Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ciência explica por que rena do Papai Noel tem nariz vermelho

O nariz das renas fica mais avermelhado graças a uma densidade maior de vasos sanguíneos que ajudam a manter a temperatura nasal ideal nas temperaturas extremas

Cientistas da Holanda e da Noruega, cheios de espírito natalino e um pouco de tempo livre, resolveram testar em laboratório o porquê do nariz da famosa rena Rudolph, líder do trenó do Papai Noel, ser vermelho. Na história criada em 1939 pelo escritor americano Robert May, depois incorporada ao folclore de vários países, foi graças à vermelhidão de seu nariz que Rudolph se tornou guia das demais renas, principalmente durante tempestades. Na vida real, os cientistas das Universidades de Roterdã, na Holanda, e de Tromsø, na Noruega, descobriram que a cor distinta do nariz das renas que habitam a região Ártica da Noruega se deve a uma densa concentração neste órgão de glóbulos vermelhos, células do sangue responsáveis pelo transporte de oxigênio. Por mais que pareça brincadeira, a pesquisa foi publicada nesta segunda-feira no respeitado periódico British Medical Journal (BMJ).

CONHEÇA A PESQUISA

Título original: Why Rudolph’s nose is red: observational study

Onde foi divulgada: revista British Medical Journal (BMJ)

Quem fez: Can Ince, Anne-Marije van Kuijen, Dan Milstein, Koray Yürük, Lars Folkow, Wytske Fokkens, Arnoldus Blix

Instituição: Universidades de Roterdã, na Holanda, e de Tromsø, na Noruega

Dados de amostragem: 2 renas, 5 adultos saudáveis e 1 paciente com pólipos nasais

Resultado: densidade de vasos sanguíneos das renas no nariz é 25% maior que nos humanos, mantendo a temperatura nasal ideal nas temperaturas extremas

De acordo com a equipe de cientistas, o nariz da rena é vermelho por ser rico em microvasos por onde passam grandes quantidades de células vermelhas do sangue (hemácias). São essas células que ajudam a proteger o órgão de possíveis congelamentos, e ainda auxiliam a regular a temperatura do cérebro. Essa “microcirculação nasal”, portanto, seria essencial para que Rudolph conseguisse “puxar o trenó do Papai Noel” em temperaturas extremas.

Pesquisa – Segundo o estudo, a presença desses microvasos no nariz são vitais para o fornecimento de oxigênio, para o controle de inflamações e para a regulação da temperatura. Poucos estudos, no entanto, haviam avaliado a função desses microvasos com detalhes. Por saber o quão importante esse mecanismo de regulação é para as renas, os pesquisadores foram investigar se o nariz vermelho de Rudolph se devia, de fato, à “microcirculação nasal altamente densa e rica” – quando comparado aos narizes humanos.

Com um microscópio de vídeo portátil, eles primeiramente avaliaram os narizes de cinco humanos. Descobriu-se que a densidade de vasos sanguíneos era de 15 milímetros por milímetro quadrado. Quando a mesma técnica foi aplicada nos narizes de duas renas, a densidade foi 25% maior. Isso indica uma concentração muito rica de células vermelhas sanguíneas.

Imagem em infravermelho mostra o nariz vermelho da rena

Imagem em infravermelho mostra o nariz vermelho da rena (/)

Os pesquisadores descobriram também uma densidade elevada de glândulas mucosas espalhadas pelos narizes das renas. Isso leva a manutenção de “uma temperatura nasal ideal durante as mudanças climáticas e temperaturas extremas.” Essa alta densidade também é responsável pelo transporte de fluidos e age como uma barreira de proteção.

Em um segundo passo, foram usadas imagens térmicas via infravermelho. Essas imagens mostraram que as renas, de fato, têm narizes vermelhos. “A microcirculação da mucosa nasal das renas é ricamente vascularizada e 25% mais densa do que em humanos”, dizem os autores. “Esses fatos explicam por que o nariz de Rudolph é vermelho e bem adaptado a fazer seus deveres, mesmo em temperaturas extremas.”

Embora a conclusão e o método empregado sejam sérios, o tom de brincadeira fica claro no fim do estudo, quando os cientistas agradecem o “suporte entusiasmado” de Papai Noel. “Ele estava tão interessado quanto a gente em descobrir o segredo do nariz vermelho de seu amigo”, escreveram.