Clique e assine a partir de 9,90/mês

Capitólio será fechado ao público por temor de coronavírus

Medida é tomada depois do anúncio de suspensão dos voos entre Estados Unidos e Europa

Por Da Redação - Atualizado em 12 Mar 2020, 16h21 - Publicado em 12 Mar 2020, 15h39

O Congresso dos Estados Unidos decidiu nesta quinta-feira, 12, fechar suas portas para visitação por temer a disseminação da pandemia do novo coronavírus. Somente parlamentares, funcionários, jornalistas e visitantes com assuntos oficiais para tratar poderão acessar o prédio. As medidas começarão a entrar em vigor nesta quinta-feira e se prolongarão até o dia 1º de abril.

A determinação ocorre no dia seguinte da decisão do presidente americano, Donald Trump, de suspender todos os voos entre os Estados Unidos e a Europa por 30 dias para conter a contaminação. No país, há 1.297 pessoas diagnosticadas com coronavírus e um total de 37 mortos.

A suspensão determinada por Trump causou caos na economia mundial. As bolsas de valores ao redor do mundo registraram quedas bruscas. A brasileira Bovespa suspendeu por duas vezes as negociações e chegou a operar em 72.026 pontos, a menor pontuação desde junho de 2018.

Caso Wajngarten

Durante uma visita de Jair Bolsonaro a Trump no sábado 7, o chefe da Secretaria de Comunicação da Presidência da República (Secom), Fábio Wajngarten, tirou uma foto ao lado com o líder americano. Nesta quinta-feira, Wajngarten foi diagnosticado com coronavírus.

Continua após a publicidade

O diagnóstico positivo do secretário fez com que tanto Bolsonaro quanto a família se submetessem a exames para coronavírus. Trump, no entanto, disse que não estava preocupado com a saúde do presidente brasileiro.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), são 118.322 casos de coronavírus no mundo e, ao todo, 4.292 mortes registradas devido ao Covid-19, a doença causada pelo vírus. No Brasil, o Ministério da Saúde confirmou 73 casos do vírus.

Publicidade