Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Covid-19: Número de novos casos nos EUA cresce 80% em duas semanas

'Eu não ficaria surpreso se chegarmos a 100.000 casos por dia. Estou muito preocupado', disse o Dr. Anthony Fauci, da força-tarefa de resposta ao vírus

Por Da Redação 30 jun 2020, 17h46

O  número de novos casos da Covid-19 por dia tiveram um crescimento de 80%  em relação a duas semanas atrás, nos Estados Unidos. Os número fazem parte de um levantamento de dados compilados pelo jornal The New York Times em um artigo publicado nesta terça-feira, 30. Sem expressar concordância com a estatística do Times, o imunologista membro da força-tarefa americana de resposta ao vírus, Dr. Anthony Fauci, alertou o Senado sobre a ameaça de uma explosão no número de novos casos.

“Agora estamos tendo mais de 40.000 novos casos por dia. Eu não ficaria surpreso se chegarmos a 100.000 por dia se a situação não se reverter. E por isso estou muito preocupado”, disse Fauci.

O comentário do imunólogo foi feito durante sua apresentação em uma audiência no Senado que contou com a participação de outros especialistas na área da saúde e que foi convocada para desmentir o ceticismo em relação à segurança de vacinas, em especial às que estão sendo elaboradas para criar anticorpos contra o SARS-CoV-2, vírus causador da Covid-19.

Fauci também apelou para que alguns estados repensassem as suas políticas de reabertura de serviços não essenciais, como bares e restaurantes e afirmou que o aumento brusco no número de novos casos por dia em partes dos Estados Unidos “põe o país inteiro em risco”.

Segundo a estimativa do Times, o crescimento no número de novos casos por dia se concentra principalmente no oeste e no sul do país.

Os três estados mais populosos do país — Califórnia, com 40 milhões de habitantes, Texas, 30 milhões, e Flórida, 20 milhões — quebraram simultaneamente seus respectivos recordes de novos casos diários, na semana passada.

A Califórnia reportou mais de 7.000 casos em 23 de junho, e, no mesmo dia, o Texas e a Flórida contabilizaram mais de 5.000 cada. Com cerca de 530.000 casos da Covid-19 ao todo, esses três estados respondem por 20% dos 2,6 milhões de enfermos nos Estados Unidos.

Continua após a publicidade

Embora, o estado de Nova York, no nordeste americano, seja o mais atingido pela Covid-19 em todo o país — com quase 400.000 contaminados—, o número de novos casos por dia está em tendência de queda ou, pelo menos de estabilização, desde meados de maio, estima o Times.

Subnotificação

Os números oficiais de casos da Covid-19 nos Estados Unidos podem estar subnotificados, apontam dados de um estudo do órgão federal Centro para Controle e Prevenção de Doenças (CDC) referente ao final de março, mas que foi concluído apenas nesta sexta-feira 26.

O CDC calculou que o número de pessoas com anticorpos contra o coronavírus, ou seja, que jacontraíram a Covid-19, era cerca de 12 vezes maior que o número de casos reportados na cidade de Nova York entre 23 de março e 1º de abril.

Além da cidade de Nova York e do sul do estado da Flórida, outros quatro estados” foram estudadas pelo CDC naquele período — o oeste do estado de Washington, Connecticut, Missouri e Utah.

O Missouri foi a zona que apresentou a maior taxa de subnotificação. O CDC estima que o número de pessoas que contraíram a Covid-19 no Missouri seja 24 vezes maior que o de casos reportados,

“Este estudo ressalta que provavelmente há muitas pessoas infectadas sem saber, provavelmente porque têm infecção leve ou assintomática”, disse a Dra. Fiona Havers, que coordenou o estudo. “Mas essas pessoas ainda podem espalhar [o vírus] para outras pessoas”, acrescentou.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)