Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Como assistir ao depoimento de Lula a Moro

Ex-presidente queria transmissão ao vivo pela TV, mas teve pedido indeferido; interrogatório começará às 14h e será divulgado no sistema da Justiça Federal

O depoimento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao juiz Sergio Moro não terá transmissão ao vivo, mas seu conteúdo, na íntegra, será disponibilizado no sistema eletrônico da Justiça Federal logo após a audiência, como costuma acontecer com todos as oitivas da Operação Lava Jato.

A expectativa é de que o vídeo seja liberado dentro de meia a uma hora depois de concluído o interrogatório, que começa às 14 horas. VEJA irá divulgá-lo na íntegra assim que subir no sistema. O acesso à gravação é público por decisão do próprio Moro de dar publicidade aos atos da Lava Jato.

Veja também

A gravação do depoimento será feita por servidores da própria Justiça Federal, conforme é padrão nos depoimentos de testemunhas e réus nos tribunais do Paraná: uma câmera ficará focada no réu e outra, mais aberta, dará uma visão panorâmica da sala.

O vídeo do depoimento de Lula

A defesa de Lula tentou, sem sucesso, fazer com que uma equipe contratada pelo petista gravasse o depoimento, mas teve o pedido negado – primeiro, por Moro; depois pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região e pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ). O petista também queria que não houvesse a câmera exclusiva focada nele por entender que a situação o deixaria em posição subalterna. O pedido também foi negado.

Na sala, além de Moro e Lula, estarão advogados do petista, defensores de outros réus envolvidos no processo, membros da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), e procuradores do Ministério Público Federal. O depoimento deve durar cerca de uma hora e meia, segundo expectativa dos advogados de Lula. Moro proibiu os participantes da audiência de entrarem na sala com celulares para evitar vazamentos à imprensa.

Durante a oitiva, o ex-presidente responderá a perguntas não apenas de Moro, mas também de procuradores do MPF e advogados de defesa — os seus e os dos outros acusados. Como réu, Lula tem direito a ficar em silêncio e não é obrigado a responder às perguntas.

Lula é acusado pelo Ministério Público Federal dos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro por supostamente ter sido beneficiado com propinas de 3,7 milhões de reais da OAS no caso do tríplex do Guarujá e 1,3 milhão de reais no armazenamento de seu acervo presidencial.  A defesa nega as acusações.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Regina Guerra

    Tem até jatinho privado para “cafajestocracia”. Quem paga esta festa dos PeTralhas?

    Curtir

  2. Esse é um cinico e cara de pau

    Curtir

  3. Joao Campos Neto

    Chama o Ruinaldo Azevedo e seu chefe Gilmarando Mende$$ para prutejê o Lulla.

    Curtir

  4. Marcia de Oliveira Almeida

    VEJA, nas fotos dê nomes aos bois, para que o Brasil saiba quem são e o que representam.

    Curtir

  5. O cara de pau chega de jatinho de empresario investigado no mensalao…é uma caixa de corrupçao sem tamanho.

    Curtir

  6. João Celio Timboni

    Esse pilantra chamada de Lula é um desagregador da sociedade brasileira. Recebe benesses de todos os pilantras que assaltaram o país e nunca sabe de nada e acha que o Brasil tem que girar ao seu redor. Um demagogo contumaz…….

    Curtir

  7. sebastiao ferreira cantarino

    É essa quadrilha que sempre quis chegar ao poder e sempre atacava as elites, que massacravam os mais humildes. Ainda bem que esse remédio amargo o brasil já provou e agora sabe muito bem quem são esses “representantes do povo”: BANDIDOS.

    Curtir

  8. Ronaldo Capelari

    Ruinaldo Azedou , esta protegendo não os petralhas.E sim sua propria pele kkkkk lava jata esta indo…. pegou todos partidos tudo for usado para os petebas salvam os demais e o jogo.

    Curtir