Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

‘Rezo para que abandonem a violência’, diz Papa Francisco sobre terrorismo

Pontífice usou sua benção semanal na Praça de São Pedro para condenar ataques recentes no Afeganistão, Noruega e Inglaterra e prestar condolência às vítimas

Por Redação Atualizado em 17 out 2021, 15h00 - Publicado em 17 out 2021, 14h54

Nesse domingo, 17, o Papa Francisco usou sua benção semanal na Praça de São Pedro para condenar os ataques violentos registrados na última semana na Noruega, Afeganistão e Inglaterra. “Expresso minhas condolências às famílias das vítimas e rezo para que, por favor, abandonem o caminho da violência, que é sempre uma perda e  derrota para todos”, reportou a Agência Reuters.

Na sexta-feira, 15, pelo menos 41 pessoas morreram e 70 ficaram feridas na explosão de uma mesquita em Kandahar, no Afeganistão. O ataque suicida foi reivindicado pelo grupo sunita linha-dura do Estado Islâmico, que agiu durante a oração do meio-dia de sexta-feira, quando muitos muçulmanos se reúnem para rezar. Na quarta-feira, 13, um homem matou cinco pessoas com arco e flecha em um ataque em Kongsberg, na Noruega, com indícios de terrorismo

Já a violência na Inglaterra faz referência ao assassinato do deputado David Amess, 69, do Partido Conservador da Grã-Bretanha, esfaqueado várias vezes em um ataque em Leigh-on-Sea, a leste de Londres, durante uma reunião com eleitores em uma igreja. Um britânico de 25 anos foi preso no local e não deu motivações para o crime. O Papa ainda pediu que as pessoas se lembrem de que a “violência só gera violência.”

Continua após a publicidade

Publicidade