Blogs e Colunistas

31/12/2012

às 19:00 \ Política & Cia

PEC-300: emenda que aumenta salário de PMs continua mobilizando deputados

Publicado originalmente em 13 de março de 2011.

Amigos, como já escrevi anteriormente, há temas em andamento que, por sua relevância, procuro acompanhar com mais frequência, mostrando sua evolução aos leitores da coluna.

Venho fazendo isso com a crescente pressão de deputados de diferentes partidos, inclusive da base do governo, para que o presidente da Câmara, Marco Maia (PT-RS), coloque em votação – já em segundo turno, depois do que a matéria segue para o Senado – a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) nº 300, de 2008, que equiparava os salários dos policiais militares e bombeiros de todos os Estados ao que recebiam os PMs do Distrito Federal, os mais bem pagos do país.

Esse parâmetro foi modificado e o valor remetido a uma futura lei, mas, em negociações entre líderes partidários, ficou estabelecido que não seria menor do que 3.500 reais.

A Câmara aprovou a proposta, em primeiro turno de votação, em julho do ano passado por avassaladores 349 votos a zero.

Custo para o Tesouro: 40 bilhões de reais

Como já procurei mostrar em posts anteriores, a PEC 300, à qual foram juntadas propostas semelhantes ou afins de outros deputados, cria um fundo de 12 bilhões de reais com percentagens de impostos federais para bancar os custos iniciais da implementação do aumento. Dispõe ainda que caberá ao governo federal complementar os novos salários dos PMs e bombeiros enquanto os Estados, encarregados da segurança pública pela Constituição, não puderem assumir a despesa. Isso tudo, calcula-se, representará um custo de 40 bilhões de reais para o Tesouro.

O pinga-pinga de deputados solicitando formalmente à Mesa da Câmara que se inclua a PEC 300 na Ordem do Dia da Casa – para discussão e votação – é quase diário.

A pressão dos deputados para votar

Três deputados haviam apresentado requerimento no dia 10 do mês passado: dois da oposição – Andreia Zito (PSDB-RJ) e Romero Rodrigues (PSDB-PB) – e um da chamada “base aliada” do governo, Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP), autor original da PEC. A eles juntaram-se no dia 17 mais dois deputados aliados do governo, Doutor Ubiali (PSB-SP) e Nilda Gondim (PMDB-PB). Na dia seguinte, pingou mais um requerimento, de outro aliado, Otoniel Lima (PRB-SP). Mais à frente, outros dois, o do governista Aguinaldo Ribeiro (PP-PB) e do oposicionista Sandro Alex (PPS-PR). Na semana passada, mais quatro, dois governistas – André Moura (PSC-CE) e Oziel Oliveira (PDT-BA) – um da oposição, Francisco Francischini (PSDB-PR), e o supostamente independente Roberto Lucena (PV-SP).

Essa mobilização, que tende a aumentar, aperta os parafusos do presidente da Câmara, aliado do governo, num período em que a presidente Dilma anuncia profundos cortes no Orçamento para fazer frente à disparada da inflação.

A Câmara assumiu um compromisso do qual não pode fugir

 

O Planalto quer que Maia empurre o quanto puder com a barriga a data da decisão em segundo turno, mas, como se tem visto, cresce a cada dia o número de requerimentos para que se vote logo a PEC, e o presidente da Câmara tem limites para fingir que não existe essa pressão.

O fato incontornável é que a Câmara, por unanimidade de seus membros que compareceram à sessão de julho de 2010 e aprovaram a PEC em primeiro turno, assumiu um compromisso com as corporações de policiais militares e bombeiros, criando em centenas de milhares desses profissionais a expectativa de uma substancial melhora de salário e de vida.

Se há recursos ou não, é algo que a responsabilidade dos representantes do povo deveria tê-los levado a examinar a fundo antes da votação. Mas os deputados podem perfeitamente, por disporem de poder constitucional para isso, não aprovar a PEC em segundo turno. O que não tem cabimento, agora, é fingir que o primeiro turno não existiu — e não votar a matéria.

Leia post mais recente sobre o assunto aqui.

Deixe o seu comentário

Aprovamos comentários em que o leitor expressa suas opiniões. Comentários que contenham termos vulgares e palavrões, ofensas, dados pessoais (e-mail, telefone, RG etc.) e links externos, ou que sejam ininteligíveis, serão excluídos. Erros de português não impedirão a publicação de um comentário.

» Conheça as regras para a aprovação de comentários no site de VEJA

1.908 Comentários

  1. Jose Mauro de Oliveira

    -

    21/10/2014 às 15:26

    Nos funcionarios publico temos um precatorio da trimestralidade de perca salarial que esta rolando a mais de 20 anas na Justiça ,todas as vesperas de eleiçoes os politicos usam esses precatorios dizendo que irao pagar , tudo mentira entra governo e sai e resolve nada.

  2. dirceu

    -

    05/10/2014 às 12:23

    Comentando sobre a pec-300, é tudo mentira que a policia militar ganha pouco.Um coronel da olicia militar esta ganhando aproximadamente R$ 17.000,00 e um sargento R$ 4.000,00 e assim vai por diante sendo que os oficiais dentro do quartel é logico com exeção só tem PARASITAS.É um vegonha as pessoas querem interferir nos estados para beneficias certo seguimento da sociedade que pertence ao estado. LAMENTAVEL,ABOMINÁVEL!!!

  3. geroldo zanon

    -

    11/09/2014 às 9:48

    Se aumento fosse para os deputados e senadores já teriam aprovado no 1ºdia

  4. João

    -

    06/07/2014 às 17:13

    O brasileiro,acredita em tudo:Em papai Noel em Seleção brasileira; em político corrupto; em apresentadores de televisão que ganham milhões para enganá-los. Mas,ignora todos os bens sociais: educação, saúde,segurança e etc

  5. lucia

    -

    26/05/2014 às 9:33

    As viuvas terão direito aos abonos salarias?

  6. geroldo zanon

    -

    24/05/2014 às 9:26

    Os policias nunca vão ser bem renumerados eles só prendem PETISTAS

  7. edson

    -

    08/05/2014 às 19:36

    é só ver a quantidade de comentários para se ter ideia da dimençao,há três maneiras de combater a criminalidade no brasil,são :criar uma única policia,igualar os salários e mudar as leis criminais.

  8. Wagner Pereira da Silva

    -

    09/04/2014 às 18:10

    O governo Dilma (PT) precisa encarar esse problema de frente, e não ficar correndo dele, se continuar a ignorar essa situação, as coisas somente vão piorar.

  9. Leniéverson Azeredo

    -

    09/03/2014 às 19:46

    Em que pé está a PEC 300, hein?

    O presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Alves (PMDB-RN), continua enrolando PMs e bombeiros de todo o país. Prometeu que o segundo turno de votação da PEC aprovada em primeiro turno há anos se daria em SETEMBRO passado — e nada.

  10. DOM FLORI SPECTRUM

    -

    18/12/2013 às 13:55

    Uma greve geral em todas as polícias paralisa o Brasil em 2014 e rapidinho, ano de eleição, os políticos em Brasília votarão a PEC 300. O Liberdade Igualdade Fraternidade apoia a greve geral de todas as polícias em todos os estados do Brasil, já.

  11. jose saulo

    -

    18/12/2013 às 11:32

    Essa PEC não passa de um engodo político

  12. Alecio

    -

    22/11/2013 às 20:41

    Vejo que quando chegar as eleições do ano que vem, recomeçam tudo de novo… e não chega a lugar nenhum. é sempre assim.

  13. benedito>eugenio dos santos

    -

    12/10/2013 às 19:12

    Vôcesis acreditam Nessa pac 300 a hora Q morrer vai sair ano Q vem a eleição ta todos dizendo Q estão estão lutando mas deixa passar as eleições tudo se acalma novamente abração de um P M de73 anos

  14. Alaércio Flor

    -

    08/10/2013 às 10:46

    Não publico convocatórias a greves, a abaixo-assinados, manifestos e coisas semelhantes, caro Alaércio.

  15. JACINTO

    -

    30/09/2013 às 17:52

    Caro Jacinto, por ser contra as regras do blog, não podemos publicar comentários escritos em letras maiúsculas. Contamos com sua compreensão. Abraços

  16. Carrasco sincero

    -

    25/09/2013 às 17:58

    O Policial, na minha opinião, deve ser o profissional mais bem remunerado, depois do Médico, pois desempenha um papel VITAL em nossa sociedade, devendo seu aumento de salário ser considerado um Investimento Coletivo de Grande Interesse Nacional. O Imposto Sobre Grandes Fortunas poderia custear aumentos periódicos tranquilamente!

  17. Valdson F. Dantas

    -

    22/09/2013 às 18:42

    Valdson f.Dantas.Itabuna 22/09/13.
    Eu tenho duas certezas.Uma dessa equiparação nunca se dar.Outra é que o congresso nunca votará esta matéria.As pirotecnias nossa,faz desconfiar-nos dos mais sábios.Todas as falas dos políticos,são fantasiosas.E sem contarmos com os “policiais”,da reserva,pensionistas,reformados,que significa “aposentados.’,mas nesta hora para ficar mas difícil á aprovação da lei, eles individualizam para se tornar mas improvável o engodo.Não posso esperar por tal fantasia.Abraços deste Baiano.

  18. Tirone Delgado

    -

    23/08/2013 às 15:06

    Isto deve ser compreendido de varias formas mas os pisos nacionais de policiais e enfermeiros, somente pra citar, são tentativas de dignificar por cima algo que os estados não querem fazer. A verdade é que se somos assim, tão ricos como propalam nossos dirigentes deveríamos ter coragem de remunerar melhor nossos defensores, os professores por exemplo, que já foram “beneficiados”. Receber 3.500,00 pra defender a sociedade as vezes não faz qualquer sentido.

  19. DARIO CORREIA NUNES

    -

    15/08/2013 às 18:21

    parece que a provação da PEC 300, representa um pecado ou maldição para os nossos Deputados , na proxima eleição, precisamos repensar nossos votos, pra não alimentamos , aqueles que de fato são malditos . Façamos voltar para casa quem não votar na PEC 300

  20. DARIO CORREIA NUNES

    -

    15/08/2013 às 18:13

    Para nos policiais militares, fica cada dia mais dificil acreditar nos politicos brasileiro, a única certeza que temos e que a morte tragica nos cerca todos os dias , e que os nossos familiares, sofreram pelo descaso do estado. Na proxima eleição diga não ao quem disse não a PCE 300

  21. DARIO CORREIA NUNES

    -

    15/08/2013 às 17:51

    Caro Dario, não publicamos comentários escritos em letras maiúsculas, conforme as regras do blog, que podem ser conferidas aqui: http://goo.gl/u3JHm. Abraços

  22. DARIO CORREIA NUNES

    -

    15/08/2013 às 17:45

    Caro Dario, não publicamos comentários escritos em letras maiúsculas, conforme as regras do blog, que podem ser conferidas aqui: http://goo.gl/u3JHm. Abraços

  23. januario SP

    -

    11/08/2013 às 17:18

    Obrigado SETTI, por dar a materia a verdade, mais nossssa presidenta vai ouvir.

  24. Plínio Santos

    -

    30/07/2013 às 21:38

    Acompanhei a votação da PEC 300 no Congresso Nacional, os senadores por unanimidade e a Câmara quase na totalidade aprovaram a mesma. Porquê então ela não é sancionada pela presidente Dilma ??

  25. Jose Serafim Barbosa Reis

    -

    13/07/2013 às 20:24

    Na verdade os governos não se preocupam com os policiais é por que a ditadura nunca caiu apenas camuflou para quem não sabe a bíblia é uma obra de filosofia e estratégia militar em nome da monarquia europeia que controlam a sociedade através de sociedades secreta (maçonaria) também nas fardas dos policiais esta o triangulo maçom e o brasão do papa, logo maçonaria e igreja é a mesma coisa resumindo (monarquia, reino unido) todo policial sabe que as policias militares são reservas dos exércitos assim eles dão a mínima pela policia, pois se a policia fizer greve eles colocam exércitos nas ruas como se exército fosse preparado para lidar com cidadania se bem que as policias não são preparados para muita coisa apena para cumprir ordens se e somente se o povo não acordarem logo tudo vai para o espaço, se bem que estamos no espaço apenas não conseguimos adaptar.
    O mal do ser humano chama fé,ferrado dominado por Roma reino “eterno” e povo em eterna servidão.

  26. Jose Serafim Barbosa Reis

    -

    13/07/2013 às 20:04

    A realidade é uma só o governo deveria investir com prioridade em educação e formação de capacitados ao contrario de investir em segurança e manter povo tolos bestas que pode a qualquer momento virarem feras, falo isto na qualidade de segundo sargento PM, pois sempre percebi as dificuldades dos policiais em questão de salários e riscos de vidas mais nunca estarei apenas ao lado do policial, pois policial é povo e todos somos povo e temos que pensar no coletivo,porem é lógico que se o estado quer investir só em “segurança”,logo deve valorizar e muito os policiais e si isto não ocorre vai uma dica (no império romano as legiões só apoiavam os imperadores “justos” aos demais rebelavam) e por falar em império romano ele nunca caiu apenas virou igreja católica romana e basta olhar o brasão nas fardas e veras que este brasão é do papa modificado pelos bispos locais ou cardeais e para quem não sabe os padres,bispos e cardeais são oficiais do exércitos cuja a patente vai de aspirantes á general e a operação chama (proto doábis do o)”conspiração” que eles dizem ser um mal necessário,nossos políticos são analfabetos e quem comanda o mundo são os filósofos (sacerdotes romanos) também chamados de governos sombras.

  27. celma gomes costa

    -

    10/07/2013 às 9:27

    sr.governador…sou viuva tenho quatro filhos um deles tem nessecidades especiais meu esposo era soldado e faleceu com 33 anos e desde desde entao venho tentado sustentar meus filhos com este salario pois nos foi tirado o direito do salario digno ele morreu em 2004 e nunca deixou que nos faltasse nada ate aquele dia.salario complementar.complementar como se os meus filhos todos menores dependem de mim e eu sou os pes e as maos do que tem nessecidades especiais.olhe com atençao todos os casos.

  28. Gibson

    -

    30/06/2013 às 23:44

    Muito bom que a PEC 300 seja votada e aprovada, pois já passou muito tempo para que isto aconteça, como eu, muitos outros policiais desistiram da carreira, por conta do baixo salário e a dificuldade de sustentar a família decentemente, com a impossibilidade de oferecer uma escola de qualidade aos filhos, além de tantos sonhos serem frustados por falta de recursos financeiro.
    Apoio e aprovo a melhoria salarial e especialmente a equiparação nacional dos salários dos policiais, pois os marginais se locomovem diariamente de local para outro de conformidade com a conveniência de fuga e de roubo, pensem que hoje os locais de maior risco para os policiais são os de menor quantidade populacional e que tenham agências bancárias.
    Por outro lado os policiais bem pagos, pode-se as corporações cobrar mais do potencial de cada um, além que despertará mais interesse em pessoas de nível intelectual mais elevado para ingressar nas corporações, a sociedade de certa forma os respeitará mais, pelo local que irá residir e com a classe que irá conviver, teremos policiais com a capacidade de ter iniciativas e também com a capacidade de desenvolver uma relação interpessoal no local de trabalho com a comunidade com mais facilidade, favorecendo assim o tão sonhado policiamento comunitário, onde a sociedade de modo geral passa a conviver e confiar mais nos policiais que trabalham na comunidade, e especialmente colaborando com os mesmos passando-lhes informações privilegiadas de anormalidade no local.
    Quem será beneficiado com a melhoria salarial dos policiais não serão somente os mesmos, mas sim a sociedade de modo geral, pois policiais educados, bem instruídos, bem relacionados, bem pagos, com certeza dará melhor atendimento à comunidade a que atende.
    Observo que dos nossos políticos baianos somente um se manifestou solicitando a colocação do projeto em pauta para votação em segundo turno, é necessário que os demais se empenhem para esta votação ocorrer o mais rápido possível e que o piso seja corrigido para a época atual e para evitar as greves que causa tanto prejuízo à sociedade, que se estabeleça a época e a regra para as correções anualmente desse piso.

  29. Isequiel Paz

    -

    28/06/2013 às 0:18

    Nós PM de todo país temos o dever de cumprir a lei, somos agentes da justiça. Porém quando se trata de algum benefício, direito, ações que beneficiam-nos, ninguém luta em prol da PM.

  30. Ana Thais

    -

    25/06/2013 às 21:30

    Bem !Eu como cidadã brasileira ciente das minhas obrigações venho por este breve comentário demonstrar todo o meu repudio contra a PEC 37,33,300 dentre qualquer outra que venha beneficia qualquer classe politica. Se essa pec 37 for aprovada ai mesmo que este pais com nome Brasil vai mergulhar ainda mais na lama da corrupção pois creio que eu e qualquer outro cidadão brasileiro bem entendido sabe que este e o pais da corrupção. Chega pois já estamos cansados de mergulhar na lama (queremos mais seguranças,saúde,educação transportes de melhor qualidade ) estou indiguinada com o que vejo nos telejornais todos os dias

  31. JOSE SAULO NEGREIROS

    -

    23/06/2013 às 13:07

    Desculpe-me, caro José Saulo, mas as regras do blog, que divulgo incessantemente e que estão com chamada permanente na home page, vedam textos escritos somente em maiúsculas.
    Peço sua cooperação da próxima vez, tá?
    Abraço

  32. Anderson

    -

    09/05/2013 às 16:15

    Governo depois de criar bolsa família, bolsa para os presos, agora vem bolsa para viciados, enquanto isso, os policiais militares e civis precisam fazer “bicos” para sustentar a família e os deputados não aprovam, rapidamente, a emenda PEC-300 valorizando os policiais dando uma condição melhor de trabalho aos policiais.

  33. aurileide alves

    -

    04/05/2013 às 7:11

    ao sr.governador cid gomes…sou viuva e tenho 03 filhos meu esposo era soldado.ja sofremos muito em perdelo pois o mesmo mataram com 24 anos.o sr.nos tirou o direito de receber um salario digno…isso porque o mesmo faleceu em 2004 e o sr.esquece que ele tem familia e filhos…resolva nosso caso pois ja estamos a bastante tempo sem receber nossos direitos de um salario digno e justo.

  34. Hugo

    -

    27/04/2013 às 17:47

    Como policial militar e assinante da Veja há mais de 20 anos, agradeço o acompanhamento e peço que não deixem esquecer a PEC 300, a segurança no Brasil está uma calamidade pública e a (des)valorização dos policiais colabora para isso.

    Caro Hugo, voltarei a ficar em cima do assunto.
    Um grande abraço

  35. luzia da silva+

    -

    12/04/2013 às 20:09

    Peço ao Governo de São Paulo para aumentar o salario da policia militar e da rota também porque os bandidos continuam nas ruas
    att.
    luzia

  36. jose Saulo

    -

    07/04/2013 às 20:23

    essa pec 300 é mais um engodo, esses deputados vão embromar faz que vota e não vota, vão sempre alegar que não deu corum ,ai chegar as eleições se afastam para cuidar das canidaturas , ai passa as eleições e mais uma vez cai no esquecimento

  37. aparecido

    -

    29/03/2013 às 17:58

    Tudu aqui que ganhar cumu us mericanus…. o probrema é que primero devemo ficar ricos cumo eles, depois ganhá…..Os trabalhadores da industria ganham média de 1400 reais….mas são empregados de empresas privadas, de segunda e terceira classe… entrar no serviço publico é titulo de nobreza….Conheci um amigo que carregava caixas em supermercado por 800 por mês.. arrumou um emprego publico por 2000 por mes… e vive fazendo greve porque acha que ganha pouco…Falei a ele : então volta para seu emprego antigo, pois o salário do seu cargo você já conhecia quando aceitou ele…. Gente, a Hiper já acordou, com esse governo estamos fritos.. A inflação só prejudica pobre….

  38. josé augusto

    -

    19/03/2013 às 12:02

    sobre a pec-300,eu não critico um ou outro deputado, e sim todos, porque a união faz a força. mas indignado fiquei com o presidente da camâra na votação do 1º turno, e o atual, o qual é à favor.

  39. carlos

    -

    08/03/2013 às 21:24

    sao paulo continua sendo o salario da miseria, politicos ganhando como em brasilia policiais recebendo como operarios de mão de obra barata de pouca importancia.

  40. Elcio

    -

    18/02/2013 às 20:39

    È lamentavel que a presidenta Dilma ainda não assinou o pec 300.tantos policias e bombeiros do rio de janeiro. que existe muitos morros perigosos muitas das vezes o policial sai da sua casa:humilde e não sabe se volta com vida.È uma falta de consideração total contra os servidores dos estados e da nossa patria.
    Dinheiro tem de sobra,porque pagamos nossos impostos é para pagar bem o funcionalismo.Todos correm o mesmo perigo em pro da sociedade

    Caro Elcio,

    A PEC 300 é uma proposta de emenda à Constituição. A presidente não tem que assinar nada, não cabe a ela alterar a Constituição. Cabe à Câmara dos Deputados terminar de votar o que já começou a votar, e depois enviar a matéria ao Senado.
    Mas certamente a presidente tem sua parcela de responsabilidade nisso, porque é pressionada pelos governadores a mandar os deputados e senadores que a apóiam a empurrar a coisa com a barriga, porque, segundo os governadores, os Estados não têm condições de pagar os novos salários a PMs e BMs determinados pela PEC-300.

    Mas o que eu sempre pergunto é: por que, então, a PEC-300 foi aprovada pela UNANIMIDADE dos deputados presentes, em 2010?

    Abração e boa sorte.

  41. Marilda

    -

    05/02/2013 às 0:41

    È impressionante que a PEC não tem a quantidade dos votos para se fazer valer…merecidamente como se deve ser…Mas quando é de interesse dos deputados..vereadores e demais governantes eles realizam as votações de madrugada…na calada…claro!!! para o aumento dos salários deles por acaso são proibidos de faltarem no plenário…ou por incrível que pareça era o assunto que seria discutido na palta…Se o prório Codigo Civil preclui que a vida é o maior bem que o ser humano tem… a vida deles valem mais do que dos outros… È lamentável …

  42. leonel lucas

    -

    10/01/2013 às 9:09

    Bom dia,hoje falta vondade politicas daquela q só vem quande esta perto de Eleição p/ emganar os Pms e Bms do Brasil,parabéns pela su coragem em falar sobre a PEC 300 estamos tbm mobilizado para PEC 024 q esta no Senado q trata do Fundo Nacional de Segurança Publica,q diz da onde vem o dinherio da PEC 300.Sou presidente das Entidades Nacional dos Cabos e Soldado do Brsail

  43. george

    -

    05/01/2013 às 19:58

    andré moura é de sergipe e não ceara. valeu.

  44. moacir

    -

    02/01/2013 às 8:03

    Setti,
    Parabéns.São impressionantes os depoimentos e agradecimentos desses profissionais e familiares.
    Mais uma vez o Legislativo se curva ao Executivo
    em âmbitos federal e estadual.
    Por favor,continue acompanhando bem de perto, o desenrolar desse absurdo.
    Obrigado, caro.
    Abraço

  45. Fatima

    -

    01/01/2013 às 22:19

    SE a imprensa não ficar cobrando.essa falta de respeito com os policiais vai continuar por muiito tempo!!!

  46. Bruno

    -

    01/01/2013 às 13:20

    Bando de irresponsáveis, só fazem política pensando na semana que vem, na próxima eleição e na próxima pesquisa de aferição de popularidade. Jogam para a galera, e quando a coisa aperta, com toda a justiça, aí fingem que não é com eles.

  47. J.B.CRUZ

    -

    01/01/2013 às 12:19

    Depois que o MERITÍSSIMO JUIZ JOAQUIM BARBOSA, simplemente “arregaçou” com a “cambada” da impunidade petista em 2.012, presume-se mais cautela dos aloprados em 2.013..Também com a troca de presidência no Senado(sai sarney!),parece que mesmo sendo o presidente RENAM CALHEIROS, as votações serão mais rápidas..O povo já não aguenta mais!!! Apesar da PRESIDENTA DILMA estar fazendo um governo razoável, JOAQUIM BARBOSA, agora Presidente do SUPREMO, não deve “dormir” sobre os louros da celebridade obtida..A luta continua, obrigado SETTI..

  48. João

    -

    18/12/2012 às 1:15

    Meu Deus… como é que pode um Dep que protege bandido ser presidente da Câmara Federal?????

  49. claudia

    -

    15/12/2012 às 16:46

    Como uma pensionista de 1ºsargento pode esta ganhando 1.797,96 reais só mente ela recebe ainda diz que é 100%

  50. Nestor

    -

    21/11/2012 às 2:08

    PMs e BMs só têm a agradecer à revista Veja e ao jornalista Ricardo Setti por darem espaço ao nosso problema. Ninguém mais praticamente dá isso é um absurdo, justo agora que se fala tanto em segurança pública em São Paulo não é mesmo

    Caro Nestor, não faço mais do que meu dever de jornalista ao divulgar o andamento — ou não andamento — da PEC-300.

    Abração

  51. Torres

    -

    19/11/2012 às 20:00

    Ricardo Setti obrigado por abrir espaço para nossos problemas e revindicações. Deus lhe proteja.

  52. Evaristo G.

    -

    07/11/2012 às 6:27

    Nosso movimento é pacífico, mas a câmara dos Deputados está brincando com a situação de PMs e de bombeiros. Não faremos nada fora da lei, nem poderíamos, porque somos legalistas, mas a atitude da Camara é muito desrespeitosa para com nossas cataegorias.

  53. Ernesto G.

    -

    06/11/2012 às 16:11

    Agradeço ao colunista seu interesse sobre este assunto, é um dos únicos dessa imprensa.

  54. Ernesto Nazareth

    -

    02/11/2012 às 15:32

    Agradeço o interesse do jornalista Ricardo Sette pelo sproblemas das nossas categorias. Jesus esteja contigo.

  55. eme ene

    -

    25/10/2012 às 1:39

    É uma vergonha a câmara ter arprovado nossa melhora há dois anos em primeira votação e agora finge que não aconteceu nada. E a senhora Dilma, o que faz?

  56. Ezequiel Pereira dos Santos

    -

    22/10/2012 às 7:35

    Quero deixar minha opinião sobre o assunto. Alguns pensam que os policiais choram de barriga cheia querendo a aprovação deste projeto. Venho Falar que os salários que atualmente são pagos em todas as unidades federativas, excluo neste momento os policiais de Brasilia que recebem altos salários(justamente) que são pagos pelo governo federal, são salários de fome, pois os policiais sofrem um constante risco pela profissão. Policiais tem gastos constantes para pagar advogados pois são denunciados constantementes por pessoas com ficha criminal extensa, policiais sentem-se obrigados a mudar dos bairros periféricos que moram pois a familia sofre constantes ameaças, só que não conseguem mudar. Além destes fatos acimas narrados , uma série de outras coisas fazem com que os salários pagos atualmentes não dê para nada, por isso é de suma importancia a aprovação deste projeto e justiça seja feita com os profissionais que faça chuva ou sol, estão sempre prontos a defender nossa sociedade. A luta continua.

  57. Edegar Gomes

    -

    20/10/2012 às 18:26

    Agradeço o jornalista Ricardo Setti porq ser praticamente o único jornalista que vem se interessando pelas dificuldades dos PMs e BMs neste nosso Brasil.


    Faço apenas minha obrigação, caro Edegar. Essa questão da PEC-300 não está sendo tratada com a devida seriedade pelo governo e sobretudo pela Câmara dos Deputados. Não tem cabimento aprovar a emenda por unanimidade dos presentes em 2010, em primeiro turno, e depois, diante da reação do Tesouro Nacional e de governos estaduais, fingir que não aconteceu nada e não dar qualquer explicação a centenas de milhares de profissionais das PMs e dos Corpos de Bombeiros de todo o país.

    Se não há dinheiro para implementar a PEC-300, por que foi então aprovada, e por unanimidade? Será que tem algo a ver com as eleições daquele ano, 2010?

    Quem pariu Mateus que o embale.

    Um abraço

  58. Carla Lugao

    -

    20/10/2012 às 12:50

    Prezado amigo Adilor Rabello, ao ver o senhor é uma pessoa totalmente desinformada, mas fazer o quê? Nossos políticos agradecem. Bjin

  59. Adilor Rabello

    -

    03/10/2012 às 8:58

    A pessoa qto. ganha pouco procura outra coisa pra fazer que seja + remunerado quero que a pec seja arquivada e fim da historia.

  60. Adilor Rabello

    -

    03/10/2012 às 8:55

    Eu sou contra a pec 300 pois esta categoria tem seus vencimentos bem merecido pelo que fazem durante seus percurso diario, aumentar sim dos aposentado ate (5)cinco piso de salario da iniciativa privada tb. e pouco suas remunercao.

  61. Tiessi

    -

    13/09/2012 às 21:47

    Nessa história toda, o que tem a dizer a PRESIDENTE DILMA? Não sou tão ignorante que não saiba que emenda à constiutição é coisa do Congresso, mas se a presidente quiser ou quisesse empurraria suaas bancadas para melhorar a vida dePMs e BMs. Se quisesse, né?

  62. Edegar

    -

    08/09/2012 às 17:17

    Agradeço de coração o espaço que este jornalista dá aos problemas de PMs e bombeiros, isso não acontece muito na chamada grande imprensa não então muito obrigado senhor Ricardo.

  63. Gerson

    -

    02/09/2012 às 2:19

    Só queremos JUSTIÇA!

  64. Carlos A. T.

    -

    25/08/2012 às 2:38

    Como é que explica o fato de os deputados ter aprovado a emenda e depois esquecer do assunto, assim não é possível que falta de respeito.

    E a presidente, não faz nada, Não vê a situação dos PMs e BMs?

  65. Soldado Adhemar

    -

    19/08/2012 às 19:44

    Parabéns a este site por dara espaço para nós, policiais militares e bombeiros, esquecido pelos veículos em sua maioria.

  66. Carla Lugao

    -

    26/07/2012 às 10:49

    http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/2012/07/em-9-meses-numero-de-mortos-por-pms-sobe-68-na-capital-paulista.html – É acho que a Presidente deveria colocar o Exercíto na Rua novamente, cortar a água e a comida destes marginais. Ah! não desculpa isto é só para trabalhadores honestos – como aconteceu na Bahia em fevereiro, ous quem iria para o carnaval. Hummmm Vergonha Nacional.

  67. fernando

    -

    22/06/2012 às 19:34

    será que os policiais militares merecem o adicional periculosidade? só este ano foram 33 mortes no estado de são paulo, imaginem qual será a estatística do Brasil!!!!

  68. fernando

    -

    13/06/2012 às 11:16

    Policiais civis e militares podem se aposentar aos 25 anos de serviço

    PODER JUDICIÁRIO RECONHECE QUE O POLICIAL MILITAR TEM DIREITO À APOSENTADORIA ESPECIAL POR PERICULOSIDADE

    Atenção! Todos os policiais militares conquistaram o direito de se aposentarem, com proventos integrais, aos 25 anos de serviços prestados à Polícia Militar. Esse é o novo entendimento dos Supremo Tribunal Federal e do Tribunal de Justiça de São Paulo. Tais entendimentos foram emitidos em sede de Mandado de Injunção, que é uma ação movida quando não existe uma lei que trate de algum direito constitucional.
    De fato, a aposentadoria especial por periculosidade está prevista no Art. 40, § 4º da Constituição Federal de 1988, e até o presente momento, o Governo do Estado nada fez para editar lei que regulamente tal direito Dessa forma, os desembargadores reconheceram que a atividade Policial Militar é, de fato, de Alta Periculosidade e, por isso, determinaram que a lei aplicável ao Regime Geral de Previdência (Lei 8.213) seja agora aplicável ao Policial Militar devido a demora do legislador paulista. Com isso, os Tribunais demonstram cada vez mais a nova visão no sentido de que cabe ao Poder judiciário legislar positivamente, em face da demora do Poder Legislativo, considerando o interesse público.

    O melhor de tudo é que Judicário reconheceu que tais decisões são “erga omnes”, ou seja, se aplicam a todos os demais integrantes da carreira policial (civil ou militar), e tal aposentadoria DEVE SER REQUERIDA NA VIA ADMINISTRATIVA AO COMANDANTE IMEDIATAMENTE SUPERIOR, requerimento este que não pode ser negado, pois do contrário haverá flagrante desobediência à ordem judicial da via mandamental.

    Esperemos agora que as instituições viabilizem o mais rápido possível a concretização de tais direitos, de forma que o Policial Militar rapidamente concretize seus direitos de aposentadoria (sem óbices administrativos). As Polícias Militar e Civil comemoram a conquista.Com isso, vê-se que o Poder Judiciário concedeu uma grande valorização da carreira policial que, de fato, é altamente perigosa.

    LINK RELACIONADO:
    Aposentadoria aos 25 anos de serviço para PMs e BMs – TJSP

    0037533-47.2010.8.26.0000 Mandado de Injunção / Atos Administrativos
    Relator(a): Renato Nalini
    Comarca: São Paulo
    Órgão julgador: Órgão Especial
    Data do julgamento: 25/08/2010
    Data de registro: 15/09/2010
    Outros números: 990.10.037533-4
    Ementa: MANDADO DB INJUNÇÃO. APOSENTADORIA ESPECIAL. QUESTÃO JÁ DECIDIDA NOS MI 168.151.0/5-00, 168.146-0/2-00, 168.143-0/9-00 DO COLENDO ÓRGÃO ESPECIAL DO TJSP, À LUZ DO MI 731/DF JULGADO PELO STF. EFEITO ERGA OMNES, QUE POUPA A QUALQUER SERVIDOR INTERESSADO DE RECORRER NOVAMENTE AO PODER JUDICIÁRIO. INJUNÇÃO PREJUDICADA. Ao assegurar direitos proclamados na ordem fundante o Poder Judiciário não invade a esfera de atribuições das demais funções estatais nem exerce ativismo judicial desconforme com a sua vocação de concretizar as promessas do constituinte. A missão do Judiciário é, exatamente, consolidar o Estado de Direito que não é senão a sociedade estruturada e estritamente submetida à vontade da Constituição.
    Clique aqui para pegar o acordão

    fonte: TJSP

    :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::
    CONFERINDO
    :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

    O Tribunal de Justiça de nosso Estado não foi o órgão julgador do mandado de injunção. O órgão julgador foi o STF, a maior Corte de nosso país. Abaixo a decisão em questão e as decisões no mesmo sentido, que podem ser obtidos no sítio do STF. Grata.
    MI 1083 / DF – DISTRITO FEDERAL
    MANDADO DE INJUNÇÃO
    Relator(a): Min. MARCO AURÉLIO
    Julgamento: 02/08/2010 Órgão Julgador: Tribunal Pleno
    Publicação
    DJe-164 DIVULG 02-09-2010 PUBLIC 03-09-2010
    EMENT VOL-02413-01 PP-00157
    RT v. 99, n. 902, 2010, p. 116-121
    Parte(s)
    IMPTE.(S) : MANOEL BAÍA CAMPOS
    ADV.(A/S) : NEIA LUIZ DE SOUZA
    IMPDO.(A/S) : PRESIDENTE DA REPÚBLICA
    ADV.(A/S) : ADVOGADO-GERAL DA UNIÃO
    Ementa
    MANDADO DE INJUNÇÃO – NATUREZA. Conforme disposto no inciso LXXI do artigo 5º da Constituição Federal, conceder-se-á mandado de injunção quando necessário ao exercício dos direitos e liberdades constitucionais e das prerrogativas inerentes à nacionalidade, à soberania e à cidadania. Há ação mandamental e não simplesmente declaratória de omissão. A carga de declaração não é objeto da impetração, mas premissa da ordem a ser formalizada. MANDADO DE INJUNÇÃO – DECISÃO – BALIZAS. Tratando-se de processo subjetivo, a decisão possui eficácia considerada a relação jurídica nele revelada. APOSENTADORIA – TRABALHO EM CONDIÇÕES ESPECIAIS – PREJUÍZO À SAÚDE DO SERVIDOR – INEXISTÊNCIA DE LEI COMPLEMENTAR – ARTIGO 40, § 4º, DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL. Inexistente a disciplina específica da aposentadoria especial do servidor, impõe-se a adoção, via pronunciamento judicial, daquela própria aos trabalhadores em geral – artigo 57, § 1º, da Lei nº 8.213/91. APOSENTADORIA ESPECIAL – SERVIDOR PÚBLICO – TRABALHO EM AMBIENTE INSALUBRE – PARÂMETROS. Os parâmetros alusivos à aposentadoria especial, enquanto não editada a lei exigida pelo texto constitucional, são aqueles contidos na Lei nº 8.213/91, não cabendo mesclar sistemas para, com isso, cogitar-se de idade mínima.
    Decisão
    O Tribunal, por unanimidade e nos termos do voto do
    Relator, concedeu o mandado de injunção. Votou o Presidente,
    Ministro Cezar Peluso. Impedido o Senhor Ministro Dias Toffoli.
    Ausente, licenciado, o Senhor Ministro Joaquim Barbosa. Plenário,
    02.08.2010.
    Indexação
    - VIDE EMENTA.
    Legislação
    LEG-FED CF ANO-1988
    ART-00005 INC-00071 ART-00040 PAR-00004
    CF-1988 CONSTITUIÇÃO FEDERAL
    LEG-FED LEI-008213 ANO-1991
    ART-00057 PAR-00001
    LEI ORDINÁRIA
    Observação
    - Acórdão citado: MI 758-ED.
    Número de páginas: 12.
    Análise: 14/09/2010, ACG.
    Revisão: 20/09/2010, KBP.
    Acórdãos no mesmo sentido
    MI 885
    JULG-02-08-2010 UF-DF TURMA-TP MIN-MARCO AURÉLIO N.PÁG-015
    DJe-213 DIVULG 05-11-2010 PUBLIC 08-11-2010
    EMENT VOL-02426-01 PP-00001
    MI 923
    JULG-02-08-2010 UF-RJ TURMA-TP MIN-MARCO AURÉLIO N.PÁG-015
    DJe-213 DIVULG 05-11-2010 PUBLIC 08-11-2010
    EMENT VOL-02426-01 PP-00016
    MI 1152
    JULG-02-08-2010 UF-DF TURMA-TP MIN-MARCO AURÉLIO N.PÁG-014
    DJe-213 DIVULG 05-11-2010 PUBLIC 08-11-2010
    EMENT VOL-02426-01 PP-00031
    MI 1747
    JULG-02-08-2010 UF-DF TURMA-TP MIN-MARCO AURÉLIO N.PÁG-014
    DJe-179 DIVULG 23-09-2010 PUBLIC 24-09-2010
    EMENT VOL-02416-01 PP-00095
    MI 1700
    JULG-02-08-2010 UF-DF TURMA-TP MIN-MARCO AURÉLIO N.PÁG-014
    DJe-179 DIVULG 23-09-2010 PUBLIC 24-09-2010
    EMENT VOL-02416-01 PP-00081
    MI 1681
    JULG-02-08-2010 UF-DF TURMA-TP MIN-MARCO AURÉLIO N.PÁG-014
    DJe-179 DIVULG 23-09-2010 PUBLIC 24-09-2010
    EMENT VOL-02416-01 PP-00067
    MI 1182
    JULG-02-08-2010 UF-DF TURMA-TP MIN-MARCO AURÉLIO N.PÁG-013
    DJe-179 DIVULG 23-09-2010 PUBLIC 24-09-2010
    EMENT VOL-02416-01 PP-00054
    MI 1128
    JULG-02-08-2010 UF-DF TURMA-TP MIN-MARCO AURÉLIO N.PÁG-015
    DJe-179 DIVULG 23-09-2010 PUBLIC 24-09-2010
    EMENT VOL-02416-01 PP-00039
    MI 957
    JULG-02-08-2010 UF-DF TURMA-TP MIN-MARCO AURÉLIO N.PÁG-014
    DJe-179 DIVULG 23-09-2010 PUBLIC 24-09-2010
    EMENT VOL-02416-01 PP-00025
    MI 835
    JULG-02-08-2010 UF-DF TURMA-TP MIN-MARCO AURÉLIO N.PÁG-013
    DJe-179 DIVULG 23-09-2010 PUBLIC 24-09-2010
    EMENT VOL-02416-01 PP-00012
    MI 2426
    JULG-02-08-2010 UF-DF TURMA-TP MIN-MARCO AURÉLIO N.PÁG-013
    DJe-179 DIVULG 23-09-2010 PUBLIC 24-09-2010
    EMENT VOL-02416-01 PP-00121
    MI 1800
    JULG-02-08-2010 UF-DF TURMA-TP MIN-MARCO AURÉLIO N.PÁG-013
    DJe-168 DIVULG 09-09-2010 PUBLIC 10-09-2010
    EMENT VOL-02414-01 PP-00108
    MI 1440
    JULG-02-08-2010 UF-DF TURMA-TP MIN-MARCO AURÉLIO N.PÁG-014
    DJe-168 DIVULG 09-09-2010 PUBLIC 10-09-2010
    EMENT VOL-02414-01 PP-00089
    MI 1270
    JULG-02-08-2010 UF-DF TURMA-TP MIN-MARCO AURÉLIO N.PÁG-013
    DJe-168 DIVULG 09-09-2010 PUBLIC 10-09-2010
    EMENT VOL-02414-01 PP-00065
    MI 991
    JULG-02-08-2010 UF-DF TURMA-TP MIN-MARCO AURÉLIO N.PÁG-014
    DJe-168 DIVULG 09-09-2010 PUBLIC 10-09-2010
    EMENT VOL-02414-01 PP-00051
    MI 975
    JULG-02-08-2010 UF-DF TURMA-TP MIN-MARCO AURÉLIO N.PÁG-014
    DJe-168 DIVULG 09-09-2010 PUBLIC 10-09-2010
    EMENT VOL-02414-01 PP-00037
    MI 1835
    JULG-02-08-2010 UF-DF TURMA-TP MIN-MARCO AURÉLIO N.PÁG-012
    DJe-164 DIVULG 02-09-2010 PUBLIC 03-09-2010
    EMENT VOL-02413-02 PP-00262
    MI 1797
    JULG-02-08-2010 UF-DF TURMA-TP MIN-MARCO AURÉLIO N.PÁG-012
    DJe-164 DIVULG 02-09-2010 PUBLIC 03-09-2010
    EMENT VOL-02413-02 PP-00250
    MI 1682
    JULG-02-08-2010 UF-DF TURMA-TP MIN-MARCO AURÉLIO N.PÁG-012
    DJe-164 DIVULG 02-09-2010 PUBLIC 03-09-2010
    EMENT VOL-02413-02 PP-00238
    MI 1660
    JULG-02-08-2010 UF-DF TURMA-TP MIN-MARCO AURÉLIO N.PÁG-012
    DJe-164 DIVULG 02-09-2010 PUBLIC 03-09-2010
    EMENT VOL-02413-01 PP-00226

    FONTE – POLICIAL BR E
    FONTE-http://www.pec300.com/2012/06/policiais-civis-e-militares-podem-se.html

  69. veja

    -

    04/06/2012 às 23:38

    cid gomes nao quer dar o aumento por direito de todos os pensionista issi e justo vcs achao isso certo o povo passar fome as familias estao necessitando desse aumento vamos cid e sua vez de mostrar q vc tem palavras e q e um homem de vergonha.

  70. familia

    -

    04/06/2012 às 9:52

    ola cid vamos ter q botar a boca no troboni vc assinar o aumento das pensionista da pm do ceara sab porque q lei nem uma derruba outra lei entao vcs diserao q foi criado uma lei pra q as pensionista da pm de 2004 ate 2012 nao tem direito o aumento isso nao esiste vamos dar o aumento deles tem todos o mesmo direito os maridos deu avida pela a pm entao quando morre nao tem direito a revista veja esta nos ajudando muito e na net todos estao sabendo o q vc vez e os familiares eee vem eleicao ai nao eeee garota nao esquerça disso vaom assine e direito deles o aumento.

  71. fome

    -

    04/06/2012 às 9:44

    cid vamos assina o aumento das pensionista da pm do ceara

  72. Ernesto

    -

    29/05/2012 às 7:15

    O apoio do blog tem sido fundamental para a defesa dos nossos direitos. Obrigado, Veja.

    Soldado Ernesto — PMMG

  73. ernesto

    -

    24/05/2012 às 19:13

    Parabéns ao colunista da Veja por se interessar por algo tão importante para a segurança da população e que os governos não estão nem aí.

  74. Cabo Elias

    -

    23/05/2012 às 9:10

    Muito bom que um blog de uma grande revista acompanhe esse assunto para nós, muito obrigado ao Ricardo Setti.

  75. josé mário francisco dos santos

    -

    21/05/2012 às 21:53

    Os policiais de todo brasil, deveria ter4 votado contra todos os politicos que pertence a base do governop do presidente Lula e Dilma, pois todos recebem aval para não ser aprovada a PEC-300, nem entrar em pauta eles deixam entrar, vamos derrotar todos os partidos da base do governo aí voçês vão ver se será ou não aprovada esta Pec. Ela não foi aprovada porque lula não deixou e nem vai deixar, e nós estamos sofrendo sem sálario, há mais de 16 anos que não há reajuste salarial nos nossos contra-cheque, a prova é que existe uma antecipação salarial de 13,00 treze reais, já aproximadamente 16 anos ou mais e nunca saiu este aumento. vamos se unir todos policias civil e militar, ativos e reformados com todas suas familias e vamos votar contra os politicos ba base do governo, vamos mostrar nossa indignação votando contra é nossa arma contra os governos injusto com nossa classe. amos mostrar nossa força, policiais unidos jamais será vencido. vamos a luta.

  76. vamos la

    -

    16/05/2012 às 12:33

    Presidenta Dilma, feicha olhos para pec-300, que foi votada no primeiro turno e aprovada, depois engavetada para nao ser votada em segundo turno pelo governo, nao faz nada pela segurança publica no Brasil.

  77. iu ai gente como o cide gomes eeee

    -

    16/05/2012 às 9:57

    o cide gomes vc acha justo isso ai q vcs fizerao com os aponsentado e pensionista da policia militar do ceara nao deu o aumento estao passando por muitas necessitades todo eles vamos gente der o aumento eles estao sendo prejudicados estao devendo estao pasado fome porque o salario q estao recebendo nao da para sobreviver. vcs nao qr esses salarios nao ee vcs se matao de roubar , mais eles si estao precisando do aumento. DEUS ABENÇOE TODOS VCS AI DO GOVERNO AMEM….der o aumento esse povo q vc nao deu cide gomes de 2004 ate 2012 .

  78. NOSSS

    -

    15/05/2012 às 8:28

    CIDE VAI DA O AUMENTO DOS PENSIONITA E APOSENTADO DA POLICIA MILITAR DO CEARA ISSO E O MAIS CERTO Q VCS AI PODEM FAZER PRA A CONCIENCIA DE VCS. POR QUE DE 2004 ATE 2012 NAO TEVE AUMENTO DES DE JANEIRO Q TEVE O AUMENTO E NAO TA VINDO O AUMENTO DE 2004 ATE 2012 ISSO E ERRADO VCS ASSINA ISSO AI O MAIS RAPIDO Q FICA BOM PRA TODOS . E DIREITO DELES.

  79. NOSSA

    -

    15/05/2012 às 8:22

    VAMOS LA CIDE AINDA DA TEMPO ASSINA O AUMENTO DOS APOSENTADOS E PENSIONITA DA POLICIA MILITAR DO CEARA. TENHO CERTEZA Q VC VAI FICAR BEM COM CIDE GOMES.

  80. NOSSA

    -

    15/05/2012 às 8:19

    CIDE GOMES SERA Q VC VAI PARA O CEU FICAR JUNTO DE JESUS?? SERA

  81. VAMOS LA

    -

    15/05/2012 às 8:15

    ola bom dia pra todos gente vamos lutar com toda nossa fe DEUS e maior do q todos do governadores do ceara cide gomes e os seus parceiros da assembleia o q vcs fizerao com os aposentado nao se faz nem com um cachorro vcs q vivem roubando o dinheiro do nosso estado acha pouco fala ai o q e que vcs vao fazre com tato dinheiro quando morrer vcs vao levar nunca ninguem levou gente se eu fosse vcs ai da governo iria pensar bem rapido e da o aumento dos pensionista e aponsetados do ceara sab a maioria deles estao necessitando de alimentaçao remedios pagar as dividas q as viuvas ficarao quando seus maridos se farao entao vamos todos tem o mesmo direito do aumento de 2004 ate 2012 vcs nao derao o aumento isso e uma vergonha para o nosso CEARA cide gomes vamos ter q botar isso para circular o mundo todo para todo saber q vc nao presta pra nada vamos botar em todos os jornais vc nao tomou nem uma decisao estamos des de de janeiro sem receber o aumento vc quer ficar mais sujo do q vc ja eeeee eu horrivel se vcs nao tomar uma providencia logo vamos fazer uma guerra na net contra o seu governo CIDE GOMES.

  82. jorge cordeiro

    -

    12/05/2012 às 14:34

    e um vergonha esse nosso governante que nao toma atitude nenhuma sobre esse assunto tao inportante,se fosse sob o salario deles ja tinha sido aprovado .

  83. revoltadoss

    -

    11/05/2012 às 12:10

    ola ***** cide gomes ja sei vc estar bem nem vou perguntar logico o seu salario e um dos melhores e a policia q defente se arisca deixando a familia nao sab se vai voltar pra casa

    quer dizer q eles nao tem direito de salarios dignos porque so vcs q tem nao

    isso e muito errado vamos la as viuvas e os aposentado estao passado muitas necessidades

    isso nao e justo vai assina o aumento deles de 2004 ate 2012 q vc nao deu o aumento ta todo mundo sabendo vcs nao tem vergonha porque isso e um lixo o q vc fez mais vc nao pode mais do q meu DEUS.

    eu creio no DEUS vivo..

    o senhor te abençoe sempre e tenha misericordia da sua auma.

  84. familia

    -

    11/05/2012 às 11:52

    ola cide gomes e vcs da assembleia o q foi q vcs fizerao com esses aposetandos e pensionista do ceara q vcs nao derao aumento agora porque eles nao erao policiais logigo q erao eles tem o mesmo direito de todos vcs vao deixar a te quando essas familias passar fome porque o salario q eles recebem mau da pra comer vcs querem esse salario nao entao de 2004 pra 2012 eles sao policia do me

  85. nilton

    -

    10/05/2012 às 11:22

    Presidenta Dilma, assuma seu compromisso de campanha e desengavete a pec-300 ja para ser votada chega de mentiras e embromaçao e de desculpas de crise mundial, populaçao do brasil, nao suporta mais tanta violencia, que nem saem mais de suas casas, triste pais.

  86. SAMILA

    -

    10/05/2012 às 10:49

    CIDE CV NAO E DE FERRO QUALQUER HORA VC PODE IR E AI MEU QUERIDO VAMOS DA TEMPO ASSINA O AUMENTO DAS PENSIONISTA E APOSENTADO DO CEARA DE 2004 ATE 2012 Q VOCE NAO DEU O AUMENTO VAMOS TA CHEIO DE FAMILIA PASSANDO FOME AINDA DA TEMPO JESUS ESTAR ESPERANDO Q VC RESOLVA ISSO AI DEUS ABENÇOE VCS.

  87. SAMILA

    -

    10/05/2012 às 10:44

    OLA MEU DEUS SERA Q NO DIA Q OS POLITIOS BATER AS BOTAS VAI DA TEMPO PRA ELES PEDIREM PERDAO A DEUS TOMARA . CIDE GOMES E VCS DA ASSEMPLEIA CORRAM JESUS TA VOLTANDO. OU AINDA DA TEMPO DE VCS BOTAR A CONCIENCIA PRA FUNCIONAR E DEUS PERDUAR VCS POCHA O Q VCS FIZERAO COM OS APOSENTADOS E PENSIONISTA DA POLICIA MILITAR E UMA VERCOLHA VCS NAO PENSA NO DIA DE AMANHA VCS NAO TEM MIZERICORDIA NO CORAÇAO DE VCS NAO DEU O AUMENTO PRA ELES PORQUR E DIREITO DELES AS FAMILIAS ESTAO PASSANDO FOME DE 2004 ATE 20012 VCS NAO DERAO O AUMENTO GENTE O Q E ISSO VAMOS AINDA DA PEMPO PRA VCS OREM E PESSA PERDAO A DEUS PORISO E COISA DE OUTRO MUNDO. E SE FOSSE A FAMILIA DE VCS COM SERIA. VCS IAO DEIXAR PASSAR FOME AI SE COM CERTEZA VCS TINHAO Q PEDIR MUITO PERDAO. FIQUEM COM DEUS AMEM…. JESUS AMA TODOS VCS.

  88. Alves de Lima

    -

    23/04/2012 às 9:45

    A pec 300 é um caso de DIREITOS HUMANOS, haja vista que proporcionará dignidade plena aos militares e seus familiares.

  89. Carla

    -

    09/04/2012 às 14:19

    Será que politico vai para o céu ???

  90. sebastiao leandro ferreira

    -

    28/03/2012 às 20:30

    eu acho que se tivesemos uma revolução em cada estado de policia contra governos aì eles tomariam vewgonha na cara e atwendia os militares. prepare seu mrconi perilo.

  91. sebastiao leandro ferreira

    -

    28/03/2012 às 20:22

    dinheiro tem de sobra , com ajudinha do cachueira vai dar certo. ele paga sozinho.

  92. salete

    -

    21/03/2012 às 8:53

    sou pensionista quero saber se já esta certo o aumento da policia militar qual vai ser a data do 1 pagamento escrevem sobre tudo mas não esclarecem nada,obrigada se for respondida..

    Prezada Salete, não tenho essa informação. Mas, se for referente à criação do piso nacional salarial para PMs e bombeiros, que significaria aumento para a grande maioria, como não houve o segundo turno de votação na Câmara dos Deputados, a proposta de emenda constitucional ainda nem seguiu para o Senado. Não há, portanto, prazo para que esse eventual aumento entre em vigor. O governo federal e os governos estaduais estão brecando o andamento da proposta de emenda à Constituição, alegando falta de dinheiro.

  93. Nascimento

    -

    21/03/2012 às 1:13

    Boa noite, caro colunista Ricardo Setti. Estamos aguardando o seu apoio, que é de suma importância em nossa luta, contra essa politicagem que temos em nosso tão adorado Brasil. Que DEUS nos abençõe, e que logo possamos comemorar a vitória.

    PEC300! JÁ!!!

    Obrigado.

  94. reginaldo

    -

    19/03/2012 às 18:09

    todos merecemos um salario digno, mas os governantes calarão todos os policiais militares com esse bico formal da delegada que calou sim os policiais, acho que poderíamos dizer não a esse famoso bico da prefeitura.acho que com isso será difícil ser aprovado.

  95. Ivon barbosa de souza

    -

    19/03/2012 às 12:21

    Hoje a pec 300 é a grande solução de grande parte dos problemas da sugurança publica, sou Militar e melhor do que niguem , o que passo pra manter 3 filhas, sem escola de qualidade, sem plano de saúde etc 300 já.

  96. sebastiao leandro ferreira

    -

    02/03/2012 às 20:10

    olha esta micharia de 3,500 que eles querem que pague,isto é nada para os governos estaduais, pórque eles falam é em bilhões, aliás o cachoeira estava pagando até melhor que os governos estaduais e federal. é uma vergonha,,,,,,,,

  97. carla virna

    -

    28/02/2012 às 12:15

    Atenção policiais civis do país e militares!

    27/02/12 – Reunião com ministro da Justiça é confirmada

    O presidente da Cobrapol, Jânio Bosco Gandra, se reunirá com o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, no dia 7 de março, quando apresentará a pauta de reivindicação dos policiais civis. Os itens da pauta foram discutidos durante reunião da diretoria Executiva e de representantes das entidades filiadas à Confederação, no dia 10 de fevereiro, quando também foi aprovado indicativo de greve nacional da categoria para o mês de abril.

    Entre os itens a serem discutidos com o ministro estão: aprovação pelo Congresso do Piso Salarial Nacional (Emenda Aglutinativa nº 2), que tramita na Câmara dos Deputados; a Lei Orgânica (com a criação de uma Carreira Única de Polícia ), a aprovação do Projeto de Lei Complementar (PLP 554) – que dispõe sobre a concessão de aposentadoria especial a servidores públicos que exerçam atividade de risco; e o direito de greve.

    No dia 16 de março, todas as entidades filiadas à Cobrapol realizam assembleias nos estados para referendar a deflagração da greve nacional no dia 16 de abril, caso não haja avanços nas questões que vêm sendo negociadas com o governo.

    “Todos esses itens compõem uma política nacional de valorização do policial civil que terá reflexo direto na redução da criminalidade nas ruas e um atendimento mais eficiente para a sociedade”, explica Gandra.

    Por Giselle do Valle
    Fonte: Imprensa Cobrapol

  98. ten.pm da reserva bmrgs

    -

    27/02/2012 às 18:22

    sempre confiei no império das leis e nos homens bons que cuidam do país, fui guarda noturno em Campinas, Guarda Civil em São Paulo, hoje sou aposentado da Brigada Militar, tenho 84 anos , servir governador Adhemar de Barros, Presidente e prefeito Janio Quadros, TENHO minha audição , e saúde abalada virtudo responsabilidade nas funçoes de policiamento . Tenho esperança que suas excelências escolhidas por Deus. e a Esperança que todos brasileiros tem na nossa presidente que conhece mais do que ninguem os sofrimentos , e merece todo respeito dos brasileiros no momento que atravessa o mundo internacional , afim soluções de seus respectivos povos. Viva o
    congresso, viva os senadores, deputados federais, estaduas e as autoridades constituidas, um viva especial a mandatária do pais PRESIDENTE DILMA ROUSSEFF VIVA O BRASIL RODOLPHO GOMES DOS SANTOSTENPMAPOSENTADO DA BRIGADA MILITAR DO RS agradeço a todos brasileiros , irmãos e seus familiares por terem conseguido colocar o Brasil nos trilhos, na direção certa , obrigados a todos…em poder deixar meu comentário para a quem interessar possa . OBRIGADO SENHOR .

  99. julio cezar dias

    -

    26/02/2012 às 21:33

    A pc 300 é um direito dos policiais, ganhar como todos os policiais do DF, pois todos os dias, correm risco de vida, e recebem um salário que não da para arcar com seus compromissos e dar dignidade a seus dependentes, (SOS gorvernantes).

  100. I cruz

    -

    25/02/2012 às 1:08

    como professora, nos temos as armas papa mudar a bahia so nos unirmos para orientar nossos alunos, outubro vem ai,e mostramos quntos ministros cairam e porque,o governo; quer eleger seus afilhados vamos da o troco desses politicos aguardem ,nos daremos a resposta escolhendo candidatos ,que respeite os servidores publicos, os que estao no poder nao merecem nossa confiança ate parece que, nunca estudaram ,olhem com atençao os salarios dos deputados e alegam que nao podem pagar, melhor aos funcionarios,olhem bem o nome desses deputados e senadores e gavem .

  101. Israel

    -

    14/02/2012 às 13:24

    Sobre a pec 300 Apenas falta é bôa vontade dos legisladores e da presidente, basta só cinco por cento do repasse diminuido vai até sobrar dinheiro para engordar os bolsos dos comandantes da policia militar sem precisar está bajulando os governos e causando tanto mal a policia e a população,faça a conta senadores,faça a conta deputados e depois certifique se da realidade é melhor do que ficar procurando contar histórias e fazer comentarios prolongados como eu assisto na tv senado e, outras.Então,porque ao invés de querer conversar muito para ganhar tempo vá para a matematica e apresente razões de fato então ainda esta querendo enganar os pobrezinhos fomentos dos policiais e tapeando opovo com essa historia de acarretar a carga tributaria entretanto se gasta dinheiro com tantas coisas efemeras que,não produz nenhum resultados por que não gastar com os policiais para eles se motivarem e ter mais vontade de defender o povo?

  102. leoni pinheiro

    -

    14/02/2012 às 1:54

    Aposentado de SM, tá faceiro com o aumento de 14%??? Pois aproveite bem, pq qdo. eles enquadrarem a maioria do aposentados nessa FAIXA, eles vão desvincular o INSS do SM. Veja como eles(luladrão, Zé do Seu, Dilmafiga…) já pensavam nisso em 2003… “”PT ABRE, DE NOVO, SEU SACO DE MALDADES PLANALTO ESTUDA SEPARAR PREVIDÊNCIA DO SALÁRIO Publicou a Folha de São Paulo, de 14.12 O vice-presidente José Alencar reacendeu ontem uma das maiores polêmicas do governo Luiz Inácio Lula da Silva. O vice, que acumula a chefia do Ministério da Defesa, afirmou que “há um propósito muito grande” dentro do governo de desvincular os reajustes anuais do salário mínimo das correções dadas aos aposentados da Previdência Social. “Está sendo feito um estudo, porque todo mundo sabe que esse problema do salário mínimo vinculado à questão do déficit da Previdência tem que ser examinado todas as vezes”, disse Alencar, numa referência aos reajustes anuais do mínimo. “Então, há um propósito muito grande de verificar isso e acabar com essa vinculação no futuro. Isso está prejudicando, vamos dizer, um salário mais digno”, completou ele, que participou ontem de um encontro nacional de prefeitos eleitos pelo PL, que é o seu partido. A proposta de desvinculação do salário mínimo foi defendida no primeiro semestre pelo ministro José Dirceu (Casa Civil) e foi apoiada posteriormente pelo próprio presidente Lula. O problema é que a reação contrária esfriou a articulação 23/04/2004
    Colbert defende desvinculação do mínimo da ativa do pago pelo INSS
    Por: Valéria de Oliveira
    O deputado Colbert Martins (PPS-BA) defendeu, nesta sexta-feira, a desvinculação do salário mínimo pago aos trabalhadores da ativa do valor usado para corrigir as aposentadorias. “Enquanto mantivermos a dependência estipulação do salário mínimo com a capacidade do governo de pagar os aposentados vamos ter limites. A desvinculação não tem o objetivo de punir os aposentados, mas de garantir que aqueles que trabalham posam ser mais bem remunerados”, explicou Colbert. A posição, lembrou o deputado, foi defendida pelo PPS na última reunião reunião do partido….
    .”” ATENÇÃO APOSENTADOS PELO SALÁRIO MÍNIMO!!! Estes também devem brigar e precionar pelo aumento para os que ganha acima do piso(ameaçando e votando contra vereadores e prefeitos da base aliada do governo), pelo simples fato de que o governo pretende fazer com que 90% dos aposentados se enquadrem na faixa do salario mínimo e depois desvincular o Salário Mínimo do INSS, criando um outro mecanismo(menor do que o do SM) para aumentar toodos os benefícios do INSS. Essa intenção não é só da Dilma e sim do pt e do ex-atual-presidente lula.Procurem na web e acharão publicações como esta….ISTO SIGNIFICA: Então se não existir mais necessidade de aumento REAL pra quem ganha acima do piso(porque serão pouquíssimos) o governo desvinculará o SM do INSS e “TODOS” os aposentados terão seus benefícios corrigidos por “ÍNDICE MENOR”. Se não houver um aumento real pra quem ganha acima do piso até as eleições de 2012, vote CONTRA candidatos a prefeito e vereador pertencentes a BASE NACIONAL!!!!!!!!

  103. Miguel Araujo

    -

    09/02/2012 às 0:27

    Acho muito engraçado que os governantes nesta maracutaia eterna , aumentam o próprio salario durante o carnaval ou em eventos que turvam as vistas do povão.Ja os que são a ponta da espada tem um salario desigual e sem direito a reivindicações . Estão pedindo esse pec 300 ja faz muito tempo, felizmente pararam na hora certa .a politica do pão e circo funciona desde Roma .Por isto digo e repito ,enquanto o povão tiver carnaval ,novela e futebol ,um pouco de ração ninguem se revolta . PEC 300 JÀ , ACHEI LINDO!!!

  104. carlos alberto moura gomes

    -

    07/02/2012 às 16:03

    senhores deputados federais não deixe a população ficar nas mãos dos bandidos nó nos colocamos ai no cogresso e no senado agora vcs estão dando o pago a nos não querendo melhorar os salarios dos nosso querreiro que são os praça dos pm bote a pec em votação no segundo turno não sejas covarde cumpre o quer prometerão de votar no segundo turno e agora estão botando a maior dificuldade, mas quando é pra aumentar o salario de vcs tem dinheiro sobrando mas pra os pobre policiais não tem olhe que estar se aproximando as eleições e vcs vão bater na casa deles pedir votos,lha a greve quem estar sofrendo tudo isso samos nós que pagamos os nossos irposto en dias e não estamos tendo retorno, vamos votar a pec 300 pra eles não entrarem em greve o brasil estar nos lados deles e protestando vcs

  105. heron

    -

    31/01/2012 às 21:20

    olá, peço atenção de todos, sou soldado do exercito brasileiro tenho 22 anos, mais não vejo futuro no que faço, o motivo: tenho validade pois posso ficar só por 7 anos. Amo minha profissão só acho que fomos esquecidos por deputados e principalmente presidentes, nesses 3 anos que estou servindo trabalho e trabalhei com temporários muito mais profissionais que os concursados! O brasil desperdiça pessoa boas… em fim queria pedir socorro para deputados e senadores e principalmente presidenta que olhem para esses jovens que estão servindo poderiam seguir carreira de soldado como todas as outras forças auxiliares.

  106. Rocha

    -

    30/01/2012 às 21:57

    corrigindo.copa 2014 e olimpíadas 2016.

  107. Rocha

    -

    30/01/2012 às 21:54

    Financial Times.O mundo começa a ver o que está acontecendo na segurança pública do país que irá sediar a copa 2016 e as olimpiadas 2018.A não votação da pe300 em segundo turno está deixando os governadores com a batata assando! Setti o que você acha que pode acontecer com notícias desse tipo chegando à europa? certamente não é essa imagem que o Brasil deseja em momentos de copa e olimpíadas.Um abraço.aguardo notícias sobre a pec300.O governo nos enganou Setti

  108. ALTAIR samorro

    -

    30/01/2012 às 21:20

    eu acho que ja esta na hora de nos levarem a sério e votaren ésta pec 300 agora pois a copa ja esta ai e eles vão precisar muito de nós militares e com este salário não vão poder contar com nós.

  109. Therezinha

    -

    24/01/2012 às 22:12

    Sr.Ricardo Setti
    Gostaria de saber sobre a pec 300,pois estamos esperando a tanto tempo por uma solução que nunca chega,meu esposo e da pemerj e estamos querendo uma resposta,pois as eleições estão chegando e queremos saber em quem devemos votar.Queremos uma pessoa que possa fazer algo pelos nossos esposos,que arriscam as suas vidas por tão pouco,pois o nosso salario é levado pela inflação.
    Estarei aguardando por uma solução!
    Atenciosamente:Therezinha

    Prezada Therezinha,

    Estive em férias e estou retomando contato com todos os assuntos de que costumo tratar no blog. A Pec-300 é tema importante e dedicarei novos posts ao assunto.
    Aguarde.
    Um abraço

  110. Rocha

    -

    05/01/2012 às 18:43

    Os governos só reconhecem quando estão com a faca no pescoço.Se eles só entendem a greve,greve já!!

  111. JOSE JORGE VIANA

    -

    11/12/2011 às 14:05

    caro amigo Setti. estou aqui novamente escrevendo para sua coluna, para falar do agravamento do meu problema, que outrora eu vivia preoculpado com o meu salário que era pouco aqui no estado do Ceará. pois bem. agora eu estou doente, pois estive bastante pensativo a respeito do salario que ganho, que não dar para suprir as despesas de casa, e agora estou hipertenso, minha pressão arterial chega a 22/12,e por isso procurei um amigo meu que é cardiologista aqui na minha cidade, e ele me pediu varios exames, dentre eles os de sangue,Eco,e ergométrico, exames esses que são caros, e que o estado não tem fundos para que o issec cubra tal exames, o senhor acredita nisso? e agora, como vou conseguir dinheiro para pagar os exames, pois graças a deus a consulta foi gratuita, mas os exames, e agradeço também que esse meu amigo cardiologista, me deu algumas amostras grátis de remédios para mim tomar, que são LOZARTANA POTASSICA, 100mg + HIDROCLORATIAZIDA,25mg , ANGIPRESS, 25mg, e tenho que tomar para poder dormir, lexotan, 03mg. peço a deus que me der a oportunidade de viver.

  112. PM desanimado

    -

    10/12/2011 às 10:30

    QUANDO A PM FAZ UMA PARALIZACAO, A JUSTICA A DECRETA ILEGAL…. ENQUANTO OS JUIZES FEDERAIS DO TRABALHO ESTAO DE GREVE…E A GREVE DELES, QUEM VAI DECRETAR A ILEGALIDADE…SE ELES QUE GANHAM MAIS DE R$20.000,00 E NAO ARRISCAM A VIDA COMO OS PMS, IMAGINEM OS VERDADEIROS HEROIS DESSE PAIS, OS POLICIAIS MILITARES, QUE GANHAM R$1.200,00.

  113. daniele lira

    -

    30/11/2011 às 13:43

    DEMAGOGOS ESSES DEPUTADOS. E A PEC 300 DOS POLICIAIS? O BRASIL ESTA´EM CRISE NA SEGURANÇA. VÁRIOS ESTADOS EM GREVE: MARANHÃO, MINAS, CEARÁ, RIO GRANDE DO SUL, RIO DE JANEIRO… E VOCÊ NÃ ESTÃO NEM AI. CADÊ A COBRAPOL, ANASPRA, DEPUTADOS DA COMISSÃO DE SEGURANÇA, OS REPSENTANTES CLASSISTAS, A POLICIA EM GERAL.
    PEC 300 JÁÁAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    A CADA NATAL SOMOS SURPREENDIDOS: NO DE 2010 FOI O AUMENTO DOS DEMAGOGOS PARLAMENTARES; EM 2011 – O AUMENTO DO JUDICIÁRIO.
    CADÊ A PEC 300 DOS POLICIAIS. ATÉ QUANDO VAMOS ENGOLIR ISTO.
    SE LIGUEM – DESPERTEM POLICIAIS DO BRASIL

  114. Robertson Marcelo da Costa Isaias

    -

    20/11/2011 às 20:33

    Ilmo Sr Colunista, retrato da Revista,
    Como profissional da segurança pública do Estado do Rio de Janeiro, que é espelho do que ocorre em todos os Estados deste país, exponho-me diariamente aos riscos do ofício por mim escolhido, e, para ficar nos exemplos mais comuns dos perigos a que somos diuturnamente expostos, cito os tiroteios, as queimaduras, as perseguições, os incêndios, as lacerações, as mortes…
    Os profissionais da segurança pública atuam exatamente nos eventos os quais a sociedade repele, rechaça, evita, teme. Os riscos são inerentes ao trabalho e não nos furtamos a enfrentá-los, mesmo que para repelirmos o perigo e a injusta agressão tenhamos que sacrificar as nossas vidas e a dos nossos entes, que sofrem quando tombamos em serviço.
    As vidas dos Bombeiros Militares (BM), dos Policiais Militares (PM) e dos Policiais Civis (PC), quer do RJ, quer de outros Estados da federação que já pagam vencimentos compatíveis com os propostos pela PEC 300, que exercem o mesmíssimo ofício que nós, os primos pobres do Bra$il, estão em risco mesmo que não estejam de serviço, em serviço ou a serviço, como queira.
    Temos em vista a segurança, a incolumidade, o bem-estar do próximo mesmo que não estejamos trabalhando. Não passamos ao largo dos desastres, dos roubos, dos incidentes que nos lembram nosso ofício, mesmo que tais infortúnios aconteçam com o Sr, que é contra a PEC 300. Não nos esquecemos nosso juramento quando desvestimos a farda.
    E mais, num país onde R$ 85.000.000.000,00 (oitenta e cinco bilhões de reais) são desviados por ano nas maracutaias armadas por seus líderes políticos, absurdo noticiado pela própria revista Veja e pelo jornal O Globo em edições passadas; num país que sediará os mais importantes eventos esportivos mundiais que são a copa do mundo e as olimpíadas, e que os políticos, aqueles mesmos que roubam R$ 85 bi por ano, insistem em esconder através de Lei, lei ordinária!, as contas do orçamento injetado nesses eventos, não custa pagar salarios melhores àqueles que zelam por suas vidas, seu patrimônio… mesmo que tal patrimônio seja amealhado com dinheiro público, roubado, desviado, não contabilizado ou seja lá qual o adjetivo que os advogados usam para explicar o dinheiro desviado dos cofres públicos
    Sr Colunista, neste mesmo país onde a certeza da impunidade anda lado-a-lado com os corruptos que constantemente são o retrato dos políticos (em toda regra há exceções!), não seria nada demais pagar a todos os profissionais da segurança pública do Brasil os mesmos “altos” salários pagos aos BM, PM e PC de Brasilia. Afinal, sr Colunista, percebemos vencimentos aviltantes porque não protegemos os ladrões de Brasília-DF.
    Ahhh, como eu queria que Brasília fosse no Rio de Janeiro!!!!
    Robertson Marcelo da Costa Isaias – 1° Sgt BM do Rio de Janeiro/RJ.

  115. Natalino Fernandes Botelho

    -

    07/11/2011 às 10:40

    pencionistas, RR, PMS de todos os Estados,uní-vos, em prol da PEC 300,juntos podemos eleger o Presidente da República, o PM é o maior de todos os formadores de opinão. Membros do Congresso Nacional,jáimaginaram o brasil sem as PMS por 05? minutos?

  116. oacil gomes da silva

    -

    05/11/2011 às 22:58

    gente eu ja falei e continuo falando, enquanto nao houver uma paralizaçao geral da pm pc e bombeiros essa pec 300 nao vai entrar em pauta para votaçao. gostaria muito as policias paracem apenas 3 dias ai sim eles iriam colocar rapidinho pra ser votada.

  117. PMMT

    -

    02/11/2011 às 22:45

    Aqui no Mato Grosso não temos do que reclamar. Durante os últimos 04 anos do governo Blairo Maggi, os Oficiais tiveram 79% de aumento, enquanto os praças, 3,79%. Mas para compensar, o Governador Sinval Barbosa (apadrinhado por Blairo) vai nos dar um aumento de 4% em Dezembro, a inflação será de 8%, então, os praças do Mato Grosso estão passando fome, sem demagogia, fome. Enquanto a PEC não é aprovada, o jeito é ir continuando com os bicos…

  118. PMMT

    -

    02/11/2011 às 22:39

    Caros colegas, não esperem os famosos “caras pintadas” fazerem qualquer tipo de manifestação contra a corrupção, muito menos a favor da PEC 300, estamos vendo manifestação de estudantes em SP, querendo que a PM não entre na USP, como que estudantes universitários não querem a presença da PM? Se levarmos em consideração que eles são o futuro da Nação, ….

  119. Arlindo Nogueira

    -

    02/11/2011 às 13:18

    ARLINDO NOGUEIRA
    A PEC 300 deve ser aprovada pelo seguinte:
    Dia 25 de outubro de 2011, é comemorado o DIA DA DEMOCRACIA! Nada melhor do que aproveitarmos essa data para cobrarmos nosso DIREITO, que é a votação em 2 TURNO da PEC 300!
    Gostaria de sensibilizar nossos deputados, que a PEC 300 é o nosso milagre, é nossa dignidade,é condições de pagarmos as nossas contas básicas, que eu como você,consigamos um dia nos livrar dos empréstimos junto aos Bancos…em fim, ter uma decente e merecida por aquele que dá a própria vida para defender outrem.
    A PEC 300, já é uma vitória em ter nascida, basta que o Srs. Deputados batizem-a de PEC dos militares aprovada em 2011.
    A PEC 300 é hoje a concentração de todas as forças dos Policiais militares militares do Brasil, com certeza, o Deputado que olhar por nós, votando nessa Lei, terá transito livre em todos seus mandatos, pois nosso voto será dele e de seus ideais. Essa força é de fé e de esperança, que ainda em 2011, seremos uma polícia Uníssona em todo o Brasil com um salário digno.
    Atenção: Policiais Militares de todo o Brasil, vamos marchar a Brasilia, vamos buscar o que é nosso, nossa dignidade, nosso salário digno.
    PEC 300, É UM SOLDADO FARDADO NO MEIO DA RUA, É NO MEIO DA RUA UM SOLDADO FARDADO.
    Arlindo Nogueira – 1º Ten

  120. Rudi Nunes

    -

    23/10/2011 às 11:51

    Salário digno faz um policial honesto e comprometido com seu trabalho é isso que o governo tem que avaliar não da mais para tapar o sol com a peneira como se diz, as consequencias dos baixos salários estão aí nas opções desesperadas de policiais que ganham um salário de fome, acho que é motivo suficiente para ser aprovado a Pec 300.

  121. rejane cintra

    -

    20/10/2011 às 13:00

    A PEC 300 será aprovada, sim!

    Queridos amigos Policiais e grande familia!

    Dia 25 de outubro de 2011, é comemorado o DIA DA DEMOCRACIA! Nada melhor do que aproveitarmos o ensejo para cobrarmos o que nos é de DIREITO, que é a votação em 2 TURNO da PEC 300!

    Parem de ouvir gamelas, boatos e achismos, principalmente de pessoas que nunca estiveram na luta uma única vez, que nunca deu sua cara a tapa e nem sabe como funciona os trâmites no Congresso Fica só “bizuzando” besteiras porque é um amargo e, ao invés de ajudar, prefere denegrir e desanimar os desinformados de plantão… Gostaria de conseguir colocar em vossos corações, que a PEC 300 é o nosso milagre, é resposta de muitos joelhos (e os meus inclusive) , nas madrugadas pedindo a DEUS que nos dê dignidade, condições de pagarmos as nossas contas básicas, que eu como você,consigamos um dia nos livrar dos empréstimos junto ao BB…em fim, orações que muitos tem feito, por uma vida decente e merecida pra quem nós amamos, que são vocês.

    A PEC 300, já é uma vitória até aqui, ela uniu todos nós, de todo o Brasil e descobrimos que JUNTOS SOMOS FORTES! Que precisamos canalizar essa força pra tudo o que venha fazer uma revolução benéfica na Segurança Pública da qual, vocês são os principais interessados.

    Por isso, gente!!! Conclamo para que visualizem além do natural! Tem coisa mais sagrada que nossos filhos?Pois bem…em nome deles, e através da certeza que tenho no Deus que eu sirvo, eu prometo a vocês que ela será aprovada. Agora, Deus fará sim, o sobrenatural acontecer, desde que façamos a nossa parte. E sabe qual é a parte que nos cabe, agora, hoje? Irmos a DF pra pressionarmos, pra gritarmos e pra articularmos a nossa PEC 300. Lá, pessoal, no Congresso, eu mesma vi coisas serem mudadas assim…como mágica, de uma hora pra outra, movida pela mobilização e a prova disso, é a PEC 300 ter passado a perna em termos de aprovação, na PEC 308 dos Agentes Penitenciários que muito antes da nossa, já estava em andamento.
    Por favor, eu conclamo aos que puderem ir, que estejam lá! Dêem o seu melhor! É inexplicável o sabor de exercermos a nossa democracia de forma justa, sem baderna mais com garra e determinação .Não fique ouvindo boatos desestimuladores, porque quando vocês ouvem e repassam, vocês estão jogando contra a gente que está lá todas as vezes, 16, 20 horas de ônibus pra ir e o dobro pra voltar…muitas vezes, sem recurso, sem onde ficar e o que comer… Se acha que faríamos isso se não tivesse uma força maior que o nosso próprio idealismo que nos impulsiona a lutar, lutar, lutar? Essa força é a fé, a esperança…é DEUS! Nele eu posso TODAS as coisas e vocês também. Ou a gente definitivamente se coloca em prontidão e convence o nosso coração que essa luta é de todos e nosso General é Cristo e por ELE teremos a vitória desde que façamos nossa parte, ou nem mesmo esse blog tem validade…pra que ele serviria? Pra ouvirmos pessoas que falam, falam, falam, reclamam, reclamam , reclamam e pra todos morrermos na praia?Não temos mais solução? Somos condenados a realidade que nos massacra?

    Bom…eu decidi por mim…jamais vou desistir de tentar… de fazer a minha parte e de perder o orgulho quando chego em minha casa e olho pros meus 8 filhos e meu esposo ,um cabo da pm e digo: ” Vai dar tudo certo, pode não ter sido desta vez, mais eu sei que a PEC 300 será realidade!” Isso, é muito pessoal…não posso obrigar a ninguém sentir o que eu sinto…mais eu posso pedir por favor, em respeito daqueles que estão tentando: Não postem palavras de desânimo, de derrota…se não puderem ir, orem pela gente ou sei lá, contribua com a hospedagem de um irmão que possa… Só imploro, que ACREDITEM! O NADA, nós já temos! Não há mais nada a perder, a não ser tentar e com certeza, ganhar.

    Outro fator tão importante quanto estar em DF, é a necessidade do policial de se politizar.Amigos, eu detesto os políticos mais adoro a política! Ela é uma arte e um jogo, querendo ou não, esse jogo só será ganho por nós, quando nos engajarmos politicamente, colocando gente nossa em todas as esferas: municipal, estadual e federal. Não há outra forma.São nesses meios que decidem as nossas vidas, os nossos futuros.Vocês amigos Policiais, tem que se conscientizar que os tempos são outros, que vivemos numa época onde a busca pelos direitos humanos de vocês como tais,é maior que o regulamento muitas vezes abusivo ao qual são submetidos, ressaltando que ele é sim, necessário pra que se mantenha a ordem na Instituição, desde que o mesmo não fira seus direitos como cidadão e não se sobreponha a Constituição Federal.Estamos lutando por essa mudança. Queremos vocês envolvidos no processo político sim! Isso não é uma contravenção disciplinar militar. Isso é o direito de ser livre e exercer a cidadania.Mais eu me pergunto:Como se inicia e se descobre essa vocação? Participando de coisas básicas, como lá em DF, pela PEC 300. Sem briga, sem badernas, sem desacatos,apenas, como cidadãos que os senhores todos são, antes de serem policiais.

    Não vou me alongar mais, porque policia não gosta muito de ler rss…mais convido a todos que puderem a estar conosco em DF.Ainda há vagas em nossos ônibus, que sairão da Capital de SP, passando pelo interior rumo a Brasília. O valor da hospedagem é de $60,00 reais por pessoa, mais o gasto da alimentação que varia de pessoa pra pessoa.O almoço no Congresso caprichado, custa em média $15,00 reais a vontade.

    Sairemos dia 24/10/11 as 16:30 da frente da Subsistência e retornaremos a São Paulo dia 27/10/11, por volta do 12:00 dia.

    Participe! Faça a sua Parte! Nós, custe o que custar, estamos fazendo a nossa e precisamos de você! Grande, forte e carinhoso abraço a todos. PEC 300, EU ACREDITO DE VERDADE!

    ADRIANA BORGO

  122. moises mt

    -

    16/10/2011 às 0:35

    Salario base do Distrito Federal 4.129,73, ingracado ao lado do DF no estado de goias, pregado em brasilia, debaixo da corrupcao nacional, um pm de goias tem um salario base de 2.722,00, acho que como e muito perto dos {aves cezares} da antiga Roma que agora esta instalado em Brasilia, pagam mais da metade do DF, mas no Rio de Janeiro que fica distante da grande roma ou brasilia e de 1.137,49, Sao Paulo esta ganhando da grande Rio de cartao postal da grande roma ou brasilia, governada por varios cesares, que e um problema muito maior que na antiga Roma, pois apenas um cesar comandava, ganha como salario base 2.387,00, meu querido estado de mato grosso eu com um salario integral referente a 30 anos de servico prestado, ganho 2.633,00, {BRUTO} imagine o inicial o base E RUIM EM, e uma vergonha a demora, a enrrola, o descaso, para se votar a pec 300, nao sao os policiais de brasilia ou de roma como melhor lhe soar aos ouvidos, que ganham bem e sim os demais que ganham mal muito mal, senhora cesar dilma, senhor cesar jose virgilio, senhores cesares contra a pec 300, que siguinifica diguinidade para uns, e menas verbas para outros, para serem desviadas para o bolso, para a cueca, para as calcinhas, pras malas e pros malas cesares de nosso pais, quanto ao voto nas eleicoes, referente a estes politicos ja qualificados como traidores do povo e amigo de Roma, cabe a cada estado no dia do voto dar a resposta de toda crueldade que os mesmos tem cometido com os povos que vivem alem das muralhas da grande Roma ou Brasilia pois agora ja me confundo onde vivo se e em um pais de democracia, ou se e em um pais de ditadura, onde fazem o que querem sem podermos dizer nada, sob pena da crucificacao, das chicotadas, ou do exilio pra quebrar o galho dos plebeus ou dos policiais, acredito na pec 300, sei que se for aprovada, vai mudar, melhorar, diguinificar, valorizar, reanimar os policiais que mesmo com seus salarios defazados sao verdadeiros herois, pois seus cesares estao la bem longe da batalha que nos travamos no dia a dia, para com dignidade traser o sustento de nossas familias, mas antes mesmo disso, traser a tranquilidade para a populacao, correndo risco da propria vida. Um exemplo de como nao temos o valor devido, fui a um determinado banco faser seguro de vida, de minha esposa e filhos e o meu e claro, foi aceito de minha esposa de meus filhos, mas o meu nao mesmo eu sendo aposentado, durma com um barulho desse pec 300 ja, ou teremos que reviver a historia dos {300} trezentos espartanos ou policianos que travaram feroz batalha contra a esmagadora dilma e seu leal escudeiro jose virgilio fui…

  123. fontenelle

    -

    15/10/2011 às 0:21

    ESSE SAFADO CHAMADO JOSÉ VIRGILIO ABAIXO DEVE SER UM BANDIDO SAFADO Q TEM NOJO DA POLICIA. MAS COMO´PARECE SER UM FUTURO PRESIDENTE DO BRASIL(POR SUA ESCRITA) NÃO É DE SE ESPANTAR. SAFADO. DESEJO-LHE Q ALGUM VAGABUNDO COMETA UM CRIME CONTRA VC
    E Q CORRA ATRÁS DE UM POLICIAL PARA PEDIR-LHE SOCORRO..

  124. Adriana Souza

    -

    11/10/2011 às 10:02

    Agradeço a você Ricardo pelo empenho destinado a Classe Policial Militar e aos companheiros que por algum motivo se dedicam a esta causa.
    Aproveito o momento para deixar aqui a minha indignação, se me permitem:
    O assunto em pauta é a PEC 300 e vemos que existem pessoas que desconhecem as causas e efeitos disto tudo. É muito facil falarmos das coisas que não conhecemos. Quem conhece assunto de polícia é Polícia. Será que uns e outros estariam sendo contrários a tal posicionamento se fossem policiais ou se tivessem parentes policiais? Conhecem o rítimo de vida de um policial, os riscos que eles correm para que vocês tenham suas casas e familiares guardados? Claro que tod regra tem excessão. Digo: nem sempre a classe é totalmente honesta, mais em qual classe trabalhista existe isto.
    Acredito que exista uma série de fatores que prejudicam a vida da população brasileira, mais atribuo a culpa, à própria população. Ela é forte e não conhece a força que tem. Por acaso a população conhece um pouquinho que seja da lei eleitoral que dá direito ao eleitor de anular seu voto? Você é sim obrigado a votar. Isto porque a propria brigou por isto.Para a maioria dos eleitores o melhor político é aquele que mais se aproxima de realizar nossos interesses (alheios) e não os interesses do país, já perceberam isto alguma vez?
    Embora sejamos obrigados a votar, isto não quer dizer que tenhamos de votar em alguém. Temos opção de anular o voto (o que é previsto na lei eleitoral). Aí dizem: “Mas, dos candidatos existentes eu votei naquele menos pior.” Será que isto é que é cidadania? Isto é que é exercer o seu direito de voto?
    Somos nós quem colocamos eles lá em cima, reflitam sobre isto, por favor…
    Agora, politicamente falando… Acho que o país nunca foi tão mal administrado como nos últimos tempos. Estamos passando por um período de crise de classes (assim defino) todas as classes trabalhistas se manifestam por melhoria de condições de trabalho e salários…E os políticos? Será que estão satisfeitos?
    è facil tirar o doce da boca de criança (cidadão) para colocar na de um adulto (político)…Onde andam os valores e princípios norteadores da pessoa humana? Se inverteram completamente: O certo passou a ser errado e, o errado passou a ser certo. Aos apreciadores da história da humanidade cristã, aos crentes e aos não crentes… Será que este não é mesmo o fim dos tempos que todos esperam para daqui uma eternidade? Então porque não começamos a nos mobilizar antes que o fim do fim se instale?

