Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Marrocos surpreende a Bélgica e tenta repetir feito de 36 anos

Com atuação convincente, seleção africana venceu por 2 a 0 a badalada geração belga e aumentou ainda mais a lista de 'zebras' no Catar

Por Da redação
Atualizado em 27 nov 2022, 15h30 - Publicado em 27 nov 2022, 12h05

A “zebra” passeou mais uma vez na Copa do Mundo do Catar. Neste domingo, 27, a Bélgica tinha a possibilidade de garantir presença nas oitavas, mas foi surpreendida pelo Marrocos. No estádio Al Thumama, Sabiri e Aboukhlal garantiram a vitória por 2 a 0 e a vice-liderança do grupo F para a seleção africana.

Com isso, o país africano volta a sonhar. Após 36 anos, os marroquinos podem repetir o feito conquistado na Copa do Mundo de 1986, quando se classificou para as oitavas de final – acabou eliminado para a Alemanha Ocidental na ocasião.

Foi a única vez que passou de fase no torneio. Antes, sucumbiu na fase de grupos em 1970, 1994, 1998 e em 2018.

Na última rodada, encaram o já eliminado Canadá – que perdeu por 4 a 1  para a Croácia -, enquanto croatas e belgas decidem em confronto direto a outra vaga. Os jogos ocorrem na quinta-feira, 1º.

Antes da bola rolar, a boa notícia para a Bélgica era a presença de Romelu Lukaku no banco de reservas. Ainda sem plenas condições físicas, o atacante foi relacionado e viria a entrar na reta final.

Continua após a publicidade

Já a seleção de Marrocos recebeu a má notícia envolvendo o goleiro Bono, que sentiu uma indisposição minutos antes do apito inicial e nem chegou a começar a partida.

Em ação no gramado do Al Thumama, a seleção da Bélgica dominou todas as ações, controlou a posse de bola, mas sofreu na criação. Mesmo com De Bruyne, a equipe europeia não conseguia nenhuma chance clara de gol.

Nem a estreia de Lukaku inspirou a Bélgica -
Nem a estreia de Lukaku inspirou a Bélgica – (Ricardo Corrêa/Placar)

Antes do intervalo, no último lance da primeira etapa, Ziyech cobrou falta em direção ao gol e surpreendeu o goleiro Courtois. O susto belga passou quando a arbitragem, com ajuda do VAR, assinalou interferência e impedimento do atleta marroquino.

A Bélgica voltou com mais dificuldades para a segunda etapa e o Marrocos percebeu o momento. Os Leões do Atlas se soltaram em campo, principalmente com os extremos Ziyech, Hakimi e Boufal.

Em bola parada semelhante ao gol anulado, no final do primeiro tempo, agora foi a vez de Sabiri chamar a responsabilidade. Aos 28 minutos, o meia bateu direto para o gol e mais uma vez Courtois se atrapalhou.

Na reta final, Aboukhlal aproveitou o contragolpe fatal e decretou o resultado por 2 a 0.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.