Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Lochte tem novo patrocinador: marca de pastilhas para garganta

Encerrados os contratos milionários com grandes marcas como Speedo e Ralph Lauren, restou ao nadador fanfarrão aceitar o acordo com a Pine Brothers

Por Da redação 26 ago 2016, 15h21

Abandonado por todos seus antigos patrocinadores por ter mentido nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, o nadador fanfarrão Ryan Lochte achou uma nova empresa disposta a apoiá-lo. Mas em vez dos milionários contratos com marcas globais, como Speedo e Ralph Lauren, o campeão terá de se contentar com o patrocínio da Pine Brothers, que produz pastilhas para a garganta.

LEIA TAMBÉM:
Teoria explica o real motivo da fuga de patrocinadores de Lochte

Lochte quebra o silêncio: ‘Assumo total responsabilidade’

Em comunicado, a Pine Brothers justificou seu apoio ao atleta de 32 anos: “Nós todos cometemos erros, mas eles raramente aparecem na primeira página do noticiário. Ele é um grande rapaz, que já fez incríveis trabalhos de caridade”, disse o presidente da empresa, Rider McDowell. “Acredito que os fãs da Pine Bros. irão apoiar nossa decisão e dar uma segunda chance ao Ryan”.

O nadador 12 vezes medalhista olímpico agradeceu a empresa em sua conta no Twitter: “Obrigado a todos da Pine Brothers por confiarem em mim. Estou ansioso por fazê-los terem orgulho de mim”.

Julgamento – Ryan Lochte será intimado pela Polícia Civil do Rio de Janeiro a prestar depoimento para explicar por que disse que foi assaltado, quando na verdade se metera em uma confusão em um posto de gasolina. O atleta de 32 anos terá de comparecer ao Rio se quiser um acordo judicial e, assim, se livrar de julgamento.

Caso não compareça à delegacia de Atendimento Especial ao Turista (Deat), Lochte será julgado à revelia por falsa comunicação de crime. Se for declarado culpado, pode receber pena de 1 a 6 meses de prisão ou multa – punições previstas no artigo 340 do Código Penal.

 

Continua após a publicidade

Publicidade