  125. Marcos

    -

    06/10/2011 às 22:28

    A sociedade precisa apoiar a PEC 300, pois policiais melhores remunerados, teoricamente não se envolveriam com o crime, como milícias e tráfico de drogas. A partir de um melhor salario, ao se envolverem com o crime, deveriam ser expulsos e condenados pela justiça comum.

  126. Alaércio Flor

    -

    03/10/2011 às 15:49

    Há uma maneira de pressionar a votação da PEC 300 : uma greve geral de todas as polícias militares do Brasil, já…e num instante os deputados se mobilizariam para uma votação de interesses das nossas policias.Que tal começar a greve pelo Ceará, a policia que bate em professores do governdor Cid Gomesm, o mais novo sósia de Hitler reencarnado de Sobral para o Brasil….

  127. Diana Siqueira

    -

    30/09/2011 às 12:24

    PEC 300 JÁ!

    A PEC 300 CONTINUA DE PÉ.
    ATENÇÃO POLICIAIS DE TODO O PAÍS.
    VAMOS COBRAR A VOTAÇÃO DA PEC 300.
    NÃO EXISTE CRISE ALGUMA. A CRISE NO BRASIL É A CORRUPÇÃO. O EXCESSO DE MORDOMIA DOS POLITICOS E DO JUDICIÁRIO. VEJAM O VÍDEO DOS PARLAMENTARES DA SUÉCIA NO YOU TUBE.
    EDUCAÇÃO, SAÚDE E SEGURANÇA É O GRANDE CRANCO DO BRASIL, GRAÇAS A INDIFERENÇA DOS PARLAMENTARES BRASILEIROS.
    DINHEIRO TEM AOS MONTES FALTA REPASSAR DE FORMA COERENTE PARA A SOCIEDADE E TRABALHADORES.
    VAMOS DERRUBAR O MARCO MAIA, O VACAREZZA E TODOS AQUELES CONTRÁRIOS A PEC 300.
    OS DEPUTADOS SIMPATIZANTES DA PEC 300 TEM QUE TRANCAR A PAUTA ENQUANTO ESSE DEMAGOGO DO MARCO MAIA NÃO PAUTÁ-LA.

    VEJAM O QUE ESTÁ ACONTECENDO PELO PAÍS. SÃO GREVES E INSATISFAÇÃO POR TODO O PAÍS. É HORA DE ACORDAR E LUTAR POLICIAIS:

    ACM Neto: PEC do trabalho Escravo só se liberarem a PEC 300 – 30.9.2011

    Pressão pelo fim do trabalho escravo

    A Frente Parlamentar Mista pela Erradicação do Trabalho Escravo resolveu reunir artistas famosos para aumentar a pressão em cima do presidente da Câmara e dos líderes partidários, a fim de que entre logo em pauta — para votação final em segundo turno — a PEC 438/2001.

    A proposta de emenda constitucional prevê o confisco de propriedades rurais onde forem constatadas “condutas que favoreçam ou configurem trabalho forçado ou escravo, com a reversão dessas áreas aos programas de assentamento de colonos”.

    Corpo mole

    De acordo com o deputado Domingos Dutra (PT-MA), coordenador da Frente, a bancada do governo faz corpo mole para evitar que sejam votadas também, “no vácuo”, as PECs de grande repercussão financeira, também prontas, como a que equipara os salários de policiais militares e bombeiros (PEC 300) e a que cria a Polícia Penitenciária (PEC 308).

    PEC 300

    Por outro lado, o deputado ACM Neto (BA), líder do DEM, só aceita apoiar a PEC do Trabalho Escravo se o presidente da Câmara, Marco Maia (PT-RS) “liberar” a PEC 300.

    Fonte: Jornal do Brasil

  128. TANIA GUEDES

    -

    23/09/2011 às 12:42

    SIMPLESMENTE, RIDÍCULO, O COMENTÁRIO DO SENHOR JOSÉ VIRGÍLIO.

    É por isso que os poliiais devem realemnte exigir a votação da PEC 300.

    ESSES POLÍTICOS ESTÃO ACABANDO COM O PAÍS.

    A ÁGUA SÓ CORRE PRO MAR.

    VERGONHA NACIONAL!
    As imagens, do site da própria Câmara dos Deputados, mostram a sessão de quinta (22) da Comissão de Constituição e Justiça.
    Têm coisas que acontecem na Câmara dos Deputados que ainda surpreendem. Quando todos achavam que já tinham visto de tudo, a realidade, infelizmente, mostra que não. As imagens não são muito boas, são do site da própria Câmara e mostram a sessão de quinta-feira (22) da Comissão de Constituição e Justiça.
    Em três minutos e seis segundos, em uma sessão esvaziada, a comissão conseguiu aprovar 118 projetos em uma sessão em que as imagens mostravam apenas um único deputado no Plenário. (Fonte: Bom Dia Brasil)
    Assista o vídeo.
    Enquanto 118 PROJETOS são aprovados em TRÊS MINUTOS E SEIS SEGUNDOS com APENAS UM DEPUTADO no plenário, projetos de lei que podem beneficiar e trazer uma vida mais digna as pessoas com deficiência e aos idosos, são praticamente ignorados pelos parlamentares.

    O PLC 40/2010, Aposentadoria Especial para Pessoas com Deficiência, está no senado aguardando aprovação, desde maio de 2010. Enquanto o projeto não é aprovado, inúmeras PcD são aposentadas por invalidez porque não têm mais condições de trabalhar. Esse projeto de lei deveria ser aprovado em menos de um minuto, pois é justo!
    Segundo a LEI Nº 8.74, uma família será incapaz de prover a manutenção da pessoa com deficiência ou idosa, a família cuja renda mensal seja inferior a 1/4 de salário mínimo, ou seja, somente dessa forma a família que cuida da PcD ou idoso terá direito a um benefício. Que ser humano tem condições mínimas de sobrevivência com MENOS DE 1/4 DE SALÁRIO MÍNIMO? Essa lei precisa ser alterada, URGENTEMENTE, pois é uma questão de direitos humanos e justiça!
    Alteração na Lei Orgânica de Assistência Social autorizando pessoas com deficiência a trabalhar como aprendizes sem perder o benefício (BPC), quando será aprovada??
    Somente um deputado compareceu a câmara. E os outros, onde estavam? Provavelmente estavam cuidando dos seus interesses!
    Que projetos são esses que foram aprovados num passe de mágica?? Isso é revoltante! É muita ousadia dos parlamentares!

    PEC 300 JÁ!!!!!!!!!!!!

  129. josé virgilio

    -

    21/09/2011 às 19:32

    gostaria de saber por que um aumento absordo para os policiais militares, fico triste em saber que auguns deputados que nós o elegemos se passam a aprovar um aumento estupendo desse, enquanto o salário minimo é um absordo, o que os PMS fazem? eles ficam mais lanchando do trabalhando, também estou decepcionado com o governador de pe Eduardo campos por da tanta autoridade a uns policiais que só fazem denegrir a imagem da policia militar, usam e abusam da autoridade dada pelo estado, que vergonha governadoe Eduardo, eu sou um grande admirador do senhor, votei no senhor com o maior orgulho, mais não esperava que o senhor deve tanta corda para esses policiais folgados do estado de pe, as forças armadas Brasileira deveriam retomar sua autoridade dada pela constituição brasileira, já vi PMS faltarem com respeito com militares do exército tratando eles como cachorros e não se vê posição nenhuma do auto comando das forças armadas, ISSO É UMA VERGONHA GOVERNADOR EDUARDO CAMPOS, coloque essa policia militar do estado de pe no seu devido lugar, e quanto ao aumento pense se merece.

  130. João Fonseca MG

    -

    08/09/2011 às 10:15

    Na próxima eleição eu não irei votar. E, irei justificar junto a Justiça Eleitoral: “Não votei pq o voto “obrigatório” é inconstitucional por ferir frontalmente o direito democrático da liberdade sócio-político de um cidadão”.

  131. renato veigas

    -

    02/09/2011 às 12:07

    ESTE FATO RECENTE DA JACKELINE RORIZ, FOI O FIM DA PICADA. A DEPUTADA (LADRA), DISSE QUE ERA LADRA E FOI ABSOLVIDA. O QUE É ISSO GENTE?
    SE 265 DEPUTADOS ABSOLVEU-A, ESSAS FIGURAS NÃO ESTÃO COM BOA INTENÇÃO. – ESTÃO?
    ESSA CASA DEIXA DE VOTAR NA PEC 300 DOS POLICIAIS E PREFEREM VOTAR A LIBERAÇÃO DE UMA LADRA DOS COFRES PÚBLICOS.
    O MARCO MAIA (PONCIO PILATOS) LIBERTOU A BARRABÁS (RORIZ) E CRUCIFICARAM O CRISTO (A SOCIEDADE E OS POLICIAIS).
    E O PIOR: FOI A INESCRUPULANCIA DO MARCO MAIA: ” MANDAR A MÍDIA/IMPRENSA E O POVO SAIR DAS ARQUIBANCADAS PARA NÃO PRESENCIAR O QUE TODOS JÁ SABIAM: A INOCENCIA DA RÉ (EXEMPLO NACIONAL DE COMO ROUBAR E FICAR POR ISSO MESMO).
    - SOU LADRA, E DAÍ?! SOU AGORA POLÍTICA, FAÇO O QUERO E BEM ENTENDER NESTA REPUBLIQUETA DE BANANAS TUPINIQUIM E NADA ME ACONTECE, POIS OS MEUS COLEGAS DEFENDEM-ME, POIS TODOS TEM O RABO PRESO. SE ME CONDENAREM, ABRIREI O BICO SOBRE O CONTINUÍSMO DOS MENSALÕES, ETC, ETC, ETC… .
    - AMANHÃ RECEBEREI O ABRAÇO DO VACAREZZA, DO MARCO MAIA, DA DILMA, DO TEMMER, DO SARNEY, E CONTINUAREMOS COM A MAIOR CARA DE PAU E CINISMO, E O POVO ENGOLINDO TUDO COM A MAIOR COMODIDADE. TEM NOVELA, FUTEBOL, CARNAVAL, TUDO QUE ELES QUEREM. A POLÍTICA É NOSSA, MANDAMOS E “ZÉ FINI”, ELES QUE SE EXPLODAM COM SUA MAZELA, IGNORÂNCIA E CONFORMISMO, POIS O SISTEMA É ESTE E A SOCIEDADE ACEITA. (PALAVRAS DA JACKELINE RORIZ).
    AGORA, PERGUNTO MAIS UMA VEZ: ATÉ QUANDO VAMOS ENGOLIR ISTO?
    TEMOS QUE FAZER ALGO!
    DÊ-MEM UMA LUZ: – O QUE FAZER?
    O QUE QUERIA FAZER, COMO TANTOS OUTROS BRASILEIROS, NÃO POSSO FAZER E NEM POSO FALAR AQUI NESTE SITE. SENÃO A JUSTIÇA CASTIGARIA. “ELA NÃO É LADRA DE GALINHA”. “É A LADRA DO LENÇO BRANCO”. ACOBERTADA PELO CORPORATIVISMO PARLAMENTAR E IMUNIDADE PARLAMENTAR – QUE NOME LINDO!
    JÁ OUVIRAM A FRASE: “TODOS SÃO FARINHA DO MESMO SACO”. ISSO É O RETRATO DA POLITIQUICE BARATA BRASILEIRA. E AGORA, COM ESTE GOVERNO DO PT É QUE ESTÁ DESCAMBANDO PARA O CÚMULO DO ABSURDO. ESTÁ SE INSTALANDO A DITADURA DILMISTA EM POUCO DIAS. O CONGRESSO NÃO TEM MAIS VOZ, SÓ APROVAM MP’S VINDA DO PODER EXECUTIVO. CADÊ A AUTONOMIA DOS PODERES?

    POR TUDO ISSO, MANDO ALGUNS RECADOS PARA OS TRAIDORES DA PEC 300:

    MENSAGEM PARA O MARCO MAIA, DILMA, VACAREZZA, PAULO TEIXEIRA E O TEMMER E TODA A CÚPULA TRAIDORA DO PT (PARTIDO DOS TRAIDORES DA NAÇÃO).
    VOTEM A PEC 300 OU O CAOS SE INSTALARÁ, OU SEJA, JÁ COMEÇOU.
    CHEGA DE MENTIRAS E BANDIDAGENS DO TIPO MINISTÉRIOS, ANP, PALLOCI, MARCO MAIA (JATINHOS) E JACKELINE RORIZ. CHEGA DE MENTIRAS E EMBROMAÇÃO E DE DESCULPAS DE CRISE MUNDIAL.
    OU VOCÊS VOTAM A PEC 300 OU OS POLICIAIS DO BRASIL VÃO PARAR DEFINITIVAMENTE.

    - PEC 300, UMA QUESTÃO DE JUSTIÇA!
    E MAIS recados para a DILMA, MARCO MAIA e VACAREZZA e ao TEMMER – INIMIGOS DA PEC 300:
    A câmara recebeu mais de cinco milhões de e-mail’s e telefonemas. E as campeãs respectivamente estão abaixo.
    Se vocês deputados falam que o governo vai votar só em propostas que atendam o anseio do povo. E, agora. Contra fatos não há argumentos:
    Tem que ser pautadas e aprovadas de imediato as propostas: PL-5476/2001 que acaba com a Assinatura Básica da Telefonia Fixa; PL-3299/2008, que extingue o Fator Previdenciário e a PEC-300/2008, que fixa o Piso Nacional do Policiais.
    O que me dizem:
    PEC 300 JÁ!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    ACORDA BRASIL!
    VAMOS COBRAR:
    MANDEM SEUS E-MAIL’S.

    - PEC 300, UMA QUESTÃO DE JUSTIÇA!

  132. fontinelle

    -

    02/09/2011 às 11:13

    Prezado Setti e brasileiros!

    A Copa do Mundo corre o risco de ser um Fracasso. Como o Brasil pode realizar esse evento com as mazelas que temos, a onda de violência e a Dilma com o PT nem estão ai para a segurança;sobretudo, a aprovação da PEC 300 dos policiais, agentes importantes quando o tema é segurança.

    ÍNTEGRA DA REPORTAGEM NO NEW YORK TIME:

    The New York Times destaca violência na Bahia
    Em: Imprensa, Polícia e Política Autor: Danillo Ferreira
    Fonte: http://abordagempolicial.com/2011/08/the-new-york-times-destaca-violencia-na-bahia/
    Um dos principais veículos de comunicação do mundo, o jornal The New York Times, acaba de publicar uma extensa matéria sobre a violência no nordeste, com foco quase exclusivo na Bahia. O periódico norte-americano destacou a alta incidência de homicídios, relacionando os crimes com o crescimento econômico na região, e pondo em xeque a realização da Copa do Mundo de 2014 em Salvador.
    Trata-se de um sinal claro de que segurança pública deve ser tratada como área prioritária, ou teremos uma Copa politicamente negativa aos olhos do mundo (uso este argumento porque a perda de vidas, por si só, parece não convencer os políticos brasileiros).
    Leia a matéria do The New York Times abaixo, traduzida improvisadamente, ou leia o original (em inglês):
    Crescimento econômico no Nordeste brasileiro é acompanhado de violência ligada às Drogas
    SALVADOR, Brasil – Jenilson Dos Santos Conceição, 20, estava de bruços no concreto áspero, seu corpo retorcido, sandálias ainda de pé, com o sangue de suas feridas de bala manchando a ladeira.
    Uma pequena multidão de moradores assistiram desapaixonadamente como uma dúzia de policiais girava em torno do corpo sem vida do jovem.
    “Ele foi seguido e executado aqui”, disse Bruno Ferreira de Oliveira, investigador de polícia. “Eles queriam ter certeza que ele estava morto.”
    O Sr. Conceição foi a terceira pessoa encontrada morta no estado da Bahia naquele dia de Julho. No fim do dia, 6 morreriam violentamente, e no fim do mês 354 haviam sido mortos, segundo a própria polícia.
    A geografia da violência no Brasil foi transformada nos últimos anos. No sudeste, onde se situam cidades como Rio de Janeiro, São Paulo e outras localidades famosas por tiroteios e seqüestros, a taxa de homicídio diminuiu em 47 por cento entre 1999 e 2009, de acordo com um estudo realizado por José Maria Nóbrega, professor de Ciência Política da Universidade Federal de Campina Grande.
    Mas no nordeste, região pobre que mais se beneficiou dos programas de transferência de rendaa que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva defendeu durante seus oito anos no cargo, a taxa de homicídios quase dobrou no período de 10 anos, transformando esta área na mais violenta do País, segundo o Dr. Nóbrega.
    Salvador, maior cidade da região, é uma das maiores atrações turísticas do Brasil, porta de entrada para algumas das praias mais espectaculares do país. E, como o Rio, se prepara para ser anfitriã da Copa do Mundo de 2014. Assim, as autoridades estão tomando aqui o manual do Rio de Janeiro, tentando lidar com a onda de crimes violentos estabelecendo unidades policiais permanentes em áreas violentas frequentadas por traficantes de drogas.
    As Bases Comunitárias de Segurança que estão sendo instaladas são similares às “Unidades de Polícia Pacificadoras”, que o governo do Rio tem utilizado – em meio a muitas polêmicas – desde 2008 para conter a violência das drogas.
    O Nordeste tem sido atormentado pelo crime, mas o aumento ilustra como o boom econômico do Brasil está causando violência relacionada às drogas – a principal causa para o flagelo de homicídio – migrando para outras partes do país, já que traficantes estão em busca de novos mercados, forçando medidas das forças policiais locais.
    Segundo o governo baiano, “a mesma onda econômica que coloca mais dinheiro no bolso de milhões de brasileiros pobres, especialmente no nordeste, também estimulou o tráfico de drogas e os crimes a ela associados”. Traficantes de drogas, percebendo o potencial de um forte mercado, têm centrado sua atuação mais fortemente no Nordeste, resultando em guerras movidas à violência.
    “Se o mercado consumidor está crescendo, o traficante de drogas virá aqui também”, disse Jaques Wagner, governador da Bahia. “O progresso social no Brasil é visível. Mas, ao mesmo tempo, ainda temos problemas com o tráfico de drogas e com a falta de respeito pela vida humana”.
    Nos estados da Bahia e Alagoas, especialmente, tem havido uma explosão de violência na última década. O número de assassinatos na Bahia cresceu 430 por cento, (4.709 entre 1999 e 2008), segundo o Dr. Nóbrega, e no ano passado a taxa de homicídios do estado, de 34,2 por 100.000 habitantes, foi superior ao do Rio de Janeiro, que caiu para 29,8. (O governo da Bahia afirma que, depois de se estabilizar em 2010, os homicídios caíram 13 por cento até julho de 2011 em comparação com os primeiros sete meses de 2010.)
    Agências de viagens dizem que estão preocupados com o aumento da criminalidade violenta em favelas da Bahia – como os assaltos que ocorrem no Pelourinho, Centro Histórico de Salvador, e um dos principais pontos turísticos da cidade.
    “Salvador, agora, não está pronta para a Copa do Mundo, e eles estão começando a perceber isso”, disse Paul Irvine, diretor de uma agência de viagens no Rio de Janeiro, que organiza viagens para ambas as cidades.
    O Governador Wagner minimizou tais afirmações, lembrando que a Bahia tem seu Carnaval todo ano, onde mais de um milhão de pessoas saem às ruas, com 22 mil policiais oferecendo segurança.
    “Passamos quatro anos sem um homicídio no percurso do desfile”, disse ele. “Para mim, com a competência da nossa polícia, não haverá qualquer problema para a Copa do Mundo”.
    Favelas violentas do Rio de Janeiro tem se caracterizado por batalhas entre a polícia e gangues de traficantes fortemente armados que controlam grandes áreas. Mas no Nordeste, os responsáveis pela segurança pública afirmam que as pessoas têm historicamente a cultura de resolver disputas por conta própria – vizinho contra vizinho.
    “O Nordeste possui a cultura da justiça com as próprias mãos”, disse Maurício Teles Barbosa, secretário de segurança na Bahia. “Historicamente, existia a prática do cidadão comum fazer o papel da polícia. Agindo como ‘coronéis’, fazendo ‘justiça’ sem a participação do Estado”.
    A chegada do crack tem sido particularmente devastador. Em Nova Constituinte, uma comunidade na periferia de Salvador que surgiu duma antiga plantação de bananas, uma série de assassinatos relacionados com a droga tem ocorrido na área durante os últimos cinco anos, incluindo o massacre de seis adolescentes num embate entre gangues rivais, disse Arnaldo Anselmo, 42, um líder comunitário.
    Gildásio Oliveira Silva disse que os traficantes de drogas duas vezes tentaram matar seu filho adolescente por dívida a traficantes. Em dezembro passado, ele disse, mataram a tiros sua mulher, Ana Maria Passos de Assis, 39, quando ela estava limpando o banheiro de sua loja, situada ao longo da avenida principal de Nova Constituinte.
    “A violência piorou aqui”, disse o Sr. Silva, 68, um ex-policial. “E é tudo relacionado com as drogas.”
    Após tornar-se governador em 2007, o Sr. Wagner prometeu reestruturar a polícia e tentar conter a violência crescente. Ele acrescentou 7.000 novos policiais nos últimos quatro anos e autorizou a contratação de mais 3.500 este ano.
    A Bahia inaugurou sua primeira Base Comunitária de Segurança no Calabar, uma comunidade pobre cercada pelos mais caros arranha-céus. Desde a sua abertura, em abril, com 120 policiais, nenhum homicídio foi relatado, disse a capitã Maria de Oliveira Silva, que dirige a unidade.
    “Nos últimos três anos, não houve um mês sem que alguém tenha sido morto aqui”, disse Lindalva Reis, 58 anos, que vive em Calabar há 38 anos.
    Mais três unidades semelhantes estão sendo programadas para serem inauguradas no próximo ano perto de Nova Constituinte.
    Como as unidades no Rio, os policiais selecionados são na sua maioria novatos, para tentar reduzir a corrupção e os hábitos mais agressivos de alguns policiais mais antigos.
    Ao contrário do Rio, a instalação das novas unidades aqui não exigiu confrontos sangrentos com a duração de semanas entre traficantes com a polícia.
    Para combater as críticas de que sua polícia não tem se esforçado para resolver crimes, o governo do Estado da Bahia criou um departamento de homicídios com 150 funcionários, focado em investigações de assassinatos.
    Entre os desafios da nova unidade, está a eliminação de “grupos de extermínio”, as milícias compostas por policiais que praticam crimes, e são suspeitos de dezenas de assassinatos, segundo Arthur Gallas, diretor da unidade.
    Há uma montanha de casos não resolvidos. Nos escritórios do novo departamento, os investigadores se debruçaram sobre pilhas de arquivos contendo 1.500 homicídios sem solução que data de antes de 2007.
    Mas o novo impulso ainda é um trabalho em andamento.
    Na cena do crime do Sr. Conceição, a polícia não estabeleceu fita de segurança para evitar a modificação das provas. “Preservar a prova é muito difícil aqui”, disse Helder Cunha, um perito técnico, observando que uma proposta para exigir fita da cena do crime na Bahia ainda não havia sido posta em prática.

  133. mana

    -

    02/09/2011 às 10:58

    Prezado Ricardo Setti e Leitores!

    Vejam como é demagogo o Cândido Vacarezza e o Marco Maia. Eles falaram que só iam pautar temas que atendessem o anseio do povo veja matéria abaixo da própria câmara.

    Integra da matéria:

    Câmara alcança 5 milhões de atendimentos por telefone e e-mail
    Cidadãos entraram em contato para se manifestar, principalmente, sobre projetos que preveem o fim da assinatura básica de telefone, a extinção do fator previdenciário e a criação de piso salarial para policiais e bombeiros.
    Os serviços de atendimento prestados pela Câmara aos cidadãos superaram, no mês de agosto, 5 milhões de consultas. Desde que foi criado, em 1998, o serviço formado pelo 0800 e pelo Fale Conosco (e-mail institucional) somou 5.124.310 atendimentos relacionados a diversos setores da Câmara.
    A maioria desses atendimentos foi catalogada como manifestações espontâneas da população sobre propostas em tramitação; informações sobre a atividade parlamentar e atividade institucional da Casa; mensagens destinadas aos parlamentares e aos órgãos administrativos da Câmara; e sugestões, denúncias, críticas, elogios e reclamações.
    Para registrar o resultado, a Câmara elaborou um relatório que apresenta dados estatísticos referentes à evolução do atendimento, média anual, mensal e diária, perfil dos usuários, ranking das proposições de maior repercussão social e a classificação das mensagens recebidas.
    Segundo o documento, o assunto que lidera (com grande folga) o atendimento à população é o Projeto de Lei 5476/01, que acaba com a assinatura básica na telefonia fixa. Com mais de 2,1 milhões de consultas, o projeto mereceu um atendimento eletrônico exclusivo, no 0800, para os interessados no tema. A proposta foi apresentada pelo ex-deputado Marcelo Teixeira (CE) e aguarda a criação de comissão especial para analisá-la.

    A segunda proposição de maior destaque no atendimento é o Projeto de Lei 3299/08, do senador Paulo Paim (PT-RS), que extingue o fator previdenciário nos benefícios da Previdência Social, e motivou 40,2 mil contatos com os canais abertos da Câmara. A proposta está pronta para ser votada pelo Plenário.

    Já a PEC 300/08, do deputado Arnaldo Faria Sá (PTB-SP), cria um piso salarial nacional para policiais e bombeiros militares e está em terceiro lugar na lista de atendimentos, com 38 mil consultas, entre telefonemas e e-mails. A PEC já foi aprovada uma vez pela Câmara e aguarda votação em segundo turno antes de ser analisada pelo Senado.

    Usuários
    A análise do perfil dos usuários demonstra que a maioria das pessoas que procura os serviços de comunicação da Câmara é da Região Sudeste (56%), mulher (53%), tem entre 31 e 50 anos (57%) e escolaridade superior (50%).
    Um dos usuários recentes dos serviços de atendimento foi o economista Luiz Fernando Nascimento. Ele ligou para o 0800 nesta quinta-feira (1º) para obter informações sobre o Projeto de Lei Complementar 87/11, do Executivo, que reajusta em 50% as tabelas de enquadramento das micro e pequenas empresas no Simples Nacional (ou Supersimples).

    A proposta foi aprovada na última quarta-feira (31) e será enviada para o Senado. “Fui bem atendido e consegui acessar a íntegra do projeto, que era o que eu precisava”, declarou Nascimento.
    O empresário Jaci Dias Pereira também utilizou o serviço 0800 nesta quinta para obter informações relativas aos participantes de um programa da TV Câmara. “Ouvi falarem da possibilidade de a Câmara se tornar neutra na emissão de carbono e eu procurei o serviço para dar uma sugestão”, disse.
    Analisando a evolução dos serviços ano a ano, percebe-se um grande aumento nas consultas no ano de 2004, que chegaram a 505,5 mil contra 82,9 mil registradas em 2003. O principal motivo desse salto foi a instalação das unidades de resposta audível, um sistema eletrônico comum em serviços de atendimento telefônico que não tem interferência humana

    Um recado para a DILMA, MARCO MAIA e VACAREZZA e ao TEMMER – INIMIGOS DA PEC 300:
    A câmara recebeu mais de cinco milhões de e-mail’s e telefonemas. E as campeãs respectivamente estão abaixo.
    Se vocês deputados falam que o governo vai votar só em propostas que atendam o anseio do povo. E, agora. Contra fatos não há argumentos:
    Tem que ser pautadas e aprovadas de imediato as propostas: PL-5476/2001 que acaba com a Assinatura Básica da Telefonia Fixa; PL-3299/2008, que extingue o Fator Previdenciário e a PEC-300/2008, que fixa o Piso Nacional do Policiais.
    O que me dizem:
    PEC 300 JÁ!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    ACORDA BRASIL!
    VAMOS COBRAR:
    MANDEM SEUS E-MAIL’S.

  134. alberto novaes

    -

    31/08/2011 às 10:53

    PREZADOS DEPUTADOS PRÓ-PEC 300:

    QUE A OPOSIÇÃO E OS DEPUTADOS DA BASE QUE QUEREM VOTAR A PEC 300, TRANQUEM A PAUTA E NÃO VOTEM EM NENHUM PROJETO ENQUANTO O MARCO MAIA/VACAREZZA E ADILMA NÃO PARAREM DE MENTIR E PAUTÁ-LA.
    NÃO ACEITEM NENHUMA PROPOSTA DELES, NÃO USEM A PEC 300 COMO MOEDA DE TROCA, NÃO ABRAM MÃO DA PAUTA DA PEC 300.
    A PEC 300 É UM PROJETO QUE VAI BENEFICIAR A POPULAÇÃO, POIS OS POLICIAIS TRABALHARÃO MAIS MOTIVADOS. SOFRERÃO AMANHÃ O REVEZ, POIS O POVO NUNCA MAIS VOTARÁ NELES.
    É UM COMPROMISSO QUE VOCÊS, DEPUTADOS PRÓ-PEC 300 TEM COM OS POLICIAIS E O POVO BRASILEIRO.
    O QUE O A DILMA/MARCO MAIA E O VACAREZZA ESTÃO FAZENDO HOJE, ELES
    HÁ UMA ONDA DE REVOLTA DOS POLICIAIS PELOS ESTADOS BRASILEIROS: RIO GRANDE DOSUL, MINAS GERASI, BAHIA, PIAUÍ, PARÁ, PARAÍBA, MARANHÃO, AMAZONAS, PERNAMBUCO… E A TENDÊNCIA É CRESCER E INSERIR TODOS OS ESTADOS BRASILEIROS, ENQUANTO A PEC 300 NÃO FOR APROVADA.

    - PEC 300, UMA QUESTÃO DE JUSTIÇA!

    JACKELINE RORIZ ABSOLVIDA (LADRA). O MARCO MAIA MANDOU A IMPRENSA E O POVO SAIR DO PLENÁRIO PARA NÃO APARECER OS NOMES NO PAINEL DOS CANALHAS QUE A ABSOLVERAM.
    - QUE DEMOCRACIA É ESSA? QUEREMOS OS NOMES DOS DEPUTADOS COVARDES QUE ABSOLVERAM-NA, ESSA PILANTRA; PEC 300 E EMENDA 29 PROCRASTINADA; MARCO MAIA VIAJANDO DE JATINHO COM O NOSSO DINHEIRO; PALLOCI, ESCÂNDALOS E NINGUÉM PUNIDO. – QUE VERGONHA! QUE NOJEIRA! QUE BANDIDAGEM! – ACORDA BRASIL! ACORDA GENTE! VAMOS COBRAR DESSES CANALHAS VERGONHA NA CARA.
    - CADÊ O MINISTÉRIO PÚBLICO? O STF?

  135. alberto novaes

    -

    30/08/2011 às 15:37

    QUE OS LIDERES DOS PARTIDOS NA CÂMARA, TANTO OS DE OPOSIÇÃO QUANTO AQUELES DA BASE QUE QUEREM APROVAR A PEC 300, OBSTRUAM A PAUTA ENQUANTO O MARCO MAIA/DILMA NÃO PAUTAR A PEC 300
    - PEC 300 – UMA QUESTÃO DE JUSTIÇA!

    COBRAPOL, ANASPRA E TODOS OS POLICIAIS DO BRASIL E A SOCIEDADE BRASILEIRA EXIGEM.

    Governo diz que não “há clima” para votar PEC 300 – 30.08.2011

    Governo diz que não “há clima” para votar PEC 300 e piso para bombeiros fica para ano que vem

    O líder do governo na Câmara dos Deputados, Cândido Vaccarezza (PT-SP), afirmou nesta segunda-feira (29) que não “há clima” para votação de projetos que impliquem aumento de gastos para a União devido à resolução do governo federal de conter gastos como forma de blindar a economia brasileira para enfrentar a crise financeira mundial.

    Com isso, a retomada de votação da PEC (proposta de emenda à Constituição) 300, que fixa o piso salarial nacional para bombeiros e policiais, não deve ser retomada este ano. “Não tem clima no Congresso para votar a PEC 300 neste ano”, resumiu o líder petista após sair da reunião do conselho político com a presidente Dilma Rousseff.

    O líder já sabe que terá de enfrentar a fúria de deputados da base que tentaram de tudo para retomar a discussão do tema. A PEC 300 foi aprovada pela Câmara em março do ano passado, em primeiro turno, mas ainda precisa ser votada em segundo turno na Câmara antes de seguir para o Senado.

    O piso salarial seria de R$ 3.500 para os militares de menor graduação, no caso dos soldados, e de R$ 7.000 para os de maior posto.

    A polêmica discussão da regularização da emenda 29 – que estabelece percentuais mínimos a serem investidos em saúde pela União, Estados e municípios – também será adiada.
    O governo avalia que a proposta não é suficiente para minimizar os atuais problemas de saúde do país e que um novo projeto deve ser encaminhado entre setembro e outubro deste ano ao Congresso Nacional.

    Os detalhes da nova proposta não foram apresentados aos líderes partidários e aos ministros presentes na reunião no Palácio no Planalto, mas o projeto embrionário já recebeu um apelido do vice-presidente, Michel Temer: “emenda 58” – uma tentativa de mostrar que o setor precisa muito mais do que a emenda 29 prevê. (OLHA O OUTRO MENTIROSO TEMMER QUERENDO ENGANAR. SE TU NÃO APOIA A EMENDA 29, VAI QUERER VOTAR OUTRO COM MAIOR RECURSO, DEMAGOGO!) (GRIFO NOSSO).
    ABSURDO ABSURDO ABSURDO ABSURDO.
    QUAL O CLIMA QUE A DILMA ESTÁ SE REFERINDO: TEMPERADO, SEMI-ÁRIDO, TROPICAL, EQUATORIAL…
    DESDE 2008 QUE O CLIMA NÃO MUDA. CONVERSA MOLE, VACAREZZA/DILMA.
    NO ANO PASSADO TINHA CLIMA E NÃO VOTARAM A PEC 300. VOTARAM FOI O AUMENTO DELA E DELES. LEMBRAM-SE? PAPAI NOEL DEU UM AUMENTO ABSURDO DE R$ 10.600,00 PARA R$ 20.600,00. ALI ROLAVA UM CLIMA NÉ DILMA?

  136. Fontinelle

    -

    29/08/2011 às 9:34

    Maldição da PEC 300 volta a atacar – 28.08.2011
    Por: Capitão Assumção
    Prezado Setti e brasileiros!

    Veja na reportagem abaixo, o que o Cidadão Marco Maia (presidente da Câmara dos Deputados) e que é contra a PEC 300 está fazendo com o nosso dinheiro, com o dinheiro público.
    É muito bom está no poder, elels podem tudo. Agora, para dá aumento ao trabalhador vivem enganando e diendo que não há dinheiro. Tudo enganação:
    QUE PAÍS É ESSE?
    O Presidente da Câmara dos Deputados, deputado Marco Maia (PT/RS) tentou sair pela tangente (mentir mesmo) mas não teve jeito. Foi mais um a ser alcançado pela maldição da PEC 300. Nos últimos quatro meses Maia utilizou-se, por quatro vezes, de jatinhos da empresa UNIMED. Segundo o parlamentar ele teria pago todas as viagens. Vamos fazer as contas: as viagens teriam custado cerca de R$ 54 mil reais. Mas ele ganha R$ 20 mil líquido. Que conta estranha, não?

    Outro enigma: na última quarta (24) o deputado, que se recusa a colocar na pauta a PEC 300, teria jurado de pé junto que fretou apenas um voo. No final do dia recuou afirmando que também teria voado no dia 4 de junho. Mas que teria sido uma viagenzinha rápida. Coisa trivial, que todo o brasileiro faz quando está entediado de voar por linhas comerciais. Vocês entendem, não é?

    Síndrome de Pinóquio

    O Estadão desvendou a “pequena mentira”. Mais duas viagens aconteceram: 29 de abril, entre Concórdia, Passo Fundo e São Paulo, e 24 de junho, de Brasília para Porto Alegre. Não restou outra alternativa ao protelador da PEC 300 senão deixar o nariz crescer. Haja óleo de peroba. Quem será o próximo?

    Curiosamente, Marco Maia, em entrevista a uma rádio gaúcha, declarou que não conhece ninguém da diretoria da UNIMED. Então, o que significa essa matéria em seu site oficial?

    (Foto mostra provável aeronave “fretada” por Maia)

    Marco Maia usou avião de plano de saúde para ir a reunião do PT
    Marco Maia disse que vai pagar voo com o próprio salário porque ‘ganha bem’; em junho, deputado havia usado outro avião particular para assistir a jogo da seleção brasileira em Goiânia e depois ir a Porto Alegre, serviço que custaria até R$ 45 mil.

    BRASÍLIA – O presidente da Câmara dos Deputados, Marco Maia (PT-RS), usou aviões particulares para viajar nos fins de semana pelo País. No sábado passado, ele embarcou em um avião e um helicóptero da Uniair, empresa de transporte aéreo da Unimed do Rio Grande do Sul – seu reduto eleitoral -, para participar de eventos partidários do PT nas cidades gaúchas de Erechim e Gramado.

    Procurado pelo Estado nesta quinta-feira, 25, cinco dias após a viagem, Marco Maia admitiu que o voo não foi pago. Questionado sobre a origem do dinheiro que vai cobrir o gasto, afirmou que bancaria a viagem com o próprio salário. “Eu ganho bem”, disse.

    Na entrevista gravada, Maia garantiu que o voo do fim de semana no avião da Unimed foi o primeiro fretado por ele no ano. “Foi a primeira vez que utilizei um voo particular”, disse.

    Horas depois, o presidente da Câmara foi obrigado a mudar a versão após a reportagem confirmar que ele também viajara num avião particular, no dia 4 de junho, de Brasília para Goiânia para assistir ao jogo da seleção brasileira de futebol contra o time da Holanda. De lá, seguiu na mesma aeronave para Porto Alegre. “Foi um voo privado dele como cidadão”, respondeu a assessoria de imprensa do presidente.

    Num primeiro momento, Maia afirmou “não se lembrar” do nome da empresa contratada nem o valor pago pelo voo do jogo da seleção. Diante da insistência da reportagem, informou que o serviço fora prestado pela Ícaro Táxi Aéreo.

    Segundo a empresa, o trecho Brasília-Goiânia-Porto Alegre voado por Maia custa entre R$ 30 mil e R$ 45 mil, a depender do avião. Na declaração de bens ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) de 2010, Maia disse ter um patrimônio de R$ 342 mil. Ou seja, o pagamento do frete do avião corresponderia a aproximadamente 13% de seu patrimônio.

    Por: Capitão Assumção
    O Presidente da Câmara dos Deputados, deputado Marco Maia (PT/RS) tentou sair pela tangente (mentir mesmo) mas não teve jeito. Foi mais um a ser alcançado pela maldição da PEC 300. Nos últimos quatro meses Maia utilizou-se, por quatro vezes, de jatinhos da empresa UNIMED. Segundo o parlamentar ele teria pago todas as viagens. Vamos fazer as contas: as viagens teriam custado cerca de R$ 54 mil reais. Mas ele ganha R$ 20 mil líquido. Que conta estranha, não?

    Outro enigma: na última quarta (24) o deputado, que se recusa a colocar na pauta a PEC 300, teria jurado de pé junto que fretou apenas um voo. No final do dia recuou afirmando que também teria voado no dia 4 de junho. Mas que teria sido uma viagenzinha rápida. Coisa trivial, que todo o brasileiro faz quando está entediado de voar por linhas comerciais. Vocês entendem, não é?

    Síndrome de Pinóquio.

    O Estadão desvendou a “pequena mentira”. Mais duas viagens aconteceram: 29 de abril, entre Concórdia, Passo Fundo e São Paulo, e 24 de junho, de Brasília para Porto Alegre. Não restou outra alternativa ao protelador da PEC 300 senão deixar o nariz crescer. Haja óleo de peroba. Quem será o próximo?

    Curiosamente, Marco Maia, em entrevista a uma rádio gaúcha, declarou que não conhece ninguém da diretoria da UNIMED. Então, o que significa essa matéria em seu site oficial?
    Marco Maia recebe presidente da Federação das Unimeds
    (Foto acima mostra provável aeronave “fretada” por Maia)

    Obs.: se quiserem ver a foto acessem o site

  137. Flávia

    -

    26/08/2011 às 20:40


    Prezada Flávia, você já deve saber do espaço que tenho dado no blog à questão da PEC-300 e como defendo melhoria das condições de vida e de trabalho de PMs e bombeiros.
    Mas o blog não publica convocações e outras iniciativas do tipo.
    Assim sendo, seu comentário foi suprimido tendo em vista as regras de do blog. Se não as conhece, por favor clique no link http://veja.abril.com.br/blog/ricardo-setti/tema-livre/143081/

  138. mana

    -

    26/08/2011 às 12:25

    CONVERSA DA DILMA COM O MARCO E O TEMMER NA ÚLTIMA REUNIÃO.

    NINGUÉM É TROUXA.

    O PAPO DESA REUNIÃO FOI A SEGUINTE:

    DILMA: – MARCO MAIA, NÃO PAUTE A PEC 300, NEM A EMENDA 29!

    MARCO MAIA: – SIM SENHORA, PRESIDENTA!

    MICHEL TEMMER: – É ISSO MESMO MAIA. EU NÃO PAUTEI, ATÉ A ÚLTIMA HORA, POR ISSO QUE ESTOU AQUI MAMANDO NA VICE-PRESIDÊNCIA. PROMETI À SOCIEDADE E AOS POLICIAIS, ELES ACREDITARAM, VOTARAM EM MIM E NÃO VOTEI. HÁ!HÁ!HÁ!

    MARCO MAIA: – POIS É, VOU FAZER A MESMA COISA, OU MELHOR, TÔ FAZENDO A MESMA COISA. QUERO ALGO MAIS.

    DILMA: – É ASSIM QUE FUNCIONA, VOCÊS SABEM. REUNAM-SE COM OS LÍDERES, OFEREÇA ALGO EM TROCA, PODE USAR ATÉ A PEC 300 COMO FIZERAM COM O LULA PARA DÁ QUORUM, DEPOIS ENROLEM OS DEPUTADOS, SABEM COMO É, POLÍTICOS É SÓ DÁ ALGO EM TROCA QUE ELES PULAM DE GALHO. É SÓ CHAMAR O MEU CARTEIRO CÂNDIDO VACARREZA.

    DILMA: – ESTE PAPO JÁ TÁ FICANDO PRA LÁ DE MARRAKECH. VAMOS EMBORA COMER UMA PIZZA!

    - ALGUÉM OU ALGUM LEITOR DISCORDA DO ENREDO?

  139. katia lins

    -

    26/08/2011 às 10:59

    TUDO CULPA DA DILMA/TEMMER/MARCO MAIA:

    MARCO MAIA/DILMA/TEMMER VÃO SE ARREPENDER AMARGAMENTE POR NÃO PAUTAREM A PEC 300

    26.8.11
    Novos protestos com queima de pneus bloquearam três rodovias no RS
    Autoria das manifestações é atribuída a policiais em campanha salarial

    Três rodovias gaúchas foram alvo de queima de pneus na madrugada desta quarta-feira. Protestos semelhantes têm sido registrados desde o início do mês, principalmente no norte do Estado. A autoria das manifestações é atribuída a policiais militares em campanha salarial.

    O fogo produzido pela queima de pneus às margens da rodovia Erechim — Concórdia (BR-153) também surpreendeu os motoristas que passavam pela via às 4h30min desta quarta-feira. Ao lado, uma faixa de protesto reclamava do salário pago aos policiais militares. O fogo foi ateado no trevo da Linha Santo Antônio, próximo ao município de Três Arroios. A PRF não chegou a ser comunicada do fato. A rodovia não foi interditada, já que o fogo não impedia o tráfego.

    Fogo não chegou a interromper o trânsito em Erechim
    Foto: Alderi Bertuzzi

    A rodovia Ivoti — Novo Hamburgo (BR-116) ficou interditada por uma hora, no km 232, em Estância Velha. Os pneus, espalhados por toda a extensão da rodovia pegaram fogo desde as 5h da manhã. A Polícia Rodoviária Federal acionou o Corpo de Bombeiros, que extinguiu as chamas. Ao lado dos pneus, uma faixa estendida fazia referência ao piso salarial nacional dos policiais militares. Filas de carros se formaram nos dois lados da via, que só foi liberada às 6h.

    Pneus foram queimados também em Estância Velha
    Foto: PRF, Divulgação

    Em Santa Rosa, no noroeste do Estado, pneus foram incendiados por volta das 23h de terça-feira. O fogo provocou bloqueio da ERS-344, no km 46, saída para Giruá. De acordo com a Polícia Rodoviária Estadual, o trânsito ficou interrompido por cerca de 1h30min. Na entrada da cidade, uma faixa alerta para os baixos salários recebidos pelos policiais militares no Estado.

    Faixa foi colocada na entrada de Santa Rosa
    Foto: Frani Centenaro

    Na segunda-feira, cerca de 30 pneus foram incendiados na BR-285, em Passo Fundo, no norte do Estado. Faixas alusivas ao salário dos policiais também foram colocadas na via. Manifestação semelhante já havia sido feita em Frederico Westphalen, também no Norte, no dia 4 de agosto. A polícia investiga a autoria dos protestos.

    Fonte: ZERO HORA

    Fala Almança: O Governo Federal está brincando com policiais, pais e mães de família que estão lutando por sua sobrevivência. Arriscam suas vidas pela sociedade e recebem um dos piores salários do funcionalismo público. Infelizmente diante da insensibilidade do governo este movimento tende a se alastrar por todo o país. Inclusive com eventos combinados para um único dia e em todos os estados brasileiros. Imaginem todos os estados brasileiros tendo suas principais rodovias bloqueadas ao mesmo tempo? O único responsável por essa ação é o governo Dilma que impede a votação do piso salarial nacional, o que está obrigando policiais a partirem para a ilegalidade.

    Deixe de mentira, Presidenta Dilma. Dinheiro tem para pagar a PEC 300 e ela NÃO custará 40 bilhões.

  140. Nascimento

    -

    25/08/2011 às 13:49

    Por que existe corruptos em todas as classes de trabalhadores? claro! que em porcentagem menor, que não é o caso das classes dos políticos, que são 99,99999% corruptos que ainda sim só pensam em aumentar seus próprios salários, para isso existe dinheiro, não vai causar nenhum robom no Brasil. Cadê o POVO BRASILEIRO, OS CARAS PINTADAS, PARA SE LENVATAREM CONTRA ESSA ONDA QUE DESTRÓI O NOSSO TÃO BONITO PAÍS. Se essas coisas acontecessem em outro lugar em outro país já haviam feito alguma coisa, não deixando esses vermes acabar com o nosso PAÍS.
    OBRIGADO, RICARDO SETTI.

  141. maria ana

    -

    25/08/2011 às 12:35

    Interessante este texto que está no blog: http://www.atencaopolicialpe.blogspot.com

    Podridão

    Estão podres os três poderes da nossa República, como “nunca antes na história deste País”, até no futebol e religiões. Voltamos à Masada (negação ao Deus judeu)? Ou essas “santas inquisições”, quanto às denúncias de roubalheiras e safadezas desses políticos donos das mais ousadas caras-de-pau das eiras brasilienses são dirigidas para “imbecis” feitos nós? Ao longo de longas primaveras republicanas sempre houve corrupção e danadices dos que fazem nossos poderes constituídos, porém “nunca como agora”. Tem cheiro de coisa no ar, que não a poluente vergonha que estremece o Brasil (depois eu conto). Isso é bom, entretanto é preciso que não forjemos arautos da moralidade de uma hora pra outra – pregoeiros da Sacerdotisa de Vesta, um tanto sem juízo, deusa do fogo em terra onde ainda se procura aperfeiçoar uma democracia. Que prendam (Viva a Polícia Federal!), algemem, e arrebentem os noticiários para que todo povo do mundo saiba (mas ajam fortemente contra esses bandidos). Sem punição severa, não se inibe os políticos e adjuntos dessa laia – que calculam bem seus riscos de ficar na rua e cheios do nosso dinheiro nos bolsos. Alguém tem que julgá-los. Quem? Quem? Se houver uma justiça sem ser cega (no sentido literal) como sempre e séria só um pouquinho (que já é demais) para findar todos os processos e mandarem os condenados para a cadeia, Ave! Todavia, preliminarmente, é um negócio pra lá de transformismos. Lamentando, não vejo com bons olhos ou acentuado odor, as medidas vestais que se agigantam. Na realidade, nem a maioria do Executivo, tampouco do Legislativo, sequer do Judiciário, têm condições morais para julgar alguém no Brasil de hoje. Ou substituímos somente os atuais integrantes sujos de todos os três segmentos (federais e estaduais) ou, melhor, seria criarmos um tribunal popular – cadê os caras-pintadas? Não por plebiscito (pois o voto de um povo cercado de pobreza e ainda alienado é cheque sem fundos – dizia Agamenon). Será difícil. Que tal se eleger um novo Congresso Nacional (fechando este que está aí numa revolta popular – vide o Oriente de agora) para elaborar outra Constituição (pois quem já teve tantas, uma a mais não fará diferença) com leis penais mais duras, proibindo os atuais representantes do povo de se candidatarem pelo resto de suas vidas, como versou o poeta Maciel Pinheiro, “sem posturas de galinhas” – “pois, pelo menos, elas produzem ovos”. Não levem esse mal para si os raríssimos políticos e juristas honrados – mas seria um sacrifício que vocês fariam para a felicidade geral da Nação. Enfim, ou se passa o Brasil a limpo agora… Ou nunca mais. Está fétido esse reinado de Vesta no reino de Vera Cruz.
    PS – De tanta raiva pela situação de País vamos relaxar com os “Marcos do Tempo” de Rafael Rocha, “Brincando com Flores” de Luciene Freitas, junto aos “Holandeses em Pernambuco”, de Leonardo Dantas – novos livros que recomendo com entusiasmo.

    Rivaldo Paiva é escritor – E-mail: paiva.rivaldo@hotmail.com

    É por essas e outras que a PEC 300 não é pautada. Esses caras que estão no poder, parafraseando Caetano Velozzo, “podres poderes”, não estão nem ai para a soiedade, nem para os policiais, eles estão é zombando e rindo das nossas caras. O povo que se “exploda”.
    Não estou conclamando guerra, senhor Ricardo Setti, mas uma consciência coletiva da população, um despertar, em nos conscientizarmos que existem dispositivos legais para acabar com essa pouca vergonha desses caras que estão no poder, nos Castelos do Niemeyer erguidos no Planalto Central. (grifo nosso).

  142. mana

    -

    25/08/2011 às 12:22

    O Marco Maia insiste em não votar a PEC 300. Vejam:

    24/08/11 – Marco Maia anuncia nova pauta para o semestre nesta quarta-feira

    O presidente da Câmara, Marco Maia, disse há pouco que vai se reunir com os líderes nesta quarta-feira para definir uma pauta de votações para o semestre. Ele já tinha anunciado uma proposta de cronograma que voltará a ser discutida amanhã.

    “Já tínhamos um acordo para a votação dos destaques da MP 532/11 hoje, e decidi dar um dia a mais para que os líderes possam amadurecer as propostas de pauta para avançar nas votações durante o semestre”, disse Marco Maia.

    O texto principal da MP foi aprovado na semana passada, mas os deputados ainda precisam votar destaques apresentados pela oposição, que pretende excluir alguns pontos da reestruturação dos Correios.

    Ele descartou, no entanto, a inclusão de temas como a proposta de piso salarial para policiais e bombeiros (PECs 300/08 e 446/09) no cronograma de votações. “O piso está sendo analisado pela Comissão de Segurança Pública”, disse.

    Fonte: Agência Câmara de Notícias

    Pergunto a você Sr. Ricardo Setti: – O Que fazer?

    Cara Mana, jornalista não deve dar conselhos. Creio, porém, que vocês não devem se afastar da linha do uso de métodos pacíficos de pressão, no caso, sobre a Comissão de Segurança Pública.

  143. diego nóbrega

    -

    25/08/2011 às 12:16

    Esses comandates só servem para escravizar os subalternos. São todos puxa-saco dos governadores. Que a justiça prendam os policiais bandidos. Um comandante vir falar da corporação, onde eles também corroboram para meter o chicote na corporação.
    “ele é tão bonzinho.”

  144. João Fonseca MG

    -

    24/08/2011 às 11:44

    Ricardo Setti, para mim esse Cel Comandante da PM do Rio ñ passa de um fanfarrão, onde se viu uma autoridade,prejulgar qualquer um do povo, ele a princípio, estar atropelando a Constituição Federal. Agora, ele teve um bom professor, o seu governador q tem o costume de prejulgar e até excumungar seus funcionários. Na minha opinião, ele deve fechar a boca e aprender a ouvir e deixar a justiça apurar os fatos. Se o assassinato da Juíza tiver PM envolvido, q seja feito justiça conforme preconiza a Lei…

  145. diogo frança

    -

    24/08/2011 às 11:22

    Essa história de crise no Brasil é mentira, é “marolinha”. Tudo aqui é questão de política (politiquice) e má versação do dinheiro público.
    Mas a PEC 300 VAI SAIR:

    MOBILIZAÇÕES DOS POLICIAIS PELA APROVAÇÃO DA PEC 300 RECOMEÇAM

    23/08/11 – Primeiro “Empate” é um sucesso
    Às 7h da manhã de hoje, centenas de policiais civis organizados pela Confederação Brasileira dos Trabalhadores Policiais Civis (Cobrapol) e sindicatos filiados pararam as obras do estádio Fonte Nova, em Salvador/BA.

    No primeiro “Empate” do ano (movimento que vai paralisar por tempo indeterminado as obras nos estádios das capitais que irão sediar a Copa do Mundo de 2014), os policiais deram um cartão amarelo, fechando os portões que dão acesso à construção e impedindo assim a entrada dos trabalhadores e do maquinário.

    “Por mais incrível que pareça tanto os trabalhadores da construção civil quanto a população estão do nosso lado. Os trabalhadores vieram relatar pra nós as condições pífias de trabalho a que estão submetidos, com baixos salários e colocando em risco a própria vida por falta de equipamentos de segurança. E quem passa nos ônibus também manifesta seu apoio ao movimento”, relata o presidente da Cobrapol, Jânio Bosco Gandra, que desde ontem está na capital baiana.

    Antes de paralisar as obras, os policiais realizaram uma panfletagem explicando os motivos da paralisação. Uma faixa de quase 15 metros foi estendida ao redor do estádio cobrando do governo federal a votação das Propostas de Emenda à Constituição (PECs) 300/446 – que tramitam na Câmara dos Deputados na forma da Emenda Aglutinativa nº 2, e cria o Piso Salarial Nacional para os policiais civis, militares e bombeiros.

    Para Gandra, as manifestações de apoio da população e dos trabalhadores da obra é uma demonstração de que o cidadão vem sentindo nas ruas o problema da segurança pública. “Não estamos aqui apenas para cobrar o Piso Nacional, mas principalmente para alertar as autoridades quanto à situação precária que vive hoje todos os estabelecimentos e os trabalhadores da segurança pública. O que significa dizer que sem mudanças, o Brasil não está preparado para receber a Copa de 2014. A melhoria da segurança pública passa também pela valorização do policial”, declarou Gandra.

    Os policiais ainda não sabem até que horas a obra no estádio Fonte Nova ficará paralisada. Mas de acordo com Gandra, assim como no futebol, o cartão amarelo de hoje serviu apenas como uma advertência. Mas, se o governo nada fizer, o movimento pode dar um cartão vermelho e paralisar as obras por 24 horas ou mais.

    Outras capitais que sediarão a Copa do Mundo de 2014 também terão suas obras paralisadas. Além dos campos de futebol, os aeroportos em reforma também devem ser palco do movimento. O novo destino do “Empate” deve ser definido ainda hoje, mas a data e o local não serão divulgados.

    O “Empate” foi aprovado pela Diretoria Executiva Nacional da Cobrapol em reunião realizada no dia 8 de agosto. O nome é referência ao movimento comandado por Chico Mendes, em 1980, contra as derrubadas na floresta amazônica. A palavra “empate” no vocabulário amazônico significa impedir.

    Saiba mais em breve…

    Por Giselle do Valle
    Fonte: Imprensa Cobrapol

    23/08/11 – Policiais protestam em obra da Fonte Nova em Salvador
    Thiago Guimarães, iG Bahia | 23/08/2011 13:23

    Policiais civis promoveram manifestação na manhã desta terça-feira (23) na entrada do canteiro de obras do estádio da Fonte Nova, em Salvador. O ato integra mobilização nacional pela aprovação, no Congresso Nacional, da chamada PEC (Proposta de Emenda Constitucional) 300, que fixa piso salarial nacional para policiais civis, militares e bombeiros.

    Organizados pela Cobrapol (Confederação Brasileira dos Trabalhadores Policiais Civis) e pelo sindicato dos policiais civis da Bahia, os manifestantes impediram a entrada e saída de veículos no canteiro das 7h às 9h. Também fizeram panfletagem na região e estenderam uma faixa no local com os dizeres “PEC 300 – eu acredito”.

    A Cobrapol promete organizar novos protestos em obras de estádios da Copa do Mundo de 2014 e também em aeroportos – o ato em Salvador inaugurou a série de manifestações. “O objetivo é pressionar pela provação da PEC 300. E nossa preocupação com as obras da Copa é porque se não houver investimentos até lá a estrutura policial será insuficiente para atender turistas e população”, afirmou ao iG o presidente da Cobrapol, Jânio Bosco Gandra.

    O texto da PEC 300 foi aprovado em primeiro turno pela Câmara dos Deputados em março de 2010, mas não voltou à votação. O governo federal teme que a União acabe tendo que bancar despesas dos Estados e quer evitar a votação, neste ano, de propostas de grande impacto fiscal.

    Gandra, da Cobrapol, defende a criação de fundos específicos para custear o projeto. “O governo passa idéia falaciosa ao dizer que vai ter impacto nas contas, porque vai se criar um fundo, proveniente de fontes que o próprio governo vai indicar”, afirmou.

    Por Giselle do Valle
    Fonte: Imprensa Cobrapol

  146. João Fonseca MG

    -

    24/08/2011 às 10:30

    Ricardo Setti, bom dia! Tenho observado, q a críse dos Estados Unidos estar servindo de escudo para a Presidente Dilma. É só iniciar qualquer manifestação em prol da Pec300 q a citada crise vem a todo vapor. Assim, q acontece uma trégua, a crise acaba e as Redes Televisivas param de divulgar tal crise.É mui coincidência…

  147. mana

    -

    19/08/2011 às 11:29

    Prezado Ricardo Setti!

    Mais uma vez agradecemos o espaço que nos concede em repassar a “verdadeira” verdade sobre a PEC 300.

    AVERDADE SOBRE A PEC 300.

    UMA RESPOSTA AO SENHOR MARCO MAIA.

    Pelo que eu sei curto prazo é questão de meses a um ano, no máximo dois anos. A PEC 300 é desde 2008. Já entrou no médio prazo e, segue para o longo prazo que é a partir de 05 anos.
    A questão aqui não é falta de orçamento, deputado Marco Maia. Dinheiro existe. A questão é remanejamento das rubricas. Solução existe. Corte os gastos com vocês mesmos – Há! é difícil, não é? – Vocês não admitem o corte das regalias, da “mamata”.
    Uma das soluções, o deputado Mendonça Prado já deu: Que é taxar o IR e ISS em 5%. O próprio Paulo Pimenta PT/RS, em seu relatório, chegou a conclusão que taxar as bebidas em 1% ; que já cobriria o investimento em salário dos policiais. Estou falando em investimento em salário dos policiais, pois é realmente investimento. Gasto é o que vocês fazem com os seus auxílios absurdos (paletó, moradia, viagens, verbas de gabinete…).
    Outra coisa: dizer que a PEC 300 é problema dos Estados, dos governadores, é conversa infrutífera. É por isso que as policias nos estados estão um caos, e as revoltas estão acontecendo, foi em Minas, Piauí, Pernambuco, Pará, Rio de Janeiro, Espírito Santo… . Há uma insatisfação generalizada dos policiais. Querer repassar as responsabilidades de aumento só para os estados é
    impossível, pois nenhum governador vai dar aumento espontâneo a servidores.
    A questão é simplesmente política e mais nada. É um radicalismo petista. Basta mudar o cargo na presidência da Câmara para outro partido que esta PEC 300 anda. Só não andou com o Michel Temmer, pois ele estava de olho na vice-presidência da república, onde o mesmo ficou caladinho e omisso, mentindo e enganando os policiais até a última hora. Agora para aumentar os salários deles no natal de 2010, não teve curto, médio e longo prazo; foi em curtíssimo prazo (“minutíssimo” prazo); enquanto outros parlamentos pelo mundo, caso do Reino Unido, USA e outros, reuniam-se e deliberavam congelamento e redução em seus salários; na república tupiniquim, vocês “ludibriaram” a sociedade brasileira com um maldoso presente de papai Noel. Passaram seus salários de R$ 10.000,00 para R$ 20.600,00; não foi Marco Maia? Não foi presidenta Dilma, não foi senhor Michel Temmer? Ora! Cadê a preocupação dos senhores com os gastos neste episódio? Redução de gastos só vale quando é para os trabalhadores e investimento para a sociedade. Arrecadamos mais de um trilhão e duzentos bilhões de reais em impostos no ano passado. Tem alguma coisa errada, que não precisa ser economista para entender. O erro está na distribuição da riqueza minha gente. A corrupção e o mau direcionamento, versação do dinheiro público é que maltrata o povo brasileiro. Quaisquer argumentos que divirjam dessas linhas, são de pessoas atreladas ao PT ou de pessoas que se locupletam da máquina estatal, ou que ganham muitíssimo bem. Outras categorias podem está se questionando e se queixando por também não receberem bem. Lutem por seus direitos também. Todos temos o direito de vivermos bem. Leiam a Constituição. E que Constituição é essa que garante os direitos básicos e os parlamentares e juízes vetam esses direitos? Resposta: – Por que eles são homens como nós. Por orgulhos e vaidades, os homens mudam de atitudes dependendo dos cargos e do “status” do momento.
    O PT vai de encontro a toda a ideologia do partido representante das classes trabalhistas que é suporte para o desenvolvimento de uma nação.
    Toda e qualquer reivindicação trabalhista o PT é contra, agora. – Que metamorfose!
    É como um pobre que ganha uma fortuna e não sabe o que fazer. O PT. O partido pobre que chegou ao poder. Acha que o Brasil é um sindicato restrito aos seus. Pulverizou os seus sindicalistas por toda a máquina pública: ministérios, câmara, senado, autarquias e empresas públicas, como estratégia de concentrar a renda nacional em suas mãos. O Brasil virou um “mega-sindicato-petista”. Todavia, eles se esquecem que o povo que os colocou lá, esse mesmo povo pode derrubá-lo do pedestal. Eles vão sentir na pele no próximo pleito, vamos desmascarar o PT e entregar o país nas mãos de verdadeiros políticos e dos brasileiros. Na realidade, o PT não é mais o mesmo.
    Como pode um país aspirar a entrar no naipe dos de primeiro mundo, sem se preocupar com o Desenvolvimento Organizacional (a união também é uma organização). Sem se preocupar com a educação com tecnologia, saúde, segurança. Remunerando bem os seus servidores, dando-lhes qualidade de vida e que, consequentemente, prestem um serviço melhor à sociedade. Só um tolo, um demagogo não tem essa visão.
    Mais uma vez repito: quando é para aumentar salários de parlamentares, juízes não se estipulam prazos, é de imediato; todavia, para conceder aumentos para os servidores e trabalhadores é uma dificuldade astronômica.
    A luta continua. Os policiais ordeiramente da COBRAPOL, ANASPRA e demais representantes policiais, estão planejando ações de informações e conscientização à classe e sociedade, que a PEC 300 é um direito indispensável, urgente e imediato para os policiais que, na maioria, passam por situações de penúria motivacional e financeira.
    A PEC 300, que ainda não é a ideal, em parte vai amenizar a situação.

    - PEC 300, UMA QUESTÃO DE JUSTIÇA!

  148. fontinelli

    -

    18/08/2011 às 12:37

    UM PARTIDO CHAMADO PT (PARTIDO DOS TRABALHADORES OU DOS TRAIDORES?)

    PT OU PTT

    Lula, Marco Maia, Vicentinho e outros deputados, bem como “companheiros” que ostentam altos cargos em empresas públicas deste país, agraciados pela bondade petista, se esquecem, ou melhor, fazem de esquecidos, que eles, estes que são citados aqui, foram em grande parte, metalúrgicos em São Paulo.
    O queremos salientar é que o Lula e os demais, sempre lutaram por melhores salários para os trabalhadores, usando os sindicatos das categorias.
    Entretanto, atualmente, eles estão do outro lado e a face do PT mudou.
    Então, só vem a corroborar com a máxima de que: “O poder sobe à cabeça!”.
    É incrível o que estas pessoas estão fazendo com os trabalhadores.
    Toda e qualquer versação sobre aumento de salários de trabalhadores é rechaçado pelo atual PTT (PARTIDO DOS TRAIDORES DOS TRABALHADORES).
    O exemplo maior é a PEC 300. O absurdo que estas figuras, inclua-se aqui a presidenta Dilma, estão fazendo com esta categoria é algo repudiante.

    Concluindo o PT tem duas caras, duas vertentes:

    “A que está do lado de cá,
    e a que está do lado de lá.
    Quando você passa para o lado de lá,
    você massacra, pisa os que estão do lado de cá.”

    - Dá uma prosa, não?

    – Entenderam?

  149. mana

    -

    18/08/2011 às 11:50

    Respondo a você Carla Viana!
    O esquema é o seguinte para você ganhar bem:
    Filie-se a um partido político. Quando os seus pares forem eleitos, você ganhará bem em algum cargo comissionado, afora mensalões oriundos das falcatruas de projetos e licitações fictcíos. Agora, se você for estudar em uma faculdade esperando neste país terminar o seu curso e ganhar bem com o mesmo, você será uma felizarda se consegui. – Parabéns!
    É o sistema. Os políticos e juízes deste país não querem o desenvolvimento da base da pirâmide. Trabalhadores da base e elementares para a economia não podem ganhar bem. Só políticos e juízes. É a Lei da Corte contemporânea. Não sou comunista, mas sito aqui Marx: “- Leis são promulgações das vontades das classes dominantes”. Quem são as classes dominantes deste país? Os políticos. Então essas pessoas (parlamentares e juízes), são quem detem o poder embriagador no nosso país. Eles não vão apoiar leis que não os interessem. E, nós, vassalos, a plebe, os escravos, continuemos na nossa “via-crucis” comendo as rações jogadas pelas janelas do planalto central (Castelos do Oscar Niemeyer), como bolsa escola, bolsa família, fome zero… bolsa!… bolsa! …bolsa! Ações curativas/populistas e não preventivas. Atacam os efeitos e não as causas.
    O que importa é “know-how’, enquanto não tivermos isso, essa república de bananas tupiniquim continuará a mesma: Plantando cana-de-açúcar, café, explorando petróleo, e o povo analfabeto (analfabeto sim), pois assinar o nome não é alfabetização. Fizemos o teste do PISA, que é um teste mundial entre os países para medir o conhecimento/educação. Participaram 65 países e qual foi o resultado: Ficamos no sensacional 57° lugar – QUE VERGONHA! Isto é educação?
    Educação se faz com tecnologia e informação. Vejam Singapura e Coréia do Sul.
    Professores na Republiqueta de bananas ganhando míseros R$ 1.000,00; médicos, policiais e outros trabalhadores também recebendo “merrecas” para sobreviver.
    Quem merece ganhar bem, ganha mal; quem merecia ganhar mal, como os casos dos políticos, que na realidade não fazem nada, ganham salários “polpudos”.
    A culpa é de quem? – Da sociedade. Que votam neles e não exigem vergonha, pudor, ética, moral escrúpulo, seriedade.
    ” – Até quando esperar, até me ajoelhar, esperando ajuda do divino Deus…”
    Parafraseando Milton Ratoum, digo: “o Brasileiro deveria ser mais ativo e não ser omisso, no que tange às suas reivindicações, como faz o europeu”.
    Ainda sonho com isso, parece surreal, mas acredito.

  150. fontinelli

    -

    16/08/2011 às 10:44

    Esse Vacarezza é um dissimulado, mentiroso, demagogo. Agora, ele entra em contradição, dizendo que a união está confortável; e como é que ele repaasar a obrigação da PEC 300 para os Estados. Se ele antes das eleições defendia a PEC 300, que foi moter para a sua eleição.
    O Marco Maia també é outro falastrão. Diz que agradou governo e oposição. – Que metira! a PEC 300 é voz corrente dos deputados da base e oposição. Deixe de ser demagogo Marco Maia.

  151. mana

    -

    16/08/2011 às 10:04

    Vamos por um fim neste assunto de dizer que a PEC 300 é inconstitucional. Inconstitucional é a demagogia e hipocrisia que certos parlamentares fazem com a sociedade e trabalhadores, e ficam impunes. Nunca vimos neste país um político preso e pagar pelas suas artimanhas e roubalheira. A luta dos trabalhadores por qualidade de vida é um direito seu. Grandes empresas pelo mundo já estão preocupadas não só pelo lucro, mas pela qualidade de vida dos seus funcionários, bem como o ambiente. Leiam sobre a “Produção verde”. – Falo com base científica. Os entes públicos também são Organizações. – Ou não? E deveriam também implementar esta Filosofia/Gestão com os seus servidores, para os mesmos prestar um melhor serviço à sociedade e ajudar o meio ambiente. Isso é Gestão da Qualidade. Não importa qual seja a PEC: PEC 300, PEC 400, PEC 1.400, PEC 1, PEC 3. O que importa é a valorização e reconhecimento do profissional.
    - REFLITAM!

  152. João Fonseca MG

    -

    12/08/2011 às 20:14

    No Brasil era mui comum falar ou participar de rodízio de churrasco. Agora apareceu mais uma modalidade de rodízio: “CORRUPÇÃO REGADA DE IMPUNIDADE”, Com uma nova estratégia: O Corrupto, entra no poder político indicado pelo Presidente da República e lá ele fica 06 meses. Aí estoura um escândalo. Simplesmente, a arte do rodízio entra em ação: O corrupto titular é apenas subistituído e assim vai….

  153. maria a. silva

    -

    10/08/2011 às 10:49

    Cara Maria, você sabe do espaço que tenho dado às reivindicações contidas na PEC-300. Não posso, contudo, publicar seu comentário, cheio de ofensas a diversas pessoas e com uma conclamação à greve que as normas do blog não permitem.
    Agradeço a compreensão.

  154. francisco viana

    -

    09/08/2011 às 13:42

    caro amigo Ricardo Setti , acabei de ler o seu desabafo a respeito das colocações da colega Carla, e bem como, sou sabedor das restrições impostas pela sua coluna, eu as vezes me perco pensando em como não falar as coisas que tendo vontade de dizer, de gritar bem alto, esbravejar mesmo a respeito da falta de consideração que os nosso governantes tem para conosco. por isso peço-lhe que releve alguns comentários fora do contexto, e continue nos apoiando nessa causa tão nobre.quero que saiba que todos os dias eu venho aqui ler a sua coluna, atrás de novidades, atrás de um comentario do senhor, mas não estou encontrando. as vezes fico pensando , será que ele desistiu de publicar os seus comentarios sobre a PEC300?, gosto muito do seu raciocínio lógico, e para nós Policiais Militares, é gratificante ter uma pessoa do seu quilate, nos apoiando nessa causa,que com certeza irá nos enaltecer muito, em termos de valorização social. desde já, mais uma vez muito obrigado pelo espaço.

    Caro Francisco, minha coluna não tem “restrições”, tem regras, e bem simples, lógicas, equilibradas. Publico 99,99% dos comentários de colegas seus. Este texto que apaguei representava um abuso, pelo tamanho descomunal e pelo fato de que dezenas de comentários a ele continham ofensas, palavrões, incitação a ilegalidades — falava-se até em “incendiar” as ruas de Brasília — e outras impropriedades graves.
    Continuo e continuarei a acompanhar o caso da PEC-300.

  155. Carla - Viana/ES

    -

    08/08/2011 às 15:15

    Prezados Amigos vamos respeitar o Blog do Senhor Ricardo Setti, ele é o único que ainda se propôs a ouvir e eu concordo que fazer incitações, xingamentos e palavrões não iram nos levar a nada. Pelo contrario afastaremos a sociedade. Vejam como foi os dos Bombeiros do RJ a população comprou a briga junto com eles e “Se fizermos alguma mobilização” que seja a mais ordeira deste País – Ricardo Setti Muito Obrigado pelo espaço cedido.

  156. carla

    -

    08/08/2011 às 10:56

    Prezada Carla, você sabe de meu interesse na PEC-300 e do espaço que tenho concedido ao tema e às aflições de policiais militares e bombeiros. Mas acho que você passou totalmente dos limites e abusou ao me enviar um post do sargento Almaça com 102 comentários para publicar como comentário seu — sendo que entre esses 102 havia palavrões, convocação a atos ilegais, incitação à baderna, ofensas e xingamentos, que você está cansada de saber que, conforme as normas do blog, não publico.

    Fico triste de ver que você se aproveita de meu interesse pela melhoria de condições de trabalho e de vida de PMs e bombeiros e do espaço que tenho dado no blog ao tema para praticar um abuso que, entre outras coisas, me tomou 20 minutos para conseguir deletar tudo e redigir essa resposta.

    Acho que o blog não merecia isso. Você quis me fazer de bobo.

  157. fernando

    -

    05/08/2011 às 23:33

    eu sou favorável a aprovação da pec 300!!!

  158. Carla - Viana/ES

    -

    05/08/2011 às 16:52

    Prezada Maria A Silva estes nomes estão marcados e nas proxímas eleições não esquecerei de nadiinha. PC300 eu acredito!

  159. maria a. silva

    -

    04/08/2011 às 12:06

    VEJAM O ABSURDO!

    REUNIÃO DA COMISSÃO DA SEGURANÇA É CANCELADA POR FALTA DE QUORUM:

    QUE VERGONHA!

    FALTA DE QUORUM?

    UMA REUNIÃO QUE ESTAVA AGENDADA DESDE ANTES DO RECESSO. – UM ABSURDO! SENHOR ARNALDO FARIA. COBRE DESSES DEPUTADOS MAIS EMPENHO. OU TROQUEM OS COMPONENTES DESTA COMISSÃO. POR ESTE CASO JÁ SE VÊ O INTERESSE DELES EM APROVAR A PEC 300. (GRIFO NOSSO).

    NO FINAL, ENVIO A LISTA COMPLETA DA COMISSÃO PARA COBRARMOS MAIS RESPONSABILIDADES DESSES PARLAMENTARES.

    03/08/2011 15:55
    Comissão especial da PEC 300 cancela reunião
    Por falta de quórum, a comissão especial criada para analisar propostas de emendas à Constituição (PECs) relacionadas à segurança pública cancelou a reunião que ocorreria hoje. Foi marcada outra para a próxima quarta-feira (10), às 15 horas.
    O grupo vai discutir, entre outras propostas, a chamada PEC 300, que cria um piso salarial nacional para policiais e bombeiros e já foi aprovada em primeiro turno na Câmara.
    Na primeira reunião da comissão, criada no fim de junho, os deputados deverão analisar requerimentos de realização de debate.
    Da Redação/DC

    A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura ‘Agência Câmara de Notícias’

    Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado – CSPCCO
    Presidente: Mendonça Prado (DEM/SE)
    1º Vice-Presidente: Fernando Francischini (PSDB/PR)
    2º Vice-Presidente: Enio Bacci (PDT/RS)
    3º Vice-Presidente: José Augusto Maia (PTB/PE)
    TITULARES SUPLENTES
    PT
    Alessandro Molon PT/RJ (Gab. 652-IV) Benedita da Silva PT/RJ (Gab. 330-IV)
    Domingos Dutra PT/MA (Gab. 806-IV) Dalva Figueiredo PT/AP (Gab. 704-IV)
    Nelson Pellegrino PT/BA (Gab. 826-IV) Emiliano José PT/BA (Gab. 481-III)
    PMDB
    Alberto Filho PMDB/MA (Gab. 617-IV) Edio Lopes PMDB/RR (Gab. 350-IV)
    Marllos Sampaio PMDB/PI (Gab. 906-IV) Fátima Pelaes PMDB/AP (Gab. 416-IV)
    (Deputado do PMN ocupa a vaga) Mauro Lopes PMDB/MG (Gab. 844-IV)
    PSDB
    Fernando Francischini PSDB/PR (Gab. 265-III) Carlos Sampaio PSDB/SP (Gab. 207-IV)
    João Campos PSDB/GO (Gab. 315-IV) – vaga do PSC Nilson Leitão PSDB/MT (Gab. 276-III)
    Romero Rodrigues PSDB/PB (Gab. 825-IV) Pinto Itamaraty PSDB/MA (Gab. 933-IV) – vaga do Bloco PV, PPS
    William Dib PSDB/SP (Gab. 304-IV) – vaga do PP
    PP
    Arthur Lira PP/AL (Gab. 942-IV) (Deputado do PRB ocupa a vaga)
    Jair Bolsonaro PP/RJ (Gab. 482-III) (Deputado do PSDB ocupa a vaga)
    DEM
    Mendonça Prado DEM/SE (Gab. 508-IV) Alexandre Leite DEM/SP (Gab. 841-IV) – vaga do PDT
    (Deputado do PSB ocupa a vaga)
    PR
    (Deputado do PTdoB ocupa a vaga) Ronaldo Fonseca PR/DF (Gab. 382-III)
    PSB
    Keiko Ota PSB/SP (Gab. 523-IV) Gonzaga Patriota PSB/PE (Gab. 430-IV)
    Pastor Eurico PSB/PE (Gab. 369-III) – vaga do DEM
    PDT
    Enio Bacci PDT/RS (Gab. 930-IV) (Deputado do DEM ocupa a vaga)
    Bloco PV, PPS
    Stepan Nercessian PPS/RJ (Gab. 517-IV) (Deputado do PSDB ocupa a vaga)
    PTB
    José Augusto Maia PTB/PE (Gab. 758-IV) Arnaldo Faria de Sá PTB/SP (Gab. 929-IV)
    PSC
    (Deputado do PSDB ocupa a vaga) Hugo Leal PSC/RJ (Gab. 631-IV)
    PCdoB
    Perpétua Almeida PCdoB/AC (Gab. 625-IV) Delegado Protógenes PCdoB/SP (Gab. 745-IV)
    PRB
    Otoniel Lima PRB/SP (Gab. 370-III) – vaga do PP
    PMN
    Dr. Carlos Alberto PMN/RJ (Gab. 208-IV) – vaga do PMDB
    PTdoB
    Lourival Mendes PTdoB/MA (Gab. 937-IV) – vaga do PR
    Secretário(a): Ricardo Menezes Perpétuo
    Local: Anexo II, Pavimento Superior – Sala 166-C
    Telefones: 3216-6761 / 6762
    FAX: 3216-6770

    E-mail: cspcvn.decom@camara.gov.br

  160. mana

    -

    04/08/2011 às 10:17

    Prezado Setti!

    Os policiais de todo o Brasil agradece esse espaço, para divulgação da nossa luta.

    Um abraço e sucesso!

    Repasso o artigo do Capitão Assumção para maiores esclarecimentos quanto à PEC 300:

    PEC 300: quem vai pagar essa conta? 03.08.2011

    Autor: Capitão Assumção

    Recentemente, com a divulgação dos últimos ataques ao piso salarial nacional dos bombeiros e policiais, por parte do governo federal e de alguns governos estaduais, a exemplo dos governadores do PSDB (os deputados do PSDB são a favor da PEC 300), e, especialmente, de alguns membros da base governista do Governo Dilma, verifico que há uma guerra declarada contra o restabelecimento da dignidade dos trabalhadores da segurança pública brasileiros. E isso acontece sem nenhum escrúpulo nem decência. A ética foi para o lixo. Vale a máxima do argumento rasteiro, desprovido de qualquer base fundamentada.

    Leio as últimas matérias relacionadas a essas ofensas à PEC 300 e penso que os políticos que assinam essas notas ou dão entrevistas nesse sentido, não devem compreender o sentido da palavra caráter. Aparentemente não possuem essa dádiva celestial comum aos nobres heróis anônimos brasileiros. Agora, vendo a iminência da aprovação em segundo turno da PEC da dignidade, esses algozes de plantão, mercenários da política nacional, apregoam que aprovar a PEC 300 causaria uma insegurança orçamentária nos governos estaduais e no caixa do governo federal.

    Até mesmo, em entrevista a um jornal televisivo, o presidente da Câmara dos Deputados, Marco Maia (PT/RS) foi contundente afirmando da precaução em aprovar o piso, sem citar de onde virão os recurso para a complementação salarial. Age com inconsequência esse parlamentar, principalmente porque em um passado curto, esse mesmo congressista não somente votou pela aprovação da PEC 300 como também, para que fosse alçado à condição de Presidente da Câmara, veio pedir votos aos parlamentares adeptos à causa dos bombeiros e policiais. Agora, inadvertidamente, corre da raia.

    Não há necessidade de dizer a origem dos recursos para complementar os salários dos bombeiros e policiais brasileiros. A própria redação final do texto da PEC 300, modificada pelo senhor Cândido Vaccarezza (PT/SP), nos relata que o recurso virá da criação de um fundo nacional que, após estudos seríssimos, complementaria os salários nos estados que realmente comprovassem a sua incapacidade momentânea de prover o piso salarial dos renomados trabalhadores da segurança pública e, apenas por um determinado período. Não seria algo eterno a ser arcado pela União. Mas haveria em todos os estados federativos um único piso salarial nacional.

    Deixando de lado o esquecimento proposital por parte desses senhores inescrupulosos, no que se refere a essa questão que eles estão martelando nos canais corporativos de comunicação, posso sugerir, sem necessidade, de onde poderão sair os recursos que faço questão de relatar nas próximas linhas.

    - da redução da corrupção no Brasil. A FIESP registra quase 70 bilhões de reais anuais furtados do cofre da viúva para pagar propina aos corruptos que sangram as obras públicas brasileiras. Isso significa cerca de 2,3% do produto interno Bruto (PIB).

    - da redução dos juros da dívida pública. Somente nesse primeiro semestre o Brasil pagou R$ 119,47 bilhões, segundo números divulgados na última sexta (29) pelo Banco Central. Para não usar de casuísmo, ao modo desses políticos sem ética, esclareço que esse valor inclui união, estados e municípios. Mas o ralo maior vem da União. dos quase R$ 120 bilhões de despesas com juros de todo o setor público, R$ 100 bilhões referem-se à dívida do governo federal. Dinheiro do contribuinte.

    - da paralisação de obras federais superfaturadas. Em 2010, o Tribunal de Contas da União (TCU) parou 31 obras federais sob suspeita. Os valores chegavam à vultosa soma de R$ 23 bilhões. Dinheiro do povo. Dinheiro do vendedor de picolé mais próximo da sua casa. Dinheiro seu.

    - da irrigação de dinheiro do contribuinte aos cofres privados através do BNDES. Alguns dias atrás esse banco público entrou em ação para cobrir uma megafusão entre a empresa Pão de Açucar e a transnacional Carrefour. Se a operação tivesse sido finalizada, o BNDES enterraria R$ 4,5 bilhões nas mãos dos já trilionários donos dessas empresas. Quantas vezes por ano isso acontece e ninguém faz nada?

    Poderia escrever um livro discriminando a fonte para resgatar um pingo de dignidade aos nossos valorosos bombeiros e policiais do Brasil. Mas não é o objetivo desse texto. O que tem que ficar bem claro é que o governo federal através de seus articuladores do mal, pessoas desprovidas de valores matizados nos corações dos brasileiros decentes, vai agir com todo o seu mau-caratismo para descaracterizar essa proposição que dará um mínimo de conforto aos trabalhadores da segurança pública que batalham, dia após dia, pela paz social dos nossos compatriotas.

    Bombeiros e policiais, preparem-se. Fomos moldados para a guerra e há uma grande luta pela frente. Dia 9 de agosto o nosso exército dos justos estará a postos em Brasília para cravarmos a nossa espada na Câmara dos Deputados. Sem luta não há vitória. Já estamos escrevendo com sangue as paginas de uma história de correção de injustiças. Queremos a votação em segundo turno da PEC 300 na Câmara. Do outro lado o inimigo: a choldra governamental e o seu exército de sugadores do erário brasileiro.

    Capitão Assumção.

    Fonte: http://www.pec300.com/2011/08/pec-300-quem-vai-pagar-essa-conta.html

  161. Mônica Brandão

    -

    03/08/2011 às 23:03

    Boa noite a todos!!!! meu nome é Mônica, sou pensionista do Estado.
    torço pelo Pec 300, mais tenho uma grande dúvida sobre esse aumento.
    gostaria de saber ,uma vez saindo o Pec se as pensionistas da policia militar terão também direito a esse Pec 300. desde já obrigado!!!

    aguardo resposta
    Mônica Brandão
    RJ Méier.

    Prezada Mônica, até onde eu sei a PEC-300 não toca na questão de aposentadorias e pensões. Imagino que, se ela for aprovada, deverá porém repercutir na legislação que trata desses casos e provavelmente virá a beneficiar aposentados e pensionistas.
    Mas você precisaria se informar melhor junto a entidades associativas de PMs e bombeiros, eles seguramente têm esse esclarecimento.
    Abraço

  162. maria ana

    -

    03/08/2011 às 9:02

    ATENÇÃO POLICIAIS DE TODO O PAÍS – DIA 09.08.2011 – O DIA “D”.

    MENDONÇA PROMETE MOBILIZAÇÃO POR PEC 300 – 2.8.11

    No próximo dia 09, o deputado federal Mendonça Prado (DEM/SE), presidente da Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado (CSPCCO) irá realizar uma grande manifestação com concentração na Esplanada dos Ministérios seguida de uma marcha até a Câmara e visita aos gabinetes dos deputados para que a PEC 300 seja colocada em pauta, votada e aprovada.

    Cerca de dez mil policiais e bombeiros militares de todo o país prometem permanecer no gramado principal do Congresso Nacional até que o pleito seja atendido.

    O presidente da Câmara dos Deputados, deputado Marco Maia (PT/RS), se comprometeu em colocar a matéria em pauta se todos os líderes partidários concordassem. O presidente da CSPCCO, deputado Mendonça Prado conseguiu a assinatura de todos. Resta agora, a assinatura do deputado líder do PT, Paulo Teixeira (PT/SP).

    “Com a assinatura de todos os líderes partidários, tenho confiança que o deputado Marco Maia se sensibilize e inclua essa proposta que, sem sombra de dúvidas, vai mudar a vida de nossos profissionais da segurança pública e da sociedade brasileira”, afirmou Prado.

    Por Vanessa Franco – Assessoria de Imprensa Faxaju – Blog Capitão Assumção

    1.8.11
    Soldados do Corpo de Bombeiros e da PM preparam manifestação no Congresso Nacional

    Salário nacional – A votação em segundo turno da PEC 300 poderá ocorrer na segunda semana de agosto, após o fim do recesso parlamentar. Uma manifestação da categoria está marcada para começa às 9 horas do dia 9 de agosto, na Esplanada dos Ministérios. À tarde, policiais militares e bombeiros farão visitas, em grupos, aos gabinetes dos deputados. Para o projeto entrar em votação falta apenas a assinatura do líder do PT, deputado Paulo Teixeira (SP).

