Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

A farra dos marajás

Mais de 5 000 servidores federais recebem além do limite legal. A diferença daria para pagar por um mês a 400 000 aposentados que ganham salário mínimo

Desde a década de 80, quando um político alagoano se lançou no cenário nacional com a fantasia de “caçador de marajás”, o Brasil tenta acabar com a praga dos supersalários de uma minoria de servidores públicos. Até hoje, não deu certo. Na semana passada, o Senado deu um passo importante nessa direção ao aprovar um pacote de três projetos que passa a incluir no teto constitucional (33.763 reais mensais) a maioria dos penduricalhos desse grupo.

Um levantamento de VEJA entre todos os funcionários públicos da ativa do Judiciário, do Executivo e do Legislativo federais mostra o tamanho do problema. A pesquisa identificou os 5.203 servidores que ganharam acima do teto em setembro. O prejuízo aos cofres públicos chega a 30 milhões de reais em um único mês. E isso sem contar aposentados, pensionistas, nem os três poderes nos níveis estadual e municipal. A diferença de 360 milhões de reais por ano daria para pagar por um mês a 400.000 aposentados que ganham o salário mínimo. Repetindo: 400.000.

Nos casos mais gritantes, um único servidor chegou a receber mais de 100 000 reais em um mês. Despontam entre os marajás figuras como o ministro do Planejamento, Dyogo de Oliveira. O drible no teto constitucional ocorre, na maior parte das vezes, em razão de uma miríade de benefícios.

Leia aqui as respostas de instituições à reportagem

Para ler a reportagem na íntegra, compre a edição desta semana de VEJA no iOS, Android ou nas bancas. E aproveite: todas as edições de VEJA Digital por 1 mês grátis no Go Read.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Carlos Marques

    Parabéns à Veja pela reportagem corajosa, que faz reviver os melhores dias da revista. Mas não se iludam! Sei que Veja não teme nem treme…. Represálias certamente virão!

    Curtir

  2. Marco Aurelio Jandelli

    Isto tudo sem contar com servidores com salários de $ 5 mil à $10 mil apenas para bater carimbo.

    Curtir

  3. ViP Berbigao

    Tá ca li pau nesses inúteis! Sanguessugas do c.

    Curtir

  4. ViP Berbigao

    Diante dos salários do Magistrado e do Promotor dá pena das outras figuras. kkk E de n´s pobres mortais então somos o capacho q eles usam para limpar suas sandálias da humildade!!!
    Viva a MONARQUIA DA TOGA!!!

    Curtir

  5. Por Que a Veja já tirou essa matéria da Front Page? Já estão sofrendo pressão ou chantagem?

    Curtir

  6. Jair Santos Silva Filho

    Veja não se acovarde. Esta reportagem lhe engrandece.

    Curtir

  7. Mario Macedo

    alguns usam armas de fogo outros a caneta, do mesmo modo estamos ferrados

    Curtir

  8. Mario Macedo

    alguns usam armas outros a caneta, mas, no final nós é que pagamos.

    Curtir

  9. Carlos André Studart Pereira

    Remuneração de um famoso magistrado brasileiro:

    1) Janeiro de 2015 – R$76.700,26;
    2) Fevereiro de 2015 – R$65.084,82;
    3) Março de 2015 – R$36.109,08;
    4) Abril de 2015 – R$77.423,66;
    5) Maio de 2015 – R$34.124,28;
    6) Junho de 2015 – R$34.124,28;
    7) Julho de 2015 – R$63.694,36;
    8) Agosto de 2015 – R$50.849,53;
    09) Setembro de 2015 – R$82.370,19;
    10) Outubro de 2015 – R$34.124,28;
    11) Novembro de 2015 – R$63.071,83;
    12) Dezembro de 2015 – R$34.124,28.
    ______________
    1) Janeiro de 2016 – R$87.194,79;
    2) Fevereiro de 2016 – R$34.124,28;
    3) Março de 2016 – R$34.124,28;
    4) Abril de 2016 – R$79.381,11;
    5) Maio de 2016 – R$36.107,57;
    6) Junho de 2016 – R$82.370,19;
    7) Julho de 2016 – R$43.773,46;
    8) Agosto de 2016 – R$42.528,41
    09) Setembro de 2016 – R$43.547,20;
    10) Outubro de 2016 – R$34.209,28;
    11) Novembro de 2016 – R$63.156,83;

    Curtir