Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Após derrota no clássico, Fluminense já foca no Zamora

A derrota de 2 a 0 para o Flamengo na noite de domingo não abalou a torcida do Fluminense, que cantou o hino do clube logo após o apito final. Nada surpreendente pelo fato de o Tricolor ter jogador com uma equipe praticamente composta por reservas, reforçada apenas do goleiro Diego Cavalieri, da dupla de zaga e do volante Diguinho.

Tudo porque o foco neste momento é a disputa da Copa Libertadores. Depois de derrotar os argentinos Arsenal, por 1 a 0, e Boca Juniors, por 2 a 1, o time vai receber o Zamora, da Venezuela, nesta quarta-feira, às 19h45 (de Brasília), no Estádio Olímpico João Havelange, o Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ), pela terceira rodada do Grupo 4.

Abel Braga, técnico do Fluminense, admitiu após a partida contra o Flamengo que o foco está todo no confronto diante dos venezuelanos. Ele minimizou o tropeço no clássico, que tirou a equipe da zona de classificação para as semifinais da Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca.

Vale lembrar que o Tricolor, por ter vencido a Taça Guanabara, primeiro turno, está garantido na decisão do Estadual.

‘Nós lutamos muito para conseguir ganhar do Flamengo e até corri o risco de escalar alguns jogadores que fariam muita falta na Libertadores se não pudessem ser escalados, como o Diguinho. Mas o importante para nós é realmente derrotar o Zamora e aproximar ainda mais a classificação para as oitavas de final da Libertadores’, disse Abel Braga.

Os jogadores do Fluminense concordaram com o comandante. ‘Nós precisamos estar focados na partida de quarta-feira, pois queremos muito garantir a classificação o mais rapidamente possível na Copa Libertadores. Ganhando este duelo vamos nos aproximar do objetivo’, afirmou Diguinho.

Para a partida de quarta-feira Abel Braga terá a sua disposição os laterais Bruno e Carlinhos, o meia brasileiro naturalizado português Deco e os atacantes Wellington Nem e Fred. A dúvida que persiste é quanto ao aproveitamento do apoiador Thiago Neves, que vem sofrendo com uma lesão na coxa direita.

A definição da equipe que vai a campo será feita apenas nesta terça-feira, quando Abel Braga vai comandar a única atividade tática antes do duelo contra os venezuelanos. Caso Thiago Neves seja vetado, Lanzini e Wagner surgem como opções para auxiliar Deco na criação de jogadas. Outra possibilidade é recuar Wellington Nem e escalar Rafael Sobis ou Rafael Moura no ataque, ao lado de Fred.