    Como a proposta não foi votada antes do recesso parlamentar, que iniciou no último dia 15, novas caravanas de policiais e bombeiros de todo o Brasil virão a Brasília. A estimativa é de que mais de 10 mil policiais e bombeiros militares estejam no Congresso Nacional neste mês.

    A proposta, aprovada em março de 2010 em primeiro turno, determina a criação de uma lei federal estabelecendo o piso salarial definitivo dos policiais civis e militares e bombeiros. Ela também determina a criação de um fundo federal para auxiliar os governadores a pagar os salários desses profissionais.[...]

    No dia 2 de julho, o presidente da Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado, deputado Mendonça Prado (DEM-SE), disse já ter pedido ao presidente da Câmara, Marco Maia, a marcação de uma data para a análise em segundo turno da PEC. Caso a data não seja definida logo, Mendonça Prado prevê manifestações dos policiais.

    No início do mês, cerca de 400 bombeiros do Rio de Janeiro protestaram frente ao Palácio do Planalto contra os baixos salários da categoria e pediram a aprovação da PEC 300, que prevê piso salarial nacional a policiais civis, militares e bombeiros. Em nome do grupo, o cabo Benevenuto Daciolo se reuniu com o assessor especial da Secretaria-Geral da Presidência, José Feijó.

    “O presidente da Comissão de Segurança, deputado Mendonça Prado está organizando uma manifestação em frente à Esplanada dos Ministérios seguida de uma marcha até a Câmara dos Deputados com posterior mobilização nos gabinetes e galerias do plenário”, disse o ex-deputado capitão Assumção (PSB-ES).

    “A participação de todos é fundamental. Só desta forma teremos a convicção que a PEC 300 será colocada em pauta para votação e conclusão da matéria na Câmara dos Deputados”, acrescentou. Assumção é o primeiro suplente da bancada capixaba e estará em Brasília participando da organização da manifestação. Com informações da “Agência Congresso”.

    Fonte: Ucho.Info

  163. mana

    -

    02/08/2011 às 10:00

    Senhor deputado, Paulo Teixeira, falta apenas a sua assinatura para a pauta da PEC 300. Será que o senhor irá resistir sozinho a todos os outros líderes partidários na câmara? Irá remar só contra a maré?
    Dia 09.08.2011 estaremos ai para uma pressão maior.

    E MAIS:

    PEC 300: fruto da determinação dos bravos
    Autor: Capitão Assumção

    O piso salarial nacional dos policiais (civis e militares) e dos bombeiros militares segue um ritmo de lutas e batalhas nunca visto antes na Câmara dos Deputados. Essa proposta, que originariamente teve o seu trâmite no ano de 2008, é hoje, a mais badalada no cenário político nacional.

    Dentro da Câmara, já é disparada, a mais comentada e consultada. Na rede mundial de computadores, incontáveis sites e blogs propagandeiam a propalada “dignidade salarial” tornando “PEC 300” um mantra, uma marca indelével, significado de persistência, determinação, força e coragem dos bombeiros e policiais brasileiros.

    Então, porque a PEC 300 não é facilmente aprovada já que percebemos o endosso da maioria dos parlamentares do Congresso Nacional e a aprovação dos brasileiros? Por que o Governo não quer. É mais fácil conviver com quase 70 bilhões anuais de corrupção (segundo a FIESP) do que valorizar os trabalhadores da segurança pública através do piso salarial nacional.

    Da mesma forma que a PEC 300 encontra fortes reações do governo dentro da Câmara, impedindo que ela seja aprovada em segundo turno e possa seguir o seu curso normal no Senado, do outro lado encontram-se, obstinadamente, e de forma ainda não tão organizados como queremos, os policiais e bombeiros, que semana após semana, delimitam posições nos corredores da Câmara Federal, exercendo pressões fundamentais para que a chama não se apague.

    Foi dessa forma que o piso salarial nacional alcançou êxito nas votações pelas quais passou, já que a PEC 300 já foi votada (pasmem) duas vezes no primeiro turno. Isso mesmo. Contrariando a lógica regimental da “Câmara dos Comuns”, a tão fomentada PEC da dignidade, ferindo todos os preceitos regimentais, teve o desprazer de passar pelo crivo dos nossos parlamentares duas vezes num único turno. Tamanha a temeridade do governo federal em tornar o piso uma realidade.

    De lá para cá muita novela se formou para que os policiais e bombeiros fossem impedidos de ter um piso razoável para justificar a dedicação plena que exercem em defesa dos cidadãos brasileiros. Já alardearam que era inconstitucional, que iria quebrar os estados, que isso, que aquilo.

    Os ataques nunca pararam. Recentemente, o Ministro da Defesa, Nelson Jobim, sabatinado por policiais em um seminário no estado de Alagoas, esquivou-se, argumentando a famigerada teoria da ‘demanda financeira de cada estado’. Uma afronta.

    Na última quinta (28/07), durante o 46º Fórum de Secretários Estaduais do Planejamento, o piso salarial sofreu nova investida. Desta vez, vinda do senhor Fábio Gondim, Secretário de Planejamento do estado do Maranhão, que, descabidamente difundiu a falsa idéia do risco de se igualar os salários dos policiais e bombeiros brasileiros aos dos Distrito Federal.

    Acredito que não foi por desconhecimento que esse secretário argumentou essa falácia. A essência do texto final aprovado em primeiro turno não fala em paridade salarial, tampouco em valores. Mas discrimina um piso salarial nacional a ser debatido pela categoria com os congressistas, quando a PEC 300 for promulgada e o governo enviar projeto de lei, em até 180 dias, ao Congresso Nacional, contendo valor nominal e complementação salarial através de fundo constitucional, principalmente.

    Muitos outros ataques se seguirão. O governo nunca irá ceder até que tenha vencido no cansaço os nossos aguerridos policiais e bombeiros do Brasil. Não há qualquer tipo de preocupação do governo federal em tratar essa reivindicação justa como política de Estado. É por isso que, ao me perguntarem quando a PEC 300 vai ser colocada na pauta para ser votada, eu respondo : Sem luta, nunca.

    Só foi para a pauta e foi aprovada em primeiro turno debaixo de muita luta e sofrimento e é dessa forma que irá acontecer mais uma outra vez na Câmara dos Deputados e mais duas vezes no Senado Federal. E assim será até que o piso salarial nacional se torne uma realidade.

    No dia 9 de agosto, o presidente da Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado, deputado Mendonça Prado (DEM/SE), está organizando uma grande concentração na Esplanada dos Ministérios seguida de uma marcha até a Câmara, visita aos gabinetes dos deputados e posterior ocupação dos espaços internos, como as galerias do plenário, para que a PEC 300 seja colocada em pauta, votada e aprovada.

    Essa nova mobilização tem um foco. O Presidente da Câmara dos Deputados, deputado Marco Maia (PT/RS) se comprometeu em colocar a matéria em pauta se todos os líderes partidários concordassem. Mendonça Prado conseguiu a assinatura de todos. Só falta a assinatura do deputado líder do PT, Paulo Teixeira (PT/SP). A sensibilização dos trabalhadores da segurança pública fará a diferença.

    Não é um jogo de enganação. É um jogo de pressão. E expressamente democrático. E os bombeiros e policiais estão sendo forjados para isso. É cansativo? Extremamente. Mas a cada luta eles se fortalecem ainda mais. É apenas um aperitivo para que os trabalhadores da segurança pública do Brasil acordem e se unam nacionalmente em defesa de seus interesses legítimos. Ninguém entrou para a Polícia ou para o Corpo de Bombeiros para se enriquecer. Mas ninguém precisa passar necessidade para ser um abnegado herói do povo: um policial, um bombeiro.
    Postado por Capitão Assumção às 08:31 10 comentários
    Fonte: http://www.capitaoassumcao.com/

    Soldados do Corpo de Bombeiros e da PM preparam manifestação no Congresso Nacional – 01.08.2011

    Salário nacional – A votação em segundo turno da PEC 300 poderá ocorrer na segunda semana de agosto, após o fim do recesso parlamentar. Uma manifestação da categoria está marcada para começa às 9 horas do dia 9 de agosto, na Esplanada dos Ministérios. À tarde, policiais militares e bombeiros farão visitas, em grupos, aos gabinetes dos deputados. Para o projeto entrar em votação falta apenas a assinatura do líder do PT, deputado Paulo Teixeira (SP).

    Como a proposta não foi votada antes do recesso parlamentar, que iniciou no último dia 15, novas caravanas de policiais e bombeiros de todo o Brasil virão a Brasília. A estimativa é de que mais de 10 mil policiais e bombeiros militares estejam no Congresso Nacional neste mês.

    A proposta, aprovada em março de 2010 em primeiro turno, determina a criação de uma lei federal estabelecendo o piso salarial definitivo dos policiais civis e militares e bombeiros. Ela também determina a criação de um fundo federal para auxiliar os governadores a pagar os salários desses profissionais.[...]

    No dia 2 de julho, o presidente da Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado, deputado Mendonça Prado (DEM-SE), disse já ter pedido ao presidente da Câmara, Marco Maia, a marcação de uma data para a análise em segundo turno da PEC. Caso a data não seja definida logo, Mendonça Prado prevê manifestações dos policiais.

    No início do mês, cerca de 400 bombeiros do Rio de Janeiro protestaram frente ao Palácio do Planalto contra os baixos salários da categoria e pediram a aprovação da PEC 300, que prevê piso salarial nacional a policiais civis, militares e bombeiros. Em nome do grupo, o cabo Benevenuto Daciolo se reuniu com o assessor especial da Secretaria-Geral da Presidência, José Feijó.

    “O presidente da Comissão de Segurança, deputado Mendonça Prado está organizando uma manifestação em frente à Esplanada dos Ministérios seguida de uma marcha até a Câmara dos Deputados com posterior mobilização nos gabinetes e galerias do plenário”, disse o ex-deputado capitão Assumção (PSB-ES).

    “A participação de todos é fundamental. Só desta forma teremos a convicção que a PEC 300 será colocada em pauta para votação e conclusão da matéria na Câmara dos Deputados”, acrescentou. Assumção é o primeiro suplente da bancada capixaba e estará em Brasília participando da organização da manifestação. Com informações da “Agência Congresso”.

    Fonte: Ucho.Info

    http://www.pec300.com/2011/08/soldados-do-corpo-de-bombeiros-e-da-pm.html

    Dinheiro tem aos montes. Os escândalos revelam: Mensalão; o caso Palloci; Ministérios do Transporte; Agência nacional do Petróleo (ANP), afora os outros que sabemos e não são divulgados.
    Esses governadores e políticos que são contra a PEC é porque estão envolvidos em algum escândalo e porque vai acabar a boquinha com a corrupção e derrama do dinheiro público para os seus comparsas e empresas laranjas. É por isso que não sobra dinheiro para a Educação, Saúde e Segurança.
    Isso tem que acabar!
    A PEC 300 tem que ser votada. E chega de chororô desses governadores e parlamentares que só querem usufruir do poder embriagador. Quantos eles ganham? Um trabalhador, sobretudo, médicos, policiais e professores não podem ganhar bem? O que é isso?
    CHEGA DE ENGANAÇÃO!
    DIA 09.08.2011 – TERÇA-FEIRA TODOS POLICIAIS NA CÂMARA DOS DEPUTADOS. (grifo nosso)

    - PEC 300, UMA QUESTÃO DE JUSTIÇA!

  164. Carla - Viana/ES

    -

    28/07/2011 às 14:28

    Estado tem mil assassinatos A Tribuna 28/7/2011 Reportagem Especial Pag. 2 – Está é a noticia estampada nos jornais do Espírito Santo: De Janeiro a Julhor 1000 Assassinatos – Deus do Céu onde vamos parar.

  165. Carla - Viana/ES

    -

    27/07/2011 às 14:03

    Rumo a Brasília dia 09/08/2011

    Que vergonha o nosso Administradores do Brasil!!!!!

    Assunto: Enc: ATO DE REPULSA

    Um motorista do Senado ganha mais para dirigir um automóvel do que um oficial da Marinha para pilotar uma fragata !

    – Um ascensorista da Câmara Federal ganha mais para servir os elevadores da casa do que um oficial da Força Aérea que pilota um Mirage.

    – Um diretor que é responsável pela garagem do Senado ganha mais que um oficial-general do Exército que comanda uma Região Militar ou uma grande fração do Exército.

    – Um diretor sem diretoria do Senado, cujo título é só para justificar o salário, ganha o dobro do que ganha um professor universitário federal concursado, com mestrado, doutorado e prestígio internacional.

    – Um assessor de 3º nível de um deputado, que também tem esse título para justificar seus ganhos, mas que não passa de um “aspone” ou um mero estafeta de correspondências, ganha mais que um cientista-pesquisador da Fundação Instituto Oswaldo Cruz, com muitos anos de formado, que dedica o seu tempo buscando curas e vacinas para salvar vidas.

    – O SUS paga a um médico, por uma cirurgia cardíaca com abertura de peito, a importância de R$ 70,00, equivalente ao que uma diarista cobra para fazer a faxina num apartamento de dois quartos.

    PRECISAMOS URGENTEMENTE DE UM CHOQUE DE MORALIDADE NOS TRÊS PODERES DA UNIÃO, ESTADOS E MUNICÍPIOS, ACABANDO COM OS OPORTUNISMOS E CABIDES DE EMPREGO.

    OS RESULTADOS NÃO JUSTIFICAM O ATUAL NÚMERO DE SENADORES, DEPUTADOS FEDERAIS, ESTADUAIS E VEREADORES.

    TEMOS QUE DAR FIM A ESSES “CURRAIS” ELEITORAIS, QUE TRANSFORMARAM O BRASIL NUMA OLIGARQUIA SEM ESCRÚPULOS, ONDE OS NEGÓCIOS PÚBLICOS SÃO GERIDOS PELA “BRASILIENSE COSA NOSTRA”.

    O PAÍS DO FUTURO JAMAIS CHEGARÁ A ELE SEM QUE HAJA RESPONSABILIDADE SOCIAL E COM OS GASTOS PÚBLICOS.

    JÁ PERDEMOS A CAPACIDADE DE NOS INDIGNAR.
    PORÉM, O PIOR É ACEITARMOS ESSAS COISAS, COMO SE TIVESSE QUE SER ASSIM MESMO, OU QUE NADA TEM MAIS JEITO. VALE A PENA TENTAR. PARTICIPE DESTE ATO DE REPULSA.

    REPASSE! NÃO SEJA OMISSO.

  166. cabo SÉRGIO RAFAEL/ PB

    -

    26/07/2011 às 16:37

    Na minha concepção caso os Deputados federais não votem a pec300 a partir do dia 09 de agosto, os policiais e bombeiros militares devem fazer um mobilização no congresso impedindo votar qualquer outra matéria enquanto não votar PEC 300 no 2ª turno.
    Não temos mais o que perder temos que busca a dignidade salarial mesmo com o risco da própria vida, ou seremos sempre enganados.
    A sociedade precisa saber que uma categoria insatisfeitas nunca terão uma segurança pública condizente.
    Abraço todos rumo a Brasília dia 09 de agosto.

  167. SD/ES

    -

    24/07/2011 às 17:20

    Toto Policial sem farda é um cidadão, e que s/ FARDA quer todos os direito como cidadão. PC300 eu acredito!

  168. valquiria sales

    -

    20/07/2011 às 22:47

    09.08.2011 É O DIA “D” PARA OS POLICIAIS DO BRASIL, A FIM DE PRESSIONAR O MARCO MAIA À PAUTAR A PEC 300.
    LIGUEM PARA A COBRAPOL, ANASPRA, SINDICATOS, REPRESENTAÇÕES DE CLASSES DOS PM’S E BOMBEIROS, MANDEM SEUS E-MAIL’s AOS COLEGAS, FAMILIARES E MÍDIA. PLANEJEM AS SUAS CARAVANAS.
    O QG VAI SER NA CÂMARA DOS DEPUTADOS. AQUELES QUE ESTÃO APOSENTADOS, DE FÉRIAS, LICENÇAS DEVEM ENGAJAR-SE AINDA MAIS.
    -PEC 300, UMA QUESTÃO DE JUSTIÇA!

  169. carla

    -

    19/07/2011 às 22:46

    VOCÊS QUE ESTÃO CÉTICOS QUANTO À PEC 300, NÃO MANDEM E-MAIL’S PARA ESTE SITE A FIM DE DESESTIMULAR O MOVIMENTO DE REIVINDICAÇÃO. PESSOAS QUE FAZEM ISSO NÃO SÃO POLICIAIS OU SÃO POLICIAIS CORRUPTOS QUE QUANDO A CLASSE POLICIAL MELHORAR, E TIVER UMA CORREGEDORIA EXEMPLAR COM PESSOA HONRADAS, CERTAMENTE SERÃO EXECRADOS, COMO TAMBÉM POLÍTICOS E JUÍZES QUE ENOJAM A NAÇÃO. DEIXEM-NOS TRABALHAR, NÓS QUE ACREDITAMOS E QUE ESTAMOS LUTANDO, COMO O SD. ALMANÇA, O JÂNIO GANDRA, O CAPITÃO ASSUMÇÃO, CEL. PAES, MAJOR FÁBIO, CABO CRICIOLO E TANTOS OUTROS POLICIAIS QUE ESTÃO MOSTRANDO AS SUAS CARAS PARA O BRASIL. DIA 09.08.2011 SERÁ UM DIA MARCADO PARA CONTINUARMOS A NOSS LUTA. QUEM PUDER IR VÁ À BRASÍLIA, FAÇAM AS SUAS CARAVANAS.
    QUEM NÃO PUDER, AJUDEM A QUEM POSSA IR. OS APOSENTADOS, DE LICENÇAS, DE FÉRIAS, ANIGOS E FAMILIARES COMPAREÇAM.
    - PEC 300, UMA QUESTÃO DE JUSTIÇA!

  170. Diego-RJ

    -

    19/07/2011 às 10:32

    Infelizmente o … (me recuso a dizer o nome desse ser)Presidente da Câmara dos Deputados apenas continua seguindo o legado deixado pelo atual vice presidente da rapública.
    Espero pelo DIA D.
    Espero ver a reação dos nobres deputados com o “rabinho” entre a pernas querendo rever e votar a pec 300 depois de um dia de caos.
    JUNTOS SOMOS FORTES

  171. FRANK LAURO

    -

    19/07/2011 às 8:20

    É VERDADE AMIGOS, NAS PRÓXIMAS ELEIÇÕES A SEGUIR;MUNICIPAIS OU NÃO,MESMO QUE MUDEM DE PARTIDOS; OS CARAS TÊM QUE SER BANIDOS DA POLÍTICA, SE CONFIAMOS NELES E ELES NOS TRAÍRAM, SEM PEC SEM VOTOS. ” JUNTOS SOMOS FORTES ”

  172. DORCELLES RJ.

    -

    19/07/2011 às 8:05

    AMIGOS, PRESSIONAR OS POLÍTICOS EM BRASÍLIA NÃO E FÁCIL;LÁ ELES SE SENTEM OS MAIORAIS DO PEDAÇO,”SE OS VOTOS DELES SIGNIFICA A NOSSA PEC, OS NOSSOS VOTOS SIGNIFICAM AS PERMANENCIA DELES EM BRASÍLIA”, SEM PEC SIGNIFICA DIZER QUE NAS PRÓXIMAS ELEIÇÕES;VAMOS CAÇAR MANDATOS DAQUELES QUE SE RECUSARAM A NOS APOIAR, ”NEM UM PASSO DAREMOS ATRAS”.

  173. mana

    -

    15/07/2011 às 13:04

    PEC 300 – AGORA VAI!

    15.7.11
    Mendonça Prado conquista a adesão do líder do PSDB em prol da PEC 300

    O deputado federal Mendonça Prado (DEM-SE) acaba de anunciar a conquista da assinatura do líder do PSDB, deputado Duarte Nogueira, que após uma reunião com o presidente da Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado (CSPCCO) da Câmara dos Deputados, se convenceu da importância de votar imediatamente a PEC 300/08 e a criação de um fundo constitucional que obriga a União a compartilhar com os Estados investimentos na segurança pública e na valorização profissional.

    Ontem à noite, Mendonça Prado já havia conquistado a adesão do PMDB, através da assinatura do líder do partido, deputado Henrique Eduardo Alves. Assim, depois das assinaturas do PSDB e do PMDB resta apenas o PT, da presidente Dilma Rousseff, que até o presente momento mantém a decisão de não apoiar a proposta.

    O presidente da CSPCCO também anunciou a apresentação de uma Proposta de Emenda à Constituição que indicará a partilha de recursos dos tributos financiadores para o fundo de segurança pública do país.

    “Estou feliz e honrado com a postura dos líderes partidários na Câmara dos Deputados. Eles estão demonstrando compromisso com a sociedade brasileira e entusiasmo na defesa de uma segurança pública mais eficiente, com trabalhadores melhor valorizados. As assinaturas do PSDB e do PMDB são imprescindíveis para a conclusão do processo legislativo na Casa”, afirmou Mendonça Prado.

    Fonte: Site do Deputado Mendonça Prado

  174. Hummm??!!!

    -

    15/07/2011 às 10:49

    Mendonça Prado conquista a adesão do líder do PSDB em prol da PEC 300 – http://www.capitaoassumcao.com/
    Vamos a Luta #ApoioAprovaçãoPC300

  175. Hummm??!!!

    -

    15/07/2011 às 10:34

    Mendonça Prado anuncia adesão do PMDB à PEC 300 http://t.co/DQeT5IJ #ApoioAprovaçãoPC300 Ricardo O que estes Deputados estão Fazendo. “Brincando com coisa séria?!” ou realmente estão levando a sério este assunto.

  176. Hummm??!!!

    -

    14/07/2011 às 16:26

    Lucas o que é caro pra vc? Motorista de Deputado aqui do ES e recebe $4.500,00 “Liquido” e ao conversar com Eles dizem que tem quem ganhe até R$ 6.000,00, “Liquido” isto é Salário de Motorista de Deputado, dizem que outras hierarquia recebem mais. E profissional que preza pela sua segurança receber 3.500,00 “bruto” é muito?! Hum esta na hora de mudar seus conceitos

  177. lucas

    -

    11/07/2011 às 19:43

    tudo bem dar aumento pra policiais e tdo… mas R$3500 é muito e vai custar muito caro também

  178. mana

    -

    11/07/2011 às 10:37

    11/07/2011 08:16
    PEC 300: Câmara deve receber mil bombeiros na terça-feira
    Mais de mil bombeiros do Rio de Janeiro são esperados na Câmara nesta terça-feira (12) para pressionar pela votação, em segundo turno, das propostas de piso salarial para policiais e bombeiros (PECs 300/08 e 446/09). Os líderes da categoria têm reunião marcada com integrantes da Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado, no Plenário 3, às 14 horas.
    “Continuamos com a mesma postura, em busca da aprovação do piso e da dignidade do servidor da área de segurança pública do País. Acreditamos que os parlamentares que foram eleitos pelo voto do povo estarão presentes pela PEC 300”, afirma o cabo Daciolo, um dos líderes do movimento.
    O presidente do colegiado, deputado Mendonça Prado (DEM-SE), aposta na sensibilidade dos líderes partidários e do presidente da Casa, Marco Maia, para que a PEC seja colocada em votação. “Existe a possibilidade de um dia de paralisação em toda a segurança pública do Brasil. Queremos evitar que isso aconteça, mas precisamos da vontade política do Congresso”, afirma.
    Se a PEC não for colocada em votação antes do recesso parlamentar, previsto para 18 de julho, novas caravanas de policiais e bombeiros de todo o Brasil virão a Brasília. A estimativa, de acordo com o parlamentar, é que mais de 10 mil policiais e bombeiros militares venham ao Congresso Nacional no dia 9 de agosto.
    Reuniões anteriores
    Nesta semana, a comissão realizou duas reuniões administrativas com representantes estaduais de policiais e bombeiros. Nos encontros, os militares apresentaram algumas estratégias que pretendem adotar, como a elaboração de material didático para esclarecimento dos reais objetivos do movimento em defesa das PECs e a criação de um grupo para calcular o impacto financeiro do piso nos estados.
    Mendonça Prado sugeriu o apoio dos líderes partidários na assinatura de um requerimento para pressionar a inclusão das propostas na Ordem do Dia do Plenário, logo após a retirada da urgência do projeto (PL 1209/11) que cria o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec). Até o momento, 11 líderes já assinaram o documento, faltando apenas os líderes do PT, PSDB e PMDB.
    Íntegra da proposta:
    • PEC-300/2008
    • PEC-446/2009
    Da Redação/MO

    A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura ‘Agência Câmara de Notícias’

    http://www2.camara.gov.br/agencia/noticias/SEGURANCA/199816-PEC-300:-CAMARA-DEVE-RECEBER-MIL-BOMBEIROS-NA-TERCA-FEIRA.html

    VAMOS VER SE COM OS BOMBEIROS AGORA VAI! O MARCO MAIA ALÉM DE EMBARGAR A PEC 300, TAMBÉM FICA FALANDO IRONIAS COM OS POLICIAIS. VAMOS MOSTRAR A ELE QUE VAMOS DESMASCARÁ-LOS DE UMA VEZ POR TODAS. SÓ OS POLICIAIS NA PRESSÃO É QUE FARÁ A CÂMARA APROVÁ-LA. NÃO ADIANTA MAIS OUVIR ENROLAÇÕES COM COMISSÕES, É PAUTAR E APROVÁ-LA.

  179. Tonny

    -

    08/07/2011 às 22:32

    Pec 300 é a matéria mais comentada, porque aparece como se fosse a matéria Nao, eu nao me orgulho de ter tido um presidente semianalfabeto? A midia boicota nosso movimento de todas as formas…

    Não me inclua nisso, Tommy. Eu cubro o caso com assiduidade, já publiquei uns 40 textos a respeito, tenho merecido a atenção e elogios de seus colegas por isso.

  180. FRANK LAURO

    -

    07/07/2011 às 9:55

    No Brasil,as informações que se dá ao povo;continuam a ser manipuladas por determinados segmentos do governo,exemplo,no RJ; só se tem notícia das mutretas do DITADOR CABRAL,pela imprensa de S.Paulo,porque no RJ, a LIBERDADE DE IMPRENSA é comprada pelo governo DITADOR,e a mesma imprensa só divulga as ´´supostas maravilhas do governo´´. Porque que a imprensa não divulga que alguns BOMBEIROS foram vítimas de CÁRCERE PRIVADO E SEQUESTRO, sem terem cometidos crimes algum, e estão processando o ESTADO do DITADOR ? É causa ganha, são clientes do Dr. MICHEL ASSEFF.

  181. carla

    -

    06/07/2011 às 11:38

    Parabéns Jânio Bosco Gandra da COBRAPOL, a ANASPRA e todos os POLICIAIS envolvidos, e Deputados pelo belíssimo desempenho em favor da PEC 300.
    Estamos com você Gandra.
    Se o Marco Maia/Dilma e Governadores não quiserem pautar a PEC 300 antes do recesso, vamos entrar com eles em RECESSO POR TEMPO INDETERMINADO.
    É um absurdo o que o PT e o PMDB estão fazendo. 11 líderes dos partidos já assinaram o requerimento exigindo do MARCO MAIA a PAUTA DA PEC 300 e SÓ ESSES DOIS PARTIDOS NÃO ASSINARAM.
    OU PAUTAM e VOTAM IMEDIATAMENTE ANTES DO RECESSO OU OS POLICIAIS VÃO PARAR.
    AGORA É PARA VALER!

    CHEGA DE PROCRASTINAÇÃO!

    - PEC 300, UMA QUESTÃO DE JUSTIÇA!

  182. mana

    -

    05/07/2011 às 22:24

    Prezado Ricardo Setti!

    É pena que o nobríssimo jornalista, que tem dado tanto espaço à luata dos policiais não tenha dado a cobertura do dia de hoje na câmara dos deputados. uma data tão importante para a nossa luta, 05.07.2011. A Câmara está um caldeirão enfervescente(É SÓ ENTRAR NO SITE DA CÂMARA DOS DEPUTADOS E PRESENCIAR A PRESSÃO DA COMISSSÃO DA SEGURANÇA, CAPITANEADA PELO DEPUTADO MENDONÇA PRADO). A COBRAPOL, E ANASPRA e deputados favoráveis à PEC 300, e outro contingente de POLICIAIS estão agariando assinaturas dos líderes para forçar o Marco Maia a pautá-la. Ela é um caminho sem volta. – VAI SER APROVADA SIM!
    NÃO TEM MAIS VOLTA, SENHOR MARCO MAIA!
    É PAUTAR A PEC 300 E VOTÁ-LA.
    HÁ DIVERSAS FONTES DE RECURSOS, FALTA APENAS EMPENHO POLÍTICO. NÃO ADIANTA CHORORÔ DE GOVERNADORES. A SOCIEDADE BRAMA POR SEGURANÇA. E ELA ESTÁ DO NOSSO LADO. SE NÃO PAUTÁ-LA E FICAR COM NHEN, NHEN, NHEN, PLAGEANDO O FERNANDO HENRIQUE, O PAÍS VAI FICAR SEM POLICIAIS NAS RUAS. QUEREMOS VER QUEM VAI FAZER A SEGURANÇA. E A COPA, E A OLIMPÍADA?
    PEC JÁ! OU A POLÍCIA VAI PARAR. VAMOS ESTAMPAR A CARA NA MÍDIA E OUTDOOR DE TODOS AQUELES CONTRÁRIOS A PEC 300, E A SUA, PELO JEITO, VAI ENCABEÇÁ-LA, JUNTAMENTE COM A DA DILMA, TEMMER, VACAREZZA, FERNANDO FFERRO, CHINAGLIA, POR COINCIDÊNCIA A MAIORIA DO PT (PARTIDO DOS TRAIDORES), ALGOZ DOS TRABALHADORES.

    PEC 300 – UMA QUESTÃO DE JUSTIÇA!

  183. Vanilla Tovarini

    -

    05/07/2011 às 10:15

    04/07/11- Cobrapol questiona ministro da Justiça em reunião do Conasp
    Na reunião do Conselho Nacional de Segurança Pública (Conasp), dia 28/06, o presidente da Cobrapol, Jânio Bosco Gandra, foi escolhido pelos membros do Conselho, para falar em nome do seguimento dos trabalhadores policiais – representando todas as categorias (civis, militares, federais, rodoviários federais, agentes penitenciários, peritos e papiloscopistas da PC e da PF) – ao ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, das reivindicações e necessidades do setor. “O fato de ter sido escolhido pelo voto secreto de cada conselheiro, me deixou bastante agradecido pela confiança dos meus pares para tamanha missão”, comentou Gandra.

    O presidente da Cobrapol fez várias ponderações e críticas construtivas ao ministro Cardozo pela ausência de uma política de segurança pública por parte do governo federal e também pela ausência do ministro nas reuniões do Conasp, o que já estava causando um desconforto a todos os conselheiros.

    Gandra também questionou as ações do governo em relação a alguns programas veiculados na imprensa que sequer foram informadas ao Conselho de Segurança Pública. Ele questionou ainda os projetos do governo e os seis meses que já se passaram de Governo Dilma sem que se vislumbre uma solução para os problemas apontados pelos trabalhadores da área.

    Em resposta, o ministro Cardozo disse muito claramente que os conselheiros do Conasp não tomaram conhecimento de nenhum projeto de governo na área da segurança pública por que até aquele momento NÃO EXISTIA NADA.

    Gandra também perguntou ao ministro se o governo vai orientar suas ações pela I Conferência de Segurança Pública, realizada em agosto de 2009 e que teve a participação de mais de 500 mil pessoas em todo país. Essa pergunta não foi respondida e foi repetida no pleno, solicitando que fosse respondida de forma expressa.

    Fonte: Imprensa Cobrapol

    Prezado Gandra!

    Esse ministro Cardozo não está nem ai para a segurança, principalmente para os policiais. Se ele está lá, foi porque a Dilma o escolheu, e ela é contra os policiais, contra a PEC 300.
    Esta PEC 300 só vai ser aprovada quando os policiais forem à Brasília exigir a sua PAUTA E VOTAÇÃO. (GRIFO NOSSO)

    Entrem no site abaixo e vejam quantos requerimentos já foram feitos por deputados exigindo do Sr. Marco Maia a PAUA DA PEC 300:

    http://www.camara.gov.br/proposicoesWeb/fichadetramitacao?idProposicao=414367

    E MAIS:

    Salário dos Policiais – 04.07.2011

    Salário dos Policiais

    O Palácio do Planalto tem uma missão difícil amanhã: impedir que os deputados federais aprovem em segundo turno a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que unifica os salários das polícias estaduais e cria uma piso nacional para policiais militares, civis e integrantes do Corpo de Bombeiros. A PEC 300 deve levar milhares de policiais à Brasília essa semana com o objetivo de pressionar os deputados federais a assinarem um requerimento para que o projeto seja votado em segundo turno o mais rápido possível. A Confederação Brasileira dos Trabalhadores Policiais Civis (Cobrapol) está mobilizando agentes em todo o Brasil para uma manifestação que acontece amanhã em Brasília com o objetivo de coletar as assinaturas para, em seguida, entregar o requerimento ao presidente da Câmara Federal, Marco Maia.

    Policiando

    A missão do Palácio do Planalto não será fácil, mesmo porque até a tarde de sexta-feira 460 deputados federais tinham assinado o documento pedindo que a PEC 300 seja levada à votação em segundo turno. Por outro lado, a Casa Civil tenta convencer os governos estaduais de sua base a pressionarem os deputados a não votar, sob o argumento de que a aprovação significaria um impacto de R$ 50 bilhões anuais no Orçamento.

    FONTE : www. pec 300.com

    E mais:

    Deputados do DEM querem votação urgente da PEC 300 – 04.07.2011

    Fonte: Antonio Carlos Sichieri – acsichieri@uol.com.br

    Um grupo de deputados do DEM se reuniu com o presidente da Câmara, Marco Maia, para pedir urgência na votação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC300) que cria um piso salarial para policiais e bombeiros. Estiveram no encontro o presidente da Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado, Mendonça Prado (SE), além dos deputados Ronaldo Caiado (GO), Onyx Lorenzoni (RS) e Pauderney Avelino (AM).

    O deputado Mendonça Prado ressaltou que os profissionais de segurança esperam uma posição da Câmara até amanhã (05), e que a partir dessa data, prometem realizar manifestações públicas. O parlamentar pediu agilidade na votação da proposta pelo Plenário para evitar conflitos como o que ocorreu no Rio de Janeiro, onde mais de 400 bombeiros foram presos após protesto por aumento salarial.

    A PEC 300 foi aprovada em primeiro turno pelo Plenário da Câmara em julho do ano passado. Em maio deste ano, o presidente da Câmara anunciou a criação de uma comissão especial para tentar conciliar o interesse dos profissionais com o dos governos estaduais.

    Fonte: Ribeirão Preto On line

    PEC 300 – UMA QUESTÃO DE JUSTIÇA!

  184. SD - Viana/ES

    -

    05/07/2011 às 9:58

    Prezado Ricardo Setti, bom dia! aproveito seu Blog para Divulgar o estado de Calamidade que se encontra meu lindo Espírito Santo. Quando é que estes Políticos vão parar de pensar em seus próprios umbigos, e fazer a diferença?

    http://www.folhavitoria.com.br/policia/noticia/2011/07/mais-de-630-pessoas-morreram-apos-crimes-no-primeiro-quadrimestre-no-espirito-santo.html
    Mais de 630 pessoas morreram em crimes nos quatro primeiros meses do ano no ES

    Victor Melo
    Redação Folha Vitória

    http://www.folhavitoria.com.br/policia/noticia/2011/07/mais-de-630-pessoas-morreram-apos-crimes-no-primeiro-quadrimestre-no-espirito-santo.html
    Mais de 630 pessoas morreram em crimes nos quatro primeiros meses do ano no ES

    Victor Melo
    Redação Folha Vitória

  185. vanderson sales

    -

    04/07/2011 às 11:16

    CONVOCAÇÃO GERAL!

    As associações de *Classes dos Militares do Brasil, Corpo de Bombeiros, SINDICATOS dos Policiais Civis, COBRAPOL e TODAS AS ASSOCIAÇÕES AFINS DEVERÃO SE MOBILIZAR PARA UMA PARALIZAÇÃO GERAL, CASO A PEC 300 NÃO SEJA PAUTADA ATÉ O DIA 05.07.2011 – TERÇA-FEIRA PRÓXIMA.
    Entrem em contato com o soldado Fernando Almansa (www.pec300.com) ou fernandoalmansa@gmail.com- FONE: (26) 9885.0187; COBRAPOL (cobrapol@cobrapol.org.br); Blog do Capitão assumção; anaspra@anaspra.org.br.
    E bombardeem o site da Câmara dos Deputados enviando os seus e-mais de protesto (http://www2.camara.gov.br/) .
    * Essas pessoas e Entidades deverão CENTRALIZAR/COORDENAR a MOBILIZAÇÃO E PLANEJAR AS CARAVANAS PARA BRASÍLIA. (ENTREM EM CONTATO COM ELES).
    CHEGA DE PROCRASTINAÇÃO E USAR A PEC 300 COMO MOEDA DE TROCA.
    ACABOU O TEMPO! NÃO ADIANTA MAIS CONVERSA MOLE!
    – AGORA A LUTA TEM QUE SER NAS RUAS DE BRASILIA E NÃO NOS ESTADOS.
    PEC 300 – UMA QUESTÃO DE JUSTIÇA!

    A REVOLTA DOS POLICIAIS – PEC 300
    ALGUNS COMENTÁRIOS DE VÁRIOS POLICIAIS PELO BRASIL:

    - O advento da PEC 300 veio despertar os entendimentos dos Agentes BMS e PMS do Brasil, no sentido de que podem, devem e necessitam se organizarem e participarem ativamente de movimentos democráticos reivindicatórios por melhores salários e melhores condições de trabalho. Para poderem prestar um serviço confiável e de excelente qualidade para a comunidade. A lei nos garante o exercício pleno deste direito.
    Portanto quando nós BMs e PMS do Brasil reunimos em algum local público para transmitirmos ao povo e aos políticos nossos recados que no momento convergem mais para a reivindicação da votação e a aprovação da PEC 300, não temos que temer repressão ou punição alguma, desde que nossas ações estejam pautadas dentro dos ditames constitucionais vigentes mais precisamente do TÍTULO II – Dos Direitos e Garantias Fundamentais – CAPÍTULO I – DOS DIREITOS E DEVERES INDIVIDUAIS E COLETIVOS – Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes: … XVI – todos podem reunir-se pacificamente, sem armas, em locais abertos ao público, independentemente de autorização, desde que não frustrem outra reunião anteriormente convocada para o mesmo local, sendo apenas exigido prévio aviso à autoridade competente;…
    Como no momento a prioridade é Brasília, aos Guerreiros que viajarão para lá, que tenham um bom ânimo e muita força de pressão democrática sobre os parlamentares, mais precisamente sobre o Presidente da Câmara dos Deputados, para que deixem de postergar a votação em segundo turno da PEC 300. Boa viagem a todos. Ass.: pve.
    - Aqui no Ceará já começou as greves da policia civil e militar,vejam em: http://www.vermelho.org.br/ce/noticia.php?id_noticia=157813&id_secao=61
    - NO CEARA ESTA TUDO PARADO,VEJAM: http://noticias.uol.com.br/cotidiano/2011/07/02/policiais-civis-e-militares-entram-em-greve-no-ceara-e-deixam-seguranca-do-estado-em-alerta.jhtm
    - NÃO ADIANTA MAIS CONVERSA MOLE. OS POLITICOS DA OPOSIÇÃO FICAM USANDO A PEC 300 COMO MOEDA DE TROCA, BARGANHANDO. O GOVERNO VAI E VOTA O QUE ELES QUEREM. E NÓS FICAMOS CHUPANDO DEDO. QUEM TEM QUE DECIDIR SOBRE A PEC SÃO OS POLICIAIS. PARAR DE VERDADE. QUERO VER QUANDO TODOS OS POLICIAIS PARAREM E FIZEREM COMO FIZERAM OS BOMBEIROS DO RIO DE JANEIRO. NO MESMO DIA ELES VOTARÃO A PEC 300.
    - Concordo com o colega que postou um comentário acima, para haver sucesso com a PEC 300, faz-se necessário, união de todas as associações de praças em todo Brasil, isso deveria começar já, com muito planejamento, apoio logístico, escolha de lideranças em cada estado, e um apoio jurídico. aqui na Bahia temos apoio jurídico, SENAJUR. Abraço a todos. SDPM,Salvador
    - Eu mesmo vou mandar um e-mail pra FIFA, para que seja transferida a Copa do Mundo para outro país porque no Brasil não haverá segurança para as delegações e não haverá segurança para os jogos, autoridades estrangeira, policiamento etc… Até porque pode está previsto a Policia do Pará ter que dar reforço para a Polícia do Amazonas, e isso não vai acontecer sabe porquê, porque se a Pec não for aprovada não haverá policiamento nenhum para a copa do mundo aí quero ver como essa Dilma e sua corja vão se virar! Vão querer colocar as Forças Armadas para realizarem o Policiamento nos estádios? Eles não tem poder de Polícia, nem tão pouco sabem efetuar policiamento de campo, policiamento ostensivo, etc… Eu estou indo para Brasília. Policial do Pará.
    - Que seja tudo transferido para outros países, quero que se dane, Globo, PT, base governista, Dilma e sua corja! Estou revoltado de tanta lenga-lenga. Abaixo a Tv Globo, e outras emissoras pq se não aprovarem a Pec 300, não haverá copa do mundo no Brasil, pois ninguém vai obrigar Policiais trabalharem, por mais que dêem gratificações estrambóticas, não iremos deixar se vender por mixaria. Já basta essa esmola do Pronasci. GREVE GERAL. MOBILIZAÇÃO EM BRASÍLIA, Estou viajando hoje de madrugada de avião por conta própria. BELÉM – BRASÍLIA – BELÉM. TÁ DILMA??? . Vamos nos encontrar lá.

    - Todos os policiais militares querem que esta PEC seja aprovada, mas da forma que as articulações estão sendo feitas em todo país, a meu ver não suste muito efeito. Senhores é importante que as associações tenham todos um relacionamento mais estreito, seja por e-mail, telefone fax, etc. Vemos greve no Rio, na Paraíba, em Rondônia e demais estados brasileiro. Se essas greves tivessem acontecido em um dia só com o apoio dos demais estados brasileiros só precisaríamos de seis horas para que a PEC 300 fosse aprovada. Desta forma, somos um Exército de leões, mas se não pensarmos estaremos sendo guiados por gatinhos.
    - ???? PEC é FUMOOOO NA REDE/globo PELA OFENÇA JÁ ESQUECERAM PMsss e GMssss CADA UM e + cada um MEBRO DA FAMILIA DE PMs e GMs da ATIVA e RESERVA vamos nos UNIR e ESQUECER DE PEC- e socar o FUMOOOOOOOOO NESSA GLOBO as CONCORRENTESSSSSSSSSS está com nós principalmente a RECORDDDDDDDDDDD::: ** O QUE ELES FEZ tá no YOTUBE .. é grave NEM PEC + pec COBRE ESSE danossssssss
    - Na verdade o que falta no meio policial militar, é tirar a soberba da farda onde a maioria esconde-se e lutar pelo seu presente,e dignidade das suas familias, falta ação, coragem como o BMRJ, ESSES SIM MOSTRARAM COMO SER HEROIS, SEM ARMAS AO CONTRARIO DOS OUTROS, QUE VERGONHA, IMAGINO SEUS FILHOS PERGUNTANDO PARA OS TROPA DE ELITE O QUE FOI QUE OCORREU, COMO SERÁ QUE ELES RESPONDERAMMMMMM?????
    - A PEC só vai ser aprovado quando nos policias de todo Brasil, fazer uma greve GERAL EM TODO PAÍS.
    - Almança, está provado que nos policias somos PALHAÇO,nas mãos desse bando de políticos que brincam com uma coisa tão séria que é nossa reivindicação salarial.Você viu como é que funciona a aprovação de algum projeto.OLHA PRESIDENTA SE VC NÃO APROVAR TAL PROJETO VOU COLOCAR EM PALTA A PEC,A 29 E ETC…É BRINCADEIRA……….
    - Não sei porque os deputados da base do governo e o próprio governo estão tão preocupados em esconder as contas da copa e da olimpíada, pois não haverá copa se a pec300(446) não for aprovada pois examinem o caderno de encargos da FIA e do COI, se não houver segurança para as delegações os jogos serão transferidos para o país subsequente.
    - Meu esposo era policial morreu em serviço só Deus sabe que trabalho passei para criar meus dois filhos menores espero que na minha velhice possa desfrutar alguma coisa boa ganhando um salário digno com o pec estou orando muito pra que isto aconteça bom pra min e pra todas as famílias brigadianas que fazem um bem para a sociedade Deus abençoe a todos nesta jornada ate Brasília dia cinco .
    - O que o governo esta fazendo com os policiais do Brasil “É terrorismo da pior espécie não dando segurança alimentar para as esposas e filhos dos PM,s BM,s PC,s eu desafio qualquer político a sobreviver pelo menos 5 dias com “950,00” o pior inimigo dos policiais não são os traficantes nem o crime organiza , são os valores expresso em seus contracheques se o Policial ou Bombeiro não pode dar nem segurança alimentar para suas esposas e filhos como pelo amor de DEUS ele pode dar segurança para sociedade?
    A solução é deflagrar uma paralisação nacional não tem outra forma, dialogo isso vem ocorrendo desde 2008 o que faltas mais ainda? Resposta greve geral!

    POLICIAIS DO BRASIL.

  186. maria ana

    -

    01/07/2011 às 11:33

    E-MAIL ENVIADO À CÂMARA DOS DEPUTADOS E AO PRÓPRIO MARCO MAIA.
    DENUNCIA!
    MAIS UM CONCHAVO POLÍTICO: – QUE VERGONHA!
    DEIXA DE SER DEMAGOGO, MARCO MAIA. O BRASIL PRECISA SABER.
    O RESTO A PAGAR SÓ FOI APROVADO, POIS OS DEPUTADOS AMEAÇARAM A POR EM PAUTA A PEC 300 E A EMENDA DA SAÚDE. A DILMA VOLTOU CORRENDO DA REUNIÃO DO MERCO SUL PARA LIBERAR OS RESTOS A PAGAR, POR ESTE MOTIVO.ISTO NÃO É DENUNCIADO NA IMPRENSA. MAIS UMA VEZ AFIRMO: ESTÃO USANDO A PEC 300 COMO MOEDA DE TROCA. QUEM TEM QUE TOMAR UMA DECISÃO SÃO OS POLICIAIS NAS RUAS DE BRASILIA. CHEGA DESSES DEPUTADOS SÓ AMEAÇAREM O GOVERNO(DILMA/TEMMER) E O MARCO MAIA. ELES TEM É QUE EXIGIR A PAUTA DA PEC 300, E NÃO FICAR BRINCANDO COM OS POLICIAIS, USANDO A PEC 300 PARA VOTAR EMENDAS E PROJETOS DE SEUS INTERESSES.
    TERÇA-FEIRA, DIA 05.07.2011, HAVERÁ UMA PRESSÃO DOS DEPUTADOS E POLICIAIS PARA O MARCO PAUTAR A PEC 300.
    OS POLICIAIS DO BRASIL TEM QUE ESTÁ LÁ PARA FAZER DA MESMA FORMA DO 1° TURNO PARAR AS PRINCIPAIS RUAS E FORÇÁ-LOS A PAUTAREM-NA.

    - ENTÃO SENHORES, O QUE FALTA? SENHOR MARCO MAIA, O QUE FALTA? SENHORA DILMA/TEMER, O QUE FALTA?
    SERÁ NECESSÁRIO QUE TODOS OS POLICIAIS PAREM NO BRASIL?
    A CULPA DESTA CONVULSÃO DAS POLICIAIS É JUSTAMENTE A NÃO VOTAÇÃO DA PEC 300. VOCÊS NÃO ENXERGAM? E NÃO ME VENHAM FALAR DE ORÇAMENTOS. ISSO É CONTO DA CAROCHINHA E CONTO PARA BOI DORMIR.

    PEC 300 – UMA QUESTÃO DE JUSTIÇA!

  187. Tião bento, rj

    -

    29/06/2011 às 17:59

    Essa eu quero ver.Mas a Ré Bordosa está de acordo.vamos ver. Não custa muito, seria um Real de cada um? ô gente que gosta de apanhar. Que venga el toro.

  188. mana

    -

    29/06/2011 às 12:06

    Esse senador, líder do PMDB, está de brincadeira! Pensa que os brasileiros são idiotas. Vocês fazem de tudo, até mandar matar a mãe por um oportunismo.
    QUEM DEVE SE COLOCAR DIANTE DESTE ASSUNTO SOBRE A PAUTA DA PEC 300 SÃO OS POLICIAIS E A SOCIEDADE, QUE QUEREM A SUA APROVAÇÃO.
    Chega de tanta conversa mole sobre o assunto, senhor senador. Faremos igual ao que fizemos no primeiro turno, onde todos engoliram e votaram por unanimidade a PEC 300, mesmo aqueles que eram contras, vestindo-se de cordeiros, mas na realidade, são lobos ferozes; e como diria o Cristo: – Sepulcros Caiados!
    Todos estão usando a PEC 300 COMO MOEDA DE TROCA NO CONGRESSO. Uma PEC que é campeã de acessos, de visitas, de crítica à Câmara pela não pauta em segundo turno. O que falta mais?

    Mas isso está chegando ao fim por bem ou por mal:

    Falei a alguns dias, inclusive no site da câmara, que gravassem a entrevista do senhor Marco Maia sobre a Instalação da comissão da PEC 300, na próxima semana – ESTA QUE ESTAMOS PRESENCIANDO, HOJE É 29.06.2011, E NADA – Comissão esta que é um ABSURDO, um artifício do Maia para ofuscar a PEC 300 (que não precisa mais de Comissão alguma, pois o próximo passo é a sua PAUTA em segundo turno), a fim de procrastiná-la até o esmorecimento e esquecimento dos policiais, todavia é ledo engano, se ele não pautar a PEC 300 por estes dias, ele vai se arrepender amargamente, sem contar que ele e os seus correligionários do PT já estão carimbados nos próximos pleitos em suas respectivas derrotas nas urnas, e todos aqueles que estão contra a PEC 300, caso do inócuo/ditador, Sergio Maia, que se queimou perante à sociedade brasileira pelas suas aberrações no episódio dos Bombeiros do Rio de Janeiro, e de outros políticos e governadores que estão maquinando maquiavelicamente o ocaso da PEC 300 (QUE NÃO IRÃO CONSEGUIR – ESCREVAM: – NÃO IRÃO CONSEGUIR!). A PEC 300 é um Projeto sem volta, ou esse país vai passar por uma turbulência ainda maior que o episódio do Rio, pois deixará de ser um fato pontual estadual para uma dimensão de proporção federal.

    Passou-se mais uma semana, qual vai ser a semana agora, senhor Marco Maia?
    Dia 05.07.2011 foi o dia determinado para uma solução e pauta da PEC 300.
    Após este dia os POLICIAIS farão o ato igual ao que fizeram em 1° turno, e esta casa votou por unanimidade. A mesma coisa irá ocorrer – AGUARDEM!
    Isto prova que o Senhor Marco Maia está enganando a sociedade e os policiais, está faltando com a palavra, como é praxe de alguns políticos, sobretudo por este PT enganador dos trabalhadores brasileiros. (grifo nosso).

    OUTROS ARTIGOS:

    Crise dos bombeiros pode se espalhar pelo país

    A demora na votação da PEC 300, que estabelece piso salarial para policiais e bombeiros, pode fazer com que manifestações como a que aconteceu no Rio há alguns dias se espalhem pelo país. É o que alertam deputados envolvidos com o tema.
    No início do mês, cerca de 2 mil bombeiros invadiram um quartel no Rio, numa das mais graves manifestações de protesto envolvendo corporações militares nos últimos tempos. A crise dos bombeiros do Rio poderá não ser um caso isolado. A demora na votação da PEC 300, que cria o piso salarial nacional para policiais e bombeiros militares, pode fazer com que o rastilho aceso no Rio de Janeiro se espalhe pelo país. É o que alertam dois deputados envolvidos com o tema no Congresso Nacional, ouvidos pelo Congresso em Foco. “Infelizmente, a demora vai acabar ocasionando novas situações como a do Rio de Janeiro”, afirmou o deputado Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP).
    No início de junho, cerca de 2 mil integrantes da corporação, acompanhados de mulheres e crianças, ocuparam o Quartel Central do Corpo de Bombeiros, no centro da capital fluminense. O protesto era para chamar a atenção para reivindicações da categoria, em especial aumento salarial. Em razão do protesto, 439 bombeiros foram presos.

    Senado aprova anistia a bombeiros do Rio de Janeiro

    A opinião de Faria de Sá é a mesma do presidente da Comissão de Segurança da Câmara, deputado Mendonça Prado (DEM-SE), que se reuniu com o presidente da Casa, Marco Maia (PT-RS), na quarta-feira (22) pela manhã. Ele ressaltou ao petista que, se não houver um cronograma de votação da PEC 300 até 5 de julho, conflitos podem ocorrer. A data foi estabelecida pelas próprias categorias durante audiência pública realizada pela comissão no início do mês.
    “É preciso votar a matéria em segundo turno na Câmara para evitar manifestações e atos de revolta por parte dos policiais. Não é possível que um profissional de segurança em Estados ricos ganhe apenas R$ 900,00. Esse é um salário indigno para quem arrisca a vida diariamente”, afirmou. De acordo com integrantes do movimento dos policiais e bombeiros militares, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro e São Paulo possuem os piores salários do país.
    O presidente da Frente Parlamentar em Defesa da PEC 300, deputado Otoniel Lima (PRB-SP), disse na audiência pública no início do mês que pretendia evitar o clima de enfrentamento que ocorreu na Câmara no ano passado. Após muitas negociações, a PEC 300 foi aprovada em primeiro turno p…. Na época, confusões não faltaram. Manifestantes fecharam o trânsito de Brasília e até entraram em confronto com seguranças da Casa. (VAI ACONTECER O MESMO ATO PARA O SEGUNDO TURNO –AGUARDEM – grifo nosso).
    No entanto, caso a PEC não seja votada logo, as manifestações devem voltar à capital do país. Integrantes do movimento passaram a ter restrições para circular na Câmara. Na audiência pública, ficaram praticamente confinados ao auditório onde aconteceu a discussão. O receio da Polícia Legislativa é que novos momentos de tensão voltem a ocorrer quando a PEC 300 estiver em discussão.
    “Se até o dia 05 de julho não ficar estabelecido um calendário para a PEC 300, eu vou informar aos líderes que a Câmara não quer votar absolutamente nada e que o desejo é de procrastinar a discussão. Esse processo chegou a um limite que nós não aguentamos mais. Os policiais estão se sentindo traídos pelo Parlamento e eu não vou contribuir para esse sentimento negativo. Acho que o parlamento deve votar para aprovar ou rejeitar, o que não pode é ficar nessa situação ridícula de ilusão. Isso é um absurdo”, afirmou Mendonça Prado.

    Volta a pressão dos policiais pela PEC 300

    Dúvidas
    Para justificar a criação do fundo, deputados defensores da PEC 300 usam o exemplo do Distrito Federal. A capital do país recebe do governo federal uma verba para custear despesas de educação, saúde e segurança pública. Em 2010, o valor foi de aproximadamente R$ 7,6 bilhões. Brasília tem os policiais mais bem pagos da Federação. Um soldado da PM recebe cerca de R$ 4,2 mil de salário bruto mensal.
    Apesar da movimentação de parlamentares para que a votação da PEC 300 seja concluída, a probabilidade é que isso não aconteça tão cedo. O governo federal não quer votar o piso salarial nacional para policiais e bombeiros militares com receio do tamanho da conta. Os valores estimados chegam a R$ 40 bilhões anuais (mentira – grifo nosso) para financiar a diferença nos vencimentos. Além disso, os governadores não querem arcar com mais um piso nacional, no mesmo modelo dos professores.
    “Existe uma pressão muito grande dos estados para que a PEC não seja votada”, afirmou o vice-líder do governo na Câmara, deputado Osmar Serraglio (PMDB-PR). Segundo o peemedebista, a legalidade do piso constitucional, mesmo que por meio de PEC, está sendo estudada. Recentemente, o Supremo Tribunal Federal (STF) considerou o piso para professores constitucional. O receio do governo é que, depois do magistério e dos policiais, outras categorias reivindiquem o mesmo tratamento. E que a conta tenha como endereço o Tesouro Nacional.
    Os temas serão tratados pela comissão especial criada por Marco Maia para tratar da PEC 300 e de outras propostas relacionadas com segurança pública. O presidente da comissão especial será Arnaldo Faria de Sá, que terá prazo de três meses para elaborar um relatório sobre as propostas. “Ele terá a responsabilidade de ouvir governadores, ouvir as entidades e buscar acordos e entendimentos que viabilizem a votação da PEC 300. A PEC prevê que o governo mandará um projeto regulamentando os seus artigos, então nós queremos adiantar o debate”, explicou Maia.
    Segundo o petebista, os governadores e secretários estaduais serão chamados para poder subsidiar um levantamento completo da situação financeira das categorias. “Vamos chamar os governadores para saber quanto cada um paga, quanto pode pagar. Aí, teremos o tamanho da conta”, disse o deputado. Até agora, a comissão não foi instalada. Falta ainda o PT indicar seus integrantes. Caso isso não aconteça até sexta-feira (24), os nomes serão apontados pelo presidente da Câmara.

    Fonte:http://policialbr.com/profiles/blogs/crise-dos-bombeiros-pode-se?xg_source=msg_mes_network#ixzz1QEekQFFd

    SE A PEC 300 NÃO FOR VOTADA EM SEGUNDO IMEDIATAMENTE OS POLICIAIS VÃO PARAR.

    PEC 300 – UMA QUESTÃO DE JUSTIÇA!

  189. Hélio

    -

    28/06/2011 às 22:19

    Não esqueçam que a A PEC 300 foi aglutinada à PEC 446, também entre outros detalhes abrange também aos Policiais Civis de todo o Brasil. São mais alguns milhares de beneficiados.

  190. mana

    -

    28/06/2011 às 9:49

    Por Fernando Almança:
    25/06/2011 às 15:25
    Está mais que na hora do presidente Marco Maia ser responsável e colocar a PEC 300 em votação. Que não caia sobre suas costas a responsabilidade de bombeiros e policiais cruzarem os braços, causando um caos no país.
    A falácia dos custo de 43 bilhões de reais é fictícia. A PEC 300 custará ao Brasil em torno de 10 bilhões de reais ao ano. Absorvível tranquilamente pela união, que nada faz na área de segurança.
    PEC 300 ou Greve Nacional. Acreditem, estamos caminhando pra isso.

    E, acrescento (grifo nosso):
    - Se o Marco Maia, caro Almança, não pautar a PEC 300 até o dia 05.07.2011, vamos cruzar os braços mesmo. Só assim ele verá com quantos paus se faz uma jangada, ou melhor, com quantos policiais se faz uma paralisação nacional.
    Está na hora dos policiais tomarem uma atitude drástica contra esta pouca vergonha. Chega de sermos usados como moeda de troca. Agora, é a vez do PMDB usar a PEC 300 para exigir do PT cargos. No ano passado se abusou deste artifício, em 2011 continua esta embromação. – CHEEEEEEEEEGA DESTA PALHAÇADA!!!!!!!! – Não adianta mais conversa é irmos até a Câmara, exigir a pauta da mesma, senão a PARALISAÇÃO É INEVITÁVEL. E não venha com chororó como o Governador de Pernambuco Eduardo Campos e outros que são contra a PEC. Dinheiro tem aos montes, fechem as torneiras da corrupção, das licitações indevidas, das trocas de favores às empreiteiras, dos mensalões, só assim sobra dinheiro para a educação, saúde e segurança. (grifo nosso) – Mana.
    Repito o e-mail enviado ao blog do Jornalista Ricardo Setti e outros, para desmascarar de uma vez por toda o que o PT (PARTIDO DOS TRAIDORES), está fazendo com a sociedade brasileira e com os policiais. Foi com o Lula; agora, com a Dilma. É preciso que a sociedade e policiais saibam que: quem está bloqueando a PEC 300 é o PT. – Vamos permitir que continue esta novela? – Não! Por questão de honra:
    “- Desde o ano passado a PEC 300 é usada como moeda de troca. Haja vista, que a maioria dos deputados querem votá-la. Lembram do sacana deputado Vacarezza, em conjunto com o atual vice-presidente Temmer/Lula. Que ficavam prometendo a pauta da PEC para dá quorum, quando os deputados apareciam na câmara, a PEC 300 era jogada de lado e as MP’s eram votadas em enxurradas sucessivas. Acabou o ano de 2010. E, agora, mudam os personagens, em 2011: MARCO MAIA/DILMA, mas continua o VACAREZZA (VAGAREZZA) e outros traidores do PT, com as mesmas atitudes, embargando a PEC 300.
    Se os policiais brasileiros não tomarem uma atitude mais severa, como mobilizarem de verdade em caravana rumo à BRASÍLIA, esta novela vai perdurar até depois da copa de 2014.
    Ontem teve um DEBATE sobre a PEC 300, com participação do valente Soldado Almança e o Delegado Valdir no Programa Expressão Nacional da TV câmara, onde foi debatida a PEC 300. Foi campeã de audiência. Até o dia 07.07.2011 o Marco Maia promete pautá-la. Quero ver se os policiais vão ficar de braços cruzados se após este prazo o mesmo não cumprir o acordo.
    Entrem em contato com a COBRAPOL(cobrapol@cobrapol.org.br), o soldado almança (fernando.almansa@yahoo.com.br ou http://www.pec300.com) ou no blog do capitão assumção; e entidades classistas das PM’s e Sindicatos dos Policiais para tomarem atitudes e acabar de uma vez por todas esta farça. A desculpa de não ter verbas é mentira. Haja vista, que já foram feitas várias projeções sobre fontes para pagamento da PEC 300, e, também, estudo pela FIESP, que investigou que o rombo com corrupção passa de R$ 65 bilhões de reais, dinheiro este que cobriria a PEC 300, saúde, educação.
    Cadê os órgãos de controladoria e fiscalização para fechar esta torneira. Sabem porquê eles não fazem isto? É para não acabar com a derrama, a sangria e mamata para os seus bolsos. Este dinheiro não vai para os trabalhadores, e sim, para as suas contas e empresas, tipo, Palloci e outros que vocês bem já sabem”.
    Por Mana.

  191. Carla - Viana/ES

    -

    27/06/2011 às 14:40

    Remuneração da PM

    O DF é onde a PM recebe maior salário inicial, segundo entidades ligadas ao setor
    UF Salário base (R$)
    Distrito Federal – 4.129.73
    Sergipe – 3.012
    Goiás – 2.722
    Mato Grosso do Sul – 2.176
    São Paulo – 2.387
    Paraná – 2.128
    Amapá – 2.070
    Minas Gerais – 2.041
    Maranhão – 2.037,39
    Bahia – 1.984,23
    Alagoas – 1.818,56
    Rio Grande do Norte – 1.815
    Espírito Santo – 1.801,14
    Mato Grosso – 1.796,71
    Santa Catarina – 1.600
    Tocantins – 1.572
    Amazonas 1.546
    Ceará – 1.529
    Roraima – 1.526,91
    Piauí – 1.372
    Pernambuco – 1.331
    Acre – 1.299,81
    Paraíba – 1.297,88
    Rondônia – 1.251
    Pará – 1.215
    Rio Grande do Sul – 1.172
    Rio de Janeiro – 1.137,49

    Eles recebem diferenciados, mas respondem o mesmo regulamento.

  192. maria ana

    -

    22/06/2011 às 12:54

    A NOVELA PEC 300 – ATÉ QUANDO?
    - É HORA DE UMA ATITUDE
    Desde o ano passado a PEC 300 é usada como moeda de troca. Haja vista, que a maioria dos deputados querem votá-la. Lembram do deputado Vacarezza, em conjunto com o atual vice-presidente Temmer/Lula. Que ficavam prometendo a pauta da PEC para dá quorum, quando os deputados apareciam na câmara, a PEC 300 era jogada de lado e as MP’s eram votadas em enxurradas sucessivas. Acabou o ano de 2010. E, agora, mudam os personagens, em 2011: MARCO MAIA/DILMA, mas continua o VACAREZZA (VAGAREZZA) e outros traidores do PT, com as mesmas atitudes, embargando a PEC 300.
    Se os policiais brasileiros não tomarem uma atitude mais severa, como mobilizarem de verdade em caravana rumo à BRASÍLIA, esta novela vai perdurar até depois da copa de 2014.
    Ontem teve um DEABATE sobre a PEC 300, com participação do valente Soldado Almança e o Delegado Valdir no Programa Expressão Nacional da TV câmara, onde foi debatida a PEC 300. Foi campeã de audiência. Até o dia 07.07.2011 o Marco Maia promete pautá-la. Quero ver se os policiais vão ficar de braços cruzados se após este prazo o mesmo não cumprir o acordo.
    Entrem em contato com a COBRAPOL(cobrapol@cobrapol.org.br), o soldado almança (fernando.almansa@yahoo.com.br ou http://www.pec300.com) ou no blog. do capitão assumção; e entidades classistas das PM’s e Sindicatos dos Policiais para tomarem atitudes e acabar de uma vez por todas esta farsa. A desculpa de não ter verbas é mentira. Haja vista, que já foram feitas várias projeções sobre fontes para pagamento da PEC 300, e, também, estudo pela FIESP, que investigou que o rombo com corrupção passa de R$ 65 bilhões de reais, dinheiro este que cobriria a PEC 300, saúde, educação.
    Cadê os órgãos de controladoria e fiscalização para fechar esta torneira. Sabem por quê eles não fazem isto? é para não acabar com a derrama, a sangria e mamata para os seus bolsos. Este dinheiro não vai para os trabalhadores, e sim, para as suas contas e empresas, tipo, Palloci.
    PEC 300 – UMA QUESTÃO DE JUSTIÇA!

  193. carla

    -

    22/06/2011 às 11:51

    QUARTA-FEIRA, 22 DE JUNHO DE 2011 – PEC 300 BATEU RECORDE DE AUDIÊNCIA
    No programa Expressão Nacional de ontem, 21 de junho, às 21h30 os debates foram acalorados e mais uma vez assistimos que PEC 300 é tema recorrente e, instantaneamente, gera picos de audiência. Não foi diferente dessa vez. Bombeiros e policiais estiveram atentos ao programa que levou para a sociedade brasileira a importância de se valorizar condignamente o bombeiro e o policial brasileiro.

    Durante a semana, com o mote das manifestações dos Bombeiros do Rio de Janeiro, que estão recebendo migalhas (R$ 950), a TV Câmara trouxe novamente à tona o debate sobre a PEC 300.

    Deixo registrado a presença do querido amigo Soldado Almança, pertencente à nossa Sesquicentenária PMES, do 9º BPM, sediado em Cachoeiro. Soldado Almança é autor do site http://www.pec300.com, o site mais visitado da blogosfera policial.

    De tudo fica uma lição (para as autoridades políticas): será que precisaremos, em atitude de desespero como fizeram os bombeiros cariocas, tomar os nossos quartéis em toda a nação brasileira para sermos reconhecidos com guardiões das garantias dos milhares de brasileiros?

    Postado por Capitão Assumção às 09:20

    21.6.11 BASE ALIADA PREPARA KIT COM PEC 300 E EMENDA 29

    A base aliada na Câmara já tem pronta uma “agenda de retaliação” ao Palácio do Planalto, caso suas reivindicações de liberação de emendas orçamentárias e de nomeação para os cargos de segundo e terceiro escalões não sejam atendidas pela nova coordenação política.
    Duas emendas estão no “kit represália” ao governo: a que estabelece piso salarial nacional para os policiais (a PEC 300) e a proposta que regulamenta os gastos com saúde pela União (a emenda 29).
    A ideia dos aliados é votar a emenda da saúde antes do recesso. O sinal verde foi dado nesta semana pelo presidente da Câmara, Marco Maia (PT-RS), que prometeu pôr a proposta em pauta depois do fim da votação da medida provisória que permite a realização a toque de caixa das obras para a Copa de 2014 e para a Olimpíada de 2016. O governo é contra a proposta, sob alegação de que haverá aumento das despesas da União com a saúde sem contrapartida financeira.
    “Está na hora de o governo começar a se preocupar com a emenda 29. Não dá para chegar na hora da votação e dizer que não pode votar”, alertou o líder do PMDB, deputado Henrique Eduardo Alves (RN). “O apelo da emenda 29 na Câmara é mais forte do que o Código Florestal.”
    Há pouco menos de um mês, o governo sofreu sua primeira derrota na Câmara ao ver aprovada emenda do PMDB ao projeto que prevê anistia para quem desmatou mata nativa em áreas de Proteção Permanente até 2008. Na última hora, tentou negociar com a base a retirada do destaque, mas acabou derrotado.

    A insatisfação da base pode se agravar caso a presidente Dilma Rousseff desista de nomear o deputado Mendes Ribeiro (PMDB-RS) para a liderança do governo no Congresso. Dilma estaria, agora, propensa a escolher o senador Eduardo Braga (PMDB-AM), o que desagrada aos deputados peemedebistas.

    Agência Estado

  194. Rocha

    -

    21/06/2011 às 18:45

    Setti você sabia que essa tal empresa DELTA( reportagem do jornal extra que fala das relações de Sergio Cabral com empresários) alem de ter ganho algumas obras do pac ele tambem alugol carros para a PM do estado do PARÁ?…advinha quem estava no governo?? ANA JÚLIA(PT)…estranho né.Houve muita critica a respeito desses carros(fiat palio)visto que são carros sem muita potência e não adequado para se transportar presos.

  195. João Fonseca MG

    -

    17/06/2011 às 13:49

    Presidente Dilma, V.Exª tem o poder nas mãos, pq ñ fiscalizar os Municípios em quase todos o existem OBRAS FARAÔNICAS e FATASMAGÓRICAS INACABADAS.Cuja verba veio da Federação. São quintilhões de Reais, q vão para o ralo e ninguém apura nada. Ainda calça a cara e diz q o Brasil estar no caminho certo. Só se for no caminho da maldita corrupção. Olha, Senhora Presidenta, Dias atrás o Fantástico, fez uma reportagem sobre tais Obras inacabadas. Mas fora mui superficial. Na maioria dos Municíos nos quatro cantos do Brasil existem tais obras. São Escolas inacabas, Hospitais, praça de esportes e etc… Ñ se engane, Senhora Presidenta, quanto menor o Município maior e a CORRUPÇÃO POLÍTICA… Inclusive, em nosso estado, Minas Gerais,o q mais têm são esses tipos de Obras…

  196. MANA

    -

    17/06/2011 às 10:12

    NÃO ACEITAMOS NADA DE SALÁRIOS INDIRETOS OU BOLSA ISSO, BOLSA AQUILO (ESMOLAS). QUEREMOS É O PISO MÍNIMO DE R$ 3.500,00, COMO FOI ACORDADO COM O GOVERNO. HAJA VISTA QUE EM PRINCÍPIO ESTÁVAMOS REIVINDICANDO EQUIPARAÇÃO COM OS POLICIAIS DE BRASÍLIA. A PEC 300 NÃO PRECISA MAIS DE NADA, SÓ DESTE ATO. A MOBILIZAÇÃO ESTÁ FORTE ENTRE OS POLICIAIS DE TODO O PAÍS COM AS REDES SOCIAIS – AVISE AO MARCO MAIA E A DILMA E A TODOS CONTRÁRIOS A ESTA PEC QUE NÃO ESTAMOS BRINCANDO – NÃO SOMOS IDITOAS E DESINFORMADOS. ESTAMOS ACOMPANHANDO DIARIAMENTE ESTA CAUSA. FIQUEM CERTOS.

    - ESSES GOVERNADORES E POLÍTICOS SÃO CHORÕES. É SÓ ADEQUAR OS ORÇAMENTOS E ACABAR COM AS CORRUPÇÕES QUE JÁ SE SABE. O DESVIO DE DINHEIRO PÚBLICO ESTÁ NA ORDEM DE MAIS DE R$ 65 BILHÕES DE REAIS, SEGUNDO PESQUISA REALIZADA PELA FIESP, DINHEIRO ESTE QUE JÁ COBRE A PEC 300 E AINDA SOBRA DINHEIRO PARA EDUCAÇÃO E SAÚDE. É POR ISSO QUE ELES CHORAM, VAI ACABAR A TETINHA DELES.

    PEC 300 – UMA QUESTÃO DE JUSTIÇA!

    MAIS UM INFORMAÇÃO SOBRE A PEC 300:

    Debate sobre a PEC 300 na TV Câmara com a participação do SD Almança

    Confirmado!

    Programa Expressão Nacional

    Nesta terça feira, dia 21 de junho,

    Às 21:00 na TV Câmara

    O programa de debates abordará ao vivo a PEC 300.

    Com a participação de 2 deputados, um advogado especialista em Direito Constitucional e o Policial Militar Fernando Almança, representando os policiais e bombeiros de todo o Brasil.

    O programa também poderá ser visto pela internet no site: http://www.camara.gov.br/internet/tvcamara/?lnk=ASSISTA-A-TV-CAMARA-PELA-INTERNET&selecao=VIVO

    ou no nosso site da PEC 300, que disponibilizará uma janela com a transmissão da TV Câmara.

    O programa será ao vivo e os espectadores podem participar enviando opiniões e perguntas através da internet.

    Assistam, participem e ajudem a divulgar essa notícia.

    FONTE: http://www.pec300.com/

  197. Samuel

    -

    14/06/2011 às 9:56

    Por favor Senhor DEUS, ajude os policiais militares porque felizes as pessoas que trabalham pela paz…

  198. carla

    -

    13/06/2011 às 12:13

    PASSOU-SE A SEMANA E A PEC 300 NADA! NÃO É SENHOR MARCO MAIA? QUE A OPOSIÇÃO OBSTRUA AS VOTAÇÕES ENQUANTO NÃO COLOCAREM EM PAUTA A PEC 300. ESTE MARCO MAIA COM A DILMA ESTÃO DE BRINCADEIRA. NÃO VER QUE AS POLICIAS DO BRASIL ESTÃO SE ARTICULANDO PARA PARAR. ELES ESTÃO FAZENDO O MESMO JOGO SUJO DA DOBRADINHA PASSADA TEMMER/LULA.
    OS POLICIAIS JÁ NÃO SUPORTAM MAIS TANTA MENTIRA E ENGANAÇÃO.
    PEC 300 – UMA QUESTÃO DE JUSTIÇA!

    NÃO MUDEM O FOCO. CADÊ A PEC 300? ISSO FOI SÓ O COMEÇO COM OS BOMBEIROS DO RIO. QUANDO OS POLICIAIS EM GERAL PARAREM, ENTÃO A DILMA/MARCO MAIA VAI APROVAR A PEC 300. JÁ ESTAMOS MANDANDO E-MAIL’S PARA A CNN, BBC, FIFA E OUTROS ÓRGÃOS INTERNACIONAIS DENUNCIANDO A INCOMPETÊNCIA DESSES PARLAMENTARES IRRESPONSÁVEIS.

  199. Sérgio Correa

    -

    12/06/2011 às 19:32

    Os militares estaduais desse pais irão desmascarar esse congresso e esses políticos corruptos, vide o que já está ocorrendo no Rio de Janeiro.

  200. FREITAS

    -

    11/06/2011 às 9:08

    http://www.youtube.com/watch?v=nVxtCUvZVyk ,O QUE VCS ACHARAM,EM ESPECIAL VC RICARDO SETTI????

  201. valeria souza

    -

    10/06/2011 às 10:10

    AVISEM AO MARCO MAIA E A DILMA QUE O BRASIL INTEIRO JÁ SABE QUEM SÃO OS VILÕES DESSAS ONDAS DE GREVES DAS POLICIAS, SÃO OS DOIS. – ENTÃO VOTEM A PEC 300 IMEDIATAMENTE.

    E OUTRA TÁTICA:

    POLICIAIS BRASILEIROS! MANDEM E-MAIL’s PARA A CNN DOS USA, BBC DE LONDRES, FIFA, ONU, COMO FIZ E OUTROS COLEGAS. SÓ ASSIM COM PRESSÃO DE FORA ESSES CORRUPTOS APROVARÃO A PEC 300. COMO É QUE UM PAÍS QUE SEDIARÁ OS EVENTOS COMO COPA E OLIMPÍADAS NÃO GARANTE A SEGURANÇA E REMUNERAM PESSIMAMENTE SEUS POLICIAIS? PEC 300 JÁ SEU MARCO MAIA/DILMA.

    ESTA JUÍZA **** **** É UMA IMBECIL. QUANTO É QUE ELA GANHA? – CLARO NÃO É JUIZINHA DE MEIA TIJELA? TENS QUE DEFENDER O ESTADO. QUEM TE COLOCA AI É ELE. QUE JUNTAMENTE COM OS PARLAMENTARES, TROCAM FAVORES. TAÍ O EXEMPLO DO FINAL DO ANO DE 2010. ONDE TODOS SE LOCUPLETARAM DA MÁQUINA. DANDO AUMENTOS ABUSIVOS. TU SÓ QUERES PRENDER OS INOCENTES. QUAL O PERIGO QUE TEM OS BOMBEIROS QUE SALVAM VIDAS. E TU E OS POLÍTICOS COM SUAS CANETAS E SENTENÇAS ASSASSINAS E BISONHAS INCRIMINAM TRABALHADORES HONESTOS. VAI PRENDER POLÍTICO NOJENTO E SAFADO DOS QUAIS TU RECEBES O TEU SALÁRIO POLPUDO.
    A POLÍCIA DO BRASIL INTEIRO **** **** ****. ENQUANTO A PEC 300 NÃO FOR APROVADA. QUERO VER SE TU E OS DEMAIS CANALHAS DO CONGRESSO (os covardes e corruptos) VAI ENCONTRAR CADEIA PARA PRENDER ***** ***** *****. E OS BANDIDOS VÃO **** **** ***** *****.
    – INDIOTA!
    PEC 300 – UMA QUESTÃO DE JUSTIÇA!

    VIVA AOS HERÓIS DO RIO QUE DÃO EXEMPLOS DE FORÇA, GARRA E ESPÍRITO DE LUTA PELOS SEUS DIREITOS – QUE BONITO GESTO!
    NÃO É COMO OS POLÍTICOS E JUÍZES QUE POR UMA SIMPLES SACANAGEM, USANDO UMA CANETA, CONCEDEM-SE AUMENTOS ABUSIVOS.
    QIE A SOCIEDADE E OS TRABALHADORES E POLICIAIS SE ESPELHEM NESTE GESTO DE VERDADEIROS BRASILIEIROS.
    E QUANTO A ESTA **** ***** ****: NOTA ZEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEERO!
    VIA A ONDA *****! VAMOS LÁ POLICIAIS – ****** ****** ATÉ O MARCO MAIA E A DILMA DEIXAR DE PROCRASTINAR A PEC 300.
    QUE ENTRE EM VOTAÇÃO IMEDIATA.
    PEC 300 – UMA QUESTÃO DE JUSTIÇA!

  202. carla

    -

    09/06/2011 às 10:39

    ESTAMOS ESPERANDO, TCHÉ! PAUTE A PEC 300, MARCO MAIA, EM CARÁTER EXTRAORDINÁRIO OU VOCÊ NÃO VAI DORMIR UMA NOITE SEQUER!
    ESTÁS VENDO O QUE VOCÊ ESTÁ CAUSANDO? ESTAMOS DENUNCIANDO AOS ÓRGÃOS INTERNACIONAIS E A IMPRENSA, TIPO CNN… SIMPLESMENTE POR RABO PRESO A UM PARTIDO PT (PARTIDO DOS TRAIDORES) DITO COMO DO TRABALHADOR, QUE AGORA, VIRA AS COSTAS PARA ESTE.

    NESSE PAÍS SÓ SE ATACAM OS EFEITOS E NÃO ÀS CAUSAS. LEIAM SOBRE O DIAGRAMA DE CAUSA E EFEITO DE WILLIAM EDWARD DEMMING (GESTÃO DA QUALIDADE). A CAUSA DE TUDO ISTO É UMA POLÍCIA MAL REMUNERADA. E O CULPADO QUEM É? O GOVERNO. QUE COMEÇOU NA GESTÃO DO LULA; AGORA, PERSISTE COM DILMA, TEMMER, MARCO MAIA, VACAREZZA, FERNANDO FERRO, CHINAGLIA, GRAVEM ESSES NOMES. É SÓ APROVAR A PEC 300. A ****** ******* (OS BRAVOS HERÓIS BOMBEIROS CARIOCA) É APENAS O ESTOPIM PARA O QUE VIRÁ DAQUI PARA A FRENTE.
    PEC 300 UMA QUESTÃO DE JUSTIÇA!

    CADA UM QUE QUEIRA DAR UM DE SALVADOR DA PÁTRIA. – QUE MINISTRO QUE NADA! O PROBLEMA, O NASCEDOURO ESTÁ NA CÂMARA DOS DEPUTADOS, E OS CULPADOS SÃO ESSES: MARCO MAIA, DILMA/LULA, TEMER, VACAREZZA (O PAPAGAIO DO GOVERNO), FERNANDO FERRO, CHINAGLIA. INFELIZMENTE, É O PT QUE NÃO QUER VOTAR A PEC 300.
    OU ESSA PEC ENTRA NA PAUTA OU *** **** ***** **** **** **** ***** ***** ******
    PEC 300JÁAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ESSA **** CHAMADA SERGIO CABRAL, NÃO LEMBRA DOS ESFORÇOS DESTES HERÓIS NA TRAGÉDIA DO RIO, ONDE ALGUNS BOMBEIROS SACRIFICARAM ÀS SUAS VIDAS PARA SOCORRER AS VÍTIMAS. LEMBRAM DO SARGENTO ALVES DO ATAQUE DA ESCOLA DO RIO? ONDE O MAIA FOI POSAR COMO ANJO E DÁ UMA PROMOÇÃO (UMA MIGALHA). AGORA, MANDA ATIRAR NESSES HERÓIS BRASILEIROS. JÁ ENVIEI ESTE FATO À CNN, MANDEM OS SEUS E-MAI’s PARA OS ÓRGÃOS INTERNACIONAIS, DENUNCIANDO ESTA VERGONHA NACIONAL DESSE CRÁPULA E DOS CRÁPULAS POLÍTICOS INSENSÍVEIS COM AS CAUSAS SOCIAIS.
    QUERO VER NA PRÓXIMA ELEIÇÃO SE VÃO VOTAR NESSAS PESSOAS. – GRAVEM OS SEUS NOMES
    - PEC 300 AGORA!

  203. TIMM

    -

    07/06/2011 às 20:04

    PARA MIM O CANCER DO BRASIL E´ O CONGRESSO NACIONAL. ESSES POLITICOS, SO´ SABEM FALAR EM EXCELENCIA, FALAR BONITO, E EM FAVOR DA POPULAÇAO REALMENTE, NADA SAI´ DO PAPEL, E´ SO´ ENROLAÇAO, BASTA ACOMPANHAR OS NOTICIARIOS. SO´ TEM LADRAO SOLTO, SEQUESTRO ESTUPRO ETC… E O POVO VIVENDO A BASE DE SALARIO MINIMO, VIVENDO ATRAS DE GRADES, ASSIM VIVE O TRABALHADOR DESTE PAI´Z, TAMBEM TAXADO EM IMPOSTOS. EM RELAÇAO AO SALARIO DOS POLICIAIS DE TODO O BRASIL, PRINCIPALMENTE DO RS, COITADOS, ESTAO NA MISERABILIDADE, GRAÇAS A ESSES POLI´TICOS… E OS POLITICOS NADA FAZEM PARA MUDAR AS LEIS, SOMENTE MUDAM E APROVAM O AUMENTO DOS DEPUTADOS NA CALADA DA NOITE, COITADINHOS GANHAM INICIALMENTE,27.000-MENSAIS, E SE APOSENTAM EM 4 ANOS, ENQUANTO OTRABALHADOR LEVA 35-ANOS. VIVA O CONGRESSO NACIONAL, AS VEZES ME ENVERGONHO DE SER BRASILEIRO…

    Caro Timm, os deputados e senadores (felizmente) não mais se aposentam após poucos anos, com anteriormente. Isso mudou. Agora, se aposentam só depois de 35 anos de contribuição.
    E este post onde você faz o comentário é muito antigo.
    Se quiser ler mais recentes, em que falo da situação dos PMs e bombeiros, passo os seguintes links:

    http://veja.abril.com.br/blog/ricardo-setti/politica-cia/pec-300-pms-e-bombeiros-de-todo-o-brasil-relatam-vidas-dramaticas/

    http://veja.abril.com.br/blog/ricardo-setti/politica-cia/a-terrivel-ofensa-da-moca-assassinada-por-bandidos-namorar-um-pm/

    http://veja.abril.com.br/blog/ricardo-setti/politica-cia/pec-300-deputados-continuam-querendo-votar-a-emenda-e-pms-e-bombeiros-de-todo-o-pais-se-mobilizam-para-estar-em-brasilia-no-fim-do-mes/

    http://veja.abril.com.br/blog/ricardo-setti/politica-cia/pec-300-que-cria-piso-salarial-para-pms-e-bombeiros-pode-cair-em-buraco-negro-na-camara-dos-deputados/

    http://veja.abril.com.br/blog/ricardo-setti/politica-cia/politicos-aplaudem-o-sargento-heroi-do-rio-mas-empurram-com-a-barriga-a-questao-salarial-de-pms-e-bombeiros/

    Um abraço

  204. MANA

    -

    07/06/2011 às 11:13

    SERÁ QUE OS BRASILEIROS AINDA NÃO ACORDARAM PARA ISSO. TUDO ISSO É CULPA DESSES GOVERNADORES DEMAGOGOS (SERGIO CABRAL/RJ, EDUARDO CAMPOS/PE, J. WAGNER/BA, TARSO/RS…), DILMA/LULA, DEPUTADOS CONTRA A PEC 300. POLICIAIS, MÉDICOS, PROFESSORES DEVEM GANHAR SALÁRIOS DIGNOS, ESTÁ NA CONSTITUIÇÃO. COMO TAMBÉM DEVEM GANHAR OUTROS TRABALHADORES. O ABSURDO SÃO ESTES POLÍTICOS E JUÍZES AUMENTAREM SEUS SALÁRIOS DE MANEIRA ABSURDA, E OUTRAS CLASSES FICAREM À MARGEM DE TUDO ISSO.
    É SÓ PAUTAREM E APROVAR A PEC 300 E TUDO ISSO SE ACALMARÁ. A IMPRENSA CONVENCIONAL NÃO REPASSA A VERDADE. O PT É QUE ESTÁ EMBARGANDO A PEC 300. AS POLICIAS DE TODOS OS ESTADOS ESTÃO ENTRANDO EM GREVE OU EM CAMPANHAS SALARIAIS, PELO RIDÍCULO SALÁRIO QUE RECEBEM PARA MORAR PERTO DE BANDIDOS.
    SE ESTA PEC NÃO ENTRAR EM VOTAÇÃO EM CARÁTER EXTRAORDINÁRIO A COISA VAI PIORAR PELO QUE ESTOU SABENDO DE COLEGAS QUE SÃO POLICIAIS, POIS ATÉ OS OFICIAIS, AGORA, ESTÃO COMPRANDO ESTA BRIGA.
    OS BOMBEIROS DO RIO DERAM UMA DEMONSTRAÇÃO DE CORAGEM E BRAVURA. TAMBÉM PUDERA, PARA QUEM VIVE DIARIAMENTE ENFRENTANDO O RISCO, REIVINDICAR SALÁRIOS MELHORES, NÃO DÁ MEDO, PRINCIPALMENTE QUANDO É PEDIR PARA O ESTADO BRASILEIRO, QUE É, EM PARTE, COMANDADO POR CORRUPTOS E DESONESTOS, ESTA É QUE É A VERDADE – DOA EM QUEM DOER!
    PEC 300 – UMA QUESTÃO DE JUSTIÇA!

