Clique e assine a partir de 9,90/mês

Todos os 50 estados americanos já iniciaram algum tipo de reabertura

Há grande discrepância entre medidas adotadas por governadores: enquanto algumas regiões funcionam há semanas, outras ainda apostam no relaxamento lento

Por Da Redação - Atualizado em 20 May 2020, 10h23 - Publicado em 20 May 2020, 09h59

Todos os 50 estados americanos já iniciaram algum tipo de relaxamento das medidas de isolamento social implantadas para combater o avanço do novo coronavírus, segundo o jornal The New York Times. Alguns governadores, contudo, ainda apostam em uma reabertura lenta e adotam restrições mais rigorosas.

Connecticut está entre os últimos estados a iniciar a reabertura. Lojas, museus e escritórios serão autorizados a voltar a funcionar a partir desta quarta-feira, 20. Não muito longe dali, em Nova Jersey, o relaxamento das medidas acontece de forma mais limitada, com permissão apenas para a reabertura de lojas de varejo, além da concessão de subsídios para a indústria.

ASSINE VEJA

Covid-19: Amarga realidade As cenas de terror nos hospitais públicos brasileiros e as saídas possíveis para mitigar a crise. Leia nesta edição.
Clique e Assine

O contraste ilustra uma dinâmica que acontece em todo o país, com vastas discrepâncias na forma como os estados decidiram conduzir a reabertura. Os Estados Unidos são atualmente a nação mais afetada pela pandemia de Covid-19, com 1.528.661 casos e 91.938 mortes. Ainda assim, o presidente Donald Trump vem travando uma batalha interna ao incentivar a retomada da economia.

O estado de Nova York, que concentra a maior parte dos casos em todo o país, adota um projeto de reabertura em fases, de acordo com o retrocesso do vírus em cada uma de suas regiões, desde a última sexta-feira 15. As reaberturas, contudo, estão limitadas à construção civil, indústria e varejo, e não incluem grandes mudanças no dia a dia da população.

Continua após a publicidade

O governador Andrew Cuomo decretou quarentena em 22 de março, e as restrições devem ser relaxadas em todo o estado até 28 de maio. A cidade de Nova York, epicentro da Covid-19 no país, será a última região a reabrir.

Já o estado da Califórnia, que foi o primeiro a instaurar a obrigatoriedade do isolamento social, começou a levantar as restrições da quarentena em 12 de maio, e desde então lojas e shoppings centers foram autorizados a voltar a funcionar em algumas áreas onde a propagação do vírus desacelerou.

Enquanto os estados no nordeste e na costa oeste do país – em geral administrados por governadores democratas – seguem projetos de reabertura lenta, muitos dos estados ao sul dos Estados Unidos já estão funcionando normalmente há algumas semanas. É o caso da Georgia, onde academias, salões de beleza e restaurantes já funcionam, e as recomendações de distanciamento social foram relaxadas.

Publicidade