Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Lava Jato: a mensagem da advogada que sumiu

Por Da Redação
Atualizado em 4 jun 2024, 22h51 - Publicado em 24 jul 2015, 17h27

Após renunciar misteriosamente à defesa de réus do petrolão, a criminalista Beatriz Catta Preta, advogada especialista em colaboração premiada, publicou uma mensagem no perfil do seu escritório no Facebook nesta sexta-feira. Trata-se de uma citação de John Rawls, um dos expoentes da filosofia política americana, autor do livro Uma Teoria da Justiça. “Cada pessoa possui uma inviolabilidade fundada na Justiça que nem o bem-estar da sociedade como um todo pode sobrepor. Portanto, numa sociedade justa, os direitos assegurados pela Justiça não estão sujeitos à barganha política ou ao cálculo dos interesses sociais”, diz o texto. Beatriz Catta Preta ainda não justificou publicamente a renúncia. Ela é alvo de um requerimento da CPI da Petrobras para depor em Brasília (DF). O autor é o deputado Celso Pansera (PMDB-RJ), ligado ao presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). A convocação para o depoimento tem o pretexto de apurar se a advogada foi paga com recursos ilícitos pelos réus que defende na Lava Jato, todos delatores premiados. Um dos clientes de Catta Preta, o consultor Julio Camargo afirmou que Eduardo Cunha (PMDB-RJ) cobrou dele 5 milhões de dólares em propina por contratos de navios-sonda fechados entre a Petrobras e a empresa que Camargo representava, a Mitsui. (Felipe Frazão, de São Paulo)

Leia também:

Moro rejeita pedido de aliado de Cunha para investigar advogada de delatores

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.