  205. RitaB

    -

    07/06/2011 às 9:48

    Parabéns aos Bombeiros-Herois do RJ, esse Cabral é um idiota, insensível. Vamos nos solidarizar com esses Herois, grande abraço de São Paulo. Aprovação Já.

  206. CARLA

    -

    06/06/2011 às 12:18

    ISSO É UM ABSURDO QUE ESTÃO FAZENDO COM OS BOMBEIROS DO RIO DE JANEIRO. A PEC 300 VEM SE ARRASTANDO POR ANOS. COM CONVERSA MOLE. – ADIANTOU? – NÃO! QUANDO O QUANTITATIVO AUMENTAR, ELES CEDERÃO. ERA HORA DE TODA A POLICIA PARAR. ESTE GOVERNADOR DO RIO É UM SEM VERGONHA – DAMAGOGO – COMO OS DEMAIS QUE SÃO CONTRA A PEC 300. QUERIA VER SE HAVERIA CADEIA PARA SETECENTOS MIL POLICIAIS? QUEM DEVE SER PRESO É PALLOCI E TODOS AQUELES QUES ESTÃO ARMANDO LÁ NO CONGRESSO. OS VERDADEIROS LADRÕES ESTÃO EM BRASILIA QUE OPRIMEM O POVO, OS POLICIAIS, OS PROFESSORES COM SUAS CANETAS ASSASSINAS.

  207. Carla - Viana/ES

    -

    06/06/2011 às 12:08

    Prezados Bombeiros do Rio, meus parabéns os senhores estão mostrando para todo país que amam o que fazem e por este motivo lutam por melhorias. Lamentável a postura de seu Governo, que tal ele agir da mesma forma com os que cometem irregularidades. Se o governo prendesse lobistas que aumentam seus patrimônios em mais 20x em apenas 04 anos, com jantares de mais de 24.000,00, aumentados de salários em mais de 63% c/ auxílios, moradia, vestes, etc… Se tivéssemos governos menos imorais – com certeza este protesto não teria existido, Nobre Ricardo este protesto é ordeiro, Quem fez algo para que se tornasse um confronto foi o próprio governo ao encaminha o BOPE forte mente armado e com tamanha brutalidade.

  208. João Fonseca MG

    -

    05/06/2011 às 14:50

    João Fonseca (MG) Ricardo Setti, que país é este q tem um Governador que não se negocia com vândalos BMs. Mas negocia com o Narcotráfico e negociou com os bandidos do Morro do Alemão, uma semana antes da operação militar o dia e horário da ocupação. Qual a profundidade da bandidagem dos Militares do RJ?

  209. FREITAS

    -

    04/06/2011 às 12:50

    http://www.pec300.com/2011/06/veja-todas-as-reportagens-sobre-invasao.html ,O QUE VC ACHA RICARDO SETTI???

    Vou postar hoje, segunda-feira, dia 6, comentários a respeito, caro Freitas.

  210. FREITAS

    -

    04/06/2011 às 11:36

    http://g1.globo.com/globo-news/ ,ESSE E O TRTAMENTO QUE RECEBEMOS.

  211. FREITAS

    -

    04/06/2011 às 11:33

    Vhttp://g1.globo.com/globo-news/ ,VEJA RICARDO SETTI,COMO E O TRATAMENTO QUE TEMOS POR REINVIDICAR MELHORIAS.

  212. FREITAS

    -

    04/06/2011 às 10:28

    RICARDO SETTI,NO RIO DE JANEIRO O GOVERNADOR MANDOU O BOPE INVADIR ATIRANDO DE FUZIL 762,NOS BOMBEIROS QUE ESTAVAM REINVIDICANDO MELHORIAS SALARIAIS E DE TRABALHO,OU SEJA,MANIFESTAÇAO ORDEIRA E PACIFICA,ELES GANHARAM FOI TIRO,BOMBAS DE GAS,PRISOES,SEM FALAR QUE TINHAM CRIANÇAS E MULHERES LA,E TODOS FORAM TORTURADOS,TE PERGUNTO: QUE PAIS E ESSE???

  213. FREITAS

    -

    04/06/2011 às 9:27

    http://www.youtube.com/watch?v=cUjjjmgjDjE&feature=related ,ASSISTAM ESSE VIDEO,O QUE VC ACHOU RICARDO SETTI???

    Caro Freitas, achei um resumo — até simplificado — da vida dura dos policiais militares.
    Leia este post que publiquei há algum tempo com depoimentos de PMs e bombeiros de vários Estados brasileiros.
    http://veja.abril.com.br/blog/ricardo-setti/politica-cia/pec-300-pms-e-bombeiros-de-todo-o-brasil-relatam-vidas-dramaticas/
    Um abraço

  214. cristina

    -

    04/06/2011 às 0:53

    pec 300 o Bresil pede aprovaçaõ já

  215. ELSON

    -

    03/06/2011 às 18:20

    avante pec 300, diginidade para todos os policiais.

  216. André

    -

    01/06/2011 às 12:47

    Está mais do que na hora de uma maior pressão da polícia, por condições dignas de trabalho e de salario

  217. Carla - Viana/ES

    -

    31/05/2011 às 15:12

    “Por mais longa que seja a caminhada, o mais importante é dar o primeiro passo.” (Vinicius de Moraes)– Esta mensagem é para vocês Policiais Militares, que estão aprendendo de forma ordeira a conquistar melhorias para a Segurança Pública deste País.

    Este post que você comenta é antiquíssimo, prezada Carla. Depois desse, fiz outros muito mais interessantes, inclusive um contendo exclusivamente depoimentos dramáticos de PMs e bombeiros de vários Estados brasileiros sobre sua difícil rotina.
    Abraços e seguem alguns links:

    http://veja.abril.com.br/blog/ricardo-setti/politica-cia/pec-300-pms-e-bombeiros-de-todo-o-brasil-relatam-vidas-dramaticas/

    http://veja.abril.com.br/blog/ricardo-setti/politica-cia/a-terrivel-ofensa-da-moca-assassinada-por-bandidos-namorar-um-pm/

    http://veja.abril.com.br/blog/ricardo-setti/politica-cia/pec-300-deputados-continuam-querendo-votar-a-emenda-e-pms-e-bombeiros-de-todo-o-pais-se-mobilizam-para-estar-em-brasilia-no-fim-do-mes/

    http://veja.abril.com.br/blog/ricardo-setti/politica-cia/pec-300-que-cria-piso-salarial-para-pms-e-bombeiros-pode-cair-em-buraco-negro-na-camara-dos-deputados/

  218. Rocha

    -

    30/05/2011 às 20:29

    amanhã é o dia em que Brasília vai parar.A segurança pública vai exigir que se cumpra o regulamento interno da câmara e que a pec300 entre em votação em segundo turno.Uma emenda que foi votada em 1ºturno e aprovada e agora os senhores deputados querem formar uma comissão para analisar as emendas..isso cheira manobra do governo.so queremos a pec300 em votação.Se ela foi votada em primeiro e aprovada,porque a gora criar uma comissão?ou o regulamento interno mudou?uma pec aprovada em primeiro turno necessita de uma comissão para ser votada em 2ºturno???amanhã vai ser um longo dia em brasília.FORÇA A TODOS QUE ESTARÃO LÁ.ESSA PEC300 É JUSTA..MUITO JUSTA!!! nos aguardem senhores.até a vitória

  219. Márcio

    -

    30/05/2011 às 17:24

    Se os partidos políticos parassem de negociar cargos e os políticos parassem de desviar dinheiro público, quem sabe sobraria recurso não só para segurança pública, mas para a saúde, educação etc etc etc conforme reza a constituição federal. Quem sabe uma nova revolta militar neste século XXI fariam esses safados políticos pararem de fazer o Brasil sair dessa miséria. Mas lembrem-se, eles não pagam combustível dos carros, usam carros blindados e motoristras particulares, quando estão doentes vão para o hospital sírio libanes e não no postinho de saúde como nós vamos, vocês já perceberam que todas as reportagens que passam na televisão e noticiários só falam de desvio de dinheiro, improbidade, vendas de cargos políticos etc etc e nunca vemos falar que os políticos fizeram alguma coisa para a população??? nunca se ouve falar disso, mas por detras dos benefícios existem muito´mais recursos públicos desviados. Engraçado é, alguém já se perguntou de onde vem as fortunas que os atuais políticos tem? se ná época da Ditadura formavam quadrilhas especializadas em roubar bancos e financiar os comunistas, será que usavam todos os dinheiros roubado para esses financiamentos ou será que enterravam alguma parte do dinheirinho roubado para garantir suas fortunas hoje.

  220. maria ana silva

    -

    30/05/2011 às 11:21

    30.5.11 CARAVANAS DE TODO O BRASIL COMEÇAM A DIRIGIR-SE PARA BRASÍLIA

    Hoje, segunda feira, dia 30 de maio, caravanas de vários estados começam a dirigir-se para Brasília a fim de realizar protesto pela aprovação da PEC 300, além de acompanhar a instalação da comissão em defesa da PEC 300 e audiência pública sobre o tema. Este é o primeiro encontro de 2011 na capital federal.
    Após inúmeras manifestações durante o primeiro semestre de 2010, a PEC 300 foi aprovada por unanimidade. Entretanto o governo procrastinou a matéria até a eleição com diversas desculpas esfarrapadas, indo desde cálculos fantasiosos e diga-se, mentirosos, de impacto financeiro, até a desculpa da eleição.
    O fato é que a PEC foi aprovada em primeiro turno e a Câmara dos Deputados. Pelas mãos do então presidente Michel Temer, hoje vice-presidente, e agora pelas mãos do atual presidente Marco Maia, rasgou-se o regimento interno que determina que uma matéria votada e aprovada deve imediatamente ser conduzia a segundo turno. Temer e Maia provaram para o Brasil inteiro que a tese dos poderes independentes só existe numa constituição utópica como a brasileira. A Câmara dos Deputados, infelizmente, faz a vontade do Planalto, descaradamente e sem pudor.
    Sabemos que o impacto pela aprovação da PEC 300 não será tão grande como o governo sempre alardeou. Se não há uma definição de piso, como haverá cálculos confiáveis de valores? Mais estranha é a posição da maioria dos governadores. Que infelizmente não deram a importância devida as suas forças policiais. Será que estes senhores não se deram conta de que sem polícia não há estado? E por que ir contra a PEC 300, já que será criado um fundo nacional para ajudar no custeio da mesma?

    Hoje quase 3 anos após o início de nossa luta, muitos procuram inúmeras desculpas pela não aprovação da PEC 300. Mas tenho a nítida impressão é que nós mesmos fomos os culpados. Se tivéssemos endurecido o discurso com esse governo que não nos respeita, e decretado uma ampla paralisação em nível nacional já estaríamos recebendo a PEC 300. A greve de um, dois ou três dá cadeia. A greve de todos, o governo não tem como punir. (quando vamos entender isso?). Muitos ainda caem no discurso do governo, alegando que seria uma irresponsabilidade uma paralisação, a sociedade iria sofrer, a Constituição seria desrespeitada. Amigos, irresponsabilidade é o salário de um policial hoje no Brasil. O que se espera da segurança pública, tendo seus agentes recebem 950 reais por mês? A sociedade sempre foi e está se lixando para os nossos problemas. A sociedade foi doutrinada a odiar a polícia. Não esperemos dela nenhuma retribuição. O governo sistematicamente rasga a Constituição Federal todos os dias na cara do povo brasileiro para atender seus interesses, na maioria nefastos. E ainda vem cobrar de nós responsabilidade, respeito a Constituição? Isso é hipocrisia.
    Novamente policiais, bombeiros, aposentados e pensionistas se deslocam de vários estados rumo a Brasília em mais uma esperança de fazer o Congresso Nacional que já foi palco de tantas decisões importantes para este país, fazer jus a sua história e convencer-se de que a PEC 300 será o início da implantação de uma nova segurança pública.

    O Brasil está sofrendo com uma justiça lenta, uma lei que beneficia criminosos, uma polícia desmotivada e o governo simplesmente fecha os olhos pra isso. E isso tudo prestes o país realizar eventos mundiais que exigirão da força policial (segurança) talvez a maior responsabilidade de que qualquer outro órgão do governo nestes eventos. E mesmo assim somos tratados desta forma.

    O Brasil está correndo sério risco de uma convulsão nas forças policiais, um apagão como bem disse o jornalista da Revista Veja, Ricardo Setti. Este início de ano tivemos mais de 4 estados com paralisações e greves policiais. Isso tende a espalhar por todos os estados, já que o governo federal está barrando a aprovação da PEC 300. Os militares estão mudando o foco para reivindicações regionais. Os governadores vão segurar esse abacaxi.

    Amigos, não há outro caminho. A aprovação da PEC 300 só depende de mim e você. De nosso trabalho no convencimento e na cobrança de cada deputado e sobretudo na nossa mobilização. Se soubermos pressionar dentro do jogo democrático, sairemos vitoriosos, e nossa vitória representará a vitória de um pais com uma polícia mais motivada, preparada, consequentemente um país com mais segurança.

    fonte: http://www.pec300.com.br

  221. wender soares

    -

    29/05/2011 às 21:54

    caro amigo vc esta de parabens !

    o corpo de bombeiros do estado do rio de janeiro .
    esta pedindo faz um mes um salario que possa de dignidade e respeito pois salvar vidas e coloca a sua vida em jogo para nada nem para fica no conforto do seu lar!somos o pior salario do pais .dia 3 agora sexta feira tem uma passeata na alerj .sete http://www.sosbombeiros.com

    obrigado pelo carinho .

    Caro Wender, este texto que você leu é muito antigo. Publiquei vários outros depois, inclusive um sobre as dificuldades do dia-a-dia de policiais e bombeiros, com só com depoimentos deles.

    Veja os links:

    http://veja.abril.com.br/blog/ricardo-setti/politica-cia/pec-300-pms-e-bombeiros-de-todo-o-brasil-relatam-vidas-dramaticas/

    http://veja.abril.com.br/blog/ricardo-setti/politica-cia/a-terrivel-ofensa-da-moca-assassinada-por-bandidos-namorar-um-pm/

    http://veja.abril.com.br/blog/ricardo-setti/politica-cia/pec-300-deputados-continuam-querendo-votar-a-emenda-e-pms-e-bombeiros-de-todo-o-pais-se-mobilizam-para-estar-em-brasilia-no-fim-do-mes/

    http://veja.abril.com.br/blog/ricardo-setti/politica-cia/pec-300-que-cria-piso-salarial-para-pms-e-bombeiros-pode-cair-em-buraco-negro-na-camara-dos-deputados/

    http://veja.abril.com.br/blog/ricardo-setti/politica-cia/politicos-aplaudem-o-sargento-heroi-do-rio-mas-empurram-com-a-barriga-a-questao-salarial-de-pms-e-bombeiros/

    Abraços

  222. MANA

    -

    27/05/2011 às 10:39

    ESTÁ CHEGANDO A HORA!

    31 de maio, marco na retomada da luta pela PEC 300. Contamos com você!

    27.5.11 TUDO PRONTO PARA BRASÍLIA DIA 31

    Tópico Fixo até dia 31 – Post novos abaixo:

    O Dia 31 de maio será bem movimentado na capital federal.

    A Audiência Pública da Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado (CSPCCO) da Câmara dos Deputados que pretende discutir as PECs 300/08, 534/02, 308/04 e 549/06, projetos que tratam de melhorias para as carreiras policiais, está prevista para o dia 31 de maio de 2011, terça-feira, às 13h.

    No mesmo dia, será lançada a Frente Parlamentar em Defesa da PEC 300, sob a coordenação do Deputado Otoniel Lima (PRB/SP). Em razão disso, os parlamentares da Comissão sugeriram homenagear esta data como o “Dia da Valorização dos Profissionais da Segurança Pública”.

    Para o debate na audiência pública, serão convidados, entre outros, o Capitão Assumção, ex-deputado federal, líder do movimento pela aprovação PEC 300/08; Major Fábio, ex-deputado Federal e relator da proposta na Comissão Especial sobre o tema; e Paes de Lira, ex-deputado federal e 1ª vice-presidente da Comissão Especial da PEC 300/08, entre outros convidados, além da participação de policiais e bombeiros que devem encher o auditório.

    Grande Manifestação

    Policiais e bombeiros de todo o Brasil aproveitarão a data para a realização de uma grande mobilização em Brasília nos dias 31 de maio e 1 de junho.

    A concentração da manifestação está prevista para 10 h. do dia 31 de maio em frente a Catedral de Brasília.

    Sairá de lá rumo ao Congresso Nacional, interditando por tempo indetermindado, a principal avenida de Brasília, a explanada dos Ministérios.

    Convidamos os policiais e bombeiros a levarem suas camisetas da PEC 300 ou irem fardados, levando consigo bandeiras, faixas, apitos, cornetas, vuvuzelas, caixão, pneus, gasolina em garrafa pet e todos materiais necessários para a manifestação.

    Aprendemos com os estudantes e os sem-terra como protestar.

    Levem cópias de contra-cheques, fardas velhas, gorros, fotos dos deputados e governadores contra a PEC 300 para serem queimadas em uma grande fogueira no evento.

    Convidamos os irmãos da PMDF que estarão de folga para participarem de movimento junto conosco.

    Dia Seguinte

    A organização do movimento estipulará no local qual a agenda para o dia seguinte, dia 1 de junho.

    PEC 300 – Nós acreditamos!
    Sua Participação é importante!

  223. Vergonha

    -

    26/05/2011 às 11:35

    Esperar o que de nossos governantes, aprovaram a maior VERGONHA deste país Código Florestal, eles nem pensam nos filhos, netos e possíveis bisnetos. Na verdade eles só pensam nos bolsos momentâneo, muito triste!!!! Dilma os jornais não param de noticiar sua derrota, mas penso que os jornais desta vez se enganaram esta derrota é sua é de toda humanida. Se eles não estão nem ai para o clima (própria saúde) quanto mais para a Segurança da Sociedade!

  224. maria silva

    -

    26/05/2011 às 10:34

    Prezado Setti!

    Como o senhor é um jornalista. Apure este caso:

    NEPOTISMO! VERGONHA! ESTE PAÍS NÃO TEM JEITO MESMO! CADÊ O MINISTÉRIO PÚBLICO MILITAR?

    26.5.11 – FORÇA NACIONAL E SENASP SE TORNAM REDUTO DE NEPOTISMO

    Mulher e cunhada do nº 2 da tropa e esposa do chefe de gabinete da titular da Senasp, Regina Miki, têm emprego na capital federal

    O número dois da Força Nacional, capitão Luigi, ao lado da mulher, Adriana Ruver, mobilizada em Brasília

    A Força Nacional de Segurança Pública (FNSP), que reúne policiais de diferentes estados, virou um reduto de nepotismo e está loteada por integrantes da Brigada Militar do Rio Grande do Sul nos principais cargos de comando.

    O número 2 da Força Nacional, capitão da Brigada Militar do Rio Grande do Sul (BMRS) Luigi Pereira, empregou em Brasília a mulher, soldado Adriana Ruver, e a cunhada, soldado Ângela Inês Ruver.

    Ambas foram mobilizadas pela Força Nacional, da qual Luigi é diretor-substituto e coordenador-geral de Operações, subordinado apenas ao diretor, major Alexandre Augusto Aragon.

    Na prática, segundo o iG apurou, é o capitão quem comanda o dia-a-dia administrativo do departamento da Senasp (Secretaria Nacional de Segurança Pública).

    Adriana, mulher do capitão, dá expediente na Coordenação de Ações Preventivas do Departamento de Projetos da Senasp (Secretaria Nacional de Segurança Pública), à qual a Força está ligada. Ela já integra a FNSP desde janeiro de 2007, quando foi atuar no Rio de Janeiro.

    Ângela, a cunhada, foi mobilizada em 16 de dezembro de 2010. Ela já atuou no gabinete da secretária nacional de Segurança, Regina Miki, e na inteligência da Força Nacional – dois locais estratégicos, onde tem acesso a um grande fluxo de informações. Atua oficialmente no Centro de Controle e Comando Integrado da Força.

    Diretor-substituto da Força Nacional, capitão Luigi, ao lado do amigo sargento Bittencourt, cuja mulher também trabalha em Brasília

    O braço-direito e amigo do capitão Luigi, o sargento Geraldo Passos Bittencourt, também da Brigada Militar, foi outro a conseguir levar para a capital federal sua mulher, a sargento da Brigada Simone da Rosa Baldi.

    Bittencourt está cedido ao Departamento de Pesquisa, Análise de Informação e Desenvolvimento de Pessoal em Segurança Pública (Depaid) da Senasp.

    Mobilizada pela Força Nacional, Simone atualmente trabalha na Coordenação de Orçamento e Finanças, sob o policial federal gaúcho João Antônio da Silva Brasil.

    Brasília, onde funciona o comando do órgão da Senasp, é o lugar mais cobiçado por integrantes da Força Nacional, que atualmente reúne cerca de mil policiais de todo o País. Na capital federal, a diária dos mobilizados é de R$ 224 – ou R$ 6.720 mensais. Em outros lugares, a diária cai para R$ 177 – ou R$ 5.310. Esse valor é acrescentado ao salário dos policiais em seu Estado de origem.

    Na antessala da secretária nacional

    Ângela Ruver, cunhada do capitão Luigi, foi mobilizada em dezembro pela Força Nacional para a capital

    O nepotismo não se restringe à Força Nacional e chega ao gabinete da secretária nacional de Segurança, Regina Miki. O chefe de gabinete de Regina Miki, tenente-coronel Agnaldo Augusto da Cruz, também levou para a capital federal sua mulher, sargento PM Salésia, de Goiás – estado de origem dos dois.

    De acordo com a assessoria de imprensa da Senasp, ela atua na Ouvidoria da Senasp, “na condição de colaboradora eventual”, desde a época em que marido era colaborador eventual lotado na Força Nacional. O órgão afirma que a Ouvidoria é ligada “funcionalmente à secretária, não tendo qualquer vínculo com a Chefia de Gabinete (ocupada pelo marido de Salésia)”.

    Esvaziamento da Força

    Criado em 2004 como uma espécie de tropa de elite da polícia dos estados para apoio em situações de crise, o departamento da Senasp (Secretaria Nacional de Segurança) tem sido aos poucos esvaziado e perdido poder. Após o auge nos Jogos Pan-Americanos de 2007, quando teve 3.700 integrantes, hoje são cerca de 800 policiais à disposição.

    Policiais da Força Nacional em atuação no Complexo
    do Alemão, em janeiro de 2008

    Já chamada para atuar no Rio em situações de crise no Complexo do Alemão, em 2007, por exemplo, a Força foi preterida em novembro passado. Em seu lugar as Forças Armadas participaram ativamente e auxiliaram as polícias do Rio na tomada dos complexos de favelas na região da Penha.

    Antes dirigida por coronéis, o atual diretor é um major, dois postos abaixo no oficialato militar. O que para um civil pode parecer não fazer diferença representa muito no hierarquizado universo militar, no qual a Força Nacional se inclui. O comandante do departamento está em contato constante – frequentemente fazendo pedidos – com o Estado-Maior das unidades da federação, composto por coronéis. Nessas situações, de acordo com oficiais que conhecem o modus operandi da Força Nacional, a antiguidade militar prevalece e a FN perde poder de negociação.

    Obs.: QUEM QUISER VER AS FOTOS DAS GRACINHAS É SÓ ENTRAR NOS SITES ABAIXO: (grifo nosso).

    Fonte: IG

    Fonte: http://www.pec300.com/2011/05/forca-nacional-e-senasp-se-tornam.html

    Obs.: Claro que foi o Tarso Genro (PT/RS – atual governador do Rio Grande do Sul e ex-ministro da justiça que os colocou lá – aliás – a filha dele, Luciana Genro, já foi acusada por favorecimento de empresas públicas no Rio Grande do Sul – lembram?).
    São pessoas como essas que envergonham e enojam a nação. Vivem usurpando das tetas embriagadora do poder. Ao invés de pensar na classe/sociedade como um todo, se locupletam, apadriando os seus e o resto que se dane.
    Veja o caso da PEC 300 que vem se arrastando na Câmara e não é votada em segundo turno. Enquanto isso, pessoas vão levando vantagens em seus cargos, na derrama do dinheiro público, favorecendo poucos em detrimento de muitos. (grifo nosso).
    PEC 300 UMA QUESTÃO DE JUSTIÇA!

  225. Vitor Augusto

    -

    24/05/2011 às 15:34

    Só aumento pra político não dá né… Políticos parem de FURTAR, baixem os impostos e Vamos dar aumento pra policial, pra professor, pra Fiscal do Ibama, pra faxineira, assim dá para dar aumento pra todo mundo!!!
    Se quiserem dá até pra dar um aumento bom pros militares e envia-los para as nossas fronteiras e não só para o Haiti!!!!

  226. Vitor Augusto

    -

    24/05/2011 às 15:26

    Será que eu estou muito errado ou poucas pessoas não sabem usar o raciocínio lógico, vejam bem, se INICIALMENTE os Estados gastam R$ 40 bi, logo em seguida eles lucram no MÍNIMO, R$ 160 bi com a geração de impostos, olhem, PARTE dos Policiais corruptos vão deixar de pegar propina, vão fiscalizar mais, vão comer mais carne, vão fumar mais, vão comprar carros novos, vão tomar mais cerveja, vão comprar tablets, vão comprar computadores, vão deixar de fazer bico em baile funck, etc…etc… COM ISSO, PARTE do Povo vai deixar de pagar propina, vão ser presos se oferecerem propina, vão comer mais carne, vão fumar mais, vão comprar carros novos… … tudo isso não gera imposto?? Ou será que os Policiais vão guardar todo o dinheiro extra e vão continuar vivendo como vivem?
    Não entendo essa filosofia de que QUASE TUDO gera gastos extras aos governos, corrupção, NÃO gera gastos extras aos governos????

    Caro Vítor,
    Esse post é muito antigo. Depois dele, publiquei vários outros em que defendo melhorias drásticas para os policiais e bombeiros.

    Confira esses links:
    http://veja.abril.com.br/blog/ricardo-setti/politica-cia/pec-300-pms-e-bombeiros-de-todo-o-brasil-relatam-vidas-dramaticas/

    http://veja.abril.com.br/blog/ricardo-setti/politica-cia/a-terrivel-ofensa-da-moca-assassinada-por-bandidos-namorar-um-pm/

    http://veja.abril.com.br/blog/ricardo-setti/politica-cia/pec-300-deputados-continuam-querendo-votar-a-emenda-e-pms-e-bombeiros-de-todo-o-pais-se-mobilizam-para-estar-em-brasilia-no-fim-do-mes/

    http://veja.abril.com.br/blog/ricardo-setti/politica-cia/pec-300-que-cria-piso-salarial-para-pms-e-bombeiros-pode-cair-em-buraco-negro-na-camara-dos-deputados/

    Um abraço

  227. mana

    -

    24/05/2011 às 11:51

    Prezado Ricardo Setti!

    Veja um e-mail enviado à Ouvidoria da Câmara dos Deputados e ao Deputado: Miguel Correa (PT/MG), para varia ele é do PT.:

    SÓ UM DETALHE DEPUTADO MIGUEL CORREA (PT/MG): A PEC 300 NÃO PRECISA MAIS DE CONSULTA, DE AUDIÊNCIA PÚBLICA. ELA JÁ FOI VOTADA EM PRIMEIRO TURNO. O QUE FALTA É O SENHOR DIZER AO MARCO MAIA E A DILMA PARA PAUTAR E APROVÁ-LA EM SEGUNDO TURNO. NÃO PENSE QUE SOMOS DESINFORMADOS. O PT É QUE ESTÁ IMPEDINDO A VOTAÇÃO. O SENHOR É DO PT, VACAREZZA, MARCO MAIA, DILMA. NÃO ENTENDERAM? O BRASIL TORNOU-SE SINDICATO DOS METALÚRGICOS, VEJAM OS CARGOS DAS INSTITUIÇÕES PÚBLICAS SÓ TEM METALÚRGICOS – NÃO É MARCO MAIA?

  228. Vergonha

    -

    24/05/2011 às 9:05

    Prezado Ricardo Setti, Bom dia! Me desculpa mas vou fazer um desabafo ser for contra pode bloqueá-lo em seu blog, que entenderei perfeitamente.
    Otem entrei em discussão com um colega responsável pela Segurança Pública no Município onde trabalho. O cara é um sociólogo e não gosta nenhum pouco da PM (geral) chama todos (disse todos “patentes” de burros, ignorantes e que não merecem aumento de salário). E me citou os casos que aconteceram: Em Aracruz /ES o juiz decretou reintegração de posse a Prefeitura Muni. de Aracruz – e encaminhou a solicitação ao Estado que a conduziu para PM/BME – Batalhão de Missões Especiais. Gente claro que teve conflito. Quem estava satisfeito? Mas os policiais tinham que cumprir a ordem data pelo Juiz? Pois bem o problema só foi da PM que executou a ordem. Porque o Juiz não determinou a prefeitura em questão fizesse 1º as construções das casas e depois relocar as famílias?
    Em São Paulo o Governador Geraldo Alckmin diz que não compactua com ação da PM, durante Marcha da Maconha em SP, que gracinha! É ele quem dar os treinamentos, porque não investe em Segurança Pública, táticas. Fácil dizer que não compactua e punir os mesmos Militares q o próprio governo o treina para depois repudia-los. – Que país é este?

  229. vergonha sp

    -

    23/05/2011 às 11:56

    bom dia so gostaria de informar a todos os policiais de bem para dar uma olhadinha nos jornais de sp 23/05/11 e ver o real motivo em os oficiais não reclamam dos baixos salarios. é uma vegonha e os praças de sp novamente são enganados.está lá a explicação para tudo é uma vergonha

  230. FREITAS

    -

    21/05/2011 às 2:01

    COLOQUEM NO GOOGLE: “”SORRIA: VOCE VIVE NO PAIS MAIS RICO DO PLANETA”".

  231. maria ana

    -

    20/05/2011 às 17:00

    E AGORA MARCO MAIA!

    E ALGUNS ****** DEPUTADOS E PRESIDENTE MARCO MAIA, GOVERNADORES. E O EXECUTIVO NÃO QUEREM VOTAR A PEC 300.
    ELES TERIAM QUE TER VERGONHA POR TER AUMENTADO OS SEUS SALÁRIOS.
    Ora, o Marco Maia e a Ouvidoria disse que Haverá um canal para votar os Projetos mais solicitados. E agora Sr. Marco Maia? Ponha a PEC300 em pauta. E faça um plebiscito com a população para reduzir os seus salários.

    LEIAM A REPORTAGEM NO SITE DA CÂMARA DOS DEPUTADOS:

    20/05/2011 16:16
    Salário de deputados e PEC 300 são temas mais comentados na Ouvidoria
    A Ouvidoria da Câmara recebeu, entre abril de 2010 e abril de 2011, 7.046 mensagens pelo serviço Fale com a Ouvidoria. Na maioria das mensagens, os cidadãos se manifestaram sobre o funcionamento da Câmara e sobre temas da pauta de votações, como o aumento do salário dos parlamentares (706 mensagens) e o piso salarial dos policiais militares – PEC 300 (488 mensagens).
    Também foram recebidas 223 mensagens a respeito do deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ), que fez declarações polêmicas em um programa de televisão, e 161 sobre o fator previdenciário. Outro tema comentado foi a licença-maternidade de 180 dias, com 137 mensagens.
    Ouvidoria nos estados
    Além de receber mensagens dos cidadãos, a Ouvidoria da Câmara decidiu promover neste ano audiências públicas nos estados para ouvir a população sobre temas em discussão na Câmara. A primeira audiência ocorreu em 29 de abril, no Rio de Janeiro, quando mais de 300 pessoas apresentaram suas opiniões sobre temas como combate ao crack, homofobia, segurança pública e reforma política. A próxima audiência será realizada em Manaus (AM), em 17 de junho.
    As reuniões nos estados fazem parte do projeto “A Câmara quer te ouvir!”. Segundo o ouvidor da Câmara, deputado Miguel Corrêa (PT-MG), as sugestões feitas pela sociedade poderão se transformar em projetos de lei e tramitar no Congresso.
    Outra ferramenta para promover a participação popular nos assuntos da Câmara é o portal e-democracia, que permite ao cidadão participar de fóruns e bate-papos, responder a enquetes e contribuir para a elaboração de projetos de lei.

    Reportagem – Verônica Lima/Rádio Câmara
    Edição – Pierre Triboli

  232. Carla Lugão - Viana/ES

    -

    19/05/2011 às 13:48

    Prezado Freitas, boa tarde! Muito obrigada pela resposta porém já tenho ciência destas praticas. O triste é ver um desavergonhado gastando em um jantar o que eu levo 1 (um) ano para receber. Só para investir em Segurança, Educaçõa e Saúde não tem verbas

  233. ana silva

    -

    19/05/2011 às 11:33

    Prezado Freitas!
    Este país precisa de um testa de ferro, um homem de coragem que queira mudanças. Como ocorreu em Singapura e Coréia do sul, países a pouco tempo sem expressão mundial. Acabar com a corrupção aqui neste país de impunidade, acabar com imunidade parlamentar, por esses políticos bandidos na cadeia, como os USA fez com o presidente do FMI – pré candidato à presidência da FRANÇA. Quando será que isso vai acontecer por aqui, como os Roriz da vida, Maluf, os crimes do colarinho branco impunes. Eles querem é isso: novela, futebol. carnaval, BBB, Faustão, Xuxa… e por ai vai. Educação, tecnologia, saúde, segurança… que se exploda. É um meio de iludir a população, que na maioria são desinformadas. – É UMA VERGONHA! -
    Mas a luta deve continuar, um dia o bem vai vencer o mal. O mal são esses deputados, governadores, juízes, imprensas comprometidas com o jogo sujo. Quero ver quem tem mais força: a sociedade organizada ou esses poucos demagogos, sangue suga, escórias da nação.
    NO NOSSO CASO, DOS POLICIAIS, VAMOS CONTINUAR NOS PROGRAMANDO PARA O DIA 31.05.2011, AUMENTAR A PRESSÃO DOS NOSSOS DIREITOS.

    Vamos deixar isso de lado e fortalecer a mobilização:
    BLÁ!BLÁ!BLÁ!BLA!BLÁ!BLÁ!BLÁ!BLÁ!BLÁ!… E NADA ACONTECE… O POVO É ASSASSINADO NAS RUAS, POLICIAIS SÃO MORTOS EM SERVIÇO, E ESSES CARAS VIVEM FALANDO ASNEIRAS, CRIANDO UM MILHÃO DE COMISSÕES NA CÂMARA DOS DEPUTADOS, ESTRATÉGIAS DO MARCO MAIA E DA DILMA PARA PROCRASTINAR E BARRAR A PEC 300, E O DINHEIRO JOGADO PELO RALO COM ESSAS REUNIÕES INFRUTÍFERAS, IGNÓBIL.
    CADÊ A PEC 300? O POLICIAL É O AGENTE MAIOR INTERESSADO QUANDO O ASSUNTO É SEGURANÇA. FALA DE TUDO, MENOS DO POLICIAL.
    CONTAGEM REGRESSIVA!
    VAMOS FORTALECER A MOBILIZAÇÃO PRÓ PEC 300 PARA 31.05.2011 EM BRASÍLIA
    AI !AI !AI !AI! TÁ CHEGANDO A HORA…

    Acre, Pernambuco, Bahia, Minas gerais, Maranhão, Piauí, Rondônia, Rio de Janeiro, Paraíba, Pará, Rio Grande do Sul, Rio Grande do Norte… já demonstraram suas indignações… que os outros estados também se engajem nesta BATALHA DE BRASÍLIA.

    VAMOS LÁ!
    LET’S GO!

    POR ISSO VAMOS INVADIR BRASILIA EM 31.05.2011 E FAZER COM QUE ELES ENGULAM O NOSSO MOVIMENTO. QUAL É MELHOR: MORRER LUTANDO OU MORRER DE FOME COM ESSES SALÁRIOS DE MISÉRIA?
    PALLOCI TÁ RICO,OS POLÍTICOS, PRINCIPALMENTE DO PT TRAIDOR, TAMBÉM.COM SUAS FALCATRUAS. VEJA A JAQUELINE RORIZ QUE OS DEPUTADOS QUEREM ABSOLVÊ-LA, POIS IRIA ABRIR PRECEDENTE PARA OS DEMAIS LADRÕES DO COLARINHO BRANCO.
    VEJAM O QUE OCORREU COM O PRESIDENTE DO FMI. NOS ESTADOS UNIDOS E EUROPA A CORRUPÇÃO É PUNIDA, INDEPENDENTE DO CARGO OU POSIÇÃO SOCIAL.
    ISSO TEM QUE ACABAR AQUI NESTA REPÚBLICA DE BANANAS/TUPINIQUIM. VAMOS MORALIZAR, COBRAR A ÉTICA, A JUSTIÇA SOCIAL E DIREITOS DOS TRABALHADORES, ONDE NÓS POLICIAIS NOS INSERIMOS.

    VAMOS LÁ, TODOS NO DF, VAMOS PARAR A CAPITAL FEDERAL.

    REUNAM AS SUAS CARAVANAS E DÁRMOS UM ACOCHO NO MARCO MAIA, VACAREZZA, FERNANDO FERRO, TEMER E DILMA E NESSES GOVERNADORES DEMAGOGOS.

    PEC 300 UMA QUESTÃO DE JUSTIÇA!

  234. Carla Lugão - Viana/ES

    -

    19/05/2011 às 11:12

    Que vergonha para um JANTAR estes desavergonhados – Gastam até 24.000 “imaginem quantos outros já foram jantados” uma vergonha cadê o Ministério Público Federal, A Policia Federal, Tribunal de Contas da União – Gente isto é dinheiro público! Esta na hora da dar um bastas nestas mazelas, ou vamos continuar cobrando assuntos básicos como aumentos de salário, investimentos na Educação, Saúde, Estradas e muito mais. Pasmem estamos somente na 3ª Terceira semana de Maio e o Espírito Santo já passa de 72 assassinatos, será que não esta na hora de acabar com este índice? Nobre Ricardo Setti, muito obrigada, por abrir nossos olhos.

  235. FREITAS

    -

    19/05/2011 às 10:06

    CARLA ,NAO SAI NADA NOS NOTICIARIOS PQ A IMPRENSA NO BRASIL EM SUA GRANDE MAIORIA E COMPRADA,COM MILHOES R$ PARA NAO DIVULGAR NOTICIAS REIS A SOCIEDADE BRASILEIRA.POR ISSO EXISTEM OS BBB,FAUSTAO,NOVELAS,ETC….

  236. Rocha

    -

    18/05/2011 às 20:49

    Amigos nossos protestos não estão sendo em vão! se o governo Dilma e o senhor presidente da câmara Marco Maia continuarem a nos enganar,o Brasil pode ver um caos na segurança pública.Poxa é uma sacanagem! a pec300 esperando só a votação em 2ºturno e a gente tem que ficar nessa espera..e ainda tem governador que zomba! quando seus militares fazem protesto por melhores salários,visto que ele paga um dos piores salários do país.PEC300! JA! DIA 31 ESTAREMOS EM BRASÍLIA

  237. maria ana

    -

    18/05/2011 às 11:45

    Manifestações dos Bombeiros do Rio vai parar na CNN
    Exemplo que juntos podemos colocar o Brasil e seus governantes em saia justa diante da comunidade internacional. Isso é só o começo!

    FIREFIGHTERS AND POLICE STOP IN THE HOST CITY OF THE 2014 CUP AND THE 2016 OLYMPICS

    iReport —
    In Rio de Janeiro, a city that will host the world cup in 2014 and the2016 Olympic Games, once again shows that it is prepared for anevent like this. Firefighters, Police Officers Saves Lives and wenton strike for better wages and working conditions.

    The military staged rallies at the Legislature of the State of Rio de Janeiro in order to sensitize the Governor Sergio Cabral, but in response to Judge Ana Montes Paua Figueiredo Barros Pena, theaudit of military justice in Rio de Janeiro ordered custody of themilitary leaders of the movement. Maj. Sergio Luiz Lima, mastersAlexandre Machado Marchesini and Lauro Cesar Botto, the firstsergeant and Cape Valdeli Benevenuto Daciolo Duarte Fonsecados Santos. THAT’S DICTATORSHIP!

    Every worker has the RIGHT to fight for better wages and workingconfiçoes.
    So firefighters, police officers stopped and Save lives, RIO DEJANEIRO IS NO HELP AND NO SECURITY.

    And now the Governor of the population who turn in an emergency?
    As a city plans to host events so important as to the precarioushealth conditions, and those responsible for safety and rescue not working?
    I hope it’s released internationally, since the Governor Sergio Cabral are manipulating the media

    More information, photos and videos from manifestations of the military are available on the site http://www.sosguardavidas.com/, butthe site is in Portuguese (Brazil).

    FONTE: CNN

    Tradução:

    “Rio de Janeiro , uma das cidades que sediará a Copa do Mundo de 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016, mais uma vez mostra que não está preparada para um evento como este. Bombeiros , Guarda-Vidas e Policiais entraram em greve por melhores salários e condições de trabalho.

    Os militares fizeram manifestações na Assembléia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro, a fim de sensibilizar o governador Sergio Cabral, mas em resposta a juíza Ana Montes Paula Figueiredo Barros Pena, da auditoria da Justiça Militar no Rio de Janeiro ordenou a custódia dos militares líderes do movimento . Major Sérgio Luiz Lima, comandantes Alexandre Machado Marchesini e Lauro César Botto , o primeiro sargento Valdelei e Cabo Benevenuto e cabo Daciolo Duarte Fonseca dos Santos . ISSO É DITADURA !

    Todo trabalhador tem o DIREITO de lutar por melhores salários e condições de trabalho.
    Então os bombeiros , policiais e guarda-vidas pararam, RIO DE JANEIRO ESTÁ SEM SOCORRO E SEM SEGURANÇA .

    E agora o Governador que está em uma emergência ?
    Como uma cidade que planeja hospedar eventos tão importantes, pode deixar a saúde e a segurança tão precários?
    Espero que seja lançado internacionalmente , uma vez que o governador Sérgio Cabral está manipulando a mídia.”

    Mais informações , fotos e vídeos de manifestações de militares estão disponíveis no site http://www.sosguardavidas.com/ , mas o site é em Português ( Brasil ).”

    Veja reportagem da CNN aqui

    ATENÇÃO: Acesse de deixe uma mensagem no site da CNN em português mesmo. O grande número de mensagens fará a CNN dar mais destaques as futuras manifestações.

    Fala Almança: Amigos, este é um exemplo de nossa força. Precisamos continuar com as manifestações nos estados, mas precisamos focar em Brasília no dia 31 de maio. O mundo precisa conhecer o estado de miséria por que passam os profissionais que defendem a sociedade brasileira.

    O país da Copa e das Olimpíadas está prestes a enfrentar um anunciado apagão na Segurança Pública, mas o governo continua a se fazer de desentendido.

    E MAIS:

    ESTAREMOS COM CARAVANAS AI EM BRASILIA EM 31.05.2011 COMO FIZEMOS NO PRIMEIRO TURNO.
    O BRASIL ESTÁ PEGANDO FOGO COM GREVES DOS POLICIAIS E ESTES VÃO MOSTRAR A SUA FORÇA AI EM BRASILIA.
    O TSUNAMI POLICIAL CEHGARÁ AO DF.

    AGUARDEM-NOS!

  238. MANA

    -

    17/05/2011 às 11:30

    PREZADO RICARDO SETTI!

    ESTA REPORTAGEM ESTÁ NO SITE DA CÂMARA DOS DEPUTADOS:

    MOBILIZAÇÃO PRÓ PEC 300 PARA O DIA 31.05.2011 DEVE SER FORTALECIDA PELOS POLICIAIS BRASILEIROS EM BRASÍLIA:

    Sargento Edgard, Sargento Vieira e o presidente da ANASPRA irão palestrar na audiência sobre a PEC 300
    Brizza Cavalcante
    Mendonça Prado (DEM/SE)
    Os sargentos Edgard Menezes Silva Filho e Jorge Vieira da Cruz, Gestores da Associação Beneficente dos Servidores Militares de Sergipe, bem como o presidente em exercício da Associação Nacional dos Praças – ANASPRA, Pedro Queiroz, irão participar como palestrantes da Audiência Pública que pretende discutir as PECs 300/08, 534/02, 308/04 e 549/06, projetos que tratam de melhorias para as carreiras policiais.
    A reunião da Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado (CSPCCO) da Câmara dos Deputados está prevista para o dia 31 de maio de 2011, terça-feira, às 13h. Para o debate, foram inicialmente convidados, Capitão Assumção, ex-deputado federal, líder do movimento pela aprovação PEC 300/08; Major Fábio, ex-deputado federal e relator da proposta na Comissão Especial sobre o tema; e Paes de Lira, ex-deputado federal e 1ª vice-presidente da Comissão Especial da PEC 300/08.
    A inclusão dos palestrantes foi solicitada por meio do Requerimento n.º 33/2011, de autoria do deputado Mendonça Prado (DEM/SE), aprovado na última quarta-feira (11). “Acredito que a participação do presidente em exercício da ANASPRA e dos Gestores da Associação Beneficente dos Servidores Militares de Sergipe trará a posição dessas associações militares para a discussão do piso salarial e da melhoria da segurança pública de nosso país”, justificou o parlamentar.
    No mesmo dia da Audiência Pública, será lançada a Frente Parlamentar em Defesa da PEC 300, sob a coordenação do Deputado Otoniel Lima (PRB/SP). Em razão disso, os parlamentares da Comissão sugeriram homenagear esta data como o “Dia da Valorização dos Profissionais da Segurança Pública”.
    A PEC 300/2008 trata do piso nacional para policiais e bombeiros militares e inativos e estabelece que a remuneração dessas categorias nos Estados não poderá ser inferior à da Polícia Militar do Distrito Federal. De acordo com o texto da proposta, uma lei federal irá definir o valor do piso salarial, em forma de subsídio, disciplinando também um fundo contábil constituído para esse fim.
    A PEC 534/2002 dispõe sobre as competências da guarda municipal e criação da guarda nacional. A PEC 308/04 cria as polícias penitenciárias federal e estaduais. Já a PEC 549/06 determina que o salário inicial de delegado de polícia não seja inferior ao limite fixado para o integrante do Ministério Público com atribuição de participar das diligências na fase de investigação criminal.

    Por Izys Moreira – Assessoria de Imprensa da CSPCCO

  239. Carla Lugão

    -

    17/05/2011 às 11:15

    Agora sei o porquê da não aprovação da PC300. Caso ela fosse aprovada o governo ofereceria dignidade a milhões de Brasileiros, civis e militares. Mas se ela for aprovada como nossos políticos vão triplicar seu patrimônio em 04 (quatro) anos?.

  240. jane villar

    -

    16/05/2011 às 16:01

    “EU NÃO SOU BESTA PRA TIRAR ONDA DE HERÓI,
    SOU VACINADO, SOU COWBOY, COWBOY FORA DA LEI.
    DURANGO KID SÓ EXISTE NOS GIBIS…” (RAUL SEIXAS).
    OS POLICIAIS BRASILIEORS SÃO OS HERÓIS QUE DEFENDE A SOCIEDADE E NEM PROTEGE ÀS SUAS FAMÍLIAS. ESSES GORVERNADORES, O MARCO MAIA E O EXECUTIVO SÃO UNS INSENSÍVEIS, ARROGANTES E MENTIROSOS DEMAGOGOS.
    ABAIXO VEJA A ENTREVISTA PELO MARCO MAIA NO SITE DA CÂMARA:

    Piso de policiais e bombeiros deve ser prioridade da Câmara em 2011
    Arquivo – Luiz Alves

    Faria de Sá: salário inicial de policial militar do Rio é de R$ 30 por dia, menos do que é pago para uma diarista.
    A votação da proposta que estabelece um piso nacional para os policiais militares, civis e bombeiros militares (PECs 446/09 e 300/08) é uma das prioridades da Câmara no início da próxima legislatura Espaço de tempo durante o qual os legisladores exercem seu poder. No Brasil, a duração da legislatura é de quatro anos . A previsão é do presidente da Câmara, Marco Maia, que também é candidato à Presidência da Casa a partir de 2011.
    A medida chegou a ser aprovada em primeiro turno na Câmara em março de 2010, mas ainda é necessária a aprovação em segundo turno, por se tratar de uma proposta de emenda à Constituição (PEC).

    VAMOS INVADIR BRASÍLIA EM 31.05.2011 E ACABAR DE UMA VEZ COM ESSA ******* DOS GOVERNADORES, COMANDANTES, DELEGADOS, MARCO MAIA E A DILMA.
    QUERO VER ELES PRENDEREM SETECENTOS MIL POLICIAIS DO BRASIL.

  241. Carla Lugão

    -

    16/05/2011 às 11:07

    Freitas, não sai nada nos noticiairios – só sei porque acompanho o Blog

  242. Rocha

    -

    15/05/2011 às 13:52

    FORÇA AO AMIGOS GUARDA-VIDAS DO RIO.NÃO SE PODE PRESERVAR A VIDA DO CIDADÃO SE A VIDA DA NOSSA FAMÍLIA NÃO CONSEGUIMOS PRESERVAR COM DIGNIDADE.POXA ELES SÓ QUEREM GANHAR POR AQUILO QUE AMAM FAZER E POR COLOCAR SUAS VIDAS EM RISCO PARA SALVAR ALGUEM!! ACORDA GOVERNADOR!!!

  243. FREITAS

    -

    14/05/2011 às 18:58

    RICARDO,E DEMAIS COMPANHEIROS,VEJAM NO YOUTUBE: “BOMBEIROS MILITARES-POLICIAIS MILITARES-MOBILIZAÇAO-UNIAO DE OFICIAIS E TROPA.” SE TODAS AS PMS E BMS FIZEREM O MESMO QUE O RJ,A PEC 300 SERA VOTADA E APROVADA DE IMEDIATO.

  244. paula aguilera

    -

    13/05/2011 às 13:08

    A COVARDIA, PARA NÃO DIZER SACANAGEM, DO MARCO MAIA, DA DILMA COM O PAPAGAIO VACAREZZA:

    NÃO PENSEM QUE OS POLICIAIS SÃO TROUXAS!

    LEIAM ESTA REPORTAGEM CONCEDIDA PELO DEPUTADO ARNALDO FARIA DE SÁ:

    Comissão da PEC 300 parada por conta do PT e PSDB
    Postado por abamfbm on maio 13, 2011 in Geral, Todas notícias | 0 Comentario
    A PEC 300 e outras tantas proposições tramitando dentro da Câmara dos Deputados está impossibilitada de ser votada haja vista que o Presidente da Câmara dos Deputados, deputado Marco Maia, utilizando-se ardilosamente de um artifício próprio do Regimento Interno da casa, colocou todas as proposições em um mesmo balaio e, conforme já denunciado nesse blog, com o objetivo de travar a PEC 300, pormenorizou a criação de uma Comissão Especial para se analisar “segurança pública num contexto muito mais amplo”.
    Como se isso já não bastasse, o partido do governo (PT) e o maior partido da oposição (PSDB) estão protelando a indicação de seus parlamentares para a participação nessa Comissão. Sem a complementação dos indicados dentro desses dois partidos esses trabalhos não têm como serem iniciados.
    Em conversa pessoal nessa última quarta (11), na Comissão de Segurança Publica e Combate ao Crime Organizado, o deputado Arnaldo Faria de Sá, o autor da PEC 300/2008 confirmou essa falta de parlamentares dos dois maiores partidos dentro da Câmara. Ele analisa que essa barreira criada pelo Presidente Marco Maia para distanciar a PEC 300 da ordem do dia, ou seja, da conclusão da votação do piso salarial nacional, é um mero obstáculo que tem que ser vencido.
    O deputado narra que criando-se a nova Comissão, em primeiro lugar, o seu objetivo e o dos demais deputados que a compuserem é de tirar a PEC 300 dessa cumbuca. Em segundo lugar pede para que as manifestações em todos os estados não parem. Frisa ainda que o dia 31 de maio será marcante para que esses objetivos sejam alcançados.

    Site Capitão Assumção

  245. SD- Viana/ES

    -

    13/05/2011 às 11:10

    A Bancada de Deputados Federais aqui no Espírito Santo (todo Brasil), só estão preocupados com as eleições de 2012, é só ler em jornais, revistas , sites , twitter e demais redes sociais, estamos com um problema serio de inflação e não vejo nenhuma ação dos nobres, a segurança agora só será tratada através de comissões – imagina se a moda pega e joguem a Educação e a Saúde também. Hum ai ais, mas me pergunto cadê o Ministério Público para acompanhar esta questão? Nada! Ontem fiquei horrorizado ao ler uma matéria exposta no Site do século diário http://www.seculodiario.com.br, o concurso do TJES esta todo comprometido – Fraude! Uma verdadeira vergonha e não se faz nada, que tal resolver estas maselas e dar o aumento de salário a quem realmente da o seu sangue. PC300 uma questão de Justiça

  246. SD- Viana/ES

    -

    13/05/2011 às 10:55

    segue um trecho da matéria O professor da Ufes alertou que a taxa de homicídio na Região Metropolitana da Grande Vitória atingiu a incrível marca de 189 homicídios para cada grupo de 100 mil habitantes entre jovens de 15 a 24 anos. Para dar a importância que o dado merece, ele lembrou que a Organização Mundial de Saúde (OMS) considera taxas acima de 10/100 mil como violência epidêmica. DEPUTADOS FEDERAIS -VOCÊS IRAM CONTINUAR A FINGIR QUE O PROBLEMA NÃO TE PERTENCE – VAMOS FAÇAM ALGO URGENTE!!!!!!!!!!!!!

  247. SD- Viana/ES

    -

    13/05/2011 às 10:52

    Prezado Ricardo Setti, mas tenho que compartilhar esta matéria, vê se pode este comentário. http://www.seculodiario.com.br/exibir_not.asp?id=10895 – Secretário se diz otimista mesmo com a
    média de 5 homicídios por dia em maio – Espírito Santo -ES

  248. jaime gomes

    -

    13/05/2011 às 10:20

    Prezado Jornalista!

    Esse políticos estão brincando e fazendo vista-grossa com o que está ocorrendo no paí. As polícias não aguentam mais o arrocho salarial.

    A onda de movimentos nas polícias e bombeiros militares do Brasil
    12mai2011 Em: Bombeiro Militar, Polícia e Política, Polícia Militar Autor: Danillo Ferreira

    Seis estados brasileiros estão vendo suas polícias e bombeiros reivindicarem melhorias, principalmente salariais. A onda de movimentos pode ser vista como coincidência, porém, é um sinal eloquente de que a insatisfação dos policiais e bombeiros militares não se resume a um ou dois estados – sem falar naquelas unidades da federação em que a insatisfação existe, mas, por falta de articulação das lideranças, o processo de negociação junto aos governos dos estados ainda não ocorreu.
    Rio de Janeiro, Rondônia, Alagoas, Minas Gerais, Pernambuco e Rio Grande do Norte estão passando por processos relevantes de reivindicação de seus policiais, com sucessos diferenciados, conforme o contexto político e as ações desenvolvidas por cada corporação. Vejam no gráfico abaixo quais são e o que estão fazendo as polícias e bombeiros para reclamar direitos e melhorias:

    Esta incidência simultânea de movimentos demonstra, mais do que nunca, que a Proposta de Emenda Constitucional nº 300, a PEC 300, que cria o Piso Salarial Nacional para as polícias brasileiras é uma medida necessária e inadiável. O senso de injustiça vigente entre os que desenvolvem uma atividade que exige certo reconhecimento é interestadual, portanto, o remédio deve ter amplitude proporcional.
    A sugestão é que, principalmente os policiais das instituições que vivem este momento sensível, se mobilizem para o próximo dia 31 de maio, quando ocorrerá em Brasília-DF uma audiência pública na Câmara dos Deputados visando discutir a PEC 300. É um momento ímpar para se manifestar em favor duma medida que atinge em cheio a questão salarial em todas as unidades da federação. Sem prejuízo, é claro, das respectivas manifestações em seus próprios estados. Quanto mais pressão, melhor.
    FONTE: http://abordagempolicial.com/2011/05/a-onda-de-movimentos-nas-policias-e-bombeiros-militares-do-brasil/comment-page-1/#comment-173114

  249. Telma Wanesca

    -

    13/05/2011 às 10:14

    A HORA É ESSA!
    VAMOS PEGAR ESTA ONDA!
    PREPAREM AS SUAS CARAVANAS RUMO À BRASÍLIA EM 31.05.2011!
    NÃO ESPEREM AS ASSOCIAÇÕES E SINDICATOS – MOBILIZEM QUEM QUER PARTICIPAR.
    BRASÍLIA VAI PEGAR FOGO EM 31.05.2011.
    PEC 300/446, UMA QUESTÃO DE JUSTIÇA!
    Com presenças confirmadas dos ex-deputados Paes de Lira, Major Fábio e Capitão Assumção, do Presidente em exercício da Associação Nacional de Entidades Representativas de Praças Militares Estaduais – ANASPRA, Pedro Queiroz e dos Gestores da Associação Beneficente dos Servidores militares de Sergipe, Sargento Edgard Menezes Silva Filho e Sargento Jorge Vieira da Cruz, o espaço para debate ficou pequeno.
    A tão comentada audiência pública da PEC 300 está impossibilitada de ser realizada no mesmo plenário da Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado já que o movimento nacional em prol da aprovação da PEC 300 está organizando uma ampla mobilização envolvendo todos os estados para estar participando dessa audiência.
    Junto a esse dia de intenso debate, haverá também, às 15 horas, no Auditório Freitas Nobre, Anexo IV, subsolo, a solenidade de lançamento e posse da Mesa Diretora da Frente Parlamentar de Apoio a PEC 300, outro evento de grande porte que já está repercutindo bastante entre os parlamentares da atual legislatura.
    De acordo com o Presidente da Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado, deputado Mendonça Prado (DEM/SE), o preciosismo que a Comissão está tendo em achar um local bastante espaçoso para a audiência da PEC 300 se justifica por que a Câmara já espera um grande movimento de policiais e bombeiros no dia 31 de maio.

    REPASSO OS SITES E ENDEREÇO IMPORTANTES NESTA LUTA:
    fernando.almansa@gmail.com
    http://www.pec300.com/
    cobrapol@cobrapol.org.br
    http://www.capitaoassumcao.com/
    http://veja.abril.com.br/blog/ricardo-setti/politica-cia/pec-300-emenda-que-aumenta-salario-de-pms-continua-mobilizando-deputados/

    * ENTREM EM CONTATO E MOBILIZEM AS SUAS CARAVANAS.
    PEC 300 UMA QUESTÃO DE JUSTIÇA!

  250. Nascimento

    -

    12/05/2011 às 19:02

    Boa noite, muito obrigado pela sua importante cobertura sobre o nosso sonho.

    OBRIGADO…

  251. neto

    -

    12/05/2011 às 10:59

    SÓ O MARCO MAIA E O EXECUTIVO (PT – PARTIDO DOS TRAIDORES NÃO VÊ).

    LEIAM ESTA REPORTAGEM:

    11.5.11 O DEGRADANTE TRABALHO POLICIAL
    “Pela Melhoria das Condições de Salário e Trabalho nas Polícias“

    *Heloísa Helena

    Uma preliminar: minha total solidariedade às vítimas da brutalidade policial e minha repulsa ao policial infrator, torturador e que estabelece a condenável promiscuidade com o crime organizado. Eu mesma já fui vítima… seja, na minha adolescência, com o assassinato do meu irmão Cosme Luiz – com vários tiros de espingarda 12 – seja contra o meu próprio corpo e minha dignidade pessoal e política. Mas explicito da mesma forma e intensidade a minha solidariedade aos policiais que perderam suas vidas ou foram mutilados na tentativa de exercer com dignidade as suas atribuições em precárias condições de trabalho.
    É fato incontestável que em todos os setores da sociedade – na política, justiça, polícia, empresariado, imprensa, etc. – existem aqueles que devem ser chamados de imprestáveis, mas existem também os que dignificam suas profissões e honram as Instituições em que trabalham. A maioria dos trabalhadores das Polícias tenta de forma inconteste zelar pelo cumprimento dos seus deveres mesmo diante das gigantescas dificuldades enfrentadas.
    A situação dos trabalhadores civis e militares na área de Segurança Pública constitui uma das maiores aberrações do aparato estatal em Alagoas e em outras unidades da Federação. Daí a absoluta urgência em garantir a melhoria das condições de salário e trabalho para todos (as) que são expostos a estressores e riscos de dimensão extraordinária para o cumprimento das suas obrigações profissionais.
    Existem no cotidiano desses profissionais gravíssimas situações de degradação que de forma inimaginável estão corroendo a vida de homens e mulheres que são submetidos a essas ocorrências para o complexo desenvolvimento das suas atividades. São muitos os fatores que mostram a imensa diferença entre a organização do trabalho prescrito e a vivência do trabalho real lidando diretamente com a Vida… situações extremas onde se pode tirar a vida de outro e se pode perder a própria vida, sendo ao mesmo tempo fonte e alvo da violência e experimentando diariamente grandes perdas emocionais e materiais que podem acabar por gerar mais violência.
    A degradação acontece pelo cotidiano de longas jornadas de trabalho perigoso e exaustivo, de recursos materiais insuficientes, de insatisfação com a atividade e a remuneração, de dificuldades na ascensão profissional e muitos outros eventos traumáticos que levam à depressão, ao alcoolismo e uso de outras drogas psicotrópicas, a crônicos problemas cardiovasculares, aos transtornos psiquiátricos muito graves e vários outros problemas de saúde. Todos esses fatores constituem risco permanente para os trabalhadores e suas famílias e impactam negativamente no exercício das atividades essenciais na Segurança Pública.
    O mais grave é que além do processo degradante no cotidiano das suas atividades institucionais os períodos de folga, licença ou férias não conseguem ser plenamente utilizados para recuperação física e emocional, para o descanso, lazer e fortalecimento dos vínculos afetivos. Os policiais têm o dever de agir – flagrante compulsório e não facultativo – em situação de flagrante delito em qualquer momento independentemente de estar ou não no exercício da sua atividade funcional o que gera mais sobrecarga para esses trabalhadores em condições mais precárias e sem o suporte operacional. Além disso, os miseráveis salários recebidos por eles acabam levando-os ao exercício de atividades laborais complementares (os “bicos”) em muitas vezes comprometendo sua imparcialidade nas decisões e fragilizando mais ainda a sua atuação no exercício profissional e a sua própria segurança pessoal.
    As propostas são muitas e delas já tratei detalhadamente em artigo neste mesmo periódico como contribuição ao debate sobre alternativas para redução da violência em Alagoas e no Brasil, seja relacionada às Políticas Sociais ou à estruturação do Aparato Institucional de Segurança Pública. E continuo lutando, mesmo sabendo que a maioria dos agentes públicos não trabalha verdadeiramente por isso e se comporta cinicamente como políticos bandidos protegidos por seus carros blindados e seguranças fortemente armados. Mas, no atual momento, a intensidade da precarização nas condições de trabalho e a indignidade salarial nas polícias impõe a agilidade da aprovação no Congresso Nacional das Propostas relacionadas ao Piso Salarial para os Servidores Policiais (a PEC 300 e outras a ela apensadas extensivas aos Bombeiros, Policiais Civis, Agentes Penitenciários, etc.) e implementação imediata em Alagoas de uma política salarial de recuperação da dignidade profissional aos trabalhadores da Segurança Pública.

    Heloísa Helena é vereadora do PSOL em Maceió.
    Twitter: @_heloisa_helena
    E-mail: heloisa.ufal@uol.com.br

    Fonte: tudorondonia.com

  252. maria ana

    -

    12/05/2011 às 10:57

    BRASÍLIA VAI PEGAR FOGO EM 31.05.2011.

    PEC 300/446, UMA QUESTÃO DE JUSTIÇA!
    Com presenças confirmadas dos ex-deputados Paes de Lira, Major Fábio e Capitão Assumção, do Presidente em exercício da Associação Nacional de Entidades Representativas de Praças Militares Estaduais – ANASPRA, Pedro Queiroz e dos Gestores da Associação Beneficente dos Servidores militares de Sergipe, Sargento Edgard Menezes Silva Filho e Sargento Jorge Vieira da Cruz, o espaço para debate ficou pequeno.
    A tão comentada audiência pública da PEC 300 está impossibilitada de ser realizada no mesmo plenário da Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado já que o movimento nacional em prol da aprovação da PEC 300 está organizando uma ampla mobilização envolvendo todos os estados para estar participando dessa audiência.
    Junto a esse dia de intenso debate, haverá também, às 15 horas, no Auditório Freitas Nobre, Anexo IV, subsolo, a solenidade de lançamento e posse da Mesa Diretora da Frente Parlamentar de Apoio a PEC 300, outro evento de grande porte que já está repercutindo bastante entre os parlamentares da atual legislatura.
    De acordo com o Presidente da Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado, deputado Mendonça Prado (DEM/SE), o preciosismo que a Comissão está tendo em achar um local bastante espaçoso para a audiência da PEC 300 se justifica por que a Câmara já espera um grande movimento de policiais e bombeiros no dia 31 de maio.

    Fonte: http://www.capitaoassumcao.com/

  253. Ronney Maia

    -

    11/05/2011 às 20:57

    Caro Sr. Ricardo Setti,
    Nós, policiais e bombeiros de todo o Brasil, agradecemos pela matéria publicada. Que Deus te abençoe hoje e sempre!

  254. SD- Viana/ES

    -

    11/05/2011 às 14:02

    Até a presente data, já passam de 50 (cinqüenta) o número assassinatos no Espírito Santo – E os Deputados ainda ignoram a Segurança Pública tudo isto porque os filhos deles não fazem parte deste triste índice.

  255. mana

    -

    11/05/2011 às 9:56

    Prezado Ricardo Setti!

    A sociedade brasileira e os policiais agradecem o espaço que o nobre jornalista oferece para falar sobre a verdade da PEC 300/446 – ATUAL PEC 002/2010.

    Abaixo, envio o que a COBRAPOL E AS ASSOCIAÇÕES DE CLASSES MILITARES ESTÃO FAZENDO.
    SERÁ UM ATO ORDEIRO MAIS CONTUNDENTE PARA QUE O CONGRESSO SE SENSIBILIZE COM A CAUSA DOS POLICIAIS BRASILEIROS:

    PARA QUEM PENSA QUE O MOVIMENTO NÃO ESTÁ ACONTECENDO, PODE REVER ESTA SUA CRENÇA:
    A COBRAPOL JÁ COMEÇOU E REFORÇA O ENGAJAMENTO DE TODOS OS SIDICATOS DOS POLICIAIS CIVIS DO BRASIL, ASSIM COMO VEM FAZENDO AS REPRESENTAÇÕES CLASSITAS DOS PM’S E BOMBEIROS. E OUTROS POLICIAIS INDEPENDENTES. O MOVIMENTO CRESCE A CADA DIA, E QUEM ESTAVA IMBERNADO NA CAVERNA DO DESÂNIMO, ACORDA COM DISPOSIÇÃO PARA A BATALHA DE BRASÍLIA EM 31.05.2011 . (GRIGO NOSSO).
    LEIAM A REPORTAGEM RETIRADA DO SITE DA COBRAPOL:
    09/05/11 – Mobilização Pró-PECs 446/300
    Em meio à organização do XI Congresso Nacional da Confederação, o presidente da Cobrapol, Jânio Bosco Gandra, também trabalha na organização de uma mobilização no Congresso Nacional, dia 31 de maio, pela votação das Propostas de Emenda à Constituição (PECs) 446/300, que criam o Piso Salarial Nacional para os policiais civis, militares e bombeiros. A matéria foi aprovada em primeiro turno em votação na Câmara dos Deputados, no mês de março do ano passado.
    Além da participação de caravanas de policiais de todos os estados, a ação de convencimento dos parlamentares também vai contar com a participação de artistas de Brasília. “Estamos preparando uma série de atividades para esse dia, com o intuito de chamar a atenção não apenas dos parlamentares, mas também da imprensa e da sociedade”, afirmou Gandra.
    A data coincide com o lançamento da Frente Parlamentar em Defesa da PEC 300/08, na Câmara dos Deputados. No mesmo dia, será realizada audiência na Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado para discutir a proposta que estabelece o piso nacional.
    Por Giselle do Valle
    Fonte: Imprensa Cobrapol – (Confederação Brasileira de Trabalhadores Policiais Civis)

    A HORA É ESSA – É AGORA OU NUNCA – VAMOS INVADIR BRASÍLIA
    Seria importante entrar em contato com o Soldado Almança do site: http://www.pec300.com.br
    que está organizando as caravanas dos PMs do Brasil.
    fernando.almansa@yahoo.com.br – Fone: (26) – 98850187; e também no blog do Capitão Assumção.
    É hora da união das policiais em busca do mesmo objetivo (GRIFO NOSSO).

    PEC 300/446 UMA QUESTÃO DE JUSTIÇA!

    Um abraço!

  256. Ernandes-rj

    -

    10/05/2011 às 22:22

    Parabéns Ricardo, o senhor está dando um exemplo de cidadania, informando a população da real intenção do governo que não está nem aí para segurança pública, peço que continue a informar pois precisamos do apoio da população para conseguir pelo menos que se cumpra o regulamento da câmara federal e que o senhor presidente coloque a pec 300 em pauta pra votação,um forte abraço e que deus o abençoe.

    Caro Ernandes, obrigado, mas você leu um post muito antigo. Depois disso, publiquei mais de uma dezena de textos sobre o tema.
    Se quiser, veja, por exemplo, esses quatro, mais recentes:

    http://veja.abril.com.br/blog/ricardo-setti/politica-cia/pec-300-deputados-continuam-querendo-votar-a-emenda-e-pms-e-bombeiros-de-todo-o-pais-se-mobilizam-para-estar-em-brasilia-no-fim-do-mes/

    http://veja.abril.com.br/blog/ricardo-setti/politica-cia/pec-300-que-cria-piso-salarial-para-pms-e-bombeiros-pode-cair-em-buraco-negro-na-camara-dos-deputados/

    http://veja.abril.com.br/blog/ricardo-setti/politica-cia/politicos-aplaudem-o-sargento-heroi-do-rio-mas-empurram-com-a-barriga-a-questao-salarial-de-pms-e-bombeiros/

    http://veja.abril.com.br/blog/ricardo-setti/politica-cia/pec-300-pms-e-bombeiros-de-todo-o-brasil-relatam-vidas-dramaticas/

    Um abração e volte sempre

  257. Flavio leal

    -

    10/05/2011 às 11:23

    Ricardo, Parabens pela coragem de remar contra a grande mídia, que ainda é cheia de recentimentos conosco trabalho na area de resgate aereo e vc não tem noção de como é perigoso nosso serviço obg… parabens

  258. SD- Viana/ES

    -

    09/05/2011 às 13:31

    http://www.seculodiario.com.br/exibir_socioeconomicas_a.asp? No bico do revólver: Espírito Santo é vice-líder em mortes por arma de fogo no País. Alguém pode me dizer como esta a Segurança “INSEGURANÇA” em outras capitais????

  259. SD- Viana/ES

    -

    09/05/2011 às 13:28

    Sem Investimentos, No Espírito Santo já temos mais de 42 assassinatos http://servicos.sesp.es.gov.br/estatistica/faces/jsp/estatistica_homicidio.jsp;jsessionid=c8d8cb1b22b800584310b43c4af38fa7babc3532f73f.e34ObheRa30Qby0SahqLe0 – E só estamos na segunda semana de maio.

  260. maria a. silva

    -

    09/05/2011 às 10:19

    LEIAM O QUE ACONTECEU COM UM POLICIAL DE GOÍAS, ISSO É UM REFLEXO GENERALIZADO COM AS POLICIAS BRASILEIRA.

    ISSO É QUE OS GOVERNOS FEDERAL E ESTADUAIS OFERECEM AOS SEUS SERVIDORES: MISÉRIA. COM EXCEÇÃO DE ALGUNS, COMO POR EXEMPLO SERVIDORES DA FAZENDA, QUE É A MENINA DOS OLHOS DO GOVERNOS, POIS É DINDIN QUE ROLA PARA AS SUAS CAMPANHAS.
    PARABÉNS AO GESTO HONROSO DESTE NOBRE “BRASILEIRINHO”, HONESTO E TRABALHADOR.
    POR ISSO TODOS OS POLICIAIS TEM QUE SE CONSCIENTIZAR QUE É PRECISO INICIATIVA E MOBILIZAÇÃO NA LUTA PELOS SEUS DIREITOS.
    NÃO PODEMOS MAIS, EM PLENO SÉCULO XXI, SERMOS CONSIDERADOS PEÇA DE ENGRENAGEM, OU SOLDADINHOS ROBOTIZADOS QUE ACEITAM E ENGOLE AS ATROCIDADES COMETIDAS POR ESTES GOVERNANTES ARROGANTES E SEM ESCRÚPULOS, QUE FAZEM DA MÁQUINA ESTATAL UM OBJETO DE USO PESSOAL PARA ATENDER OS SEUS INTERESSES.

    Escrivão indignado pede exoneração em protesto à falta de valorização
    Dom, 01 de Maio de 2011 23:15
    GOIÁS
    Um um ato de coragem e protesto que custou seu emprego, o policial civil lotado na delegacia de Jaraguá-GO, André Luiz Ramos dos Santos Gontijo, enviou ao Governador Marconi Perillo e ao Secretário de Segurança Pública, João Furtado, seu pedido de exoneração. O motivo, as pessimas condições de trabalho oferecido pelo Estado. No oficio enviado as autoridades o policial faz uma série de criticas como “falta de gestão, falta de incentivo e falta de respeito com os servidores” diz ele em um dos trechos do documento.

    Ao
    Exmo. Sr. Governador do Estado de Goiás
    Exmo. Sr. Secretário de Segurança Pública do Estado de Goiás
    PEDIDO DE EXONERAÇÃO
    01mai11-go-escrivao-2
    Nunca houve descontentes entre o povo a não ser por boas e suficientes razões. Clarence Darrow! Após derrotar milhares de candidatos para conseguir uma colocação nesta instituição, resolvi exonerar-me para não perder minha dignidade!
    , brasileiro, casado, servidor público estadual, lotado na Delegacia de Polícia de Jaraguá, onde exerce as funções de Escrivão de Polícia, matricula 9869, vem respeitosamente requerer a Vossa Excelência, se digne a conceder-lhe exoneração do cargo a partir do dia 15 de abril de 2011, o que o faz pelas razões abaixo delineadas:
    A burocracia na instituição e a falta de gestão de pessoas são fatores patentes, gritantes e vergonhosos!
    A exemplo do que ocorreu no Senado Federal, acredito que a Segurança Pública do nosso Estado precisa, urgentemente, contratar uma instituição séria, como a Fundação Getulio Vargas para realizar uma consultoria em todas as áreas da secretaria.
    De nada adianta empregar recursos públicos sem diagnosticar os problemas da instituição, assim como, de nada adiantará a nomeação de novos servidores se não for implantada uma gestão racional, motivadora e equilibrada, na exata conformidade de nossa ATUAL demanda.
    Para que Vossas Excelências entendam que o problema da Polícia Civil é falta de gestão, cumpre mencionar, que em dezembro de 2009, a Delegacia de Jaraguá recebeu 3 novos escrivães, formando uma equipe de 6 escrivães.
    Por falta de gestão, por falta de incentivo e falta de respeito com os servidores, por parte da omissa direção, restaram apenas 02 (dois) escrivães na Cidade, para lidar com mais de 500 inquéritos, centenas de Boletins de Ocorrências, Termos Circunstanciados de Ocorrência, atendimento de ofícios, requisições e ainda, orientação do público em geral.
    Por este motivo é que acredito que em primeiro lugar deve haver um diagnóstico QUANTO AOS PROBLEMAS E DEMANDA DA INSTITUIÇÃO, diagóstico este, realizado por instituição séria, isenta e não ligada à segurança pública, para de fato, HAVER MUDANÇA!
    È Recorrente depositarmos nossas esperanças em gestores escolhidos nos quadros da instituição, entretanto, a experiência já demostrou que precisamos de gestão nova, caso contrário, prosseguiremos com este cenário de fracasso que todos já conhecem.
    Três 03 pessoas animadas, felizes e valorizadas trabalham muito mais do que 10 pessoas insatisfeitas e deprimidas.
    Devemos erradicar as burocracias otimizando procedimentos. Para se ouvir um cidadão em outra cidade é necessário que se expeça carta precatória para o Delegado Regional, o qual, remete tal carta precatória para várias outras autoridades, até que tal documento chegue ao delegado que irá tomar o depoimento. Eu confesso que fiquei enojado ao deparar com este procedimento medieval, o qual dispende muito tempo e recursos do Estado. (as cartas precatórias no atual modelo, ou são enviadas em viaturas gerando desperdício de gasolina, tempo dos agentes e dinheiro dos administrados ou são enviadas pelo correio, gerando custos com tarifas)!
    Estas cartas precatórias ridículas, oriundas do PERÍODO COLONIAL, contribuem para que inquéritos durem dezenas de anos, causando na população um sentimento extremo de impunidade!
    Milhares de mães e familiares, sofrem suplicando a justa punição dos assassinos de seus entes, entretanto, muitas vezes morrem antes das cartas precatórias chegarem ao seus respectivos destinos, pela teia burocrática ridicularmente impregnada neste procedimento.
    Devemos começar a mudança por nossos sistemas de informática, temos verdadeiros gênios neste setor, tais como Ricardo e Rodrigo, todavia, acredito que estão sufocados de trabalho e, lutando contra burocracias ridículas, assim como, todos os servidores da Polícia Civil Goiana.
    Sugiro que se ofereça um super prêmio, em dinheiro, para que a equipe de informática desenvolva módulos que economizem tempo e recursos! Tal prêmio deverá ser proporcional à economia de tempo e recursos gerados com as soluções implantadas. R$ 2.711,00 não remunera e jamais incentiva gênios.
    Precisamos implantar novos módulos neste sistema, para evitar trabalhos em duplicidade, tais como ocorrem com as ESTATÍSTICAS, ATUALMENTE, ELABORADAS DE FORMA MEDIOCRE, uma vez que poderiam ser geradas automaticamente, evitando perda de tempo por parte de centenas de servidores.
    Outra questão repugnante são os boletins de ocorrência que são lavrados pela POLÍCIA MILITAR e, novamente, lavrados nas Delegacias de Polícia Civil. Isto é totalmente desnecessário! Precisamos interligar o sistema da Polícia Militar com o da Polícia Civil, para que, uma vez lavrado um Boletim de Ocorrências por parte de qualquer uma das instituições, suas informações sejam automaticamente compartilhadas.
    NÃO É JUSTO GASTAR GASOLINA PARA BUSCAR GASOLINA. Por falta de gestão e competência, é preciso que nossos agentes viajem 120 quilômetros para trazer centenas de litros de gasolina dentro da viatura.
    Cadê a administração desta instituição? Isto é um crime contra o dinheiro dos consumidores! Não é justo gastar gasolina para buscar gasolina, sem contar nos riscos que correm os policiais que são obrigados a viajar ao lado de centenas de litros de combustível! Se ocorrer um acidente, os corpos dos policiais serão entregues carbonizados às respectivas familias. É claro que estamos falando de corpos de agentes e escrivães, uma vez que Delegados não fazem transporte de gasolina!
    Falta fechadura nas portas dos cartórios. Uma sala é utilizada por vários escrivães, não existe segurança mínima para os inquéritos e muito menos para os objetos apreendidos, não existe recursos para aquisição de um simples cadeado, água ou mesmo papel higiênico.
    No início do ano de 2010, a torneira do lavatório do banheiro da nossa delegacia permaneceu quebrada por 60 dias, de forma, que as pessoas saíam do banheiro e lavavam as mãos na pia da cozinha, onde também eram lavados os talheres e os panos que limpavam o chão da delegacia. Como não existe manutenção nas delegacias, me vi obrigado a tirar parte do meu salário de fome, para comprar e instalar uma torneira no banheiro da delegacia! Cadê uma política eficiente de manutenção e aproveitamento de ativos? Poderia haver no sistema, um módulo onde cada delegado informaria quais os materiais e móveis encontram-se disponíveis em sua delegacia, para que outras delegacias pudessem requisitá-los. É tudo muito simples, todavia, para sugerir temos que sair da instituição, pois, caso contrário somos transferidos ou punidos!
    Como o Delegado Geral já sinalizou que deseja melhorar a instituição, sugiro que começe pela simplificação dos procedimentos. Sugiro que peça a contribuições a todos os servidores por meio de idéias e sugestões para desburocratizar os procedimentos.
    A função da polícia judiciária é simplesmente apurar materialidade e autoria, assim sendo, podemos otimizar muitos procedimentos sem deparar com a ilegalidade.
    DO USO DE TRANSFERÊNCIAS COMO INSTRUMENTO DE INTIMIDAÇÃO DE CRÍTICAS:
    Deve ser criada regra objetiva para que transferências de servidores de localidades, não sejam adotadas como retaliações, para que Agentes e Escrivães possam sugerir, criticar e tentar melhorar esta instituição! Atualmente, basta uma crítica para que um fax seja acionado, transmitindo uma portaria com vistas a transferir um servidor para outra cidade. Que mundo é este, que instituição é esta?
    Sugiro ao Senhor Secretário e ao Sr. Governador que acabem com estas transferências punitivas. Péssimos servidores devem ser exonerados, não transferidos, pois, cidade alguma merece receber péssimos servidores, assim sendo, as transferências deverão ser mínimas e objeto de regra muito objetiva, para que AGENTES, ESCRIVÃES E DELEGADOS INCOMPETENTES, não possam se valer de “politicagens nojentas” impregnadas em nosso país, visando punir críticas e sugestões, as quais podem resultar em melhorias para cada uma de nossas Delegacias.
    AGENTES E ESCRIVÃES SÃO ESCANDALOSAMENTE MENOSPREZADOS PELA INSTITUIÇÃO:
    Nosso Delegado é operacional, extremamente honesto, pula muros e não mede esforços para prender criminosos. Em uma de nossas reuniões pedimos ao nosso Delegado que conseguisse alguns coletes balísticos para a equipe, haja vista a quantidade de armas que estávamos apreendendo em Jaraguá. Quando nosso Delegado chegou de goiânia, todos ficamos eufóricos para receber os coletes, todavia, sofremos uma brutal decepção, pois, a direção da polícia civil enviou apenas um colete, na medida exata e, para uso exclusivo do DELEGADO DE POLÍCIA, o que implica reconhecer, que para a administração da instituição, quem não é delegado não passa do MAIS DESPREZÍVEL LIXO!
    OUTRO CRIME QUE ESTÁ SENDO COMETIDO É RELACIONADO AO FALSO CONVÊNIO MÉDICO QUE POSSUÍMOS:
    Minha esposa precisou de ajuda médica e após encontrar o profissional da área específica, descobrimos que somente haveria vaga para consulta no próximo ano, uma vez, que pretendíamos contratar a consulta via IPASGO, O QUE É UM ABSURDO, UMA INJUSTIÇA E UMA SAFADEZA!
    Diante de tamanhas atrocidades, não tem como permanecer nessa instituição.
    O antigo governador furtou a dignidade dos professores, dos médicos e dos policiais deste Estado, mantendo os salários congelados por vários anos, levou diversas pessoas a óbito em filas de hospitais, reduziu a qualidade do ensino e eliminou a sensação de segurança da população, em decorrência do desprezo do infeliz governante para com os servidores desta área.
    O Governador anterior jamais se elegerá, sequer para PRESIDENTE DE ASSOCIAÇÃO DE MORADORES DE BAIRRO, entretanto, meus colegas policiais que continuam nesta instituição, precisam urgentemente, que Vossa Excelência, Sr. Marconi Perillo, Governador do nosso Estado, comece a cumprir as promessas que movimentou milhares de policiais em torno de sua eleição. Eu ainda acredito em Vossa Excelência e espero que o Senhor não desaponte meus colegas policiais, que continuam defendendo a instituição, mesmo diante do desprezo e da falta de respeito para com os mesmos.
    SUGESTÕES URGENTES:
    Como detesto discursos, deixo uma sugestão simples para otimização de procedimentos: Todas as cartas precatórias serão feitas por e-mail. Todos os Delegados, inclusive os mais idosos, serão obrigados a aprender a utilizar computadores e cadastrar um e-mail, onde, receberão e enviarão as cartas precatórias.
    No e-mail enviado pelo delegado deprecante, este mencionará quem será ouvido, seu endereço e breve relatório, com as perguntas que entender pertinentes. O delegado deprecado terá apenas que mandar intimar e ouvir. A resposta deverá ser enviada por e-mail, se urgente e, postada pelo correio diretamente ao delegado deprecante.
    Adotando esta simples sugestão, deixaríamos de gastar muito papel e tempo de vários servidores, sem contar que ao invés de levar um ano para que a pessoa seja ouvida, em menos de 1 minuto e totalmente grátis, A CARTA PRECATÓRIA CHEGA AO SEU DESTINO.
    Se a instituição valorizasse idéias de escrivães e de agentes, com certeza muitos procedimentos já estariam excelentes.
    Sugiro que seja feita uma simples dinâmica com os servidores, onde todos deverão apontar 10 procedimentos que poderão ser eliminados ou otimizados, consignando, que, caso qualquer uma das sugestões sejam implementadas, seu idealizador irá ganhar 30 dias de folga e, se a sugestão implicar em redução de custos, o servidor poderá, inclusive, receber um prêmio em dinheiro!
    Após comunicar esta idéia, basta esperar e descobrir o quanto os agentes e escrivães são capazes de sugerir e o quanto amam esta instituição e podem ajudar a melhorar a gestão e a forma de gastar o dinheiro do nosso povo.
    DOS PILARES DA INSTITUIÇÃO:
    É necessário atualizar os pilares da instituição, cujas bases são hierarquia e subordinação. Este pensamento arcaico deve ser erradicado e substituído por “respeito e responsabilidade”. Nas melhores instituições, hierarquia e subordinação são coisas do passado. Em instituições modernas, todos sugerem, questionam, criticam e são diariamente criticados, inclusive os líderes, que quando genuínos, encontram nas críticas soluções para diversas questões administrativas e, até mesmo, visualizam novas oportunidades de negócios e melhorias.
    DIGNIDADE JÁ:
    Infelizmente, não poderei participar desta mudança, pois, sinto que a cada dia, estas condições de trabalho sub-humanas furtam minha dignidade! Não quero mais trabalhar em uma delegacia onde os próprios presos, dizem “QUE DELEGACIA HORRÍVEL! COMO QUE VOCÊS AGUENTAM”.
    Não acho justo pagar um convênio médico e todas as vezes que preciso fazer uma consulta, me ver obrigado a pagar médicos particulares!
    Acredito que é injusto trabalhar em uma instituição, onde uma crítica vale uma transferência. Além da falta de tudo, os subsídios que não sofrem reajustes há 8 anos, começaram a ser liquidados em EM DUAS PARCELAS!
    Cumpre antes de ser exonerado, agradecer aos colegas de trabalho que estiveram comigo durante este período de evolução e aprendizagem, que me deram o privilégio de poder aprender e trabalhar com os mesmos, sendo eles: Adolfo, Ana Carolina, Ângelo, Armando, Sr. Antônio, Bomfim, Hellyton, Humberto, João Fábio, Joyce, Lara, Laudo, Leandro, Mônica, Murilo, Neide, Paulo Sérgio, Rogério, Sebastião, Washington, Wilmar e os queridos irmãos da Polícia Militar e da Polícia Rodoviária Federal, todos, guerreiros e vencedores. Não podendo deixar de consignar o nome do Ilustre Senhor Diretor do Presídio de Jaraguá, Sr. Anderson e equipe, que sem suporte algum do Estado, ainda assim, conseguem com muita criatividade oferecer dignidade aos presos e suas Famílias.
    É impossível deixar de informar ao nobre secretário e ao nobre Governador que existem pessoas excelentes na Instituição e que acredito que tais pessoas vão ajudar a mudar este cenário de morte, tais como a Dra. Liliam, professor Alexandre, a equipe de instrutores do GT3, a equipe de policiais de Goianésia, assim como, seu brilhante líder, o Delegado de Polícia Dr. Marco Antônio, o qual de tão competente e empenhado já deveria estar ocupando um cargo na DIREÇÃO DA INSTITUIÇÃO!
    E por derradeiro, no ímpeto de retomar minha dignidade, encerro repisando que é insuportável assistir a forma com que a instituição TEM CORROÍDO A DIGNIDADE DOS SERVIDORES, assim sendo, com muito ORGULHO E CERTA PICADA DE VAIDADE, suplico as Vossas Excelências, Sr. Governador do Estado e Senhor Secretário de Segurança Pública, que aceitem a permuta de minha carteira, arma e o tão sonhado cargo de Escrivão de Polícia, por minha dignidade, da qual não abro mão!
    Nestes termos,
    Pede deferimento.
    Goiânia, 15 de abril de 2011.
    André Luiz Ramos dos Santos Gontijo Peixoto
    Fonte: Folha de Jaraguá
    Data: 3/5/2011

  261. ANA

    -

    08/05/2011 às 22:17

    Aprovar PEC: 300 não e assumir maior custo e sim investir em algo trará benefícios pra toda sociedade
    Policial ao ser bem remunerado pode investir na educação dos filhos, proporcionarem condições adequadas de vida para família que como costumam dizer e a base da sociedade. Policial com remuneração adequada recebe estimulo para desenvolver bom trabalho, para renunciar qualquer proposta que ate então tem argumento favorável de complementar renda familiar…
    A aprovação da PEC: 300 deve ser desejo de todos militares ou não.

