neste sábado a medalha de prata conseguida nos Jogos de Pequim, em 2008. A decisão do Comitê Olímpico Internacional (COI) se dá porque a corredora Anastasia Kapachinskaya foi flagrada em processos de reanálise de exames antidoping das duas últimas Olimpíadas.

Ao todo, três atletas russos foram desclassificados: Alexander Pogorelov e Ivan Yushkov, além de Anastasia. Ela testou positivo para as substâncias proibidas estanozolol e turinabol – a última, responsável pela produção do hormônio testosterona. Ela disputou as provas do revezamento 4x400m e 400m rasos, nas quais terminou em segundo e quinto lugares, respectivamente. Sendo assim, o quarteto russo perde a medalha de prata, herdada pela equipe bielorrussa.

Pogorelov terminou na quarta posição do decatlo de Pequim 2008. O atleta, atualmente com 35 anos, também testou positivo para turinabol, esteróide anabolizante responsável pelo aumento da massa muscular e da força.

Já Ivan Yushkov, de 35 anos, ficou com o décimo posto no arremesso do peso. Foi desclassificado pelo uso de estanozolol, oxandrolona e turinabol, substâncias que ajudam no ganho de massa magra e perda de gordura.

Continua após a publicidade

Na última terça-feira, o COI já havia divulgado o doping da russa Yuliya Chermoshanskaya por duas substâncias anabolizantes. Ela foi flagrada na mesma campanha do COI de reanalisar os testes dos Jogos de 2008 e 2012. Dessa forma, a Rússia, que havia conquistado o ouro no 4x100m feminino perdeu a medalha.

Publicidade