Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

O enorme valor da tropa de voluntários dos megaeventos

Reportagem de VEJA desta semana indica que pode vir a se disseminar aqui um hábito que está no DNA de outros países: doar o tempo em prol do bem comum

Por Helena Borges e Nathália Butti com reportagem de Gabriele Jimene
24 fev 2013, 11h23

Nas últimas semanas, mais de 250.000 brasileiros passaram boa parte do tempo na frente do computador, dormindo pouco e digitando muito. Trata-se do pontapé inicial no gigantesco processo de seleção em que meio milhão de pessoas vão disputar 200.000 cobiçadíssimos postos de trabalho ao longo dos próximos três anos. Tudo isso para não receber um tostão. O que atrai essa gente toda é a chance de pendurar um crachá de voluntário de um (dois, três) dos megaeventos internacionais com sede no Brasil. O volume de candidatos nas duas seleções prestes a ser encerradas – a da Copa das Confederações, em junho, e a da Jornada Mundial da Juventude, em julho – é indício de que pode vir a se disseminar no Brasil um hábito que está no DNA da população de muitos outros países: o de doar seus préstimos onde quer que se façam necessários. É verdade que a turma atual, em boa parte neófita no ramo, deseja mais do que tudo respirar o mesmo ar de seu ídolo e ingressar numa tribo globalizada que coleciona tantos broches quantos carimbos no passaporte. Mas na natureza até do trabalho voluntário mais inconsequente está embutido o germe da contribuição pessoal desinteressada, um tipo de atitude a ser cultivada em uma sociedade. “A formação de uma tropa de voluntários é um dos mais excepcionais legados das grandes competições para um país”, diz o australiano Craig McClatchey, um dos maiores especialistas em gestão de eventos esportivos.

VEJA ouviu uma leva dos já aprovados, em sua maioria gente que nos últimos anos se acostumou a pular de evento em evento mundo afora, fazendo de graça todo tipo de serviço (inclui-se aí faxinar vestiários e lavar pratos) em troca de conhecer novas culturas, aprender idiomas, engatar amizades e formar uma rede de contatos global.

Para ler a continuação dessa reportagem compre a edição desta semana de VEJA no IBA, no tablet ou nas bancas.

Outros destaques de VEJA desta semana

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.