  262. Rocha

    -

    08/05/2011 às 20:10

    A INSATISFAÇÃO NOS ESTADOS VAI CRESCENDO E TUDO CAIRÁ NOS BRAÇOS DO GOVERNO FEDERAL QUE TENTA NOS LUDIBRIAR.NO RIO GUARDA-VIDAS DESCONTENTES COM SEUS SALÁRIOS E CONDIÇÕES DE TRABALHO E ALIMENTAÇÃO EM RONDÔNIA POLICIAIS PRESTES A SE ENFRENTAR,TUDO DEVIDO UM GOVERNO QUE NÃO DIALOGA E CUMPRI COM SUA PALAVRA.SE CORREMOS O RISCO DE PASSAR VERGONHA NA COPA DIANTE DE ESTÁDIOS QUE DEMORAM SUA CONSTRUÇÃO,SERÁ PIOR SE A SEGURANÇA PÚBLICA ESTIVER DESCONTENTE..ACORDA GOVERNO FEDERAL SÓ QUEREMOS A PEC300! EM VOTAÇÃO NADA MAIS.DIA 31 ESTAREMOS EM BRASÍLIA.A PEC300 É UMA LUTA JUSTA!!PORQUE SÓ O DF PAGA BEM SEUS PROFISSIONAIS DE SEGURANÇA PÚBLICA?SÓ QUEREMOS O JUSTO! SE A PEC FOI VOTADA EM PRIMEIRO TURNO PORQUE ESTA DEMORA?

  263. mana

    -

    07/05/2011 às 23:42

    CUIDADO!
    PREZADOS POLICIAIS E SOCIEDADE DO BRASIL!
    ESSAS COMISSÕES DE SEGURANÇA CRIADAS PELO MARCO MAIA, SÃO ARMADILHAS PARA OFUSCAR A PEC 300/446.
    QUE É O OBJETIVO MAIOR, O FOCO DA NOSSA LUTA.
    A PEC 300/446 NÃO PRECISA MAIS DE NADA, SÓ A SUA PAUTA EM SEGUNDO TURNO. E ISSO NÃO VAI SAIR POR ESTAS COMISSÕES, FIQUEM CERTOS. POIS O MARCO MAIA APENAS ESTÁ CUMPRINDO DETERMINAÇÕES DE: MICHEL TEMER, DILMA, CÂNDIDO VACAREZZA, FERNANDO FERRO, E ALGUNS LÍDERES DE PARTIDOS (ALGOZES DECLARADOS DA PEC 300/446)
    SÓ A NOSSA PRESSÃO NO DIA 31 DE MAIO DE 2011 É QUE FORÇAREMOS A SUA PAUTA EM SEGUNDO TURNO. – ACREDITEM – SÃO MUITAS COMISSÕES DA SEGURANÇA. CHEGARÁ 2050 E ELES NÃO VÃO FAZER NADA.
    O MOVIMENTO TEM QUE PARTIR DE NÓS, POLICIAIS, CIVIS E MILITARES.
    ENTÃO, VAMOS NOS MOBILIZAR E INVADIR BRASÍLIA EM 31.05.2011.
    E MAIS:
    *SE CUSTAREM A JULGAR O SEGUNDO TURNO NO CONGRESSO, VAMOS ENTRAR NO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL(STF) POIS ALI É ONDE SE JULGA ULTIMAMENTE, VEJAM QUE ATÉ O CASAMENTO DOS GAYS FOI REGULARIZADO, E OS SEUS MINISTROS NÃO ESPERARAM O CONGRESSO SE DECIDIR,DAÍ DIGO A PEC 300 PODE IR AS BARRAS DO STF. JÁ QUE ESTA CASA PERDEU A MORAL PARA O EXECUTIVO, SENHOR MARCO MAIA.

  264. valeria novaes

    -

    06/05/2011 às 13:29

    Mais 03 REQUERIMENTOS foram dados na Câmara solicitando a PAUTA DA PEC 300/446.

    3/5/2011 PLENÁRIO (PLEN)
    Apresentação do Requerimento de Inclusão na Ordem do Dia n. 1509/2011, pelo Deputado Francisco Escórcio (PMDB-MA), que: “Requeiro a Vossa Excelência, nos termos do art. 114, do Regimento Interno, a inclusão da Proposta de Emenda à Constituição de número 300/2008 na Ordem do Dia do Plenário”.(íntegra)
    5/5/2011 PLENÁRIO (PLEN)
    Apresentação do Requerimento de Inclusão na Ordem do Dia n. 1625/2011, pelo Deputado Pinto Itamaraty (PSDB-MA), que: “Requer a inclusão na Ordem do Dia da Proposta de Emenda Constitucional – PEC 300/2008″.(íntegra)
    5/5/2011 PLENÁRIO (PLEN)
    Apresentação do Requerimento de Inclusão na Ordem do Dia n. 1644/2011, pelo Deputado Luis Carlos Heinze (PP-RS), que: “Requer inclusão na Ordem do Dia do Plenário, da Proposta de Emenda a Constituição – PEC – nº 300/2008″.(íntegra)

    SOCIEDADE E POLICIAIS MANDEM SEUS E-MAILS À CAMARA DOS DEPUTADOS SOLICITANDO AOS DEPUTADOS QUE O MARCO MAIA PAUTE A PEC 300/446.

    VAMOS PRESSIONAR ATÉ O DIA 31.05.2011.

  265. carla

    -

    06/05/2011 às 13:24

    Mais 03

  266. SD- Viana/ES

    -

    06/05/2011 às 11:07

    Leiam esta matéria que vergonha!http://www.seculodiario.com.br/ – Membros da magistratura estadual e Ministério
    Público gozam de regalias até no Banestes/ES

    Nerter Samora
    Foto capa: Nerter Samora

    Pode e o Governo ao invés de ajudar a todos os servidores?Bem se eles são os órgão de fiscalização porquê aceitaram? Humm!!!!

  267. maria ana

    -

    06/05/2011 às 11:02

    É ISSO CAPITÃO ASSUMÇÃO!
    QUIÇÁ OUTROS OFICIAIS E DELEGADOS TIVESSEM A VISÃO QUE O SENHOR TEM. ONDE MUITOS FICAM EM SEUS PEDESTAIS, SUGANDO OS COLABORADORES. PREFEREM PUNIR OS COLEGAS – QUE É UM PRAZER SÓRDIDO DESSES COMANDANTES SUPERADOS NO TEMPO E NO ESPAÇO – QUE IR ATRÁS DE BANDIDOS.
    ADMIRO MUITO O SEU EMPENHO E DAQUELES QUE SE DEDICAM DIARIAMENTE PELA CAUSA DA PEC, ENFRENTANDO A CRÍTICA, O DESÂNIMO E TODOS QUE COLOCAM OBSTÁCULOS CONTRA A MESMA.
    MAS VENCEREMOS!
    ATÉ O DIA 31.05.2011.

    PEC 300/446 UMA QUESTÃO DE JUSTIÇA!

  268. SD- Viana/ES

    -

    06/05/2011 às 8:37

    05/05/2011 às 17h12 – Atualizado em 06/05/2011 às 06h23

    http://www.folhavitoria.com.br/policia/noticia/2011/05/taxa-de-homicidios-do-es-e-a-2a-maior-do-brasil-e-vitoria-e-a-2a-capital-com-mais-mortes-por-arma-de-fogo.html

    Não vai me dizer que eles iram continuam a ignorando os fatos. favor Investir Segurança Pública. Isto é uma Vergonha! Capitão Assumção Muito Obrigado Pelo apoio que ainda nos tem dado PC300 eu acredito!!!

  269. Marcus Vinícius

    -

    06/05/2011 às 0:23

    Caro Ricardo Setti
    Sou policial na Bahia, e venho acompnhando a sua luta para aprovar a pec 300/446, nos só temos a agradecer por nos ajudar a levantar essa bandeira, bem que ainda existem homens, que acreditam que um país verdadeiramente democratico, precisa valorizar os homens que sacrificam suas vidas para defender a sociedade e a constituição. Diferente de muitos de nossos governates, incluindo o governador da Bahia que ficou contra a pec 300/446.

  270. Capitão Assumção

    -

    05/05/2011 às 19:22

    A PEC 300 movimentará Brasília no dia 31 de maio

    Dia 31 de maio haverá a mais cogitada das audiências públicas da Câmara dos Deputados.

    Através de um requerimento encaminhado à Presidência da Comissão de Segurança e Combate ao Crime Organizado pela deputada Perpétua Almeida (PCdoB/AC) e também do deputado autor da PEC 300, Arnaldo Faria de Sá (PP/SP), a audiência promete estabelecer um marco nessa atual legislatura.
    Diante de uma nova tentativa do governo intromissor nos trabalhos legislativos através da criação de uma comissão especial que quer analisar todas as proposições relativas à segurança pública tramitando na Câmara colocando no “bolo” a mais preciosa proposição, a PEC 300, essa iniciativa da audiência pública reacende o debate acerca de um tema de tão grande magnitude.
    Elevando a temperatura do dia 31, junto a esse debate, que movimentará todo o parlamento, haverá também a inauguração da Frente Parlamentar em Defesa da PEC 300, presidida pelo ex-cabo do exército, deputado Otoniel Lima (PRB/SP). Essa frente será outra importantíssima ferramenta que terá como grande missão sensibilizar o parlamento no intuito de provocar a inclusão da PEC 300 na ordem do dia, votá-la em segundo turno e aprová-la definitivamente.
    Além da grande mobilização que os internautas da globosfera policial estarão promovendo em Brasília nos dia 10 e 11, será de fundamental importância que os policiais e bombeiros brasileiros também se façam presentes nesse dia 31. Juntos até a vitória

  271. Capitão Assumção

    -

    05/05/2011 às 19:17

    A PEC 300 movimentará Brasília no dia 31 de maio

    Dia 31 de maio haverá a mais cogitada das audiências públicas da Câmara dos Deputados.

    Através de um requerimento encaminhado à Presidência da Comissão de Segurança e Combate ao Crime Organizado pela deputada Perpétua Almeida (PCdoB/AC) e também do deputado autor da PEC 300, Arnaldo Faria de Sá (PP/SP), a audiência promete estabelecer um marco nessa atual legislatura.

    Diante de uma nova tentativa do governo intromissor nos trabalhos legislativos através da criação de uma comissão especial que quer analisar todas as proposições relativas à segurança pública tramitando na Câmara colocando no “bolo” a mais preciosa proposição, a PEC 300, essa iniciativa da audiência pública reacende o debate acerca de um tema de tão grande magnitude.

    Elevando a temperatura do dia 31, junto a esse debate, que movimentará todo o parlamento, haverá também a inauguração da Frente Parlamentar em Defesa da PEC 300, presidida pelo ex-cabo do exército, deputado Otoniel Lima (PRB/SP). Essa frente será outra importantíssima ferramenta que terá como grande missão sensibilizar o parlamento no intuito de provocar a inclusão da PEC 300 na ordem do dia, votá-la em segundo turno e aprová-la definitivamente.

    Além da grande mobilização que os internautas da globosfera policial estarão promovendo em Brasília nos dia 10 e 11, será de fundamental importância que os policiais e bombeiros brasileiros também se façam presentes nesse dia 31. Juntos até a vitória

  272. ana silva

    -

    05/05/2011 às 10:43

    QUE A VERDADE SEJA DITA!

    RETIRADO DO SITE: http://www.pec300.com/

    PERSEGUIÇÃO AOS BLOGUEIROS POLICIAIS PELOS COMANDANTES.

    INFELIZMENTE, OS MILITARES QUE POSTAM SUAS MENSAGENS AQUI NESTE PORTAL, NA MAIORIA SÃO ANÔNIMOS, POIS SE REVELAREM SEUS NOMES, SERÃO RETALIADOS PELOS SEUS CALÇAS FROUXAS COMANDANTES, QUE SÓ SE PREOCUPAM EM PUNIR OS SEUS COMANDADOS E NÃO ESTÃO NEM AI POR SEGURANÇA. NÃO SABEM ELES SE A CLASSE CONQUISTAR AUMENTOS SALARIAIS, SEUS SALÁRIOS TAMBÉM AUMENTAM – QUE BURRICE!
    MAS QUEM CONFIA NA VITÓRIA NÃO VAI MEDIR ESFORÇOS PARA ESTÁ EM BRASÍLIA NO DIA 31.05.2011.
    NÃO ESPEREM POR SEUS REPRESENTANTES CLASSISTAS E SINDICATOS. MOBILIZEM-SE ENTRE AQUELES QUE ACREDITAM. FAÇAM AS SUAS CARAVANAS, SE NÃO PUDEREM IR, COLABOREM COM AQUELES QUE PODERÃO ESTAR LÁ. VEJAM QUE HÁ OFICIAIS QUE QUEREM MUDANÇAS. VEJAM O CASO DO CAPITÃO ASSUMÇÃO, DO MAJOR FÁBIO, DO CEL. PAES E TANTOS OUTROS. NÃO DESEJO QUE NINGUÉM VIRE HERÓI/MÁRTIR NESTA CAUSA, QUE SAIA PREJUDICADO NISTO. NA HISTÓRIA DA HUMANIDADE TEMOS GRANDES EXEMPLOS DE PESSOAS QUE REVOLUCIONARAM O PENSAMENTO DAS REGRAS CORRENTES: SÓCRATES, JESUS CRISTO, JOANA D’ARC, TIRADENTES, GANDHI, MARTIN LUTHER KING; E PESSOAS QUE NEM SE ENVOLVERAM NESTAS QUESTÕES SAÍRAM LUCRANDO SEM AO MENOS DEDICAR UM ESFORÇO SEQUER. O QUE QUERO DIZER É QUE AS PESSOAS COMO ESTES ACIMA CITADOS É QUE NÃO SE CONFORMARAM OU SE CONFORMAM COM AS INJUSTIÇAS E COM AS REGRAS COERCITIVAS E ERRADAS ESTABELECIDAS CONTRA A SOCIEDADE E CLASSES TRABALHADORAS. E, NO NOSSO CASO BRASILEIRO, EM NOSSAS REIVINDICAÇÕES, O PIOR É QUANDO ELEGEMOS PESSOAS PARA NOS REPRESENTAR NO CONGRESSO, ESSAS PESSOAS NOS VIRAM AS COSTAS.
    SEM MAIS DELONGAS, A PEC 300/446 É QUESTÃO DE JUSTIÇA PARA AQUELES QUE ENTENDEM E SABEM O QUE É ISTO. É UMA QUESTÃO DE DIGNIDADE HUMANA, E QUE AS OUTRAS CLASSES TRABALHADORAS TAMBÉM LUTEM PELOS SEUS DIREITOS.
    POR ISSO CONCLAMAMOS A TODOS: POLICIAIS CIVIS E MILITARES DA ATIVA E APOSENTADOS, FAMILIARES, SIMPATIZANTES, AMIGOS, COLEGAS, A FAZER COMO FIZEMOS NO 1° TURNO EM BRASÍLIA, ONDE MAIS DE 10 MIL POLICIAIS ESTIVERAM LÁ, FORÇANDO E EXIGINDO QUE A PEC FOSSE VOTADA E FOI. DA MESMA FORMA SERÁ NESTE SEGUNDO TURNO. DIA 31 DE MAIO DE 2011 VAMOS COLOCAR MAIS DE CINQUENTA MIL E MOSTRAR QUE OS POLICIAIS NÃO ESTÃO BRINCANDO. PARA QUEM ARRISCA A VIDA NO DIA A DIA, ENFRENTANDO BANDIDOS, RENEGANDO ÀS SUAS FAMÍLIAS À SEGUNDO PLANO, PARA DEFENDER A SOCIEDADE, E ATÉ MESMO AQUELES QUE ESTÃO NO CONGRESSO FAZENDO DE TUDO PARA NÃO APROVÁ-LA, NÃO VAI SE INTIMIDAR EM LUTAR PELOS SEUS DIREITOS. QUEM NÃO QUER PARTICIPAR NÃO CRITIQUE, NEM DESMOTIVEM OS QUE ESTÃO ENGAJADO NESTA PELEJA. NÃO UTILIZEM ESTE SITE PEJORATIVAMENTE, MAS COMO UM INSTRUMENTO, UM CANAL, UM PORTAL DE REIVINDICAÇÃO JUSTA E ORDEIRA, DE UNIÃO DAS CLASSES POLICIAIS, POIS UM BOM PROFESSOR É UM BOM PROFESSOR EM QUALQUER CANTO; ASSIM COMO UM BOM POLICIAL É UM BOM POLICIAL EM QUALQUER LUGAR, E NÃO DEVE HAVER DIFERENCIAÇÃO SALARIAL – ISTO É O PRINCÍPIO DA ISONOMIA SALARIAL -

    PARABENS AO ALMANÇA, PARABÉNS CAPITÃO ASSUMÇÃO, PARABÉNS MAJOR FÁBIO, PARABÉNS CEL. PAES, PARABÉNS GANDRA DA COBRAPOL DOS POLICIAIS DO BRASIL, PARABÉNS A TODOS OS BLOGS POLICIAIS QUE DEFENDEM A CAUSA DA PEC 300/446 E DOS INTERESSES DA CLASSE.

    DIA 31.05.2011 ESTAREMOS EM BRASILIA.

    UM ABRAÇO A TODOS!

    PEC 300/446 UMA QUESTÃO DE JUSTIÇA!

  273. Carla Lugão - Viana/ES

    -

    05/05/2011 às 10:35

    No Espírito Santos – já estamos somando mais de 27 assassinatos http://servicos.sesp.es.gov.br/estatistica/faces/jsp/estatistica_homicidio.jsp;jsessionid=c8d8cb1b22b85ff0bbd0b69d43d380e3f9607364c577.

    Precisamos de investimentos urgentes em Segurança Pública!!!

  274. neto

    -

    04/05/2011 às 13:00

    Caro Jornalista!

    Repasso essa informação aos seus leitores.
    Veja abaixo mais um Requerimento de um Deputado, solicitando ao Marco Maia, a Pauta da PEC 300/446.
    Antes porém, quero perguntar ao Jornalista ou alguém deste site, se existe alguma forma, algum dispositivo, que force à Câmara a pautar a citada PEC. Algum ente, quer seja o STF, Ministério Público. Sou leigo neste aspecto jurídico. Mas o que estão fazendo com a PEC 300/446, segundo no Regime Interno da Câmara é algo ABSURDO, DEPRAVADO, DESCARADO… como queiram adjetivar.

    LEIAM:

    REQUERIMENTO Nº DE 2011
    (do Sr. Francisco Escórcio)

    Senhor Presidente,

    Requeiro a Vossa Excelência, nos termos do art. 114, do Regimento Interno, a inclusão da Proposta de Emenda à Constituição de número 300/2008 na Ordem do Dia do Plenário.

    JUSTIFICATIVA
    A Proposta de Emenda à Constituição, de número 300/2008 já foi aprovada no âmbito da Comissão de Constituição e Justiça e Cidadania e também pela sua Comissão Especial, estando assim apta a figurar na ordem do dia. Essa matéria já foi debatida em todo o País, com dezenas de audiências públicas envolvendo toda a sociedade brasileira, fato inédito em termos, sendo também, a proposição mais consultada na página da Câmara dos Deputados, com mais de cinco milhões de acessos. Diante deste fato, a proposta está em concordância com o anseio da sociedade brasileira que deseja uma prestação de serviço de segurança pública de qualidade, que, com certeza, começa com um tratamento digno aos profissionais da área. Ante o fundamento legal e de fato exposto, requer a inclusão da Proposta de Emenda à Constituição de número 300/2008.
    Sala das Sessões, em maio 2011

    Francisco Escórcio
    Deputado Federal–PMDB/MA
    Vice-Líder do PMDB

    Caro Neto, eu já sabia do pedido do deputado do Maranhão, que se junta a mais de 40 outros. Vou publicar nota amanhã com um balanço disso.
    Não estou seguro de que exista dispositivo obrigando a Câmara a votar em segundo turno matéria aprovada em primeiro turno.
    Sugiro, entretanto, que você pesquise no Regimento Interno da Casa, que lhe passo abaixo, e que prevê todas as hipóteses de trabalho dos deputados.
    Um abraço e lá vai:
    http://www2.camara.gov.br/atividade-legislativa/legislacao/Constituicoes_Brasileiras/regimento-interno-da-camara-dos-deputados

  275. mana

    -

    04/05/2011 às 12:31

    Prezado jornalista e leitores!

    ABSURDO!

    LEIAM O TEXTO ABAIXO, ONDE A CÂMARA APROVOU POR UNANIMIDADE A PEC 300/446 EM PRIMEIRO TURNO. E QUEM ESTAVA LÁ PRESIDINDO? O ATUAL VICE-PRESIDENTE: MICHEL TEMER.
    O MARCO MAIA (MICHEL TEMER II), CONTINUA COM A MESMA PRÁTICA DO SEU ANTECESSOR, FAZENDO VISTAS GROSSAS PARA A PEC 300/446. À VEZES, ENVERGONHO-ME DE SER BRASILEIRO. NÃO PELO PAÍS. MAS, PELA POLITIQUICE BARATA PRATICADA NESTE PAÍS.
    COMO PODE UMA PEC SER VOTADA POR UNANIMIDADE E, AGORA, ALGUNS DEPUTADOS, INCLUSIVE ESTE MARCO MAIA, IMPEDEM A SUA VOTAÇÃO EM SEGUNDO. ALGUM INTERESSE CORRE POR BAIXO DO TAPETE, DESCULPEM! – DENTRO DAS CUECAS.

    LEIAM:

    53a. LEGISLATURA
    QUARTA SESSÃO LEGISLATIVA ORDINÁRIA
    SESSÃO EXTRAORDINÁRIA Nº 023 – 02/03/2010
    Abertura da sessão: 02/03/2010 19:59
    Encerramento da sessão: 02/03/2010 22:38

    Proposição: PEC Nº 300/2008 – EMENDA AGLUTINATIVA SUBSTITUTIVA GLOBAL Nº 1 – Nominal Eletrônica
    Início da votação: 02/03/2010 22:30
    Encerramento da votação: 02/03/2010 22:38
    Presidiram a Votação:
    Michel Temer
    Resultado da votação
    Sim: 393
    Abstenção: 2
    Total da Votação: 395
    Art. 17: 1
    Total Quorum: 396

    Presidente da Casa: Michel Temer – PMDB /SP
    Presidiram a Sessão:
    Michel Temer – 20:01

  276. Carla Lugão - Viana/ES

    -

    04/05/2011 às 11:05

    No Espírito Santo só no mês de Maio de 2011 já contabiliza 26 assassinatos. Mas hoje são apenas 04/05/2011? Pois é segurança é problema de quem? Obrigada senhores Deputados Federais de Todo País por continuarem a cruzarem os Braços para esta triste realidade. Gostaria de Saber como esta o saldo de homicídios em outros estados do Brasil.

  277. maria silva

    -

    03/05/2011 às 12:09

    O PT (PARTIDO DOS TRAIDORES) VIROU ALGOZ DO POVO E DOS TRABALHADORES. ALÉM DE TOMBAR O BRASIL PARA SI. PESQUISEM E VEJAM QUE OS ÓRGÃOS/EMPRESAS ESTATAIS ESTÁ CHEIO DE SINDICALISTAS/METALURGICOS – INCLUSIVE O PRESIDENTE DA CÂMARA O MARCO MAIA, O É. É A NOVA CORTE TUPINIQUIM. ESTE CIDADÃO EM CONCHAVO COM O GOVERNO FEDERAL E CERTOS GOVERNADORES DA LINHAGEM PETISTA EVITAM A PEC 300/446.

  278. Edesio

    -

    03/05/2011 às 10:41

    Politica é jogo de interesses. o Marco Maia não coloca a pec 300 na pauta porque a Dilma e o pt não querem. Ele como petista e presidente da câmara não quer perder seus previlégios e mordomias contrariando a Dama de ferro e sua trupe. Para eles tudo. para o povo nada. eles tem segurança 24 horas por dia. não estão nem aí para a violência que assola o país.

  279. Carla Lugão - Viana/ES

    -

    03/05/2011 às 10:38

    Ricardo Setti, Bom dia! Vou aproveitar a oportunidade e encaminha uma resposta ao Caro Rocha, e demais colegas que acompanham seu blog. peçoo desculpas se ofender alguém. Penso que vocês não têm lido, nem acompanhado os Jornais, Revistas, Documentários nos últimos anos: Por que um País em que um Vice-presidente que não Faz teste de DNA – é aplaudido por todos – Um senador que se recusa a fazer teste de Bafômetro – reeleito – Deputados pegos com dinheiro na cueca, mensalão voltam por cima – Lei seca onde posso me recusar a fazer exames? Homicida que foge do Flagrante recebe uma recompensa responder o crime em liberdade. Detalhe é previsto pela CF!, Ficha limpa para as próximas eleições. Será? É obvio que o errado neste país é certo e o certo é errado. Cadê os investimentos em Saúde – aqui no ES é uma vergonha todo dia morre uma criança por falta de atendimento, Educação – fala serio os professores só fazem GREVE para aumentar os salários, nada de reivindicar por melhorias no IDEB, Segurança Publica só aiaiaiaiai Nunca ou vamos prender nossos VEREADORES, DEPUTADOS, GOVERNADORES ….. O triste é reconhecer tudo isso e saber que talvez quando minha filha tiver na minha idade (daqui a 30 anos) algo deve mudar – e é por este motivo que ainda VOTO, e mobilizo campanhas para alguns candidatos (sem trocas de favorzinhos) que acredito fazer o melhor para este País.
    PC300/446. – eu acredito!!!!!!

  280. Carla Lugão - Viana/ES

    -

    03/05/2011 às 10:29

    Caro Rocha,penso que vocês não tem lido, nem acompanhado os Jornais, Revistas, Documentários nos últimos anos: Porquê um País em que um Vice-presidente se recusa a fazer um teste de DNA – é aplaudido por todos – Um senador que se recusa a fazer teste de Bafômetro – reeleito – Deputados pegos com dinheiro na cueca, voltam por cima – Lei seca onde posso me recusar a fazer exames? Homicida que foge do Flagrante recebe uma recompensa, responder o crime em liberdade. Detalhe é previsto pela CF! é obvio que o errado neste pais é certo e o certo é errado. Cadê os investimentos em Saúde – aqui no ES é uma vergonha todo dia morre uma criança por falta de atendimento, Educação – fala serio os professores só fazem GREVE para aumentar os salários, nada de reivindicar por melhorias no IDEB, Segurança Publica só aiaiaiaiai Nunca ou vamos prender nossos VEREADORES, DEPUTADOS, GOVERNADORES ….. O triste é reconhecer tudo isso e saber que talvez quando minha filha tiver na minha idade (daqui a 30 anos) algo deve mudar – e é por este motivo que ainda VOTO, e mobilizo campanhas para alguns candidatos (sem trocas de favorzinhos) que acredito fazer o melhor para este País.
    PC300/446. – eu acredito!!!!!!

  281. mana

    -

    03/05/2011 às 10:15

    URGENTE – URGENTÍSSIMO -

    CONTAGEM REGRESSIVA PARA O DIA 31.05.2011 EM BRASÍLIA

    31 de maio, marco na retomada da luta pela PEC 300/446
    Companheiros de armas,
    O dia 31 de maio pode entrar para a história de nossa luta por dignidade salarial. Precisamos somar esforços para tornar essa data como a retomada de nossa luta pela PEC 300.
    Em nome de 700 mil profissionais de segurança pública que são massacrados diariamente por baixos salários e por regulamentos arcaicos e incondizente com os tempos atuais de democracia, onde um simples protesto pacífico tem sido objeto de punições por comandantes covardes e governadores iguais, insensíveis e irresponsáveis.
    Convocamos você a participar desta grande mobilização em defesa da aprovação da PEC 300. Não podemos aceitar o estado de penúria que os profissionais de segurança sempre foram relegados. Chega de passar fome.
    Esta mobilização precisa ser um recado ao Governo Federal e ao Congresso Nacional que não iremos desistir da PEC 300. Ela já foi aprovada em primeiro turno, e segundo o regulamento da Câmara, ela precisa ser pautada para votação em segundo turno.
    Se o governo é contra, quer oriente sua bancada a votar contra. Mas o governo não pode desmoralizar a Câmara dos Deputados ao simplesmente engavetar uma proposta de emenda constitucional.
    Qual segurança pública queremos, pagando cerca de 950 reais a um soldado de polícia? Esta pergunta que precisamos fazer aos deputados, aos governadores e a presidenta Dilma.
    A data também vai marcar a instalação da Frente Parlamentar em Defesa da PEC 300/08 e audiência pública na Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado. Por esse motivo a mobilização que seria nos dias 10 e 11 de maio foi mudada para o dia 31 de maio e 1o. de junho de 2011.
    Ligue ou vá pessoalmente na sua associação de classe e cobre do presidente uma posição clara em relação a PEC 300. Não é admissivel que as nossas associações não estejam ao nosso lado nesse importante momento. Solicite o fretamento de um ônibus ou até mesmo a composição de várias associações para dividir os custos.
    Arregace as mangas: faça correr uma lista em seu batalhão, sua cidade ou região, das pessoas que querem e poder ir a Brasília e converse com o presidente da sua associação. Se preciso, vá ao empresariado local, empresas de ônibus, vereadores, deputados estaduais, federais e consiga o ônibus.
    O importante é a presença de todos os estados da federação. Chame seus parente e amigos e venham participar desta luta por nossa dignidade.
    Não podemos aceitar que a PEC 300 seja sepultada. Você está convocado!

    Sd. Almança.

    Fonte: http://www.pec300.com/2011/05/31-de-maio-marco-na-retomada-da-luta.html

  282. josé rodrigues neto

    -

    02/05/2011 às 22:30

    pra mim recebí a notícia com muita tristeza a morte de bin laden. pois eu desejava tanto um comentario arrogante ou menosprezante dos nossos governantes a esse homem,que despertasse a íra dele, que eu pedia a alá para isso acontecer, pois com certeza o meu sonho seria concretizado, lendo nos principais jornais desse país.” caiu um avião no congresso nacional, e todos papocaram”.

  283. Rocha

    -

    30/04/2011 às 13:04

    chegará um dia em que fazer a coisa CERTA será ERRADO… e fazer a coisa ERRADA será CERTO.Só tenho a dizer: PARABENS AO GENUÍNO E AO DELÚBIO..Brasíl mostra tua cara!

  284. neto

    -

    29/04/2011 às 16:17

    Sugiro aos Policiais e sociedade enviar e-mail’s à Câmara do Deputados, solicitando a PAUTA DA PEC: 300/446.
    Esta é uma forma de pressionar os deputados a exigir do MARCO MAIA, pô-la em pauta.
    Mandem diariamente, insistam até o dia 31.05.2011.
    O Endereço é este abaixo:

    http://www2.camara.gov.br/participe/fale-conosco/fale-com-o-deputado/fale_conosco_form_deputado

  285. maria ana

    -

    29/04/2011 às 15:37

    Prezado Jornalista!

    Veja alguns desabafos no SITE da Câmara dos Deputados abaixo: – E o Marco Maia continua fazendo ouvido de mercador.

    “O MARCO MAIA NÃO TEM NADA DE MALUCO! ELE ESTÁ VIRANDO AS COSTAS PARA A SOCIEDADE E POLICIAIS BRASILEIROS. A PEC 300/446 NÃO PRECISA MAIS DE NADA, SÓ SER PAUATADA EM 2° TURNO. ELE É QUEM DEVE PAUTÁ-LA. O MESMO ESTÁ ENGANANDO A TODOS. OUTROS PROJETOS E MP’s ESTÃO SENDO PAUTADAS, TODAVIA A PEC 300/446 VOLTA PAR O RABO DA FILA.”

    Prezados Senhores desta comissão!

    “Não façam o jogo do Sr. Marco Maia. A PEC 300/446 não precisa mais de nada, só ser pautada em segundo turno, exijam dele. Nós policiais e a sociedade não somos bobos de engolir tudo isso que ele está armando com o executivo e alguns líderes de partido.
    PEC 300/446 JÁ.”

    “SENHORES DA COMISSÃO DE SEGURANÇA. SEGUNDO LEVANTAMENTO FEITO POR MIM, SÓ ESTE ANO, DE FEVEREIRO À 27 DE ABRIL DE 2011 SÃO 39 REQUERIMENTOS DOS DEPUTADOS QUE SOLICITARAM À PAUTA DA PEC 300/446, SEM TABULAR AS SOLICITAÇÕES DO ANO PASSADO, AO SENHOR MARCO MAIA – ISTO É UM ABSURDO – O MARCO MAIA ESTÁ INVENTANDO TUDO PARA NÃO PAUTÁ-LA. INCLUSIVE, O PAULO PIMENTA JÁ FEZ UM RELATÓRIO SOBRE ESSA QUESTÃO. ATÉ O CÓDIGO FLORESTAL ELE JÁ MARCOU A DATA. E A PEC 300/446, SENHOR MARCO MAIA, SERÁ PARA O ANO 3.011?”

    paulo r b ascoli | 28/04/2011 18:52
    “QUE MALUQUICE É ESTA DO PRES. DA CASA CRIAR COMISSÃO PRA PEC 446/300 ?? A PEC JÁ FOI EXAUSTIVAMENTE DISCUTIDA E ACEITA PELA SOCIEDADE E NÃO MERECE CONTINUAR ENGAVETADA. TEM É QUE SER PAUTADA. A PEC 446/09 (EX-41/08)INCLUSIVE JÁ FOI APROVADA EM DOIS TURNOS PELO SENADO!! O QUE O DEP. MARCO MAIA QUER É PROCRASTINAR AINDA MAIS A VOTAÇÃO. UMA VERGONHA !!!!!!”

    “valdir estevam ferreira | 28/04/2011 15:02
    INFELIZMENTE,NÓS DA SEGURANÇA PÚBLICA DESSE PAÍS QUE DAMOS A VIDA, QUE MUITAS VEZES FAZEMOS ATÉ PAPEL DE PARTEIROS ETC…TEMOS QUE CONVIVER COM POLÍTICOS SEM PALAVRAS SEM MORAL SEM ÉTICA E SEM VERGONHA NA CARA…FICAMOS PRIVADOS DE SAIR DE CASA,COM MEDO DE NÃO VOLTAR NAS ESCOLAS NOSSOS FILHOS NÃO PODEM NEM SONHAR EM DIZER QUE SÃO FILHOS DE POLICIAIS,NÃO ESTAMOS PEDINDO ESMOLAS,BOLSA ISSO OU AQUILO,ESTAMOS PEDINDO SIM DIGNIDADE,UM PAÍS QUE QUER SER RECONHECIDO COMO UMA POTENCIA TEM QUE NO MINIMO OLHAR PARA SEUS FILHOS…”

    “LEIAM ESTA MATÉRIA QUE ESTÁ NO SITE DA CÂMARA DATADA DE: 02.02.2011. ONDE O PRÓPRIO MARCO MAIA, FALA SOBRE A PAUTA DA PEC: 300/446: 02/02/2011 12:23 “Marco Maia anuncia comissão para discutir piso de policiais O presidente da Câmara, Marco Maia, anunciou a instalação imediata de uma comissão para discutir a PEC 300/08 (piso salarial dos policiais dos estados). “Após o encerramento dos trabalhos da comissão, a proposta será colocada em votação”, afirmou.” Cadê a celeridade desta comissão? Não tem mais o que se discutir da PEC 300/446. É votá-la em segundo turno.”

    PERGUNTO: CADÊ A PALAVRA DO MARCO MAIA?

  286. mana

    -

    28/04/2011 às 12:09

    LEIAM ESTA MATÉRIA QUE ESTÁ NO SITE DA CÂMARA DATADA DE: 02.02.2011. ONDE O PRÓPRIO MARCO MAIA, FALA SOBRE A PAUTA DA PEC: 300/446:
    02/02/2011 12:23
    “Marco Maia anuncia comissão para discutir piso de policiais
    O presidente da Câmara, Marco Maia, anunciou a instalação imediata de uma comissão para discutir a PEC 300/08 (piso salarial dos policiais dos estados). “Após o encerramento dos trabalhos da comissão, a proposta será colocada em votação”, afirmou.”
    Cadê a celeridade desta comissão?
    Não tem mais o que se discutir da PEC 300/446. É votá-la em segundo turno.
    O MARCO MAIA ESTÁ EMPURRANDO COM A BARRIGA A PAUTA DA PEC 300/446. NÃO FAÇAM O JOGO DELE, ORIENTADO PELA CÚPULA DO PT E DO EXECUTIVO.

    NÃO HÁ MAIS O QUE SE DISCUTIR QUANTO A PEC 3000/446. É PAUTAR E VOTÁ-LA EM SEGUNDO TURNO. O QUE OS R. MARCO MAIA ESTÁ FAZENDO É MESMA ESTRATÉGIA FEITA PELO MICHEL TEMER, ORIENTADO PELA CÚPULA DO PT E EXECUTIVO, E ARTICULADA PELO CÂNDIDO VACAREZZA.
    SERÁ QUE VOCÊS NÃO ESTÃO VENDO?
    ESTÃO PROCRASTINANDO PARA ADIAR A SUA REGULAMENTAÇÃO.

    PREZADO SENHORES DESTA COMISSÃO!
    ESTÃO CRIANDO MUITOS SUBTERFUGIOS PARA A NÃO PAUTA DA PEC 300/446. É MUITA COMISSÃO, AUDIÊNCIA PÚBLICA. O ESTUDO SOBRE A PEC 300/446. JÁ FOI REALIZADO PELO DEPUTADO DO PT PAULO PIMENTA, E UM DOS ASPECTOS DETECTADO EM SEU RELATÓRIO FOI O BAIXO SALÁRIO DOS POLICIAIS – GRANDE DESCOBERTA –
    NÃO REIVENTE A RODA SENHOR MARCO MAIA. NÃO ENROLE OS POLICIAIS E A SOCIEDADE QUE VIVE NESTE CAOS CHAMADO INSEGURANÇA.

  287. Reformado

    -

    27/04/2011 às 15:24

    fico muito feliz saber q.. meus amigos vai me ajudar com centavo um real tudo e bem vindo com gosto e vontade De Deus. quem sab… que e fome quem jâ passo por…boa darde fique com Deus todos aquele que tem Deus no coraçâo

  288. Reformado

    -

    27/04/2011 às 15:16

    senhores Deputado nos ajudem sair dessa mize….. tenho três filhos um cadeirante a minha esposa louca minha filha tambem louca a pos um acidente de carro eu faco um bico de 360.Reais pra nâo morrer de fome nos ajudem por.favor quem mi ajuda nomero da conta e ag.3396-0 conta20.865.5 BB nâo bricadeira companheiros da pm porfavor me ajude Deus da em dobros amem

  289. eliaquim

    -

    27/04/2011 às 12:37

    setti,desde quando uma emenda à constituição precisa de uma audiência pública depois de ter sido votada em primeiro turno? não parece manobra do governo para não ver a pec300 em votação? nos responda.um abraço a todos os amigos de farda dessa nação que não nos valoriza.NOSSA PEC É QUESTÃO DE JUSTIÇA!!! OBRIGADO SETTI

    O deputado Marco Maia, presidente da Câmara, criou uma comissão para examinar todas as PECs sobre segurança pública, e aí o bolo ficou grande demais. Acho que o objetivo é empurrar com a barriga. Ele prometeu criar a comissão assim que assumiu, no começo de fevereiro. Disse que seria “imediatamente”. Mas a comissão só foi criada em meados de abril — gastou-se aí mais de dois meses.

    Agora, com uma comissão de 25 integrantes, mais 25 suplentes, para examinar várias PECs complicadas, inclusive a PEC-300, isso vai demorar mais um tempão.

    E, caro Eliaquim, depois deste post que você comenta aqui eu postei mais muitos textos sobre a tramitação da PEC. Procure no blog, ou inform-se com seus colegas, tá?

    O link do mais recente é
    http://veja.abril.com.br/blog/ricardo-setti/politica-cia/pec-300-que-cria-piso-salarial-para-pms-e-bombeiros-pode-cair-em-buraco-negro-na-camara-dos-deputados/

    Abraço

  290. ana silva

    -

    27/04/2011 às 10:44

    Prezado Ricardo Setti!

    A Marcha Pacífica do POLICIAIS BRASILEIROS está se dirigindo à BRASÍLIA NO DIA 31.05.2011
    Solicitamos que o querido repórter divulgue e cubra o Evento.
    Será o dia do lançamento oficial da FRENTE PARLAMENTAR DA PEC 300 ENCABEÇADA PELA DEPUTADA FEDERAL PERPÉTUA ALMEIDA.

    A PEC 300/446 – ATUAL EMENDA CONSTITUCIONAL 002/2010 – ESTÁ RENASCENDO, ELA ESTÁ VIVA – ACREDITEM.
    É HORA DE UNIÃO ENTRE OS POLICIAIS CIVIS E MILITARES E FOCAR O DIA 31.05.2011.
    REPASSEM COM URGÊNCIA
    VAMOS NOS MOBILIZAR COM OS SINDICATOS DOS POLICIAIS CIVIS EM CONJUNTO COM OS MILITARES PARA O DIA 31.05.2011 ESTÁ EM BRASÍLIA.
    LEIA ABAIXO:
    Frente Parlamentar da PEC 300 será lançada em 31 de maio. Data de mobilização pode ser alterada.
    A Frente Parlamentar em Defesa da PEC 300/08 será lançada em 31 de maio. No mesmo dia, será realizada audiência na Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado para discutir a proposta, que estabelece piso salarial nacional para policiais e bombeiros dos estados.
    A audiência foi sugerida pela deputada Perpétua Almeida (PCdoB-AC); pelo autor da PEC 300, deputado Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP); e pelo deputado Delegado Protógenes (PCdoB-SP). Os parlamentares também propõem que 31 de maio se torne o Dia da Valorização dos Profissionais da Segurança Pública.
    Arnaldo Faria de Sá disse que a aprovação da proposta é justa porque os policiais se expõem diariamente a risco de morte para defender a população de bandidos, colocando em risco inclusive a vida de seus familiares.
    Por sua vez, o Delegado Protógenes afirmou que a criação da frente parlamentar é importante para priorizar a segurança pública, ao lado da saúde e da educação. “Essa discussão prioritária se passa na uniformização de um piso mínimo nacional de salário para os policiais militares, trazendo a realidade também de mais verbas orçamentárias para o segmento da segurança pública.”

    Votação em plenário
    A PEC 300/08 tramita em conjunto com a PEC 446/09, cujo texto principal foi aprovado em primeiro turno em março de 2010. Esse texto estabelece que o piso nacional será definido em lei federal posterior. Além disso, prevê um piso provisório (entre R$ 3,5 mil e R$ 7 mil) até que a lei entre em vigor. O Plenário ainda precisa votar quatro destaques que modificam a proposta aprovada.
    Ainda no ano passado, o governo anunciou que era contra o piso provisório e que iria propor um novo texto para a PEC.

    Debate amplo

    Durante a audiência de 31 de maio, também haverá debate sobre outras três PECs: 534/02, que amplia as competências das guardas municipais; 308/04, que cria as polícias penitenciárias federal e estaduais; e 549/06, que determina que o salário inicial de delegado de polícia não seja inferior ao de integrante do Ministério Público com atribuição de participar das diligências na fase de investigação criminal.

    Entre os convidados para a audiência estão o ex-deputado federal Capitão Assumção, líder do movimento pela aprovação PEC 300/08; o ex-deputado federal Major Fábio, que foi relator na comissão especial que analisou a PEC; e o ex-deputado federal Paes de Lira, que foi 1º vice-presidente dessa comissão.
    Mobilização pode ter dada alterada. Ajude a decidir

    Enfim uma boa notícia em meio ao marasmo que se tornou a Câmara Federal nas mãos do Deputado Marco Maia. Esperamos que essa Audiência Pública surta efeito e coloque em foco o debate da PEC 300 naquela casa de leis.

    Venho recebendo vários e-mails sugerindo que a mobilização marcada para os dias 10 e 11 de maio concentre esforços no dia 31 e 01, aproveitando a data da Audiência Pública e ao lançamento da Frente Parlamentar da PEC 300.

    Sinceramente acho uma boa idéia. A nova data também será melhor para convencer as associações a participarem já que haverá audiência pública. Além do destaque na imprensa nacional que este evento pode trazer.

    Divido com vocês a responsabilidade de remarcar a data. Ao Lado temos uma enquete que terá duração de 7 dias e regulará nossa decisão. Vamos votar, pessoal!

    FONTE: http://www.pec300.com/2011/04/frente-parlamentar-da-pec-300-sera.html

    Postado por Fernando Almança

  291. Sergio Maantanhg

    -

    26/04/2011 às 10:46

    Setti, voce lembra das frases daquele jornalista que depois foi eleito deputado corrupto no tropa de eleite II? ” governador, porrada neles”, governador.. voce esta manchando de sangue a cidade maravilhosa”. Hoje eu digo, o cabral esta jogando lama sobre a dignidade dos militares do rio, pergunto; quem ira limpar esta lama toda? e nos? como ficaremos? se dependemos destes herois para que possamos viver e trabalhar?

  292. neto

    -

    26/04/2011 às 10:44

    Prezado Jornalista!

    NÃO SE TRATA DE GREVE E SIM DE UMA MOBILIZAÇÃO PACÍFICA.

    Aos colegas policiais céticos, que não crêem na aprovação da PEC 300/446, podem abandonar a heresia, e voltem a acreditar.
    O importante é a mobilização de todos.
    NO DIA 31.05.2011 HAVERÁ UMA AUDIÊNCIA PUBLICA EM BRASÍLIA.

    MOBILIZEM-SE E COMPAREÇAM.

    Acesse no site da Câmara dos Deputados e observe esta matéria:

    26/04/2011 09:51 – Frente Parlamentar da PEC 300 será lançada em 31 de maio
    A Frente Parlamentar em Defesa da PEC 300/08 será lançada em 31 de maio. No mesmo dia, será realizada audiência na Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado para discutir a proposta, que estabelece piso salarial nacional para policiais e bombeiros dos estados.
    A audiência foi sugerida pela deputada Perpétua Almeida (PCdoB-AC); pelo autor da PEC 300, deputado Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP); e pelo deputado Delegado Protógenes (PCdoB-SP). Os parlamentares também propõem que 31 de maio se torne o Dia da Valorização dos Profissionais da Segurança Pública.
    Arnaldo Faria de Sá disse que a aprovação da proposta é justa porque os policiais se expõem diariamente a risco de morte para defender a população de bandidos, colocando em risco inclusive a vida de seus familiares.
    Por sua vez, o Delegado Protógenes afirmou que a criação da frente parlamentar é importante para priorizar a segurança pública, ao lado da saúde e da educação. “Essa discussão prioritária se passa na uniformização de um piso mínimo nacional de salário para os policiais militares, trazendo a realidade também de mais verbas orçamentárias para o segmento da segurança pública.”
    Votação em plenário:
    A PEC 300/08 tramita em conjunto com a PEC 446/09, cujo texto principal foi aprovado em primeiro turno em março de 2010. Esse texto estabelece que o piso nacional será definido em lei federal posterior. Além disso, prevê um piso provisório (entre R$ 3,5 mil e R$ 7 mil) até que a lei entre em vigor. O Plenário ainda precisa votar quatro destaques que modificam a proposta aprovada.
    Ainda no ano passado, o governo anunciou que era contra o piso provisório e que iria propor um novo texto para a PEC.
    Debate amplo
    Durante a audiência de 31 de maio, também haverá debate sobre outras três PECs: 534/02, que amplia as competências das guardas municipais; 308/04, que cria as polícias penitenciárias federal e estaduais; e 549/06, que determina que o salário inicial de delegado de polícia não seja inferior ao de integrante do Ministério Público com atribuição de participar das diligências na fase de investigação criminal.
    Entre os convidados para a audiência estão o ex-deputado federal Capitão Assumção, líder do movimento pela aprovação PEC 300/08; o ex-deputado federal Major Fábio, que foi relator na comissão especial que analisou a PEC; e o ex-deputado federal Paes de Lira, que foi 1º vice-presidente dessa comissão.
    Íntegra da proposta:
    • PEC-300/2008
    • PEC-446/2009
    Da Redação/PT – Com informações da Rádio Câmara

    A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura ‘Agência Câmara de Notícias’

    • Enviar opinião para os deputados

  293. maria ana silva

    -

    26/04/2011 às 10:04

    Prezado Ricardo Setti!

    É muita Demagogia do Sr. Sergio Cabral. Não faz quinze dias que este cidadão condecorou o Sargento Alves, juntamente com o Michel Temer, em consequencia do bárbaro episódio do Realengo.
    Agora, ele penaliza os companheiros bombeiros que reivindicaram pacificamente melhoria de condições de trabalho e salarial. O marionete, um tal de Cel. Pedro Marco Cruz Machado, puniu diversos bombeiros pelo ato. – Que absurdo!
    Isto prova o oportunismo, hipocrisia, demagogia de certos políticos e governadores para aparecer.
    Pisam, escravizam os policiais. E, vez em quando, acontece um caso que repercute, eles vêm como o urubu na carniça para dá um de santo do pau-oco, um lobo vestido de cordeiro. Como diria o Cristo: -sepulcros caiados.
    Estes profissionais que se dedicam diariamente, arriscando as suas vidas não são reconhecidos. Quando reivindicam um direito constitucional de vida decente, vem esses arrogantes arbitrários castigar com chicotes e suas armas: as canetas malditas, penalizando trabalhadores honestos e dedicados.
    É muito bom o poder. Esses “caras” que estão no pedestal, pois o povo os colocaram lá, que se embriagam com o veneno da politicagem. Seria bom que os brasileiros começassem a rever os seus conceitos contra essa cambada nos futuros sufrágios. Escolher políticos que realmente estão do lado dos trabalhadores e do povo.
    Bom seria que este grupo de bombeiros entrassem com uma ação no ministério público contra esta arbitrariedade e que fossem à mídia denunciar essa injustiça.
    Tenho convicção que a sociedade estará do lado deles.
    É o que eu penso.

  294. carla

    -

    25/04/2011 às 13:27

    Prezado Ricardo Setti!

    Comente esta notícia.

    Eles podem fazer greves, agora os policiais não podem e alguns trabalhadores, estes juízes logo declara: “esta greve é ilegal”.

    Engraçado! eles estão ganhando pouco?

    Jornal do Brasil
    Luiz Orlando Carneiro
    Publicidade
    Os quase 1.500 juízes e desembargadores federais do país estão em pé de guerra. Em assembleia realizada no mês passado, a Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe) aprovou uma paralisação geral de 24 horas, marcada para a próxima quarta-feira. A paralisação pode gerar uma greve inédita, por tempo indeterminado, daqui a três meses, se não forem aceitas as suas principais reivindicações. Em entrevista ao JB, o presidente da Ajufe, Gabriel Wedy, explica todos esses pleitos, e cita o jurista e ex-ministro do Supremo Tribunal Federal Paulo Brossard, a propósito das recorrentes ameaças aos juízes federais: “No dia em que o juiz tiver medo de julgar, ninguém mais pode viver tranquilo”.

    – Os juízes federais usam a palavra “paralisação” e não “greve” para o protesto do dia 27. Essa paralisação pode ser vista como um indicativo de greve?

    Ao fim de três meses, vamos nos reunir para deliberar sobre o futuro do movimento. A greve é possível e não está descartada. Neste dia, aliás, as portas da justiça federal estarão abertas. Vamos atender a todos os casos de urgência, e realizar um debate aberto com a presença dos presidentes dos sindicatos de juízes da Espanha, Portugal e Itália, que trarão experiências de movimentos de protesto de juízes nos seus países – inclusive grevistas – em defesa de segurança, direitos e prerrogativas da magistratura. Acho, contudo, que não será o caso de greve, porque o governo, através do ministro da Justiça, iniciou uma conversa positiva conosco e o Congresso iniciou um diálogo importante com os juízes federais. Se o presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Cezar Peluso, chamar o assunto para si, resolverá a questão em pouco tempo, entabolando um diálogo com os demais poderes, e encerrará a crise. Essa iniciativa do ministro será fundamental. Os juízes federais do país confiam nisto.

    Acho greve de juiz um absurdo completo.
    Se eles fizerem greve — como, aliás, já ocorreu antes –, com que moral podem declarar ilegais greves de PMs ou bombeiros?
    Mas, embora apoie uma drástica melhoria nas condições salariais, de trabalho, de treinamento e da carreira de policiais militares e civis e de bombeiros, reitero que sou CONTRA greve de corporações armadas pelo Estado, considero-as um absurdo que deveria ser inconstitucional.
    Um abraço

  295. Carla Lugão - Viana/ES

    -

    25/04/2011 às 12:19

    Na verdade este País esta todo errado. Um político pego no Bafômetro e e e – Nada acontece – Hoje ao conversar com um empresário Francês – Fiquei sem respostas para varias perguntas, seguem. Qual o motivo para que as obras do contorno BR101 ainda não foram concluídas? E o aeroporto Internacional? E o Porto de Águas Profundas? Ele quer investir Brasil / Espírito Santo, Porém precisa de mobilidade (básicas) para o desenvolvimento do estado do País… E a PC300 cambada de demagogos quando pergunto ao Ilustres Deputados Federais do ES, todos dizem que a apóiam – fala sério – Não cuidam do básico para o desenvolvimento quanto mais da segurança – educação – saúde … ai ai. MAS EU VOTO CERTO E VOCÊ VOTA?

  296. FREITAS

    -

    25/04/2011 às 4:20

    VEJAM COMO O BRASIL E UM CIRCO,LEIAM ATENTAMENTE ESSA PALHAÇADA,E DIGAM SE NOS CIDADOES DE BEM NAO TEMOS MOTIVOS PARA FICARMOS REVOLTADOS,VEJAM ESSA DESSE GOVERNO CORRUPTO: http://www.previdenciasocial.gov.br/conteudoDinamico.php?id=22 OU PORTARIA N 48 DE 12/2/2009 INSS.LEIAM COM ATENÇAO,PARA ISSO TEM DINHEIRO,JA PARA DAR DIGNIDADE AOS POLICIAIS E BOMBEIROS NAO TEM???

  297. Ricardo

    -

    25/04/2011 às 1:11

    È fato que esta cambada de politicos só tem interesse em uma coisa dinheiro no bolso deles e o restante do povo que se dane

  298. Mana

    -

    24/04/2011 às 23:19

    Prezado Setti!

    Haverá um encontro nacional dos policiais em Brasília, pacificamente, comandada pela Deputada Federal do Acre Perpétua Almeida.

    A PEC 300 ESTÁ RESURGINDO COM FORÇA NO SEGUNDO TURNO.

    Veja esta notícia do Blog de um dos Baluartes da PEC 300, o CApitão Assunção:

    Comissão aprova requerimento de Perpétua e reabre debate da PEC 300
    Extraído de: A Gazeta do Acre
    PMs e bombeiros de todos os estados irão reeditar o manifesto pela aprovação da PEC 300, aprovada em primeira votação mas levada em banho-maria nesta legislatura. “Que seja um ato pacífico, unicamente para convencer a câmara a votar a proposta em segundo turno, e que faça valer os direitos dos trabalhadores por uma remuneração mais digna”, orientou a deputada Perpétua Almeida (PCdoB), autora de um requerimento que a Comissão de Segurança Pública sequer pestanejou para aprovar, na última terça-feira. A discussão puxada pela parlamentar acreana evoluiu tanto que todos os deputados subscreveram o documento, concordando em institui o 31 de maio o dia nacional de luta pela valorização dos profissionais em segurança pública no Brasil.

    A novidade será informada pessoalmente pela deputada aos trabalhadores, durante um café da manhã em Rio Branco, nesta quinta-feira, com a presença de representantes das entidades envolvidas. Perpétua, que representa, no Acre, a Comissão de Segurança Pública da Câmara Federal, lembra a importância de os militares organizarem a sua caravana e, a exemplo dos demais estados, reforçarem o movimento na capital federal. “Está reaberto oficialmente o debate pela equiparação dos salários dos policiais e bombeiro militares de todos os estados aos praticados pelo governo do Distrito Federal”, informou a deputada.

    Ao final de maio, quando as caravanas dos estados já estiveram em Brasília, uma audiência pública será realizada, tendo como argumento de reforço a recente decisão do Supremo Tribunal Federal pela constitucionalidade do piso nacional dos professores. “A decisão do STF me faz acreditar que os militares ganharam mais força jurídica. Aquela idéia de que a PEC 300 não tem amparo constitucional por onerar os cofres públicos pode estar caindo por terra”, afirmou Perpétua, que também é autora do requerimento pela audiência pública. A data marcará ainda o lançamento oficial da Frente Parlamentar em defesa desses profissionais. Os deputados Arnaldo Farias de Sá e Protógenes Queiroz são alguns dos convidados para discutir o tema. As PEC’s 308 e 546, que também buscam valorizar os profissionais em segurança pública, serão incluídas.

    A suposta inconstitucionalidade da PEC 300 foi aventada por alguns estados, ainda que o Palácio do Planalto tenha concordado em criar um fundo para auxiliar durante um período nas despesas até que os novos salários fossem adequados, uma vez que a Lei de Responsabilidade Fiscal impediria que os governantes ultrapassem os gastos previstos nos orçamentos oficiais. (Assessoria)
    Postado por Capitão Assumção às 20:59

  299. natalice

    -

    22/04/2011 às 23:23

    E se fosse o salário deles,iriam demorar anos para aprovar ou minuntos?qual o limitepara que Maia cotinue fingindo?
    Que sacanagem!isso acontece só no Brasil.

  300. eliaquim

    -

    22/04/2011 às 18:50

    Setti que notícias você tem sobre oque está acontecendo com o protesto dos bombeiros no rio?pelo que sei 36 ja foram punidos com transferencias devido o protesto…e olha que foi pacífico.obrigado pelo espaço

    Não tenho informação exclusiva, caro Eliaquim. Apenas o que os jornais têm publicado.
    Abraços

  301. Rocha

    -

    21/04/2011 às 15:03

    Setti segundo li no pec300.com(matéria publicada em O globo)o corpo de bombeiros não está mais na secretaria de segurança pública,mas sim na secretaria de saúde.Segundo a constituição PM e BM fazem parte da segurança pública.estou certo?um abraço obrigado pela resposta

    Sim, fazer parte da segurança pública, mas os governos estaduais podem alocá-los nos departamentos que considerem adequados.

  302. Rocha

    -

    21/04/2011 às 12:58

    Setti vc tem conhecimento que o Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro não está mais vinculado a secretaria de seguirança pública? e que militares foram punidos por fazer protesto pacífico?

    O Corpo de Bombeiros e a própria PM estão sob a Secretaria de Governo, não é isso? Tenho, sim, procurado acompanhar.

  303. mana

    -

    20/04/2011 às 12:14

    Onde se lê: Kasoru Ishikawa, leia-se: Kaoru Ishikawa

  304. mana

    -

    20/04/2011 às 10:39

    ERRATA: REPUBLICADA COM CORREÇÕES.

    Concordo com você Freitas! As forças armadas é que não podem fazer greve. Segundo diálogo com alguns colegas advogados e no meu entendimento. Neste país, o único dispositivo que faz com que as empresas e governo cedam em suas arrogâncias e intransigências trabalhistas é a greve. Agora, deve ser uma “greve ordeira”. Dificilmente esses entes concedem vantagens aos trabalhadores/servidores de livre iniciativa.
    Pergunto? – Por que a câmara votou a PEC 300/446 no primeiro turno? – Para quem não sabe, não foi a bondade dos deputados não; foi a paralização e mobilização dos Policiais nas ruas próximas à
    Brasília. Isso forçou que Câmara votasse em caráter de urgência, para acalmar e dispersar os policiais.
    Por que existe o dia internacional da mulher? Porque é uma homenagem a 129 operárias assassinadas através de um incêndio provocado pelos donos de uma fábrica têxtil em Nova York, em 1857, pois elas estavam participando de um movimento pela melhoria das condições de trabalho. Essas heroínas (mártires) serviram de exemplo para futuras lutas reivindicatórias. Estão lembrados da Revolução Industrial ocorrido em princípio na Inglaterra, onde mulheres grávidas e crianças trabalhavam em regime de semi-escravidão. Daí foram surgindo sindicatos para defender estes trabalhadores da ganância dos donos das indústrias. Se não fossem esses movimentos descritos na história da humanidade, através da mobilização de pessoas esclarecidas e conscientes dos direitos humanos e de classes. GREVE, não é um movimento arbitrário e desordeiro. ELA é o dispositivo utilizado pelo trabalhador onde se exaure qualquer tentativa de diálogo entre partes. Não precisa ser jurista ou “doutores das leis’, parafraseando Jesus Cristo, para entender isto.
    Não quero aqui desviar o foco, desviando para educação, saúde, tecnologia. Quero me ater apenas em segurança, que é o nosso objeto.
    O governo só faz ação errônea, quando a questão é segurança. Já ouviram falar do “Diagrama de Causa e Efeito” ou “Diagrama de Ishikawa”? Do japonês Kasoru Ishikawa. (não vou aqui me expandir no assunto). Isso é uma ferramenta utilizada na Gestão de Qualidade, em Administração e Engenharia da Produção, e que a Gestão moderna adota entre tantas outras técnicas. O objetivo é atacar o problema que está na grande maioria nas causas e não no efeito. É como uma lâmpada que se queima toda a semana no mesmo bocal e você vai ao mercado e compra outra para repor. Se isso acontece, você está atacando o efeito (lâmpada que se queima). Na realidade o problema está na(s) causa(s). Deve ser a fiação, o bocal, o interruptor, a queda de energia na região. Você tem que contratar um eletricista e verificar a causa de tanta queima de lâmpada. Simples não é? Todavia muitas pessoas (organizações) não fazem isso.
    É assim particularmente na segurança do Brasil. O governo com seus governantes míopes não atacam a causa disso tudo, e sim nos efeitos. Ações nos efeitos (que é errôneo): Policiais nos morros (e quando esses policiais descerem dos morros?); reabertura da questão do desarmamento (vai desarmar apenas o cidadão. E as fronteiras, e o tráfico de armas?); O caso recente do esquizofrênico atirador na escola (isso já poderia ter sido evitado nas escolas); Investimento em viaturas, bolsas, equipamentos para os policiais (e a motivação dos policiais onde fica? Na Gestão de Pessoas, o Capital Humano é o maior bem – Isso começa por um salário digno para cumprir os seus compromissos – Neste caso a PEC 300/446 é um dos itens dentro do universo segurança); Código Penal (o que incentiva a violência é a impunidade – o bandido sabe se matar, amanhã, estará nas ruas praticando os mesmos crimes ou piores, liberados pela bondade dos juízes, cumprindo o que está escrito no velho código penal “matusalênico”); e por fim, para não se estender demais: uma reforma política séria (Deve ser feita uma reforma política, onde pessoas mais qualificadas possam adentrar no universo político e ter vocações – Exigir grau superior, para não aprovar tantos projetos e leis inócuos, como por exemplo: “criar o dia do cachorro”, o “dia do político barrigudo”… Ora essa! – “Poupem-nos”). Este país é um dos que mais promulgam leis no mundo e poucas funcionam.
    - Então, senhores Deputados! Dêem uma lida no Diagrama de Causa e Efeito e vejam que os problemas não são atacados nos efeitos e sim nas “Causas”.
    Não vai se conseguir motivar Policiais com viaturas modernas, equipamentos, bolsa copa, bolsa olimpíada.
    O que a classe quer é um salário digno e justo, de acordo com o princípio da isonomia salarial.
    Polícia é Polícia em qualquer Estado da União.
    E parem de divagar em “preconceitos”. Como diria o tiririca: “viajar na maionese”.
    PEC 300/446 UMA QUESTÃO DE JUSTIÇA PARA ESSES TRABALHADORES QUE DEDICAM AS SUAS VIDAS EM PROL DA PAZ SOCIAL, SACRIFICANDO MUITAS VEZES AS SUAS FAMÍLIAS, SEUS FILHOS E SALVANDO FILHOS DE OUTRAS FAMÍLIAS SEM QUE ELES MESMO SAIBAM QUEM SÃO.

  305. neto

    -

    20/04/2011 às 10:35

    Interessante:

    A Tragédia do Rio de Janeiro e o Piso Nacional Salarial

    Mesmo consternados com a tragédia que se abateu sobre Realengo, na cidade do Rio de Janeiro,
    muitos poderão dizer que as palavras apostas abaixo possam ser oportunistas e colocadas num
    momento inadequado, mesmo com essa possibilidade de um mau entendimento da questão penso
    ser de suma importância o debate do tema.
    Curiosamente no dia 06 de abril de 2011, o Supremo Tribunal Federal (STF) julgou a ADI (Ação
    Direta de Inconstitucionalidade) nº. 4167, essa ação diz respeito à afronta ao Pacto Federativo,
    consignado no artigo 18 da Constituição da República Federativa Brasileira de 1988 (CRFB) e ao
    mesmo tempo, com efeitos reflexos, ao princípio da dignidade da pessoa humana, esculpida no
    artigo 3º, inciso I, na forma de uma educação de qualidade.
    O tema se refere ao dever do Estado, entre outros, com a educação (art. 208, CF) e do piso
    nacional salarial dos professores, posto na CRFB como norma de eficácia limitada no artigo 206,
    inciso VIII, de aplicabilidade não imediata, aquela que fica à margem do legislador não originário
    sua regulamentação. Esse piso nacional foi incluso na CRFB pela Emenda Constitucional de nº. 53 do
    ano de 2006 (EC – 53/06), regulamentado e garantido sua eficácia pela promulgação da Lei 11.738/
    08.
    Essa Lei 11.738/08 constitui um piso mínimo ao professores de educação básica de todas as cidades
    brasileiras, desde o menor Município às grandes Metrópoles como São Paulo ou Rio de Janeiro,
    garantindo o respeito à dignidade humana do professor como mestre, e ao aluno como educando.
    Os governos dos estados do Mato Grosso do Sul, Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Ceará
    ajuizaram a ADI que contesta o poder legislativo da União em editar normas gerais e do próprio
    Legislativo, que adentraram na competência privativa dos estados-membros na seara financeira e
    administrativa, no que tange ao funcionalismo público desses estados.
    Citam, além do rompimento do Pacto Federativo, a violação do princípio da Simetria Constitucional
    previsto no artigo 61, § 1, inciso II, letra “c” que dispõe sobre o poder do Presidente da República
    em regular o funcionalismo público da União e dos Territórios, e que deve ser seguido por aquele
    princípio, ou seja, somente os Governadores poderiam regulamentar seu funcionalismo estadual,
    além disso, reputam a possibilidade de serem inseridos como violadores da Lei de Responsabilidade
    Fiscal se aplicarem um Piso Nacional.
    A ADI teve como relator o Ministro do STF Joaquim Barbosa que citou no seu voto a política nacional
    de valorização do magistério descrita no Ato de Disposições Constitucionais Transitórias, a
    erradicação das desigualdades regionais (art. 3º, III, CF), o objetivo da melhoria na qualidade do
    ensino (214, III, CF), infere que a “quebra estadual” pelo aumento de gastos com a adoção do piso
    nacional não se demonstra, pois se deve verificar a previsão de receita, das despesas e do aumento
    específico naquela área.
    Continua o Ministro, ao explanar sobre a Lei de Responsabilidade Fiscal que quando há previsão de
    aumento de gastos por edição de alguma norma, só essa presunção de aumento não dá amparo a
    uma “inconstitucionalidade” da mesma, e sim, o exercício financeiro seguinte.
    O Ministro Meneses Direito em seu voto afirma que não há inconstitucionalidade no piso nacional da
    categoria, pois há mandamento constitucional inserido no artigo 206, posto pela EC 53/06, que visa
    à valorização do magistério e segue: “E nós sabemos que ao longo do tempo, lamentavelmente, o
    magistério foi perdendo substância, exatamente porque a sua remuneração não foi mantida
    compatível coma a função que exerce, seja no primeiro grau, seja no segundo grau, e isso
    significou, de maneira absoluta, uma queda forte, sensível na qualidade do ensino ministrado, que
    repercute até hoje com as conseqüências que nós todos conhecemos” (grifos nossos).
    A Ação Direta de Inconstitucionalidade nº. 4167 foi julgada constitucional em 06 de abril de 2011,
    considerou constitucional um piso mínimo nacional aos professores e não acatou a tese dos governos
    estaduais de intromissão ou violação do Pacto Federativo e desrespeito ao Princípio da Simetria.
    O Acórdão, e os respectivos votos dos outros Ministros estão disponíveis no sítio da internet do STF,
    sugiro uma breve leitura para esclarecer quaisquer dúvidas.

    Sobre a tragédia do Rio de Janeiro, ocorrida no dia 07 de abril de 2011, ou seja, um dia após o
    julgamento da ADI 4167, não será abordado o perfil psicológico do autor, já há pseudo-analistas
    mentais o suficiente que opinam sobre a matéria, mas sim os fatos acontecidos na fatídica manhã.
    O fato é que um indivíduo assassinou outras pessoas e teria assassinado mais se não houvesse uma
    intervenção rápida e eficaz. A pergunta é quem foi rápido e eficaz e evitou uma tragédia maior? As
    outras instituições estatais como às da Saúde ou Judiciais não foram capazes de evitar o início da
    ação delituosa, a Saúde não tinha condições de curar ou controlar o maníaco, as instâncias
    Judiciais, e seus atores, não se conscientizaram da periculosidade dessa pessoa.
    Na análise dos fatos se verifica que foi um policial que resolveu a questão da forma mais
    profissional possível, usou das técnicas absorvidas na luta diária do combate ao crime e agiu como
    deveria agir, o policial atirou na perna do agressor que premeditadamente se suicidou.
    O “Herói de Realengo” como foi chamado o policial que agiu é um cidadão dedicado como outros
    agentes de segurança pública espalhados pelo Brasil, Policiais Civis, Policiais Militares, Guardas
    Civis, Agentes Penitenciários, entre outros profissionais.

    Todos os agentes de segurança pública são em suas devidas proporções, heróis do cotidiano,
    quantos já salvaram vidas em afogamentos, fizeram partos, libertaram vítimas de cativeiros ou
    simplesmente solucionaram um crime trazendo paz espiritual aos parentes de uma vítima
    assassinada.
    O Policial, nas palavras de Ricardo Brisolla Balestreri ex-Secretário Nacional de Segurança Pública é
    um “pedagogo da cidadania”, ou seja, tem uma função social muito maior que apenas atuar na
    segurança pública para proteger patrimônio e pessoas, tem o “status” de referência moral para a
    Sociedade.
    Quando atua o policial é exemplo de moral e dignidade, é o Estado representado na mais pura
    forma de atuação imediata, o povo o vê como solucionador de problemas sociais, seja evitando o
    crime, seja como exemplo para os filhos e estudantes, por isso pedagogo da cidadania.

    A PEC 300/08 foi apresentada no ano de 2008 para incluir na Constituição Federal, a exemplo da EC
    53/06, um Piso Nacional para os policiais, uniformizando os salários pagos nos estados federados.
    As diferenças salariais na principal carreira policial, como a de Delegado de Polícia, têm diferenças
    acima de 100% de um estado membro para outro, enquanto Paraná remunera seu Delegado em R$
    11.779,56 seu vizinho São Paulo paga R$ 5.495,30, então podemos imaginar para as outras carreiras
    operacionais, como a do “Herói de Realengo” o valor pago e a razão da luta dos policiais em todo o
    Brasil pela aprovação da PEC 300/08.
    Atualmente a PEC 300/08 está com sua tramitação parada, ela foi aprovada em primeiro turno em
    2010 e recebe emendas aglutinadoras propostas por outros congressistas, na velocidade das
    votações que ocorrem no Congresso, talvez até dezembro de 2011 seja colocada em pauta para
    nova votação.
    Mesmo se aprovada, podemos imaginar os entraves políticos dos estados membros para sua
    aplicação, as questões que provavelmente serão suscitadas serão àquelas da aprovação da EC 53/06
    e Lei 11.738/08 que regulamentou o Piso Nacional para os professores, as questões são muito
    semelhantes, Pacto Federativo, Lei de Responsabilidade Fiscal, Simetria Constitucional, etc.
    Como um professor o policial também deve ser valorizado, está “esquecido” desde a promulgação
    da Constituição Federal de 1988, mas são eles, os professores e os policiais que podem ajudar a
    pacificar a Sociedade, o primeiro preventivamente imputando o sentimento de cidadania nas
    crianças e jovens, e o segundo como exemplo a ser seguido de honestidade e probidade.
    Enfim, a Sociedade carece de policiais e professores preparados e valorizados, com salários dignos
    uniformizados nacionalmente e respeito à profissão, com bem lembrou o Ministro Meneses Direito
    sobre a educação, esta perdeu substancia, pois não foi mantida sua remuneração compatível com a
    função que exerce, e a do policial? Idem!

    Márcio Silva Gonçalves.
    Agente Policial – PCSP

    Fonte: http://www.pec300.com/2011/04/tragedia-do-rio-de-janeiro-e-o-piso.html

  306. CLEBER

    -

    20/04/2011 às 9:19

    OBRIGADO PELA

  307. pmpr marcos

    -

    19/04/2011 às 19:47

    estao gastando muito no governo muito mesmo,,,agora pra segurança nada…valeu ricardo pec 300 ja

  308. cesar alexandre barroso moreira

    -

    19/04/2011 às 19:44

    a quem interesar o caos urbano no brasil, basta assistir tropa de elite 2 , que tipo de pessoas estao na politica do brasil?

  309. Carla Lugão - Viana/ES

    -

    19/04/2011 às 15:34

    Boa tarde! PC300 – a Saga Continua – Prezado Ricardo Setti, muito obrigada por tudo, por tudo mesmo você me faz acreditar que existe ESPERANÇA – PC300 eu acredito!

  310. FERNANDO

    -

    19/04/2011 às 15:09

    PEC 300 JÁ!!!

  311. FERNANDO

    -

    19/04/2011 às 15:08

    NYPD, A Polícia da cidade de Nova Iorque
    Publicado em 28/07/2008 – Categoria: Polícia

    A Polícia de Nova Iorque – NYPD, vem sendo frequentemente usada como referência pelo governo(?) do Rio, no tocante à redução da violência. A cidade da “Grande Maçã” ainda não paga tão bem como Los Angeles por exemplo, mas estão orgulhosos de terem aumentado o salário de seus policiais, e fazem questão de divulgar isso no site oficial.

    O salário inicial para quem se forma na academia de polícia é de U$ 35.881 por ano, o que equivale a R$4.716,25 por mês, se consultarmos a ferramenta de conversão de dólar para real aqui. Mas com o recente plano de reajustes, parcelado anualmente, daqui a 5 anos o policial estará recebendo R$ 8.593,91.

    Neste valor não está incluído o pagamento de horas extras nem adicional por trabalho noturno ou em feriados. Somados estes valores ao salário, mais a ajuda de custo para a compra de uniforme, depois dos 5 anos o policial poderá receber até R$ 10.780,00 por mês.

    Além disso todos têm direito à plano de saúde, dental e oftalmológico, uma espécie de FGTS, dentre outras benesses que facilitam a vida do trabalhador, de forma que ele possa se concentrar em sua atividade sem ficar preocupado com a subsistência de sua família. E ainda há um programa de incentivo ao estudo universitário dos policiais, com bolsa e empréstimo a juros baixo. E uma coisa comum à todos os sites policiais americanos que visitei, é a divulgação da boa qualidade de vida de seus funcionários, o futuro promissor, a possibilidade de progredir na vida profissional.

    Consegui encontrar ainda uma prova para admissão, com conteúdo totalmente diferente do que costuma ser cobrado nos concursos daqui. As questões são voltadas para habilidades e conhecimentos voltados à prática do efetivo exercício da função de policiamento, patrulhamento, que é o trabalho inicial e obrigatório de todos que desejem ser policiais. Não há como entrar “por cima”, na polícia dos EUA você começa de baixo, e só após adquirir experiência pode progredir aos postos mais altos, podendo chegar a chefe de polícia.

    Para ver como é a prova, entre neste link. Obviamente você tem que saber ler em inglês para entender as questões, mas achei tão interessante, diferente, que prometo traduzir algumas e colocar em um novo post. O processo para contatação é longo e árduo, passa por exames médicos, psicológicos, orais, investigação social, entrevistas, etc. Para ser policial em NY não é preciso só estar desesperado por um emprego, é preciso querer ser policial, acima de tudo.

    Por fim, além de todo o bom suporte colocado à disposição dos policiais, eles valorizam o profissional, o ser humano. Mantém, inclusive, uma seção do site oficial chamada Memorial, onde estão listados todos os oficiais mortos em serviço desde 1849! Ano passado por exemplo 6 policiais foram assassinados enquanto cumpriam seus deveres.

    Fonte: http://www.casodepolicia.com/2008/07/28/nypd-a-policia-da-cidade-de-nova-iorque/

  312. mana

    -

    19/04/2011 às 13:05

    Concordo com você Freitas! As forças armadas é que não podem fazer greve. Segundo diálogo com alguns colegas advogados e no meu entendimento. Neste país, o único dispositivo que faz com que as empresas e governo cedam em suas arrogâncias e intransigências trabalhistas é a greve. Agora, deve ser uma “greve ordeira”. Dificilmente esses entes concedem vantagens aos trabalhadores/servidores de livre iniciativa.
    Pergunto? – Por que a câmara votou a PEC 300/446 no primeiro turno? – Para quem não sabe, não foi a bondade dos deputados não; foi a paralização e mobilização dos Policiais nas ruas próximas à
    Brasília. Isso forçou que Câmara votasse em caráter de urgência, para acalmar e dispersar os policiais.
    Por que existe o dia internacional da mulher? Porque é uma homenagem a 129 operárias assassinadas através de um incêndio provocado pelos donos de uma fábrica têxtil em Nova York, em 1857, pois elas estavam participando de um movimento pela melhoria das condições de trabalho. Essas heroínas (mártires) serviram de exemplo para futuras lutas reivindicatórias. Estão lembrados da Revolução Industrial ocorrido em princípio na Inglaterra, onde mulheres grávidas e crianças trabalhavam em regime de semi-escravidão. Daí foram surgindo sindicatos para defender estes trabalhadores da ganância dos donos das indústrias. Se não fossem esses movimentos descritos na história da humanidade, através da mobilização de pessoas esclarecidas e conscientes dos direitos humanos e de classes. GREVE, não é um movimento arbitrário e desordeiro. ELA é o dispositivo utilizado pelo trabalhador onde se exaure qualquer tentativa de diálogo entre partes. Não precisa ser jurista ou “doutores das leis’, parafraseando Jesus Cristo, para entender isto.
    Não quero aqui desviar o foco, desviando para educação, saúde, tecnologia. Quero me ater apenas em segurança, que é o nosso objeto.
    O governo só faz ação errônea, quando a questão é segurança. Já ouviram falar do “Diagrama de Causa e Efeito” ou “Diagrama de Ishikawa”? Do japonês Kasoru Ishikawa. (não vou aqui me expandir no assunto). Isso é uma ferramenta utilizada na Gestão de Qualidade, em Administração e Engenharia da Produção, e que a Gestão moderna adota entre tantas outras técnicas. O objetivo é atacar o problema que está na grande maioria nas causa e não no efeito. É como uma lâmpada que se queima toda a semana no mesmo bocal e você vai ao mercado e compra outra para repor. Se isso acontece, você está atacando a causa (lâmpada que se queima). Na realidade o problema está na(s) causa(s). Deve ser a fiação, o bocal, o interruptor, a queda de energia na região. Você tem que contratar um eletricista e verificar a causa de tanta queima lâmpada. Simples não é? Todavia muitas pessoas (organizações) não fazem isso.
    É assim particularmente na segurança do Brasil. O governo com seus governantes míopes não atacam a causa disso tudo, e sim nos efeitos. Ações nos efeitos (que é errôneo): Policiais nos morros (e quando esses policiais descerem dos morros?); reabertura da questão do desarmamento (vai desarmar apenas o cidadão. E as fronteiras, e o tráfico de armas?); O caso recente do esquizofrênico atirador na escola (isso já poderia ter sido evitado nas escolas); Investimento em viaturas, bolsas, equipamentos para os policiais (e a motivação dos policiais onde fica? Na Gestão de Pessoas, o Capital Humano é o maior bem – Isso começa por um salário digno para cumprir os seus compromissos – Neste caso a PEC 300/446 é um dos itens dentro do universo segurança); Código Penal (o que incentiva a violência é a impunidade – o bandido sabe se matar, amanhã, estará nas ruas praticando os mesmos crimes ou piores, liberados pela bondade dos juízes, cumprindo o que está escrito no velho código penal “matusalênico”); e por fim, para não se estender demais: uma reforma política séria (Deve ser feita uma reforma política, onde pessoas mais qualificadas possam adentrar no universo e ter vocações – Exigir grau superior, para não aprovar tantos projetos e leis inócuos, como por exemplo: “criar o dia do cachorro”, o “dia do político barrigudo”… Ora essa! – “Poupem-nos”). Este país é o que mais faz leis no mundo e poucas funcionam.
    - Então, senhores Deputados! Dêem uma lida no Diagrama de Causa e Efeito e vejam que os problemas não são atacados nos efeitos e sim nas “Causas”.
    Não vai se conseguir motivar Policiais com viaturas modernas, equipamentos, bolsa copa, bolsa olimpíada.
    O que a classe quer um salário digno e justo, de acordo com o princípio da isonomia salarial.
    Polícia é Polícia em qualquer Estado da União.
    E parem de divagar em preconceitos, como diria o tiririca: “viajar na maionese”.
    PEC 300/446 UMA QUESTÃO DE JUSTIÇA PARA ESSES TRABALHADORES QUE DEDICAM AS SUAS VIDAS EM PROL DA PAZ SOCIAL, SACRIFICANDO MUITAS VEZES AS SUAS FAMÍLIAS, SEUS FILHOS E SALVANDO FILHOS DE OUTRAS FAMÍLIAS SEM QUE ELES MESMO SAIBAM QUEM SÃO.

  313. FREITAS

    -

    19/04/2011 às 9:34

    Constituiçao federal no Art 142 diz:”"greve e vedada apenas a militares das forças armadas”".Em nenhum momento proibe as policias e bombeiros militares a fazerem greve,sendo assim nao e ilegal a greve de pms e bms.No Art 1 da CF inciso III diz: A dignidade da pessoa humana. Esse e um dos fundamentos do estado democratico de direito,que o Brasil diz ser,porem essa dignidade so e cumprida aos politicos.

  314. SD Viana/ES

    -

    18/04/2011 às 16:28

    Boa Tarde! PC300 eu acredito!!!!!!!!! – Vamos em frente. Ricardo Setti muito obrigado, quando vier ao estado (ES) me avise, pois quero retribuir o carinho lhe oferecendo uma deliciosa moqueca capixaba na Ilha das Caieiras – Vitória/ES. Falo assim porquê nunca nos foi permitido(ainda não é) falar, questionar nossa profissão.

    Obrigado, caro Viana, pela amabilidade. Mas ao divulgar esses fatos — depois deste post vieram vários outros, com muito mais informações — não faço mais do que minha obrigação.
    Um abraço

  315. valdir soares

    -

    18/04/2011 às 13:24

    Grande número de militares aderem a mobilização
    Escrito por Arúkia Silva
    Qua, 13 de Abril de 2011 20:15
    Aproximadamente 10 mil militares compareceram hoje na Assembleia Geral organizada pela Aspra PM/BM e demais entidades de classe (COPM, UMMG, CSCS, AOPMBM, ASCOBOM), com apoio do deputado Sargento Rodrigues e do vereador Cabo Júlio.
    Após a reunião – que aconteceu no Clube dos Oficiais da Polícia Militar – a tropa seguiu em passeata rumo a Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), cantando o Hino Nacional e o Hino da PMMG, emocionando a todos que assistiam e acompanhavam a mobilização.
    Na ocasião, foi entregue ao presidente da casa, deputado Dinis Pinheiro, o ofício da pauta reivindicatória do piso salarial PM/BM para o valor de R$4.000,00. Este valor visa o cumprimento da promessa do governador em colocar o salário dos militares mineiros entre os três melhores do país.
    De acordo com o presidente da Associação dos Praças Policiais e Bombeiros Militares de Minas Gerais (Aspra-PM/BM), subtenente Nonato, a assembleia falou por si só. “Fiquei emocionado com o nível de comprometimento dos militares que vieram do interior do estado. Reconheço também a grande adesão dos militares da capital e RMBH, o que demonstra o amadurecimento da classe.”
    Para o coordenador da Comissão de Direitos Humanos da Aspra, subtenente Gonzaga, depois do movimento cívico de 1997, esta foi a caminhada com maior número de militares, provando que é possível que o policial militar e bombeiro militar lute pelos seus direitos.
    A pauta de reivindicações será encaminhada ao governo e uma nova Assembleia da Classe já foi agendada para o dia 11 de maio, às 14h, na praça da estação.

    Militares seguem para ALMG
    Escrito por Vanessa Lamounier
    Qua, 13 de Abril de 2011 16:18
    A Assembleia Geral da Classe no Clube dos Oficiais da Polícia Militar, (COPM), acabou a poucos instantes.
    Os militares ali prensentes vão seguir em passeata para Assembleia Legislativa de Minas Gerais, (AlMG), para a definição da melhor proposta salarial que será encaminhada ao governo do estado.
    Se você perdeu a mobilização no ginásio da COPM, ainda há tempo de participar, a passeata vai passar pelas ruas Augusto de Lima, contornar a Praça Raul Soares e seguir pela Avenida Olegário Maciel até a Praça da Assembléia Legislativa de Minas Gerais.

