Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Coronavírus: 1.557 profissionais de SP são afastados por conta da infecção

São especialistas diagnosticados e com suspeitas da doença

Por Da Redação 17 abr 2020, 16h55

O Governo do Estado de São Paulo informou nesta sexta-feira,17, que 1.557 profissionais de saúde foram afastados por conta de Covid-19, parte deles por suspeitas e outros por diagnósticos positivos. Nesse caso, a licença ocorre assim que o médico, enfermeiro ou especialista apresenta quadros gripais com febre, tosse, falta de ar e coriza.

 

 

Para socorrer o sistema, foram contratados novos 1.185 profissionais em caráter emergencial. Destes 260 são remanescentes de concursos públicos (210 enfermeiros e 50 fisioterapeutas). Outros 925 por regime de tempo determinado, destes, houve a inclusão de 245 médicos e 630 técnicos em enfermagem.

ASSINE VEJA

Covid-19: Sem Mandetta, Bolsonaro faz mudança de risco nos planos A perigosa nova direção do governo no combate ao coronavírus, as lições dos recuperados e o corrida por testes. Leia na edição desta semana.
Clique e Assine

O Estado de São Paulo tem 928 óbitos da doença e mais 12.972 casos suspeitos. A faixa etária mais afetada pela infecção é de 30 a 39 anos, com 3.449 casos. O maior número de óbitos, por outro lado, está na faixa entre 70-79 anos, com 253 mortes registradas.

Continua após a publicidade

Publicidade