Clique e assine a partir de 9,90/mês

Coronavírus: resgatados terão videogame e apoio psicológico na quarentena

Três monitoramentos diários de saúde estão previstos para detectar sintomas da infecção

Por Da Redação - 7 Feb 2020, 13h33

O Ministério da Defesa deu detalhes de como será o período de quarentena dos brasileiros resgatados de Wuhan, na China. A operação foi solicitado pelos próprios repatriados após a região em que viviam tornar-se epicentro da epidemia do novo coronavírus que já matou mais de 630 pessoas na China.

Os repatriados (acredita-se que sejam 34 pessoas) terão acesso a biblioteca, filmoteca, brinquedoteca, atividades culturais, apresentação de bandas, jogos e videogames. O tempo previsto da quarentena é de dezoito dias e será cumprido na Base Aérea de Anápolis, em Goiás. O procedimento ganhou nome de Operação Regresso à Pátria Amada Brasil.

Diariamente, o grupo será alimentado seis vezes: café da manhã, colação, almoço, lanche da tarde, jantar e ceia. A hospedagem em quartos individuais também contará com “facilidades” como internet, TV a cabo, frigobar, ventilador, telefone, lavanderia, copa 24h, máquina de gelo, geladeira e help desk.

Na parte dos serviços médicos serão três monitoramentos diários em relação aos sintomas da doença, além de apoio psicológico e pedagógico. Haverá ainda atendimento religioso, emergência odontológica, primeiros socorros e nutricionista.

Continua após a publicidade

A previsão da chegada do grupo é no próximo sábado 8. Só poderão embarcar brasileiros (e familiares) que não apresentem sintomas do novo coronavírus no embarque. Militares e três diplomatas brasileiros que farão parte do resgate também ficarão isolados.

Em vídeo, a FAB exibiu o projeto das instalações:

Publicidade