    FONTE:

    http://webcache.googleusercontent.com/search?q=cache:bvhitTZxArIJ:www.aspra.org.br/+passeata+dos+policiais+militares+em+minas+gerais&cd=1&hl=pt-BR&ct=clnk&gl=br&source=www.google.com.br

  316. jane alencar

    -

    17/04/2011 às 22:15

    VAMOS APROVEITAR A ONDA DA PM DE MINAS GERAIS E MOBILIZAR OS POLICIAIS DE TODO O PAÍS PARA **** ***** QUEM VAI *** *** *** *** *** É A PM DE PERNAMBUCO. QUE OS OUTROS ESTADOS SIGAM O EXEMPLO.
    VEJAM *** **** *** *** *** *** *** ** ***

    Cara Jane, não publico comentários com convocatórias, sobretudo para movimentos que rondam a ilegalidade.

  317. SD BM PA

    -

    17/04/2011 às 17:10

    GENTE OS PM`S E BM`S DE MINAS GERAIS ESTÃO DANDO EXEMPLO DE COMO NEGOCIAR COM O GOVERNO DO ESTADO NO QUE DIZ RESPEITO À SALÁRIO.FIZERAM UMA ASSEMBLEIA GERAL COM MAIS DE 8.000 MILITARES.PARABENS E QUE FIQUE O EXEMPLO PARA OS DIAS 10 E 11 DE MAIO EM BRASÍLIA.

  318. Sd Marcos PMPI

    -

    16/04/2011 às 23:16

    Setti mais uma vez insisto em contar com a sua presença em um dos dias que nos faremos presentes em Brasilia(11e12/05). Necessitamos do seu apoio para que possamos compartilhar essa vitória que logo logo estar por vir.

    Fica na paz!!!!!!!!!!

  319. PMMT

    -

    16/04/2011 às 19:39

    NESTE MOMENTO TÃO IMPORTANTE PARA O PM, PRECISAMOS NOS MOBILIZAR, COMO NÃO PODEMOS FAZER GREVE, VAMOS PENSAR NUM MOVIMENTO PADRÃO, COMO O QUE FOI FEITO PELOS POLICIAIS CIVIS, QUEM NÃO TIVER O CURSO DE MOTORISTA NÃO DIRIGE VIATURAS, VERIFICAR A DOCUMENTAÇÃO DA VIATURA, NÃO CAUTELAR COLETES VENCIDOS,VERIFICAR AS CONDIÇÕES DA VIATURA, COMO PNEUS, MACACO, INSTINTOR DE INCÊNCIDIO, ETC. SE OS COLEGAS ESTIVEREM NUMA ESCALA DE 24HORAS, EXIJA PELO MENOS ALMOÇO E JANTA, CASO NÃO SEJA FORNECIDO, QUANDO ESTIVER DIRIGINDO A VIATURA, NÃO ULTRAPASSE OS LIMITES DE VELOCIDADE E NEM DESRESPEITE AS LEIS DE TRÂNSITO, VAMOS USAR O SISTEMA CONTRA O SISTEMA!!!

  320. ralph nunes

    -

    15/04/2011 às 12:06

    Os policiais e bombeiros militares de Minas Gerais deram uma bela demonstração de força, união e inquietação no último dia 13 de abril, quando deram início à Campanha Salarial 2011 da PMMG, através da realização de uma Assembléia Geral, onde cerca de 8.000 praças e oficiais, do interior e da capital, compareceram ao Clube dos Oficiais da PM, em Belo Horizonte, para deliberar sobre as reivindicações.
    Após a Assembléia, os PM’s e BM’s fizeram uma caminhada em direção à Assembléia Legislativa, onde entregaram a pauta de reividicações ao assessor da presidência da casa:
    Policiais e bombeiros, da ativa, reserva e reformados, praças e oficiais demonstraram união e força na primeira manifestação da campanha salarial 2011.
    Cerca de oito mil pessoas participaram da caminhada que tomou conta das ruas centrais da capital mineira, na tarde desta quarta-feira (13/04). Trinta ônibus de diversas regiões do Estado estacionaram nas proximidades do Clube dos Oficiais (COPM), região oeste de Belo Horizonte, onde deram início as deliberações da campanha salarial.
    No final do encontro foram entregues as deliberações da classe para o assessor da presidência da casa legislativa, Júlio Perón. Entre as reivindicações está o piso de quatro mil reais e o pagamento do abono compensatório ao bônus de produtividade para os militares da reserva, reformados e pensionistas do IPSM.
    Outro ponto colocado no documento de reivindicações é a promessa feita pelo governador Antônio Anastasia, no dia 04 de setembro de 2010, em que ele declara, durante campanha eleitoral, para os presidentes das entidades de classe, de que faria da PMMG e do CBMG o 3º melhor salário do país.
    Leia mais no Blog do Cabo Júlio
    Vale dizer que todos os atos foram realizados dentro da legalidade, haja vista que todos os policiais e bombeiros presentes estavam em sua folga, desarmados e sem farda. Na ocasião, momentos de civismo e demonstrações de espírito de corpo foram vistos pelos cidadãos mineiros, como o cântico do Hino Nacional por mais de 8.000 homens e mulheres militares do estado:
    A próxima Assembléia Geral Unificada acontece no dia 11 de maio, na praça da Estação em Belo Horizonte. É imprescindível que os PM’s e BM’s de Minas compareçam, e que desde já informe a colegas, amigos e familiares as razões da manifestação e a necessidade do engajamento de todos nas reivindicações.
    Desejamos força a todos que estão batalhando por reconhecimento e valorização profissional na terra da Inconfidência!

    QUE ISSO SIRVA DE LIÇÃO AOS DEMAIS POLICIAS DO PAÍS. ISSO NÃO É UMA GREVE, É UMA MOBILIZAÇÃO POR JUSTIÇA SALARIAL.

  321. carla

    -

    15/04/2011 às 11:24

    Prezado Ricardo Setti!

    Entendo a sua posição, todavia o trabalhador, no Brasil, não rtem um dispositivo maior de convencimento senão a greve. Nenhum empresário e governo têm a iniciativa de dá aumento espontâneo satisfatório aos funcionários/servidores, raramente acontece. Contudo, compreendo a atitude do jornalista.

    Então, envio mais uma notícia sobre o movimento PRÓ PEC. Essa foi enviada ao Site da Câmara dos Deputados:

    O QUE ROLA NA WEB:

    “COMO PODE UMA PEC SER A MAIS CONSULTADA, VOTADA POR UNANIMIDADE EM PRIMEIRO TURNO E SER PROCRASTINADA; SE NEM PELO REGIME INTERNO ELA PODE SER ARQUIVADA. O QUE É ISSO? PARA QUE SERVE ESTE SITE? SE A VONTADE DA SOCIEDADE, DOS TRABALHADORES, DO ELEITORES SÃO DEIXADA DE LADO. TIRE-O DO AR, SE ESTE NÃO É UM INSTRUMENTO, UM DISPOSITIVO PARA CONVENCER OS “deuses” DESTA CASA, QUE NO MOMENTO, SERVE DE MANOBRA DO EXECUTIVO. O BRASIL VIROU UM GRANDE SINDICATO PETISTA. SÓ QUE COM UMA DIFERENÇA: UM SINDICATO DEFENDE UMA CLASSE E OS TRABALHADORES. ESTE PARTIDO, SÓ DEFENDE O EMPRESARIADO E AS ELITES, OU PROJETOS QUE TENHAM VULTOSAS SOMAS QUE OS BRASILEIROS JÁ SABE O POR QUÊ: PARA SUPERFATURAMENTOS E LICITAÇÕES QUE DESVIAM A DINHEIRAMA PARA OS PARTIDOS E EMPRESARIADO.
    TANTO ELOGIO SE FEZ AO SARGENTO ALVES. ERA HORA DE RECONHECER EM DEFINITIVO QUE ESSES TRABALHADORES SÃO OS ANJOS DA SOCIEDADE E NÃO COMO MUITOS ESTÃO FALANDO, QUE NA POLÍCIA SÓ TÊM CORRUPTOS (ISTO É QUESTÃO PARA UMA CORREGEDORIA ATUANTE E EXEMPLAR). CORRUPÇÃO TEM EM TODA A PROFISSÃO, HAJA VISTA OS JUÍZES QUE VENDEM SENTENÇAS, ADVOGADOS BANDIDOS QUE DEFENDEM DESONESTOS, MÉDICOS PILANTRAS, E POR AI VAI. O PRÓPRIO GOVERNO CONTRIBUI E FOMENTA A CORRUPÇÃO, QUANDO OS PROFISSIONAIS GANHAM MAL E TEM UMA SOBRECARGA DE TRABALHO, ALÉM DO AGRAVANTE QUE É ENFRENTAR BANDIDOS E A MORTE DIARIAMENTE. NÃO TEM UMA PROFISSÃO TÃO PERIGOSA COMO ESTA.
    PORTANTO SENHORES, A PEC É UMA FORMA DE CORRIGIR ESTA DISTORÇÃO, DÁ O MÍNIMO DE CONDIÇÃO A ESSES BRAVOS EXERCEREM A PROFISSÃO COM UM MÍNIMO DE DIGNIDADE E MOTIVAÇÃO. SERIA UM RECONHECIMENTO POR ESTA DEDICAÇÃO DIÁRIA.
    PENSEM BEM.
    PERGUNTE AO MARCO MAIA, TEMER, VACAREZZA, FERNANDO FERRO, DILMA, CHINAGLIA, AOS DEMAIS DEPUTADOS CONTRÁRIOS, AOS GOVERNADORES, O QUE ELES FARIAM GANHANDO R$ 900,00; R$ 1.000,00 POR MÊS E ARRISCANDO AS SUAS VIDAS.
    CHEGARÁ UM MOMENTO QUE O MOVIMENTO GANHARÁ PROPORÇÕES QUE O GOVERNO NÃO PODERÁ MAIS SUSTENTAR A PRESSÃO. NA WEB JÁ EXISTEM INÚMEROS BLOGS DA SEGURANÇA, E NÃO É SÓ POLICIAIS DA BASE DA PIRÂMIDE INSTITUCIONAL QUE ESTÃO SE MOBILIZANDO,; SÃO DELEGADOS, OFICIAIS, POIS A LUTA É DE TODOS. CDA UM DEVE LUTAR PELOS SEUS DIREITOS, E NESTE NOSSO CASO, OS POLICIAIS ESTÃO LUTANDO, COMO NO CASO DOS PROFESSORES QUE O STF CONSIDEOROU JUSTO O PISO NACIONAL, QUE ACHAMOS QUE AINDA É IRRISÓRIO R$ 1.180,00.
    NO NOSSO CASO, NÃO ACEITAREMOS PISO IRRISÓRIO, E SIM CONVINCENTE, QUE É NO MÍNIMO DE R$ 3.500,00.
    A PEC 300/446 É UMA QUESTÃO DE JUSTIÇA!”

  322. Carla Lugão - Viana/ES

    -

    15/04/2011 às 10:14

    Vale a pensa refletir o descrito abaixo pelo Nobre Capitão Assumção/ES, como pode um político de renome no país líder de governo aplicar golpes? É por este motivo que não querem aprovar a PC300 ou seja lá o que for para melhorar a segurança pública deste país. Infelizmente nosso lindo povo brasileiro ainda se deixam levar por pessoas de má índole. É de se pensar, para o Nobre Ricardo Setti ou outro profissional Comprometido, esta onde esta, que caminhos teve que percorrer, sala de aulas, campus universitários, estudos noturnos buscar aprender outro idioma, ser pontual, assíduo, ficha limpa …… Nossos Deputados quanta vergonha caso fosse exigido o (2º)segundo grau completo íamos ter uma boa redução, e se fosse o (3º)terceiro grau completo “nem o nosso ex-presidente teria assumido”. E o Ficha limpa ?! Ouço dizer onde moro que não vai acontecer, tivemos varios casos na eleição passada denunciados por todos inclusive a imprensa local e e – Nada. Como pode um Pais querer melhorar seu IDEB e aceitar candidatos sem ao minímo estar matriculado ou ter concluído o 3º Grau/Faculdade no processo eleitoral dos candidatos, como reduzir a criminalidade se quem cria as leis são criminosos??????

  323. mana

    -

    15/04/2011 às 9:37

    Esta no blog do Capitão Assunção:

    (* Capitão Assumção)

    Nessa última quarta-feira (13), o Presidente da Câmara dos Deputados, Marco Maia, fez publicar ato em que cria Comissão Especial destinada a analisar as propostas de Emenda à Constituição que versem sobre Segurança Pública.

    Essa artimanha regimental foi feita com o claro objetivo de tirar de circulação a nossa tão sonhada PEC 300. existe um incontável número de Propostas que versam sobre segurança pública e a maior parte delas está com a tramitação bastante atrasada ou apenas começou a “andar” dentro da Câmara.

    Já havíamos relatado em matéria anterior que o grande objetivo do governo através de seus representantes dentro da Câmara, como o deputado Vaccarezza e companhia limitada era criar, cada vez mais, novos obstáculos para travar a PEC 300 dentro da Câmara.

    Estamos assistindo aos golpes que o governo está dando para invibializar o piso salarial nacional dos bombeiros e policiais. Ao fazerem esse ato maledicente para sufocar a PEC 300, esse governo intromissor mostra o seu total descomprometimento com os trabalhadores da segurança pública do Brasil.

    (* acredita na PEC 300)

  324. carla

    -

    15/04/2011 às 9:35

    Prezada Carla, deixo de publicar seu comentário porque não está de acordo com as normas do blog. Não posso publicar uma convocatórias desse tipo.
    Sei que você entenderá.
    Um abraço

  325. Capitão Assumção

    -

    14/04/2011 às 22:55

    Inimigo nº 1 da PEC 300 é acusado de aplicar calote

    Vaccarezza é acusado de dar calote em cabos eleitorais
    (* Capitão Assumção)
    O deputado que mais infernizou a vida de nossos renomados bombeiros e policiais do Brasil, Cândido Vaccarezza, está vivendo um tremendo inferno astral.
    Lideranças de seu próprio partido da região da Alta Paulista alegam que o deputado protelador estaria devendo cerca de R$ 270 mil a um ex-candidato a estadual, com quem fez uma dobradinha, R$ 20 mil ao PT de Marília e R$ 60 mil a um empresário de Tupã.
    Essas são apenas algumas dívidas, de maior porte. As matérias jornalísticas que tratam do calote do deputado inimigo da PEC 300 mencionam ainda outras tantas dívidas de menor valor.
    O deputado, conforme a mídia jornalística, teria tido a colaboração de um ‘organizador’ da campanha na região, Walter Bonaldo Filho, de quem nutre uma amizade pessoal.
    Pelo que esse cidadão já aprontou com os bombeiros e policiais ao impedir de todas as maneiras o avanço da Proposta de Emenda Constitucional nº 300/2008 dentro da Câmara isso não é nada. Se for comprovado que ele fez mesmo essa calhordice, perder o mandato é muito pouco. Que o castigo venha a galope.
    (* Acredita na PEC 300)

  326. SD BM PA

    -

    14/04/2011 às 20:24

    Nos dias 10 e 11 vamos estar em Brasília para pedir que a pec300 entre na ordem do dia!Já foi criada uma comissão para analisar emendas que versem sobre segurança pública,nós não vamos aceitar que essa comissão seja para atrasar o andamento da PEC300!ela já foi votada em 1ºturno,só queremos que a pec300 siga o tramite legal.Vai ter um momento que não vamos suportar!! o governo federal nos enganar.ASSOCIAÇÕES AJUDEM NAS CARAVANAS.um abraço a todos os irmãos de farda.LUTAMOS POR AQUILO QUE JULGAMOS SER JUSTO.PEC300!! UMA LUTA MUITO JUSTA!!Sr Setti muito obrigado por este espaço.Como o senhor pode ver muitos militares estão acompanhando seu blog para saber algo sobre a pec300.Os profissionais da segurança pública agradecem pelo espaço dedicado à segurança

  327. maria ana

    -

    14/04/2011 às 10:00

    Prezado Jornalista Ricardo Setti!
    Prepare a sua equipe para a cobertura em Brasília nos dias 10 e 11 de maio de 2011. Os policiais de totods os recantos do Brasil estarão lá.
    É só entrar em contato com o Soldado Almansa e o Capitão Assunção -ÍCONES PELA PEC 300-, em seus respectivos blogs; e respaldado pela COBRAPOL dos policiais civis do Brasil. que têm sido um sucesso de acesso.
    Até lá.
    PEC 300/446: UMA QUESTÃO DE JUSTIÇA.

  328. Carla Lugão - Viana/ES

    -

    14/04/2011 às 9:55

    Espero sucesso para os Militares de BH, porém acredito que seja uma reunião pacificadora. Há convidem Michel Temer ele esta muito feliz com a Policia Militar.

  329. Sergio Maantanhg

    -

    14/04/2011 às 9:46

    Sr. Ricardo Setti, não sou militar, nunca precisei diretamente deste serviço,mas, sei que quando estou em casa dormindo, em algum lugar um PM esta trabalhando para a minha tranquilidade, sei também que indiretamente já fui ajudado pelos bombeiros, quando estes fiscalizaram o sistema de prevenção do meu prédio. Já presenciei diversas ocorrências onde os bombeiros colocam a vida das pessoas acima das suas própias vidas, ja presenciei militares desempenhando o papel de parteiro, conselheiro, psicólogo, pai, mãe, tudo para salvar uma vida ou resolver uma situação de risco do cidadão. Porém, quando se olha para o militar, ver-se que o mesmo é um cidadão excluido, aquele que vive em prol da comunidade, raramente vive com dignidade.

  330. joana vargas

    -

    14/04/2011 às 9:20

    Minas Gerais está pegando fogo. Isto é reflexo da insatisfação dos policiais civis e militares pelo país.
    Dias 10 e 11 de maio todos estarão em Brasília PARA UM ATO PÚBLICO e forçar a câmara a pauta em segundo turno da pec 300/446.
    O estopim está no Maranhão, Piauí, Alagoas, Minas Gerais, Bahia, Paraíba, Pernambuco(no final de maio da PM). Os policiais já estão saturados pela indiferença e falta de respeito dos governadores e do governo federal.
    NÃO PROVOQUEM OS POLICIAIS, ELES TEM FORÇA E CORAGEM. NÃO SE ESTÁ PREGANDO A VIOLÊNCIA, MAS UMA LUTA ORDEIRA E PROL DOS SEUS DIREITOS: VALORIZAÇÃO E REMUNERAÇÃO JUSTA COMO VOCÊS POLÍTICOS E JUÍZES TÊM.
    PEC 300/446 UMA QUESTÃO DE JUSTIÇA.

  331. Capitão Assumção

    -

    14/04/2011 às 9:16

    Governo pratica outra maldade para emperrar a PEC 300
    (* Capitão Assumção)

    Nessa última quarta-feira (13), o Presidente da Câmara dos Deputados, Marco Maia, fez publicar ato em que cria Comissão Especial destinada a analisar as propostas de Emenda à Constituição que versem sobre Segurança Pública.
    Essa artimanha regimental foi feita com o claro objetivo de tirar de circulação a nossa tão sonhada PEC 300. existe um incontável número de Propostas que versam sobre segurança pública e a maior parte delas está com a tramitação bastante atrasada ou apenas começou a “andar” dentro da Câmara.
    Já havíamos relatado em matéria anterior que o grande objetivo do governo através de seus representantes dentro da Câmara, como o deputado Vaccarezza e companhia limitada era criar, cada vez mais, novos obstáculos para travar a PEC 300 dentro da Câmara.
    Estamos assistindo aos golpes que o governo está dando para invibializar o piso salarial nacional dos bombeiros e policiais. Ao fazerem esse ato maledicente para sufocar a PEC 300, esse governo intromissor mostra o seu total descomprometimento com os trabalhadores da segurança pública do Brasil.
    (* acredita na PEC 300)

  332. Nascimento

    -

    14/04/2011 às 0:33

    Caro amigo, estamos contando com você, o seu apoio é de suma importância para nossa vitória.
    Não nos abadone!
    OBRIGADO.

  333. Fernando

    -

    13/04/2011 às 17:36

    quarta-feira, 13 de abril de 2011
    Policiais e bombeiros fazem manifestação do centro de BH
    Classe quer 100% de aumento no piso salarial

    Pedro Rotterdan – Repórter – 13/04/2011 – 16:48

    Um grupo com quase mil militares, entre bombeiros e policiais, seguem do Bairro Padro, Região Oeste de Belo
    Horizonte, em direção à Praça da Assembleia no Bairro Lourdes, Região Centro-Sul da Capital.

    Segundo o sindicato da classe, o movimento é para pedir aumento do piso salarial de 100%. A categoria que tualmente ganha R$ 2 mil reivindicam salário de R$ 4 mil. No entanto não há previsão de greve.

    A BHTrans informou que devido a manifestação dos policiais e dos servidores públicos, o trânsito está congestionado nas principais vias da cidade. Os motorista devem redobrar a atenção.

    Manifestação de servidores públicos complicou o trânsito na região central de Belo Horizonte
    Uma manifestação dos policiais militares e servidores públicos prejudicou o trânsito em toda a região central de Belo Horizonte, nesta quarta-feira (13). De acordo com militares do Primeiro Batalhão da Polícia Militar, o movimento ficou muito intenso no local. Os militares saíram do Clube dos Oficiais, no Prado, e passaram pela Praça Sete.
    As principais vias ficaram com trânsito lento no centro da capital, de acordo com o batalhão de trânsito.
    Aguarde mais informações.
    OTEMPOonline
    Postado por Blog Notícia da Caserna às 13:20

    Fonte: http://noticiadacaserna.blogspot.com/2011/04/policiais-e-bombeiros-fazem.html

  334. SD BM PA

    -

    13/04/2011 às 15:29

    senhores pressionem suas associações para a caravana até Brasília.Cobrem deles para disponibilizar pelo menos um ônibus.A pec300 só vai sair se continuarmos com a PRESSÃO NOS DEPUTADOS.

  335. neto

    -

    13/04/2011 às 13:15

    Prezado Jornalista!

    A pressão aumenta.

    Extraído do blog do Capitão Assumção

    QUEM É POR NÓS, NÃO É CONTRA NÓS (JESUS CRISTO)

    O deputado Otoniel Lima (PRB-SP) apresentou no Plenário da Câmara, na data de 12/04/2011 (terça), o requerimento nº 1230 solicitando a criação da FRENTE PARLAMENTAR DE APOIO A PEC 300/08. Essa Frente Parlamentar que precisa de um número regimental de 198 assinaturas de parlamentares para a sua criação já ultrapassou esse limite mínimo.

    Agora, é ficar atento com o endosso necessário do Presidente da Câmara, deputado Marco Maia, formalizando-a, para que o Presidente da Frente da PEC 300 faça o seu lançamento na Capital Federal, e convide todas as associações e sindicatos de bombeiros e policiais, além de outras entidades que estão comprometidas com a matéria, a fazer parte desse movimento que será, com certeza, muito concorrido.

    A Frente Parlamentar de Apoio à PEC 300 será mais uma mola propulsora para a aprovação do piso salarial nacional dos bombeiros e policiais.

    A votação expressiva do palhaço Tiririca, que obteve mais de 1,35 milhão de votos, trouxe outros três parlamentares com base na regra do quociente eleitoral, que nesse pleito paulista ficou em torno de 300 mil votos. Além de Tiririca ter sido eleito sem contar com ajuda de ninguém, essa regra trouxe mais três deputados da sua coligação: Otoniel Lima, do PRB, Vanderlei Siraque, do PT, e Protógenes Queiroz, do PCdoB.

    Desses novos parlamentares, Otoniel Lima, que é Cabo do Exército na Reserva, vereador por dois mandatos e eleito deputado estadual em 2006, além de comprar a briga da PEC 300, foi mais adiante. Posicionou-se como presidente e foi um dos criadores da Frente Parlamentar em Defesa da PEC 300.

    A Frente Parlamentar já começa vistosa haja vista que, de um mínimo de 198 assinaturas para emplacar uma frente parlamentar na Câmara Federal, a da PEC 300 já ultrapassou 200 assinaturas. É mais uma ferramenta a ser utilizada em favor dos propósitos de se valorizar os profissionais que dedicam as suas vidas em defesa da liberdade dos brasileiros. Viva o Deputado Tiririca.

    FONTE: http://www.capitaoassumcao.com/2011/04/deputado-requer-criacao-de-frente-em.html

  336. carla

    -

    13/04/2011 às 13:05

    ESSE TEME É URUBU DE CARNIÇA COMO ALGUNS OUTROS. ONDE TIVER UMA DESGRAÇA, ELES APARECEM LÁ PARA FAZEREM O TEATRINHO BARATO. TRAIDORES DA PEC 300/446; COMO O VACAREZZA, FERNANDO FERRO, O LULA, A DILMA, OS GOVERNADORES WAGNER JAQUES, EDUARDO CAMPOS E TANTOS OUTROS QUE FORAM À BRASÍLIA IMPEDIR A PAUTA DA PEC 300/446

  337. mana

    -

    13/04/2011 às 12:44

    É isso Carla Lugão! Que cara-de-pau do Temer, e também da Dilma, juntamente com o MARCO MAIA, e certos governadores. Estes que estão sacaneando os policiais, escondendo a PEC 300/446, que estipula o piso nacional. Logo o Temer que jurou em pautá-la e não cunpriu o prometido.

    Mas como foi no primeiro turno sobre a pressão de mais de dez mil policiais em Brasília; assim será no segundo. A mobilização já começou novamente e, certamente nos dias 10 e 11 de maio os policiais invadirão ordeiramente novamente Brasília para pressionar os deputados que estão contra (que o mínimo), pois só que está contra é o Marco Maia, a Dilma, alguns governadores, o Cândido Vacarezza e o Fernando Ferro.

    REPASSEM A TODOS:

    DIA DA DA MOBILIZAÇÃO NACIONAL. AGORA OU NUNCA!

    Companheiros, agora com o Congresso retomando os trabalhos, precisamos dar continuidade as nossas mobilizações em prol da aprovação da PEC 300.

    Precisamos estabelecer uma data para mobilização nacional, fazer contato com as associações que realmente estão do nosso lado, estabelecer o número de ônibus para as caravanas com antecedência, bem como as atividades que iremos desenvolver em Brasília. Precisamos planejar para que alcancemos nossos objetivos.

    Façam contato com suas associações para custearem o aluguel de pelo menos 1 ônibus por estado. Pode haver a composição de 2, 3 ou mais associações para ratear o valor da locação.

    Enviem para o email: fernando.almansa@yahoo.com.br a relação das associações com o nome do responsável, telefone e email.

    Iremos colocar no site quais associações estão do lado do associado. Pois a meta principal de todo o policial e bombeiro deste país é a APROVAÇÃO DA PEC 300.
    As que não estão nos apoiando também colocaremos aqui para que os seus associados se desfiliem em massa.

    Quero deixar uma mensagem para aqueles que não acreditam ou que estão desanimados:

    Vamos ter fé! Precisamos estar unidos agora mais do que nunca! A PEC só virá com o nosso esforço, faça sua parte, mobilize, faça contatos, vá a sua associação e cobre sua posição em relação a PEC 300. Lembramos que nossa PEC já foi aprovada em primeiro turno, eles não podem nos enrolar mais. Precisamos agir e é agora!

    Dias 10 e 11 de maio é uma boa data, pois teremos tempo o suficiente para organizarmos as caravanas. Precisamos ter com antecedência as relação de todas as caravanas nos estados com o número de ônibus que sairão dos estados.

    Precisamos agora ser mais aguerridos! Chega de caminhar pela avenida, agora precisamos PARAR Brasília literalmente. Tomar a avenida principal e só sair de lá após ter o compromisso de votação em segundo turno da PEC 300.

    PEC 300 eu acredito e por ela eu vou lutar!

    Esse é o nosso novo lema.

    Soldado Almansa e Capitão Assunção

    FONE ALMANSA: 98850187

  338. Carla Lugão - Viana/ES

    -

    13/04/2011 às 10:15

    BOM DIA! Ontem ao ver Michel Temer, indo condecorar os policiais. Até me doeu o estômago. Eles (políticos) só reconheceram o Policial Militar porque o massacre foi de grande comoção nacional, e entregar a MEDALHA quantos VOTOS eles iram receber? Mas a questão salarial fica para a promessa, quando as eleições chegarem terão um pra cheio para prometeram. Acorda Brasil! Acorda PM

  339. maria ana silva

    -

    13/04/2011 às 10:08

    LEIA TAMBÉM ESTA REPORTAGEM POSTADA NO SITE DO CAPITÃO ASSUNÇÃO:

    O soldado Christiano Sesana Ferreti perseguia ônibus onde estariam bandidos quando o carro da PM bateu em árvore – Por: Mylla Rodrigues
    Wilton Junior

    Um policial militar morreu e outro ficou gravemente ferido quando a radiopatrulha em que estavam bateu de frente em uma árvore, durante uma perseguição.
    O acidente aconteceu às 18 horas de ontem (11), na rodovia ES-257, em Aracruz, no Norte do Es. Com a força do impacto, a árvore se partiu ao meio.
    O soldado Christiano Sesana Ferreti, 21 anos, morreu na hora, preso às ferragens. Já o soldado Márcio Luiz Majesk, 23, ficou gravemente ferido. Ele teve afundamento de crânio e de tórax.
    Momentos antes do acidente, os dois policiais seguiam na radiopatrulha 2646 do 5º bpm, placa MSN 8237, em perseguição a bandidos que estariam em um ônibus, cuja viação não foi informada.
    A intenção dos soldados era interceptar o veículo, mas a polícia não explicou se o ônibus estava sendo assaltado.
    No entanto, na tentativa de desviar de um buraco, no meio da faixa em que seguiam, o soldado que dirigia a radiopatrulha perdeu o controle da direção do veículo, saiu da pista e bateu contra uma árvore às margens da rodovia.
    Os dois soldados eram novos na Corporação. Majesk foi aprovado por concurso de 2006 e faz faculdade de informática. Já Christiano entrou na PM em 2009 e fazia faculdade de Engenharia Civil.
    O diretor da Associação de Cabos e Soldados da Polícia Militar, Flávio Gava, lamentou o acidente e a morte do soldado. “É mais um profissional que se vai na luta pela segurança”, disse Flávio Gava.
    Helicóptero
    Inicialmente, o soldado Majesk foi levado pelo Corpo de Bombeiros para o hospital Sâo Camilo, em Aracruz.
    Mas como o estado de saúde dele é considerado gravíssimo, os médicos o transferiram em seguida para o Hospital Sâo Lucas, em Vitória.
    A transferência foi feita no helicóptero do Núcleo de Operações e transportes aéreos (NOTAER) da Polícia Militar.
    O helicóptero pousou no Estádio Salvador Costa, em Bento Ferreira, às 18h30 de ontem, sob comando do Capitão Max e do tenente Kunsch. Até às 22 horas, o soldado continuava internado.

    Fonte: A Tribuna

    Pergunta:

    Governador e o comando do Rio vai promover este policial? O Michel Temer vai visitá-lo no hospital? – Vai nada. Ele vai visitar a família do policial morto em serviço? – também não. Este fato nem está dando ibope na mídia (GRIFO NOSSO).

  340. rosilda

    -

    13/04/2011 às 8:01

    É SÓ A PEC 300 QUE CAUSA IMPACTO NO ORÇAMENTO? E O SALÁRIOS DOS DEPUTADOS, VEREADORES ETC.. NÃO CONTA?

  341. Juvenal de Sousa Neto

    -

    12/04/2011 às 14:39

    Através do blog do Ricardo Setti, que tem se mostrado uma importante ferramenta para que nossa voz seja realmente ouvida é que venho demonstrar minha indignação com o descaso com que o governo federal e os governos estaduais tratam a segurança pública em todo o país, tendo em vista a pressão que exercem junto ao congresso para que a PEC 300 não seja votada em segundo turno.
    A violência urbana é uma situação caótica em todo o Brasil e não é diferente aqui no Mato Grosso do Sul, onde sou Investigador de Polícia Civil há mais de 26 anos. E o que é que o governo vem fazendo a respeito? Quase nada. Compra “meia dúzia” de viaturas e pistolas para os policiais e gastam uma fortuna em propagandas para mascarar a situação, tentando demonstrar que estão fazendo todos os investimentos necessários para a segurança pública. Mas “ELES” se “esquecem” de investir na principal ferramenta para que possamos vencer essa guerra, que é o próprio policial, que sempre foi MARGINALIZADO neste país.
    Enquanto não houver políticos que realmente abracem esta causa como forma de resolver definitivamente esta questão de segurança pública, continuaremos com policiais desmotivados e utilizando a polícia apenas como trampolim para outras carreiras mais valorizadas pelo poder público.
    Portanto a realidade da Polícia não é diferente de todas as outras polícias estaduais, pois a violência somente aumenta e o governo cruza os braços, fingindo que nada está acontecendo, até que catástrofes aconteçam para que os governantes, pressionados, realmente acordem para a realidade, pois é somente assim que as coisas andam no Brasil. Como diria outro importante jornalista, ISSO É UMA VERGONHA.

  342. SD BM PA

    -

    12/04/2011 às 12:55

    Quero apenas deixar um pedido para as associações do estado do pará,que confirmem suas presenças nos dias 10 e 11 de maio em Brasília.olhei o( pec300.com) e só vi uma associação confirmada.por favor confirmem suas caravanas até Brasília.um abraço a todos.A união faz a força,vamos nos unir e lotar a câmara novamente nos dia 10 e 11 de maio.

  343. mana

    -

    12/04/2011 às 11:01

    LEIAM ESTA MATÉRIA ESTAMPADA NO UOL E EM OUTROS JORNAIS:

    É MUITA CARA-DE-PAU E DEMAGOGIA.

    “A Polícia Militar do Rio de Janeiro informou que o sargento Márcio Alexandre Alves, 33, que baleou Wellington Menezes de Oliveira e evitou que o atirador matasse mais crianças na escola Tasso da Silveira, em Realengo, será promovido nesta terça-feira (12) a segundo-sargento por “ato de bravura”. Após ser atingido, o criminoso se suicidou com um tiro na cabeça.
    A solenidade acontecerá pela manhã no salão nobre do Quartel-General da PM, e vai contar com a presença do vice-presidente da República, Michel Temer. O governador do Estado, Sérgio Cabral, e o secretário estadual de Segurança Pública, José Mariano Beltrame, também já confirmaram presença no evento”.

    É nobre que o Sargento Alves seja promovido e reconhecido pela sua bravura e coragem. Agora, quantos policiais brasileiros estão neste momento nos morros levando tiros, arriscando as suas vidas; e quantos já morreram e ninguém sabe quando e quem foram eles.
    Como foi um evento de repercussão, e que toda a mídia e população souberam do fato, esses políticos oportunistas querem dar uma de “bonzinhos e preocupados com segurança”.
    A SOCIEDADE TEM QUE SABER QUE FOI ESTE ATUAL VICE-PRESIDENTE MICHEL TEMER, no governo passado, quando presidente da Câmara dos Deputados e o governador Sérgio Cabral, outro oportunista; vetaram a pauta da PEC 300/446, esta PEC que irá valorizar a classe dos policiais brasileiros. Atualmente, o Marco Maia (Presidente da Câmara), a presidente Dilma e alguns governadores são contra a PEC e insistem em não pautá-la.
    Que controvérsia: O Temer vai a um evento condecorar um policial que ganha uma miséria, onde ele mesmo e alguns deputados em conjunto com governadores e o poder executivo massacram e humilham estes trabalhadores (inclusive o Sargento Alves) que arriscam as suas vidas com um salário miserável, insuficiente para pagar os seus compromissos.
    DEIXEM DE DEMAGOGIA E PAUTEM A PEC 300/446.
    A SOCIEDADE PEDE E OS POLICIAIS DO BRASIL TAMBÉM.
    ENTREM NO SITE DA CÂMARA E VEJAM QUAL É A PEC MAIS ACESSADA.
    DOU A RESPOSTA ANTECIPADA: É A PEC 300/446, ATUAL EMENDA CONSTITUCIONAL N° 002/10.

  344. mana

    -

    12/04/2011 às 10:10

    LEIAM ESTA MATÉRIA ESTAMPADA NO UOL E EM OUTROS JORNAIS:

    È MUITA CARA-DE-PAU E DEMAGOGIA.

    “A Polícia Militar do Rio de Janeiro informou que o sargento Márcio Alexandre Alves, 33, que baleou Wellington Menezes de Oliveira e evitou que o atirador matasse mais crianças na escola Tasso da Silveira, em Realengo, será promovido nesta terça-feira (12) a segundo-sargento por “ato de bravura”. Após ser atingido, o criminoso se suicidou com um tiro na cabeça.
    A solenidade acontecerá pela manhã no salão nobre do Quartel-General da PM, e vai contar com a presença do vice-presidente da República, Michel Temer. O governador do Estado, Sérgio Cabral, e o secretário estadual de Segurança Pública, José Mariano Beltrame, também já confirmaram presença no evento”.

    É nobre que o Sargento Alves seja promovido e reconhecido pela sua bravura e coragem. Agora, quantos policiais brasileiros estão neste momento nos morros levando tiros, arriscando as suas vidas; e quantos já morreram e ninguém sabe quando e quem foram eles.
    Como foi um evento de repercussão, e que toda a mídia e população souberam do fato, esses políticos oportunistas querem dar uma de “bonzinhos e preocupados com segurança”.
    A SOCIEDADE TEM QUE SABER QUE FOI ESTE ATUAL VICE-PRESIDENTE MICHEL TEMER, no governo passado, quando presidente da Câmara dos Deputados e o governador Sérgio Cabral, outro oportunista; vetaram a pauta da PEC 300/446, esta PEC que irá valorizar a classe dos policiais brasileiros. Atualmente, o Marco Maia (Presidente da Câmara), a presidente Dilma e demais governadores são contra a PEC e insistem em não pautá-la.
    Que controvérsia: O Temer vai a um evento condecorar um policial que ganha uma miséria, onde ele mesmo e alguns deputados em conjunto com governadores e o poder executivo massacram e humilham estes trabalhadores (inclusive o Sargento Alves) que arriscam as suas vidas com um salário miserável, insuficiente para pagar os seus compromissos.
    DEIXEM DE DEMAGOGIA E PAUTEM A PEC 300/446.
    A SOCIEDADE PEDE E OS POLICIAIS DO BRASIL TAMBÉM.
    ENTREM NO SITE DA CÂMARA E VEJAM QUAL É A PEC MAIS ACESSADA.
    DOU A RESPOSTA ANTECIPADA: É A PEC 300/446, ATUAL EMENDA CONSTITUCIONAL N° 002/10.

  345. maria silva

    -

    11/04/2011 às 12:00

    Prezados Policiais do Brasil!

    Sugiro que a classe, em particular o Capitão Assunção, ou o soldado Almança, ou A COBRAPOL, ou ainda as demais entidades, que estão sempre na dianteira na luta pela PEC 446/300; deveriam entrar em contato com o Sargento Alves e aproveitar o momento para ele ser um dos portavozes da nossa PEC. Agendar um encontro com o congresso ou com a presidência, e procurar a mídia para denunciar e mostra a realidade da nossa luta. Este fato, daqui a uma semana será esquecido, e o Sargento Alves ninguém mais ouvirá falar, nem da trágica chacina. Não é querer se aproveitar do episódio infeliz no Rio de Janeiro. Mas, mostrar a sociedade o desinteresse do governo quando o assunto é segurança. Lembram da ocupação nos morros do Rio? Ninguém mais fala, os traficantes, certamente já voltaram para lá, vendendo seus bagulhos. O governo só faz teatro quando acontece algo. Não se planeja nada, só se mobilizam quando a imprensa denuncia ou acontece um fato novo que repercute. Vão ver a situação das delegacias, dos quartéis, das insatisfações dos policiais, mas mesmo assim, estão na batalha como o sargento Alves, que deixam as suas famílias, seus filhos, e não sabem se voltarão no fim do expediente.
    Quando será que o Senhor Marco Maia e a Presidente Dilma darão o sinal verde para essa “BENDITA” PEC 300/446, que serviu de boi de piranha no governo passado para a pauta e aprovação de outras medidas e leis; e que, no atual governo continua emperrada, vagando como espectro na câmara dos deputados para lá e para cá.
    Senhores deputados, governadores e executivo (Presidente Dilma), pautem a PEC 300/446, atual Emenda Constitucional n° 002/10, como forma de reconhecer uma classe que dedica a sua vida em prol da segurança do cidadão, apesar de alguns comentários difamantes contra a classe, todavia, na sua maioria são profissionais honestos e preocupados com a segurança da sociedade, apesar dos baixos salários.
    PEC 300/446 – UMA QUESTÃO DE JUSTIÇA E DE RECONHECIMENTO.
    QUALIDADE DE VIDA É O ANSEIO DE TODO O CIDADÃO E TRABALHADOR.

  346. walesca nunes

    -

    11/04/2011 às 11:53

    E A VERGONHA CONTINUA!

    AGORA É A VEZ DE MINAS GERAIS.

    É A FALTA DA APROVAÇÃO DA PEC 300/446

    DELEGADOS DE POLÍCIA REALIZAM MAIOR ASSEMBLEIA DA HISTÓRIA DA CATEGORIA -BH

    O SINDEPOMINAS na últimaquinta-feira, 07 de abril, realizou a maior Assembleia da história da categoria em Minas Gerais, reunindo cerca de 400 Delegados de Polícia. Na tarde do dia 6 de abril, a sub secretária estadual de Planejamento e Gestão, Fernanda Neves, recebeu a Diretoria do Sindicato e afirmou que o GOVERNO NÃO PODE OFERECER NADA AOS DELEGADOS ESSE ANO, já que estudos feitos pela SEPLAG apontaram que o impacto financeiro na Folha de Pagamentos seria além do que é permitido pela Lei de Responsabilidade Fiscal.

    Após a Assembleia, os Delegados fizeram uma passeata indo da sede do SINDEPOMINAS até a ALMG onde foram recebidos pelos deputados da Comissão dos Direitos Humanos, Durval Ângelo, Rogério Correia e também de Ivair Nogueira, Luzia Ferreira, Antônio Lerim, Délio Malheiros, além do ouvidor da Polícia, Paulo Alkmim. As galerias do Plenarinho ficaram completamente lotadas. As fotos de todas as etapas dessa tarde histórica da categoria podem ser conferidas abaixo dos textos seguintes.

    Por requerimento dos Deputados presentes foi aprovada a convocação da Secretária de Planejamento e Gestão do Estado, Renata Vilhena, do Secretário de Estado de Defesa Social, Lafayete Andrada, do Chefe da Polícia Civil, Jairo Lellis e do Presidente do SINDEPOMINAS, Edson José Pereira para comparecerem na audiência pública, em data a ser definida, para esclarecerem a opinião pública sobre os riscos de violação dos direitos humanos dos delegados mineiros em função das péssimas condições de trabalho e dos baixos salários pagos à categoria.

    Veja no youtube o vídeo da passeata no link:

    http://www.youtube.com/watch?v=U7BHOShJxbY

    Diante da indignação geral dos Delegados, a Assembleia deliberou:

    1- Delegados devem trabalhar “somente” o previsto em lei, qual seja: 40h semanais, seguindo o roteiro abaixo:

    a- notificar a chefia imediata – responsável pela elaboração da escala de plantões (modelo sugerido), ressaltando que por imposição legal, não será possível cumprir a escala de plantões e também o expediente.

    b- caso a chefia imediata entenda por insistir no cumprimento da escala de plantões concomitante com o expediente, o delegado deverá impetrar Mandado de Segurança (por cidade/região). O departamento jurídico do SINDEPO possui a petição elaborada, estando disponível para distribuição da ação por protocolo integrado do Poder Judiciário e/ou envio via sedex.

    2- Paralisação de 24 horas no dia 12.04.2011: Os delegados deverão promover ações visando a angariar a simpatia da população, membros do Poder Judiciário, Ministério Público e Defensoria Pública. Tais ações devem ser previamente agendadas junto aos órgãos acima mencionados, dando ampla divulgação na imprensa local/regional.

    a- Os delegados devem afixar faixas, cartazes e distribuir panfletos com os seguintes dizeres:

    “MOVIMENTO DA ESTRITA LEGALIDADE E HUMANIZAÇÃO DA POLÍCIA JUDICIÁRIA” (faixa)

    “Você sabia que os delegados de polícia mineiros recebem um dos piores salários do Brasil?” (santinho/mosquitinho)

    “A Segurança em Minas está em risco! Você sabia que mais da metade dos municípios mineiros não possuem Delegados de Polícia?” (santinho/mosquitinho)

    obs: Os custos para os materiais serão ressarcidos pelo SINDEPOMINAS, mediante a apresentação de nota fiscal (desde que sejam respeitados os dizeres aprovados na AGE)

    Obs: a uniformização e divulgação do movimento são importantes para o sucesso de nossa coesão/união.

    O delegado de polícia, em especial aqueles lotados em grandes centros, devem presidir pessoalmente todos as oitivas do APFD, pois o movimento é da estrita legalidade. Objetivo: melhorar a qualidade dos trabalhos em detrimento da quantidade. O delegado não deve se preocupar com o acúmulo da demanda nem com pressões internas e externas.

    4- Os delegados devem adotar os preceitos emanados pela Recomendação nº01/10, uma vez que as atribuições legais estão celebradas na Constituição Federal e somos DELEGADOS DE POLÍCIA, pertencentes as carreiras jurídicas do Estado de Minas Gerais, portanto, conhecemos e devemos aplicar a lei sempre, sem jeitinhos e conivências.

    5- O delegado deve se comportar nas reuniões de IGESP com atitudes padronizadas, sendo sugeridas:

    a- Não coadunar com a política de mascaramento dos atuais índices de criminalidade;

    b- Não admitir comportamento de outras instituições que indiquem usurpação das funções de Delegado de Polícia;

    c- Demonstrar que os Delegados estão trabalhando “dentro” da estrita legalidade/humanização.

    obs: futuras orientações serão divulgadas no site http://www.sindepominas.com.br; Sindeponews e emails, telefones;

    Pontualmente, o SINDEPOMINAS orienta o seguinte:

    1. Formar Comissão de Delegados para Mobilização na RMBH e Interior do Estado;

    2. Adotar senhas para atendimento de ocorrências e expedientes nas Unidades Policiais na ordem de chegada e conforme as condições de trabalho;

    3. O Delegado de Polícia deverá presidir pessoalmente todos os flagrantes e oitivas;

    4. Estimular os Delegados de Polícia a não aceitarem servidores das prefeituras municipais para o exercício das funções de escrivão, vistoriador, identificador e de demais funções administrativas policiais;

    5. O SINDEPOMINAS vai iniciar imediata sensibilização dos Chefes de Departamento para que não sejam firmados mais convênios com Prefeituras municipais para o fornecimento às delegacias de Polícia de materiais de escritório, combustível e de outros bens imprescindíveis ao trabalho dos policiais civis no Estado;

    6. Estimular o ajuizamento de Mandados de Segurança em todas as Delegacias Regionais com a finalidade de dar cumprimento à Lei que regulamenta a jornada de trabalho de 40 horas semanais;

    7. O SINDEPOMINAS disponibilizará no site da entidade o formulário para requerimento do cumprimento da jornada de 40 horas semanais, que deverá ser preenchido pelo Delegado e encaminhado ao Delegado Regional;

    8. O Delegado deverá afixar no inquérito policial o adesivo com a seguinte mensagem: “INQUÉRITO PRESIDIDO PELO DELEGADO QUE RECEBE O PIOR SALÁRIO DO PAÍS”;

    9. O SINDEPOMINAS está fornecendo um adesivo-botton para uso regular de todos os Delegados em suas atividades durante o movimento reivindicatório da categoria;

    10. Afixar em todas as unidades da Polícia Civil no interior e na Capital o cartaz: “Conheça a verdade. Delegado de Polícia de Minas tem o pior salário do País. A sua segurança está em perigo.”

    11. Realizar uma panfletagem durante todo o dia 15 de abril na Praça Sete em BH para sensibilizar a população sobre as condições críticas de trabalho e o tratamento do governo dado à categoria;

    12. Promover uma mobilização com faixas e cartazes na Esplanada dos Ministérios em Brasília e uma panfletagem junto aos membros do legislativo federal no dia 27 de abril;

    13. Realizar a visita à Redação da Folha de São Paulo no dia 25 para pautar o jornal na produção de matéria abordando a situação crítica do trabalho dos Delegados de Polícia no Estado de Minas Gerais.

    14. Orientar o Delegado participante do IGESP a adotar as seguintes diretrizes:

    a) Não coadunar com políticas de mascaramento dos atuais índices de criminalidade apresentados pelo governo estadual,
    b) Não admitir qualquer comportamento de Policiais Militares que indique usurpação das funções da Polícia Civil e
    c) Demonstrar que os Delegados de Polícia estarão trabalhando, a partir de agora, em definitivo, somente dentro da estrita legalidade/humanização da Polícia Civil de Minas Gerais;

    Fonte:
    Sindepominas.

  347. maria silva

    -

    11/04/2011 às 11:03

    ERRATA:

    Prezados Policiais do Brasil!
    Sugiro que a classe, em particular o Capitão Assunção, ou o soldado Almança, ou A COBRAPOL, ou ainda as demais entidades, que estão sempre na dianteira na luta pela PEC 446/300; deveriam entrar em contato com o Sargento Alves e aproveitar o momento para ele ser um dos portavozes da nossa PEC. Agendar um encontro com o congresso ou com a presidência, e procurar a mídia para denunciar e mostra a realidade da nossa luta. Este fato, daqui a uma semana será esquecido, e o Sargento Alves ninguém mais ouvirá falar, nem da trágica chacina. Não é querer se aproveitar do episódio infeliz no Rio de Janeiro. Mas, mostrar a sociedade o desinteresse do governo quando o assunto é segurança. Lembram da ocupação nos morros do Rio? Ninguém mais fala, os traficantes, certamente já voltaram para lá, vendendo seus bagulhos. O governo só faz teatro quando acontece algo. Não se planeja nada, só se mobilizam quando a imprensa denuncia ou acontece um fato novo que repercute. Vão ver a situação das delegacias, dos quartéis, das insatisfações dos policiais, mas mesmo assim, estão na batalha como o sargento Alves, que deixam as suas famílias, seus filhos, e não sabem se voltarão no fim do expediente.
    Quando será que o Senhor Marco Maia e a Presidente Dilma darão o sinal verde para essa “BENDITA” PEC 300/446, que serviu de boi de piranha no governo passado para a pauta e aprovação de outras medidas e leis; e que, no atual governo continua emperrada, vagando como espectro na câmara dos deputados para lá e para cá.
    Senhores deputados, governadores e executivo (Presidente Dilma), pautem a PEC 300/446, atual Emenda Constitucional n° 002/10, como forma de reconhecer uma classe que dedica a sua vida em prol da segurança do cidadão, apesar de alguns comentários difamantes contra a classe, todavia, na sua maioria são profissionais honestos e preocupados com a segurança da sociedade, apesar dos baixos salários.
    PEC 300/446 – UMA QUESTÃO DE JUSTIÇA E DE RECONHECIMENTO.
    QUALIDADE DE VIDA É O ANSEIO DE TODO O CIDADÃO E TRABALHADOR.

  348. maria silva

    -

    11/04/2011 às 10:52

    Prezados Policiais do Brasil!
    Sugiro que a classe, em particular o Capitão Assunção, ou o soldado Almança, ou A COBRAPOL, ou ainda as demais entidades,que estão sempre na dianteira na luta pela PEC 446/300; deveriam entrar em contato com o Sargento Alves e aproveitar o momento para ele ser um dos portavozes da nossa PEC. Agendar um encontro com o congresso ou com a presidência, e procurar a mídia para denunciar e mostra a realidade da nossa luta. Este fato, daqui a uma semana será esquecido, e o Sargento Alves ninguém mais ouvirá falar, nem da trágica chacina. Não é querer se aproveitar do episódio infeliz no Rio de Janeiro. Mas, mostrar a sociedade o desinteresse do governo quando o assunto é segurança. Lembram da ocupação nos morros do Rio; ninguém mais fala, os traficantes, certamente já voltaram para lá, vendendo seus bagulhos. O governo só faz teatro quando acontece algo. Não se planeja nada, só se mobilizam quando a imprensa ou acontece um fato novo que repercute. Vão ver a situação das delegacias, dos quartéis, das insatisfações dos policiais, mas mesmo assim, estão na batalha como o sargento Alves, que deixam as suas famílias, seus filhos, e não sabem se voltarão no fim do expediente.
    Quando será que o Senhor Marco Maia e a Presidente Dilma darão o sinal verde para essa “BENDITA” PEC 300/446, que serviu de boi de piranha no governo passado para a pauta e aprovação de outras medidas e leis; e que, no atual governo continua emperrada, vagando como espectro na câmara dos deputados para lá e para cá.
    Senhores deputados, governadores e executivo (Presidente Dilma), pautem a PEC 300/446, atual Emenda Constitucional n° 002/10, como forma de reconhecer uma classe que dedica a sua vida em prol da segurança do cidadão, apesar de alguns comentários difamantes contra a classe, todavia, na sua maioria são profissionais honestos e preocupados com a segurança da sociedade, apesar dos baixos salários.
    PEC 300/446 – UMA QUESTÃO DE JUSTIÇA E DE RECONHECIMENTO.
    QUALIDADE DE VIDA É O ANSEIO DE TODO O CIDADÃO E TRABALHADOR.

  349. Jose M de Oliveira

    -

    10/04/2011 às 20:44

    Ainda bem que existe alguns seres humanos confiáveis e de boa índole, como é o caso dos jornalistas que nos informam, bem como alguns dos ilustres representantes do povo brasileiro. No Brasil, as autoridades parecem sofrer de miopia aguda e só abrem os olhos quando é tarde de mais ou quando algo grave já aconteceu, esta é minha opinião como brasileiro. Nossos representantes começam a visar seus interesses pessoais e são contagiados pela “miopia” não vendo mais seus compromissos com as bases que o elegeram. Infelizmente, o perfil de nossos representantes políticos é a regra dita por Rivelino “Levar vantagem em tudo!” e o resto que se dane. Como falar em fio de bigode quando se fala de honrar um compromisso se não se respeita nem um documento oficial assinado? Não sei mais o que dizer ou em quem acreditar, apenas esperar, esperar, esperar. Um eleitor desiludido.

  350. PMMT

    -

    10/04/2011 às 19:17

    AGRADEÇO AO CARO JORNALISTA PELO ACOMPANHAMENTO E REGISTRO DOS FATOS RELATIVOS A PEC 300, E VEJO QUE O SR. DIZ QUE É CONTRA A GREVE DE CORPORAÇÕES ARMADAS PELO ESTADO, ENTÃO GOSTARIA QUE SABER QUAL FORMA, UM GRUPO DE TRABALHADORES PODE DEMONSTRAR SUA INSATISFAÇÃO COM O EMPREGADOR, QUE NÃO A GREVE? TODAS AS CATEGORIAS TEM DIREITO A GREVE, MÉDICOS, QUE NO MEU PONTO DE VISTA, SÃO TÃO ESSENCIAIS QUANTO A POLÍCIA, PODEM FAZER GREVE, PORQUE NÓS NÃO PODEMOS FAZER GREVE? SOMOS SUFOCADOS POR UM REGULAMENTO, QUE É O CÉU PARA OS OFICIAIS, E O INFERNO PARA OS PRAÇAS, NÃO TEMOS PROGRESSÃO DE CARREIRA, NÃO RECEBEMOS HORA EXTRA (E FAZEMOS MUITO), NÃO RECEBEMOS AUXILIO FARDAMENTO, NÃO RECEBEMOS ALIMENTAÇÃO, ETC. A SITUAÇÃO, INFELIZMENTE, NÃO SE REFERE APENAS AO SALÁRIO BAIXO.AGRADEÇO A ATENÇÃO DISPONIBILIZADA.

    Caro PMMT, não cabe a mim sugerir o que vocês devem fazer. Mas, nas democracias, há mil formas de pressão aceitáveis e legítimas. A greve é recurso que deve ser considerado extremo e, no caso de corporações armadas pelo Estado, não têm cabimento. Vocês são centenas de milhares pelo Brasil, e organizar-se para votar em determinados candidatos, nas eleições, é um caminho óbvio. Não custa lembrar ainda que todos os deputados e senadores têm email e telefone.

  351. Francisco de Assis da Silva Farias

    -

    10/04/2011 às 10:12

    Obrigado sr. jornalista Ricardo Satti, pelo apoio que está dando a nossa causa.
    Francisco Farias PMERJ,RIO.

    Caro Francisco, eu estou apenas divulgando um fato importante, e com isso cumprindo minha obrigação. Depois desse post que você leu, escrevi vários outros com mais informações, que eu considero mais importantes. Você deve estar comentando este, especificamente, porque foi divulgado em blogs de seus companheiros, suponho. Mas continue visitando meu blog porque estou sempre informando e comentando sobre a PEC-300/406, que agora já mudou de nome outra vez.

    Abraços

  352. Assis Matos

    -

    09/04/2011 às 20:43

    Pec 300 aprovação jà os poliçiais e bombeiros e todos os profissionais de segurança publica estão necessitando!!!

  353. roberto Gonçalves de Lima

    -

    09/04/2011 às 17:14

    Obrigado sr Jornalista Ricardo Setti pela oportunidade, a PEC 300 irá passar, Nós policiais Militares ainda estamos deitados em berço explendido, mas isso esta mudando rapidamente, até por necessidade nossa categoria, ainda covarde quando se trata de lutar pelos próprios direitos, vai despertando, e em breve exerceremos na plenitude nossa cidadania.

  354. CB BM RJ

    -

    09/04/2011 às 13:45

    A cada dia concordo com o irmão quando afirma que “juntos somos fortes”.
    Chegamos ao momento Srs. temos de unir forças e aumentar a pressão pois eles terão que ceder.
    Mobilizemos companheiros, por mais incrível que possa parecer ainda existem os que permanecem extáticos, familiares, amigos, vizinhos. Muito se fala em política, pouco se faz. Apoiemos quem nos apóia, lutemos ao lado de quem nos apóia, marchemos juntos no bom combate. Esta é a nossa luta.

  355. Wilian Carlos A. Filho

    -

    09/04/2011 às 0:09

    1969, contratado CLT no DETRAN/MG, ganhava UM salário mínimo da época, 1976 optei pela PMMG, para ganhar 10 salários mínimos da época. Hoje, já com 13 anos na reserva, vários cursos de especialização durante a carreira, quatro promoções por bons serviços prestados, ganho atualmente 6 (seis) salários mínmos. Ou seja, menos 4 salários que no início da carreira. PEC-300?/08 Jááááááááááá!!!

  356. César de Campos

    -

    08/04/2011 às 18:19

    Caros amigos.

    Diz o ditado: O pior cego é aquele que não quer enxergar. É exatamente desta maneira que o governo federal tem se comportado diante do clamor das instituições de segurança públicas de todo País pela votação da Pec 300, em 2º turno, que tem sido retardada estrategicamente pelo governo federal desde o ano passado, com o apoio dos governadores de estado. Os governadores sempre que assumem seus cargos após as eleições, alegam que nada podem fazer com relação aos salários, porque seus antecessores rasparam o fundo do cofre ou que tal situação salarial já vem de outros tantos governos passados. Na verdade, cada macaco somente olha o seu rabo, enquanto deveriam se preocupar com o bem estar de toda a sociedade que o elegeu ou que o reelegeu, como é o caso do governador Sergio Cabral.
    Achar que segurança pública não é prioridade ou não deva ser tratada com seriedade , pode custar ao governo do estado grandes dissabores, uma vez que, as mobilizações vem se fortalecendo e se organizando cada vez mais, dispertando aqueles que ainda se faziam adormecidos pelo desinteresse. A sociedade hoje começa a fazer eco para a aprovação da Pec 300, como o jornalista Ricardo Setti, da revista VEJA, a quem nós devemos agradecer, por entender a necessidade de valorizar e aprimorar a segurança pública.

  357. Fernando

    -

    08/04/2011 às 14:34

    “Quando erram, nós não os perdoamos. Somos, freqüentemente, implacáveis com eles. Até que, num fim de semana trágico, vislumbramos o que seria de nós sem a polícia. Aos mortos, e aos vivos, o Fantástico faz um tributo.

    Eles são a linha de frente da democracia. Para além de manter a ordem, sua função é garantir nossa liberdade.
    Há coisas que consideramos certas, como o ar que se respira, e que só valorizamos quando as perdemos: como a saúde, a liberdade, a vida.

    É fácil criticá-los, são eles que morrem por nós. Num fim de semana, trinta e cinco se foram. Dia das mães, dia do enterro dos filhos.

    Policiais civis… Militares… Um bombeiro!

    O nome oficial é agente do estado, mas, desde crianças, aprendemos a chamá-lo de ‘seu guarda’. Guardam. Vivem, e morrem, para nos guardar.
    Quem sabe, esta tragédia não seja a oportunidade que nos faltava para refletir sobre esses homens e mulheres que, por tão pouco soldo, protegem algo muito frágil, delicado:A CONSTRUÇÃO DO BRASIL.”

    PEDRO BIAL

    FONTE:http://www.pm.sc.gov.br/website/rediranterior.php?act=1&id=892

    PARABÉNS SARGENTO ALVES, POR SALVAR TANTAS VIDAS COLOCANDO A SUA EM RISCO, VOCÊ É UM EXEMPLO PARA TODOS OS POLICIAIS DO BRASIL!!!!!!!!!!!!!

  358. Capitão Assumção

    -

    08/04/2011 às 10:58

    Sargento Alves e a PEC 300

    Sargento Alves, policial militar há 18 anos, no dia 7 de abril de 2011, impediu que a tragédia em uma escola de Realengo, Rio de Janeiro tomasse dimensões sem limites. Sua ação rápida e eficaz tirou de circulação um maníaco descontrolado, poupando muitas vidas de inocentes.

    Capitão Assumção

    O fatídico 7 de abril de 2011 será lembrado para sempre como o dia em que um maníaco tirou a vida de inocentes estudantes. Todo o ano a imprensa brasileira fará menção ao episódio que banhou de sangue uma escola do Rio de Janeiro.

    Em virtude desse fato não posso deixar de mencionar que a tragédia poderia ter sido muito maior e por isso quero fazer referência a um policial militar, o sargento Márcio Alexandre Alves, do Batalhão de Policiamento Rodoviário. A imprensa escreve que ele “se transformou em herói”.

    Ele sempre foi herói. Se ocorressem mil ações em que vidas estivessem na iminência de se esvaírem ele entregaria a dele para resgatá-las. E nesse dantesco 7 de abril coube a um famélico policial, garantidor da liberdade dos cariocas, essa atuação renomada de tirar de circulação um louco que tinha o objetivo de eliminar quantas crianças fosse possível.

    Foi uma tragédia sem precedentes, que jamais será esquecida por nós brasileiros e por todo o mundo. Mas essa tormenta poderia ter sido muito maior. A ação desprendida do Sargento Alves, que já nasceu herói, ao neutralizar para sempre um atormentado mental, evitou que essa angústia fosse de dimensões muito maiores, talvez triplicadas. O que estava em jogo não era a sua vida mas a de indefesas crianças. Deus protegeu a vida do policial.

    Dentro em breve, as pessoas esquecerão esse momento de dor. Agora, a cada ano, homenagens justas serão feitas aos infantes adormecidos. Sargento Alves será esquecido. Um bravo que já nasceu herói, como todos os profissionais da segurança pública que como ele lutam diariamente para sobreviver, dia após dia, diante da inércia do estado que os abandona ao léu, remunerando-os com um salário de fome.

    E foi justamente pelas mãos do Sargento Alves, policial militar há 18 anos, da Corporação que tem um dos mais baixos salários do Brasil, que a dor dos brasileiros deixou de ser maior. Um policial que sonha e merece ter o piso salarial nacional (PEC 300) como uma realidade em sua vida. Ele faz jus e merece ser enaltecido pelo trabalho heróico que desenvolve. Como todos os demais.

    Só os governos não querem ver a magnitude do trabalho desses heróis anônimos reconhecida. Uma senhora, Giudete de Vasconcelos, que tem três netas naquela escola, falou pessoalmente ao Sargento Alves: ‘Em uma hora dessas, temos que dar valor a esses profissionais. O meu neto poderia ter sido atingido, mas ele está bem em casa. Ele é um herói’.

    Alves, envolvido pela dor das crianças assassinadas, desabafou: ‘tenho tristeza por essas crianças, tenho filhos, mas também tenho um sentimento de dever cumprido. A tristeza não vai sair fácil da nossa memória, mas cumpri a minha parte. Se eu tivesse chegado 5 minutos antes, talvez tivesse evitado muita coisa’.

    O governador Sérgio Cabral, administrador de um dos mais ricos estados do Brasil, como sempre, se resumiu em dizer que o nosso Sargento Alves foi um herói. Ele sempre foi herói. Pelas suas ações, por esta do dia 7 e pela abnegada atitude em servir a um estado que deixa à míngua os seus valentes.

    Falta ir além, governador. Policial sente fome. Tem família. Quer dignidade. Vá além das palavras. O piso salarial nacional dos bombeiros e policiais, a PEC 300, está travada na Câmara dos Deputados. Movimente-se para aprová-la. Saia da inércia, Sérgio Cabral. O nosso Sargento Alves, policial brasileiro, merece a PEC 300.

  359. mana

    -

    08/04/2011 às 10:35

    Quando surgem as tragédias, aí aparecem os oportunistas, como o discurso da Dilma, do governador do Rio Sérgio Cabral, dizendo que o Sargento Alves é um herói. Se eles estivessem preocupados com segurança, a Dilma não estaria ligando para a Câmara dos Deputados para vetar a PEC 300/446, e o Sergio, com outros governadores articulando com o governo federal em não pautá-la. É muita cara-de-pau.
    Quantos cidadãos brasileiros morrem diariamente por bandidos, inclusive policiais em atividades, e não aparece presidente nem governadores para derramar uma lágrima para eles, pois são mortes pontuais e não coletivas.
    Lamentável o ocorrido, pobres crianças!
    Amanhã, eles já esquecem, e ficam esperando uma nova tragédia para subir ao palco para a sua nova representação teatral.
    Se o executivo (Dilma), os parlamentares (Câmara dos Deputados – Sr. Marco Maia) – e governadores estivessem interessados com segurança, pautariam hoje mesmo, dia 07.04.2011, a PEC 300/446, atual Emenda constitucional n° 002/10. Como iniciativa para realmente se pensar em segurança com qualidade e eficiência. Não fale que a polícia é corrupta. O próprio ESTADO BRASILEIRO está fomentado esta atual situação. A violência não é problema de polícia e, sim, do sistema holístico, governo federal, judiciário. É a ausência de leis severas e punitivas, cultural. A valorização policial, como um salário digno e motivamente, é apenas mais um item deste cancro chamado INSEGURANÇA..

    Corroborando com esta visão anexo o comentário do capitão Assunção retirado do seu blog:

    Sargento Alves, policial militar há 18 anos, no dia 7 de abril de 2011, impediu que a tragédia em uma escola do Rio de Janeiro tomasse dimensões sem limites. Sua ação rápida e eficaz tirou de circulação um maníaco descontrolado, poupando muitas vidas de inocentes.

    Postado pelo Capitão Assumção

    O fatídico 7 de abril de 2011 será lembrado para sempre como o dia em que um maníaco tirou a vida de inocentes estudantes. Todo o ano a imprensa brasileira fará menção ao episódio que banhou de sangue uma escola do Rio de Janeiro.
    Em virtude desse fato não posso deixar de mencionar que a tragédia poderia ter sido muito maior e por isso quero fazer referência a um policial militar, o sargento Márcio Alexandre Alves, do Batalhão de Policiamento Rodoviário. A imprensa escreve que ele “se transformou em herói”.
    Ele sempre foi herói. Se ocorressem mil ações em que vidas estivessem na iminência de se esvaírem ele entregaria a dele para resgatá-las. E nesse dantesco 7 de abril coube a um famélico policial, garantidor da liberdade dos cariocas, essa atuação renomada de tirar de circulação um louco que tinha o objetivo de eliminar quantas crianças fosse possível.
    Foi uma tragédia sem precedentes, que jamais será esquecida por nós brasileiros e por todo o mundo. Mas essa tormenta poderia ter sido muito maior. A ação desprendida do Sargento Alves, que já nasceu herói, ao neutralizar para sempre um atormentado mental, evitou que essa angústia fosse de dimensões muito maiores, talvez triplicadas. O que estava em jogo não era a sua vida mas a de indefesas crianças. Deus protegeu a vida do policial.
    Dentro em breve, as pessoas esquecerão esse momento de dor. Agora, a cada ano, homenagens justas serão feitas aos infantes adormecidos. Sargento Alves será esquecido. Um bravo que já nasceu herói, como todos os profissionais da segurança pública que como ele lutam diariamente para sobreviver, dia após dia, diante da inércia do estado que os abandona ao léu, remunerando-os com um salário de fome.
    E foi justamente pelas mãos do Sargento Alves, policial militar há 18 anos, da Corporação que tem um dos mais baixos salários do Brasil, que a dor dos brasileiros deixou de ser maior. Um policial que sonha e merece ter o piso salarial nacional (PEC 300) como uma realidade em sua vida. Ele faz jus e merece ser enaltecido pelo trabalho heróico que desenvolve. Como todos os demais.
    Só os governos não querem ver a magnitude do trabalho desses heróis anônimos reconhecida. Uma senhora, Giudete de Vasconcelos, que tem três netas naquela escola, falou pessoalmente ao Sargento Alves: ‘Em uma hora dessas, temos que dar valor a esses profissionais. O meu neto poderia ter sido atingido, mas ele está bem em casa. Ele é um herói’.
    Alves, envolvido pela dor das crianças assassinadas, desabafou: ‘tenho tristeza por essas crianças, tenho filhos, mas também tenho um sentimento de dever cumprido. A tristeza não vai sair fácil da nossa memória, mas cumpri a minha parte. Se eu tivesse chegado 5 minutos antes, talvez tivesse evitado muita coisa’.
    O governador Sérgio Cabral, administrador de um dos mais ricos estados do Brasil, como sempre, se resumiu em dizer que o nosso Sargento Alves foi um herói. Ele sempre foi herói. Pelas suas ações, por esta do dia 7 e pela abnegada atitude em servir a um estado que deixa à míngua os seus valentes.
    Falta ir além, governador. Policial sente fome. Tem família. Quer dignidade. Vá além das palavras. O piso salarial nacional dos bombeiros e policiais, a PEC 300, está travada na Câmara dos Deputados. Movimente-se para aprová-la. Saia da inércia, Sérgio Cabral. O nosso Sargento Alves, policial brasileiro, merece a PEC 300.

  360. SD BM PA

    -

    07/04/2011 às 22:52

    CARAVANA ATÉ BRASÍLIA.DIAS 10 E 11 DE MAAIO DEVEMOS,PRECISAMOS ESTAR LÁ.NOSSA PEC300 PRECISA ENTRAR NA PAUTA.QUEREMOS O ANDAMENTO DA PEC300.FORÇA A TODOS E LEMBRANDO SEMPRE…PEC300!UMA LUTA MUITO JUSTA! AO JORNALISTA RICARDO SETTI OBRIGADO POR ESTE ESPAÇO E POR ACOMPANHAR A PEC300!

  361. Deivid Alves

    -

    07/04/2011 às 17:29

    Nada mais justo, tendo em vista que se a criminalidade cresce a cada ano, de nada tem culpa a PM, a PC e, tão pouco, os Bombeiros, a culpa é, como tudo que acontece neste país, do sistema (governo), pois teimam com a sociedade em vários assunto, um dos mais discutido, a diminuição da maior idade penal, de 18 para 16 anos, outro assunto é leis penais mais severas e fim de intutos para criminosos perigosos. Então os policiais, com tudo isso, são desanimados a trabalhar, pois se revida uma agressão injusta são condenados e, é assim, que cansamos de ver nas reportagens, apesar de serem materias editadas e não monstram tudo o que acontece. PEC 300 já. Nossos profissionais de segurança pública tem que ser valorizados…

  362. cleide maria de carvalho

    -

    07/04/2011 às 12:18

    eu acho um absurdo!o governo ainda não ter dado esse aunmento aos policiais militares e civis do brasil, olhe a desgraça! que esta o brasil,curitiba uma cidade modelo até pouco tempo atras,hoje ja é conhecida como modelo de criminalidade!como pode-mos confiar nesta politica de mentirosos ladrões que ja alguns anos instalou-se em nosso país nem governo federal e tão pouco estadual merece confiança,aja visto as promessas do beto richa em sua campanha eleitoral aos policiais do pr a desculpa é os gastos do vagabundo governo anterior,mas como explicar os alugueis de jatinhos e elecopteros feito pelos deputados e vereadores do pr,sr governador beto richa que vergonha ter votado em voce mas como dizem sempre tem a primeira vez,não havera a segunda tenho pena a classe policial do pr coitados!
    é?! que triste!

  363. FREITAS

    -

    07/04/2011 às 12:17

    RICARDO,se nois somos policiais civis,militares e bombeiros,vc diz que e contra a greve de nossa categoria,entao o que vc sugere???pois os politicos nao dao a minima importancia com nossas reinvidicaçoes pacificas e ordeiras,tanto e que ja morreram companheiros nossos indo ate o df participar dessas reinvidicaçoes e os politicos nao fizeram nada.e quantos e quantos policiais morrem diariamente no brasil,vitimas das condiçoes precarias em que vivem com suas familias devido exclusivamente ao salario miseravel que recebem.

    Há inúmeras formas de pressão legítimas e que funcionam, caro Freitas. Meu papel não é o de oferecer sugestões, mas são incontáveis as maneiras de expressar o desejo da categoria profissional. De fato sou total e absolutamente contra greves de corporações armadas pelo Estado. É absolutamente antiético e incorreto, além de ser discutível se é legal.

  364. maria silva

    -

    07/04/2011 às 11:59

    Prezado Jornalista!
    É só acessar o site da Câmara dos Deputados: http://www.camara.gov.br
    Veja a farça do governo:
    A PEC 300 é mais consultada no site da CÂMARA, e a 446 é a 3ª por ordem. Juntando as duas que foram aglutinadas, são disparadas as proposições mais consultadas neste site.
    * No item Situação, vocês verão que ela está pronta para a pauta, todavia a Dilma/Marco Maia, como foi com Lula/Michel Temer, insistem em obrigar, de forma injusta e desrespeitando o regime interno da câmara em pautar a PEC 300/446, pois segundo este regime, a PEC já deveria por obrigação já ter sido votada em segundo turno e enviada para o senado, que já se comprometeu em votar em dois turnos no mesmo dia e encaminha-la à sanção do executivo. Porém, de forma arbitrária , a presidência, em conchavo com líderes de partidos, capitaneado pelo eterno bobo da corte chamado Cândido Vacarezza. Vivem, injustamente procrastinando a PEC 300/446 – ESSA É A VERDADEIRA SITUAÇÃO E QUE TODOS DEVEM SABER.
    Abaixo veja a situação:
    Proposição: PEC-446/2009 Avulso
    Autor: Senado Federal – Renan Calheiros – PMDB /AL
    Data de Apresentação: 09/12/2009
    Apreciação: Proposição Sujeita à Apreciação do Plenário
    Matérias sujeitas a normas especiais: Especial

    Proposição Originária: PEC-41/2008
    * Situação: PLEN: Pronta para Pauta.
    Ementa: Institui o piso salarial para os servidores policiais.
    Explicação da Ementa: Altera a Constituição Federal de 1988.
    Indexação: Alteração, Constituição Federal, Segurança Pública, criação, fundo contábil, base de cálculo, receita tributária, cobertura, piso salarial, pagamento, salário, servidor público, policial.
    Despacho:
    16/12/2009 – À Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania Proposição Sujeita à Apreciação do Plenário Regime de Tramitação: Especial
    PLEN (PLEN )
    EAG 1/2010 (Emenda Substitutiva Aglutinativa Global) – Henrique Eduardo Alves
    EAG 2/2010 (Emenda Substitutiva Aglutinativa Global) – Arnaldo Faria de Sá

    Legislação Citada

    Pareceres, Votos e Redação Final
    PLEN (PLEN )
    DVT 1/2010 (Declaração de Voto) – Valdemar Costa Neto

    Apensados
    PEC 300/2008
    PEC 340/2009

    Última Ação:

    Data
    17/8/2010 – PLENÁRIO (PLEN) – Matéria não apreciada em face do encerramento da Sessão.

    10/2/2011 PLENÁRIO (PLEN)
    Apresentação do Requerimento de Inclusão na Ordem do Dia n. 319/2011, pelo Deputado Mendonça Prado (DEM-SE), que: “Requer a inclusão de proposição na pauta do Plenário da Câmara dos Deputados”.(íntegra)

    21/2/2011 PLENÁRIO (PLEN)
    Apresentação do Requerimento n. 441/2011, pela Deputada Nilda Gondim (PMDB-PB), que: “Solicita inclusão na pauta de votações, da Proposta de Emenda à Constituição nº. 446, de 2009, que “Institui o piso salarial para os servidores policiais”".(íntegra)

    1/3/2011 PLENÁRIO (PLEN)
    Apresentação do Requerimento de Inclusão na Ordem do Dia n. 586/2011, pelo Deputado Romero Rodrigues (PSDB-PB), que: “Requer a inclusão na Ordem do Dia da PEC nº 446/2009 (apensada: PEC 300/2008, que dispõe sobre o piso salarial e remuneração dos policiais militares, bombeiros e civis)”.(íntegra)

    15/3/2011 PLENÁRIO (PLEN)
    Apresentação do Requerimento de Inclusão na Ordem do Dia n. 700/2011, pelo Deputado Lourival Mendes (PTdoB-MA), que: “Requer a inclusão na Ordem do dia da Proposta de Emenda à Constituição – PEC Nº 446/2009 “.(íntegra)

    6/4/2011 PLENÁRIO (PLEN)
    Apresentação do Requerimento n. 1165/2011, pelo Deputado João Campos (PSDB-GO), que: “Requer inclusão na Ordem do Dia da PEC nº 446 de 2009, que “Institui o piso salarial para os servidores policiais”".(íntegra)

    Vários deputados com requerimentos insistem em que o Senhor Marco Maia coloque-a na ordem do dia, e o mesmo, como fez o Michel Temer, vive fazendo ouvido de mercador. A conversa de criar comissões é para desviar o foco. Já se fez através do deputado Paulo Pimenta todo um relatório das condições das policias no país, e constatou-se – O QUE NÃO É NOVIDADE – que o item salário é o que tem mais prejudicado a questão da SEGURANÇA NESTE PAÍS.
    Portanto faz-se necessária a PAUTA NA ORDEM DO DIA E APROVAÇÃO IMEDIATA DA PEC 300/446.

  365. ANDRESSA LIMA

    -

    07/04/2011 às 10:48

    IMPORTANTE PARA A PEC 300/446
    ESTÁ NO SITE: ABORDAGEM POLICIAL:
    http://abordagempolicial.com/2011/04/o-stf-decidiu-piso-salarial-nacional-e-constitucional/#more-7686

    “A criação de um piso salarial nacional para os policiais e bombeiros brasileiros fere a constituição e a autonomia dos estados”: acaba de cair por terra este argumento sustentado por aqueles que menosprezam a importância da dignidade salarial para os policiais brasileiros. É que o Supremo Tribunal Federal (STF), por 8 votos a 1 (maioria esmagadora), considerou constitucional a lei que cria o Piso Salarial Nacional dos professores, outra categoria que pena com baixíssimos salários no Brasil.
    Com a decisão, o Supremo abriu um precedente ímpar para a criação do Piso Salarial dos profissionais de Segurança Pública brasileiros, opinião compartilhada por juristas de todo o país, como mostra a matéria do G1:
    O Supremo Tribunal Federal (STF) manteve nesta quarta-feira (6), por 8 votos a 1, a lei que criou o piso nacional de salário do professor, fixado em R$ 1.187,97 para este ano. A decisão considerou como piso a remuneração básica, sem acréscimos pagos de forma diversa pelos estados.
    Promulgada em 17 de julho de 2008, a norma estabelece que nenhum professor da rede pública pode receber menos que o piso nacional para uma carga horária de até 40 horas semanais.
    A lei do piso foi questionada por governadores de cinco estados – Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Mato Grosso do Sul e Ceará. Entre os argumentos da ação estão os custos com a folha de pagamento, que podem ultrapassar o que é estabelecido pela Lei de Responsabilidade Fiscal, e fim da autonomia dos estados e municípios.
    O valor do piso foi calculado em função do reajuste do custo-aluno do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) deste ano.
    O relator do caso, ministro Joaquim Barbosa, defendeu que o piso se refere ao salário básico, sem vantagens ou benefícios e disse que a lei não oferece risco à autonomia dos estados. Barbosa afirmou que os estados tiveram tempo para se adaptar à regra.
    “Não me comove, não me sensibiliza nem um pouco argumentos de ordens orçamentárias. O que me sensibiliza é a questão da desigualdade intrínseca que está envolvida. Duvido que não haja um grande número de categorias de servidores, que não esta, que tenha rendimentos de pelo menos 10, 12, até 15 vezes mais que esse piso”, disse o ministro.
    Também votaram a favor da manutenção do salário mínimo os ministros Ricardo Lewandowski, Cármen Lúcia, Luiz Fux, Ellen Gracie, Celso de Mello e Ayres Britto e Gilmar Mendes. Apenas o ministro Marco Aurélio Mello votou contra a manutenção do piso.
    Para o procurador do Estado de Santa Catarina, Ezequiel Pires, a lei abre precedente para que policiais militares, bombeiros e servidores de saúde tenham piso salarial nacional também.
    Segundo advogado-geral da União, Luís Adams, a existência de regras nacionais não significa uma violação dos princípios federativos. O ministro disse ainda que a lei prevê complementação da União dos valores para o pagamento do piso para estados e municípios que necessitarem. Em 2009, 20 municípios pediram a complementação e, em 2010, foram 40 cidades, de acordo com Adams.
    Leia tudo no G1
    A vitória dos professores mostra que é, sim, possível que se crie um padrão salarial nacional para os policiais, dentro da constitucionalidade vigente, preferencialmente nos termos da Proposta de Emenda Constitucional nº 300, a PEC 300.
    Às associações, parlamentares e demais lideranças representantes dos policiais brasileiros cabe a mobilização da tropa, pressionando o Congresso Nacional no sentido da aprovação da medida. Individualmente, cada policial também é responsável por reivindicar a PEC 300. Só depende de nós.
    *Dica do TC PMBA Lázaro Raimundo.

  366. angélica moraes

    -

    07/04/2011 às 10:37

    ESTÁ NO BLOG DO CAPITÃO , ESTE BALUARTE PRÓ-PEC 300/446. QUISERA OUTROS OFICIAIS SEGUISSEM O SEU EXEMPLO, SÓ ASSIM A PEC 3000/446 JÁ TERIA SIDO PROMULGADA:

    Desde o início dos trabalhos legislativos na Câmara Federal até o fechamento dessa matéria, já foram registrados 20 requerimentos de inclusão na ordem do dia da PEC 300.

    Capitão Assumção

    Fruto de reivindicações dos bombeiros e policiais feitas junto aos deputados de seus estados através de e-mail ou telefone, solicitando aos parlamentares que protocolassem requerimentos a serem encaminhados ao Presidente da Câmara pedindo a inclusão do piso salarial nacional dos profissionais da segurança pública na pauta das propostas a serem votadas em sessões de votação no plenário da Câmara, 20 requerimentos já foram registrados.
    Em dois meses de sessão legislativa a Câmara registrou apenas esse quantitativo de requerimentos de parlamentares preocupados com a conclusão desta matéria, que está encalacrada no Congresso por determinação do governo. Esse número corresponde a 52,7% de todos os requerimentos apresentados durante o ano de 2010 que naquele período totalizou 38 documentos apresentados. Mas ainda é baixo o registro de requerimentos de inclusão nesse ano.
    Tendo em vista que todos os parlamentares estão recebendo, principalmente por e-mail, os apelos dos trabalhadores da segurança pública de todo o Brasil para que os nobres congressistas formulem esse requerimento, o número de pedidos registrados é irrisório quando comparamos o universo de 513 parlamentares. Apenas 3,7% dos deputados atenderam ao pedido dos nossos bombeiros e policiais para que protocolassem o requerimento de inclusão na ordem do dia da PEC 300.

    Requereram até agora, junto ao plenário da Câmara, pedindo a imediata inclusão da PEC 300 na ordem do dia os seguintes parlamentares: Manato, Átila Lins, Arnaldo Faria de Sá, Andreia Zito, Romero Rodrigues, Nilda Gondim, Dr. Ubiali, Otoniel Lima, Roberto de Lucena, Aguinaldo Ribeiro, Fernando Francischini, Oziel Oliveira, Andre Moura, João Ananias, William Dib, Lindomar Garçon, Edivaldo Holanda Junior, Sandro Alex (2 requerimentos) e Hugo Motta.

    Postado por Capitão Assumção

  367. SD ES

    -

    06/04/2011 às 17:27

    Prezado Ricardo Setti, leio todos os dias os comentários dos Leitores. E sei de sua opnião referente a GREVE, porém penso quando é que os Deputados vão nos dar ouvidos …. será que vamos ter que apelar (eu também sou contra), mas …..

  368. Fernando

    -

    06/04/2011 às 15:16

    pec 300 já.

  369. Fernando

    -

    06/04/2011 às 15:15

    Nota Oficial 03 – Campanha Salarial PM/BM MG 2011
    Em continuidade à elaboração das estratégias da Campanha Salarial 2011, as entidades de classe (CSCS, UMMG, Aspra, COPM, AOPMBM e ASCOBOM) e representante do deputado Estadual Sargento Rodrigues estiveram reunidos na última terça-feira (29/03), na sede do Clube dos Oficiais da PMMG.

    Dentre os assuntos deliberados, ficou definido que, para garantir a participação dos companheiros do interior na ASSEMBLEIA GERAL DA CLASSE, que acontece em Belo Horizonte no próximo dia 13/04, às 14h, no auditório do COPM, serão disponibilizados pelas entidades de classe aproximadamente 30 ônibus, que sairão de algumas cidades pólos do interior, conforme lista que segue abaixo. Os interessados deverão entrar em contato, o mais breve possível, com o responsável pela reserva dos lugares em sua cidade, pois o número de vagas é limitado.

    Não tenham medo de lutar pelo seu salário. A hora de reivindicar é agora. A sua presença é fundamental para a consolidação da campanha.

    FONTE: http://www.sargentorodrigues.com.br/noticias/nota-oficial-03-campanha-salarial-pm-bm-2011.html

  370. Silvio.

    -

    06/04/2011 às 14:22

    PARABÉNS,A HORA É ESSA POIS O MUNDO ESTÁ DE OLHO NO BRASIL DEVIDO MEADOS À COPA DO MUNDO É A HORA DE MELHORARMOS NOSSA SITUAÇAO É AGORA OU NUNCA,VAMOS NOS UNIR PELA MELHORIA DE VIDA DAS NOSSAS FAMÍLIAS E DE TODA SOCIEDADE DE BEM DO BRASIL,POIS O POVO BRASILEIRO DEPENDE DAS POLÍCIAS E DOS BOMBEIROS PARA VIVEREM MELHOR …

  371. mana

    -

    06/04/2011 às 13:14

    Até que enfim este site colocou uma matéria atualizada sobre algo da PEC 300.
    Vamos parar de criticar e sermos céticos quanto à PEC 300/446.
    Vamos planejar ações para pressionar a Câmara em pautar a PEC 300/446. Entrem nos blogs do Capitão Assunção; do soldado almança; da COBRAPOL da polícia civil; no próprio site deste jornalista: Ricardo Setti; no site da Câmara do Deputados e mandem e-mail para o MARCO MAIA (presidente da Câmara), e fique atualizado no que está se fazendo em relação à nossa PEC. Se os policiais não podem fazer greves, mas podem enviar e-mails à câmara e imprensa, divulgando a causa. Colaborem com as entidades que estão enviando colegas para Brasília. Não é momento para desanimo e, sim, para engajamento e participação pró-ativa.
    Existem deputados – que é maioria – que querem votar a PEC 300/446. O entrave é o MARCO MAIA (PRESIDENTE DA CÂMARA); A Dilma; O Cândido Vacarezza/PT-São Paulo; o Fernando Ferro/PT-PE; os governadores, todavia a pressão e as mobilizações é que irá fazer a diferença.
    A PEC ESTÁ VIVA, DEPENDE DE NÓS!

