Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Faixa presidencial está desaparecida

Uma auditoria do TCU ocupa-se com a mais bizarra das heranças dos governos petistas: achar aquele paninho que atravessa o peito dos presidentes

Se o impeachment de Dilma Rousseff for confirmado no fim de agosto, Michel Temer será empossado como o 37º presidente do Brasil e colocará no peito a… cadê a faixa presidencial? A mais bizarra auditoria de que se tem notícia está sendo realizada pelo Tribunal de Contas da União (TCU): encontrar o misterioso lugar em que está a faixa presidencial do Brasil. O TCU descobriu que 4 500 itens do patrimônio da Presidência da República estão sumidos. Ninguém sabe se foram surrupiados ou simplesmente extraviados. Entre os objetos estão obras de arte, utensílios domésticos, peças de decoração, material de escritório, computadores e, sim, a faixa presidencial. Que fim ela levou?

A novidade apareceu durante uma auditoria do TCU que tinha outra finalidade. Em março passado, a Operação Lava-Jato localizou um cofre numa agência bancária em São Paulo no qual o ex-presidente Lula guardava presentes recebidos durante os oito anos de Presidência. A lei determina que os presentes trocados entre chefes de Estado sejam incorporados ao patrimônio da União. Lula e Dilma, segundo os técnicos, desrespeitaram a regra. Entre 2003 e 2010, Lula recebeu 568 presentes. Pelos registros, deixou no Planalto só nove deles. Já Dilma recebeu 163 presentes. Apenas seis foram incorporados ao patrimônio público. O TCU sugeriu ampliar o sistema de fiscalização para impedir que futuros presidentes levem bens que deveriam ser públicos.

Entre os objetos extraviados, há computadores, equipamentos de segurança, peças da coleção de prataria palaciana, tapetes persas, porcelana chinesa, pinturas de artistas brasileiros. Apenas no Palácio da Alvorada, a residência oficial da Presidência, foi constatado o sumiço de 391 objetos. Já na Granja do Torto, uma espécie de casa de campo que fica à disposição dos presidentes, foram mais 114 bens. O prejuízo estimado chega a 5,8 milhões de reais: “Há clara negligência da Secretaria de Administração da Presidência da República na guarda dos bens patrimoniais”, diz o relatório elaborado pelo TCU.

Para comprovar as irregularidades apontadas na auditoria, o TCU procurou nos órgãos de controle de patrimônio e nos arquivos do Ministério das Relações Exteriores os registros de viagens oficiais dos presidentes ao exterior e de visitas de líderes mundiais ao Brasil. Com base em fotos e relatórios diplomáticos constataram-­se várias ocasiões em que os presentes recebidos por Lula e Dilma foram incorporados aos seus bens pessoais.

Para ler a reportagem na íntegra, compre a edição desta semana de VEJA no iOS, Android ou nas bancas. E aproveite: todas as edições de VEJA Digital por 1 mês grátis no iba clube.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Miraci Kuramoto Nucada

    Será que esses inquilinos deixaram as lâmpadas e o chuveiro?

    Curtir

  2. Joaquim Andrade

    A unica diferença entre um integrante do PCC e os dessa maldita quadrilha PTralha é o uso de arma de fogo, são todos criminosos, a começar por seus lideres Lula e Dilma e pensar que ainda tem gente que protege e idolatra essa corja, cretinos, inacreditável nem a faixa presidencial escapou!

    Curtir

  3. Mas… e qual a novidade? Eles são ladrões mesmo…

    Curtir

  4. Luiz Carlos Bittencourt

    Faz outra … talvez um dia a gente encontre a faixa original no chiqueiro, no meio da lama

    Curtir

  5. Fulano de Tal

    Até que é bom que tenha acontecido o furto por parte dos petralhas. Isto porque o povo pode não entender o que é pedalada, mas furto o povo entende perfeitamente.

    Curtir

  6. Leonardo Silva Reges

    E quando li o título da matéria achei que a faixa desaparecida fosse uma metáfora…

    Curtir

  7. JOÃO CARLOS FÉLIX DA SILVA

    Ou o Lularápio ou a Dilmentira levou a faixa, afinal são do PT e o Código Penal esta no DNA do partido.

    Curtir

  8. Moisés Gonçalves

    Aproveite-se o sumiço da faixa presidencial e devolva-se o cetro e a coroa imperiais e restaure-se a monarquia parlamentarista! tenho dito.

    Curtir