Clique e assine a partir de 9,90/mês

Trump garante nomeação do Partido Republicano às eleições presidenciais

'Nosso partido está unido e estamos prontos para mais quatro anos', afirmou a presidente do Partido Republicano, Ronna McDaniel

Por Da Redação - 18 mar 2020, 12h24

Após vencer as primárias do Partido Republicano nos estados da Flórida e de Illinois na noite de terça-feira 17, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, assegurou a nomeação da legenda para as eleições presidenciais, previstas para 3 de novembro.

“Parabéns a Donald Trump por se tornar oficialmente o provável candidato presidencial republicano!”, tuitou a presidente do Partido Republicano, Ronna McDaniel.

Trump, com 73 anos, não enfrentou nenhuma competição significativa pela indicação republicana, e os resultados da Flórida e Illinois foram apenas um evento formal. Como reporta a emissora americana NBC News, o presidente conquistou 99,9% do eleitorado republicano que foi às urnas nas primárias até esta quarta-feira, 18.

O líder americano já conquistou 1.330 delegados nacionais nas primárias. Para ser considerado oficialmente o candidato republicano, Trump precisava ultrapassar a marca de 1.276 representantes.

Continua após a publicidade

Cada estado americano conta com um número de delegados, definido com base na população, e define como será a distribuição de votos das prévias entre eles. A contagem de delegados é usada para definir o vencedor.

“Nosso partido está unido, nosso movimento popular está em andamento e estamos prontos para mais quatro anos!”, enfatizou McDaniel.

A Convenção Nacional do Partido Republicano, na qual Trump será formalizado como o candidato da legenda à presidência, está prevista para os dias 24 a 27 de agosto.

O evento, porém, pode ser adiado frente à pandemia do novo coronavírus — as autoridades americanas reportaram mais de 5.870 casos e 107 mortes, segundo estimativa do jornal The New York Times.

Continua após a publicidade

Embora tenha afirmado que o novo coronavírus iria “passar” a partir de abril, quando começa a primavera no Hemisfério Norte, Trump disse esta segunda-feira 16 que a epidemia não deve ser contida antes de julho.

(Com AFP)

Publicidade