  372. paulo rubens

    -

    06/04/2011 às 11:33

    A MOBILIZAÇÃO PRÓ PEC 300/446 CONTINUA E ESTÁ VIVA:

    05/04/11 – Foi um sucesso o show da PEC/300/446
    Foi um sucesso o ato-show promovido pela Cobrapol e o Sindicato dos Funcionários da Polícia Civil do Estado do Amazonas (Sinpol-AM), dia 1º de abril, em prol da aprovação pelo Congresso Nacional das Propostas de Emenda à Constituição (PECs) 446/300, que criam o Piso Salarial Nacional para os policiais civis, militares e bombeiros.

    A atividade contou com a participação de centenas de policiais e representantes de diversas entidades sindicais e de classe de diferentes estados brasileiros. Em função de uma forte chuva, o ato realizado na Praça do Congresso, centro da capital amazonense, teve seu início atrasado em duas horas e começou somente às 18h. Músicos e atrações da terra, como dançarinos de boi, se apresentaram no palco do ato-show.

    As PECs 446/300 foram aprovadas em primeiro turno no plenário da Câmara dos Deputados, na forma da Emenda Constitucional n° 2, no início de março do ano passado. No entanto, sua tramitação foi interrompida em função de um acordo entre líderes partidários no Congresso e o governo Lula. As PECs criam um Piso Salarial Nacional para os policiais civis, militares e bombeiros. Desde que a presidente Dilma e os novos deputados assumiram, a Cobrapol vem realizando um trabalho de convencimento dos parlamentares e busca um diálogo com o governo para que a matéria retorne à pauta de votação da Câmara.

    De acordo com o presidente da Cobrapol, Jânio Bosco Gandra, o próximo ato deve acontecer somente no dia 29 de maio, em Cuiabá, capital do Mato Grosso. “Queremos percorrer todas as capitais que sediarão a Copa do Mundo de 2014, para chamar a atenção do governo e da sociedade para o pleito dos policiais, que nada mais é que uma questão de segurança pública”, afirmou.

    Nesse meio tempo, estão sendo programadas diversas ações em Brasília, no Congresso Nacional, como a realização de painéis humanos e representações teatrais. “São atividades lúdicas e ao mesmo tempo de protesto que devem acontecer ao longo do mês de abril”, informou Gandra.

    Por Giselle do Valle
    Fonte: Imprensa Cobrapol

  373. ricardo medeiros

    -

    06/04/2011 às 9:57

    Mais um efeito da não votação da PEC 300/446.

    Para variar, Policiais da Paraíba também vão deliberar por GREVE.

    Os policiais civis decidiram deflagrar greve de 72 horas a partir de amanhãterça-feira (05/04). A deliberação da categoria ocorreu na assembleia geral, ocorrida na tarde desta sexta-feira (01/04), no Sindicato dos Bancários, se deve pela indefinição do governo do Estado quanto à questão salarial da categoria.

    Os policiais civis também decidiram deflagrar a Operação Padrão

    em todo o Estado a partir desta sexta-feira, ou seja, a categoria só vai trabalhar de acordo com o que determina a legislação. Para isso, o Sindicato dos Policiais Civis de Alagoas (Sindpol) está entregando uma cartilha que possui treze orientações. Entre elas, ir ao local do crime, medidas protetivas, mandados de busca e apreensão e outras ações só com a presença do Delegado de Polícia; ir para qualquer missão somente com colete, armamento e munições em perfeito estado e dentro da validade.

    Como atividade de greve, os policiais civis decidiram realizar ato público em frente ao Palácio do Governo, às 9 horas, para cobrar uma audiência com o governador Teotônio Vilela.

    Os policiais civis estão sem reajuste salarial há dois anos. A proposta do Sindpol, que foi aprovada no Congresso dos Policiais Civis e entregue ao governo, é a implantação do piso salarial de 60% do valor da remuneração dos delegados de Polícia.

    A categoria aguardava alguma definição do governo quanto à proposta salarial elaborada pelo Delegado Geral, Marcílio Barenco, dividida em 16 parcelas, para ser implantada durante os quatro anos do governo Téo Vilela. No entanto, as delegadas Lucy Mônica e Rebeca Cordeiro, representando o delegado Geral, compareceram a assembleia para entregar o impacto financeiro da proposta.

    Na assembleia, o presidente do Sindpol, Carlos Jorge da Rocha, destacou que não havia definição do governo, ressaltando que o próprio delegado geral informou que estava tendo dificuldade para se reunir com o secretário da Fazenda, Maurício Toledo, e tratar do pleito da categoria.

    O presidente da CUT, Izac Jacson, e o secretário geral da Central autônoma dos trabalhadores haitianos Fignolé Saint-Cyr, participaram da assembleia geral para prestar apoio aos policiais civis. Izac Jacson foi enfático ao destacar que no Téo Vilela só tem avanço com pressão e mobilização. Ele citou a greve contra o decreto 3555, que revogou reajuste salarial, e a greve de sete meses dos policiais civis.

    Fignolé Saint-Cyr convidou os policiais civis reforçou a luta pela retirada das tropas brasileiras no Haiti e convidou a categoria para ir ao país e conhecer de perto as precárias dos haitianos.

    A greve terá início amanhãterça-feira com a realização do ato público em frente ao Palácio, na próxima sexta-feira, haverá uma assembleia de avaliação, o local e o horário serão definidos pelo comando de greve.

    Fonte:
    SINPOL/AL
    Tânia Alencar

    Pois é, Ricardo. Para mim, que tenho acompanhado o caso todo com assiduidade aqui no blog, a greve é totalmente errada. É inteiramente inadmissível que corporações armadas pelo Estado façam greve. Greve de policiais não tem minha compreensão nem meu apoio. Mobilizações de todo tipo, pacíficas, pressões legítimas, sim. Greve, para mim, de jeito nenhum.
    Abraços

  374. sandro gonçalves

    -

    06/04/2011 às 9:40

    Agora é no Piauí, isso tudo vai desembocar em Brasília:

    FALTAM DEZ DIAS

    POLICIAIS CIVIS

    De acordo com decisão tomada em assembléia geral do Sindicato dos Policiais Civis do Piauí (Sinpolpi), faltam DEZ dias para a Polícia Civil entrar em greve geral por tempo indeterminado no Piauí.

    A greve acontecerá a partir de ZERO HORA do dia 15/04/2011.

    Cristiano Ribeiro, presidente do Sinpolpi, diz que a categoria quer apenas que o Governo cumpra o que foi acordado no ano passado (2010), pagando os 24% de reposição salarial aos policiais civis.

    O governo estaria disposto a pagar o valor, mas somente à prestação em dois anos . ‘Não foi isso que acordamos no ano passado’, dizem os policiais.

    A negociação no ano de 2010 foi feita durante uma greve. Teve a intermediação da OAB, Ministério Público e do Tribunal de Justiça do Piauí.

    Ascom/Sinpolpi

    Fonte:
    Data: 5/4/2011

  375. neto

    -

    06/04/2011 às 9:35

    APAGÃO POLICIAL

    Alerta de apagão policial
    Indícios apontando para uma crise na segurança pública, como a mobilização de policiais de todo o País por salários iguais aos do DF, vêm sendo ignorados pelas administrações

    Guaracy Mingardi – O Estado de S.Paulo

    Um mistério da história é aquilo que a escritora Barbara Tuchman chamou de “marcha da insensatez”. Num livro com esse nome ela mostrou casos em que governos supostamente sensatos apostaram em políticas desastrosas, guiados pela inércia, teimosia ou falta de quem interpretasse os sinais. No Brasil vimos várias dessas marchas; duas deixaram nódoas nas administrações dos últimos presidentes. A equipe de FHC ignorou as carências da geração de eletricidade até o último minuto, o que levou ao racionamento conhecido como “apagão”. Sob Lula, a crise foi na aviação comercial, quando a falta de estrutura deixou muita gente em solo. Os críticos apelidaram a crise de apagão aéreo.

    Como a história nunca se repete, a presidente Dilma pode ter um apagão diferente, o da segurança pública. Vários indícios disso vêm sendo ignorados pela administração pública, principalmente no âmbito estadual. O mais importante é a mobilização de policiais de todo o País apoiando a PEC (Projeto de Emenda Constitucional) que elevaria os salários aos níveis da polícia do DF, a mais bem paga. Posteriormente surgiram modificações que diminuíram o impacto do projeto, criando um piso salarial e deixando para lei complementar defini-lo. Muitos, porém, mantêm a briga pela equiparação com os colegas de Brasília. O problema da PEC original é que nenhum governador aceita pagar a conta. Quebraria seu Estado ou levaria a uma série de reivindicações de outras categorias. Quanto à União, resta saber se tem disposição ou bala na agulha para arcar com parte das despesas. O governador do Mato Grosso do Sul já se pronunciou por uma divisão de custos.

    Enquanto os policiais reivindicam, os Estados diminuem gastos com segurança. O anuário de 2010 do Fórum Brasileiro de Segurança Pública mostra que em 2006 os Estados gastaram 7,55% de sua arrecadação com segurança, e esse número caiu para 6,92% em 2008. A União, por sua vez, aumentou o gasto de 0,95% para 1,23% no mesmo período. Resumo da ópera: os policiais querem mais, os Estados gastam relativamente menos e a União aumenta timidamente. Assim, a equação não vai fechar.

    Há uma década que alguns Estados vêm transferindo parte da carga da segurança para a União. A bolsa-formação, por exemplo, é uma forma de subsidiar policiais que ganham pouco. Com isso governos estaduais se desobrigam de aumentos salariais. Passam o pepino para o governo federal. O problema da bolsa é que é finita, tanto no número de policiais que pode atender como no tempo. Além disso, o policiamento e a investigação da maioria dos crimes, além da manutenção de suas polícias, é atribuição dos Estados, não da União.

    O imbróglio já começou a produzir problemas. Neste ano já foram deflagradas quatro greves: da PM da Paraíba, da Polícia Civil do DF, dos agentes penitenciários de Alagoas e da Polícia Civil da Bahia. No caso baiano, a motivação parece ser mais corporativa do que sindical ? um policial foi morto numa ação da corregedoria. Nos outros casos o motivo foi salarial. E a mobilização pode levar a novas paralisações, como mostram os blogs mantidos por policiais.

    É significativo que entre os grevistas conste a Polícia Civil do DF, cujo salário é o dobro daquele dos policiais civis paulistas. Isso indica que o movimento não leva em conta disparidades regionais. E também não a diferença no contracheque de membros de uma mesma instituição. Existem Estados onde o salário inicial do delegado é cerca de R$ 9 mil e o dos agentes e escrivães R$ 1.500, seis vezes menor.

    Não há dúvidas de que muitos policiais ganham pouco e têm razão em reivindicar. É necessário negociar e abrir a carteira, levando em conta as disparidades regionais e institucionais, mas sem querer passar toda a conta para o governo federal. Uma das principais regras é que quem paga manda, e nenhum governador quer abrir mão do comando das polícias. Nem a União está disposta a aumentar gastos num ano de contenção. Mas se ficar só nisso, numa negociação de salários, perderemos uma oportunidade de mudar o comportamento e a eficácia policial. Os governos têm de discutir em conjunto aumento salarial e de produtividade, para a melhoria da atuação policial tanto na prevenção como na repressão.

    GUARACY MINGARDI É DOUTOR EM CIÊNCIA POLÍTICA PELA USP E MEMBRO DO FÓRUM BRASILEIRO DE SEGURANÇA PÚBLICA

    Fonte:
    Data: 4/4/2011

  376. marta aguiar

    -

    06/04/2011 às 9:32

    E continua o descaso com os policiais pelo Brasil, agora é Rio de Janeiro por falta da PEC 300 e investimentos outros, veja abaixo:

    O Sindicato dos Policiais Civis (Sinpol) terá audiência com a nova chefe de polícia, delegada Marta Rocha, no próximo dia 11, às 14h, para que ela interceda na redução das parcelas do reajuste de 70%, de 48 para 12 vezes.

    Em novembro, o secretário de Segurança Pública, José Mariano Beltrame, assegurou ao SINPOL que o governador iria reduzir o parcelamento para 24 vezes, igual ao concedido aos delegados. O aproveitamento dos cerca de 500 aprovados (excedentes) do concurso de investigador de 2005, também será reivindicado diante do baixo efetivo de menos de 12 mil policiais. Com a suspensão da validade do concurso conseguida pelo Sinpol na 3ª Vara de Fazenda Pública, abriu-se a possibilidade do estado chamar todos os aprovados para preencher as vagas existentes. Esse contingente já passou por todas as etapas do concurso, faltando apenas à convocação para o curso de formação na Acadepol.

    Outro item a ser tratado, é a instalação dos comissariados de polícia nas comunidades carentes ou municípios que não têm delegacias, a exemplo do que existe na Ilha Grande, no sul do estado, onde o comissariado recebe ajuda da iniciativa privada.

    A Policlínica da Polícia Civil anunciada pelo ex-subchefe de polícia Waldeck Monteiro, a ser construída no Estácio, também será abordada na reunião com Marta Rocha.

    - Diante do abandono em que se encontra o Hospital da Polícia Civil, na Praça Mauá, sem emergência e internação, os policiais reivindicam do governo um plano de saúde que atenda todos os policiais civis do estado, enquanto a policlínica não ficar pronta – explica o comissário Bandeira, presidente do SINPOL.

  377. vanessa gama

    -

    06/04/2011 às 9:26

    E a onda de protesto continua pelo país. e este governo continua como o anterior, sem querer votar a PEC 300, pior para eles e para a sociedade. Vamos até Brasília – AGUARDEM!

    O Sindpoc/BA convoca assembléia
    geral para o dia 7 de abril

    O Sindicato dos Policiais Civis do Estado da Bahia (Sindpoc) retificou a data da assembléia geral da categoria do dia 1 para o dia 7 de abril. O motivo da mudança é a viagem da comitiva do Sindpoc a Manaus, convocada pela COBRAPOL, que na data irá acompanhar a caminhada Pró PEC 300 do estado amazonense. Em Salvador, a manifestação ocorreu em 28 de fevereiro.

    A Proposta de Emenda Constitucional – PEC 300/446, que determinará um piso salarial mínimo para os profissionais da segurança pública, é uma luta nacional de policiais militares, civis e bombeiros militares. Diversas mobilizações estão ocorrendo em vários estados do país, a próxima acontece em São Paulo e depois será a vez de Brasília. Na capital do país o grupo pretende ocupar a Esplanada dos Ministérios e reivindicar direitos, como igualdade salarial, qualificação profissional e melhores condições de trabalho.

  378. carla

    -

    06/04/2011 às 9:21

    Prezado Ricardo Setti!

    A onda de violência continua pelo país, e as polícias, principalmente, a civil está entrando em greve em vários estados e e insensibilidade de seus governantes: estaduais e federal:
    Notícias

    4/5/2012 14:38:01
    Mobilização
    Protesto de policiais força negociação com o governo
    Sindpol convoca a participação dos policiais civis na Segesp, às 17 h, nesta terça

    Os policiais civis realizaram ato público de protesto em frente ao Palácio do Governo, na manhã desta terça-feira (05), para uma audiência com o governador e a implantação do piso salarial de 60% da remuneração dos delegados.
    A manifestação marcou o início da greve de 72 horas dos policiais. No ato, os diretores do Sindpol teceram críticas ao governo, citando o alto índice de violência, que tornou Alagoas o lugar mais violento do mundo. Em uma faixa, o sindicato denunciou o número de mais de 8 mil assassinatos durante os quatro anos do governo Téo Vilela.

    Para o presidente do Sindpol, Carlos Jorge da Rocha, o governador vem destruindo o serviço público, prejudicando os policiais civis e a sociedade. O diretor da Cobrapol, José Carlos Fernandes Neto, chamou a atenção para a insensibilidade do vice-governador Thomaz Nonô quanto ao questionar o número de 6 mil licenças médicas tiradas por policiais militares. O diretor destacou que o Sindpol irá denunciar os altos salários dos cargos de comissionados, possíveis irregularidades nas reformas das delegacias, entre outros.

    No protesto, o vice-presidente do Sindpol, Josimar Melo, cobrou o cumprimento das datas-bases de 2009 e 2010. Ele esclareceu que o governador fica enganando a população com o pedido ao governo federal da Força Nacional que não irá resolver o problema da segurança pública.

    O 2º vice-presidente destacou que a criminalidade é por conta da incompetência e da irresponsabilidade do governo. “A greve é o ápice do sufoco e sofrimento dos policiais civis”.

    A diretora do Sindjornal Elida Miranda compareceu ao ato público para manifestar solidariedade aos policiais civis. A sindicalista informou sobre a violência que os jornalistas vêm sofrendo no exercício da profissão e destacou que o Sindjornal é parceiro dessa luta.

    Negociação

    Com a realização do protesto, o secretário de Gestão Pública, Alexandre Lages, marcou uma audiência com a diretoria do Sindpol/AL, às 17 horas, desta terça-feira.

    O Sindpol convoca a participação dos policiais civis para acompanhar a audiência em frente à Segesp

    Prezada Carla,
    Como já escrevi em outros comentários, em minha opinião, que tenho acompanhado o caso todo com assiduidade aqui no blog, a greve é totalmente errada. É inteiramente inadmissível que corporações armadas pelo Estado façam greve. Greve de policiais não tem minha compreensão nem meu apoio. Mobilizações de todo tipo, pacíficas, presões legítimas, sim. Greve, para mim, de jeito nenhum.
    Abraços

  379. mana

    -

    06/04/2011 às 9:15

    05/04/11 – Foi um sucesso o show da PEC
    Foi um sucesso o ato-show promovido pela Cobrapol e o Sindicato dos Funcionários da Polícia Civil do Estado do Amazonas (Sinpol-AM), dia 1º de abril, em prol da aprovação pelo Congresso Nacional das Propostas de Emenda à Constituição (PECs) 446/300, que criam o Piso Salarial Nacional para os policiais civis, militares e bombeiros.

    A atividade contou com a participação de centenas de policiais e representantes de diversas entidades sindicais e de classe de diferentes estados brasileiros. Em função de uma forte chuva, o ato realizado na Praça do Congresso, centro da capital amazonense, teve seu início atrasado em duas horas e começou somente às 18h. Músicos e atrações da terra, como dançarinos de boi, se apresentaram no palco do ato-show.

    As PECs 446/300 foram aprovadas em primeiro turno no plenário da Câmara dos Deputados, na forma da Emenda Constitucional n° 2, no início de março do ano passado. No entanto, sua tramitação foi interrompida em função de um acordo entre líderes partidários no Congresso e o governo Lula. As PECs criam um Piso Salarial Nacional para os policiais civis, militares e bombeiros. Desde que a presidente Dilma e os novos deputados assumiram, a Cobrapol vem realizando um trabalho de convencimento dos parlamentares e busca um diálogo com o governo para que a matéria retorne à pauta de votação da Câmara.

    De acordo com o presidente da Cobrapol, Jânio Bosco Gandra, o próximo ato deve acontecer somente no dia 29 de maio, em Cuiabá, capital do Mato Grosso. “Queremos percorrer todas as capitais que sediarão a Copa do Mundo de 2014, para chamar a atenção do governo e da sociedade para o pleito dos policiais, que nada mais é que uma questão de segurança pública”, afirmou.

    Nesse meio tempo, estão sendo programadas diversas ações em Brasília, no Congresso Nacional, como a realização de painéis humanos e representações teatrais. “São atividades lúdicas e ao mesmo tempo de protesto que devem acontecer ao longo do mês de abril”, informou Gandra.

    Por Giselle do Valle
    Fonte: Imprensa Cobrapol

  380. SD BM PA

    -

    05/04/2011 às 20:02

    Gostaria de parabenizar nossos irmãos amazonenses pela manifestação em favor da PEC300.A luta continua.nada vem sem luta,sem dificuldade.Nossa dificuldade agora é um governo que tenta nos enganar,um governo que tenta impedir que a pec300 seja colocada em votação em 2ºturno.Amigos já temos a frente parlamentar em favor da pec300.em maio estaremos em brasília de forma pacífica,como pede a boa democracia.Só queremos o que é justo.PEC300!! UMA LUTA MUITO JUSTA!agradeço ao jornalista Ricardo Setti por tocar nesse assunto(pec300)

  381. JOSE SAULO

    -

    05/04/2011 às 19:46

    FOI AS ELEIÇÕES ACABAREM E A PEC 300 CAIR NO ESQUECIMENTO PELOS POLÍTICOS, JÁ FALAM EM ENGAVETAR A PEC 446/300 ,E SÓ DELIBERAREM SOBRE O ASSUNTO EM 2013
    É BRINCADEIRA A FALTA DE RESPEITO COM A SEGURANÇA PÚBLICA DO BRASIL, MAIS O BOM DISSO TUDO É QUE JÁ TEM ESTADOS DA FEDERAÇÃO PAGANDO AOS POLICIAIS SALÁRIOS DECENTES

  382. José Dorcelles

    -

    05/04/2011 às 17:51

    Temos que criar o partidos dos militares o mais rápido possível,só assim teremos nossos direitos e deveres garantidos, já que os deputados que aí estão só legislam em causa própria em se falando de salários,

  383. neto

    -

    05/04/2011 às 13:01

    Deputada Ana da 8 apóia a PEC 300/446

    A deputada estadual Ana da 8 (PT do B) esteve na quinta-feira (31) e sexta-feira (1º) em Manaus representando o Poder Legislativo do Estado de Rondônia na mobilização Pró-PEC 300/446 que reúne milhares de policiais militares da região Norte.

    Este é o primeiro ato público realizado em conjunto pelas associações e sindicatos de trabalhadores de segurança pública da Região Norte, militares ou não, com a finalidade de dar celeridade a aprovação da proposta de emenda constitucional nº 300 que cria piso salarial nacional unificado a categoria.

    ” O importante é que o policial militar, em qualquer estado da federação, ganhe bem. Agora, além disso, é importante que haja carreira única, na qual o policial militar seja tratado com respeito”, defende a deputada.

    A intenção da mobilização foi pressionar os parlamentares na Câmara dos Deputados a aprovar no segundo turno a PEC, que cria um piso salarial nacional de R$ 3,5 mil para policiais militares e bombeiros.

    Autor: ASSESSORIA DA ALE/RO
    Fonte: O NORTÃO

  384. ROBERVAL NOVAES

    -

    05/04/2011 às 12:53

    Caro Roberval, não vou publicar seu comentário porque contém convocação para greve de corporação armada pelo Estado, o que acho indevido e antiético.
    Sei que você vai compreender.
    Abraços

  385. carla

    -

    05/04/2011 às 10:11

    E-mail enviado ao site da Câmara dos Deputados, ao Senhor Marco Maia e ao Senhor Cândido Vacarezza (Inimigo da PEC 300/446)
    Mandem os seus também.
    PAUTE EM CARATER EXTRAORDINÁRIO A PEC 300/446 POIS É A VONTADE DA MAIORIA E DA SOCIEDADE.
    Existe uma FRENTE PARLAMENTAR para exigir a pauta da PEC 300/446 e isto não é noticiado no site. Há uma artimanha do governo e da Câmara para não noticiar nada da PEC 300/446 neste site. Os comentários estão sendo suprimidos. A realidade não está sendo repassada neste site. A maioria dos deputados querem votar a PEC 300/446, mas por ordem do governo e do SR. Marco Maia e dos líderes (que são minoria), estão indo de encontro com os anseios e vontade da sociedade, dos deputados e dos policiais que querem a votação com urgência da mesma. Cadê a democracia e a autonomia desta casa? que está sendo manipulada pelo poder executivo e uma enxurrada de MPs’.
    O movimento está crescendo pelo país e, em breve, chegará novamente em Brasília, como ocorreu no 1° turno, onde milhares de policiais obstruíram as principais vias de acesso. Não estamos dormindo, a luta permanece, e venceremos não só as batalhas mas, sim, a GUERRA.
    PEC 300/446 UMA QUESTÃO DE JUSTIÇA

  386. maria ana silva

    -

    05/04/2011 às 9:18

    Obs.: Tiririca mostra o seu verdadeiro caráter de cidadão e político sério e está a favor da PEC 300/446.

    * O Cabo Otoniel Lima do PRB é um dos novos deputados que estão empenhados pela aprovação da PE. Com a saída do Capitão Assunção, do Major Fábio e do Coronel Paes; Ele será um dos baluartes para a aprovação da PEC 300/446. Mandem e-mail’s incentivando o nobre deputado.

    A votação expressiva do palhaço Tiririca, que obteve mais de 1,35 milhão de votos, trouxe outros três parlamentares com base na regra do quociente eleitoral, que nesse pleito paulista ficou em torno de 300 mil votos. Além de Tiririca ter sido eleito sem contar com ajuda de ninguém, essa regra trouxe mais três deputados da sua coligação: Otoniel Lima, do PRB, Vanderlei Siraque, do PT, e Protógenes Queiroz, do PCdoB.

    Desses novos parlamentares, * Otoniel Lima, que é Cabo do Exército na Reserva, vereador por dois mandatos e eleito deputado estadual em 2006, além de comprar a briga da PEC 300, foi mais adiante. Posicionou-se como presidente e foi um dos criadores da Frente Parlamentar em Defesa da PEC 300.

    A Frente Parlamentar já começa vistosa haja vista que, de um mínimo de 198 assinaturas para emplacar uma frente parlamentar na Câmara Federal, a da PEC 300 já ultrapassou 200 assinaturas. É mais uma ferramenta a ser utilizada em favor dos propósitos de se valorizar os profissionais que dedicam as suas vidas em defesa da liberdade dos brasileiros. Viva o Deputado Tiririca.

    Fonte: Blog do Capitão Assunção.

  387. laura vanessa

    -

    04/04/2011 às 13:12

    A Comissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa do Amazonas reuniu, na manhã desta sexta-feira (1), no auditório Belarmino Lins, representantes de vários Estados para pressionar pela aprovação das Propostas de Emenda à Constituição nº 300 e 446, que equiparam salários dos policiais civis, militares e bombeiros. O presidente da comissão, deputado Alcimar Maciel (PR), o Cabo Maciel…

  388. roberto alves

    -

    04/04/2011 às 13:08

    O dia 1º de abril foi marcado para os policiais e bombeiros de todo Brasil como o Dia Nacional de Luta pela aprovação, em segundo turno, da PEC 300/446. A iniciativa foi realizada em conjunto pelo deputado estadual e presidente da Associação dos Cabos e Soldados do Amazonas, Cabo Maciel, o deputado estadual e presidente da Associação dos Cabos e Soldados de Roraima, Soldado Sampaio, com apoio institucional da Associação Nacional dos Praças (ANASPRA) e da Confederação dos Policiais Civi [...]

  389. JORGE SANTOS

    -

    04/04/2011 às 13:04

    A deputada estadual Ana da 8 (PT do B) esteve na quinta-feira (31) e sexta-feira (1º) em Manaus representando o Poder Legislativo do Estado de Rondônia na mobilização Pró-PEC 300/446 que reúne milhares de policiais militares da região Norte. .

    Este é o primeiro ato público realizado em conjunto pelas associações e sindicatos de trabalhadores de segurança pública da Região Norte, militares ou não, com a finalidade de dar celeridade a aprovação da proposta de emenda constitucional nº 300 que cria piso salarial nacional unificado a categoria

  390. carla

    -

    04/04/2011 às 11:59

    Nesta sexta-feira (01/04/2011), a diretoria do Sindicato dos Funcionários da Policia Civil do Estado do Amazonas, esteve na Assembléia Legislativa do Estado, em uma audiência pública que discutiu sobre a PEC 300. Na oportunidade, foram explanadas opiniões de parlamentares e representantes de várias entidades sobre a Proposta de Emenda à Constituição e seu impacto na segurança pública nacional. Também aconteceu no fim da tarde e início da noite na Praça do Congresso, uma mobilização com policiais civís e militares de vários estados, denominada SHOW DA PEC 300.
    Apesar da chuva, que atrasou o início das atividades, houve uma grande participação e proporcionou uma maior interação entre as diversas categorias que puderam manifestar toda sua expectativa em relação a aprovação em segundo turno da proposta de emenda que será levada à aprovação.

  391. Sgt Denilson

    -

    03/04/2011 às 21:15

    Obrigado Ilmo sr Jornalista Ricardo, por fazer nossa voz ecoar na câmara dos deputados. Queremos ser valorizados em vida. Queremos depender somente do salário da caserna. Aliás crime é crime em qualquer lugar, bandido é bandido em qualquer lugar e polícia é polícia em qualquer lugar e 24 horas, tem que ta ligado senão morre.Por que salários diferentes?

    Que o Senhor Jesus lhe abençoe e lhe proteja

    UNIDOS SOMOS FORTES

  392. Sgt Jorgecir

    -

    03/04/2011 às 17:25

    Muito obrigado, grande jornalista, precisamos de aliados de peso nesta luta para alcançarmos a tão esperada vitória, agora iremos continuar firmes nesta batalha.A LUTA CONTINUA.

  393. SD BM PA

    -

    03/04/2011 às 10:59

    pec300 ja!! nossa mobilização ja começou! vamos pelos estados e no final iremos até Brasília.Os deputados não vão arquivar nossa pec300!! senhores continuem acessando aqui o blog,o site pec300.com e vamos continuar nessa mobilização.PEC300! uma luta de todos,uma luta muito justa! Senhor Ricardo Setti muito obrigado por dar voz a nossa causa.

  394. mana

    -

    01/04/2011 às 12:53

    Prezado Ricardo Setti!

    Hoje, 1° de abril de 2011, será realizado um ato em Manaus, às 16:00hs, dos Policiais Civis e Militares em prol da pauta da PEC 300/446.
    Divulgue em seus comentários, haja vista, que a mídia convencional, é claro, não vai divulgar esse evento, pois ela sempre está à mercê dos órgãos estatais.
    Os governos estão indiferentes com o movimento, ledo engano. Quem viver, verá. O movimento agora é que está crescendo. As formiguinhas estão trabalhando, e a conscientização no engajamento está aumentando, devido à insatisfação dos policiais. Greves nas polícias civis da Paraíba, Piauí, Maranhão, Bahia, Alagoas, insatisfação em Pernambuco pelo PCCV ridículo imposto pelo governo e engolido pelo SINPOL/PE, insatisfação também no Rio Grande do Sul. A revolta é geral. Esperamos que as ASSOCIAÇÕES DOS MILITARES E BOMBEIROS E SINDICATOS DOS POLICIAIS CIVIS DESPERTEM e comecem a se mobilizar também. Entrem no site do SOLDADO ALMANÇA: http://www.pec300.com/ que está Coordenando e Organizando a CARAVANA rumo à Brasília, nos dias 10 e 11 de maio de 2011.
    A aprovação da PCE 300/446 em 1° turno só foi alcançada devido a um movimento neste molde. Não foi iniciativa da Câmara dos Deputados e, sim, a mobilização de POLICIAIS que fecharam as principais vias de Brasília, forçando que o Governo Federal e os Deputados cedessem à pressão.
    * UMA SUGESTÃO AOS MILITARES QUE TÊM MEDO DE FAZER GREVE:
    Incentivem os aposentados, os que estão de licença, familiares, amigos e colegas a irem para a mobilização.
    Não podemos deixar passar a oportunidade. A PEC 300/446 É UM DIREITO NOSSO. O regime interno da Câmara obriga que ela seja pautada em segundo turno; nem arquivada ela pode ser. É um jogo sujo do Governo Federal, governos estaduais, líderes de partidos e o presidente da Câmara dos Deputados, que empurram com a barriga a sua pauta na ordem do dia. Foi com o LULA/MICHEL TEMER; agora, com DILMA/MARCO MAIA.
    Este “jogo sujo” tem que acabar, nem que seja na prorrogação, aos 47 do segundo tempo. Faremos o gol da vitória.
    Como já foi dito, a questão da fonte ou falta de recursos, é conversa mole do governo. Um país que arrecada mais de um trilhão e duzentos bilhões em impostos, e não ter recursos para educação, segurança e saúde, é conversa para “boi dormir”.
    O Brasil precisa saber da verdade. A PEC não vai onerar em nada. O que onera é o que o país gasta com cada deputado anualmente: dez milhões de reais. É isso mesmo! Conforme fonte da rede globo, em dos jornais matinais, transmitido em rede nacional. Isso é que é gasto, dinheiro pelo ralo. Orçamento com saúde, educação em segurança não é gasto, é investimento, melhoria no atendimento ao cidadão.
    Não me venha falar em corrupção policial neste momento. Corrupção pior é a que a sociedade brasileira está cansada de saber no congresso, e eles sabem e ficam protegendo os seus comparsas. Não me venha ministros do STF falar em corrupção na polícia. Quer dizer que não existem juízes corruptos neste país? O foco é a PEC 300/446, posteriormente, vamos execrar os maus policiais com uma corregedoria atuante, transparente e justa.
    PEC 300/446 É UMA QUESTÃO DE JUSTIÇA.
    UM ABRAÇO A TODOS OS POLICIAIS DO PAÍS E VAMOS À LUTA.

  395. neto

    -

    01/04/2011 às 11:46

    ATENÇÃO POLICIAIS DO BRASIL E COORDENADORES DA MOBILIZAÇÃO PRÓ PEC 300/446, COBRAPOL, ENTIDADES CLASSITAS DA PM / CBPM- VEJAM O QUE O GOVERNO FEDERAL FEZ:

    CADÊ A ISONOMIA? – TODOS SÃO POLICIAIS

    POLICIAIS DE BRASÍLIA TEM NOVO PISO SALARIAL
    O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, no uso das atribuições que lhe confere o artigo 62 da Constituição da República Federativa do Brasil, adota a seguinte medida.
    Art. 1º Fica instituída a carreira única da Polícia Militar do Distrito Federal a qual inicia-se como soldado de 2ª classe e encerra-se como Coronel de Polícia.
    Art. 2º – A polícia Militar do Distrito federal criará normas e mecanismos para a ascensão profissional.
    Art. 3º – Unificam-se todos os quadros da Polícia Militar ao Quadro de Policiais Militares Combatentes, exceto o Quadro dos médicos que permanecesse conforme se encontra na lei.
    Art. 4º – Deixa de existir o número de vagas para promoção, havendo progressão funcional conforme tabela em anexo.
    Art. 5º – Todos os benefícios contidos nesta lei estendem-se aos policiais militares inativos, da reserva remunerada e as pensionistas.
    Art. 6º – Deixa de existir o interstício e passa a ter progressão funcional conforme tabela do anexo I.
    Art. 7º – Estabelece o Mês Março como sendo a data base do reajuste dos Policiais Militares do Distrito Federal.
    Art. 8º – Institui o reajuste anual para os Policiais Militares no mesmo percentual concedido ao Fundo Constitucional.
    Art. 9º – A promoção para 2º Ten. será exclusiva dos subtenentes ou, quando não houver subtenente habilitado, deverá ser primeiro Sargento obedecendo ao critério da antiguidade.
    Art. 10º – Cria-se a gratificação para os policiais militares que estejam exercendo função de monitor, instrutor e ou comandante de pelotões dos cursos de formação e profissionalização.
    Art. 11º – Cria-se a gratificação de escolaridade para curso acima de 120horas/aulas no mesmo valor pago referente a um serviço voluntário.
    Art. 12º – Para efeitos do disposto no Inciso I do Art. 86, ficam estabelecidas as equivalências de cursos conforme aplicado nesta lei no Art. 105 aos Bombeiros Militares do Distrito Federal.
    I – a Curso de Formação de Praças, o Curso de Formação de Soldado;
    II – a Curso de Aperfeiçoamento de Praças, o Curso de Formação de Sargentos;
    III – a Curso de Altos Estudos de Praça, o Curso de Aperfeiçoamento de Sargentos;
    IV – a Curso de Formação, os cursos superiores exigidos para o ingresso dos militares dos Quadros de Oficiais Militares QOPMA e ESPECIALISTAS.
    Art. 13º – O Policial Militar, quando completar trinta anos de efetivo serviço à Corporação, será promovido automaticamente ao posto ou graduação seguinte na escala hierárquica.
    Art. 14º – Cria-se a gratificação de escolaridade para os cursos de pós-graduação, mestrado, doutorado, bacharelado no valor pago referente a dois serviços voluntários por cada certificado apresentado.
    Art. 15º – Para a progressão funcional ao posto de coronel será exigido os cursos de bacharel em direito, Curso de Aperfeiçoamento de Oficiais, Curso de Altos Estudos de Oficiais, curso superior de oficial, que serão ministrados a partir do posto de capitão pela PMDF e CBMDF.
    Art. 16 – autoriza a venda das licenças especiais e férias não gozadas total ou parcial para aquisição da casa própria, aquisição de veículos, custear despesas médicas para tratamento de saúde própria ou dependentes, pagamento de dívida com entidade e ou órgãos do governo, aquisição de imóveis. Agora veja a tabela dos vencimentos equiparados aos da polícia civil. Vejam se ficou ruim.
    TABELA DOS QUADROS DE POSTOS E GRADUAÇÕES DA PMDF E SEUS RESPECTIVOS
    VENCIMENTOS APÓS A PUBLICAÇÃO DA REESTRUTURAÇÃO em 22 de fevereiro de 2011 10:55.
    Coronel PM
    NÍVEL ÚNICO R$ 23.275,00
    Tenente-Coronel PM
    03 ANOS /NÍVEL 03 R$ 21.413,00
    02 ANOS/ NÍVEL 02 R$ 20.947,50
    01 ANO / NÍVEL 01 R$ 20.482,00
    Major PM
    03 ANOS/NÍVEL 03 R$ 20.016,50
    02 ANOS/NÍVEL 02 R$ 19.561,00
    01 ANO / NÍVEL 01 R$ 18.852,75
    Capitães PM
    03 ANOS/NÍVEL 03 R$ 18.387,25
    02 ANOS/NÍVEL 02 R$ 17.921,75
    01 ANO/NÍVEL 01 R$ 17.456,25
    Primeiro-Tenente PM
    03 ANO/NÍVEL 01 R$ 17.400,00
    02 ANOS/NÍVEL 02 R$ 17.300,00
    01 ANO/NÍVEL 03 R$ 17.223,50
    Segundo-Tenente PM
    03 ANOS/NÍVEL 03 R$ 17.117,00
    02 ANOS/NÍVEL 02 R$ 16.687,00
    01 ANO/NÍVEL 01 R$ 16.257,00
    SubtenentePM
    03 ANOS/NÍVEL 03 R$ 15.827,00
    02 ANOS/NÍVEL 02 R$ 15.361,50
    01 ANO/NÍVEL 01 R$14.430.50
    1º Sargentos PM
    03 ANOS/NÍVEL 03 R$ 13.965,00
    02 ANOS/NÍVEL 02 R$ 13.499,50
    01 ANO/NÍVEL 01 R$ 13.034,00
    2º Sargentos PM
    03 ANOS/NÍVEL 03 R$ 12.568,50
    02 ANOS/NÍVEL 02 R$ 11.870,25
    01 ANO/NÍVEL 01 R$ 11.404,75
    3º Sargentos PM
    03 ANOS/NÍVEL 03 R$ 10.939,25
    02 ANOS/NÍVEL 02 R$ 10.473,75
    01 ANO/NÍVEL 01 R$ 10.008,25
    Cabos PM
    03 ANOS/NÍVEL 03 R$ 9.692,70
    02 ANOS/NÍVEL 02 R$ 9.310,00
    01 ANO/NÍVEL 01 R$ 9.298,00
    Soldado PM
    03 ANOS/NÍVEL 03 R$ 8.238,20
    02 ANOS/NÍVEL 02 R$ 7.000,00
    1 ANO/NÍVEL 01 R$ 5.952,20
    Soldado de 2ª classe Receberá o valor de 60% dos vencimentos do Soldado NÍVEL 03 COM TRÊS ANOS DE SERVIÇO. R$ 4.942,28.
    Esta medida

    Fonte:
    Herois Reais
    Colaboração Tânia Alencar

  396. carla

    -

    01/04/2011 às 11:21

    ESTÁ NO UOL:

    Show da PEC 300 deve unir o País
    Líderes de 23 estados fazem festa em Manaus para pedir aprovação da emenda que iguala salários dos policiais aos de Brasília
    Manaus, 01 de Abril de 2011 – Lúcio pinheiro
    Policiais Militares de todo o Brasil estarão reunidos nesta sexta (01) na ALE para mobilização a favor da PEC 300 (Foto: Bruno Kelly)
    Mobilização em favor da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 300/446 reúne, hoje à tarde, em Manaus, representantes das polícias Militar e Civil e Corpo de Bombeiros de pelo menos 23 estados. As associações de classes que organizam o evento esperam reunir, às 16h, 4 mil pessoas no “Show da PEC”, na Praça do Congresso, no Centro.
    O movimento faz parte da luta da categoria para a aprovação da PEC em segundo turno, na Câmara dos Deputados. Na primeira votação, a proposta foi aprovada com 397 votos. A PEC cria um piso salarial nacional de R$ 3,5 mil para policiais militares e bombeiros. Até agora, a iniciativa não tem a aprovação do Governo Federal, que alega não ter caixa.
    Desde ontem, caravanas formadas por policiais e bombeiros de Roraima, Rondônia e Acre chegam a Manaus para participar do evento, que conta também com a presença de representantes dos estados da região Nordeste, Sudeste e Sul. “São praticamente dois representantes de cada Estado do Brasil, e uma massa maior dos estados da região Norte”, disse o soldado Marco Prisco, presidente da Associação dos Policiais Militares e Bombeiros do Estado da Bahia (Aspra-BA).
    De acordo com Prisco, para chamar a atenção do Governo Federal sobre a importância da aprovação da PEC, as associações e sindicatos de todo o Brasil vêm realizando uma série de visitas e promovendo eventos em todas as cidades escolhidas como sede para a Copa de 2014. Hoje é a vez de Manaus. “A gente já teve em São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia, Fortaleza, e agora estamos em Manaus. Depois vamos para Brasília”, explicou o PM. Eles estão alojados na Associação de Cabos e Soldados da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros do Amazonas, na Zona Norte.
    Anfitrião
    A convocação para o movimento em Manaus foi realizada pelo deputado estadual cabo Alcimar Maciel, que também é presidente da Associação do Amazonas. “O movimento será pacífico. Mas servirá para mostrar nossa insatisfação com o Governo Federal. É um direito nosso lutar. Não vamos deixar o projeto ser arquivado”, disse o parlamentar.
    Também hoje, às 10h, na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (ALE/AM), Zona Centro-Sul, o deputado cabo Maciel presidirá uma audiência pública sobre o assunto. Segundo o parlamentar, deputados federais e senadores participarão do debate. “A segurança pública não passa por um bom momento no País, e o melhor investimento em segurança é investir no homem”, defende.

    fonte: http://acritica.uol.com.br/manaus/Show-PEC-unir-Pais_0_454155009.html#comentarios

  397. mana

    -

    01/04/2011 às 10:51

    ERRATA:

    Prezado Ricardo Setti!

    Hoje, 1° de abril de 2011, será realizado um ato em Manaus, às 16:00hs, dos Policiais Civis e Militares em prol da pauta da PEC 300/446.
    Divulgue em seus comentários, haja vista, que a mídia convencional, é claro, não vai divulgar esse evento, pois ela sempre está à mercê dos órgãos estatais.
    Os governos estão indiferentes com o movimento, ledo engano. Quem viver, verá. O movimento agora é que está crescendo. As formiguinhas estão trabalhando, e a conscientização no engajamento está aumentando, devido à insatisfação dos policiais. Greves nas polícias civis da Paraíba, Piauí, Maranhão, Bahia, Alagoas, insatisfação em Pernambuco pelo PCCV ridículo imposto pelo governo e engolido pelo SINPOL/PE, insatisfação também no Rio Grande do Sul. A revolta é geral. Esperamos que as ASSOCIAÇÕES DOS MILITARES E BOMBEIROS E SINDICATOS DOS POLICIAIS CIVIS DESPERTEM e comecem a se mobilizar também. Entrem no site do SOLDADO ALMANÇA: http://www.pec300.com/ que está Coordenando e Organizando a CARAVANA rumo à Brasília, nos dias 10 e 11 de maio de 2011.
    A aprovação da PCE 300/446 em 1° turno só foi alcançada devido a um movimento neste molde. Não foi iniciativa da Câmara dos Deputados e, sim, a mobilização de POLICIAIS que fecharam as principais vias de Brasília, forçando que o Governo Federal e os Deputados cedessem à pressão.
    * UMA SUGESTÃO AOS MILITARES QUE TÊM MEDO DE FAZER GREVE:
    Incentivem os aposentados, os que estão de licença, familiares, amigos e colegas a irem para a mobilização.
    Não podemos deixar passar a oportunidade. A PEC 300/446 É UM DIREITO NOSSO. O regime interno da Câmara obriga que ela seja pautada em segundo turno; nem arquivada ela pode ser. É um jogo sujo do Governo Federal, governos estaduais, líderes de partidos e o presidente da Câmara dos Deputados, que empurram com a barriga a sua pauta na ordem do dia. Foi com o LULA/MICHEL TEMER; agora, com DILMA/MARCO MAIA.
    Este “jogo sujo” tem que acabar, nem que seja na prorrogação, aos 47 do segundo tempo. Faremos o gol da vitória.
    Como já foi dito, a questão da fonte ou falta de recursos, é conversa mole do governo. Um país que arrecada mais de um trilhão e duzentos bilhões em impostos, e não ter recursos para educação, segurança e saúde, é conversa para “boi dormir”.
    O Brasil precisa saber da verdade. A PEC não vai onerar em nada. O que onera é o que o país gasta com cada deputado anualmente: dez milhões de reais. É isso mesmo! Conforme fonte da rede globo, em dos jornais matinais, transmitido em rede nacional. Isso é que é gasto, dinheiro pelo ralo. Orçamento com saúde, educação em segurança não é gasto, é investimento, melhoria no atendimento ao cidadão.
    Não me venha falar em corrupção policial neste momento. Corrupção pior é a que a sociedade brasileira está cansada de saber no congresso, e eles sabem e ficam protegendo os seus comparsas. Não me venha ministros do STF falar em corrupção na polícia. Quer dizer que não existem juízes corruptos neste país? O foco é a PEC 300/446, posteriormente, vamos execrar os maus policiais com uma corregedoria atuante, transparente e justa.
    PEC 300/446 É UMA QUESTÃO DE JUSTIÇA.
    UM ABRAÇO A TODOS OS POLICIAIS DO PAÍS E VAMOS À LUTA.

  398. José Henrique

    -

    31/03/2011 às 23:37

    Meu deus! que povo sem noção de economia. Pior é esses parlamentares sem vergonha na cara e sem compromisso com o desenvolvimento do Brasil, pois sabem que a policia não desenvolve um país, a Educação que é o caração do desenvolviemnto ninguem fala mas de besteira de policiais querendo ficar rico aí aparece políticos defendendo essa amoralidade economica.

  399. Fernando

    -

    31/03/2011 às 16:19

    Acredito que se aumentassemos os tributos sobre as bebidas alcóolicas, a proposta de emenda constitucional 300 seria viável. E não seria nada mais justo, pois a maior parte das ocorrências têm o envolvimento direto, ou poderia dizer indireto das bebidas alcóolicas.

  400. Capitão Assumção

    -

    31/03/2011 às 14:34

    PEC 300 é a proposição mais consultada

    Capitão Assumção

    Das quatro primeiras proposições mais consultadas no Portal da Câmara dos Deputados, a Proposta de Emenda Constitucional nº 300/2008 (piso salarial nacional para bombeiros e policiais) está em primeiro lugar.

    Na página de pesquisa do Portal da Câmara dos Deputados, a PEC que ficou conhecida como a PEC da dignidade está no topo do rol das consultas mais realizadas até agora. Curiosamente, a sua variante, a PEC 446/2009, que por manobra e intervenção do governo, foi astutamente acoplada à PEC 300, num registro evidente de quebra do Regimento Interno da Câmara, está em quarto lugar.

    O Plano de Carreira dos Servidores do Poder Judiciário da União (PL 6613/2009) encontra-se em segundo lugar, seguido de perto do Estatuto do Servidores do Judiciários (PEC 190/2007). Das matérias mais consultadas, verificamos que as proposições que tratam de direitos e garantias de trabalhadores a serem salvaguardados na Constituição Federal estão entre as mais vislumbradas.

    Não resta a menor dúvida de que há uma necessidade urgente de revisão da Carta Magna para que o debate atualizado aconteça entre a sociedade brasileira. Fatalmente isso diminuiria em muito a resistência que o governo tem em discutir temas que afligem a sociedade brasileira tais como a segurança pública. Problemática que coloca o Brasil na vitrine internacional entre os primeiros a neglicengiarem a proteção social e o desamparo ao trabalhador da segurança pública.

  401. Fernando

    -

    31/03/2011 às 14:28

    PEC 300 é a proposição mais consultada

    Das quatro primeiras proposições mais consultadas no Portal da Câmara dos Deputados, a Proposta de Emenda Constitucional nº 300/2008 (piso salarial nacional para bombeiros e policiais) está em primeiro lugar.

    Na página de pesquisa do Portal da Câmara dos Deputados, a PEC que ficou conhecida como a PEC da dignidade está no topo do rol das consultas mais realizadas até agora. Curiosamente, a sua variante, a PEC 446/2009, que por manobra e intervenção do governo, foi astutamente acoplada à PEC 300, num registro evidente de quebra do Regimento Interno da Câmara, está em quarto lugar.

    O Plano de Carreira dos Servidores do Poder Judiciário da União (PL 6613/2009) encontra-se em segundo lugar, seguido de perto do Estatuto do Servidores do Judiciários (PEC 190/2007). Das matérias mais consultadas, verificamos que as proposições que tratam de direitos e garantias de trabalhadores a serem salvaguardados na Constituição Federal estão entre as mais vislumbradas.

    Não resta a menor dúvida de que há uma necessidade urgente de revisão da Carta Magna para que o debate atualizado aconteça entre a sociedade brasileira. Fatalmente isso diminuiria em muito a resistência que o governo tem em discutir temas que afligem a sociedade brasileira tais como a segurança pública. Problemática que coloca o Brasil na vitrine internacional entre os primeiros a neglicengiarem a proteção social e o desamparo ao trabalhador da segurança pública.

    fonte: http://www.capitaoassumcao.com/

  402. Marcelo Souza

    -

    31/03/2011 às 13:26

    SEM PEC 300, TAMOS MESMO É LASCADOS….

  403. MARIA ANA SILVA

    -

    31/03/2011 às 9:39

    MOBILIZAÇÃO PELA PEC 300/446 DOS POLICIAIS.

    A vez agora é de Manaus.

    Os policiais brasileiros irão realizar um ato público em Manaus, amanhã, dia 1° de abril de 2011. Já foi realizado em Fortaleza e Salvador; depois virão as outras capitais que sediarão a copa do mundo. Para no final desencadear a invasão à BRASÍLIA, onde milhares de policiais de todo o país, EM CARAVANAS, irão obstruir as ruas da capital federal e PRESSIONAR A CÂMARA DOS DEPUTADOS PARA PAUTAR A PEC 300/446, como fizeram no 1° turno.
    Alguns deputados, principalmente do PT, a Câmara dos Deputados, o governo federal e governadores estão brincando com a polícia, todavia eles nem imagina da força destes, sobretudo, praças,cabos e os policiais civis.
    O MOVIMENTO ESTÁ CRESCENDO E PROVOCARÁ UM TSUNAMI DA SEGURANÇA OU O APAGÃO DA SEGURANÇA COMO QUEIRAM.

    SEGUE ABAIXO O INFORMATIVO DA COBRAPOL (CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DOS TRABALHADORES POLICIAIS CIVIS):

    30/03/2011 – Ato dia 1º de abril em Manaus

    Será nesta sexta-feira, dia 1º de abril, o ato pró-PEC 446/300 em Manaus, capital do Amazonas. A atividade, organizada pela Cobrapol, em conjunto com o Sindicato dos Funcionários da Polícia Civil do Estado do Amazonas (Sinpol-AM), é a terceira deste ano, e já passou pelos estados da Bahia e Ceará. Centenas de policiais civis, militares e bombeiros dos estados que compõem a região Norte do Brasil estão sendo aguardados para a manifestação, que por esta razão teve a data de 26 de março transferida para o dia 1° de abril.

    Segundo o presidente da Cobrapol, Jânio Bosco Gandra, que está em Manaus acompanhando a organização do evento, a manifestação será na Praça do Congresso, no centro de Manaus, a partir das 16h. O encerramento será feito com shows de várias bandas locais. “Vamos levar a nossa reivindicação para o centro de Manaus. Queremos lotar a praça e chamar a atenção não apenas da população local, mas de todo o país”, afirmou.

    As Propostas de Emenda à Constituição (PECs) 446/300 foram aprovadas em primeiro turno no plenário da Câmara dos Deputados, na forma da Emenda Constitucional n° 2, no início de março do ano passado. No entanto, sua tramitação foi interrompida em função de um acordo entre líderes partidários no Congresso e o governo Lula. As PECs criam um Piso Salarial Nacional para os policiais civis, militares e bombeiros. Desde que a presidente Dilma e os novos deputados assumiram, a Cobrapol vem realizando um trabalho de convencimento dos parlamentares e busca um diálogo com o governo para que a matéria retorne à pauta de votação da Câmara.

    “Em breve, nosso país será sede de uma Copa do Mundo, um evento esportivo de dimensão internacional, é preciso que o país esteja com o seu contingente policial preparado. E, um dos primeiros passos para isso, é igualar o salário dos policiais em todo o país, oferecendo à categoria condições justas e dignas de trabalho, pois a segurança pública não muda de um estado para o outro. O serviço é o mesmo e a valorização deve ser a mesma”, argumenta Jânio Bosco Gandra.

    Por: Giselle do Valle
    Fonte: Imprensa Cobrapol

  404. Eduardo

    -

    30/03/2011 às 20:26

    Será que esse ano sai a aprovação da Pec 300?

  405. BORGES.

    -

    30/03/2011 às 15:43

    Caro Jornalista Ricardo Setti;
    Considerando que a polícia é a base da
    construção e preservação do Estado
    Democrático de direito moderno; é um
    instrumento indispensável para
    manutenção da sociedade estável, seria no
    mínimo razoável que esse mesmo Estado
    lhe garantisse os meios necessários,
    inclusive um salário digno, em razão do
    seu valor estratégico no contexto
    organizacional, para cumprir sua missão
    constitucional de forma digna e soberana,
    no que diz respeito aos padrões técnicos,
    morais, e de qualidade mínimos, que a
    sociedade espera de sua polícia.
    Entretanto, ao contrário, exige-se muito do
    policial e se lhe da quase nada em troca. E
    quando surge uma “luz no fim do túnel”
    em favor da tão almejada melhoria da segurança pública, os nossos políticos tratam de
    apaga-la.
    A PEC 300 (proposta de Emenda
    Constitucional) que estabelece o piso
    salarial nacional da categoria, e representa o inicio da melhoria da Segurança Pública neste País, está engavetada, depois de ter sido aprovada em primeiro turno. CONCITEMOS ENCARECIDAMENTE a sociedade, intervir junto ao governo, em favor de sua polícia. É sua segurança e de sua familia que está em perigo. A sociedade de bem precisa de uma polícia melhor remunerada, treinada e motivada, para poder prestar um serviço essencial que é a Segurança da população.
    Sgt. Borges

  406. mana

    -

    30/03/2011 às 10:39

    O Brasil não reconhece as pessoas que lutam pela sua Classe. É o caso do Capitão Assunção. Este tem lutado para a aprovação da PEC 300. Infelizmente, ele, como o Major Fábio da Paraíba e o Cel. Paes de Lira não conseguiram se reeleger para Deputado Federal. – PERDEMOS MUITO – Ao contrário de pessoas
    insuportáveis, covardes e demagogo como é o caso do deputado reeleito por nome Vacarezza de São Paulo e Fernando Ferro lá de Pernambuco, que sempre são contra projetos sociais, sobretudo, inimigos declarados da PEC 300/446 – GUARDEM BEM ESSES NOMES.
    Todavia, não devemos esmorecer. Assim como foi feito no 1° turno, onde mais de DEZ MIL policiais invadiram Brasília e fecharam as avenidas próximas ao Congresso e exigiram que os deputados votassem por unanimidade a mesma. A sociedade precisa saber que não foi nada espontâneo da Câmara votá-la. FOI PRESSÃO DOS POLICIAIS. Da mesma forma deverá ser agora. O soldado Almança QUE PODERÁ SER ACESSADO NO SITE: http://www.pec300.com/ E A COBRAPOL(CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DOS POLICIAIS CIVIS), estão se mobilizando nas principais capitais do Brasil com movimentos pró PEC 300/446. Entrem em contato com ELES e com suas respectivas Associações e Sindicatos. No final será organizada outra mobilização e CARAVANAS com destino à Brasília para novamente interromper os arredores de Brasília e exigir a PAUTA em segundo turno da PEC 300/446.
    As conquistas nos grandes países e neste, não foram por palavras e conversa mole desses demagogos. Só com a sociedade organizada e representações classistas, consegue alcançar os seus direitos.
    Neste país quando se fala em melhoria de salários para professores, policiais, médicos e qualquer outro trabalhador, não há fonte nem recursos. Quando é para aumentar os salários dos parlamentares e juízes, nem citam a fonte, o dinheiro aparece, só Deus sabe de onde. Taí, os juízes que querem dar um aumento simbólico para R$ 30.000,00 e o próprio parlamento com a PEC 005/2011 que aumenta os seus vencimentos iguais com o STF. Que distorção: Professores e policiais ganhando R$ 1.000,00 e eles R$ 30.000,00. Isso é só o base. A GLOBO noticiou em rede nacional que se gasta com cada deputado por ano – PASMEM! – DEZ MILHÕES DE REAIS – UM ABSURDO!
    Portanto, é justo a luta dos policiais pela sua PEC 300/446, quanto é justo a luta dos professores pelo melhoria do FUNDEB, que atualmente está em R$ 1.100.00 – OUTRO ABSURDO!
    No caso particular são os POLICIAIS BRASILEIROS que lutam pela melhoria salarial e melhores condições de vida e querem uma corregedoria forte e atuante para banir os maus policiais e corruptos, assim como tem corruptos no congresso, como os Roriz e outros, Juízes vendendo sentenças, advogados canalhas. A corrupção nos órgãos brasileiros é cultural, cabe a aplicação de penas severas, isto é assunto para uma outra oportunidade.
    O foco é a luta pela PAUTA E APORVAÇÃO DA PEC 300/446.
    VAMOS À LUTA COMPANHEIROS PARA VENCER MAIS UMA BATALHA DESTA GUERRA.

    Parabéns ao Gandra, ao Capitão Assunção, ao Almança, Ao Major Fábio, ao Cel. Paes Lira, ao Repórter Ricardo Sette e a todos os Policiais brasileiros, principalmente aqueles que estão engajados e que acreditam na VITÓRIA.

  407. mana

    -

    30/03/2011 às 10:38

    O Brasil não reconhece as pessoas que lutam pela sua Classe. É o caso do Capitão Assunção. Este tem lutado para a aprovação da PEC 300. Infelizmente, ele, como o Major Fábio da Paraíba e o Cel. Paes de Lira não conseguiram se reeleger para Deputado Federal. – PERDEMOS MUITO – Ao contrário de pessoas
    insuportáveis, covardes e demagogo como é o caso do deputado reeleito por nome Vacarezza de São Paulo e Fernando Ferro lá de Pernambuco, que sempre são contra projetos sociais, sobretudo, inimigos declarados da PEC 300/446 – GUARDEM BEM ESSES NOMES.
    Todavia, não devemos esmorecer. Assim como foi feito no 1° turno, onde mais de DEZ MIL policiais invadiram Brasília e fecharam as avenidas próximas ao Congresso e exigiram que os deputados votassem por unanimidade a mesma. A sociedade precisa saber que não foi nada espontâneo da Câmara votá-la. FOI PRESSÃO DOS POLICIAIS. Da mesma forma deverá ser agora. O soldado Almança QUE PODERÁ SER ACESSADO NO SITE: http://www.pec300.com/ E A COBRAPOL(CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DOS POLICIAIS CIVIS), estão se mobilizando nas principais capitais do Brasil com movimentos pró PEC 300/446. Entrem em contato com ELES e com suas respectivas Associações e Sindicatos. No final será organizada outra mobilização e CARAVANAS com destino à Brasília para novamente interromper os arredores de Brasília e exigir a PAUTA em segundo turno da PEC 300/446.
    As conquistas nos grandes países e neste, não foram por palavras e conversa mole desses demagogos. Só com a sociedade organizada e representações classistas, consegue alcançar os seus direitos.
    Neste país quando se fala em melhoria de salários para professores, policiais, médicos e qualquer outro trabalhador, não há fonte nem recursos. Quando é para aumentar os salários dos parlamentares e juízes, nem citam a fonte, o dinheiro aparece, só Deus sabe de onde. Taí os juízes que querem dar um aumento simbólico para R$ 30.000,00 e o próprio parlamento com a PEC 005/2011 que aumenta os seus vencimentos iguais com o STF. Que distorção: Professores e policiais ganhando R$ 1.000,00 e eles R$ 30.000,00. Isso é só o base. A GLOBO noticiou em rede nacional que se gasta com cada deputado por ano – PASMEM! – DEZ MILHÕES DE REAIS – UM ABSURDO!
    Portanto, é justo a luta dos policiais pela sua PEC 300/446, quanto é justo a luta dos professores pelo melhoria do FUNDEB, que atualmente está em R$ 1.100.00 – OUTRO ABSURDO!
    No caso particular são os POLICIAIS BRASILEIROS que lutam pela melhoria salarial e melhores condições de vida e querem uma corregedoria forte e atuante para banir os maus policiais e corruptos, assim como tem corruptos no congresso, como os Roriz e outros, Juízes vendendo sentenças, advogados canalhas. A corrupção nos órgãos brasileiros é cultural, cabe a aplicação de penas severas, isto é assunto para uma outra oportunidade.
    O foco é a luta pela PAUTA E APROVAÇÃO DA PEC 300/446.
    VAMOS À LUTA COMPANHEIROS PARA VENCER MAIS UMA BATALHA DESTA GUERRA.

    Parabéns ao Gandra, ao Capitão Assunção, ao Almança, Ao Major Fábio, ao Cel. Paes Lira, ao Repórter Ricardo sette e a todos os Policiais brasileiros, principalmente aqueles que estão engajados e que acreditam na VITÓRIA.

  408. SD ES

    -

    30/03/2011 às 9:45

    Senhor Ricardo Setti, depois de tantos relatos, acredito eu que se fizer uma matéria na revista veja “capa” sobre a segurança pública neste pais / PC300, vai faltar exemplares nas bancas de jornais.

  409. SD BM PA

    -

    29/03/2011 às 21:17

    VAMOS FECHAR BRASÍLIA.PRECISAMOS MOSTRAR QUE NÃO SOMOS PALHAÇOS.PRECISAMOS DA PEC300 APROVADA E NOSSA DIGNIDADE RECONHECIDA.VAMOS ORGANIZAR NOSSAS CARAVANAS ATÉ BRASÍLIA.FALE COM SUA ASSOCIAÇÃO PARA FRETAR ÔNIBUS.SE VC FOI DA VEZ PASSADA ATÉ BRASÍLIA COLOQUE SEU DEPOIMENTO PARA QUE OUTROS POSSAM LER E TER A MESMA VONTADE DE IR TAMBEM.UM ABRAÇO AOS AMIGOS DE FARDA E MUITO OBRIGADO AO JORNALISTA RICARDO SETTI POR ACOMPANHAR A PEC300!!

  410. Capitão Assumção

    -

    29/03/2011 às 16:15

    Protagonistas da PEC 300

    Capitão Assumção

    Lendo em CongressoEmFoco um artigo do nobre deputado Alfredo Sirkis sobre a PEC 300 notei alguns detalhes descritos na nota que não fizeram parte da heróica trajetória da PEC 300. Achei interessante relatar os passos que foram dados pelos atores principais, policiais e bombeiros, que tornaram a proposta tema recorrente nas principais mídias do país . Tiraram leite de pedra. Por que nessa luta (que não foi eleitoral), o governo federal não foi protagonista. Pelo contrário, atrapalhou por deveras. Em primeiro plano, o governo nunca se mostrou afável à PEC 300.

    Fazendo um “mini flashback”, relembro que em seu texto original, formulado pelo subtenente Clóvis Oliveira, da PM paulista e, apresentado na Câmara dos Deputados pelo deputado Arnaldo Faria de Sá, a proposta discorria sobre igualdade salarial. Ou seja, rezava o texto desenhado pelas mãos do suboficial da PMESP que todos os policiais e bombeiros militares deveriam ter a sua remuneração baseada nos proventos dos profissionais da PMDF, nunca sendo inferior.

    Essa talvez tenha sido a primeira grande barreira à proposta que começou a tramitar em 4 de novembro de 2008 na Câmara dos Deputados. A proposta foi aprovada pela Comissão de Constituição e Justiça e Cidadania (CCJC) no dia 7 de abril de 2009, sem alteração do seu texto, tendo como relator e grande defensor o deputado Mendonça Prado. A batalha travada pela internet junto aos profissionais da segurança pública, com essa vitória na CCJC, foi amplificada. As caixas de e-mail dos parlamentares ficaram abarrotadas com pedidos para que os deputados cobrassem do então Presidente da Câmara, deputado Michel Temer, o início dos trabalhos na Comissão Especial, que regimentalmente teria um prazo de 40 sessões ordinárias. Diante dessa pressão, Temer dá início aos trabalhos da Comissão Especial no dia 13 de maio. E nessa mesma data foram programadas as famosas marchas e audiências públicas denominadas “PEC 300 EU ACREDITO” em todos os estados. A primeira aconteceu em Campina Grande, Paraíba.

    Com o compromisso do primeiro vice-presidente, deputado Paes de Lira e do relator da PEC 300, deputado Major Fábio, de que não haveria protelações, no dia 25 de novembro de 2009, encerrava-se o trabalho dos parlamentares imbuídos de subsidiar a PEC 300 quanto ao mérito. Permaneceu o texto original do relator na CCJC, deputado Mendonça Prado e acrescentou-se um valor nominal para o teto mínimo do soldado e do tenente. Mesmo com forte mobilização oriunda das marchas populares nos estados, o governo conseguiu adiar para o ano de 2010 a votação do texto aprovado na Comissão Especial da PEC 300.

    O ano de 2010 começou movimentado haja vista que além da internet, os policiais se mobilizaram em caravanas e bateram às portas da Câmara com receio de que a PEC 300 fosse protelada “ad eternum”.
    Finalmente, no dia 2 de março de 2010, diante de uma grande marcha de bombeiros e policiais de todo o Brasil, que culminou em uma paralisação por mais de 10 horas da principal via de acesso ao Distrito Federal, o Presidente da Câmara foi colocado na parede ante a ameaça de os profissionais da segurança pública de todo o Brasil permanecerem impedindo a circulação de veículos por tempo indeterminado. O receio maior era de que a visita no dia seguinte (3) da Secretária de Estado norte-americana, Hillary Clinton, acontecesse sob forte onda de protestos dos bombeiros e policiais que ameaçaram acampar em frente ao Ministério das Relações Exteriores.

    Não restou outra saída. Temer recebeu o aval do governo para que se votasse a PEC 300, diante da iminência de um possível conflito armado entre a PMDF e os manifestantes, justamente às vésperas da visita de Hillary. Na noite de terça (2 de março), 393 deputados aprovaram em primeiro turno a PEC 300 com as intervenções textuais que começaram a ser costumeiras do líder do governo à época, deputado Cândido Vaccarezza. A tão almejada igualdade salarial ia para o espaço, mas permaneciam os dois pisos nominais aprovados na Comissão Especial (R$ 3.500,00 e R$ 7.000,00), que seriam colocados nas disposições transitórias da Carta Magna após promulgada a emenda.

    Desde a conclusão dos trabalhos na Comissão Especial que caravanas de policiais e bombeiros de todo o Brasil começaram a bater o ponto em Brasília, sempre às terças e quartas, dias de votação na Câmara. Num desses encontros, no dia 19 de maio de 2010, Temer foi pressionado a votar a conclusão da PEC 300 em primeiro turno na semana seguinte, pois até aquele momento, haviam quatro destaques, colocados estrategicamente pelo governo, por intermédio Do líder do PT, deputado Fernando Ferro, para inviabilizar por completo o piso dos bombeiros e policiais.

    No dia 25 de maio a matéria entraria em pauta mas o governo entrou de sola, por ação de Vaccareza. No dia seguinte, diante das galerias lotadas, veio outra decepção, com Temer protelando mais uma vez. Durante a tarde de quarta (26), lideranças de policiais e bombeiros chegaram a se reunir com o líder do governo, deputado Vaccareza, que saiu pela tangente ao argumentar que o quorum estava baixo para se votar o piso em sessão extraordinária. Naquele encontro, o deputado protelador já ensaiava como iria ficar o desenho final da PEC 300: sem valor nominal e prazo de 180 dias para o governo apresentar em forma de Projeto de Lei o piso salarial.

    Quatro meses depois, no dia 06 de julho de 2010, após a primeira votação da PEC 300, a proposta, totalmente alterada pelo governo, era aprovada mais uma vez, agora por 349 votos. O texto aprovado, com o DNA do governo, descreve piso salarial e fundo compensatório aos estados a ser estabelecido por lei complementar com prazo de apresentação de até 180 dias depois que a emenda for promulgada pelo Congresso Nacional.

    Das movimentações legítimas que se seguiram para sensibilizar a classe política de se concluir a PEC 300 na Câmara, a mais vultosa aconteceu no dia 17 de agosto de 2010. Policiais, bombeiros e agentes penitenciários marcharam incansáveis até o DF, sob promessa, tanto do líder do governo, quanto do deputado Michel Temer de que a PEC 300 e a PEC 308 (Polícia Penal) seriam votadas no “esforço concentrado”. Uma em segundo turno e a outra em primeiro turno. Diante da pressão de muitos deputados que acusavam o líder do governo de usar a PEC 300 como mote para levar os parlamentares até a Câmara, em plena campanha eleitoral, e obrigá-los a votar medidas provisórias de interesse do governo, mais uma vez a matéria não foi votada. Orquestração do “rolo compressor”, deputado Vaccareza, sobre Temer, tudo a mando do Governo. Ao saberem que o Presidente da Câmara encerrara a Sessão no primeiro dia de “esforço concentrado” os trabalhadores da segurança pública alcançaram o Salão Verde da Câmara e pernoitaram ali, com o intuito de pressionar Temer a retomar os trabalhos no dia 18 (quarta). Temer e Vaccarezza, além de não cederem, acusaram justamente essa suposta invasão de ter sido a causadora do encerramento dos trabalhos, quando tal ocupação só aconteceu depois do encerramento da sessão.

    Com o fim das eleições de 2010, Temer, vice-presidente da república eleito, começou a se eximir da sua condição de Presidente da Câmara e a fugir do compromisso assumido de concluir o 2º turno da PEC 300, ao mesmo tempo em que Vaccarezza e alguns ministros do governo, começaram a disseminar que, diante de um novo governo, PEC 300 deveria ser concluída em 2011, com o novo Congresso. Concomitantemente, a equipe de transição do governo Dilma, sob a batuta de Paulo Bernardo (ministro do Planejamento), Alexandre Padilha (ministro das Relações Institucionais) e do próprio deputado Cândido Vaccarezza, deu início a um discurso de terrorismo junto a alguns governadores, apregoando que a PEC 300 quebraria as finanças dos estados, quando, pela aplicação da PEC 300, aconteceria justamente o contrário.

    Para os deputados que concluíam a 53ª legislatura, o líder do governo e determinados líderes ligados à base governista, setores ligados à oposição e alguns deputados do partido do líder Vaccarezza começaram, em bloco, a se dividir na tribuna da Câmara e a proferir discursos no sentido de que PEC 300, naquele ínterim, era inadequado, que o tema carecia de um debate mais profundo sobre segurança pública. Dessa forma, findou-se o ano de 2010 e as estratégias do governo deram certo. A votação em segundo turno não aconteceu. A protelação ensaiada inicialmente pelo líder Vaccarezza tinha dado resultado.

    Para o arremate final, do pacote de maldades do governo e pelas mãos de Vaccarezza, saiu um golpe rasteiro. Ficou estabelecido, no apagar das luzes de 2010, que a proposta só entraria em pauta novamente após conclusão de uma nova comissão especial para se analisar PEC 300 “num contexto mais amplo de segurança pública”. Em outras palavras, o governo outra vez se utilizou de mais um instrumento protelatório (que não consta no Regimento Interno) para arriscar aposentar de vez a PEC da dignidade. Em nenhum momento o governo se mostrou interessado em PEC 300. Segurança pública não está entre as temáticas principais do governo. Pelo andar da carruagem tomara que não esteja entre as últimas.

    Em referência ao artigo do deputado Sirkis, que, aliás, é mais um soldado em defesa da PEC 300, a proposta não é uma “abordagem meramente corporativa”. Há décadas e décadas que os nobres trabalhadores da segurança pública carregam a segurança nos ombros diante do pouco caso dos governos estaduais e federal. O que está sendo proposto é uma valorização dos garantidores da liberdade dos cidadãos brasileiros. Não se deseja nada a mais nem a menos.

    Mais de dois trilhões de reais é quanto o governo administra por ano em orçamento e não quer dar a contrapartida necessária para o mecanismo chamado segurança pública começar a funcionar. Meio por cento dessa dinheirada é o valor da complementação salarial dos nossos heróis. Um pingo no oceano. O que será necessário fazer para que o governo deixe a protelação de lado e encare como um grande investimento a criação do piso salarial nacional dos bombeiros e policiais? Fica a pergunta no ar.

  411. Fernando

    -

    29/03/2011 às 14:37

    Eu sou a favor da pec 300!!!

  412. MANA

    -

    29/03/2011 às 11:13

    O MINISTRO CEZAR PELUSO SUGERE QUE O STF REALIZE UM CONTROLE PRÉVIO DE CONSTITUCIONALIDADE DE PROJETOS.

    ESSA É UMA EXCELENTE IDEIA. SÓ ASSIM IRÁ MORALIZAR ESSE CONGRESSO QUE SÓ FAZEM CONCHAVO COM O EXECUTIVO E GOVERNADORES. SÓ APROVAM LEIS E MP’S DE INTERESSE PARTIDÁRIOS.
    É O CASO DA PEC 300/446 QUE ESTÁ SENDO PRETERIDA, PROCRASTINADA; ENQUANTO A SOCIEDADE E OS POLICIAIS ESPERAM A SUA APROVAÇÃO, E A INSEGURANÇA NO PAÍS CONTINUA SEM SOLUÇÃO.
    PARABÉNS AO MINISTRO. MORALIZE ESTA CASA.

    E MAIS:

    DEPUTADOS EXIJAM DO SR. MARCO MAIA A PAUTA DA PEC 300/446.
    O QUE ESTÁ ACONTECENDO? ESTÃO PAUTANDO TUDO, MENOS A PEC 300/446. TRANQUEM ESSAS MP´S ENQUANTO O EXECUTIVO E ESSE PAPAGAIO DE GOVERNO “VAGAREZZA” ATRAPALHAR A SUA APROVAÇÃO.
    A SOCIEDADE ESTÁ EXIGINDO A APROVAÇÃO DA PEC 300/446.

  413. Pedro

    -

    28/03/2011 às 17:59

    PEC 300 eu acredito!! Contra tuda e contra todos!! Pela valorização dos profissionais de segurança pública!!

  414. João Fonseca

    -

    28/03/2011 às 15:57

    Postei essa notícia, pq em um País onde a corrupção sempre chega primeiro, é inadimissível uma presidente da Republicar abrir as janelas para à corrupção, veja só no 3º parágrafo do noticiário…

    Repasse federal a Estados e cidades cresce com eleição

    Estadão,28 de março de 2011 | 8h 05

    O governo federal acelerou o ritmo de liberação de verbas livres de obrigação constitucional para Estados e municípios em 2010, ano em que o então presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou ser “prioridade” eleger Dilma Rousseff (PT) sua sucessora no Palácio do Planalto. Em relação a 2009, a distribuição de recursos cresceu 51% em termos reais, descontada a inflação.
    No ano da eleição, o governo federal enviou para os governos estaduais e municipais cerca de R$ 13,9 bilhões como transferências voluntárias. Em 2009, esse repasse foi de R$ 9,2 bilhões. Nos três anos anteriores a 2010, não houve crescimento significativo nas transferências voluntárias do governo federal para os Estados e os municípios.
    As transferências voluntárias são recursos repassados pela União a Estados, municípios e entidades sem fins lucrativos, que podem ser usados para realização de obras ou na prestação de serviços. Esse dinheiro é repassado geralmente por meio de convênios ou acordos e não segue nenhuma determinação constitucional. É, portanto, recurso que pode ser distribuído de acordo com critérios escolhidos pelo próprio governo.

  415. Alisson Vieira

    -

    28/03/2011 às 13:11

    quando vejo essa difença entre os salarios dos policiais e dos bombeiros fico pensando que estamos em outro país que os problemas que antigem o distrito federal nao sao os mesmos que antigem o ceara ou sp é mais o rio de janeiro por que tanta difenrença entre estados se fazemos parte de uma so nação sem falar que bandindos migram de um estado para outro só queremos salarios dignos é mais respeito pois atvidade policial é uma das mais complexas que ja vi pec 300 um sonho ou pesadelo que alimentam nossas familias com falsas esperanças.Brasil país esse que em época de campanha é muito rico é maravilhoso mas que depois fica pobre. pobeza essa que so atinge quem realmente trabalha por eese pais que deus nos abençoe

  416. michardson

    -

    28/03/2011 às 11:56

    enquanto não elegermos homens compromissados, de carater, eticos e honestos não teremos um brasil que todos queremos. Esse deputados não sabem o que é passar noites em claro para dar segurança a sociedade, por um Salario de FOME. DIGAM SIM A PEC 300

  417. SD BM PA

    -

    28/03/2011 às 11:40

    para a pec300 ser votada em primeiro turno nós marchamos até Brasília.Se preciso for FECHAREMOS A CAPITAL FEDERAL NOVAMENTE.Não somos crianças.Vai chegar um momento que não vamos aguentar mais.Tivemos a palavra do senhor Michel Temer,hoje vice-presidente.Homem que é homem não precisa que suas palavras estejam num papel para valer,basta ele dizer.Companheiros acessem o blog do soldado almança(pec300.com)avisem suas associações pois está sendo organizada uma nova caravana até Brasília.Não vamos ficar parado diante desse descaso do governo.Agradeço ao jornalista Ricardo Setti por estar acompanhando esse tema.obrigado!

  418. Francisco de Assis da Silva Farias

    -

    28/03/2011 às 11:06

    Os policiais e bombeiros de todo País merecem respeito e dignidade com a aprovação da pec 300/446 no segundo turno,(a unificação dos salários das policias e bombeiros de todos os Estados do Brasil).Obrigado sr Ricardo Satti pelo apoio que tem nos dado.Que a emprensa televisada também divugue.
    Francisco. Farias,PMERJ RIO.

  419. Elton Regis

    -

    28/03/2011 às 11:02

    Ricardo, Parabens pela coragem de remar contra a grande mídia, que ainda é cheia de recentimentos com esses profissionais, talvez por atitudes de outrora.

  420. carla

    -

    28/03/2011 às 10:50

    LEIAM O ARTIGO DO DEPUTADO ALFREDO SIRKIS, UM DOS TANTOS DEPUTADOS QUE DEFENDEM A PEC 300/446:

    “Estimular e depois frustrar as expectativas de policiais civis, militares e bombeiros de todo o país é perigoso”

    Alfredo Sirkis*

    No ano passado o governo, por razões eleitoreiras, deu luz verde para a votação da PEC 300 no Congresso e agora pretende bloquear sua aprovação final por conta dos custos que pretende serem inviáveis. Fica, no entanto, com uma batata quente nas mãos. Estimular e depois frustrar as expectativas de policiais civis, militares e bombeiros de todo o país é perigoso. Vislumbra-se uma crise no horizonte. Mas crise quer dizer também oportunidade. É preciso transcender a abordagem meramente corporativa e considerar um aumento substancial dos salários dos policiais numa perspectiva de melhor qualidade da segurança pública vinculada à imposição, em contrapartida, da dedicação exclusiva com o fim do duplo emprego.

    O nó górdio da má qualidade de nossas polícias são as escalas de serviço (no Rio, 24h x 48h, na PM, e 24 x 72, na polícia civil) que fazem da profissão policial uma ocupação part time. Na maioria dos casos, o “bico” torna-se a atividade melhor remunerada do policial e a falta de uma rotina profissional bem enquadrada, com os policiais dedicados à segurança pública apenas um ou dois dias por semana compromete seriamente sua qualidade sem falar no muito que facilita atividades típicas de “banda podre”.

    Defendo a dedicação exclusiva e um fundo nacional, nos moldes do FUNDEP, para ajudar os estados a implantá-la. O momento de rediscussão da PEC 300 será favorável para tratar disso. O governo criou uma armadilha para si próprio quando em ano eleitoral apoiou a PEC 300 e agora quer eliminá-la por razões fiscais que fazem sentido mas precisam ser encaradas de uma forma mais ampla, buscando áreas de redução do gasto público que poderiam compensar (Que tal Belo Monte, trem-bala, BR 319, operações Tesouro-BNDES, etc?).

    Por outro lado, a coisa não pode ser vista meramente como questão corporativa. Deve haver um aumento substancial em troca da implementação severa da dedicação exclusiva. Ela teoricamente já existe mas ninguém respeita nem faz respeitar, vistos os salários muito baixos. É uma das várias condições para chegarmos a policias de melhor qualidade. Mas é básica. Os policiais devem trabalhar só em segurança pública, mesmo no caso de horários especiais e, fora isso, aperfeiçoamento profissional, adestramento e treinamento.

    * Alfredo Sirkis – Deputado federal pelo Partido Verde (RJ), do qual é um dos fundadores, tem 60 anos, e foi secretário de Urbanismo e de Meio Ambiente da cidade do Rio de Janeiro e vereador. Jornalista e escritor, é autor de oito livros, dentre os quais Os carbonários (Premio Jabuti de 1981) e o recente Ecologia urbana de poder local. Foi um dos líderes do movimento estudantil secundarista, em 1968, e viveu no exílio durante oito anos.

  421. romulo lopes

    -

    28/03/2011 às 10:50

    Essa novela ja deveria ter acabado, é uma vergonha um país onde faz um rombo tão grande com aumento de saĺarios dos seus parlamentares absurdos em tempo recorde, enquanto a segurança pública só pede a unificação do piso salárial nacional, para uma melhor qualidade de vida para seu profissionais, porque tanta demora ?
    Ricardo setti parabéns continue mostrando para sociedade essa realidade oculta de nossos governante.

  422. neto

    -

    28/03/2011 às 10:47

    Greves das Polícias Civis no Maranhão, Paraíba,Piauí, Bahia… A insatisfação é geral, por falta de uma política nacional. Existe uma mobilização nacional pelos policiais, que irá desembocar em Brasília em meado de maio/2011. A intenção é levar caravanas de todo o país e parar as vias de acesso de Brasília, próximas ao Congresso Nacional e forçar que o MARCO MAIA/DILMA PAUTEM A PEC 300/446 URGENTE E ENVIA AO SENADO.
    OS DEPUTADOS QUEREM VOTAR A PEC 300/446 E O MARCO MAIA PELA PRESSÃO DA DILMA E DOS GOVERNADORES estão obstruindo, criando todos os artifícios, como comissões e comissões… sem fundamento algum, haja vista que pelo regime interno da casa já está na legalidade, automaticamente para ser VOTADA EM SEGUNDO TURNO, o resto é armação para não colocá-la em PAUTA.
    Esta é a verdade.
    Quanto à fonte de recurso, isto deve constar em Lei. Fonte existe, é questão política.

  423. Elton Regis

    -

    28/03/2011 às 10:46

    Por que uma instituição quase bicentenária ainda não conseguiu se mostrar reconhecidamente essencial para a sociedade? Por que se prender tanto às tradições em detrimento à inovação que os novos tempos exigem?

    De fato, são diversas as indagações que ficam perdidas e que não obtemos respostas justificáveis.

    Uma noite dessas, durante a perda de sono rotineira, estava mudando de canal e, sintonizei em um programa em que seu apresentador se dirigiu ao auditório, pedindo para que as pessoas ali, citassem coisas inúteis. Um inútil, imundo na platéia disse: “polícia”, o apresentador repetiu a palavra expressada pelo ignóbil “comedor de farinha” da sua platéia, ironizou com um sorriso, mas não ignorou, não é à toa que repetiu o que até então os telespectadores não haviam compreendido. Pois é, temos recebido títulos como esses desde que o Chico compões “Acorda Amor”, deste que alguém cantou: “Polícia para quem precisa de polícia” na nossa cara.

    É notório que todas as profissões justificam a sua existência e a sua importância para continuarem se mantendo reconhecidas na sociedade, muito embora, em algumas situações, muitas delas não representem sequer a metade da importância da Polícia.

    Frases de efeito tais como: “Antes de tomar qualquer remédio, seu médico deve ser consultado”; “A ordem é dos Advogados”; ou ainda, “Se beber não dirija, vá de táxi”, são as provas da injeção de dependência dessas profissões, que no caso de algumas tendo sua relevância ou não, ninguém irá questionar.

    Quem não conhece alguém que já teve uma dor de cabeça e ao consultar um médico e ele disse: “é vista, vá ao oftalmologista”? Pois bem. Nós, na nossa situação de leigos, teríamos tomado uma aspirina, pois, basicamente, é isso que faz a dor de cabeça passar. No entanto, não é isso que acontece com nossa profissão.

    Atualmente, insanos por audiência ou por votos têm desvirtuado a nossa importância e, contra isso, temos nos tornado impotentes. Pessoas que sequer administram seus problemas pessoais, ditam como a Polícia deve agir e, assim se tem feito. Ou alguém aqui que não é pedreiro, mesmo tendo outros conhecimentos diversos, seja um economista poliglota, ou ministro do supremo, tenha ensinado àquele operário a fazer seu trabalho? Nunca. Mas por que isso acontece com a Polícia? Todo mundo sabe como fazer o trabalho dela, menos os policiais.

    Pois é, o que precisamos é sermos reconhecidamente Autoridade, aqueles que estão aqui para resolver o problema do cidadão, mas que antes de tudo, não morra à mingua. Precisamos ser antes de tudo, alguém que pode falar de igual pra igual com qualquer cidadão, sem ter seu “tapete puxado”, ou se sentir diminuído porque ganha menos que a mesada do play-boyzinho que aponta o dedo na sua cara, lhe coagindo porque é filho do político que pode “tirar sua farda”. O que precisamos é de Identidade, de Unidade, de termos a nossa frase de efeito, mas, antes, temos que pelo menos sermos remunerados dignamente, à altura da importância da nossa profissão para a sociedade.

  424. MANA

    -

    28/03/2011 às 10:30

    A VERDADE SOBRE A PEC 300/446.

    VEJA O QUE O GOVERNO APRONTOU CONTRA A PEC 300/446 – DO BLOG DO CAPITÃO ASSUNÇÃO:

    Capitão Assumção

    Lendo em Congresso Em Foco um artigo do nobre deputado Alfredo Sirkis sobre a PEC 300 notei alguns detalhes descritos na nota que não fizeram parte da heróica trajetória da PEC 300. Achei interessante relatar os passos que foram dados pelos atores principais, policiais e bombeiros, que tornaram a proposta tema recorrente nas principais mídias do país . Tiraram leite de pedra. Por que nessa luta (que não foi eleitoral), o governo federal não foi protagonista. Pelo contrário, atrapalhou por deveras. Em primeiro plano, o governo nunca se mostrou afável à PEC 300.
    Fazendo um “mini flashback”, relembro que em seu texto original, formulado pelo subtenente Clóvis Oliveira, da PM paulista e, apresentado na Câmara dos Deputados pelo deputado Arnaldo Faria de Sá, a proposta discorria sobre igualdade salarial. Ou seja, rezava o texto desenhado pelas mãos do suboficial da PMESP que todos os policiais e bombeiros militares deveriam ter a sua remuneração baseada nos proventos dos profissionais da PMDF, nunca sendo inferior.
    Essa talvez tenha sido a primeira grande barreira à proposta que começou a tramitar em 4 de novembro de 2008 na Câmara dos Deputados. A proposta foi aprovada pela Comissão de Constituição e Justiça e Cidadania (CCJC) no dia 7 de abril de 2009, sem alteração do seu texto, tendo como relator e grande defensor o deputado Mendonça Prado. A batalha travada pela internet junto aos profissionais da segurança pública, com essa vitória na CCJC, foi amplificada. As caixas de e-mail dos parlamentares ficaram abarrotadas com pedidos para que os deputados cobrassem do então Presidente da Câmara, deputado Michel Temer, o início dos trabalhos na Comissão Especial, que regimentalmente teria um prazo de 40 sessões ordinárias. Diante dessa pressão, Temer dá início aos trabalhos da Comissão Especial no dia 13 de maio. E nessa mesma data foram programadas as famosas marchas e audiências públicas denominadas “PEC 300 EU ACREDITO” em todos os estados. A primeira aconteceu em Campina Grande, Paraíba.
    Com o compromisso do primeiro vice-presidente, deputado Paes de Lira e do relator da PEC 300, deputado Major Fábio, de que não haveria protelações, no dia 25 de novembro de 2009, encerrava-se o trabalho dos parlamentares imbuídos de subsidiar a PEC 300 quanto ao mérito. Permaneceu o texto original do relator na CCJC, deputado Mendonça Prado e acrescentou-se um valor nominal para o teto mínimo do soldado e do tenente. Mesmo com forte mobilização oriunda das marchas populares nos estados, o governo conseguiu adiar para o ano de 2010 a votação do texto aprovado na Comissão Especial da PEC 300.
    O ano de 2010 começou movimentado haja vista que além da internet, os policiais se mobilizaram em caravanas e bateram às portas da Câmara com receio de que a PEC 300 fosse protelada “ad eternum”.
    Finalmente, no dia 2 de março de 2010, diante de uma grande marcha de bombeiros e policiais de todo o Brasil, que culminou em uma paralisação por mais de 10 horas da principal via de acesso ao Distrito Federal, o Presidente da Câmara foi colocado na parede ante a ameaça de os profissionais da segurança pública de todo o Brasil permanecerem impedindo a circulação de veículos por tempo indeterminado. O receio maior era de que a visita no dia seguinte (3) da Secretária de Estado norte-americana, Hillary Clinton, acontecesse sob forte onda de protestos dos bombeiros e policiais que ameaçaram acampar em frente ao Ministério das Relações Exteriores.
    Não restou outra saída. Temer recebeu o aval do governo para que se votasse a PEC 300, diante da iminência de um possível conflito armado entre a PMDF e os manifestantes, justamente às vésperas da visita de Hillary. Na noite de terça (2 de março), 393 deputados aprovaram em primeiro turno a PEC 300 com as intervenções textuais que começaram a ser costumeiras do líder do governo à época, deputado Cândido Vaccarezza. A tão almejada igualdade salarial ia para o espaço, mas permaneciam os dois pisos nominais aprovados na Comissão Especial (R$ 3.500,00 e R$ 7.000,00), que seriam colocados nas disposições transitórias da Carta Magna após promulgada a emenda.
    Desde a conclusão dos trabalhos na Comissão Especial que caravanas de policiais e bombeiros de todo o Brasil começaram a bater o ponto em Brasília, sempre às terças e quartas, dias de votação na Câmara. Num desses encontros, no dia 19 de maio de 2010, Temer foi pressionado a votar a conclusão da PEC 300 em primeiro turno na semana seguinte, pois até aquele momento, haviam quatro destaques, colocados estrategicamente pelo governo, por intermédio Do líder do PT, deputado Fernando Ferro, para inviabilizar por completo o piso dos bombeiros e policiais.
    No dia 25 de maio a matéria entraria em pauta mas o governo entrou de sola, por ação de Vaccareza. No dia seguinte, diante das galerias lotadas, veio outra decepção, com Temer protelando mais uma vez. Durante a tarde de quarta (26), lideranças de policiais e bombeiros chegaram a se reunir com o líder do governo, deputado Vaccareza, que saiu pela tangente ao argumentar que o quorum estava baixo para se votar o piso em sessão extraordinária. Naquele encontro, o deputado protelador já ensaiava como iria ficar o desenho final da PEC 300: sem valor nominal e prazo de 180 dias para o governo apresentar em forma de Projeto de Lei o piso salarial.
    Quatro meses depois, no dia 06 de julho de 2010, após a primeira votação da PEC 300, a proposta, totalmente alterada pelo governo, era aprovada mais uma vez, agora por 349 votos. O texto aprovado, com o DNA do governo, descreve piso salarial e fundo compensatório aos estados a ser estabelecido por lei complementar com prazo de apresentação de até 180 dias depois que a emenda for promulgada pelo Congresso Nacional.
    Das movimentações legítimas que se seguiram para sensibilizar a classe política de se concluir a PEC 300 na Câmara, a mais vultosa aconteceu no dia 17 de agosto de 2010. Policiais, bombeiros e agentes penitenciários marcharam incansáveis até o DF, sob promessa, tanto do líder do governo, quanto do deputado Michel Temer de que a PEC 300 e a PEC 308 (Polícia Penal) seriam votadas no “esforço concentrado”. Uma em segundo turno e a outra em primeiro turno. Diante da pressão de muitos deputados que acusavam o líder do governo de usar a PEC 300 como mote para levar os parlamentares até a Câmara, em plena campanha eleitoral, e obrigá-los a votar medidas provisórias de interesse do governo, mais uma vez a matéria não foi votada. Orquestração do “rolo compressor”, deputado Vaccareza, sobre Temer, tudo a mando do Governo. Ao saberem que o Presidente da Câmara encerrara a Sessão no primeiro dia de “esforço concentrado” os trabalhadores da segurança pública alcançaram o Salão Verde da Câmara e pernoitaram ali, com o intuito de pressionar Temer a retomar os trabalhos no dia 18 (quarta). Temer e Vaccarezza, além de não cederem, acusaram justamente essa suposta invasão de ter sido a causadora do encerramento dos trabalhos, quando tal ocupação só aconteceu depois do encerramento da sessão.
    Com o fim das eleições de 2010, Temer, vice-presidente da república eleito, começou a se eximir da sua condição de Presidente da Câmara e a fugir do compromisso assumido de concluir o 2º turno da PEC 300, ao mesmo tempo em que Vaccarezza e alguns ministros do governo, começaram a disseminar que, diante de um novo governo, PEC 300 deveria ser concluída em 2011, com o novo Congresso. Concomitantemente, a equipe de transição do governo Dilma, sob a batuta de Paulo Bernardo (ministro do Planejamento), Alexandre Padilha (ministro das Relações Institucionais) e do próprio deputado Cândido Vaccarezza, deu início a um discurso de terrorismo junto a alguns governadores, apregoando que a PEC 300 quebraria as finanças dos estados, quando, pela aplicação da PEC 300, aconteceria justamente o contrário.
    Para os deputados que concluíam a 53ª legislatura, o líder do governo e determinados líderes ligados à base governista, setores ligados à oposição e alguns deputados do partido do líder Vaccarezza começaram, em bloco, a se dividir na tribuna da Câmara e a proferir discursos no sentido de que PEC 300, naquele ínterim, era inadequado, que o tema carecia de um debate mais profundo sobre segurança pública. Dessa forma, findou-se o ano de 2010 e as estratégias do governo deram certo. A votação em segundo turno não aconteceu. A protelação ensaiada inicialmente pelo líder Vaccarezza tinha dado resultado.
    Para o arremate final, do pacote de maldades do governo e pelas mãos de Vaccarezza, saiu um golpe rasteiro. Ficou estabelecido, no apagar das luzes de 2010, que a proposta só entraria em pauta novamente após conclusão de uma nova comissão especial para se analisar PEC 300 “num contexto mais amplo de segurança pública”. Em outras palavras, o governo outra vez se utilizou de mais um instrumento protelatório (que não consta no Regimento Interno) para arriscar aposentar de vez a PEC da dignidade. Em nenhum momento o governo se mostrou interessado em PEC 300. Segurança pública não está entre as temáticas principais do governo. Pelo andar da carruagem tomara que não esteja entre as últimas.
    Em referência ao artigo do deputado Sirkis, que, aliás, é mais um soldado em defesa da PEC 300, a proposta não é uma “abordagem meramente corporativa”. Há décadas e décadas que os nobres trabalhadores da segurança pública carregam a segurança nos ombros diante do pouco caso dos governos estaduais e federal. O que está sendo proposto é uma valorização dos garantidores da liberdade dos cidadãos brasileiros. Não se deseja nada a mais nem a menos.
    Mais de dois trilhões de reais é quanto o governo administra por ano em orçamento e não quer dar a contrapartida necessária para o mecanismo chamado segurança pública começar a funcionar. Meio por cento dessa dinheirada é o valor da complementação salarial dos nossos heróis. Um pingo no oceano. O que será necessário fazer para que o governo deixe a protelação de lado e encare como um grande investimento a criação do piso salarial nacional dos bombeiros e policiais? Fica a pergunta no ar

  425. Edivaldo Souza

    -

    28/03/2011 às 10:10

    Estamos precisando muito de incentivo, pois correndo risco de vida diariamente e os mal feitores estao sempre tirando vidas de nossos companheiros. Primeiro incentivo salarial, apos legislacao rigorosa e equipar nossas policias.
    Obrigado pela oportunidade.

  426. Alberto Beviniévisque

    -

    28/03/2011 às 9:18

    Pedir dignidade é justo. Injusta foi a foi a forma que os parlamentares aumentaram seus próprios salário de forma sorrateira.

  427. Paulo lima

    -

    28/03/2011 às 0:20

    Temos que mudar essa historia no nosso país, policiais merecem respeito!

  428. Rafael

    -

    27/03/2011 às 21:46

    Obrigado Ricardo, fico muito feliz em ver que tem pessoas de bem querendo nos ajudar, e ajudar a sociedade que ganhara uma segurança de melhor qualidade.

  429. Pedro Junior

    -

    27/03/2011 às 19:49

    A própria sociedade tem que parar de fazer discursos demagógicos de apoio às polícias (como fazem maior parte de nossos parlamentares) e realmente apoiar a causa. Nós, enquanto sociedade, precisamos dessa valorização que ja vem tarde, diga-se de passagem. Os policiais, logicamente, serão beneficiados, porém a sociedade vai auferir o maior benefício. Pec 300 já. Cidadão brasileiro.

  430. J.Fernando

    -

    27/03/2011 às 16:11

    Obrigado pelo apoio sr Ricardo Setti, a imprensssa tem sido favoravel ao trabalho das Policias e Bombeiros do Estado de São Paulo e acredite o seu trabalho esta sendo reconhecido.

  431. Cleudo

    -

    27/03/2011 às 13:52

    Estamos cientes da necessidade de melhorar os salários de policiais e bombeiros de todo país, pois com isso o ser humano por baixo da farda irá trabalhar e agir com mais dignidade, porque não estará smepre a mercê de bicos para dar melhores condições a sua família, obrigado

  432. denircio oliveira

    -

    27/03/2011 às 13:46

    e´pessoal e mais facil o corinthians um dia ganhar a libertadores do que a aprovação da PEC300, ja é fato notório que nossos parlamentares não gostam de militares.

  433. aloprado

    -

    27/03/2011 às 12:04

    bom dia, gostaria de saber qual o real motivo dos nossos governantes investirem tal pouco em segurança publica,qual é o interesse dos mesmos,porque não é possivel o que está acontecendo principalmente em sp o estado mais rico, o que está por tras disto, o real motivo, se alguma pessoa conseguir explicar por me ajude. gostaria também de ver a tabela dos salarios de todos os pms do brasil. valeu fui

  434. Clovis de Oliveira

    -

    27/03/2011 às 10:57

    Senhor Ricardo Setti na qualidade de idealizador da PEC300 e em nome de todos Policiais Civis Militares e Bombeiros Militares de todo os estados brasileiros, quero agradecer o espasso que a revista VEJA abre e através de sua coluna e, poder contar com seu apoio nesta proposta de Emenda a Constituição nº 300, que mobilisau o Brasil por melhor Segurança Publica a todos os seus cdadãos.
    Subtenente Clovia de Oliveira idealizador das PECs 195\2007 e 300\2008, Relações Publicas da ASBRA.

  435. Thiago Cavalcanti

    -

    27/03/2011 às 10:11

    O que faz uma pessoa levantar-se pela manha vestir sua farda e se despedir da esposa e filho sem saber se vai voltar “se eu não voltar saibam que amo muito voces”. Quanto vale essa doação de vida? 1.200 , 1.400 ou quem sabe 4.000 mil reais.
    O POLICIAL PRECISA SER RECONHECIDO.

  436. Rodrigo

    -

    27/03/2011 às 9:31

    Parabéns pelo post.
    A Segurança Pública do Brasil agradece a força, continuamos na luta!!

  437. MARCELO

    -

    26/03/2011 às 22:04

    Acrediten companheiros de caserna , unidos venceremos! vamos lutar até o fim contra este salário de fome que temos . . .

  438. Eduardo Rangel

    -

    26/03/2011 às 20:35

    algo tem que ser feito pela segurança pública, não dá pra ser policial e enfrentar todo os tipos de adversidade e ganhar pouco por isso. Tenho família também ,mas deixo minha família desprotegida para dar segurança a outras, não temos plano de saúde e muito menos incentivos para trabalhar, somente opressão e perseguição, na folga temos os bandidos nos marcando. Quanto vale a vida de um policial? Bandido morto pela polícia vira vítima do sistema, policial morto por bandidos vira estatística e fica esquecido em pouco tempo.

  439. Nilson José de Lima

    -

    26/03/2011 às 20:03

    è com tristeza que assistimos aos noticiários sobre o aumenta da violencia em todo o território nacional, é corriqueira a divulgação de mortes de homens e mulheres que tem por obrigação entregar a vida em defesa de outro. Por que a vida de alguns valem mais que de outros? a vida dos policiais e bombeiros de brasília valem mais que a vida dos demais companheiros de outros Estados?

  440. "AUGUSTA A MÃE DA PEC 300'

    -

    26/03/2011 às 19:34

    “AUGUSTA A MÃE DA PEC 300”
    Vamos buscar o que é nosso!
    Repassar aos demais policiais.
    P E C 300/08
    Piso de policiais e bombeiros militares, policiais civis, reformados,
    aposentados e pensionista do Brasil
    deve ser prioridade na
    Câmara dos deputados.
    Quase todos os candidatos prometeram:
    SEGURANÇA, SAÚDE E EDUCAÇÃO.

    Ligue para os deputados e senadores:
    Disque Câmara dos Deputados: 0800 619 619
    Senadores: Alô Senado: 0800 612211

    Vamos fazer a nossa parte…

    AUGUSTA F. FONSECA
    E-mail: augustapec300@gmail.com
    “A MÃE DA PEC 300”

    Neste trabalho que temos feitos no Congresso Nacional
    (Senado Federal e Câmara dos Deputados)

    Quero agradecer a todos os POLICIAIS que tem ligado para o Congresso Nacional e pressionado os parlamentares para a votação da “PEC 300”, foram muitas as ligações e o empenho destes que ligam e também daqueles que viajam até Brasília, é muito louvável.

    Quero entre outros tantos policiais aqui agradecer a 02 pessoas que com certeza representa e muito a classe. São eles: O Sub Tenente Clóvis Oliveira – PMESP, idealizador da PEC 300 e o queridíssimo Sargento Elcio Inocente. O Trabalho que é feito pelo Sargento Elcio Inocente e sua equipe você poderá confirmar no site: http://www.apmdfesp.com.br – Associação dos Policiais Militares Portadores de Deficiência do Estado de São Paulo – APMDFESP.

    São muitas as promessas de votação da “PEC 300” que recebo de senadores e deputados é de que a “PEC 300” deverá ser aprovada. Mesmo contra a vontade do governo federal e de alguns governadores estaduais.

    Esta semana recebemos mais outros aliados alguns são verbalmente e outros por escrito ao apoio a “PEC 300”.

    Agradecemos aos deputados federais e senadores

    para”Augusta F. Fonseca – \”A MÃE DA PEC 300\”"

    Prezada Augusta

    De ordem do Deputado Roberto de Lucena (PV/SP) informo o recebimento de sua mensagem solicitando apoio a PEC 300.

    O parlamentar solicita que registre que já chegou a esta Câmara dos Deputados manifestando interesse pela imediata aprovação da PEC 330 e neste sentido esta semana estará protocolando requerimento de inclusão da matéria na Ordem do Dia. Solicita ainda que informe que doravante os militares poderão contar com todo seu empenho nesta justa e merecida luta.

    Dep. Reinhold Stephanes
    para”Augusta F. Fonseca – \”A MÃE DA PEC 300\”"

    data17 de março de 2011 16:38
    assuntoRES: PEC 300 DOS POLICIAIS DO BRASIL.
    enviado porcamara.gov.br

    Prezada Senhora Augusta,
    De ordem do Deputado Federal Reinhold Stephanes(PMDB/PR), informo-lhe que ele defende a aprovação da PEC 300/08, que cria um piso nacional para os salários de policiais militares e bombeiros.
    informo ainda que, o Deputado se empenhará pela aprovação dessa matéria.
    Atenciosamente,
    Francisca Carmo
    Chefe de Gabinete do Deputado Reinhold Stephanes
    (61) 3215-5820
    Câmara dos Deputados – Anexo IV – Gabinete 820 – Brasília/DF 70160-900 – Fones: 61.3215-5820/3820 Fax: 61.3215-2820

    Prezada Augusta,

    Inicialmente, quero lhe informar que, já por ocasião do exercício de meu mandato como Governador do Estado do Rio de Janeiro, fui responsável pala reimplantação do escalonamento vertical para os Integrantes da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros daquele Estado, ato que representou um reajuste de 68% para a grande maioria dos postos e graduações destas duas valorosas corporações.
    Agora na qualidade de Deputado Federal a minha orientação não será diferente: reconhecimento e salário digno a esta classe tão esquecida. No que não me furtarei a sempre me pronunciar neste sentido. Para tanto, inclusive, conta o meu gabinete com a colaboração de dois Coronéis, um da PM e outro do Corpo de Bombeiros, que estarão inteiramente voltados a receber qualquer sugestão no sentido de que seja dada efetividade a esta justa pretensão.
    Atenciosamente,

    ANTHONY GAROTINHO
    Deputado Federal
    PR/RJ

    Câmara dos Deputados, Anexo IV, Gabinete 714
    Brasília/DF
    CEP: 70.160-900
    Telefone: (61) 3215-5714
    Fax: (61) 3215-2714
    dep.anthonygarotinho@camara.gov.br
    @blogdogarotinho
    http://www.blogdogarotinho.com.br

  441. Roberio Benicio

    -

    26/03/2011 às 18:35

    Parabens meu caro, boa sorte nessa matéria
    Você foi muito feliz com a escolha de um assunto tão importante como esse, afinal precisamos fazer alguma coisa em relação a segurança pública, pois não podemos continuar fingindo que nada está acontecendo hoje no Brasil.

  442. Alano

    -

    26/03/2011 às 17:14

    PEC 300. Eu acredito!!

  443. francisco carlos de oliveira junior

    -

    26/03/2011 às 17:02

    é difícil um policial dar segurança a população, quando esse policial sai de casa para trabalhar e deixa seus familiares em bairros de periferia que é onde moram a maioria dos policiais do brasil. salario digno já.

  444. Hugo Leonardo

    -

    26/03/2011 às 12:57

    A quem interessa esse essa votação? acho que só a nós, policiais militares e familiares,brincam de polícia e ladrão nos usando de barganha política pra enganar os trouxas.Tomara que acordem e votem logo por que nesse Brasil é Deus pra uns, PMDF, e Diabo pro resto do Brasil.

  445. DYLSON RODRIGUES

    -

    26/03/2011 às 6:19

    Todos sabem que segurança Pública é algo importante, mas a sociedade nos ignora, só lembra qd precisa, vamos valorisar os proficionais de segurança, vamos dar a eles ula vida mais digna!!

  446. Rafael

    -

    26/03/2011 às 0:38

    isso mesmo os policiais brasileiros saem todos os dias de suas casas pra defender a sociedade arriscando a propria vida e nao tem um salario digno e muitas veses deixa sua familia em casa passando necessidade,os policiais merecem a pec 300 sim merecem ate mais dinheiro do que a pec

  447. Daniel

    -

    25/03/2011 às 23:27

    É vergonhoso como os parlamentares estão “enrolando” para votarem a PEC 300, estão calando a voz da democracia, é uma falta de respeito total com os policiais, sabendo-se que essa medida pelo período de tempo já deveria ter sido votada. Esse é o Brasil que vivemos.

  448. Leandro

    -

    25/03/2011 às 23:17

    PEC 300 já, a votação dessa medida representará um marco grandioso para o devido respeito e promoção daqueles que colocam em risco a própria vida diariamente para proteger a população.

  449. Daniel

    -

    25/03/2011 às 23:14

    A PEC 300 irá beneficiar não só aos policiais, mas toda a sociedade brasileira, pois irá melhorar a qualidade de vida de que quem está diretamente exposto ao risco e trabalhando sob todos os tipos de perigos.

  450. Marcos R. Nanuk

    -

    25/03/2011 às 22:45

    Não sou policial militar, mas apóio a causa! Eu mesmo jamais enfrentaria o dia a dia desse profissional, só se eu ganhasse muito bem e pudesse deixar minha família bem! Na verdade são heróis e dependemos deles ( dos bons profissionais) para termos segurança ! Aqui em São Paulo então… PCC e outros andam aterrorizando e barbarizando! Votem logo essa PEC e deem condições de trabalho para a polícia!

  451. Eliana de Abreu

    -

    25/03/2011 às 22:39

    Já deveriam ter aprovado! Neste país se gasta tanto em bobagens ( Copa do Mundo p ex….). Seria um dinheiro bem gasto! Precisamos valorizar o policial militar, assim como os professores!

  452. wilamy

    -

    25/03/2011 às 21:42

    Muito valiosa a apreciação e aprovação desta emenda pra dignidade da familia policial militar que ao dedicar-se a sociedade com o risco da própria vida nada mais justo que um salário digno PEC 300 Jà aprovação imediata!!!!! Obrigado aos que apoiam essa emenda pec300!!

  453. Joeldeson Farinha

    -

    25/03/2011 às 21:26

    Olá senhores Pms e BMs, não desistam de seus sonhos, tenham fé, vamos confiar e sairemos com a vitória.
    com os seu apoio agora sai.
    valeu Ricardo por vc também acreditar.

  454. Francisco

    -

    25/03/2011 às 21:20

    O seu Michel Temer ja conseguiu o que queria e agora virou as costas para a PEC 300 precisamos de todo o apoio possivel obrigado Ricardo Setti

  455. Francisco de Assis da Silva Farias

    -

    25/03/2011 às 20:43

    Valeu familia. Devagar a gente chega la.
    Obrigado pelo apoio.
    Francisco Farias PMERJ, RIO.

  456. Feliphe Santiago Barbosa

    -

    25/03/2011 às 20:30

    Esse é o primeiro e um dos mais importantes passos para que nossa segurança mude! Para que possamos ter a tranquilidade tão sonhada pelo povo brasileiro, seja ele da classe A, B ou C.

  457. Paulo Robério

    -

    25/03/2011 às 20:07

    Parabéns pela cobertura sobre o assunto! É preciso valorizar esse profissional que carrega nas costas a missão de sanar uma crise generalizada no país que é a falta de segurança pública. Agentes que no fim das contas tentam ajustar com o risco da própria morte todo um défict social existente no Brasil que envolve a falta de educação, saúde, habitação, emprego e etc. É importante a mídia revelar esse lado frágil do ser humano responsável pela segurança de tantos outros num sentido em que toda a população conheça de verdade a sua realidade.

  458. MILOTN KÉLIO PEREIRA ALVES

    -

    25/03/2011 às 20:00

    QUANTO UM POLICIAL MERECE RECEBER PARA ENTRAR NUMA FAVELA E ENFRENTAR TIROS DE BANDIDOS, ALÉM DISSO, LEMBRAR QUE SUA ESPOSA E FILHOS NÃO ESTÃO TOTALMENTE PROTEGIDOS POIS, OS MORANDO EM LOCAIS DE RISCO TAMBÉM SOFREM POR TER UM POLICIAL NA FAMÍLIA. O AMOR À PROFISSÃO TEM LIMITES E O BRASIL ESTÁ NUMA GUERRA PORQUE OS LIMITES DE MUITOS POLICIAIS JÁ SE FORAM. PARABÉNS PELA MATÉRIA SETTI E ESPERO QUE ISSO SOME AOS SENTIMENTOS DO BRASIL INTEIRO, UMA POLÍCIA BEM REMUNERADA.

  459. VALDINEZ

    -

    25/03/2011 às 20:00

    A segurança publica a nivel nacional pede socorro, em muitos Estados como aqui na Paraiba pra dar suporte a familia o militar tem que ser magico, malabarista e ate acreditem ate palhaço!!!
    viva o circo!

  460. RODRIGO MOTA

    -

    25/03/2011 às 19:30

    E com grande esperança que vejo jornalista da sua capacidade acompanhando e divulgando algo sobre a PEC300 e acreidte o simples fato de lermos materias serias sem frases oportunistas e distorcidas me faz acreditar que além dos policiais, outras pessoas de bem também são a favor do nosso pleito. parabéns pela matéria e que continue assim.

  461. Marco Júnior

    -

    25/03/2011 às 19:03

    Parabéns ao jornalista por lembrar da pec que está tão esquecida pelos nossos “queridos” representantes, que se “preocupam” muito com a segurança pública e nossas leis “rigidas”.

  462. ERIK

    -

    25/03/2011 às 18:58

    Venho atraves deste espaço clamar força por parte deste canal de informação que é a comunicação,temos uma classe abandonada verdadeiros guerreiros que lutam diariamente pela sociedade,valorizemos nossa segurança publica honremos estes bravos,capacitaçao,melhor remuneraçao ja….

  463. daniel

    -

    25/03/2011 às 18:31

    Valorização de uma classe reprimida tanto internamente quanto externamente. Não é apenas o salário que deve melhorar mas as condições como um todo. A Polícia deve acabar com essa distinção: militares e civis, e sim ser unificada em um único departamento para que todos respondam na mesma instância, a um mesmo diretor. O militarismo é retrógrado e antiquado, as promoções inexistem, salvo para oficiais; o militar cumpre detenção por não usar uma boina, por exemplo. A Polícia lida todos os dias com pessoas, civis e por isso mesmo deve ser desmilitariza e unificada.

  464. Gilmá Nascimento

    -

    25/03/2011 às 18:17

    Parabéns Ricardo Setti por ter a coragem e dignidade de abordar um assunto tão polêmico e ao mesmo tempo necessário para os profissionais de segurança com isenção e sem rabo preso aos ditos donos do poder.

  465. Luiz

    -

    25/03/2011 às 18:04

    A PEC representa uma balão de oxigênio para a sufocada polícia do Ceará!

  466. Eduardo

    -

    25/03/2011 às 18:02

    Caro, Autor, desde ja agradeço a oportunidade de divulgar um tema tão importante para nós policiais, pois é um clamor muito grande essa nossa dignidade salarial, pois nós trabalhamos diurtunamente, sem as minimas condições, equipamentos sucateados, alojamentos desumanos, escalas desumanas, que os comandantes empregam pra agradar o governador, as vezes 24×24, e muita gente critica um soldado ganhar um salario de 4.000,00 é um absurdo, mas hoje a maioria dos policiais, se for feito um censo mais de 50% tem curso superior e outros 30% está cursando, pelos menos na PB. Nós policias não temos vida, dedicamos trinta anos sem saber o que é um natal, uma virada de ano, um são joão, uma semana santa, pascoa, carnaval, e outras datas por ai, pois temos que trabalhar nessas epocas por conta do flussos de pessoas transitandos pelos estados.

  467. Tiago Jales

    -

    25/03/2011 às 17:54

    O que se vê é o total desrespeito com os profissionais de segurança pública, um governo desses, com deputados e senadores que aumentam seus salários de modo exorbitantte, mas que para as outras classes fazem cara de desentendidos e viram o rosto. Vergonha nacional, sem contar com a decepção da Dilma que não abre espaço nem para discussão! O PT está se tornando o novo DEM/PSDB que tanto criticou. Espero que os policiais do Brasil inteiro se mobilizem para que tenhamos nossos direitos garantidos, nem que seja à força.

  468. rosemberg rodrigues

    -

    25/03/2011 às 17:34

    segurança pública é um assunto sério mas infelizmente estão brincando com os policiais do brasil , talvez quando se aproximar a copa do mundo , com as exigências da fifa algo seja feito em nome da segurança pública . fortaleza -ce .

  469. Sd Pm

    -

    25/03/2011 às 17:12

    PEC 300 A luta continua!!!

  470. Fernando

    -

    25/03/2011 às 17:05

    Eu sou a favor da aprovação da pec 300, os policiais do Brasil merecem valorização!!!!!1

  471. Anderson Alves

    -

    25/03/2011 às 17:01

    Acho um absurdo os profissionais que mais se arriscam pela populaçao ganharem um salario incompativel com a funçao que ocupam. Eles lidam com vidas, a suas e a dos outros. Merecem ser reconhecidos e ter condiçoes de cuidar de seus familiares.

  472. Daniel

    -

    25/03/2011 às 16:57

    Até quando !!!!irão enxergar que a melhoria da segurança pública de nosso país,começa com a melhoria de vida dos operadores desse sistema!!!porem seus salários aprovam em poucas horas é BRASIL!!!!

  473. Sd PM PB

    -

    25/03/2011 às 16:45

    Precisamos de dignidade, pois como vamos promover segurança a sociedade se termos segurança e nossos familiares.

  474. Alverne

    -

    25/03/2011 às 16:41

    Já está mais que na hora do brasil VALORIZAR os profissionais da segurança pública que colocam suas vidas em risco para defender a sociedade.PEC300 JÁ!

  475. André

    -

    25/03/2011 às 16:35

    PEC 300 já! Exercemos uma das únicas, senão a única função em que não se pode errar, a nossa responsabilidade chega ao extremo, enquanto todos têm direitos, nos restam apenas deveres! PEC 300 já!!!

  476. Patrick

    -

    25/03/2011 às 16:30

    O PAC 300 Unifica com o salario do DF, no PAC 446 o governo tem 180 dias para criar um salario base para todo o Brasil.
    Dúvida: O PAC que foi votado 2 vezes em 1º turno foi o 300 ou o 446? Os Militares e Bombeiros estão unidos querendo a votação do 300 ou do 446? Caso seja a 446, o salario do DF pode abaixar para assim igualar com os outros estados?

  477. Wellington Balbino

    -

    25/03/2011 às 16:25

    Nós ,Policiais Militares do Estado do Ceará, agradecemos bastante ao colunista Ricardo Setti por estar demonstrando a todos os brasileiros a nossa situação atual e o ” desenrolar ” na Câmara.Necessitamos de companheiros iguais a você,com clareza e dignidade.Desde já , nos sentimos bastantes elongiados por um verdadeiro cidadão. OBRIGADO,FIQUE COM DEUS !

  478. silvério

    -

    25/03/2011 às 16:02

    pec300 é uma obrigação do governo com seus profissionais da segurança pública.

  479. Alex

    -

    25/03/2011 às 15:52

    Não dá mais! Pec 300 já!!!

  480. SD PM CE

    -

    25/03/2011 às 15:52

    Ricardo Setti, para termos uma policia de qualidade e fundamental que o policial tenha um treinamento adequado, salario digno e condicoes para que ele exerca o mister para qual dedica sua vida. Nao entendo como o governo emburra com a barriga a votacao de algo que todo dia os deputados cobram que seja colocado na ordem do dia.

  481. Serapião

    -

    25/03/2011 às 15:46

    Muito justo, os policiais lidam em situações extremas, merecem ganhar muito bem… ALiás, acho que pra ser policial, deveria ser exigido instrução em nivel de curso superior

  482. Paulo Ricardo Leguiça Motta

    -

    25/03/2011 às 14:33

    E com muito prazer que vejo uma matéria excelente versando sobre à PEC 300 e ainda mais escrita por esse ilustre e renomado jornalista. Nossas aspirações agora encontram respaldo junto a grande imprensa e poderemos a sonhar com salário digno e vida social, pois em 20 anos de carreira pude tirar ferias e descançar com a familia, viajar. Espero que a classe política não nos prive muito tempo desta aspiração justa, pois fazemos o mesmo serviço que nossos colegas de Brasília, as vezes, em locais mais violentos e insalubres tanto para o exercício do ofício como para moradia.

  483. CARLA

    -

    25/03/2011 às 11:31

    SERIA BOM QUE TODOS OS POLICIAIS DO BRASIL, FAMILIARES, COLEGAS E AMIGOS, ENVIASSEM E-MAIL PARA O SR. MARCO MAIA NO SITE: http://www.camara.gov.br/Internet/Deputado/dep_Detalhe.asp?id=523098
    QUE É O PRESIDENTE DA CÂMARA DOS DEPUTADOS, EXIGINDO QUE O MESMO PAUTE A PEC 300/446 PARA VOTAÇÃO EM SEGUNDO TURNO. VAMOS PRESSIONAR A CÂMARA E O GOVERNO FEDERAL.
    COMECEM A LIGAR PARA AS REPSENTAÇÕES DE CLASSE DA PM E CBPM E SINDICATOS DOS CIVIS, COBRAPOL, A FIM DE PLANEJAR CARAVANAS PARA INVADIR O PLANALTO.

  484. carla de Siqueira Regis Lugão

    -

    25/03/2011 às 10:57

    Prezado Ricardo Setti, hoje não podia deixar de postar meu comentário, ao assistir o Bom Dia Brasil, fiquei indagando de quem realmente é a responsabilidade. O soldado que atirou no adolescente ou o Estado que o treina desta forma?
    Enfim para resolver o “PROBLEMA” o Militar será expulso.
    Este é o procedimento correto?
    Em Vitória no Espírito Santos temos um representante excelente para a segurança pública o Sr. Capitão Assumção, um homem que se indispõe com Governo e Oficiais (motivo este que não foi a Major no governo Paulo Hartungue). E esta na reserva pois de candidatou a Deputado Federal e assumiu o cargo por 2 (dois) anos, não conseguiu se reeleger mais teve uma ótima votação 65.700 votos, o atual governo não o convidou para assumir nenhuma secretaria na pasta de segurança pública. Ele é um dos responsáveis pela mobilização da PC300, e outros projetos que humanizam a segurança pública. E ai pergunto porque será que ninguém quer dar ouvidos a PC300, e aos outros projetos? Afinal pra que vamos ter uma segurança pública eficiente. Quem serão os prejudicados?
    Sou contra a qualquer policial ser justiceiro se alguém deve matar que seja o Estado (mudar a Constituição), sou contra também, que tal termos uma segurança para todos.

  485. João Fonseca

    -

    24/03/2011 às 22:47

    Ricardo Setti, vc tem conhecimento, do empréstimo q o IPSM fez ao ex-Governador Eduardo Azeredo em 1997; por favor procura saber a fundos da situação. Olha tome cuidado! vc ñ vai acreditar o q aconteceu com a importância emprestada ao Azeredo, pode acreditar, aconteceu fato mui além do absurdo…

  486. Sd PM ACRE

    -

    24/03/2011 às 22:42

    Caros amigos, ter uma segurança pública de qualidade é um anseio da população! E para que isso ocorra, dar o reconhecimento ao funcionário público que abdica da sua vida em prol do desconhecido, é um simples reconhecimento do árduo labor!

  487. SD BM PA

    -

    24/03/2011 às 18:02

    Senhores por meio do site http://www.pec300.com,está sendo organizado uma nova caravana até Brasília.Lá há um e-mail onde as associações podem entrar em contato para organizar essa caravana.As associações podem dividir os alugueis dos ônibus.Vamos colocar pelomenos 1 ônibus por estado.aqueles que puderem entrar em contato com suas associações informem sobre o site e a mobilização que está sendo feita.Senhores meu muito obrigado a todos que puderem ajudar.Ao jornalista Ricardo Setti fica o agradecimento pelo seu trabalho em divulgar esta pec.

  488. costapcal

    -

    24/03/2011 às 14:46

    E com grande esperança que vejo jornalista da sua capacidade acompanhando e divulgando algo sobre a PEC300 e acreidte o simples fato de lermos materias serias sem frases oportunistas e distorcidas me faz acreditar que além dos policiais, outras pessoas de bem também são a favor do nosso pleito. parabéns pela matéria e que continue assim.

  489. mana

    -

    24/03/2011 às 12:36

    Prezado Jornalista!

    A luta pela aprovação da PEC 300/446 agora qua vai começar. As polIcias nos Estados estão num FRENESSI tamanho. Estão revoltados com os seus governos. Só uma discussão em nível federal abrandará esta revolta.
    A Cobrapol e policiais com seus blogs estão mobilizando uma passeata para Brasília, mais provavelmente até maio, se a PEC DAQUI PARA LÁ NÃO FOR PALTADA.

    Para os céticos, deixo essa mensagem abaixo:

    Dia D de mobilização nacional. Agora ou nunca!

    Companheiros, agora com o Congresso retomando os trabalhos, precisamos dar continuidade as nossas mobilizações em prol da aprovação da PEC 300.
    Precisamos estabelecer uma data para mobilização nacional, fazer contato com as associações que realmente estão do nosso lado, estabelecer o número de ônibus para as caravanas com antecedência, bem como as atividades que iremos desenvolver em Brasília. Precisamos planejar para que alcancemos nossos objetivos.
    Façam contato com suas associações para custearem o aluguel de pelo menos 1 ônibus por estado. Pode haver a composição de 2, 3 ou mais associações para ratear o valor da locação.
    Enviem para o e-mail: fernando.almansa@yahoo.com.br a relação das associações com o nome do responsável, telefone e e-mail.
    Iremos colocar no site quais associações estão do lado do associado. Pois a meta principal de todo o policial e bombeiro deste país é a APROVAÇÃO DA PEC 300.
    As que não estão nos apoiando também colocaremos aqui para que os seus associados se desfiliem em massa.
    Quero deixar uma mensagem para aqueles que não acreditam ou que estão desanimados:
    Vamos ter fé! Precisamos estar unidos agora mais do que nunca! A PEC só virá com o nosso esforço, faça sua parte, mobilize, faça contatos, vá a sua associação e cobre sua posição em relação a PEC 300. Lembramos que nossa PEC já foi aprovada em primeiro turno, eles não podem nos enrolar mais. Precisamos agir e é agora!
    Dias 10 e 11 de maio é uma boa data, pois teremos tempo o suficiente para organizarmos as caravanas. Precisamos ter com antecedência as relações de todas as caravanas nos estados com o número de ônibus que sairão dos estados.
    Precisamos agora ser mais aguerridos! Chega de caminhar pela avenida, agora precisamos PARAR Brasília literalmente. Tomar a avenida principal e só sair de lá após ter o compromisso de votação em segundo turno da PEC 300.

    PEC 300 eu acredito e por ela eu vou lutar!

    Esse é o nosso novo lema

  490. Ettore

    -

    23/03/2011 às 23:30

    Parabéns pela matéria Ricardo Setti. É uma vergonha a nossa “democracia” e a falta de valores dos Direitos Humano para essa parcela da sociedade que são os policiais e bombeiros. Temos uma impressa no modo geral que fez vista grossa, não divulgando nenhuma das grandes mobilizações feitas em Brasília pelos milhares de policiais e bombeiros de todo o Brasil, sendo a mesma impressa vive rechaçando eles diariamente quando comete algum erro divulgando sistematicamente repedindo todos os dias a mesma matéria, mas quando a notícia e para apóia esses policiais e bombeiros para que consiga seus direitos e sua dignidade tanto como pessoa como profissionais, ai vemos que não há essa democracia em pleno ano 2011, que esses presidentes tanto pregam somente para dizerem e manterem seus cargo e de seus sucessores.

  491. Edison

    -

    23/03/2011 às 22:22

    A PEC 300 já não tem aquele texto inicial que igualava os salários ao dos Policiais Militares do DF, para que fosse colocado em votação no final de 2010, os governistas exigiram que mudassem essa parte, logo, não atende mais aos anceios dos Policiais Militares do Brasil. Nos enganaram mais uma vez!!! Sugiro, diante desses enganos, que os deputados se neguem a votar esse texto que aí está e volte a lutar pelo texto original, pois a vida dos policiais de Brasília não vale mais que a dos policias militares do RJ, nem os contribuintes do DF pagam mais que os de SP, então vamos valorizar e dar condições dignas àqueles que zelam pela nossa segurança!

  492. Andre Silva

    -

    23/03/2011 às 21:24

    PEC 300 já. Valorização do profissional de segurança publica.

  493. almir batista de oliveira filho

    -

    23/03/2011 às 20:07

    O Ricardo voce poderia dar uma força na divulgação da manifestação nacional que está se desenhando para 10 e 11 de maio próximo. fonte e
    informações:www.pec300.com

  494. Wagner

    -

    23/03/2011 às 17:55

    Queria acreditar na pec330, mas está muito claro que o governo vai protelar até vencer pelo consaço. É uma pena. Enquanto isso rios de dinheiro são desviados pela corrupção.

  495. Marcelo Souza

    -

    23/03/2011 às 15:54

    Responsáveis pela condução de investigações dos mais variados tipos de crimes, os Delegados mineiros podem decidir entrar em greve por tempo indeterminado, a partir do próximo dia 7 de abril.

    Ontem, em assembleia no Sindicato dos Delegados de Polícia de Minas Gerais, 200 servidores decidiram fazer uma paralisação de advertência na próxima segunda-feira, dia 28.
    TEMOS MESMOS E QUE LUTAR PELA PEC 300, CASO DE POLICIA.

    Caro Marcelo Souza, sou favorável a uma drástica melhoria nas condições de vida, de treinamento de salário e de trabalho dos PMs e bombeiros do país, mas inteiramente contrário a uma greve ou outras ações de força.
    Abraços

  496. neto

    -

    23/03/2011 às 12:53

    É ISSO MESMO! UM ABSURDO! OS DELEGADOS SÓ PENSAM NELE E O MARCO MAIA ESTÁ MUANDO O FOCO DA PEC 300/446. ENGANANDO COMO FEZ O GOVERNO ANTERIOR.
    ESSES DELEGADOS SÓ PENSAM NELES.

    Presidente da Câmara recebe reivindicações dos delegados de polícia
    PEC 300, que irá beneficiar a grande maioria dos bombeiros e policiais brasileiros nem ao menos foi citada em reunião. Os delegados foram “desenrolar a guerra” deles. Acompanhe:
    Marco Maia propõe a criação de um grupo de trabalho para sistematizar todas as proposições relativas à segurança pública
    O presidente da Câmara dos Deputados, Marco Maia, esteve reunido, nesta terça-feira (22), com representantes de entidades de delegados de polícia, entre eles, o presidente da Associação dos Delegados de Polícia do Brasil (ADEPOL), Carlos Eduardo Benito Jorge, o presidente em exercício da Associação Nacional de Delegados de Polícia Federal, Bolívar Steinmetz, o presidente do Sindicato dos Delegados do Distrito Federal, Benito Tiezzi, o presidente do Sindicato do Ceará, Mílton Castelo, além de deputado federal Lourival Mendes (PTdoB/MA), também delegado de polícia.
    A categoria solicitou ao presidente Marco Maia o andamento de seis proposições que tramitam na Câmara:
    PEC 549/06 que prevê a reinserção dos delegados de polícia no rol das carreiras jurídicas;
    PEC 381/09 que cria o Conselho Nacional de Polícia Judiciária;
    PLs 1949/07 e 6493/09 que estabelecem a Lei Geral da Polícia Civil e a Lei Orgânica da Polícia Federal e da Polícia do Distrito Federal;
    A regulamentação do parágrafo 7º do artigo 144, da Constituição Federal, que garante a eficiência dos órgãos de segurança;
    PL 6578/09 que trata do combate às organizações criminosas;
    PL 8045/10 que trata da reforma do Código de Processo Penal.
    Para o presidente da Câmara, a pauta é de interesse da sociedade, já que visa melhorar a qualidade de segurança pública no país. Marco Maia sugeriu a criação de um grupo de trabalho que possa sistematizar todas as proposições relacionadas à segurança pública para buscar um consenso entre os líderes partidários. “É importante termos em mente que a sociedade exige mais eficácia dos agentes de segurança e apoia ações mais efetivas no combate ao crime organizado. Cabe aos senhores delegados sensibilizarem os parlamentares para que os temas entrem na pauta de votações e terão o meu apoio”, afirmou Marco Maia.
    Fonte: Agência Câmara

    O MICHEL TEMER II (MARCO MAIA) ESTÁ FAZENDO O MESMO JOGO DO GOVERNO ANTERIOR, QUE DEIXOU O RESQUÍCIO DE MALDADE LÁ (O CÂNDIDO “VAGAREZZA), QUE INSISTE EM VETAR A PEC 300/446. A VOTAÇÃO DA PEC 300/446 EM SEGUNDO TURNO FICOU PARA MARÇO DE 2011, JÁ ESTAMOS EM FIM DE MARÇO E NADA.
    ACORDEM POLICIAIS DO BRASIL, ESTE GOVERNO ESTÁ COM A MESMA INTENÇÃO DO ANTERIOR EM NÃO VOTAR A PEC. PARA QUE TANTA COMISSÃO, A PEC JÁ ESTÁ PRONTA PARA SER APROVADA, E TEM QUE SER COM SALÁRIO DIGNO, NÃO VENHA COM MERRECAS.

    VAMOS CONTINUAR PRESSIONANDO, SENÃO A PEC 300/446 NÃO VAI SER APROVADA.

  497. gonçalves

    -

    23/03/2011 às 9:18

    BOM DIA AMIGO RICARDO SETTI,ESPERO QUE O AMIGO TENHA CONHECIMENTO DE UM ABSURDO QUE ACONTECEU ONTEM NA CAMARA DOS DEPUTADOS…ACONTECE QUE OS DELEGADOS DE POLICIA DO BRASIL INCLUSIVE A SINDIPOL ESTIVERAM REUNIDOS COM O PRESIDENTE DA CAMARA MARCO MAIA PARA DISCUTIR AS PECS NESCESSÁRIAS PARA APROVAÇÃO NA CAMARA DOS DEPUTADOS QUE SERIAM DE INTERSSE DA SOCIEDADE BRASILEIRA,E OS SENHORES DELEGADOS PEDIRAM TUDO QUE INTERESSAVAM A ELES,PEC DA CARREIRA JURIDICA PARA OS DELEGADOS E MUITOS OUTROS BENEFÍCIOS PARA ELES,,,MAS A PEC 300 NEM FOI MENCIONADA,VEJA SÓ,A PEC DA DIGNIDADE DA SEGURANÇA PÚBLICA NÃO FOI SE QUER MENCIONADA POR ESSES SENHORES QUE SE DIZEM DELEGADOS PREOCUPADOS COM A SEGURANÇA PÚBLICA,VENHO PEDIR AO AMIGO QUE SE POSSIVEL COMPROVE ESSE ABSURDO,QUE EM PORTAS FECHADAS OS SENHORES DELEGADOS PEDINDO MELHORIAS SÓ PRA SUAS CLASSES…ONDE ESTA A DIGNIDADE DESSES PROFICIONAIS QUE SÓ OLHAM PRO SEUS UMBIGOS???????????OBRIGADO SETTI.

  498. GILSON

    -

    23/03/2011 às 8:03

    Acredito que ainda na valorização do homem, visto que segurança pública não se faz só com viaturas novas e outros equipamentos, porque quem vai opera-los será o homem policial; agradeço de coração pelo apoio sr.Ricardo Setti,porque esta não é só uma aspiração do policial militar, mas também de seus familiares e de toda sociedade de bem.

  499. Freitas

    -

    23/03/2011 às 1:14

    A PEC 300 é o resgate da dignidade dos Policiais e Bombeiros do Brasil. A Segurança Pública é um direito, mas principalmente responsabilidade de todos. Bom saber que um representante da imprensa esta atento as questões da Seguranća de nosso país. Parabéns e obrigado pela cobertura da matéria.

  500. Jr.

    -

    22/03/2011 às 22:43

    é muito triste saber que os políticos brasileiros e principalmente a presidenta dilma fazer vista grossa em relaçao a PEC 300, chega a intristecer a classe de policiais e bombeiros militares principalmente os praças, semana passada um policial de minas gerais tirou a farda em pleno exercício da atividade, será que ele está louco? ou sera que seu coração anda triste em relação a desvalorização da profissão? liguei pra um colega meu que está na força nacional programa do governo federal eles ganham 5000 por mês pra trabalharem com policiais federais que ganham inicialmente 8000 reais mas nao precisam se afastar de sua família ficar fora de ksa por 1 ano tempo que dura o contrato com a força nacional dos soldados pms que sao convocados td bem que sao voluntarios, mas sera que sao voluntários por gostam da profissao ou porque precisam? sendo que muitos deles ganham seu liquido de 1200 reais. aiaiai meu Deus me ajude-me a proteger o cidadão, a cuidar da minha família e meu Deus iluminai nossos representantes que aumentam seus salários em uma simples sessao parlamentar.Agradeço Ricardo Setti pela força que está dando em apenas de falar a verdade. vlw

  501. lucio

    -

    22/03/2011 às 21:56

    Todos precisam de seguranca pulica ate mesmo os politicos que sao contra um salario digno para o profissional de seguranca publica. Ricardo Setti obrigado por se lembrar dessa classe tao esquecida nos seus direitos, que so e lembrada quando acontece um desvio de conduta de algum servidor.

  502. José Ivo Cabral Júnior

    -

    22/03/2011 às 21:42

    Temos que agradecer o comportamento correto e providencial do jornalista Ricardo Setti. A família militar do Brasil precisa de apoio de jornalistas comprometidos com as questões de verdadeira relevância que tramitam nos corredores de Brasilia,e não com os reality shows dos nossos parlamentares. Sou PM de alagoas um estado que ainda carrega nas costas o peso do corronelismo do século passado, más, tem que ser lembrado por nomes como o de Aurelio Buarque de Holanda;Graciliano Ramos;Teotonio Vilela ( o pai );Zagalo e muitos outros nomes de respeito no cenário nacional. Contamos com a vigilancia do digno “JORNALISTA’ que tem que ser escrito com letras garrafais.

  503. Pedro

    -

    22/03/2011 às 20:14

    A segurança no Brasil so vai melhorar quando tratarmos com dignidade nossos policiais e a PEC 300 é um ato de dignidade. Vamos lá politicos sérios e responsáveis aprovem essa idéia!!!

  504. harrison

    -

    22/03/2011 às 20:04

    O seu Michel Temer ja conseguiu o que queria e agora virou as costas para a PEC 300 precisamos de todo o apoio possivel obrigado Ricardo Setti

  505. Leandro

    -

    22/03/2011 às 20:01

    Já esta virando sacanagem o que estão fazendo ñ votando a pec, todos tem que tomar alguma providência!!!

  506. Eduardo

    -

    22/03/2011 às 19:02

    A luta nao pode parar…
    Parece utopia, mas nao vamos desistir da PEC 300, quer queiram os politicos ou nao

  507. joana

    -

    22/03/2011 às 17:41

    em nome de um país melhor, em que poderemos nos sentir mais seguros,onde a corrupção vai tender a diminuir,é preciso tirar os policiais da marginalidade ou seja remunerá-los melhor e dar um melhor treinamento!

  508. AGNALDO SCHUAB

    -

    22/03/2011 às 16:45

    Reconhecimento ao nosso trabalho também deve vir com um salário digno.
    Não adianta querer uma polícia atuante, batalhadora, que cumpre seu dever, com um salário que não dá para custear as despezas básicas.
    Todos os órgãos públicos e toda a população quer uma polícia com salário digno e justo, pois são eles quem mais precisa dos nossos serviços.

  509. João Fonseca

    -

    22/03/2011 às 14:47

    Ricardo setti, vc é mais q um amigo é um irmão adotivo da PMMG, por isso, no próximo pleito eleitoral,vc será nosso representante na qualidade de Deputado Federal…

    Caro João Fonseca, é minha obrigação procurar noticiar e acompanhar os fatos ligados a essa PEC.
    Um grande abraço

  510. fernando

    -

    22/03/2011 às 13:54

    Precisamos de um salário justo e digno.

  511. byro

    -

    22/03/2011 às 13:02

    setti, obrigado por estar do lado da verdade,apoiando uma classe sofrida que precisa ser reconhecida no cenário nacional.

  512. fredson menezes

    -

    22/03/2011 às 12:53

    isso é uma vergonha, não querer votar a pec 300, como o jornalista disse é um barril de polvora e um dia esplode, o governo é duas caras nos traiu, mas eles tem que botar em palta queiram ou não. estamos torcendo que votem logo.

  513. Bruno

    -

    22/03/2011 às 11:24

    Ricardo Setti, continue ajudando o Policial Militar que deixa sua família em casa enquanto vai ajudar a população, correndo os riscos que ninguém quer se arriscar.

  514. Sd PM Guimarães (PMBA)

    -

    22/03/2011 às 10:50

    Parabéns e muito obrigado Ricardo Setti, por trazer a tona esse assunto tão importante para nós profissional do Sistema de Segurança Pública do País. A PEC-300 tem sido a esperança para milhões de PMS brasileiro como eu, de sermos reconhecidos e valorizados pelos nossos governantes e população.

  515. beto

    -

    22/03/2011 às 10:24

    AMIGOS DE FARDA UNIDOS VENCEREMOS,DESUNIDOS NÃO TEREMOS VITÓRIA EM NOSSA CAUSA,OBRIGADO SR. RICARDO PELO TRABALHO E ESFORÇO PELOS MILITARES DA SEGURANÇA PUBLICA.

  516. dinis pam

    -

    22/03/2011 às 10:01

    MUITO OBRIGADO AO ILMO° SR° RICARDO! O TRABALHO QUE O SENHOR TEM REALIZADO, EM DIVULGAR A PEC 300, E O DESCASO COM SERVIDORES QUE TEM POR LEI A OBRIGAÇAO DE OFERECER A PROPRIA VIDA PELO BOM DESEMPENHO DA FUNÇAO, TEM DE FATO CONTRIBUIDO PARA MANTER VIVA A ESPERANÇA DENTRO DE CADA MILITAR QUE SONHA EM UM DIA VER MELHORIA EM GRANDE ESCALA NA COORPORAÇAO, E NAO APENAS MELHORIAS PALIATIVAS

  517. gonçalves

    -

    22/03/2011 às 8:32

    bom dia amigo setti,estou muito contente por voce se preocupar com nossa segurança pública e lhe agradeço por isso,,,nós queremos apenas o reconhecimento desse nosso trabalho amigo SETTI,a nossa pec vem resgatar uma profissão honrosa assim como voce é um homem de grande honra e ama o que faz,só um homem como voce pra entender nossa categoria..e por favor seja um homem sempre assim,e se der acompanhe e noticie nossa luta,com transparencia e verdade como sempre voce fez.muito obrigado

  518. Jonatha Tenório

    -

    22/03/2011 às 1:11

    Parabéns pela iniciativa! Nós profissionais da Segurança Pública dependemos quase que desesperadamente de valorização profissional, sei o quanto somos rotulados de corruptos,de assassinos… Mas tenha certeza que dentro das corporações por esse Brasil afora existem milhares de pais de família que orgulham-se de serem honestos, de arriscarem suas vidas por pessoas que não conhecem, de darem o melhor de sí.Nossa profissão é muito arriscada, o desgaste físico é alto,os problemas psicológicos causados pelo estresse, pelas noites de sono perdidas, são intensos! Mais uma vez, obrigado por nos ajudar neste luta, que é pior do que qualquer troca de tiro!
    Abraço!
    Sd J.Oliveira PMAL

  519. Milton Santos

    -

    22/03/2011 às 0:54

    Parabéns por participar de nossa luta. É um orgulho, pois vemos que a sociedade está se importando com nossa classe, pois somos promotores da segurança do povo, e sempre que faço algum comentário, sempre digo que a sociedade deveria participar dessas discussões. Afinal segurança pública diz respeito a todos, e essas discussões lhe dizem respeito. Como profissional da segurança pública, acho de muita validade tais atitudes. Mais uma vez, seja bem vindo e venha somar a nós para fazer uma sociedade mais respeitosa com seu povo. Abraço MILTON ALVES Sargento rr da PMPR

  520. hagson

    -

    21/03/2011 às 22:42

    Pessoas iguais vc é que a classe precisa para pressionar esta votaçao. obrigado por lembrar de nós.

  521. Mário Cardoso

    -

    21/03/2011 às 22:14

    Caro jornalista Ricardo setti,precisamos de todo o apoio possível e vc é uma pessoal muitos importante nesse time,estamos lutando a mais de 2 anos e nada.obrigado pela sua dedicaçao a essa causa que a mais improtante do BRASIL em relaçao a SEGURAÇA PUBLICA BRASILEIRA.Obrigado mesmo,que Deus te proteja.

  522. Augusto L Desser

    -

    21/03/2011 às 21:17

    Gostaria de manifestar meu apoio a essa causa. Com a valorização das carreiras policiais toda a sociedade ganha com isso. Pois profissional motivado é profissional que trabalha melhor. Além disso, a presidente da república não gostaria de estar no comando da Nave chamada Brasil quando o apagão da segurança pública se estabelecer. Valorizemos quem põe a própria vida em risco para salvar a dos cidadãos.

  523. pitaluga

    -

    21/03/2011 às 20:45

    Parabens pela coluna
    Salario digno já
    curso superior para ingresso já
    a policia Brasileira precisa evoluir
    melhor formação, melhores viaturas, melhores escalas
    o salario é o primeiro passo, vai tornar a carreira policial mais competitiva, selecionando melhores policiais.
    Parabéns

  524. João André

    -

    21/03/2011 às 20:33

    Os policiais militares do Brasil pede socorro, acreditamos que com boa vontade politica essa realidade devastadora poderá mudar. PEC 300, eu acredito!

  525. Cléber

    -

    21/03/2011 às 20:17

    A quantidade de posts é tão grande que até a página está demorando um pouco mais para carregar. Parabéns. Quanto à questão da PEC-300, concordo com você. É uma boa iniciativa e também uma oportunidade insólita de rever a situação calamitosa da segurança no Brasil, mas não é a solução. Ainda há muito o que melhorar. Abraços.

  526. omar grypp de souza

    -

    21/03/2011 às 19:39

    Boa Noite,
    Parabenizo pelo trabalho desenvolvido por Vossa Senhoria em defesa da PEC 300, por acreditar ser a melhoria salarial o primeiro passa a ser dado em prol de uma segurança pública eficiênte, com um melhor atendimento ao cidadão.
    Omar

  527. biofontes

    -

    21/03/2011 às 19:19

    Ilmo Ricardo, qdo se falar em “Deputados estão mobilizados” deveria ser escrito ” alguns estão mobilizados” pq tal situação não interessa ao Governo, que se diz “dos trabalhadores” o que eu vejo de incrivel é que, aqueles parlamentares que verdadeiramente nos defendiam, os proprios intergrantes da segurança pública não os elegeram. Todavia, o vosso trabalho é muito bom. a proposito, o aumento dos salarios deles, foi aparovado em menos de 24 horas.

  528. Leonardo

    -

    21/03/2011 às 18:39

    Agradeço o interesse e isenção com os quais debate este assunto que, por covardia dos governantes e da maioria da imprensa tem sido escondido a sete chaves, sendo tratado como se não fosse matéria tão importante e primordial para o bom andamento das atividades de toda a sociedade brasileira. Apesar de tratar-se de uma malha da sociedade que é por necessidade imprescindível a vida de todos, vemos o descaso e porque não dizer o abandono destes heróis que doam suas vidas na luta diária contra a criminalidade que assola o país. Com certeza os policiais mesmo que ainda inibidos pelo regulamento que juraram seguir, interiorizam um pensamento único e um desejo imenso por justiça, o que nada mais é do que a valorização do seu empenho e dedicação ininterruptos para com os cidadãos de bem, o que está causando uma revolta perigosa e sem precedentes nos quartéis de todo Brasil, podendo sim desencadear em um caos já mais visto na segurança pública do Brasil.

    Caro Leonardo, sou favorável a uma drástica melhoria nas condições de vida, de treinamento de salário e de trabalho dos PMs e bombeiros do país, mas inteiramente contrário a uma greve ou outras ações de força. Elas não podem ser admitidas partindo de corporações armadas pelo Estado.
    Eu separo as duas coisas: apoio a reivindicações justíssimas, e condenação a ações incabíveis.
    Um abração

  529. Estranhamento

    -

    21/03/2011 às 17:58

    Olá Ricardo, muito bacana sua publicação. Quero tb agradecer aos colegas que fizeram estes post abaixo, pois de uma certa maneira abriram meus olhos.
    Pensei em fazer o concurso da PMER – 2010 e me bateu aquela velha dúvida: será que devo realmente compactuar com esta coorporação que não valoriza o policial, e pelo contrário, faz com que eles sejam cada vez mais reféns dos riscos na rua. Quanto ao PEC 300 acho algo praticamente impossível de acontecer, foge brutalmente da realidade da qual vivemos, mas quem viver verá, correto! Sem querer ser hipócrita, acho que para um piso salarial como a do DF, os candidatos deveriam ser melhor avaliados. Estou bastante desmotivada não apenas ao salário ridículo da PMEJ, mas quanto ao despreparo com que os órgãos públicos tratam a segurança pública. O último concurso bateu recordes de candidatos e de aprovados, no entanto a prova teve nível de 1º grau, apesar da exigência de 2º grau.. Mas qual deverá ser o motivo para uma prova assim? Atrair candidatos? Passá-los com qualquer nível? Ter uma quantidade expressiva de homens e mulheres fardados nas Olímpiadas, pagando por isso um salário miserável? Ou ter milhares de jovens dias e noites nas UPPS, no qual não podem se quer dar um tiro para cima quando estão sendo ridicularizados por moradores comparças de traficantes? Ou desejam atrair policiais jovens, para receberem orden de oficiais sem escrúpulos, que fazem questão de mostrar o quando “mandam nos batalhões”???

    Brasil mostra a tua cara , quero ver quem paga pra gente ficar assim! Brasil qual é o teu negócio, o nome do teu sócio; confia em mim!

  530. alex de oliveira dos santos

    -

    21/03/2011 às 16:18

    quero deixar aqui meus agredecimento e dizer que o admiro pela sua postura e seriedade…

  531. alex de oliveira dos santos

    -

    21/03/2011 às 16:16

    me refiro ao decreto sancionado pelo governo que autoriza o bico, pelo municipio…

  532. alex de oliveira dos santos

    -

    21/03/2011 às 16:13

    como que o minicipio vai pagar 150 reais por dia a um PM, se recebemos 30 reais por dia do estado, isto afeta o pricipio da proporcionalidade, e o valor de 30 reais afeta o principio da moralidade, estes pricipios são base do direito administrativo e constitucional, isto tudo e que ocorre com nosso salario e ilegal e uma vergonha para uma cidade que quer sediar uma copa do mundo e uma olimpieda

  533. Marcos Aurélio - Sd PMPI

    -

    21/03/2011 às 16:07

    Caro Ricardo,
    Das diversas vezes que postei por aqui, foi sempre para lhe agradecer por essa sua atitude louvável de nos proporcionar matérias inerentes à Pec 300. Impossível entrar em seu blog e não deixar nenhum comentário, ou seja,os relatos de agradecimentos dos colegas nos emociona, nos deixam felizes, esperançosos e o melhor ainda, nos faz sentir essa positividade de ver isso tudo se concretizar.
    Mais uma vez, aceite o meu muitíssimo obrigado pela aliança. Fique na paz!

  534. alex de oliveira dos santos

    -

    21/03/2011 às 16:06

    não e correto um policial ganhar 900 reais por mes,não e justo para um representante do poder publico somos o exemplo que a sociedade espera…

  535. francis almeida

    -

    21/03/2011 às 15:58

    Tudo de bom para essas pessoas que não se cansam um só instante em fazer algo por toda classe policial,esperamos que essas pessoas que se encontram a frente de tudo isso, possam rever com carinho sobre a pec 300, precisamos disso,a segurança pública como num todo precisa de pessoas que abraçam a causa, parabéns.

  536. alex de oliveira dos santos

    -

    21/03/2011 às 15:57

    sou estudante de direito, pago uma mensalidade em um mes e o outro não, mas vou terminar por Deus, estou a sua disposição em meu E-mail, e muito obrigado….

  537. alex de oliveira dos santos

    -

    21/03/2011 às 15:55

    e imoral e indigno essas bolssas e gratificação, nos representamos o RJ somos o exemplo de cidadania mais procimo do povo,quero dar segurança a minha familia e uma vida digna,e não tenho condições para isso, não e certo essa postura de resistencia de nossas governantes…

  538. alex de oliveira dos santos

    -

    21/03/2011 às 15:50

    obrigado por nos dar atenção, sou Cabo da PMERJ, e não aguento mais fazer emprestimos,a politica de recuperação salarial da segurança publicano RJ e uma piada, não aguento mais promessa de politicos e oficiais puxa sacos que se acostumaram com a corrupção…

  539. Romulo

    -

    21/03/2011 às 15:05

    Boa tarde Ricardo! obrigado pelo seu incansavel empenho em prol da causa policial militar.

  540. denison silva

    -

    21/03/2011 às 15:04

    AImprensa hoje, é uma canal de comunicação muito importante para o crescimento da Democracia, por isso gostaria de agradecer a vc Ricardo, que pelo que demonstra, é um digno cidadão, tentando fazer com que as políticas de Segurança Publica, que é tão importante para o crescimento de uma nação, possa tomar um novo rumo. PARABÉNS

  541. Beethoven Marinho da Silva

    -

    21/03/2011 às 14:52

    Ilustre jornalista sou policial militar da paraíba sei que meu estado tem pequena relevÂncia no cenário nacional mas cheguei as lágrimas,quando li que você irá cobri a nossa luta pela PEC 300 que DEUS TE ABENÇOE!

    Caro Beethoven, não há o que agradecer, é minha obrigação.
    Abraços

  542. Carlos Mello

    -

    21/03/2011 às 14:37

    Parabéns pela matéria e pelo blog, temos que juntar forças não só dos militares, mas também de todos que entendem que nós bombeiros e pms deixamos nossas famílias em casa e botamos nossas vidas em risco em prol da sociedade !!!

  543. Billy Santos

    -

    21/03/2011 às 14:19

    Estou junto na luta para a aprovação da PEC300 no segundo turno da câmara e pela sua aprovação no Senado.
    Juntos somos fortes!!!

  544. Ronan (Tubarão)

    -

    21/03/2011 às 13:33

    PEC 300.
    Estamos solidarios.
    Todos os PMs do Brasil, juntos pelo mesmo ideal.
    Obrigado Companheiro!

  545. isabel cristina c. rosa

    -

    21/03/2011 às 12:39

    QUERO AGRADECER AO JORNALISTA RICARDO SATTI PELA FORÇA QUE ESTA DANDO AOS POLICIAIS E BOMBEIROS MILITARES DE NOSSO PAÍS EM SEUS POSTS SOBRE A PEC 300.QUISERA QUE MAIS PESSOAS ENGAJASSEM NESSA CAUSA; TIVESSEM A CONSCIÊNCIA DE QUE NOSSA SEGURANÇA E DE NOSSAS FAMÍLIAS DEPENDEM DESSES HOMENS, POR ISSO DEVEM SER RESPEITADOS E TEREM SALÁRIOS DIGNOS.

  546. Fabricius

    -

    21/03/2011 às 11:32

    Agradecimentos ao jornalista Ricardo, vamos lutar por nossa PEC300, chega de lubridiação, a nossa vida está em jogo por esses baixos salarios.

  547. SD Bolivar

    -

    21/03/2011 às 11:12

    É tão bom ver que um colonista de sua suma importância numa revista tão importante, têm dado voz aos trabalhadores, que assim como eu, nao sabe se vai chegar vivo até em casa no final do dia, nós trabalhamos igual ou até mais do que muitos trabalhadores, mas vivemos para guardar a paz desses cidadãos que saem todos os dias para trabalhar, ou daqueles que foram tambem escolhidos por nóspara nos representar. Rio Grande do Sul um dos piores salários do brasil…

  548. charles

    -

    21/03/2011 às 10:53

    Caro leitor gostaria de dizer que o BRASIL é a oitava Potencia do mundo, ou seja, ele está ajudando outros países que se encontra na crise financeira. Saliento que o Pais, e o estado tem capacidade para bancar o salário dos militares de todos. Não á nada a fazer se não exigir o salário digno e comparável a de Brasília. Informo ainda que ouve o aumento de salário paras os militares de Brasília, que discriminação é este contra os militares de outros estados porque não iguala para todos os militares do Brasil. Os Governadores que não apóia a nossa causa são a oposição, que só olham para eles, e esquece-se dos militares que faz a segurança dos Estados. Nos Militares em geral somos a maioria, nós combatemos o Crime Organizado e debelamos as chamas de grande proporção que arisca as vidas de terceiros, ou seja, ariscamos as nossas vidas para salvar outros, isto é pouco para os governantes. Eu estol decepcionado com alguns deputados federais e Governadores que não apóia o PEC 300. Agora cabe o SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL que apóiam o povo conforme a visão ampla da Lei e do bom senso. Peso a Deus que ilumine a todos os Governantes que não apóiam o PEC 300, para que possa apoiar o PEC 300.

  549. Joaquim Honorato Neto

    -

    21/03/2011 às 10:17

    Temos ferramentas para nossa luta inserida pela portaria interministerial numero 02 de 15 de dezembro de 2010 sobre direitos humanos para segurança publica, dando mobilidade para nossas manifestações.

  550. Terence

    -

    21/03/2011 às 10:09

    Resumo de 2010:
    “O Faustão está magro, Silvio Santos quebrado,
    Tiririca alfabetizado, o Edson Celulari divorciado e o financiamento do novo estádio do Corinthians aprovado!
    O poder econômico da Europa foi rebaixado, o PIB de Minas tem aumentado, e o salário dos Militares Mineiros defasados, o Promorar foi censurado, e os Militares reformados por Incapacidade Física? Estes sim foram enganados!O uso da camisinha pelo Papa foi liberado!
    O imposto está elevado, Complexo do Alemão pacificado, o salário dos deputados? Não dá nem para ser comentado! A Dilma promove um político encalhado (Michel temer) e o Lula finge ser cidadão de São Bernardo! O trânsito está complicado e o ENEM desmoralizado!”

    Campanha por Melhores Salários aos Militares de Minas Gerais.
    “Do Jeito que Está, Não dá para Ficar, Reajuste Salarial Já!!!”

  551. Joaquim Honorato Neto

    -

    21/03/2011 às 9:56

    Faço parte do movimento pec 300 de são paulo, trabalho junto ao sub ten clovis, roberto, adriana borgo, ten cardoso, e dirigentes de todo pais, participei da ultima reunião no plenarinho com todos deputados citados acima que com ajuda de outros que já nos apoiavam tem grande possibilidade de ir para votação esse ano.
    O valor do custo não é 40 bilhões esse numero é a soma de todo salário 100% dos quais já são investimentos feitos pelos governos estaduais na ordem de 25 bilhões, os 40 bilhões é o famoso terrorismo dos numeros, o texto hoje modificado em acordos com governo nunca cumpridos por ele jogou o valor para uma lei sem definição de valor, e hoje o que temos para aprovar é um texto sem cabeça, mas que tem o acordo de ser de R$ 3.500,00 bem a baixo do salario de brasilia.
    O pais tem de ver a segurança publica como investimento e não como gasto, valorizar policiais é ter melhor segurança para todos.
    É DEVER DA CAMARA DOS DEPUTADOS VOTAR O 2º TURNO DA PEC 300 E NÃO FAZ FERINDO NOSSO DIREITO E NOSSA CONSTITUIÇÃO.

  552. SD ORLANDO

    -

    21/03/2011 às 9:43

    parabéns jonalista Ricardo satti pelo acompanhamento da pec-300.Nós policiais militares só queremos justiça salarial em todos os Estados.Obrigado pelo apoio.Deus esteja sempre no seu coração.

  553. SGT PMCE

    -

    21/03/2011 às 9:40

    A pec 300 sera aprovada,pois com profissionais serios como o sr ricardo setti divulgando para a sociedade brasileira saber a realidade da segurança publica no brasil e a luta para a aprovaçao da pec 300,so tenho a agradece-lo.

  554. alberto

    -

    21/03/2011 às 8:31

    parabens pela publicaçao deste post sobre a pec 300 policias do Amazonas agradeçe, conte conosco..

  555. alberto

    -

    21/03/2011 às 8:25

    gostaria q os deputados olhasse mais pra segurança publica de nosso pais, salarios de pm e bm uma miseria, pra fzer segurança publica…

  556. ROSANGELA

    -

    21/03/2011 às 5:54

    sou esposa de PM e agradeço em nome de nossa familia e da familia pm o seu apoio, para que esses politicos que estao para representar o bem estar da população, votem a pec300, pois so assim os policiais terao vida familiar, e poderao se dedicar inteiramente a policia. sendo assim nos ganhamos e a população tbem vai ganhar…..

  557. SD Leandro

    -

    21/03/2011 às 3:51

    Parabéns pela iniciativa Ricardo Setti, você demonstra muita coragem em defender nossa causa Obrigado, nós policiais agradecemos muito sua atenção, um fraternal abraço de todos os policiais mineiros.

  558. melo.melo

    -

    21/03/2011 às 1:30

    Seu comentário está aguardando moderação
    Seu comentário está aguardando moderação
    As coisas nao sao faceis para nos Operadores de Segurança Publica! a imprensa só nos liga a procura de furos de reportagem! e ao ver alguem trabalhando serio fazendo análise criteriosa dos fatos sem tendencia fico orgulhoso. o que esta fazendo merece meu respeito e a dos demais Policiais

  559. melo.melo

    -

    21/03/2011 às 1:27

    Seu comentário está aguardando moderação
    As coisas nao sao faceis para nos Operadores de Segurança Publica! a imprensa só nos liga a procura de furos de reportagem! e ao ver alguem trabalhando serio fazendo análise criteriosa dos fatos sem tendencia. o que esta fazendo merece meu respeito e a dos demais Policiais

  560. melo.melo

    -

    21/03/2011 às 1:25

    As coisas nao sao faceis para nos Operadores de Segurança Publica! a imprensa só nos liga a procura de furos! e ao ver alguem trabalhando serio fazendo análise criteriosa dos fatos sem tendencia. o que esta fazendo merece meu respeito e a dos demais Policiais.

  561. Sd Santos

    -

    21/03/2011 às 1:13

    Nobre Ricardo,
    parabéns pela reportagem.
    Fico feliz em ver um jornalista sério e comprometido como você! Só gostaria de fazer uma correção:
    A PEC 300 trata de um piso salarial dos policias de todo o Brasi, ou seja, Peliciais Militares e Civis, além, lógico do corpo de bombeiro Militar!

  562. luciano

    -

    21/03/2011 às 1:11

    muito bem senhor ricardo setti, parabens !!!!!,
    a categoria agradece e muito seu trabalho, continue sempre comentado e revelando a verdade que a maioria dos politicos tampam com a peneira ou dizem que esta tudo bem, afinal pra eles esta tudo bem, sempre tem aumento salarial de 106% pra que mais, enquanto quem da a vida pela sociedade é tão desvalorizado… meus parabens…

  563. ST Fogaça - PR

    -

    21/03/2011 às 0:11

    Um jornalista que demonstra, de maneira isenta, apoio a uma reividicação justa das Policias Militares e Corpos de Bombeiros do Brasil precisa saber do respeito que essas organizações passam a ter pelo seu trabalho.

    Caro ST Fogaça, é minha obrigação procurar noticiar e acompanhar os fatos ligados a essa PEC.
    Um abraço e volte sempre!

  564. leonardo

    -

    20/03/2011 às 21:51

    Para dar aumento para eles mesmos num passou de uma semana, mais para quem protege a população ja ta com mais de 2 anos de enrolação

  565. wylames

    -

    20/03/2011 às 21:49

    OBRIGADO IRMÃO POR FAZER NOSSA CAUSA TOMAR RUMOS BEM DISTANTES, FAZENDO COM Q MILHÕES DE BRASILEIROS CONHEÇAM NOSSA REAL SITUAÇÃO!

  566. Natalino

    -

    20/03/2011 às 21:34

    O que me dixa imprecionado é saber que em muitos lugares no Brasil gari tem um salario melhor do que um a maioria dos policiais. Nada contra os garis, até porque não são eles que estão ganhando bem e sim o policial que tem um salario defasado.

  567. fábio

    -

    20/03/2011 às 20:50

    parabéns Ricardo setti,as suas palavras são muito importantes para nós, que temos que enfrentar o pais em busca de um salário digno.

  568. José

    -

    20/03/2011 às 19:39

    Obrigado Sr. Ricardo Setti. É com muita adimiração que vejo alguém da imprensa fazendo um trabalho de grande valor a favor dos policiais e bombeiros do Brasil meus parabéns pela iniciativa de colocar essa materia tão esquecida pela midia do nosso pais. PEC 300 já!!!

  569. silvio tavares dos santos

    -

    20/03/2011 às 18:03

    È com muita satisfaçâo que leio os suas colunas, e me emociona muito em saber que pessoas como você se preocupa com a nossa causa. sendo que a maioria dos brasileiros, nâo simpatizam a policia e você està se esforçando o màximo pela luta ada classe. que DEUS le abençoe para trilhar com sabedoria nos bastidores das noticias.

  570. ericksen

    -

    20/03/2011 às 18:00

    parabens pelo post. Dignidade já, chega de enrolação como aconteceu com michel temer, que infelizmente é nosso vice-presidente.

  571. Cb Rogério

    -

    20/03/2011 às 17:36

    Sou policial militar do Ceará, venho agradecer ao Sr.Ricardo Setti,pela coragem em divugar as anciedade e desejo de todos os policiais e do Cidadão Brasileiro, que crama por segurança. Não podemos mais suportar toda essa violência em nosso pais, e uma das formas para mudar esse quadro é valorizando os proficionais de Segurança Pública, muito obrigado.

  572. cicinha

    -

    20/03/2011 às 17:26

    Caro jornalista Ricardo Setti fico muito feliz em ter um maiores jornalista do país apoiando a PEC 300 que da dignidade a toda nossa familia policial militar muito obrigado caro jornalista.

  573. Tereza

    -

    20/03/2011 às 16:09

    Obrigada pelo apoio e divulgação a PEC 300. Sou mae de policiais . Torço pra que o país pague melhor pelos nossos anjos de guarda…..

  574. PEDRO COSTA LIMA

    -

    20/03/2011 às 16:06

    boa tarde Ricardo! Sem dúvidas essa é uma das poucas oportunidades que temos para expressar nossa insastifação com a segurança pública nesse país.Todo cidadão tem direito de ir e vir com segurança,mas não é isso que se vê nesse país. Observa-se que a falta de responsabilidade por parte dos nossos governantes, fez com que os agentes de segurança pública ficassem cada vez mais desmotivados e insastifeitos com seus salários, prejudicando assim o seu desempenho profissional. resultando em um alto índice de corrupção entre os mesmo por falta de reconhecimento pela sua profissão.
    O país atualmente é a 7ª potência mundial, mas só em números, por que na prática a realidade é totalmente diferente….obrigado.

  575. ANDERSON LUSTOSA DE CASTRO

    -

    20/03/2011 às 15:57

    MEU NOBRE AMIGO RICARDO SETTI,SO TEMOS NOS POLICIAIS A AGRADECER AO SEU EMPENHO POR ESTA LUTA A FAVOR DA PEC 300,POIS ESTA PEC É A ESPERANÇA QUE TODOS NOS POLICIAIS VEMOS PARA PODER DAR DIGNIDADE A NOSSA FAMILIA.

  576. Edney

    -

    20/03/2011 às 15:51

    A Imprensa hoje, é uma canal de comunicação muito importante para o crescimento da Democracia, por isso gostaria de agradecer a vc Ricardo, que pelo que demonstra, é um digno cidadão, tentando fazer com que as políticas de Segurança Publica, que é tão importante para o crescimento de uma nação, possa tomar um novo rumo. PARABÉNS

  577. guilherme

    -

    20/03/2011 às 15:46

    logico que a soluçao dos problemas da segurança publica nao se resumem ao salarios dos policiais, mas a soluçao passa tambem pela soluçao desse problema. que tipo de profissional deve ter o direito de cercear a liberdade dos demais individuos da sociedade? eh o mesmo tipo de profissional que um salario de 1000 reais atrai?
    pra podermos ter processos seletivos mais exigentes, eh necessario que a segurança publica atraia bons profissionais e nao apenas os que nao conseguem salarios melhores em outras areas.

  578. Denise

    -

    20/03/2011 às 15:29

    Caro Sr. Ricardo Setti, obrigada pela matéria e sua coragem, pois a mídia parece amordaçada quando se trata de favorecer esses brilhantes profissionais. Parece propositalmente para não dar o devido valor perante a sociedade. Profissionais, estes, que dão o seu sangue, sua vida, sua família em prol de cidadãos desconhecidos 24 horas por dia, pois até no horário de seu descanso, eles não deixam de ser o policial, o bombeiro, o “salva- vidas” de todos nós e são tão pouco valorizados. Aliás, nada valorizados! Muito obrigada, mais uma vez, pelo seu apoio a PEC 300!

  579. Sérgio José

    -

    20/03/2011 às 14:32

    Muito OBRIGADO Ricardo! Contamos com Você para nos ajudar a reaver a Dignidade dos Policiais, verdadeiros Guerreros no dia a dia, que mesmo sem apoio dos governos, enfrentam todo dia as mais variadas missões. Os políticos esquecem que os PMs e Bombeiros vivem a realidade nua e crua, chegando nas tragédias de todo dia auxiliando até mesmo com meios próprios as vítimas da violência e das tragédias, que muitas vezes são escondidas pelos governantes, para manipularem as “estatisticas”. Rotineiramente, fazemos o trabalho que caberiam a outros orgãos do governo, e não nos omitimos. Nosso MUITO OBRIGADO. Aguardamos os frutos dessa sementinha que você plantou e cuida com tanto carinho. Forte Abraço!

  580. Álvaro

    -

    20/03/2011 às 14:14

    Se existisse mais pessoas como você para apoiar nossa causa, a PEC 300 seria aprovada, com a aprovação todo o país iria ganhar pois teríamos nas ruas profissionais da segurança pública mais motivados e capacitados a defender a sociedade! chega de hipocrisia e utopia o governo de vários estados dizem que tudo esta uma maravilha na segurança pública e todos nós sabemos que não está, e o primeiro passo é valorizar esses profissionais . parabéns Ricardo Setti

  581. BORGES.

    -

    20/03/2011 às 14:07

    Caro Jornalista Ricardo Setti;
    Gostaria de saber por que o meu depoimento ainda encontra-se aguardando moderação?
    Sgt Borges.

    Caro Sgt Borges, desculpe o atraso na moderação de seu comentário. Gosto de fazer pessoalmente, e às vezes, quando se acumulam comentários, deixo os mais longos para ler com calma.
    Um abração do
    Ricardo Setti

  582. Rogério

    -

    20/03/2011 às 14:05

    Com muito orgulho e satisfação parabenizo ao jornalista Sr. Ricardo Setti pelo corajosa e honrosa iniciativa em trazer a mídia este assunto, muitas vezes deixado de lado. Acredito que todos os militares de todas as Unidades da Federação esperavam que uma pessoa de renome se colocasse, não a favor nem contra, mas que com imparcialidade descrevesse tal causa. Isso serve de motivação para que os Encarregados de Aplicação da Lei continuem nesta luta difícil, na espera incansável que nossos governantes analisem com coragem nossa causa!!

  583. Edson Bitencourt

    -

    20/03/2011 às 13:57

    Obrigado Ricardo Setti, pela sensibilidade e inteligência em publicar tão relevante matéria em benefício de toda a sociedade.

  584. Reinaldo

    -

    20/03/2011 às 13:56

    DIGNIDADE AO POLICIAL…

    SO FALTA VONTADE POLÍTICA…

  585. Ros

    -

    20/03/2011 às 13:46

    Se o governo federal, juntamente com governos estaduais estão pensando que poderão nos enganar até meados da COPA DO MUNDO, para continuarem com a farra do herário público, estão muito enganados. A cultura e mentalidade dos profissionais de segurança, estão mais apuradas. E para reverter esssa situação não vai ser com varinha de condão.

  586. Policial SP

    -

    20/03/2011 às 13:32

    Além da falta de dignidade salarial dos policiais militares, o que me deixa mais chateado é que o povo cobra providências do policial fardado, e certas mídias que só querem vender nóticias, jamais criticam o descaso e falta de respeito dos governadores, com trabalhadores da segurança pública. POVO BRASILEIRO COBRE SEGURANÇA DE SEU GOVERNADOR, E NÃO DE UM SIMPLES TRABALHADOR COMO VOCÊ

  587. Leandro

    -

    20/03/2011 às 13:20

    Parabéns pela iniciativa!Alguem da imprensa olhou para a PM.Espero que aprovem de uma vez esta pec300,pois do jeito que tá…é o fim do fim das policias militares!

  588. Carlos Renzler

    -

    20/03/2011 às 12:29

    Nós merecemos um salário dígno, chega de fazer bico para sobreviver.Pec 300 Já! Obrigado Ricardo Setti pela matéria imparcial e justa.

  589. Eduardo

    -

    20/03/2011 às 12:15

    Nobre Ricardo,
    parabéns pela reportagem.
    Fico feliz em ver um jornalista sério e comprometido como você! Só gostaria de fazer uma correção:
    A PEC 300 trata de um piso salarial dos policias de todo o Brasi, ou seja, Peliciais Militares e Civis, além, lógico do corpo de bombeiro Militar!
    Um abraço!

  590. Marcelo H. de Souza

    -

    20/03/2011 às 11:52

    Ricardo, muito obrigado pelo destaque e pela sua leal dedicação….. Parabéns, e conte com a familia policial de Minas Gerais..

  591. Ferreira

    -

    20/03/2011 às 11:52

    Será que algum desses que se opõem a nossa pec, daria a vida por um salário de 1700 reais? Pois é o que todos nós, profissionais de segurança pública, estamos dispostos a fazer quando vestimos a farda e saímos para as ruas. 40 bilhões sairiam barato perto dos prejuízos causados com uma paralização nacional. O engraçado é ver o estado gastar 2000 reais com um detento, para não fazer nada, e não aceitar pagar isso, para quem esta trabalhando e disposto a dar vida por outra pessoa.

  592. marco

    -

    20/03/2011 às 11:49

    a atitude do governo vai ter que mudar, estamos agora com esse apoio deste nobre jornalista com uma otima materia e ainda mostrando aqueles que querem essa provaçao. entrada de requerimentos dos deputados federais que querem essa aprovaçao.

  593. PMAL

    -

    20/03/2011 às 10:58